Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Anvisa suspende comércio e uso de antibiótico

Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada nesta sexta-feira (24) no Diário Oficial da União determina a suspensão da distribuição, do comércio e do uso, em todo o território nacional, do lote 438569 do antibiótico Claritromicina 250mg/5ml grânulos para suspensão oral, fabricado pela empresa EMS S/A.

De acordo com o texto, laudo da Fundação Ezequiel Dias apresentou resultado insatisfatório em análise de teor de princípio ativo no medicamento. A Anvisa determinou ainda que a empresa promova o recolhimento do estoque existente no mercado relativo ao lote em questão. A resolução entra em vigor a partir desta sexta-feira.

(Agência Brasil)

Estudante autor da página “Queremos Eunício Governador em 2014” envia nota ao Blog

242 4

foto facebook eunício governador

Cearense de Lavras da Mangabeira, cidade natal do senador Eunício Oliveira, o estudante de Direito na Universidade Federal da Paraíba, Moizéis Lima da Silva, esclarece os motivos da criação de página no Facebook, em que defende a candidatura do conterrâneo ao Governo do Ceará nas eleições deste ano. A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) analisa se o material se enquadra em campanha antecipada. Confira:

Diante das recentes notícias veiculadas na mídia cearense de que a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) no Ceará iniciou uma investigação acerca de uma suposta prática de propaganda eleitoral antecipada em benefício do Senador Eunício Oliveira (PMDB), venho esclarecer alguns fatos.

Primeiramente, quero deixar claro que sou o criador e administrador da página “Queremos Eunício Oliveira Governador em 2014”. Saliento que, muito embora eu tenha a honra de ser conterrâneo do Senador, não possuo nenhuma espécie de vínculo com ele. O conhecimento que tenho de sua pessoa é somente aquele proporcionado pelos jornais, redes sociais, sites e afins. Acredito que Eunício não tinha conhecimento da existência da página até o início da investigação.

Em segundo lugar, criei essa página no final de 2012 seguindo claramente o objetivo de sua descrição: “reunir pessoas que querem que o Senador Eunício Oliveira se candidate a Governador do Estado do Ceará em 2014 por entenderem que ele reúne todas as condições e exigências para tanto.”

Como se percebe, o público alvo da página são as pessoas que já têm sua opinião política formada, de modo que ela não tem o intuito de conquistar a adesão de eleitores, mas visa a reunião daqueles que torcem e acreditam, há muito tempo, numa possível candidatura do Senador ao Palácio da Abolição. Inclusive, a maior parte do material veiculado na página é colhido de sites, jornais, revistas e afins que são divulgados amplamente para toda a população.

Em quarto lugar, ressalto que só criei a página citada porque acompanho a trajetória política e os inúmeros benefícios que o Senador Eunício Oliveira angaria em prol da melhoria da vida do povo e do Estado do Ceará, tendo comprovado que está mais do que preparado para governar um Estado tão rico e tão complexo quanto o nosso.

Esclareço ainda que retirei a página do ar provisoriamente, em virtude do início da apuração da PRE, haja vista que desejo colaborar com o Parquet no que for necessário. Reitero que em nenhum momento minha intenção foi fazer campanha antecipada, mas apenas exercer minha liberdade de expressão, direito constitucionalmente garantido. Ao final do procedimento ministerial, reativarei a página, se assim o órgão ministerial consentir, pois, como disse, a função da mesma é expressar ideias e não fazer campanha política, e a ideia em que acredito é esta: Eunício Oliveira é a melhor opção para que o Estado do Ceará consolide conquistas importantes e inicie uma nova fase de expansão econômica e ampliação das conquistas sociais até agora alcançadas.

Moizéis Lima da Silva, administrador da página, no Facebook, intitulada “Queremos Eunício Oliveira Governador em 2014”, cearense da cidade de Lavras da Mangabeira e estudante do Curso de Direito da Universidade Federal da Paraíba.

João Pessoa – PB, 24 de janeiro de 2014.

