Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Aceji empossa nova diretoria para triênio 2018/2021

A Associação Cearense de Jornalistas do Interior (Aceji) empossará, às 9h30min do próximo sábado, 4, em sua sede, sua nova diretoria, eleita no último congresso da categoria, em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza), para o triênio 2018/2021. O jornalista João Ferreira foi reconduzido para mais um mandato à frente da entidade.

“Essa nova diretoria tem o objetivo de contribuir para a melhoria do nível das informações geradas no interior”, diz Ferreira. A entidade, que atualmente, além de jornalistas e radialistas, congrega blogueiros e profissionais da web (rádio, jornal e TV) busca valorizar o trabalho dos seus profissionais e contribuir para o desenvolvimento das comunidades interioranas.

Nova diretoria

Presidente: João Ferreira do Nascimento; 1º Vice-Presidente: Walter Pinto Bardawil; 2º Vice-Presidente: José Alfredo Emídio da Costa.

Secretaria: 1° José Odmar de Lima; 2º Luiz Carlos Moreira Farias; 3º Silvia Helena Medeiros Braun.

Tesouraria: 1º Joaquim Bizerra de Araújo; 2º Manoel Evaldo Lopes de Oliveira; 3º Tomé Luiz da Rocha Gomes.

Estão faltando as propostas dos futuros governantes cearenses

Editorial do O POVO deste domingo (29) aponta que “não há ideia das prioridades” dos candidatos ao Palácio da Abolição. Confira:

Os partidos começaram a realizar suas convenções, no Ceará, visando a homologação de candidaturas para o processo eleitoral de 2018. Uma fase importante e necessária, até do ponto de vista legal, mas há de se lamentar a falta de percepção sobre debate acontecendo, até o momento, sobre as propostas a serem apresentadas nas campanhas. Não há ideia das prioridades que apresenta quem pretende permanecer no governo por mais quatro anos, muito menos se conhece os caminhos que sugerem aqueles grupos prontos para se apresentarem como alternativa de mudança de rumos para o Ceará.

É natural que a preocupação maior dos últimos dias, semanas e meses, tenha sido com os acertos políticos, aqueles que acabam por garantir maior ou menor estrutura às campanhas, permitem mais ou menos tempo de ocupação no rádio e TV, enfim, integram a base do momento inicial, ou até pré-inicial, das caminhadas eleitorais. No entanto, uma parte do espaço também precisaria estar ocupado já agora por uma discussão sobre o “como”. Infelizmente, sobre isso fala-se pouco ou quase nada. O que parece é que há um atraso na formação dos grupos de natureza técnica aos quais é entregue a tarefa de levantar o quadro atual, apontar problemas e sugerir soluções. Um trabalho fundamental para que se tenha um debate eleitoral de nível, o que torna ainda mais preocupante a ausência de indicações de que os candidatos ainda não parecem preocupados com a necessidade de elaborar diagnósticos e definir estratégias. De gestão, não políticas

A nossa cobrança por propostas tem relação com o tamanho do desafio que espera os futuros governantes cearenses, sejam eles ligados a um projeto de continuação ou, ainda mais, caso representem um pensamento crítico que se dispõe a começar uma nova trajetória político-administrativa no nosso Estado. Há um quadro que exige pressa, imaginando-se que a campanha deva servir como tempo necessário para discuti-lo na perspectiva de oferecer ao eleitor, a quem caberá a decisão final na sagrada hora do voto, os caminhos que cada lado propõe para serem percorridos nos próximos quatro anos. Com isso, ajudando-o a formar o melhor juízo sobre a situação e fazer a escolha mais consciente. Já seria um extraordinário avanço diante dos tempos obscuros que vivenciamos.

PSDB homologa candidatura de General, mas vice ficou para depois

644 6

O PSDB homologou na manhã deste domingo(29), no ginásio da faculdade Ari de Sá, no Centro, a candidatura de General Theophilo ao governo do Ceará, com Eduardo Girão e Mayra Pinheiro nas vagas ao Senado. O vice do General, no entanto, ficou para ser anunciado depois, diante dos acertos da aliança que ainda seguem na chapa majoritária.

