Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Dilma ficou satisfeita com visita do papa ao Brasil, diz Gilberto Carvalho

O secretário-geral da Presidência da República, ministro Gilberto Carvalho, disse hoje (28) que a presidenta Dilma Rousseff ficou muito satisfeita com o fato de tudo ter dado certo na visita do papa Francisco ao Brasil para a Jornada Mundial da Juventude, principalmente o esquema de segurança.

“Ela [Dilma] tinha muito receio com a questão da segurança. Nós passamos um estresse muito grande antes com este estilo do papa de se expor mais – e a gente é responsável pela segurança dele. Então, foi uma sensação muito boa de que tudo deu certo. O povo ajudou muito além das forças de segurança, que trabalharam muito. A gente tem que fazer uma homenagem a esse pessoal”, destacou ministro.

(Agência Brasil)

Prefeitura quer fechar escola para melhorar salários de professores

66 9

foto eliomar 130728 educação

A Prefeitura de Beberibe, no Litoral Leste do Ceará, anuncia o fechamento da escola-creche Raimundo Fagner, que funciona na Praia das Fontes e que foi fundada com o apoio do cantor e compositor cearense Fagner.

Segundo fontes da própria Prefeitura, o fechamento da instituição de ensino, que à noite funciona como pré-jovem, seria para enxugar as despesas e, depois, viabilizar um aumento de salário para o quadro de professores.

A medida revoltou pais de alunos e também professores, pois a atitude mostra um desrespeito sem tamanho para com a educação no município.

Vamos nós – Aguardamos o posicionamento oficial da Prefeitura de Beberibe.

Condição de pessoa com deficiência poderá constar no documento de identidade

Poderá ser incluída na cédula de identidade, a pedido do titular, a condição de pessoa com deficiência. Projeto com esse objetivo (PLS 39/2013), apresentado pelo senador Gim (PTB-DF), encontra-se na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), onde tramita em caráter terminativo.

A informação na identidade terá prazo indeterminado, no caso de deficiência permanente, e prazo de dois anos, renovável por igual período, no caso de deficiência não permanente ou deficiência mental. No caso de reserva de vagas em concursos públicos e de recebimento de benefícios monetários ou tributários, a identidade não eximirá a pessoa de submeter-se a novos exames médicos, se assim for exigido, de modo específico, no edital.

Na justificativa da proposta, Gim argumenta que é necessário buscar alternativas para solucionar os transtornos que as pessoas com deficiência enfrentam, frequentemente, para apresentar atestados médicos atualizados a fim de comprovar o seu estado e, assim, obter os benefícios conferidos por lei.

“É necessário diminuir os esforços das pessoas com deficiência na busca de seus interesses e da realização dos valores sociais de respeito à dignidade humana e de diminuição das desigualdades sociais”, afirma.

(Agência Senado)

Cracóvia, de João Paulo II, será sede da próxima Jornada Mundial da Juventude

“Em seu último dia no Brasil, o papa Francisco encerrou a Jornada Mundial da Juventude anunciando que a próxima edição do evento, em 2016, acontecerá em Cracóvia, na Polônia. A escolha não deixa de ser uma homenagem ao papa polonês João Paulo 2º, responsável por criar o encontro mundial dos jovens da igreja católica, e que neste ano também deve ser oficialmente reconhecido como santo.

O evento internacional surgiu a partir de um encontro da juventude, convocado por João Paulo II, em 1984, no Vaticano. Em 1985, Ano Internacional da Juventude, declarado pela Organização das Nações Unidas (ONU), o papa anunciou a instituição da Jornada Mundial da Juventude.

A primeira edição oficial foi realizada em Roma, em 1986. Buenos Aires, na Argentina, terra do papa Francisco, recebeu, em 1987, a primeira jornada fora de Roma, como lembrou o pontífice em um dos seus discursos no Brasil. O evento do Rio de Janeiro é a 28ª edição da JMJ e terminou ontem.

O casal Slawek, de 37 anos, e Kasia Jodynsky, 32, comemorou o anúncio do papa de que a próxima edição acontecerá em seu país natal. Os dois são frequentadores assíduos do evento e estiveram nas quatro últimas edições. “Nós inclusive nos conhecemos durante a jornada em Sidney, em 2008, e nos casamos logo depois”, contou Kasia.”