Secult reinaugura Pontos de Cultura no Cine São Luiz

A Secretaria de Cultura do Estado (Secult) reinaugura na tarde desta sexta-feira (24), a partir das 14 horas, no Centro, os Pontos de Cultura. Com a nova denominação de Estação Chico da Matilde – Cultura Viva Ceará – Rede Cearense de Pontos de Cultura, o programa passará a funcionar no terceiro andar do Cine São Luiz, na Praça do Ferreira.

Durante a solenidade, haverá uma apresentação e debate sobre a pesquisa “Pontos de Cultura: olhares sobre o Programa Cultura Viva”, publicada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e o Pré-Carnaval dos Pontos de Cultura na Praça do Ferreira.

A nova denominação é uma homenagem a Francisco José do Nascimento (1839-1914), jangadeiro também conhecido como Chico da Matilde e, depois, Dragão do Mar, símbolo da resistência popular cearense contra a escravidão ao se negar, ainda em 1881, sete anos antes da Abolição da Escravatura no Brasil, a transportar para navios negreiros os escravos vendidos para o Sul do Brasil.

Segundo a secretaria, a reinauguração do espaço vem acompanhada de medidas que sinalizam um novo momento na relação da Coordenação dos Pontos de Cultura com os grupos e instituições, como o anúncio de um ciclo de visitas e um programa de gestão e acompanhamento, que inclui serviços de assessoria técnica, jurídica e contábil e capacitações para os gestores. As visitas ocorrerão entre 3 de fevereiro e 14 de março, nas oito macrorregiões do Estado, atingindo cerca de 50 Pontos de Cultura em aproximadamente 40 municípios.

(Secult)

A inexplicável morosidade do Aeroporto

87 2

foto tasso fhc aeroporto 1998

Da coluna Política, no O POVO desta sexta-feira (24), pelo jornalista Érico Firmo:

Das coisas que não consigo entender. Fortaleza foi escolhida subsede da Copa do Mundo em 2009. Faz quase cinco anos. Mas desde a escolha do Brasil para receber a Copa, em 2007, a cidade já era das mais cotadas a sediar o evento. Aí se vão lá quase sete anos. O aeroporto Pinto Martins não dava mais conta do recado desde antes. O imperativo de ampliação era talvez a mais óbvia demanda depois do estádio.

A construção do atual terminal de passageiros começou em 1996 e terminou em 1998. Durou dois anos e dois meses. Alguém me explique: como se levanta do chão um aeroporto internacional em dois anos e em cinco não se consegue concluir uma reforma? Vale registrar que essa obra foi feita por meio do polêmico Regime Diferenciado de Contratação (RDC) – exceção aberta na Lei de Licitações justamente para dar velocidade às obras para a Copa do Mundo. Nem foi rápido nem servirá para a competição.

A construção do novo aeroporto, na década de 1990, foi obra federal com parceria estadual. Naquela ocasião, o governo Tasso Jereissati puxou a iniciativa para si – do ponto de vista do marketing e da ação. Chegou a comprar briga com empreiteiras que queriam melar a licitação. Embora seja acompanhada pelas autoridades estaduais e municipais, o fato é que a atual reforma nem de longe conta com o mesmo empenho dos governos locais. O que, seguramente, explica parte do vexame e da necessidade da gambiarra.

DETALHE – O governador-administrador Tasso Jereissati ergueu toda a estrutura do Pinto Martins em dois anos, enquanto o governador-engenheiro civil Cid Gomes não conseguiu ampliar a estrutura em sete anos. Mais um comparativo entre as duas administrações, desde que o atual governador pediu que reunissem tudo o que Jereissati fez à frente do Executivo do Ceará, multiplicasse por dois, que mesmo assim não chegava a que o atual governo realizou.

Brasil denunciado por tortura em presídios e delegacias

No momento mesmo em que o mundo ainda se recupera do horror provocado pela divulgação, na internet, de imagens de cabeças degoladas num presídio do Maranhão, a Organização Não-Governamental Human Rights Watch denuncia a prática de tortura como um problema crônico de centros de detenção e delegacias do Brasil. A questão é uma ferida aberta que permeia a história do País.

