Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Candidatos insistem em perder votos com agressão a eleitores

172 3

foto meio ambiente 140809 eleições pça ferreira

Leitora envia para o Blog um vídeo feito na manhã deste sábado (9), na Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza, em que o motorista de um veículo que fazia propaganda eleitoral estacionou na paralela (teve até o cuidado de proteger o retrovisor) e soltou o som do paredão no mais alto volume.

Outros motoristas se mostraram indignados com a situação, que causou lentidão no tráfego, enquanto pedestres se afastaram do local.

Nenhuma fiscalização eleitoral, do meio ambiente ou de trânsito flagrou a infração. A penalidade ficou por conta de eleitores que juraram não votar no candidato.

Hamas garante que não fará “nenhuma concessão” a Israel

O movimento islâmico Hamas, que controla a Faixa de Gaza, garantiu neste sábado (9) que não fará “nenhuma concessão” a Israel, no momento em que prosseguem as hostilidades na região.

“Não vai haver nenhum retrocesso. A resistência vai continuar em todas as suas forças. Não vamos fazer nenhuma concessão sobre as exigências do nosso povo”, disse, em comunicado, Fawzi Barhoum, porta-voz do movimento.

O conflito, que já dura um mês, reacendeu-se depois de os mediadores terem tentado sem sucesso prolongar o cessar-fogo que terminou nessa sexta-feira (8). Israel acusou o Hamas de romper o acordo.

Desde 8 de julho, os combates entre Israel e o Hamas mataram pelo menos 1,9 mil palestinos e 67 israelenses, quase todos soldados.

Representantes do Egito, que faz a mediação das negociações, reuniram-se na noite dessa sexta-feira com uma delegação da Palestina e esperam ouvir Israel, depois do shabbatt, o dia semanal de descanso, que termina ao pôr do sol deste sábado.

(Agência Brasil)

Eunício garante que cearense terá autoestima de volta

122 2

eleições 2014 pmdb 0808 sobral

Para o candidato do PMDB ao governo do Ceará, Eunício Oliveira, o Ceará inverteu prioridades nos últimos anos, o que frustrou o sentimento da população. Segundo o peemedebista, o cearense ficou em segundo plano, diante de projetos que representam os interesses do povo.

“Esta é uma eleição dos homens e mulheres simples do Ceará, que esperam por um Estado mais igualitário. É o Ceará se levantando para dizer: queremos nossa autoestima de volta”, comentou Eunício, durante agenda em Sobral, neste fim de semana.

Eunício prometeu, se eleito, criar a secretaria da micro e pequena empresa, dando a oportunidade para os jovens que querem iniciar seu primeiro negócio.  Na quinta-feira (7), a presidente Dilma Rousseff sancionou projeto do novo Supersimples, relatado por Eunício no Senado, que garante a redução de 46% na carga tributária, além de estimular a geração de novos negócios.

Dentre as lideranças presentes à reunião estavam representantes de Frecheirinha, Forquilha, Bela Cruz, Meruoca, Massapê, Coreaú, Ubajara, Uruoca, Groaíras, Tianguá, Martinópole, Reriutaba, Fortaleza, Hidrolândia, Ibiapina, Ipu, Pacujá, Alcântaras, Varjota, Santa Quitéria, Granja, Camocim, Alcântara, Chaval, Barroquinha e Santana do Acaraú.

(Foto: Divulgação)

Discurso e a prática nas intervenções urbanas

158 2

Em artigo no O POVO deste sábado (9), o jornalista Luiz Henrique Campos comenta do planejamento de Fortaleza. Confira:

Não tenho formação em áreas ligadas a urbanismo nem pretensão para tal. Dito isto, já me eximo de entrar no mérito das intervenções viárias pelas quais a cidade de Fortaleza vem passando nos últimos meses. De todo modo, me chamou a atenção a entrevista do ex-prefeito de Fortaleza, Vicente Fialho (1971-1975), no dia 23/8, nas páginas azuis do O POVO, sobre as transformações urbanas pelas quais a Capital passou na sua gestão.

Fialho foi responsável pela construção de grandes avenidas (Leste Oeste, José Bastos, Aguanambi, Borges de Melo, entre outras), que até hoje marcam o desenho viário de Fortaleza, arejando e interligando à época áreas isoladas da Capital. Em determinado trecho da entrevista, questionado se hoje seria possível realizar aquelas obras, mostrou-se reticente. Vou além, e digo sem receio, que dificilmente as faria.

Poderiam alguns alegarem que para a concretização dessas intervenções gerou-se desmatamento, desapropriações, entre outros problemas. Concordo. Mas já repasso outro questionamento aos que me leem? Essas avenidas foram ou não importantes para Fortaleza? Seria possível se pensar a cidade hoje sem essas intervenções? É claro que os tempos são outros e as visões de mundo mudaram, mas é bom não esquecer que Fialho fez tudo aquilo baseado em um planejamento estratégico proposto ainda no início da década de 1960.

