Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Presidente da AMB diz que Programa Mais Médicos é um "fracasso"

75 2

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=y6rhMyTfcBc&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

A Associação Médica Brasileira avalia como um “fracasso” o programa Mais Médicos. Segundo o presidente da entidade, Florentino Cardoso, a pouca inscrição registrada na primeira fase do programa – cerca de 900 profissionais, mostrou que o governo federal não conseguiu fazer valer sua vontade de ampliar o atendimento, porque não oferece condições de trabalho no Interior.

Para Florentino Cardoso, é preciso que os ministérios da Saúde e da Educação se sentem com as entidades médicas e, de forma aberta, discutam um programa com condições de trabalho, mas também com respeito às leis trabalhistas.

No Circo de Brasilia, um festival de bonecos.

“Grupos de teatro de bonecos de cinco países vão se apresentar a partir de amanhã (14), em Brasília. Artistas da Rússia, Coreia do Sul, Inglaterra e Itália, além de brasileiros, participarão do Festival Sesi Bonecos do Mundo, no Museu Nacional da República. A mostra, promovida pelo Serviço Social da Indústria (Sesi), vai até o domingo (18). Durante os cinco dias, o público terá a oportunidade de conhecer diversas formas de trabalhar a marionete, como o teatro de caixa, mamulengo, a técnica de fios e o teatro de sombras.

O grupo mineiro Giramundo é um dos destaques da programação, com o espetáculo Aventuras de Alice no País das Maravilhas. Serão 55 bonecos e um ator misturando teatro de bonecos, artes plásticas, música e cinema. Os músicos Arnaldo Baptista, ex-integrante da banda Os Mutantes; e Fernanda Takai, da banda Pato Fu, dublam os personagens. A banda Pato Fu se apresentará no festival, com o show Música de Brinquedo.

Outro artista que estará na capital federal é o russo Viktor Antonov. Ele é considerado um dos grandes mestres de marionetes em seu país e apresentará seu Circo de Fios. Trata-se de um pequeno circo e seus personagens: o palhaço, a bailarina hindu, o camelo, o halterofilista e macacos acrobatas. Antonov também vai protagonizar uma das três oficinas disponíveis no Sesi Bonecos do Mundo. Nela, o russo vai ensinar técnicas de controle e manipulação de marionetes.”

(Agência Brasil) 

Programa Mais Médicos abre nova etapa de inscrições a partir de 5ª feira

79 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=hUDPs7aiiDQ[/youtube]

O governo federal vai abrir, a partir de quinta-feira, mais uma etapa de inscrições do Programa Mais Médicos. Apesar de ter inscrito pouco mais de 900 profissionais, quando as Prefeituras solicitaram cerca de 15 mil profissionais.

O secretário nacional de Gestão e Participação Popular,  Odorico Monteiro, não vê a pouca adesão como fracasso do governo e garante: as inscrições do Programa Mais Médicos serão permanentes.

Em Brasília, Dia Nacional de Mobilização em Defesa da Educação

“Brasília está vivendo o Dia Nacional de Mobilização em Defesa da Educação. A promoção é de diversas entidades ligadas ao setor – movimentos sociais, estudantes, professores e trabalhadores da área que vão às ruas, em todo o país, pedir a destinação dos recursos do petróleo para educação e saúde. Eles defendem a aprovação do substitutivo apresentando pelo deputado André Figueiredo (PDT-CE) e já aprovado na primeira votação na Câmara.

O texto foi aprovado pela Câmara e encaminhado ao Senado, onde sofreu modificações e agora retornou à Casa. O texto de Figueiredo propõe que 75% dos royalties do petróleo sejam destinados à educação e 25%, à saúde. No Senado, essa parte da proposta foi mantida. A principal diferença entre os textos da Câmara e do Senado está no uso dos recursos do Fundo Social.

O texto do Senado determina a aplicação obrigatória de 50% dos rendimentos do fundo em saúde e educação, já o da Câmara prevê que metade das verbas totais do fundo seja investida nos setores. A conclusão da votação do projeto de lei que destina os recursos dos royalties do petróleo para a educação e saúde é uma das prioridades da Câmara esta semana. Concluída a votação, o projeto será encaminhado à sanção presidencial, uma vez que já foi aprovado pelo Senado.”