O Relatório Mundial de Direitos Humanos de 2014, publicado pela entidade, destacou as condições carcerárias como um dos principais problemas do Brasil, que possui a terceira população carcerária do planeta, chegando a mais de 500 mil pessoas, um número que excede em 43% a capacidade de vagas do sistema prisional brasileiro. O resultado disso é o quadro escabroso verificado nos presídios e delegacias brasileiras, transformados em pocilgas onde se amontam seres humanos que não têm sequer a condição de ser vivo reconhecida: são tratados como coisas, desprovidas de necessidades físicas e de dimensão psíquica, moral e espiritual. As celas equiparam-se aos calabouços medievais e aos campos de concentração nazistas.

É inimaginável que uma sociedade humana possa conviver com tais aberrações em pleno século XXI. E que seja tolerada, impunemente, no convívio da comunidade internacional, depois de ter assinado a Declaração Universal dos Direitos Humanos, da ONU. Contudo, a coisa muda de figura depois que veio a público o argumento apresentado pelo governo americano à Rússia: se o país entregasse o ex-agente de informação Edward Snowden aos EUA, a Casa Branca daria a garantia de que ele “não seria torturado”. Já se viu maior desfaçatez? Daí se explica a placidez diante de casos como o das violações escandalosas praticadas contra prisioneiros no Brasil.

Além da tortura encarnada nas próprias condições carcerárias, o sistema prisional convive com a continuidade das mesmas técnicas de suplício utilizadas pela ditadura militar contra presos políticos. Desta vez, no dia a dia das delegacias e dos presídios. Isso, apesar de a Constituição Federal ter incorporado a condenação à tortura como crime hediondo e imprescritível.

Por isso, escândalos como o que levaram à morte e ao “desaparecimento” de Amarildo Dias de Souza, morador da Rocinha, no Rio de Janeiro, não surpreendem a ninguém. Até quando?

(O POVO / Editorial)

Termina nesta sexta-feira prazo para matrícula de pré-selecionados no ProUni

Os candidatos pré-selecionados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) têm até esta sexta-feira (24) para comparecer às instituições de ensino, entregar os documentos que comprovem as informações prestadas no momento da inscrição e providenciar a matrícula. Quem perder o prazo ou não comprovar as informações é desclassificado.

O candidato deve verificar na instituição os horários e o local onde tem que comparecer. Na página do ProUni, na internet, estão relacionados os documentos a serem entregues, entre eles documentos pessoais e comprovantes de rendimento, de residência e de conclusão do ensino médio.

O resultado da segunda chamada será divulgado no dia 3 de fevereiro e a comprovação de informações deverá ser feita entre os dias 3 e 6. O estudante que não for pré-selecionado em nenhuma das duas chamadas pode aderir à lista de espera nos dias 13 e 14 de fevereiro, com entrega dos documentos nos dias 19 e 20.

A pré-seleção em qualquer das chamadas do ProUni assegura ao candidato apenas a expectativa de direito à bolsa, condicionando a participação no programa à aprovação nas fases posteriores do processo seletivo e também à formação de turma no período letivo inicial do curso.

Nesta primeira edição de 2014, o ProUni teve 1.259.285 candidatos inscritos. Eles concorreram a  191,6 mil bolsas de estudos, sendo 31.636 bolsas integrais e 59.989 parciais.

(Agência Brasil)

Dilma estreia em rede social que posta vídeos curtos

A presidenta Dilma Rousseff começou a usar nesta quinta-feira (23) uma nova rede social. Nesta manhã, ela criou uma conta no Vine, aplicativo para smartphones que permite ao usuário postar e compartilhar vídeos de até 6 segundos.

Na primeira postagem, a presidenta publicou um vídeo com imagens dos estádios que serão palco da Copa do Mundo deste ano, com a informação de que haverá jogos do Mundial em todas as regiões brasileiras.

