Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

PSB-CE promove nesta sexta-feira debate sobre turismo em Fortaleza

psb turismo

O Partido Socialista Brasileiro no Ceará (PSB-CE) promove nesta sexta-feira (20), a partir das 19 horas, na sede do partido, no bairro de Fátima, o debate “A Cidade e o Turismo”. O evento faz parte do ciclo de debates “Pensando a Cidade com Atitude 40”.

O palestrante será o secretário de Turismo de Fortaleza (Setfor), Salmito Filho, integrante do partido. Salmito Filho irá falar sobre o andamento das obras de responsabilidade da Setfor, como a requalificação da Beira Mar, dos corredores turísticos, da Praia do Futuro, da Praça 31 de Março, Serviluz/Titanzinho, Vila do Mar, além de projetos como “Livro Urbano” e “Cidade com Futuro”.

salmito e RC

Maílson da Nóbrega fala sobre perspectivas da economia brasileira em Fortaleza

103 1

mailsonnobrega

O ex-ministro da Fazenda, Maílson da Nóbrega, dará palestra nesta sexta-feira, a partir das 14 horas, no Teatro Celina Queiroz, da Unifor. Ele falará sobre Perspectivas da Economia Brasileira. Maílson atende a um convite do Grupo Emape, que comemora 50 anos de atividades e que tem entre controladores o ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa.

Além do ex-ministro, participará também desse evento Carlos Eduardo Tavares, da Superintendência de Logística Operacional da Conab, que falará sobre Abastecimento do Milho para o Nordeste Brasileiro”.

A Emape é hoje uma das maiores empresas do Nordeste na área da avicultura. Possui unidades em Fortaleza, Barreiras, Tianguá, Maranguape e Maracanaú.

CGU acusa Ceará de favorecer ONG suspeita

104 1

“Relatório sigiloso da Controladoria-Geral da União (CGU) afirma que o governo de Cid Gomes (PSB) no Ceará retardou uma licitação enquanto o ex-secretário executivo do Ministério do Trabalho, Paulo Roberto Pinto (PDT-RJ), eliminava restrições que impediam o Instituto Mundial de Desenvolvimento e da Cidadania (IMDC), entidade pivô do escândalo de desvios na pasta, de participar da disputa.

A CGU suspeita de uma operação sincronizada para favorecer a entidade, investigada na Operação Esopo da Polícia Federal (PF). Após a denúncia de irregularidades em convênios firmados pela pasta com o IMDC, Paulo Roberto Pinto pediu demissão do cargo no último dia 10, após ser levado para prestar depoimento à PF, sob suspeita de favorecer o instituto.

Na esteira da operação da PF, além do ex-secretário executivo, foram exonerados o secretário de Políticas Públicas da pasta, Antônio Sérgio Vidigal, e o ex-assessor do ministro Manoel Dias, Anderson Brito.

Adiamento

O governo do Ceará abriu em fevereiro de 2012 concorrência para escolher instituições executoras do Programa ProJovem no Estado, bancado com recursos do ministério. A entrega das propostas dos interessados estava prevista para 30 de março.

Porém, sete dias antes da data marcada, o então secretário da pasta, Evandro Leitão (PDT-CE), pediu, em ofício, o adiamento do processo, a título de fazer ajustes no edital.

Desde 27 de fevereiro, o IMDC constava do Cadastro de Entidades Privadas Sem Fins Lucrativos Impedidas de Contratar com a Administração Federal (Cepim). Pelas regras do edital, isso o impedia de disputar os contratos.

“Com a reformulação, foi estipulado um novo prazo para a apresentação das propostas, tempo suficiente para que o ministério promovesse a exclusão da entidade do Cepim, habilitando-a para concorrer em todos os lotes”, diz o relatório dsa CGU.

O edital foi relançado em 12 de abril e a entrega dos envelopes, remarcada para 5 de junho. Nesse período, Paulo Roberto Pinto, então ministro interino do Trabalho, atuou para retirar o instituto da chamada “lista-suja” das ONGs. Num aviso de 23 de abril, requereu a exclusão à CGU, tendo em vista “a plena superação dos problemas identificados”. O IMDC, então, habilitou-se para a licitação, vencendo seis dos sete lotes, no valor de R$ 10,5 milhões. “Foi para dar tempo de o instituto se liberar”, afirma um dos responsáveis pela investigação.