Segundo o General, o sentimento do cearense é de mudança. “É gestão, um cara focado, que seja ficha limpa”, idealizou o candidato tucano, que informou que o vice será anunciado até o próximo sábado (4).

DETALHE – A convenção tucana foi marcada pela presença de super-heróis. De acordo com alguns presentes, o Capitão América foi atribuído ao Capitão Wagner. O Batman ao General Theophilo, sem poderes originais, mas repleto de artefatos. O Homem-Aranha, de preto, ao vice… ora aparece de um jeito, ora de outro. O Lanterna Verde ao Ceará… maldade, nem na lanterna o time está mais… tampouco é verde.

(Fotos: Paulo MOska)

Eleição: não haverá substituto

297 1

 

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (29):

O cenário político brasileiro sofreu um “freio de arrumação” com a decisão tomada pelo ex-presidente Lula de levar sua candidatura até o fim, seja qual for o resultado do seu registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no próximo dia 15 de agosto. O pedido de registro será testemunhado por milhares de apoiadores em Brasília.

Se vetado, ele lançará mão de todos os recursos legais a que tem direito, inclusive depois de 17 de setembro, último prazo dado pela Justiça Eleitoral para mudar o candidato de uma chapa eleitoral. Isso significa que não haverá mais a estratégia ambígua, defendida por alguns, de indicar um substituto de última hora para receber eventual transferência de votos do dirigente petista.

Toda a estratégia de correligionários e aliados deverá estar, daqui para frente, subordinada à diretiva: “é Lula ou Lula”.

Base legal para isso – concorrer mesmo de dentro da cadeia – existe, de acordo com o advogado Luiz Fernando Casagrande Pereira, um dos responsáveis pela defesa do ex-presidente, em entrevista concedida à TV Estadão. A recusa, pela ministra Rosa Weber, do STF, de antecipar a impugnação da candidatura do petista, como foi pedido pelo Movimento Brasil Livre (MBL) é um indicativo disso.

Lula diz que não trairá os que confiam nele para reverter a crise que afunda o País. Segundo a Vox Populi, ele tem 41% das preferências, enquanto os demais pré-candidatos somam 29% – significando que seria eleito, em primeiro turno, com 58% dos votos válidos.

(Foto – Victor Moriyama/Getty Images)

Aílton Lopes diz não ser candidato do dinheiro e da indústria poluente

“Teremos prazer em conversar com cada um e cada uma, em disputar os corações e as mentes do que estão decepcionados e dizer que nossa política não é do dinheiro, não é a da negociação”, afirmou o bancário Ailton Lopes, ao ser oficializado como candidato do PSOL ao Governo do Ceará, tendo a militante social Raquel Lima como vice. A convenção ocorreu nesse sábado, nas sede do partido, e contou com a presença de várias lideranças de movimentos sociais.

Aílton disse que os outros candidatos não estão apresentando nada de novo. “Enquanto eles oferecem para o povo indústria poluente, polícia e corte de investimentos sociais, nós oferecemos mais direitos, mais vida e mais liberdade”, disse o postulante.

Para o Senado, o PSOL formalizou as candidaturas da professora Anna Karina Cavalcante e do pastor Jamieson Simões. Além deles, 36 candidatos e candidatas à Assembleia Legislativa e 20 à Câmara dos Deputados.

(Foto – Divulgação)

Tasso e General Theophilo visitam o Halleluya

O senador Tasso Jereissati e o General Theophilo, pré=-candidato ao Governo pelo PSDB, circularam, nessa noite de sábado, no Hallelluya, evento da Renovação Carismática da Igreja Católica, que se encerrará neste domingo, no Condomínio Espiritual Uirapuru.

Os dois conversaram com populares, posaram para selfie e tiveram como cicerone o deputado estadual tucano Carlos Matos. O General aproveitou a ocasião para rezar.

Nesta manhã de domingo, no Ginásio da Faculdade Ari de Sá, ele vai ser homologado candidato a governador pelo PSDB. O vice sós erá conhecido na convenção. Nesse mesmo ato, o empresário Luis Eduardo Girão, que é espírita, vai ser homologado candidato ao Senado pelo PROS.