(Com Agências)

Pronta para votação, proposta que torna corrupção crime hediondo divide especialistas

57 1

O projeto que torna a corrupção crime hediondo, que tramita em regime de urgência, está pronto para ser votado no plenário da Câmara dos Deputados, mas o texto não é consenso entre especialistas. A proposta chegou a ser discutida pela comissão de juristas que discutiu a atualização do Código Penal, mas foi rejeitada por 14 dos 15 juristas que participaram do grupo.

“Nós tratamos com mais clareza os crimes contra a administração pública, peculato, concussão, corrupção ativa, passiva, demos um tratamento mais adequado, mais claro. Criamos no anteprojeto o tipo penal do enriquecimento ilícito, que hoje todo mundo comenta, mas jamais pensamos em tratar crime contra a administração pública como crime hediondo”, disse à Agência Brasil o ministro do Superior Tribunal de Justiça Gilson Dipp, que presidiu a comissão de juristas.

Para ele, a proposta que torna a corrupção crime hediondo é uma “lei de ocasião”. Dipp lembrou que, quando um fato comove a sociedade, imediatamente o Congresso Nacional busca dar uma resposta política ou popular, criando novas figuras penais ou endurecendo as penas, mas ressaltou que não é este o caminho. “Não é o tamanho da pena que inibe a prática do crime, e sim a certeza de que [o criminoso] vai ser punido, ou pelo menos, responder a um processo. A sensação de impunidade é que gera todos esses fatores de corrupção, de invasão dos cofres públicos.”

Vencido na discussão o procurador da República Luiz Carlos dos Santos Gonçalves, que foi relator da comissão de juristas, é a favor da proposta. Segundo ele, hediondo é aquilo que causa asco, nojo, repulsa, como um sequestro ou um estupro, e na evolução do país isso foi acontecendo com a corrupção. “Por isso, colocar [a corrupção] no hall dos crimes hediondos me pareceu uma coisa acertada”, disse ele.

Gonçalves destacou que, ao longo do tempo, houve uma certa tolerância com esse tipo de crime, mas hoje a prática passou a ser inaceitável, como mostram os protestos das ruas. “O país é pobre, mas faz menos com dinheiro do que deveria.”

Sobre a eficácia da proposta no combate à corrupção, Gonçalves é cauteloso, admitindo que o projeto é apenas “um passo para o caminho certo”. Para ele, a medida deve ser combinada com ações de transparência total nos gastos do Poder Público e que estimulem as denúncias à Justiça.

Aprovado no Senado no primeiro semestre deste ano, além de aumentar as penas e prever punições maiores para integrantes do Executivo, do Legislativo e do Judiciário que cometerem o delito, o Projeto 5.900/13 acaba com a possibilidade de anistia, graça, indulto ou liberdade sob pagamento de fiança para os condenados. Pelo texto, também fica mais rigoroso o acesso a benefícios como livramento condicional e progressão de regime.

De acordo com o projeto, a pena para crimes desse tipo seria de quatro a 12 anos de reclusão e multa. Em todos os casos, a pena é aumentada em até um terço, se o crime for cometido por agente político ou ocupante de cargo efetivo de carreira de estado.

Além da proposta do Senado, mais oito matérias sobre o tema tramitam na Câmara e, por isso,  a expectativa é que o projeto seja modificado. O deputado Fábio Trad (PMDB-MS), que foi relator, na Comissão de Constituição e Justiça, da proposta mais avançada na Casa, deve apresentar um texto substitutivo ao do Senado, aproveitando as principais sugestões de todos os projetos em tramitação.

(Agência Brasil)

Projeto prevê rede de solidariedade para crianças em risco em países de língua portuguesa

Organizações não governamentais (ONGs) dos países de língua portuguesa querem criar uma rede de solidariedade para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Na maior parte dos estados-membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), há crianças e jovens expostos a diversos riscos relacionados à história de cada país.

Este é o caso dos jovens sem família em Angola desde os tempos da guerra civil, que terminada em 2002, ou dos órfãos em Moçambique, que perderam os pais por causa do vírus HIV/aids. A violência no Timor Leste ainda persegue e mata crianças e adolescentes por causa de rivalidades iniciadas no período da independência (1999), assim como na Guiné-Bissau alguns pais são enganados, porque, ao deixar seus filhos irem estudar o Alcorão (livro sagrado do islamismo) no Senegal, acabam perdendo contato com eles, que passam a ser exploradas como pedintes no país vizinho.