Grampos da Polícia Federal revelaram suposta articulação entre o IMDC e servidores do Trabalho para livrá-lo das restrições do Cepim. A CGU diz que o objetivo da entidade, ao sair do Cepim, era abocanhar os contratos do Ceará, pois ela não tinha repasses pendentes no governo federal.

Contratos

Em relatório da Operação Esopo, citando os contratos com o governo do Ceará, a PF diz causar “estranheza” a parceria com o IMDC, apesar do seu histórico de irregularidades. O Estado firmou quatro contratos de R$ 7,6 milhões com o instituto, em abril. Dias depois, o ministro Manoel Dias (PDT-SC) lançou o ProJovem no Estado. Ao menos R$ 1,15 milhão foi pago até a Operação Esopo ser deflagrada, em 9 de setembro.

No mesmo dia, Cid Gomes anunciou uma reforma do secretariado. Aliado do líder do PDT na Câmara, André Figueiredo (CE), o então secretário Evandro Leitão foi substituído pelo também pedetista Josbertini Clementino, ex-chefe de gabinete do parlamentar e ex-diretor de Políticas de Juventude do Ministério do Trabalho. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.”

Cid vai assinar ordem de serviço para construir mais 395 poços profundos no Interior

cidgomess

Nem só de impasses político-eleitorais vive o governador Cid Gomes (PSB).

Na próxima semana, ele vai assinar a ordem de serviço para a construção de 395 poços profundos no Interior, priorizando localidades mais afetadas pela estiagem. A informação é do secretário estadual do Desenvolvimento Agrário, Nélson Martins, adiantando que esse pacote custará cerca de R$ 10 milhões.

Ele acrescenta que a meta do governo é construir, até o fim deste ano, um total de 500 poços profundos para, com isso, reduzir também os gastos com carro-pipa. Outra providência na área é a busca por mais 60 mil toneladas de milho – em duas cotas, junto ao governo federal.

Nélson explica que há ameaça da falta do produto, no que se faz necessário um trabalho de pressão junto à Conab para evitar problemas. Nessa ação, está também o presidente da Federação da Agricultura do Estado, Flávio Saboya.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Advogado Marcelo Uchoa deixa o PT

396 4

O ex-presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos, Marcelo Uchoa, cujo nome chegou a ser cogitado para disputar a presidência do PT de Fortaleza, se desfiliou da legenda. Ele mandou carta para o Blog fazendo essa comunicação pública. Confira:

Carta de Desfiliação do PT

É com imensa dor que anuncio, nesta data, uma das decisões mais difíceis de minha vida, a desfiliação do Partido dos Trabalhadores (PT), partido político no qual estou filiado desde 1994, que conheci e para o qual milito desde 1988, e para quem, muito honradamente, somei esforços profissionais na coordenação jurídica de algumas de suas memoráveis campanhas majoritárias (por exemplo, Lula e José Aírton, em 2002, e Luizianne Lins, em 2004), representando-o, outrossim, na qualidade de quadro especializado, na Coordenadoria Especial de Políticas Públicas dos Direitos Humanos do Governo do Ceará, entre 2011 e 2012, em todas as situações dedicando sempre o melhor de minha capacidade técnica e intelectual.

As razões dessa decisão já vêm sendo amadurecidas há bastante tempo e não estão vinculadas a nenhum fato em específico, senão a um conjunto de fatores que me impedem de continuar à vontade dentro do Partido.
Em primeiro lugar, penso que a opção do PT por gerenciar um modelo econômico neoliberal, priorizando, muitas vezes, o desenvolvimento econômico antes do desenvolvimento humano, no que pese o êxito das importantíssimas medidas sociais implementadas desde o governo Lula, chegou ao extremo, sendo uma incoerência com os princípios que fundamentaram a criação e a existência do próprio Partido.

Em segundo lugar, creio que o pragmatismo político das direções petistas e de parte significativa de seus representantes mandatários, pragmatismo este muitas vezes movido por interesses de oportunidade, desaponta a militância genuína e mesmo os simpatizantes, contrariando, de maneira semelhante, os princípios éticos e os propósitos políticos que outrora fizeram do PT a grande esperança nacional. Há que haver limites ideológicos, políticos e filosóficos, nas chamadas coalizões em prol da “governabilidade”.