(Foto – Facebook)

Prefeitura lança nesta segunda-feira concurso para a Rede de Saúde Mental

1051 2

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) vai lançar, às 8h30min desta segunda-feira (30), no Paço Municipal, o concurso público para a contratação de profissionais para a Rede Municipal de Atenção à Saúde Mental (Raps).

O concurso ofertará 133 vagas para médicos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais e enfermeiros.

Com a realização do certame, segundo o prefeito, Fortaleza reforçará o atendimento aos usuários das unidades da saúde mental – Centros de Atenção Psicossocial (Caps), Unidades de Acolhimento e Residências Terapêuticas, com os novos profissionais das diversas áreas.

(Foto – Aurélio Alves)

Brasil tem dificuldade de atrair jovens para a carreira de professor

O Brasil, assim como outros países da América Latina, tem dificuldade em atrair jovens talentosos para a carreira de professor. Essa é uma das conclusões do estudo Profissão Professor na América Latina – Por que a docência perdeu prestígio e como recuperá-lo?, divulgado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

No Brasil, apenas 5% dos jovens de 15 anos pretendem ser professores da educação básica, enquanto 21% pensam em cursar engenharia. No Peru, o índice dos que pretendem optar pela docência é de menos de 3%, contra 32% que querem se tornar engenheiros. Por outro lado, em países onde a profissão é mais valorizada, o interesse tende a ser maior, como na Coreia do Sul, onde 25% dos jovens têm a intenção de lecionar, e na Espanha, onde o índice chega a quase 20%.

Entre as razões para o desinteresse para atuar na educação básica estão, segundo a pesquisa, os baixos salários. “Mesmo nos últimos anos, após uma década de incrementos nos salários dos professores, eles continuam a ganhar consideravelmente menos do que outros profissionais”, enfatiza o texto.

A partir dos dados das pesquisas domiciliares no Brasil, Chile e Peru, o estudo do BID mostra que os educadores ganham cerca da metade da remuneração de profissionais com formação equivalente. No Equador, a diferença é menor, mas os professores ainda recebem 77% da remuneração de outras áreas. No México, os vencimentos dos trabalhadores da educação é de 83% dos de outros ramos.

Além da questão financeira, o estudo aponta para as condições de trabalho como razão do desinteresse dos jovens pela docência. “Muitas vezes a infraestrutura das escolas latino-americanas é deficiente em relação a equipamentos e laboratórios e até mesmo em termos de serviços básicos”, ressalta o documento.

O estudo menciona as informações levantadas pelo Laboratório Latino-americano de Avaliação da Qualidade da Educação em 2013 sobre escolas de 15 países latino-americanos, incluindo o Brasil. Na ocasião, foi constatado que 20% dos estabelecimentos de ensino não tinham banheiros adequados, 54% não tinham sala para os professores e 74% não contavam com laboratório de ciências.

O estudo aponta ainda que muitos jovens acabam seguindo a carreira docente “por eliminação, não por vocação”. Recuperando dados do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) de 2008, a pesquisa destaca que, à época, 20% dos estudantes de ensino superior com foco no magistério haviam feito a opção para ter uma alternativa caso não conseguissem outro emprego e 9% por ser a única possibilidade de estudo perto de casa.

“Ser professor na América Latina não é uma carreira atraente para jovens talentosos do ponto de vista acadêmico. Não se pode ignorar o fato de que muitos futuros professores decidem frequentar um curso de carreira docente exatamente por ser uma carreira mais acessível no aspecto acadêmico, e não necessariamente por terem uma vocação pedagógica”, analisa o estudo.

Esse problema tem, junto com outros fatores, reflexos no desempenho dos estudantes. Os dados do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA), citados pela pesquisa, mostram, por exemplo, que os conhecimentos em leitura, matemática e ciências dos jovens de 15 anos da região está dentro dos 40% dos com pior resultado entre os países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O percentual dos estudantes que não atingem o nível básico das competências é mais do que o dobro da média da OCDE.

