Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Servidores da Emlurb paralisaram as atividades

emlubr

Os trabalhadores da Emlurb paralisaram as atividades nesta manhã de terça-eira. Eles cobram da Prefeitura de Fortaleza informações sobre a possível extinção da empresa. Querem também a reestruturação do órgão, melhoria das condições de trabalho e depósito do FGTS em atraso.

 

A categoria está mobilizada pelo Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos de Fortaleza (Sindifort) e pela associação d o pessoal da Emlurbr.

(Foto – Sindifort)

Capitão Wagner reforça lobby em Brasília pela aprovação da PEC 300

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=QQglR891GEA&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

Nesta terça-feira, em Brasília, lideranças dos policiais e bombeiros militares de todo o País farão um lobby junto ao presidente da Câmara dos Deputados pela votação, em segundo turno, da PEC 300. Essa matéria fixa o piso salarial nacional para os policiais.

O vereador Capitão Wagner, liderança dos PMs e bombeiros no Ceará, acompanha esse lobby. Capitão Wagner está otimista.

Escândalo do Pro-Jovem – André Figueiredo não pedirá direito de resposta à revista IstoÉ

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=1NPtlSUazNk&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O líder do PDT na Câmara, André Figueiredo, reafirmou, nesta terça-feira, antes de seguir para Brasília, que nada tem a ver com o escândalo do desvio de verbas do Pro-Jovem, programa do Ministério do Trabalho. O nome dele apareceu em reportagem da revista IstoÉ, no fim de semana, que o colocou como a pessoa que indicou o Instituto Mundial dedo Desenvolvimento e Cidadania (IMDC) para oferecer cursos de Pro-Jovem no Ceará. Isso, por meio da da Secretaria do trabalho e Desenvolvimento Social que, até bem pouco tempo, tinha como titular o pedetista Evandro Leitão.

Mesmo lamentando seu nome envolvido no escândalo, André Figueiredo diz que não vai pedir direito de resposta nem acionar a revista IstoÉ.

Empreender 2013 faz escala em Sobral

O VII Seminário Empreender 2013, uma promoção do Grupo de Comunicação O POVO, estará nesta terça-eira em Sobral. Hora de realizar, a partir das 15 horas, no Centro de Convenções desse município, um ciclo de palestras e oficinas para empreendedores. A Caravana do Empreender já passou por Itapipoca e Quixadá. Ao todo, nove cidades do interior do estado serão visitadas até o final de outubro.

Em Sobral, a programação terá a participação de Flávia Chagas, da Faculdade CDL, que ministrará a palestra sobre “Como vender mais e melhor”. Haverá ainda outra palestra com o tema “Empreendedorismo Digital”, com Rafael Galdino do Quartel Digital.

 

Cid Gomes assinará novo empréstimo para estrada: US$ 1,5 bilhão

123 1

cidgoomes

“O governador Cid Gomes vai assinar mais um empréstimo internacional. Será neste mês, no valor de US$ 1,5 bilhão, com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O empréstimo, segundo o secretário de Infraestrutura do Estado, Adahil Fontenele, diz respeito ao Programa de Recuperação e Construção de Estradas – Ceará IV.

Nessa nova estratégia, conforme Adahil, virão restaurações e também mudanças de categoria das vias melhorando a geometria horizontal e vertical para assegurar, com reforço do pavimento, tráfego de caminhões pesados em áreas do Estado. O Ceará IV começará em 2014 e durará cinco anos.

Ou seja, será legado de Cid para seu sucessor.”

(Coluna Vertical do O POVO)

Bilhete Único – 292 mil estão cadastrados, mas 59% não usam benefício

“Fazer o caminho, sem precisar passar por um dos sete terminais de integração. Além do benefício financeiro, que permite ao usuário pagar uma mesma passagem e pegar quantos ônibus quiser em até duas horas, o Bilhete Único (BU) poderá mudar a lógica do transporte público na Capital. Desde sua implantação, em junho, 292.385 pessoas se cadastraram para obter o cartão e, destes, 120 mil já fizeram algum tipo de integração. Os outros 172 mil (59%) ainda não utilizaram o sistema.

De acordo com cálculos da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), são 500 mil usuários por dia no transporte público (considerando-se que o um milhão de passagens divide-se em ida e volta da mesma pessoa). Neste contexto, a porcentagem de cadastramento do total de passageiros na Capital seria de 24%. A maioria (187 mil) sendo de carregamentos avulsos, 58 mil de estudantes e 47 mil de vale-transporte. Os números contrastam com a porcentagem de adesão ao Sistema de Integração Temporal, criado em 2007 e que, até hoje, só alcançou 1,7% dos passageiros, segundo dados da Etufor.

Benefícios

Menos viagens negativas (ir para lugares apenas para fazer integração), otimização da quantidade da frota, diminuição da circulação de dinheiro em ônibus, além de mais comodidade e menos tempo de transporte. Estes são os principais benefícios que o Bilhete Único pode trazer ao transporte público. “Os terminais foram criados como forma de concentrar a população para distribuí-la pela Cidade. A lógica deverá ser modificada, à medida que as novas formas de circulação forem se estabelecendo”, explica João Alencar, doutor em Engenharia de Transportes.