Em terceiro lugar – esse é um motivo que reflete e ao mesmo tempo encontra fundamento nas razões anteriores – é que estou cada vez mais concentrado em minhas atividades de pesquisador do Direito e das Ciências adjacentes, sentindo-me na necessidade de estar intelectualmente desapegado de paixões partidárias, para encontrar, com serenidade e isenção, minhas conclusões científicas, sem receios de malferimento de interesses de partidos políticos, quaisquer que sejam estes, e, até no sentido inverso, para reconhecer, com razão e senso de justiça, as eventuais ações e políticas que reputar corretas e convenientes para o bem-estar social.

Ademais, já de algum tempo, minha consciência cidadã alerta que numa verdadeira democracia, pela seriedade que tais decisões representam no bom desenvolvimento do processo político, a escolha e a permanência num determinado partido devem ser altissimamente valoradas, devendo este representar, sempre em grau significativo, diria até expressivo, o idealismo dos respectivos filiados, o que, no meu caso, lamentavelmente já não vem acontecendo.
Apesar disso, desde pronto esclareço que a opção pela saída do PT não significa a negação da política, tampouco a desilusão total com o Partido e, muito menos, a volição de engrossar o coro dos que ingênua ou maquiavelicamente reproduzem a velha cantilena de que “todos os partidos são iguais”, pois sei bem que não são.

Conheço, até mesmo porque já estive dentro de estrutura de governo, que, por mais se queira, nem sempre é possível concretizar sonhos de um dia para o outro. Só que verdadeiramente ainda acredito que vale a pena lutar mais aguerridamente por esses sonhos, não sucumbindo ao encanto permanente e inesgotável do jogo de xadrez da tomada, manutenção e retomada do poder, seja do poder interno ou externo, situação que, penso, tem desvirtuado em demasia as atenções dentro do PT.

A política que precisa ser feita é aquela que tem que ser feita em benefício do povo, em especial de sua população mais vulnerável, e não a política do mercado financeiro, da conveniência partidária ou do interesse da corrente X, Y ou Z. Em cada canto do mundo, e principalmente no Brasil, país em que tanta riqueza produtiva convive com tamanha desigualdade social, é preciso estender, ao máximo, os limites do possível, dentro daquilo que precisa ser realizado para e pelo bem da coletividade.

Deixo o PT, meu único partido político desde que legalmente pude ingressar em algum, sem deixar de ter coração petista (de petista de raiz!). Preciso de desamarras para manifestar o que penso, o que sinto, o que me inspira, sem os vínculos morais da fidelidade partidária. Sair do PT não significa que não o considere, até então, o melhor dos partidos políticos brasileiros, com fundamentais e relevantes serviços ainda a serem prestados em favor do país e nosso sofrido povo. Acredito muito na força e no destemor das companheiras e companheiros que ali estão e continuarão lutando pelo equilíbrio entre o pragmatismo e o bom senso. Mas pela tarefa igualmente importante que tenho adiante, o enfrentamento no plano do conhecimento, sinto que é hora de sair.

Desde sempre votei nas candidaturas petistas e assim continuarei fazendo, toda vez que me convencer de que sejam as melhores. A diferença é que, daqui por diante, meu compromisso exclusivo será com meus sonhos, meus ideais republicanos e a ética que inspira minha consciência.

Fortaleza, 19 de setembro de 2013.

Marcelo Ribeiro Uchôa,
Advogado e Professor Universitário.

DETALHE – Marcelo Uchoa é filho de um histórico do PT no Estado, o juiz do trabalho aposentado Inocêncio Uchoa.

Patinhas – Entrega de cargos do PSB causa certo "incômodo, mas aliança deve ser mantida

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Lq_mP-SAbJQ&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

Para o presidente do PCdoB do Ceará, Carlos Augusto Diógenes, o “Patinhas”, a decisão do PSB nacional de entregar cargos ao Governo Dilma causa certo incomodo.

Patinhas, no entanto, prefere apostar que essa situação não vai atrapalhar a aliança construída pelo governador Cid Gomes e que quer apoiar a eleição da presidente Dilma.