O fato, é que quando se vislumbra o que temos de desenho urbano em Fortaleza vemos o quanto devemos ao passado e pouco projetamos em termos de futuro. Outro ponto a ser ressaltado é quanto tempo perdemos para avançarmos em melhorias de lá para cá, esperando que as coisas caíssem do céu. Só para citar um exemplo, muito do que RC propõe agora para o transporte público foi pensado pelo Transfor da gestão Juraci Magalhães, mas que não andou, ou por birra, ou simplesmente por falta de decisão política.

Camilo discute temas para elaboração de Plano de Governo

136 2

“Ceará Sustentável”, “Ceará Saudável” e “Ceará do Conhecimento” foram os temas discutidos nessa sexta-feira (8), no comitê central do candidato do PT ao governo do Ceará, Camilo Santana, que servirão para a elaboração do Plano de Governo do petista, no caso de ser eleito para o mandato 2015/2018.

“Além dos especialistas, também é importante ouvir cada cearense que está acreditando neste projeto, pois queremos fazer um governo que pense fundamentalmente nas pessoas, com projetos e ações que vão melhorar cada vez mais a sua qualidade de vida”, comentou Camilo.

Outras 12 reuniões estão agendadas para o interior do Estado para discussão de novos temas.

Tasso diz que sentimento no Ceará é por mudança

114 3

eleições 2014 psdb 0808 sobral

Para o candidato do PSDB ao Senado, Tasso Jereissati, a calorosa receptividade nas ruas à sua candidatura e à candidatura de Eunício ao governo do Estado demonstra o sentimento da população por mudança de rumo no Ceará.

“O que estamos presenciando nas ruas de Sobral e no encontro com lideranças é uma demonstração da força e vontade de mudança de um povo que, de cabeça erguida, sabe enfrentar os desafios, e não desiste diante de qualquer ameaça”, comentou Tasso, na terra natal dos Ferreira Gomes.

Tasso e Eunício visitam na manhã deste sábado (9) o Beco do Cotovelo, mas na noite dessa sexta-feira realizaram caminhada pela cidade e se reuniram com lideranças da Região Norte. Para o candidato ao Senado, o desejo da população em querer conversar com ele e com Eunício somente foi visto na campanha de 1986, quando a população apoiou o chamado “Governo das Mudanças”, que marcou o primeiro governo Tasso.

“A gente está é com o povo, e não com a máquina. A gente faz política com o povo”, comemora Tasso.

(Foto: Zé Rosa Filho / divulgação)

Ciro é franco-atirador na campanha de Camilo

158 3

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (9), pelo jornalista Érico Firmo:

Times de futebol, forças militares e campanhas políticas têm entre as várias diferenciações possíveis, nas respectivas áreas, as gradações de ênfase que dão à estratégia. Há equipes esportivas com mais variações e movimentação, os “bem postados” ou as que fazem o “feijão com arroz”, como diz o jargão da crônica. E os apenas bagunçados mesmo. Assim como há os exércitos ousados, que arriscam ações de campo surpreendentes, bem como os mais ortodoxos, que apostam tudo na força das infantarias, artilharias, na tecnologia bélica e na supremacia numérica. E os que fazem apenas figuração, sem serem capazes de se contrapor às forças hegemônicas.

A campanha de Eunício Oliveira (PMDB) no Ceará poderia ser comparada ao time que joga postado em campo, que não arrisca, joga com o regulamento debaixo do braço e que, em geral, só se lança nos contra-ataques. Ou ao exército que guarda posição e não avança sobre as linhas inimigas. Opção compreensível para quem, até aqui, liderou todas as pesquisas com bastante folga. Isso, obviamente, do ponto de vista da forma, não do conteúdo, pois críticas têm havido, e não são poucas.

Já a coligação de Camilo Santana (PT) seria o time em que posições se alternam, que arrisca viradas de jogo, inversões de jogada, tenta o drible. Que se lança na busca do gol, mas desguarnece o flanco para contra-ataques. Ou o exército que avança com audácia e ímpeto na conquista de territórios, mas se expõe e aos seus soldados de modo por vezes temerário.

A campanha governista tem um franco-atirador claro e conhecido. Habituado como poucos a esse metiér: Ciro Gomes. É ele o escalado para a maioria dos embates. Sobretudo, é ele a investir contra Eunício Oliveira. Mas há uma tarefa na qual Ciro não cabe: o confronto com Tasso. Há aí relações históricas, gratidão. Nas raríssimas vezes em que fez ressalvas ao ex-padrinho, Ciro jamais usou a ênfase habitual e nunca deixou de destacar o carinho por quem o projetou na política estadual.