Além da vulnerabilidade extrema nos diferentes países, os jovens têm em comum histórias de vida marcadas pela ausência do Estado na promoção do bem-estar e na garantia de acesso a direitos mínimos e serviços básicos. No entanto, em todos os países lusófonos existem entidades que tentam proteger crianças e adolescentes, afirma a portuguesa Liliana Azevedo, gestora de projetos da Associação para a Cooperação Entre os Povos (Acep).

Apesar das semelhanças de causa e de atuação, e de um idioma em comum, as organizações trabalham isoladamente sem rede de apoio mútuo. “Falta uma iniciativa assim”, diz Liliana. Segundo ela, os países da CPLP já formam redes em outras áreas, como, por exemplo, segurança alimentar.

(Agência Brasil)

Segurança Pública: Poderia ter sido diferente

48 2

Tem razão o governador Cid Gomes (PSB) quando diz que nunca se investiu tanto em segurança pública quanto na atual gestão. O investimento foi feito em todas as áreas, em quantias vistosas, que em tese deveriam ter modificado índices pavorosos de homicídios, roubos, tráfico de drogas. Mas, algo deu errado no caminho que o Executivo escolheu seguir. Alguns equívocos de concepção e falhas em projetos estratégicos travaram a diminuição do problema – que não apenas persiste como mostra sinais de agravamento.

Uma das possíveis origens do fracasso está justamente no projeto que havia sido pensado para provocar um salto de qualidade na segurança: o Ronda do Quarteirão. “A ideia de uma policia comunitária, que dialogava, que tinha uma função educativa, aos poucos foi se perdendo. Virou algo apenas ostensivo. Quando a polícia está integrada ao bairro, ela tem potencial de inteligência, consegue se antecipar ao crime. Mas, a fragilidade na formação dos soldados e na gestão do programa apareceu de forma dramática”, avalia a antropóloga Jânia Aquino, uma das organizadoras do livro Violências e dilemas civilizatórios: as práticas de punição e extermínio.

O grosso do investimento no Ronda foi destinado à compra de viaturas e equipamentos e ao aumento do efetivo para cobertura do Interior. Após episódios que expuseram falhas no treinamento dos policiais, o Governo aumentou a carga horária da formação. Até hoje, no entanto, a eficiência do programa é questionada.

Outro erro crucial teria sido a falta de conexão entre as ações da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e outras pastas. “Os investimentos e ações desenvolvidos por meio de políticas sociais, profissionalizantes e educacionais não têm qualquer relação com as políticas da segurança e, quando têm, são pontuais, que não caracterizam continuidade”, explica a pesquisadora Glaucíria Mota, coordenadora do Laboratório de Direitos Humanos e Cidadania da Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Na contramão do exemplo cearense, Pernambuco apostou em ferramentas de gestão e planejamento intersetorial. Lá, se conseguiu reduzir em mais de 30% o número de homicídios. Conforme explicou ao O POVO o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Wilson Damázio, um comitê formado por seis câmaras, envolvendo diferentes secretarias, se reúne religiosamente a cada quinta-feira, para monitorar resultados, discutir estratégias conjuntas e corrigir equívocos. O comitê é presidido pelo secretário estadual de Planejamento, que tem a chave do cofre público e define o destino dos investimentos. Segundo Damázio, pelo menos uma vez por mês as reuniões são presididas pelo governador Eduardo Campos (PSB).

(O POVO)

Jogo bruto

457 2

Da coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (28):

O novo Ibope trouxe mais novidades para a política cearense. De pijamas e com chuteiras aparentemente penduradas, Tasso Jereissati (PSDB) recebeu a notícia de que seria eleito governador ou senador caso a eleição fosse hoje. Mas, a eleição não é hoje. Além disso, o PSDB se tornou, em grande parte, um partido amestrado pelo governador Cid Gomes.

Tasso teria que enfrentar a dura tarefa de refazer o partido e construir uma aliança capaz de lhe oferecer tanto um palanque competitivo quanto um espaço razoável na propaganda eleitoral.

E, por fim, enfrentar uma máquina de campanha rica, poderosa e que não se sente intimidada em jogar bruto para vencer. Luizianne Lins que o diga.