(Agência Brasil)

3 a 0 – Fortaleza goleia Juventude e assegura liderança da primeira fase da Série B

234 1

O Fortaleza voltou a abrir vantagem na Série B do Campeonato Brasileiro, ao golear o Juventude, por 3 a 0, na tarde deste sábado (28), em Caxias do Sul. Com o resultado, o Leão abriu três pontos de vantagem para o segundo colocado, o CSA, e já assegurou o primeiro lugar do primeiro turno, independente do placar contra o Coritiba, no próximo sábado (4), no Castelão.

O Fortaleza abriu o placar aos 29 minutos do primeiro tempo, por meio de Adalberto. O estreante Éderson ampliou oito minutos depois e Getterson definiu a vitória aos 41 minutos da segunda etapa.

(Foto: Reprodução)

Vozão quebra série de vitórias do Fluminense e deixa a lanterna do Brasileirão

Após seis rodadas na lanterna da Brasileirão, o Ceará venceu o Fluminense, na tarde deste sábado (28), no estádio Presidente Vargas, por 1 a 0, e deixou a 20ª colocação da tabela. O Vozão agora torce por uma derrota do Atlético Paranaense para o Vitória, neste domingo (29), em plena Arena da Baixada, para não retornar à lanterna.

O gol do Vozão foi marcado por Leandro Carvalho, aos 41 minutos do primeiro tempo. Em um jogo cheio de faltas e com poucas oportunidades de gol, o Fluminense, que vinha de duas vitórias, não conseguiu reagir no placar, durante toda a segunda etapa. O Ceará volta a campo no domingo (5), diante do Paraná Clube, em Curitiba.

(Foto: Reprodução)

Prazo neste domingo – Mais de 6 mil servidores migram para previdência complementar

O prazo para os servidores do Executivo fazerem a migração do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) para o Regime de Previdência Complementar (RPC) se encerra neste domingo (29), através do Sistema de Gestão de Pessoas (Sigepe). Até o momento, mais de 6,3 mil servidores optaram pela migração.

Podem migrar para o RPC os servidores que entraram na Administração Pública Federal antes de 4 de fevereiro de 2013 (Executivo) e antes de 7 de maio de 2013 (Legislativo). “Esta é uma decisão individual. O servidor deve fazer os cálculos antes de tomar a decisão”, afirmou o diretor-presidente da Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público (Funpresp), Ricardo Pena.

Segundo Pena, para o servidores mais novos, a migração tende a ser vantajosa, mas para os em final de carreira a melhor opção é continuar no regime próprio. Os que estão no meio da carreira devem fazer os cálculos antes de migrar. A Funpresp está de plantão neste sábado (28) para esclarecer dúvidas dos servidores, pelo telefone (0800 282 6794) ou presencial das 9h às 17h.

É possível fazer simulações do valor do benefício especial e tirar outras dúvidas no site www.funpresp.com.br​.

(Agência Brasil)

Emenda parlamentar – Hospital São Vicente de Paulo ganha banco de leite

Uma emenda parlamentar no valor de R$ 500 mil, de autoria do senador cearense Eunício Oliveira (MDB), resultou na construção do banco de leite do Hospital São Vicente de Paulo, em Barbalha, na Região do Cariri. O hospital também foi beneficiado pela publicação da portaria do Ministério da Saúde para novos recursos para o atendimento oncológico.

Candidatura do General Theophilo será homologada neste domingo

O General Theophilo (PSDB) terá sua candidatura ao Governo do Estado homologada nas Convenções Estaduais conjuntas, do PSDB e do PROS, neste domingo (29), a partir das 9 horas, no ginásio da Faculdade Ari de Sá (Av. Heráclito Graça, 826), no Centro de Fortaleza.

Na oportunidade, serão oficializadas as candidaturas majoritárias e proporcionais das siglas.

A saia, o bumbum e os chatos

Em artigo no O POVO deste sábado (28), a jornalista Maísa Vasconcelos aponta que “não se pode aceitar a imposição de modelos que objetificam, subestimam capacidades e confundem a percepção do que é ser mulher”. Confira:

A morte da bancária Lilian Quezia Calixto, depois de passar por um procedimento estético com o médico Denis Cesar Barros Furtado, não pode ser somente mais um caso de polícia. Para além de cobrar rigor na punição dos responsáveis, é preciso estarmos dispostos a refletir e tentar entender o que nos leva à busca alucinada, muita vezes cruel, pelo “corpo perfeito”.