Carta para Luciana Dummar

lucia-dummar (1)

Do jornalista e radialista Paulo Limaverde, recebemos carta, em tom emocionado, sobre dona Lúcia Dummar. A carta é endereçada à neta dela, a presidente do Grupo de Comunicação O POVO, jornalista Luciana Dummar. Confira:

Minha Cara Luciana:

Embora distante, imagino a dor que todos estão sentindo com a partida da nossa querida Dona Lucia Dummar. No entanto, neste exato momento, passa um filme em minha cabeça e revejo, diante de mim, momentos alegres e descontraídos que passei na Granja Castelo, tomando cajuína e saboreando os mais diversos tipos de bolo que reinam na culinária cearense. Todo o afeto da Dona Lucia se resumia nas risadas e nas ofertas de guloseimas as mais variadas. Quando pisava na soleira da casa dela, parecia que entrava na alma do nosso Ceará tal o clima de intensa cearensidade que ali reinava. Tudo era perfeito: o papo com as relembranças de tempos que não voltam mais, os causos vividos e narrados de viva voz pelos circunstantes que batiam ponto naquele casarão às margens da lagoa de Messejana.

Certa feita, o Demócrito, seu filho querido que já se foi, ao saber que eu iria passar um dia de sábado lá, disse pra matriarca: “Mamãe a senhora vai ter um dia muito feliz com as estórias do Paulo!” O Demócrito se enganou, pois feliz fiquei eu com os depoimentos da Dona Lucia, que se detinha em suas narrativas em torno da PRAT – nome original da Ceará Radio Clube, PRE-9, onde meu pai, José Limaverde, trabalhou ao lado do João Dummar. Em determinado momento, relembrei as campanhas politicas do Paulo Sarasate e aquela música que ficou conhecida em todo o Ceará: “No Ceará, o coração da gente bate com Paulo Sarasate… com Paulo Sarasate…” Não faltou também estórias sobre os momentos de descontração no comitê que ficava na Rua da Assunção.

Era assim que eu convivia com a Dona Lucia, a matriarca da Família Dummar, a mesma que plantava citronela em torno da casa para afastar os mosquitos da jardineira incansável que ornamentava seu terreiro com muito verde e muita cor. E, para complementar essa mulher ímpar, existia o amor que dedicava aos filhos e aos netos com extensão a todos os componentes e agregados. Cuidava de tudo e de todos e sabia dar conselhos sábios e equilibrados. Vivia os problemas e vitórias do jornal da família e tinha, em seu coração, um profundo sentimento cristão que a levou a construir uma capelinha bem ao lado de sua casa, onde celebrava missas e rezava com fervor para Nossa Senhora.

Minha Cara Luciana,

Imagino o baque sentido por toda a família logo depois da morte do nosso Demócrito e, agora, com a partida da Dona Lucia… Mas Deus, em sua infinita sabedoria, achou que o momento era agora e levou para o seu seio a matriarca da família. Finalmente, ela vai rever o Demócrito e os dois saberão, lá de cima, interceder por todos vocês. E, certamente, a história fará o registro de sua profícua passagem por aqui.

Usando a nossa linguagem – o nosso “CEARENSÊS”, eu termino esta cartinha afirmando: Pense, Luciana! Pense na alegria que o Demócrito deve estar sentindo abraçando sua mãe…

Queira receber o abraço de pêsames do amigo,

* Paulo Limaverde.

Índice oficial da inflação de setembro registra 0,27%

84 1

“A prévia de setembro da inflação oficial do país, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), registrou taxa de 0,27%. O índice é superior ao 0,16% observado na prévia do mês anterior. O dado foi divulgado hoje (20) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta foi puxada principalmente pelos gastos com transportes, que subiram 0,3% na prévia de setembro. Na prévia de agosto, esse grupo de despesas havia registrado deflação (queda de preços) de 0,3%. Somente a alta de preços de 16,08% das passagens aéreas responderam por quase um quarto da inflação da prévia de setembro.

Os alimentos, que também haviam registrado deflação (-0,09%) em agosto, passaram a ter alta de preços (0,04%) em setembro. A inflação do grupo alimentação e bebidas foi puxada pelos aumentos de preços de produtos como pão francês (2,8%), farinha de trigo (2,68%), macarrão (1,46%), leite longa vida (2,34%) e frutas (1,88%). Os demais grupos registraram as seguintes taxas na prévia de setembro: habitação (0,53%), artigos de residência (0,52%), vestuário (0,37%), saúde e cuidados pessoais (0,56%), despesas pessoais (0,16%) e educação (0,12%). Apenas o grupo comunicação registrou deflação (-0,07%).