Por isso, para bater em Tasso, o escalado é Cid Gomes. Assim, o governador e seu irmão fazem jogo casado e “marcam” – para voltar ao futebolês – os cabeças da chapa oposicionista.

Entre sardinhas e atuns

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (9):

O Ceará vai ganhar uma fábrica de enlatados. A inauguração ocorrerá, mês que vem, em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza). Quem responde pelo projeto é o grupo espanhol Crusoé Food, que investiu no empreendimento cerca de R$ 40 milhões. Vai gerar 400 empregos diretos e oferecerá para o mercado enlatados de sardinha e atum, informa o secretário municipal do Desenvolvimento Econômico, Victor Pontes.

“Será a primeira filial da Crusoé Food no Norte e Nordeste”, acentua o secretário.

Ele acrescenta que a Prefeitura vem tocando também a instalação de dois distritos industriais: um na sede e outro no distrito de Croatá. Cada um terá seis empresas, que já estão em negociação para firmar protocolos de intenção.

Presidência informa que vai apurar mudança de perfis na Wikipédia

A Secretaria de Administração da Presidência da República informou, em nota, que irá apurar o uso da rede de internet do Palácio do Planalto para alteração de perfis de jornalistas. Reportagem do jornal O Globo, publicada nessa sexta-feira (8) aponta que perfis dos jornalistas Miriam Leitão e Carlos Alberto Sardenberg, ambos da Rede Globo, na Wikipédia, enciclopédia virtual, foram alterados, em maio do ano passado, a partir da rede de internet do Palácio do Planalto. Foram incluídas críticas às atuações dos profissionais como comentaristas econômicos.

“No caso da alteração dos perfis dos jornalistas Miriam Leitão e Carlos Alberto Sardenberg, foi realizada a notificação de incidente e, a partir dos elementos colhidos pela Diretoria de Tecnologia da Presidência da República, será instalado no âmbito da Secretaria de Administração o procedimento apuratório adequado. O procedimento tem prazo de 60 dias para sua conclusão”, diz a nota.

De acordo com o órgão, o armazenamento dos registros de conexão foi regulamentado após a entrada em vigor da Lei 12.965, “tornando-se obrigatório 60 dias após a sanção do Marco Civil da Internet, momento a partir do qual todos os gestores de serviço de acesso à internet passaram a fazer o armazenamento dos registros de conexão”.

No Congresso Nacional, partidos da oposição disseram que pretendem pedir investigação do episódio e esclarecimentos do Palácio do Planalto.

(Agência Brasil)

Justiça restabelece validade total de regulamento para setor de telecomunicações

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) restabeleceu nessa sexta-feira (8) a eficácia de todos os itens do Regulamento Geral de Direitos do Consumidor de Serviços de Telecomunicações (RGC). Na semana passada, uma decisão liminar desobrigou um grupo de empresas de cumprir algumas regras estabelecidas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que beneficiam os consumidores.

A juíza federal substituta da 21ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal, Célia Regina Ody Bernardes, decidiu manter a vigência de todos os itens do regulamento, acatando recurso da Advocacia-Geral da União.

A decisão anterior tinha desobrigado as empresas associadas à Telcomp de cumprir obrigações como o retorno imediato das ligações feitas aos call centers, que tenham sofrido interrupção, e a oferta para os clientes antigos dos mesmos benefícios oferecidos para captar novos clientes.

Em reunião na próxima quinta-feira (14), a diretoria da Anatel irá julgar um pedido das empresas de telefonia para escalonar a implantação das obrigações previstas no RGC.

(Agência Brasil)

Computador da Presidência da República altera perfis de jornalistas da Globo

Análises econômicas desastrosas e defesa apaixonada de Daniel Dantas, ex-banqueiro condenado por corrupção. As “qualidades” marcaram o perfil da jornalista Míriam Leitão, do jornal O Globo, na Wikipédia, depois das alterações realizadas por um computador pertencente à Presidência da República. A denúncia veio à tona nesta sexta-feira (8), apesar do crime ter sido cometido em maio do ano passado.

Na mesma época, o perfil do jornalista Carlos Alberto Sardenberg também foi alterado pelo mesmo equipamento, instalado no Palácio do Planalto com IP 200.181.15.10. A alteração justificava as críticas à política econômica do governo do PT, pelo fato do jornalista ser “irmão de Rubens Sardenberg, economista-chefe da Febraban, instituição que tem grande interesse na manutenção de juros altos no Brasil”.

“É mentira que eu tenha defendido Daniel Dantas. Acho que é espantoso que um órgão público, ainda mais o Palácio do Planalto, use recursos e funcionários públicos para fazer esse tipo de ataque a jornalistas, quando deveria estar dedicado às questões de Estado”, comentou Míriam Leitão.