Mulheres correspondem a 86,2% dos mais de 20 milhões de procedimentos estéticos em todo o mundo, de acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética. O Brasil ocupa a segunda posição no ranking dessas intervenções, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Cada vez mais cedo, adolescentes submetem seus corpos a cirurgias estéticas.

Barriga negativa, seios grandes e firmes, bumbum empinado, coxas alongadas, nariz e rosto afilados, púbis e vagina de menina… O que mais? Quase sempre, a “solução” para chegar ao corpo idealizado mostra-se como transformação, ponte para construção da autoestima. Tudo feito de forma rápida, simples, com recuperação em poucos dias, sem cicatrizes. Sonho parcelado, vendido em pacotes.

Não estou dizendo que se deva julgar quem deseja mudar o que lhe incomoda e traz sofrimento. Há saídas possíveis e importantes para alcançar uma felicidade que passa também por ter um corpo que corresponda ao que a mente almeja. Apenas não se pode aceitar a imposição de modelos que objetificam, subestimam capacidades e confundem a percepção do que é ser mulher. Especialmente se há na fabricação desses parâmetros a vontade de dominação masculina.

Na segunda-feira, O POVO chamou atenção para a exploração do corpo feminino no panfleto de uma festa em Beberibe: O “Forró da Mini Saia” oferece prêmio de R$ 150 à mulher com a saia mais curta. O Ministério Público do Ceará notificou promotores do evento. Nos comentários, um leitor escreveu: “O mundo está muito chato!”.

Maísa Vasconcelos, jornalista do O POVO

201 a 67 votos – PT não terá candidatura ao Senado

291 1

O PT decidiu na tarde deste sábado (28), em encontro que definiu a estratégia do partido no Ceará, que nao terá candidatura ao Senado. Por 201 a 67 votos de delegados, a proposta da ex-prefeita de Fortaeza e deputada federal Luizianne Lins, pela reeleição do senador José Pimentel, foi vencida pelo grupo de Camilo Santana e José Guimarães.

Durante o encotro, o governador Camilo Santana reiterou apoio à pré-candidatura Lula ou a quem o ex-presidente indicar.

Nota sobre a decisão do PT CE de não disputar o Senado

O Partido dos Trabalhadores do Ceará decidiu abrir mão de disputar uma vaga para o Senado Federal nas eleições de 2018. A decisão de liberar a vaga para as articulações políticas do governador Camilo Santana foi tomada, por maioria, dos delegados e delegadas presentes no Encontro de Tática Eleitoral, realizado em 28/7, em Fortaleza. A resolução confirma, ainda, que priorizará a candidatura à reeleição do governador Camilo Santana e a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República.

Como senador da República, eleito em 2010 com 2.397.851 votos, agradeço às famílias cearenses que me honraram com cinco mandatos parlamentares, sendo 16 anos como deputado federal e oito anos como senador da República. Período em que pude construir, articular e defender várias conquistas, como o ganho real do salário-mínimo, o Bolsa-Família, o Minha Casa Minha Vida, o programa Mais Médicos, além da expansão das universidades, das escolas técnicas, das creches e pré-escolas, do Ciência sem Fronteiras, do Fies e ProUni.

Pude também trabalhar pelo fortalecimento da agricultura familiar, das micro e pequenas empresas, da saúde pública (SUS) e pela melhoria dos serviços da Previdência Social – quando exerci o cargo de ministro da Previdência no governo Lula. Dentre muitas outras decisões que foram fundamentais para tantos brasileiros e brasileiras.

Lamento muito a decisão do meu partido de abrir mão de disputar uma das duas vagas ao Senado Federal. Entendo que ela enfraquece a campanha Lula Presidente no Ceará e possibilita o fortalecimento dos setores que hoje atacam as conquistas sociais, retirando direitos de quem mais precisa. As consequências dessa decisão serão históricas e percebidas a partir de 2019.

Continuarei na luta por uma sociedade mais justa, por um Brasil e um Ceará com desenvolvimento e inclusão social, com mais emprego e renda para a maioria do nosso povo.