(Agência Brasil)

OAB cobra marco legal para o Parque do Cocó

80 1

Ricardo-Bacelar

“A Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará, resolveu cobrar do governo estadual celeridade na definição de um marco legal para o Parque do Cocó. A informação é do vice-presidente da entidade, Ricardo Bacelar, observando que a Comissão de Direito Ambiental da OAB estuda o caso polêmico das obras dos viadutos no encontro da avenida Antônio Sales com Engenheiro Santana Júnior e que avançou em trecho do parque.

Ricardo afirma que a entidade não entrará no mérito da peleja política, que levou grupo a ocupar a área e que envolve questões judiciais e Ministério Público.

“A OAB vai cobrar do governador um marco legal, com definição da área do parque”, diz. Ele reconhece que o caso é complexo.

Eis a OAB, que andou meio sumida nessa história, querendo mostrar serviço. O que é bom.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Estado, Prefeitura e Justiça garantem "papel da casa" para mutuários da Cohab

O governador Cid Gomes, o prefeito Roberto Cláudio e o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido, vão assinar, às 11 horas desta terça-feira, no auditório do Paço Municipal, o Convênio de Cooperação Mútua que permitirá a regularização fundiária (papel da casa) de 22.877 famílias residentes em Fortaleza. O convênio beneficiará quem adquiriu imóveis junto à Companhia da Habitação do Ceará (Cohab), por meio do Sistema Financeiro da Habitação (SFH).

O convênio tem como objetivo facilitar a obtenção da escritura da casa própria para famílias que moram em imóveis sem documentação, em diversos conjuntos habitacionais da Capital. O processo de regulamentação da escritura será uma ação conjunta e terá etapas que envolverão a Cohab, a Sefin e os cartórios de registros de imóveis.

Em julho deste ano, a Câmara Municipal aprovou um conjunto de leis que tratam da renúncia pelo Município de Fortaleza da cobrança de dívidas do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e do Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), permitindo a tramitação dos documentos de regularização. A partir de 2015, a Secretaria Municipal de Finanças não fará mais a cobrança dos impostos para imóveis localizados em áreas de conjuntos habitacionais que devem identificadas e encaminhadas ao fisco municipal.

Artur Bruno diz que José Maria Castro vai reaproximar o PT dos movimentos sociais

58 3

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=YTpxY24WN5o&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

Os grupos do deputado federal Artur Bruno, do secretário estadual da Cultura, Francisco Pinheiro, e do vereador Acrísio Sena inscrevem como candidato a presidente estadual do PT o sindicalista José Maria Castro. O Processo de Eleição Direta para renovação do comando petista ocorrerá em novembro.

Nesta terça-feira, o deputado federal Artur Bruno falou sobre o candidato e suas propostas e reafirmou que o PT estadual vive clima de letargia.

Dilma visitará os EUA em outubro

“Em dois meses, a presidenta Dilma Rousseff será recebida nos Estados Unidos com honras de chefe de Estado. A visita está marcada para 23 de outubro. O último brasileiro recebido da mesma forma foi o então presidente Fernando Henrique Cardoso, em 1995. A honraria é concedida pelos norte-americanos a raras autoridades, pois envolve uma série de situações relacionadas ao cerimonial.

De acordo com diplomatas brasileiros, a organização da visita está adiantada – a última reunião ocorreu em julho. Dilma deverá ser recebida na Casa Branca com um tapete vermelho e homenageada com um jantar de gala. Também terá momentos de retribuição às homenagens que receberá, como ao depositar flores no obelisco – monumento em memória aos heróis de guerra.

Os preparativos da visita são organizados nos mínimos detalhes, entre eles as preferências da presidenta para o cardápio e o gosto musical. Em maio, quando o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, foi a Washington (Estados Unidos) e esteve com o secretário de Estado, John Kerry, ficou definida a data da visita de Dilma.”

(Agência Brasil)

Empresariado cearense reforça lobby em Brasília pela derrubada de veto presidencial

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=0Qf-7iWpjWw&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) realiza, nesta terça-feira, em Brasília, lobby congregando todos os presidentes de federações estaduais da indústria e seus diretores. O objetivo é derrubar veto presidencial aos 10% de multa do FGTS.

O vice-presidente do Sinduscon do Ceará, Heitor Studart, que embarcou nesta madrugada de terça-feira, deu detalhes sobre o lobby do setor empresarial e explicou motivos dessa pressão política.