No acumulado de 2013, a taxa está em 3,97%, acima da observada em igual período do ano passado (3,81%). Já no acumulado dos últimos 12 meses, a inflação chega a 5,93%, inferior ao índice dos 12 meses imediatamente anteriores: 6,15%.”

(Agência Brasil)

Waldemir Catanho: Luizianne não sai do PT

268 2

catanho 2

A ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, que preside o PT estadual, não vai deixar o partido. Essa hipótese não existe. Quem garante para o Blog é Waldemir Catanho, considerado o “guru político” de Luizianne e que, por dois mandatos, assumiu a coordenação política de sua gestão.

Catanho não perde muito tempo para rechaçar tal possibilidade, até porque Luizianne tem história no PT, ajudou a construir o PT e não nasceu para pular de galho em galho feito outros políticos.

Artur Bruno torce por manutenção da aliança PT/PSB e não acredita na saída de Luizianne

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=gi1lw0UMq40&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O deputado federal Artur Bruno (PT) se diz confiante de que a decisão do PSB nacional de entregar cargos pode ser revista. Ainda há tempo para isso. Bruno defende a manutenção da aliança do PT no Ceará e no País.

Sobre a possibilidade de Luizainne Lins, presidente regional do PT, ingressar no PSB, Artur Bruno afirma não acreditar que a ex-prefeita de Fortaleza mude de partido.

"Férias no Ceará" – Denúncia de superfaturamento não dá folga ao governo

gilh

Eis que a denúncia feita pelo Ministério Público de Contas sobe superfaturamento na contratação de artistas para o “Férias no Ceará 2011”, acabou na Folha desta sexta-feira. A manchete é “Governo do CE paga oito vezes mais por shows de artistas de projeção nacional”.

Shows de artistas de projeção nacional custam até oito vezes mais quando são pagos pelo governo do Ceará. A conclusão, com suspeita de superfaturamento, é do Ministério Público de Contas do Estado, que analisou shows contratados em 2011 pela gestão Cid Gomes (PSB). O festival “Férias no Ceará” bancou shows gratuitos, em Fortaleza e no interior, de nomes como Gilberto Gil, Vanessa da Mata, Nando Reis, Roberta Sá e Seu Jorge.

Ao analisar os gastos, o Ministério Público apontou preços acima da média na contratação de 15 das 45 apresentações musicais no festival. O show de Jorge Vercillo, por exemplo, custou R $ 135 mil aos cofres cearenses. O cantor, contudo, havia se apresentado no mesmo ano em Itajaí (SC) por R$ 15,7 mil e, em Fortaleza, por R$ 35 mil. Zélia Duncan tocou por R$ 140 mil no festival, mas na Paraíba cobrou R$ 37 mil. A banda Jota Quest cobrou R$ 223 mil no Ceará e R$ 95 mil em Bonito (MS).

Os outros shows pagos pelo governo cearense com suspeita de superfaturamento são de Biquini Cavadão, Skank, Kid Abelha, Lulu Santos, Paralamas do Sucesso, Cidade Negra e Jorge Benjor. Os gastos da gestão Cid com esses artistas somaram R$ 10 milhões, segundo o TCE (Tribunal de Contas do Estado). As diferenças entre os valores pagos pelo Ceará e o máximo desembolsado em outros Estados para apresentações desses mesmos artistas alcançaram um total de cerca de R$ 1 milhão.

Seria esse, então, o valor superfaturado, segundo o levantamento dos promotores. Outros shows já motivaram controvérsia no governo Cid, que contratou I vete Sangalo por R$ 650 mil para inaugurar um hospital e pagou R$ 3,1 milhões ao tenor Placido Domingo na abertura de um centro de eventos. Esses dois casos, contudo, não envolvem suspeitas de superfaturamento. O Governo diz que seguiu preços do mercado.