“É evidente que minha posição é claramente crítica a esse governo. Esse é um debate de ideias, agora dizer que, porque meu irmão trabalha na Febraban, sou lacaio dos bancos é uma canalhice, uma baixaria. É imoral, é antiético, porque você coloca no perfil uma ilação. Usando um equipamento do governo, se faz uma ilação que não pode ser feita”, reagiu Sardenberg.

O palácio do Planalto informou que não será possível apontar a identidade da pessoa ou funcionário do governo que realizou as alterações.

(com informações do site globo.com)

Eunício diz que Ceará não pode mais ser governado na emergência o tempo todo

115 2

eleições 2014 pmdb 0808 itapipoca

“É preciso que se planeje. Esse Estado não pode ser feito de emergência o tempo todo, nós temos que planejar as ações e fazer um governo olhando para as pessoas”. A declaração é do candidato do PMDB ao governo do Ceará, Eunício Oliveira, nesta sexta-feira (8), em Itapipoca, durante caminhada pelo município no Norte do Estado, a 130 quilômetros de Fortaleza.

O candidato criticou a falta de planejamento para melhorarias das políticas públicas de convivência e combate à seca. “Tentaram resolver o problema de falta de água em Itapipoca com uma solução imediata, a construção de uma adutora que não surtiu o resultado e efeito esperados pelo povo”, disse Eunício.

(Foto: Divulgação)

Camilo defende irrigação para o Vale do Jaguaribe

135 1

eleições 2014 pt 0808 jaguaruana

O candidato do PT ao governo do Ceará, Camilo Santana, defendeu nesta sexta-feira (8), durante carreata em Jaguaruana, um projeto de irrigação para o Vale do Jaguaribe.

Camilo esteve acompanhado da vice Izolda Cela, do candidato do Pros ao Sebnado, Mauro Filho, além do deputado federal José Guimarães e da presidente do PT municipal, Aninha Barbosa.

(Foto: Divulgação)

Cid nega irregularidades na Secretaria de Cidades

O governador Cid Gomes (Pros) negou nesta sexta-feira (8) denúncias de irregularidades em convênios da Secretaria de Cidades para municípios do interior. Em entrevista concedida antes de iniciar reunião com seu secretariado, Cid reforçou que todos os repasses da pasta estão dentro da regularidade, sem exceder prazo previsto pela legislação eleitoral. O secretário de Cidades, Carlo Ferrentini, não estava presente até o início da reunião desta sexta-feira.

“A informação que o secretário me deu é de que todos os convênios estão dentro da regularidade, foram feitos no prazo permitido pela legislação eleitoral. O secretário disse que não tem nenhum problema, mas é dever do Ministério Público examinar”, disse, pouco antes de reunião do grupo de Monitoramento de Ações e Programas Prioritários (Mapp).

Nessa quarta-feira (6), o Ministério Público Eleitoral (MPE) divulgou investigação sobre convênios da Cidades com 29 municípios em R$ 7,4 milhões. Segundo o MPE, valores foram repassados após 5 de junho, prazo para transferências da lei eleitoral. A ação envolve Carlo Ferrentini e o candidato Camilo Santana (PT).

Ex-titular da pasta, ele deixou o cargo para disputar eleição. Segundo o MPE, 32 dos 41 convênios analisados ocorrem em municípios de aliados à candidatura de Camilo. A Secretaria das Cidades lançou nota, na qual afirma que prestou todas as informações solicitadas pelo TRE e que está à disposição para esclarecimentos.

(O POVO Online)

Procuradoria da República vai investigar denúncia de fraude na CPI da Petrobras

A Procuradoria da República no Distrito Federal abriu procedimento preliminar para investigar denúncias de que investigados pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras combinaram com senadores do colegiado as perguntas que seriam feitas nos depoimentos. A apuração foi aberta com base em uma representação feita pelo PSDB. A parte criminal do procedimento será encaminhada à Procuradoria-Geral da República (PGR), porque envolve parlamentares, que têm foro privilegiado.

O caso veio à tona com denúncia publicada pela revista Veja. Segundo a publicação, a presidenta da Petrobras, Graça Foster; o ex-presidente da estatal José Sergio Gabrielli e o ex-diretor da Área Internacional Nestor Cerveró “tiveram acesso antecipado às perguntas e foram treinados para responder aos questionamentos“ da comissão.

Após a divulgação da matéria, baseada em um vídeo no qual aparecem três empregados de alto escalão da Petrobras discutindo estratégias para os depoimentos, o Senado instalou uma comissão de sindicância para apurar as denúncias. Os trabalhos devem ser concluídos em 30 dias, que podem ser prorrogados. O presidente da CPI, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), também pediu que a Polícia Federal investigasse as denúncias de combinação entre a estatal e senadores.

(Agência Brasil)