Começa a disputa pelo comando do PT do Ceará

“Três grandes alianças entre os principais caciques do PT disputam a sucessão de Luizianne Lins no comando estadual do partido. As inscrições se encerraram na noite de ontem. Desponta como favorito Francisco de Assis Diniz, ex-presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Ceará e atual presidente do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), vinculado ao Governo do Estado. Diassis, como é conhecido, é ligado ao líder do PT na Câmara dos Deputados, José Guimarães. Ele disputa ainda em aliança com os deputados federais José Airton Cirilo e Ilário Marques.

Pelo grupo de Luizianne, o candidato é Guilherme Sampaio, líder da oposição ao prefeito Roberto Cláudio (PSB) na Câmara Municipal de Fortaleza. O vereador tem apoio também do grupo do senador José Pimentel, líder do governo Dilma Rousseff (PT) no Congresso Nacional. Outro terceiro polo na disputa é representado pelo sindicalista José Maria Castro. Ligado ao secretário estadual da Cultura, Francisco Pinheiro, ele tem ainda o apoio do deputado federal Artur Bruno e do ex-presidente da Câmara de Fortaleza, Acrísio Sena. Também estão na disputa Antônio Ibiapino e Eudes Baima, que concorrem por grupos menores dentro da legenda.

O cenário representa o racha entre as várias forças que elegeram Luizianne Lins presidente do PT em 2009. Na época, Ilário comandava a legenda em linha de confronto com o governador Cid Gomes (PSB), após décadas de predomínio do grupo de Guimarães. Diante do resultado imprevisível do embate com o então dirigente da sigla e da dúvida sobre o posicionamento do grupo de Luizianne, o hoje líder petista articulou grande aliança em torno da então prefeita de Fortaleza. Contrariado, Ilário retirou a candidatura e ela foi confirmada no cargo. Agora, fora do Paço Municipal, o acordo para elegê-la se rompeu em várias frentes diversas.

Fortaleza

A eleição para o comando do PT de Fortaleza deverá refletir mais ou menos a mesma correlação de forças. Pelo grupo de Luizianne, à frente do diretório há mais de uma década, o candidato deverá ser Elmano de Freitas, derrotado no ano passado na disputa para prefeito de Fortaleza. Com apoio do grupo de Guimarães, o mais cotado para concorrer é José Airton Cirilo. E, ao lado de Bruno e Pinheiro, Acrísio será candidato. As inscrições de candidato para o diretório municipal vão até 11 de setembro.”

(O POVO)

Guimarães em queda de braço com André Figueiredo para votação dos royalties do petróleo

125 1

foto 130813 guimarães e andré

Em mais uma reunião com a base aliada, a presidenta Dilma Rousseff pediu nessa segunda-feira (12) que líderes de partidos de apoio ao governo na Câmara negociem um acordo sobre o projeto que vincula os royalties do petróleo a investimentos na educação para que a proposta seja votada nesta quarta-feira (14). Ao contrário do governo, o relator da proposta na Câmara, André Figueiredo (PDT-CE), quer levar o texto para votação nesta terça-feira (13).

“A presidenta nos pediu para construir um acordo, no sentido de buscar o melhor para a educação pública, e nós vamos buscar construir isso até quarta-feira. Nos próximos quatro anos, já há, do ponto de vista da participação da União, R$ 4 bilhões, que serão acrescidos no orçamento da educação, porque essa decisão o governo já tomou. O debate principal que temos é como tratar os recursos do Fundo Social, o chamado Fundo Soberano”, disse o líder do PT na Câmara, José Guimarães, após reunião de cerca de três horas. “Vamos fazer debate com as bancadas. Delegou-se aos líderes a solução política do impasse”, completou.

A ministra da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, responsável pela articulação com o Congresso, disse que o governo vai receber nesta terça-feira bancadas de pelo menos quatro partidos para tentar garantir um acordo em torno dos royalties do pré-sal. Nas reuniões, ministros deverão apresentar projeções feitas pelo governo sobre a perspectiva de arrecadação com a exploração do Campo de Libra, primeiro do pré-sal a ser licitado, em outubro. “Esses dados poderão influenciar de forma significativa no posicionamento de várias bancadas”, declarou.

A reunião dessa segunda-feira foi o quarto encontro entre Dilma e parlamentares em uma semana. A mudança de comportamento da presidenta com o Congresso tem agradado a base aliada e deve ser mantida, segundo Ideli. “Os resultados já estão aí, estamos tendo debates, propostas, possibilidade de acordos, negociações em temas que são muito importantes para o país. É um novo momento, eu estou gostando muito, apesar de dar muito mais trabalho, porque são muitas reuniões, mas depois você economiza, porque tudo que é feito com acordo, já fica decidido”, disse. “Ela está Dilminha paz e amor total”, brincou a ministra.