Acidente em Maracanaú mata cinco pessoas

Na madrugada deste domingo (28), no município de Maracanaú, um acidente de carro vitimou dois homens e três mulheres. Às 4 horas, o condutor do veículo, identificado como Geovani de Sousa Santos, de 30 anos, perdeu o controle em uma reta e chocou o carro contra um poste. Alisson Dantas Costa, de 22 anos, um dos passageiros, também veio a óbito no local. Um sexto passageiro, não identificado, foi encaminhado ao IJF em estado grave.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), as três mulheres, que também estavam no carro, não foram identificadas.

Neste fim de semana, foram registradas 21 ocorrências de trânsito, com 22 feridos e 14 vítimas em acidentes fatais, segundo o balanço parcial da PRE e PRF.

(O POVO Online)

Termina neste domingo Jornada Mundial da Juventude

Termina neste domingo (28), no Rio de Janeiro, a 38ª Jornada Mundial da Juventude, primeiro compromisso fora do Vaticano do qual participa o papa Francisco, desde que assumiu o pontificado em março deste ano. Neste domingo, o ponto alto da programação é a Missa do Envio, que o papa celebra às 10h, na Praia de Copacabana.

A presidenta Dilma Rousseff e ministros de Estado vão assistir à cerimônia, para a qual são esperados também os presidentes Evo Morales, da Bolívia, Cristina Kirchner, da Argentina, Desi Bouterse, do Suriname, e Rafael Correa, do Equador, além dos vice-presidentes do Uruguai, Danilo Astori, e do Panamá, Juan Carlos Varela Rodríguez.

À tarde, o papa almoça com os cardeais e bispos no refeitório do Centro de Estudos do Sumaré. Em seguida, tem encontro com membros da Coordenação do Comitê Episcopal Latino-Americano (Celam), também no Centro de Estudos do Sumaré. Às 16h40, o santo padre deixa a residência do Sumaré, onde ficou hospedado durante a jornada.

Às 17h30, reúne-se com voluntários da jornada no pavilhão 5 do Riocentro, em Jacarepaguá. Às 18h30, participa da cerimônia de despedida na Base Aérea do Galeão e, às 19h, embarca de volta a Roma.

(Agência Brasil)

Jangadas irão colorir o mar de Fortaleza neste domingo

salmito

Cerca de 250 jangadeiros deverão colorir o mar de Fortaleza, na manhã deste domingo (28), a partir das 10 horas, quando será dada a largada da Regata Dragão do Mar, que abre oficialmente o Circuito Cearense de Jangadas.

O tiro de largada será dado pelo secretário de Turismo de Fortaleza, Salmito Filho, que ao final da competição será homenageado com o título Amigo do Pescador.

O vencedor da Regata Dragão do Mar receberá uma premiação de R$ 2,5 mil. A competição será transmitida pela TV Diário.

Servir a Deus

93 1

Em homenagem à visita do papa Francisco ao Brasil, eis o conto enviado ao Blog pelo jornalista Nicolau Araújo. Confira:

Há mais de dois mil anos, às margens do rio Jordão, um rico comerciante caminhava angustiado, pois não sabia como poderia servir a Deus.

Pensou que, talvez, Deus gostaria se toda a sua fortuna fosse transformada em pães para alimentar os pobres. Mas logo deduziu que, no dia seguinte, os pobres estariam novamente com fome e ele não mais teria dinheiro para comprar mais pães.

Então idealizou a construção de milhares de casas. Mas logo concluiu que não teria tamanha fortuna para isso.

No auge da sua angústia, o comerciante ouviu a voz de uma criança às suas costas:

– Tenho sede.

Por alguns segundos, o homem ficou paralisado diante da luz que irradiava em volta da criança.

– Tenho sede! Insistiu a criança.

O comerciante, então, caminhou até o rio e levou água em suas mãos.

A criança protestou:

– A quantidade de água que pegaste para a minha sede, não é mais a quantidade que me ofereces, pois muito fora desperdiçado no caminho por entre os teus dedos.

O homem então olhou em volta e notou uma cabaça. E retornou do rio com a água.

A criança novamente protestou:

– A água pura que colheste do rio, não é a que me ofereces agora, pois há impurezas na cabaça.