Apesar das futuras mudanças no planejamento de linhas em decorrência do novo sistema, o diretor técnico da Etufor garante que não haverá eliminação de terminais. “O sistema tronco-alimentador dos terminais, localizados no início dos maiores corredores de fluxo, racionaliza a rede e minimiza custos de transporte. Este modelo será sempre muito forte”, afirma.”

(O POVO)

Caso dos viadutos – Ativistas prometem corpo a corpo junto ao prefeito

146 2

“O grupo contrário à construção de viadutos no Cocó prepara novas formas de mobilização junto ao prefeito Roberto Cláudio (PSB) e a vereadores de Fortaleza. Os manifestantes planejam fazer corpo a corpo com o prefeito e secretários durante eventos públicos, entregar propostas alternativas aos viadutos diretamente no gabinete do prefeito e também apresentá-las na Câmara Municipal. As intenções foram discutidas ontem em audiência pública da Câmara realizada no Parque do Cocó por iniciativa do vereador Guilherme Sampaio (PT), líder da oposição.

Foi Guilherme quem sugeriu que os contrários à obra aproveitem eventos da Prefeitura para tentar falar com Roberto Cláudio e secretários pessoalmente. O vereador ficou de passar ao pessoal do acampamento os convites que recebe para tais eventos. O petista disse também que vai apresentar requerimento na Câmara para que os projetos alternativos sejam apresentados durante sessão da Casa. Já a ideia de entregar as propostas no gabinete do prefeito partiu de João Alfredo. “Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé”, disse ele.

Alfredo anunciou que irá a amanhã para entrar com denúncia na Secretaria de Direitos Humanos contra a Prefeitura, por causa da atuação da Guarda Municipal na desocupação, na madrugada de 8 de agosto, do acampamento montado no Parque do Cocó. “Vamos levar dossiê com fotos e vídeos mostrando todas as agressões”. Também participaram da audiência o procurador Oscar Costa Filho, o vereador Ronivaldo Maia (PT), a deputada Eliane Novais (PSB), as integrantes do grupo Crítica Radical Maria Luiza Fontenele e Rosa da Fonseca e o estudante de arquitetura Abner Souza, da UFC, que apresentou os projetos alternativos pensados por estudantes. Segundo Guilherme, foram convidados representantes da Procuradoria Geral do Município e das secretarias de Infraestrutura e de Urbanismo e Meio Ambiente, os quais não compareceram.”

(O POVO)

Governo apresenta alternativa para manter veto ao projeto dos 10% do FGTS

guimaraess

“O Palácio do Planalto apresentou ontem aos líderes aliados da Câmara e do Senado uma proposta alternativa para tentar manter o veto da presidente Dilma Rousseff ao projeto que acaba com a cobrança adicional de 10% do FGTS em demissões sem justa causa. Pela proposta, os recursos -que representam R$ 3,2 bilhões por ano- serão destinados ao programa habitacional Minha Casa, Minha Vida. Os trabalhadores demitidos sem justa causa que não tenham sido beneficiados pelo programa poderão sacar na aposentadoria sua contribuição.

A votação do veto ao fim da cobrança extra do FGTS está marcada para hoje. Líderes do PMDB e do PT avaliam que, após a movimentação do governo que envolveu diretamente a presidente, o texto deve ser mantido. “Nós vamos segurar o veto. Não vejo chance para o veto ser derrubado”, afirmou o líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ). “Segue as linhas do que eu vinha defendendo”, completou.

O líder do PT, José Guimarães (CE), disse que a proposta alternativa atende ao governo e aos trabalhadores e será aceita pelo Congresso. O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), também reforçou o discurso. Ele disse que o governo acolheu suas sugestões para a proposta alternativa. “É uma boa solução”, completou. Um dos principais articuladores do projeto pelo fim do adicional, o líder do PSD, Eduardo Sciarra (PR), disse que a expectativa, no entanto, é que pelo menos os deputados derrubem o veto. “Eu acho que a Câmara não vai aceitar o veto.”

(Com Agências)

Novo titular da Secult promete dar celeridade em projetos

artemamede

“O ex-coordenador de Comunicação e Marketing da UFC, jornalista Paulo Mamede, assumiu ontem, no final da tarde, a Secretaria da Cultura do Estado (Secult) sob o desafio de dar “celeridade” às ações da pasta. A posse oficial aconteceu em auditório na sede da Secult, no Centro. De perfil gerencial, Mamede, que já havia recusado convite para a mesma Secult em 2008, é levado ao posto num momento de profundo desgaste da imagem do governo Cid Gomes entre artistas e produtores culturais.

A última gestão, cheia de idas e vindas, vinha acumulado duras críticas. O nome de Mamede, ligado às ações culturais na UFC, deve apaziguar, pelo menos momentaneamente, os ânimos no meio. Mamede terá apenas um ano e três meses de gestão e vai enfrentar o ano eleitoral de 2014, o que fará seu trabalho ainda mais curto: os recursos precisam ser manejados até abril.