(Agência Brasil)

Presidente do PMDB diz que denúncia envolvendo partido faz parte de "paranoia política"

O presidente nacional do PMDB, senador Waldir Raupp (RO), classificou como “paranoia política” a denúncia veiculada pela revista Época, esta semana, em que um ex-diretor da BR Distribuidora acusa a existência de um esquema de corrupção na Petrobras para beneficiar parlamentares do partido. Segundo a matéria, o ex-diretor João Augusto Henriques diz que 70% dos recursos desviados no esquema foram destinados a membros do PMDB em Minas Gerais e ao partido nas últimas campanhas eleitorais. Para Raupp, tanto a denúncia quanto a repercussão dela no Congresso, onde a oposição apresentou requerimento para ouvir Henriques e insiste na criação de uma CPI da Petrobras, têm a ver com uma guerra política voltada para as eleições do ano que vem.

“O que está havendo é uma guerra política, uma paranoia. O Brasil vive um denuncismo político e com fins eleitorais muito fortes. Isso não é bom”, disse o presidente do PMDB.

Raupp garantiu que o partido está com as contas das campanhas eleitorais de 2010 e 2012 abertas no Tribunal Superior Eleitoral e que todas as doações recebidas foram declaradas ao tribunal. “Todo recurso que o PMDB recebe nas campanhas está devidamente registrado no TSE e prestado contas. Em 2010 eu estava na direção do PMDB e não conheço também esse cidadão, então não poderia acrescentar muita coisa [sobre João Augusto Henriques]”, disse Raupp.

O presidente do PMDB defendeu ainda o fim da reeleição na reforma política como forma de inibir as guerras políticas que antecedem o período eleitoral. Na opinião dele, o instituto da reeleição deixa “todos muito nervosos, tanto governos estaduais, quanto o presidente da República” e, por isso, deve acabar. Mais cedo o líder do PSDB, senador Aloysio Nunes Ferreira (SP), apresentou requerimento pedindo que João Augusto Henriques seja convidado pela Comissão de Meio Ambiente, Fiscalização e Controle para dar esclarecimentos sobre a reportagem.

(Agência Brasil)

MP do Ceará vai reiterar perguntas à Prefeitura sobre obras do Cocó

“O promotor José Francisco de Oliveira Filho, do Ministério Público do Estado do Ceará, vai enviar novamente hoje, à Prefeitura de Fortaleza, ofício com questionamentos sobre a operação de retirada dos acampados do Cocó realizada na madrugada da última quinta-feira. O ofício, endereçado ao titular da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã, Francisco Veras, já tinha sido enviado no dia da operação, mas não houve resposta. “Amanhã (hoje) vou reiterar”, disse José Filho ontem ao O POVO. A assessoria de imprensa do secretário Veras informou ontem que ele recebeu o documento na quinta-feira e está elaborando as respostas para enviá-las “o mais rápido possível”.

No ofício, o promotor questiona qual autoridade ordenou a operação de retirada dos acampados; se esta foi respaldada por mandado judicial e, caso não tenha sido, qual a justificativa para sua execução; e se o secretário recebeu alguma recomendação por parte do Ministério Público Estadual. Neste último caso, José Filho refere-se ao documento enviado no dia 16 de julho a Francisco Veras, no qual o MP recomendava que a Guarda Municipal se abstivesse de praticar atos contra a integridade física das pessoas acampadas no Cocó.

Segundo o promotor, o secretário terá 48 horas, contadas a partir do recebimento do ofício, para responder às perguntas. “Se não responder, vamos para as medidas administrativas”, disse José Filho. “É crime conta a administração pública deixar de responder”.

Operação de retirada

Por volta das 4h da última quinta-feira, 120 homens do Grupo de Operações Especiais da Guarda Municipal efetuaram a operação que retirou os cerca de 40 integrantes do acampamento montado no Parque do Cocó em protesto contra a construção de dois viadutos nas avenidas Engenheiro Santana Junior e Antônio Sales.

Na ação, segundo os acampados, a Guarda Municipal usou bombas de efeito moral, balas de borracha e spray de pimenta para expulsá-los das barracas. A Prefeitura de Fortaleza, por meio da assessoria de imprensa, admitiu apenas o emprego do armamento de efeito moral. Já o prefeito Roberto Cláudio, em entrevista ao O POVO na manhã do dia da ação de retirada afirmou que não houve “violência” contra os manifestantes.