O Vine permite que as pessoas gravem vídeos de seus próprios celulares com acesso à internet e o publiquem, com comentários, por meio do Twitter e do Facebook. “Vine é a melhor maneira de ver e compartilhar a vida em movimento. Criar vídeos curtos e bonitos de uma maneira simples e divertida para seus amigos e família verem”, informa a descrição do aplicativo.

Depois de três publicações, Dilma alcançou, no início desta noite, 158 seguidores. “O legado da Copa das Copas do Brasil será geração de emprego e renda e investimento em mobilidade urbana”, escreveu a presidenta ao postar mais dois vídeos.

A ordem para quem acessa o aplicativo é ser criativo. Escolher o melhor ângulo e os melhores movimentos em apenas 6 segundos é uma das atrações do Vine aos usuários, cada vez mais conectados por pequenos aparelhos de forma rápida.

Os vídeos produzidos pela presidenta, até o momento, entretanto, têm sido mais institucionais, com imagens de operários trabalhando nas obras da Copa, de melhorias no transporte público e dos novos estádios. No ano passado, Dilma criou um perfil no aplicativo de fotos instantâneas Instagram e voltou a postar mensagens no Twitter.

(Agência Brasil)

Prefeitura realiza limpeza no canal do Jacarecanga

foto jacarecanga canal 140123

Um dia após o ex-comandante dos Bombeiros e atual integrante do Conselho Nacional de Proteção e Defesa Civil -MI-SEDEC, coronel Duarte Frota, alertar para a proliferação do mosquito aedes aegypti, diante das más condições do canal do Jacarecanga, a Prefeitura de Fortaleza providenciou a limpeza do local.

Segundo o ex-comandante, o lixo no canal acumulava água, o que representava risco de dengue para a comunidade do Jacarecanga, além dos alunos do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros.

Parabéns à Prefeitura pela eficiente ação.

(Foto: Evangelina Araújo)

Tribunal de Justiça rejeita liminar contra aumento do IPTU de Fortaleza

Foi indeferido, por unanimidade, o pedido de liminar da Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) que pede a revogação do aumento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em Fortaleza. O julgamento da liminar aconteceu na tarde desta quinta-feira (23), no Tribunal de Justiça do Ceará. A Adin foi impetrada por representantes do Partido dos Trabalhadores (PT) e do Partido da República (PR). O mérito da ação ainda será julgado.

A liminar foi rejeitada no que diz respeito aos questionamentos à Constituição Estadual. O magistrado decidiu que a parte referente à violação aos princípios da Constituição Federal são de competência exclusiva da Suprema Corte.

O presidente municipal do PT, Elmano de Freitas, informou que a pasta irá entrar com um recurso no Supremo Tribunal quanto à decisão do TJCE de indeferir no pedido da suspensão do aumento do IPTU e, se couber, eles também entrarão com recurso contra o afastamento dos diretórios municipais da ação.

(O POVO Online)

Ex-prefeito de Paracuru condenado por improbidade administrativa

69 1

“Ação de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) resultou na condenação do ex-prefeito do município de Paracuru (CE) José Ribamar Barroso Batista por desvio de dinheiro público. Na sentença da Justiça Federal, o ex-gestor é condenado a devolver cerca de R$ 50 mil aos cofres do Município, além de pagar multa de mais R$ 50 mil.

De acordo com o procurador da República Alexandre Meireles, autor da ação, o ex-prefeito firmou convênio de R$ 1,4 milhão com a União, em 2007, para executar obra de urbanização da orla marítima de Paracuru. Embora a obra tenha sido concluída, vistoria do Ministério do Turismo constatou que a execução foi feita de forma diferente da que estava prevista em convênio firmado por meio do Programa de Desenvolvimento do Turismo no Nordeste (Prodetur/NE), do Governo Federal.

As investigações do MPF concluíram que o valor gasto no sistema de esgotamento sanitário da orla foi de R$ 18.822,58, quando o montante repassado pela União foi de R$ 46 mil. À Justiça Federal, o Município não informou como teria sido utilizado o dinheiro excedente.”