Sou muito grato a todos que me acompanham nessa caminhada.

Senador José Pimentel

(Fotos: Divulgação)

Partidos no Ceará definem coligação à Câmara Federal

580 1

PPS, Patriotas, PRTB e PPL definiram coligação às eleições a deputado federal, em encontro nessa sexta-feira (27), no Hotel Amuarama, no bairro de Fátima.

Com as presenças de Acilon Gonçalves, Bruno Gonçalves, Alexandre Pereira, Michel Lins, André Ramos, Pedro Rocha, Arquimedes Pinheiro e pré-candidatos à Câmara Federal, o grupo também acertou para o próximo sábado (4), a partir das 9 horas, no Pirata Bar, na Praia de Iracema, a data da convenção.

A expectativa é que o grupo eleja dois ou três deputados federais.

(Foto: Divulgação)

Políticos usam cota parlamentar em contratos com doadores de campanha

Nas últimas eleições antes da proibição do financiamento empresarial de campanhas, 92 deputados e senadores receberam doações de pessoas físicas ou jurídicas que foram contratadas pelos mesmos parlamentares depois que eles foram eleitos. De acordo com levantamento da organização não governamental Dados.org, disponível na plataforma Datascópio, os três congressistas que pagaram os maiores valores a doadores de campanha tiveram essas empresas e pessoas como os principais fornecedores de serviços a seus gabinetes.

O instrumento denominado Cruza Doadores tem o objetivo de averiguar quais parlamentares contrataram, durante o mandato, as mesmas empresas das quais receberam doações durante a campanha anterior. Para a pesquisa, foram consideradas quantias doadas durante a campanha de 2014 para deputado federal e senador. As contratações dizem respeito a valores efetivamente pagos durante os anos de mandato, após a posse dos parlamentares.

Professora de direito eleitoral e procuradora da República, Silvana Batini destacou que, embora não seja irregular, a conduta pode causar desconfianças no critério de contratação dos fornecedores. “O rastreamento direto disso hoje [com o fim do financiamento empresarial] está muito mais difícil. Então, por esse aspecto, se houver esses eventuais conflitos de interesses entre doadores e beneficiários, eles vão ficar mais difíceis de ser rastreados. Essa é a desvantagem”, disse, lembrando que a doação de empresas foi proibida a partir das eleições de 2016.

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO) é o primeiro da lista. Ele recebeu R$ 10.834 do advogado Gilberto Piselo do Nascimento, que já era fornecedor do parlamentar desde as eleições de 2010. Ao todo, segundo a plataforma, Gilberto Piselo, que em 2014 foi eleito como suplente de Gurgacz, recebeu R$ 392.953 pelo aluguel de uma sala comercial em Ji-Paraná, segunda maior cidade de Rondônia.

O senador Acir Gurgacz disse que os pagamentos ao seu suplente se referem ao aluguel de seu escritório político em Ji-Paraná. Segundo a assessoria do senador, o valor mensal era de R$ 5 mil até o ano passado, quando o preço foi reajustado, o que é “compatível e até inferior ao preço de mercado”. Já a doação foi feita em valor estimado, referente aos serviços de Gilberto Piselo do Nascimento como advogado, que assinou a prestação de contas da campanha do parlamentar em 2014.

“Todas essas negociações e a prestação do serviço na campanha eleitoral foram realizadas de forma legal e transparente”, informou o senador.

Já o deputado Weliton Prado (PROS-MG) contratou a Sempre Editora após ter recebido doações da empresa. Nesse caso, porém, o financiamento para a campanha supera os valores que a editora recebeu pelas relações comerciais com o gabinete do parlamentar. A doação foi de R$ 416.212, e o contrato resultou em um pagamento total de R$ 223.850 até agora. Baseada em Minas Gerais, a editora também foi fornecedora de outros dez parlamentares do estado.

A assessoria do deputado Weliton Prado não respondeu aos questionamentos até o fechamento da reportagem. Contratada por ele e outros parlamentares mineiros, a empresa Sempre Editora não retornou às ligações.

(Agência Brasil)