Ainda naquele mesmo dia, o juiz da 6ª Vara Federal, Francisco Roberto Machado, suspendeu a retomada das obras no Cocó, atendendo a ação do procurador da República Oscar Costa Filho. Na sequência, o local voltou a ser ocupado por manifestantes que desde então permanecem acampados.”

(O POVO)

Estiagem – 40 cidades em situação crítica no Ceará

499 1

“As principais fontes de água de 36 cidades cearenses devem secar até o começo do próximo ano. São sedes de municípios que, segundo relatório da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), ficarão com “fonte hídrica insatisfatória”, obrigando o Estado a buscar alternativas de abastecimento – como já acontece em Quiterianópolis, Salitre, Antonina do Norte e Caridade, cidades que viram suas fontes primeiras de abastecimento se acabarem nos últimos meses.

Os dados foram apresentados durante reunião do Comitê Integrado da Seca do Ceará, na manhã de ontem. Além das 36 cidades, o distrito de Pecém, em São Gonçalo do Amarante, também deve ficar em situação crítica até o fim do ano.

A falta d’água, porém, não deve representar um colapso, indica o assessor da presidência da Cogerh, Yuri Castro de Oliveira. “Sempre haverá alguma fonte (de água). Colapso nunca vai existir. Fonte hídrica insatisfatória significa que aquele açude que abastece a cidade não vai suportar. Aí vamos buscar alternativas pra abastecer, que pode ser poço, carro-pipa, adutora emergencial. Cidade nenhuma terá colapso”, tranquiliza.

Fortaleza, afirma Oliveira, tem abastecimento garantido “por pelo menos mais três anos”, mesmo que os próximos períodos chuvosos não sejam intensos, devido ao açude Castanhão, em Alto Santo, que está com 49,48% da capacidade.

Poços

Para tentar amenizar o problema, a perfuração de poços será reforçada a partir do próximo mês. Com recursos do Governo Federal e cinco novos equipamentos para perfuração, o Batalhão de Engenharia do Exército Brasileiro deve construir 40 novos poços até dezembro e recuperar cerca de mil, em parceria com a Defesa Civil e o Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs).

As cidades de Canindé, Nova Russas, Caririaçu, Potengi, Baixio e Irauçuba devem ser as primeiras beneficiadas. Três distritos em situação de colapso na principal fonte hídrica também devem ser priorizados: Santa Cruz de Banabuiú (Pedra Branca), Campos Belo (Caridade) e Crioulas (Pereiro).

“A nossa capacidade de perfuração de poços vai quase dobrar com a chegada das cinco máquinas”, avalia Nelson Martins, secretário do Desenvolvimento Agrário. Martins pontua que as soluções para cada localidade com dificuldades de abastecimento são analisadas semanalmente pelo governador Cid Gomes em reunião com a Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH).

Nas cidades em situação crítica, as ações definitivas planejadas ou em andamento incluem, entre outras medidas, a construção de novos açudes. Já entre as ações emergenciais há distribuição de água em carros-pipa, o que, no Ceará, ocorre em 151 municípios.”

*O POVO)

Presidente da Câmara cria CPIs para investigar Ecad e exploração do trabalho infantil

O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), assinou ato de criação de duas comissões parlamentares de inquérito (CPIs). Elas estavam na fila aguardando despacho da Mesa Diretora da Câmara desde abril e maio do ano passado. Ao todo já foram apresentados nesta legislatura, que começou em 2011, 25 pedidos de criação de CPI.

As comissões parlamentares de inquérito criadas hoje se destinam a investigar e apurar o atual sistema de arrecadação e distribuição de direitos autorais, executado pelo Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), e a exploração do trabalho infantil no Brasil. Agora caberá aos líderes partidários a indicação dos integrantes das comissões para que elas sejam instaladas.

Na quinta-feira (15), Henrique Alves deverá assinar ato de criação de CPI destinada a apurar denúncias de fraude no pagamento de precatório expedido pelo Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região, na década de 1990, e que foi suspenso pelo Conselho Nacional de Justiça.

Atualmente, estão em funcionamento na Câmara duas CPIs: uma que investiga o tráfico de pessoas e a outra que apura denúncias de exploração sexual de crianças e adolescentes no Brasil. Pelo Regimento Interno da Câmara, cinco CPIs podem funcionar simultaneamente na Casa.