 

(Com MPF)

PRE investiga propaganda eleitoral antecipada de Eunício Oliveira

“A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) no Ceará instaurou, nesta quinta-feira, 23 de janeiro, procedimento administrativo para investigar a prática de propaganda eleitoral antecipada em benefício do senador e pré-candidato ao Governo do Estado, Eunício Oliveira.

A apuração do caso foi iniciada após a Procuradoria Eleitoral receber denúncia sobre a criação, na rede social Facebook, de uma página intitulada “Queremos Eunício Oliveira Governador em 2014″, em que são feitas referências à atividade parlamentar do pré-candidato. Para a PRE, o domínio caracteriza propaganda eleitoral antecipada e deve ser apurado em nome da igualdade de oportunidades nas próximas eleições.

A investigação foi instaurada pelo procurador regional Eleitoral Rômulo Conrado, e pelo coordenador do Grupo Auxiliar à Procuradoria Eleitoral (Gapel), promotor Igor Pinheiro. O caso foi distribuído ao procurador auxiliar da PRE, Oscar Costa Filho.”

Sem gerenciamento

Em contato com o Blog, a assessoria do senador Eunício Oliveira afirmou que nenhum integrante do quadro funcional do senador possui qualquer gerenciamento das manifestações nas redes sociais, em favor de uma pré-candidatura de Eunício Oliveira ao Governo do Estado.

Emissão de cheques sem fundos fica estável em 2013, diz Serasa

Dois por cento dos cheques compensados em todo país foram devolvidos pelo menos duas vezes, no ano passado, por falta de recursos na conta do emissor. O percentual ficou praticamente estável ao registrado em 2012 (2,02%), segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira (23) pela empresa de consultoria Serasa Experian. Em números absolutos, foram devolvidos 16.801.647 de cheques em 2013, e compensados 838.178.679.

Segundo a Serasa, também houve recuo no volume de cheques devolvidos nas comparações mensal e anual. Em dezembro de 2013, o percentual foi 1,91% ante 2% observado em novembro de 2013; e 2,04% verificado em dezembro de 2012.

De acordo com os economistas da Serasa, a leve queda da inadimplência ocorreu devido à manutenção da taxa de desemprego ao longo do ano passado e à maior preocupação dos consumidores em quitar suas dívidas.

Em uma análise da inadimplência por estados, os dados da Serasa Experian revelam que Roraima liderou o ranking de cheques sem fundos em 2013, com 11,06% de devoluções. O Amazonas registrou o menor percentual (1,37%). Entre as regiões, a Norte liderou o ranking, com 4,33% de cheques devolvidos. A região Sudeste apresentou o menor percentual (1,56%).

(Agência Brasil)

Tasso jogará o jogo de Cid

foto cid e tasso

Da coluna Política, no O POVO desta quinta-feira (23), pelo jornalista Érico Firmo:

O ex-senador Tasso Jereissati (PSDB) irá jogar um jogo ao qual o governador Cid Gomes (Pros) é particularmente afeito. Sua intenção é empurrar até o limite do prazo a decisão sobre concorrer ou não ao Senado. Quando foi governador, o tucano introduziu forma e intensidade inovadoras no uso de pesquisas de opinião para orientar decisões políticas no Ceará. A definição sobre voltar ou não a disputar eleições terá por base a rigorosa análise das estatísticas que serão colhidas a partir de fevereiro. Números cuja evolução seguramente será acompanhada nos meses subsequentes. O ex-senador não se lançará em aventura. Só voltará ao terreno que já dominou se o fizer com absoluta segurança. Por isso, deverá esperar a definição dos cenários. É possível, caso decida concorrer, que só faça o anúncio no dia da convenção, no fim de junho.