Investigação

O Ministério Público de Contas, órgão ligado ao TCE, encaminhou o relatório ao tribunal, que analisa o caso, e pediu que o processo seja transformado numa tomada de contas especial. Isso ocorre quando conclui-se pela necessidade de aprofundar a investigação, iniciada em 2011. Ainda não há resposta ao pedido.

Para o Ministério Público, o governo do Ceará não apresentou justificativas suficientes para os preços dos shows. Em muitos casos, apresentou só uma cotação, e de períodos em que os shows são mais caros, como no Réveillon. “Resta evidenciada a malversação dos recursos públicos ao realizar contratações de artistas com valores que extrapolam a razoabilidade estipulada pelo mercado”, diz o relatório do Ministério Público, finalizado na semana passada.

Quando jornalismo é cidadania

89 1
Leitora assídua deste Blog e também colaboradora, pois denuncia, reclama e protesta, Gorete Ramos nos manda a seguinte nota:
Prezadíssimo Eliomar,

Envio-lhe, para seu conhecimento em particular, reportagem veiculada, na tarde de ontem, na TV Verdes Mares, sobre a conclusão da Adutora do Setor Messejana.
E você, prezado blogueiro, no seu respectivo canal de comunicação escrita, também participou desse processo, ao longo de tantas reclamações por mim postadas em seu Blog.
A você,  o meu agradecimento.
A missão foi cumprida!
Goretti Ramos
Bairro José de Alencar.
VAMOS NÓS – Querida Gorete, a obrigação do jornalista é ser cidadão. É também buscar colaborar com o crescimento. social. No momento em que estamos comemorando sete anos de Blog, ganhamos mais esse presente. E incentivo.

Gony Arruda é alvo de duas queixas-crime

88 2
 

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) acatou ontem duas queixas-crime contra o deputado estadual Gony Arruda (PSD). Ele é acusado de ter ofendido a honra do atual prefeito de Granja, Romeu Aldigueri de Arruda Coelho (PR). Gony e Aldigueri são opositores políticos. Até o ano passado, o pai de Gony, o ex-prefeito Esmerino Arruda, e seus aliados, tinham hegemonia política na região. A decisão de acolher as duas queixas-crime teve relatoria do desembargador Antônio Abelardo Benevides Moraes. Segundo a denúncia, no ano passado, Gony Arruda teria ofendido Romeu Aldigueri em duas ocasiões.

Na primeira delas, por meio da página pessoal no Facebook, o deputado teria insinuado que o prefeito teria praticado vários crimes. Neste caso, Gony teria mencionado apenas nomes de pessoas ligadas ao prefeito, sem citar o nome de Aldigueri. Na outra ocasião, o deputado teria repetido as acusações num programa de rádio do Interior, mas, neste caso, citando o nome do prefeito, chamando-o de “ladrão e mentiroso”.

Em entrevista ao O POVO, Gony Arruda afirmou ter dito, em entrevista à rádio, apenas que Aldigueri foi o falsificador da voz do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Além disso, Gony conta que reproduziu também termos e adjetivos que já havia usado na tribuna da Assembleia Legislativa, como deputado estadual. “Eu disse algumas coisas que são de domínio público. Não há novidade. Usei adjetivos usados na tribuna da Assembleia e narrei os antecedentes dele. Ele falsificou a voz do Lula para angariar votos. Ele foi expulso do PTS por causa disso”.

Quanto às críticas publicadas em seu perfil no Facebook, Gony afirma que não foram direcionadas a Aldigueri. “Ele que entendeu que estava sendo ofendido. Apenas rebati porque fui agredido em carros de som por um aliado dele que fez ataques à minha honra e à da minha família”. Ele reforça que o Órgão Especial do TJCE apenas aceitou a denúncia e o processo ainda vai ser julgado.

Gony afirmou ainda que esta é a segunda ação movida pelo prefeito contra ele. “Na primeira, eu ganhei. Além dele ter perdido, a decisão determinou que ele vai ter que pagar valor corrigido de cerca de R$ 20 mil aos meus advogados, por honorários de sucumbência”. Segundo Gony, a decisão foi tomada em primeira instância e confirmada em segunda instância.

O POVO tentou contato com Romeu Aldigueri, por volta das 20h30min de ontem, sem sucesso.”