Ainda aguardam na Mesa da Câmara pedidos para criação de CPIs destinadas a investigar as prestadoras de telefonia móvel, práticas abusivas das empresas de aviação civil, os institutos de pesquisa nas eleições municipais de 2012, indícios de irregularidades na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a divulgação de pesquisas eleitorais, promoção da legalização do aborto, demarcação de terras indígenas e de remanescentes de quilombolas e as denúncias contra a Petrobras.

(Agência Brasil)

Cristovam critica os gastos do governo Dilma com publicidade

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) criticou nesta segunda-feira (12) os gastos do governo da presidente Dilma Rousseff com publicidade. O senador citou dados publicados nos jornais que apontam gastos de R$ 3,56 bilhões com publicidade em 2010 e 2011. Para o senador, o valor parece ainda mais alto se comparado ao que foi gasto na construção de creches, por exemplo.

– É um absurdo esse uso do orçamento em que se gasta 50 vezes mais em publicidade do que em creches. Eu não vou comparar com outros itens, ma também daria para comparar – afirmou o senador, ao informar que o valor gasto em creches no período foi de R$ 100 milhões.

Para Cristovam, os gastos com publicidade têm como objetivo passar a impressão de que o Brasil vai bem e disfarçar os problemas como a falta de creches, por exemplo.

Em aparte, o senador Pedro Taques (PDT-MT) afirmou que o governo “parece sabonete, refrigerante ou cerveja”, que precisam de propaganda. Para Taques, é preciso fazer propaganda institucional sobre saúde, educação e segurança, sem gastar o orçamento de “uma produtora de Hollywood”.

(Agência Senado)

Petrobras registra queda de 19% no lucro líquido no segundo trimestre

petobras

“A queda de 19% no lucro líquido da Petrobras, de R$ 6,201 bilhões, no segundo trimestre do ano, na comparação com o primeiro trimestre, deveu-se, sobretudo, ao efeito da depreciação cambial sobre o endividamento líquido, de acordo com o diretor financeiro e de Relações com Investidores, Almir Barbassa. No período entre janeiro e março, a Petrobras registrou lucro líquido de R$ 7,693 bilhões. Ele e outros diretores falaram nesta manhã de segunda-feira a investidores durante a apresentação dos resultados da Petrobras na sede na empresa, no Centro do Rio de Janeiro. Apesar da queda, o resultado reverteu o prejuízo líquido de R$ 1,346 bilhão registrado no mesmo período de 2012. Barbassa explicou que as ações para limitar o impacto do câmbio sobre exportações futuras (contabilidade de Hedge) evitaram perdas de R$ 8 bilhões.

“Essas perdas são relativas a 70% do endividamento líquido expostos à variação cambial no segundo trimestre, contabilizadas pelo Patrimônio Líquido”, explicou ele. Barbassa ressaltou a contribuição do Programa de Desenvestimento (Prodesin) para o bom resultado das finanças no segundo trimestre do ano, com vendas de 50% dos ativos na África, o que levou ao ganho de R$ 1,9 bilhão, com aumento de caixa de R$ 3,4 bilhões.

“Houve elevado lucro operacional com expressivo aumento de geração de caixa. O Prodesin foi importante para aumentar o caixa. Até o segundo trimestre, os desenvestimentos totalizaram US$ 1,8 bilhão”, disse. O lucro operacional da companhia, de R$ 11,1 bilhões no segundo trimestre, representou aumento de 110% sobre o segundo trimestre de 2012 e de 13% contra o primeiro trimestre de 2013, segundo Barbassa. O diretor informou ainda que o lucro líquido da área internacional chegou a R$ 2 bilhões no segundo trimestre, contra R$ 700 milhões no trimestre anterior.

De acordo com o diretor de Exploração e Produção, José Formigli, o segundo semestre de 2013 foi satisfatório em termos de produção com aumento de 1% na produção de óleo e LGN entre o primeiro e o segundo trimestre (21 milhões de barris de petróleo por dia a mais). Houve também crescimento da produção dos campos do pré-sal de 7 milhões de barris de petróleo por dia neste trimestre em relação ao anterior. A produção nos campos do pré-sal também bateu novo recorde no trimestre analisado com média de 291 milhões de barris de petróleo por dia ante 277 milhões no trimestre passado. Nos primeiros três meses, a média havia sido de 277 milhões de barris de petróleo por dia.

(Agência Brasil)