Tasso não está preso a contingências de calendário. Não precisa, por exemplo, desincompatibilizar-se. Diferente do que ocorre com Cid, para quem abril já trará um primeiro prazo. Em menos de dois meses, terá de decidir se irá desincompatibilizar ou não sua melhor secretária, Izolda Cela, da Educação, uma das cotadas para concorrer ao governo. É também o limite para a hipótese – até hoje sempre negada com certa veemência – de o candidato vir a ser o prefeito Roberto Cláudio (Pros). E ainda para o vice Domingos Filho assumir o Executivo durante algum afastamento do titular. Tasso não tem nenhuma amarra similar. Além disso, também não tem pressa para se fazer conhecido do grande público, problema que qualquer possível adversário enfrentará.

A demora em decidir favorece o tucano não apenas por evitar o risco de ser afetado por uma conjuntura inesperada. O senador também sabe que Cid Gomes aguarda com expectativa sua decisão. O governador já disse que prefere decidir sua estratégia depois que a oposição se definir. E, fora das fileiras hoje governistas, nenhuma delas tem tanto peso quanto Tasso.

O que pode apressar a decisão são as estratégias dos próprios aliados. Roberto Pessoa (PR) – favorito do bloco oposicionista – já disse que topa concorrer, mas condiciona isso à entrada de Tasso na disputa. E a intenção já declarada pelo possível bloco PSDB-PSB-PR é lançar candidato ao governo ainda em fevereiro, para que o nome tenha tempo de se tornar minimamente conhecido. Nacionalmente, Aécio Neves (PSDB), pré-candidato a presidente, também está louco para que Tasso se decida logo a ser candidato. As pressões, portanto, podem apressar o calendário.

Neste momento, uma coisa parece certa: ainda que não estejam aliados, Tasso só concorrerá ao Senado se Eunício Oliveira (PMDB) for candidato ao governo contra Cid Gomes.

A quem os rolezinhos metem medo?

66 2

Em artigo no O POVO desta quinta-feira (23), o jornalista Plínio Bortolotti avalia o fenômeno rolezinho. Confira:

Logo no início dos chamados “rolezinhos” escrevi no Twitter: “Todo apartheid está condenado à lata de lixo da história”. Ainda havia lido pouco sobre o assunto – minha principal forma de conhecimento – mas instintivamente vi no fenômeno uma das marcantes características da sociedade brasileira, a apartação social, da qual é vítima, principalmente, a população negra e, dentro desta, os jovens.

A primeira vez que estive em Salvador, ainda bem jovem, me deslocava de ônibus pela capital baiana, meio no qual os negros são a imensa maioria. Ao entrar em um shopping (o único da época), observei o inverso: raríssimos negros, mesmo entre os vendedores. Era fácil reparar algo errado naqueles dois mundos completamente diferentes convivendo no mesmo espaço. (Observem, no carnaval de Salvador, a cor da pele dos que seguram as cordas e a dos que dançam dentro do cercado.)

Falando sobre os rolezinhos, o meu colega Fábio Campos escreveu que os shoppings são “(mais do que nunca) espaços democráticos”. É fato, não existe nenhuma placa em shoppings dizendo: “É proibida a entrada de pobres e pretos”. Bom, meu amigo, olhe à sua volta. Determinadas coisas não precisam estar inscritas em lei para valer, na real, desde que cada um saiba o seu lugar, e fique nele sem reclamar, se estiver no pé da pirâmide social. (Sei que os rolezeiros são frequentadores regulares de shoppings periféricos, mas essa é outra vertente do debate.)

O medo conservador, portanto, é ver o desmoronamento da velha ordem de “um lugar para cada coisa, cada coisa em seu lugar”, como dizia o marido “certinho” de Dona Flor, o farmacêutico Teodoro Madureira. Se na superfície o rolezinho é “despolitizado”, pois meninos e meninas querem apenas consumir, beijar e namorar, o movimento nos força a lembrar a existência do “Brasil de baixo e do Brasil de cima”, como dizia Patativa do Assaré. (Mas, desconsole-se a esquerda e sossegue a direita: a revolução não está ali na esquina.)