O comerciante então voltou a angustiar-se, ao não saber como proceder. A criança então falou:

– Servir a Deus é manter-se forte e puro para quando Ele de ti precisar para matar a sede do Seu rebanho.

Nicolau Araújo, jornalista

Maquinista do trem que descarrilou na Espanha é acusado de homicídio

O ministro do Interior da Espanha, Jorge Fernandez Diaz, disse que o condutor do trem que descarrilou essa semana matando 78 pessoas foi acusado de “homicídio por imprudência”. Segundo ele, o maquinista Francisco José Garzon Amo, de 52 anos, que ficou levemente ferido no acidente, foi levado para uma delegacia.

Garzon é suspeito de dirigir rápido demais em uma curva. Os relatórios dizem que o trem estava a uma velocidade de 190 quilômetros por hora (km/h), sendo que a velocidade máxima permitida é 80 km/h, no local onde ocorreu o acidente.

Pelo menos 130 pessoas foram levadas ao hospital após o acidente, que ocorreu há três dias, em Santiago de Compostela, no Noroeste da Espanha. Trinta e duas pessoas ficaram gravemente feridas, incluindo crianças. Um brasileiro, que também tem nacionalidade espanhola, de 25 anos, morreu no acidente.

O trem fazia a rota Madri e Ferrol. Nele, havia mais de 200 passageiros a bordo, de acordo com a operadora de trens do país, Renfe. Muitos passageiros ficaram presos nas ferragens. Todos os 13 vagões, segundo investigações, saíram dos trilhos e quatro tombaram.

(Agência Brasil)

Convidados elogiam mensagens do papa de resgate a valores que pareciam perdidos

O papa Francisco traz uma mensagem de esperança e “sobretudo um caminho de conciliação”, disse neste sábado (27) o ministro da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Moreira Franco, um dos convidados para o encontro com o pontífice no Theatro Municipal. Segundo ele, durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) o papa chama a atenção para a capacidade de conciliação dos jovens para os caminhos do futuro sem abrir mão, entretanto, da experiência dos idosos, que permite incorporar valores que foram construídos ao longo do tempo.

O encontro reuniu políticos, dirigentes empresariais, personalidades da vida cultural, líderes religiosos e de movimentos sociais e representantes diplomáticos. Em seu discurso, o papa Francisco destacou que a sociedade é responsável pela formação das novas gerações, nas áreas política e econômica, primando pelos valores éticos. Ele destacou ainda a importância de se combater a pobreza.

“O futuro exige hoje a tarefa de reabilitar a política, que é uma das formas mais altas da caridade. O futuro nos exige também uma visão humanista da economia e uma política que logre cada vez mais e melhor a participação das pessoas, evite o elitismo e erradique a pobreza. Que a ninguém falte o necessário e se assegure a todos dignidade, fraternidade e solidariedade”, disse o pontífice.

Para o cineasta Luiz Carlos Barreto, a visita do papa ao Brasil tem um resultado muito positivo em uma hora difícil, de manifestações. “E isto serve muito, de uma certa maneira, para amenizar esse clima de badernas. Ele está pregando uma coisa ecumênica. Ele não está com nenhuma mensagem sectária”. Para Barreto, o papa Francisco está se revelando uma pessoa de carisma e isso é importante para a Igreja Católica, que está vivendo uma crise. “O Brasil é um palco ideal para isto, porque está no foco mundial e é um país com uma das maiores populações católicas do mundo.”

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado Paulo Mello (PMDB), disse que o discurso do papa traz questões que pareciam abandonadas, como o bom samaritano e a solidariedade. “Eu acho que nós vivemos em uma sociedade onde o consumismo é muito contundente. Acho fantástico quando você vê uma pessoa que tenta transformar a Igreja e a transforma pela sua participação pessoal, pelo seu jeito especial, pela sua vida franciscana e pela sua dedicação às pessoas.”

A presidenta da Fundação Theatro Municipal, Carla Camurati, disse que todos os 2.200 lugares da casa de espetáculos foram ocupados pelos convidados para o encontro com o papa. O teatro preparou um programa especial para o evento, com apresentação da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal (OSTM), regida pelo maestro Silvio Viegas, e coro e alunas da Escola de Dança Maria Olenewa, mantida pela Fundação Theatro Municipal.

(Agência Brasil)