(O POVO)

Sérgio Novais reage à fala de Joaquim Cartaxo no Blog

73 3

sergionovais

Do ex-presidente do PSB de Fortaleza e ex-deputado federal Sérgio Novais, eis nota em resposta a Joaquim Cartaxo, vice-presidente estadual do PT. Cartaxo, entrevistado pelo Blog, acha que o PSB ainda poderá rever sua posição de se afastar da base dilmista. Confira:  

Prezado Eliomar,

Com todo o respeito ao Joaquim Cartaxo, mas as declarações do vice presidente do PT nacional, Cantalice, e do próprio deputado federal José Guimarães, nas últimas semanas, e a postura do ministro Aloizio Mercadante que, incomodados com a possibilidade da candidatura própria do PSB alimentavam noticias do fisiologismo do PSB e que o partido tinha mudadado de lado, são responsáveis pela entrega dos cargos pela direção nacional.

Agora vir falar em precipitação nos parece hipocrisia.

A candidatura do Eduardo Campos é boa para o Brasil, como a postulação de Marina Silva.

* Sérgio Novais.

"Mais Médicos" reprova na 1ª etapa um dos 682 profissionais com diploma estrangeiro

“O Ministério da Saúde divulgou, nessa quinta-feira, que dos 682 médicos com diploma estrangeiros que chegaram ao país para o treinamento da primeira etapa do Programa Mais Médicos, 11 ficaram de recuperação e um foi reprovado. Por três semanas, os profissionais tiveram aulas sobre saúde pública, com foco na organização e funcionamento do Sistema Único de Saúde e língua portuguesa e em seguida foram avaliados sobre os temas. O médico que foi reprovado é libanês e atuou na Ucrânia antes de vir para o Brasil. Ele iria atuar em Franco da Rocha (SP), mas foi eliminado do programa porque teve desempenho final abaixo de 30% nas avaliações.

Quatro médicos que atuavam em Cuba, três na Venezuela, um na Rússia, um na Bolívia, um na Argentina e um na Espanha tiveram desempenho entre 30% e 50% e vão passar por duas semanas de reforço em Brasília antes de começarem a trabalhar pelo programa. Para o cálculo de desempenho, foram considerados o conjunto de exercícios e atividades do módulo de avaliação (40%) e o teste final (60%).

De acordo com a assessoria do Ministério da Saúde, existe a possibilidade de um segundo adiamento do inicio da atuação desses médicos, pois até agora apenas 19 médicos com diploma estrangeiro têm registro provisório. Os registros foram concedidos hoje pelo Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul. Inicialmente eles começariam a atuar no dia 17 de setembro, mas a pasta adiou para o dia 23.”

(Agência Brasil)

Estiagem – Açudes cearenses vivem pior nível de abastecimento

“Dos 144 açudes monitorados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh) no Ceará, 84 (58,3%) estão com volume de água inferior a 30%. Entre esses, 25 estão com abastecimento abaixo de 10% de sua capacidade. Apenas o reservatório Gavião, em Pacatuba, opera com nível acima dos 90%. No Estado, a recarga chega a apenas 38,1% de sua capacidade total. Segundo a Cogerh, os últimos anos já estão sendo considerados como “o pior biênio da história” em recarga dos reservatórios. A seca prolongada e a falta de uma boa quadra chuvosa em 2013 fizeram com que a situação de estiagem se agravasse. Em comparação com o mesmo período do ano passado, a capacidade total de armazenamento no Ceará sofreu um decréscimo de 18,8%. Em números absolutos, o Estado armazena hoje apenas 7,1 milhões dos 18,8 milhões de litros d’água que comportaria.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, o número de açudes com volume inferior a 30% dobrou: passou de 42 para 84 reservatórios em situação crítica. Seus volumes também diminuíram. Se, em 2012, o Jenipapeiro II, em Baixio, era o reservatório em situação mais crítica, com apenas 7,3% de seu volume total; hoje, o Cupim, em Independência, amarga o título com apenas 0,4% de sua capacidade.

Segundo o assessor da presidência da Cogerh, Yuri Castro, os últimos anos já estão sendo considerados como “o pior biênio da história” em termos de recarga hídrica nos açudes do Estado. “O nível é considerado preocupante, porque, além da recarga ser baixa, ainda temos uma má distribuição dessa água. Algumas regiões estão com o nível abaixo de 10%, como a bacia do Sertão de Crateús”.

(O POVO)