Segurem a respiração

120 2

foto opovo 140123 centro

Da coluna Fábio Campos, no O POVO desta quinta-feira (23):

Na fachada do Cine São Luiz, há duas faixas. A do lado esquerdo de quem olha, diz o seguinte: “Segura o xixi que o banheiro é logo ali”. A do lado direito: “Xixi? Na boa, aqui não, né?”. Sim, senhores. O prédio é tombado pelo Estado do Ceará. A Praça do Ferreira, contígua ao edifício que levou duas décadas para ser erguido, também é um bem histórico tombado.

Foi naquele entorno que Fortaleza nasceu. Foi ali que se deram as primeiras vivências urbanas da aglomeração que gerou a metrópole. O prédio e a praça formam um dos mais importantes conjuntos arquitetônicos da Capital. São deploráveis os fatos e as fotos que chegam de lá.

Tem gente morando na praça. Tem gente morando na calçada do São Luiz. As árvores são os cabides e guarda-roupas. Atentem para a foto. Após defecar e urinar, em meio aos transeuntes, a criança tomou seu inocente banho. Tudo em pleno calçadão que une a praça ao prédio.

Os moradores da praça e da calçada têm a Secretaria e Cultura como vizinha. Há dois anos, ao som do hino do Ceará tocado por uma orquestra e uma dupla de violinos, a nova sede do órgão responsável pela política cultural do Estado foi inaugurada com uma visita do governador.

Tapem suas narinas. Segurem a respiração. Muito cuidado no que pisam. O Estado está lá, mas não está. O Município faz vista grossa e ouvidos de mercador. Desassistidos, os miseráveis desgraçados sociais tomaram conta do pedaço.

Procuro ler os guias de turismo do Ceará. Todos colocam a Praça do Ferreira como ícone de Fortaleza. Sim, bastante apropriado. Fedentina, comércio irregular, estacionamentos, moradores de rua, desorganização urbana e ausência do poder público.

Será instigante acompanhar uma visita à praça de um grupo de turistas alemães que virão à cidade ver, em junho, um jogo de Thomas Müller e companhia. Os gregos também vêm por cá. Talvez acreditem que é a encenação de uma tragédia. A nossa tragédia.

A mãe e a criança estão morando no calçadão há cerca de um mês. Sobrevivem de pedir esmolas. Escolheram um bom local. É movimentado. Tem uma brisa suave e constante. Tem a água da fonte. Tem um grupo de sem teto que se ajuda e se protege. A cidade anda violenta, não é?

A foto fala tudo. É a crônica do Centro. É a representação da omissão em diversos sentidos. O social e o urbano. É o ícone da negligência com o patrimônio público e com a nossa história. É o retrato da permissividade que corrói a urbanidade.

Deixem as famílias morando na praça. Deixem os ambulantes que não ambulam a privatizar os espaços públicos. Destruam a cidade. Destruam as chances de estabelecer a civilidade e nossa urbe.

São “pais de família”, não é? Basta esse argumento para que todos se eximam de cumprir com suas obrigações de autoridade pública.

A foto-ícone da calamidade urbana foi a mim enviada por Maia Jr, presidente da Associação dos Empresários do Centro de Fortaleza. Ele está rouco de denunciar os problemas que atingem o Centro. A imagem foi captada por Alberto Duque Estrada, um cidadão preocupado com os rumos do Centro.

Centro de Caucaia e distritos ficam sem água nesta sexta-feira, avisa Cagece

A Cagece informa que a Sohidra irá realizar, nesta sexta-feira (24) uma melhoria na unidade de captação do Açude Gavião, que fornece água bruta para a Estação de Tratamento de Água Oeste. Para a execução do serviço, foi solicitada à Cagece a suspensão do abastecimento em algumas localidades de Caucaia, das 5 horas às 10 horas.

A intervenção da Sohidra consiste na instalação de um conjunto motobomba na unidade de captação, com a finalidade de aumentar a oferta de água bruta. Para a execução do serviço, será necessário desligar a energia do sistema de captação.

Lembrando que, mesmo depois do horário de término do serviço, a retomada do abastecimento se dará gradativamente até que se alcance novamente o equilíbrio do sistema de água (a previsão inicial para esse equilíbrio é a manhã do sábado, 25).

Isso significa que a água chegará com maior rapidez aos locais topograficamente mais baixos e mais próximos da adutora, enquanto os bairros mais altos e de ponta de rede levarão mais tempo para ter o abastecimento normalizado.

Para minimizar os transtornos, a Cagece aconselha que a população se prepare, reservando água para os afazeres domésticos. Durante a suspensão, a Companhia orienta que a água seja consumida de forma moderada, ou seja, privilegiando o consumo humano e evitando desperdício.

Serão afetados pela suspensão os bairros e as localidades: Centro de Caucaia, Potira, Tabapuá, Jurema, Conjunto Araturi, Nova Metrópole, Iparana, Icaraí e Pacheco.

Com tendência de queda, prévia da inflação oficial fica em 0,67%

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), que é a prévia da inflação oficial, registrou taxa de 0,67% em janeiro deste ano. O índice é inferior ao observado nas prévias de dezembro (0,75%) e janeiro de 2013 (0,88%), segundo dados divulgados nesta quinta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 12 meses, o IPCA-15 acumula taxa de 5,63%. A queda da taxa em janeiro foi influenciada principalmente pelas despesas com transporte, cuja inflação caiu de 1,17% em dezembro para 0,43% neste mês. Neste grupo de despesas, o principal destaque foi a queda de preços (deflação) de 16,32% nas passagens aéreas.

Também tiveram queda da taxa os grupos de despesa comunicação (que passou de 0,92% na prévia de dezembro para -0,02% na prévia de janeiro), vestuário (que passou de 0,78% para 0,59%), artigos de residência (de 0,57% para 0,49%), saúde e cuidados pessoais (de 0,46% para 0,41%) e habitação (de 0,59% para 0,58%).

Por outro lado, a alta da inflação dos alimentos impediu uma queda maior do IPCA-15 em janeiro. A inflação dos alimentos e bebidas subiu de 0,59% na prévia de dezembro para 0,96% em janeiro. Entre os itens que mais contribuíram para a inflação dos alimentos estão a cenoura (com taxa de 16,3%), cebola (14,33%), frutas (4,34%), hortaliças (4,57%), arroz (1,49%) e o pão francês (1,04%).

(Agência Brasil)

Festival de Dança Litoral Oeste terá 30 apresentações a partir desta sexta-feira

foto balé edisca

Mais de quinze atrações cearenses, com quase 30 apresentações, vão compor a programação do Festival de Dança Litoral Oeste 2014, que terá início nesta sexta-feira (24) e seguirá até o dia 9 de fevereiro. Os espetáculos ocorrerão nos fins de semana, nas cidades de Itapipoca, Trairi e Paracuru. Os três municípios da região do Vale do Curú e Litoral Oeste desenvolvem há mais de 20 anos ações em dança, no âmbito da formação técnica, pesquisa, criação, montagem, mostra e difusão.

Enquanto isso, em Fortaleza, acontecerá a edição especial da Bienal Internacional de Dança do Ceará – Estação Férias 2014, de 29 a 31 de janeiro, na Praça do Ferreira, com programação das 15h às 21h, também com a participação de companhias de dança do Ceará e atrações musicais.

O Festival de Dança Litoral Oeste 2014 tem o incentivo da Coelce – uma empresa ENDESA Brasil, apoio cultural do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura, além da parceria da Prefeitura de Paracuru e da Prefeitura de Trairi. A realização é da Associação de Artes Cênicas de Itatipoca (AARTI), Escola de Dança de Paracuru e CIA Arreios.

A Bienal Internacional de Dança do Ceará – Estação Férias 2014 tem o patrocínio da Petrobras e da Caixa Econômica Federal. Co-Patrocínio: Funarte, Governo Federal, via Ministério da Cultura. Apoio Cultural: Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria Estadual da Cultura. Promoção: Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza (Secultfor). Parceria: Festival PontoCE. Realização: Bienal Internacional de Dança do Ceará, Indústria da Dança e ProArte.

(Dégagé)