Durante seu comando, quer fazer o que tem chamado de “tarefa cirúrgica”. Sem intenção de “teorizar” ou “inventar a roda”, o novo secretário diz pretender dar prioridade aos projetos já existentes, como a reforma do Theatro José de Alencar e o projeto da Pinacoteca do Estado, além de “agilizar” recursos para editais e o concurso público para a Secult. “Vou fazer uma força-tarefa onde tem problema”, destacou. “Eu tenho garantia do governador de que esses problemas serão resolvidos”, afirmou, referindo-se a uma eventual necessidade de aporte suplementar de recursos ou apoio jurídico e institucional do Palácio da Abolição.

Após ser anunciado como titular da Cultura, no último dia 9, Mamede convidou artistas para reuniões informais. Segundo ele, as principais reivindicações apresentadas são a solução de pendências. Ainda este mês, a III Conferência Estadual de Cultura deverá incrementar as reivindicações para o setor. A equipe de trabalho de Paulo deve ser anunciada amanhã. “Não tive nenhum tipo de orientação (do governador), nem em termos de nome”. Durante os próximos 10 dias, ele receberá relatórios dos diferentes setores da secretaria para ter detalhes da área.

Pinheiro

Francisco Pinheiro compareceu à solenidade de ontem. Em seu discurso, agradeceu às críticas “justas” e “injustas” e afirmou ter investido o recurso público de forma “clara”. O ex-secretário voltou a destacar as ações da Secult no Interior. Ele afirmou ainda que investimento em “formação” foram uma de suas marcas à frente da pasta.”

(O POVO)

Senado aprova minirreforma eleitoral e texto segue para a Câmara

Após a aprovação de algumas emendas, o Senado concluiu, na noite dessa segunda-feira (16) a votação do projeto da minirreforma eleitoral e encaminhou o texto para a Câmara dos Deputados. A matéria regulamenta diversas questões relacionadas às campanhas e ao processo eleitoral. Por isso, precisa ser votada e sancionada até o dia 4 de outubro para valer nas eleições do ano que vem.

Entre as principais mudanças estabelecidas no projeto está a proibição de que os partidos troquem seus candidatos na véspera da eleição, como ocorre atualmente. O texto estabelece que a mudança tem que ser feita até 20 dias antes do pleito. “Aquela questão de o candidato ficha suja ficar concorrendo até a véspera da eleição e depois trocar em cima da hora, nós acabamos com isso”, explicou o autor do projeto, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

O texto também proíbe que o presidente da República que for candidato à reeleição faça pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão para se promover ou atacar candidatos da oposição. Outro ponto da atual lei eleitoral que é alterado no projeto é o que trata da propaganda de boca de urna. O texto estipula multa, além da prisão, para quem praticar a divulgação de candidato no dia da eleição.

A minirreforma eleitoral ainda proíbe a propaganda em faixas, muros e placas e o adesivamento total de carros, chamado de envelopagem. Ficam permitidos adesivos de até 50 centímetros no vidro traseiro e a emissão de opinião pessoal em redes sociais na internet. Foi imposto ainda um limite de contratação de cabos eleitorais. Uma emenda pretendia impedir a doação de empresas para as campanhas, mas foi rejeitada pelo plenário.

(Agência Brasil)

Ciro promete contratar 250 leitos para acabar com "piscinão" do HGF

217 1

cirogomm

“Contratar 250 leitos em hospitais privados e filantrópicos para desafogar os principais hospitais do Ceará e acabar com o “piscinão” do Hospital Geral de Fortaleza (HGF). É o que propõem o titular da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), Ciro Gomes, e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio.

Os gastos com a contratação de leitos serão partilhados entre a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). A medida, anunciada ontem após reunião entre os dois gestores, no Paço Municipal, deverá ser implantada nos próximos 30 dias. A expectativa é aumentar a capacidade da rede pública estadual e disponibilizar mais 300 leitos domiciliares funcionando como rede de apoio. O prefeito ainda não sabe quanto será gasto com a medida, mas tanto ele quanto Ciro garantiram que não faltará verba.

Ao tomar posse, Ciro prometeu que, em 90 dias, extinguiria o “piscinão”, área improvisada onde pacientes aguardam um leito. Ontem, o secretário afirmou que, alterando a estrutura física do HGF, é possível conseguir lugar para mais 50 pacientes. Ciro também disse que, com pequenos ajustes, é possível conseguir mais 60 leitos no Hospital Geral Waldemar de Alcântara (HGWA), em Messejana. “É importante lembrar que muitos pacientes que estão nos corredores dos hospitais podem ficar internados nesta rede de retaguarda com dignidade”, afirmou Roberto Cláudio.

Em casa

Os 300 leitos domiciliares fazem parte dessa solução emergencial para desafogar os grandes hospitais. Segundo Ciro, o paciente internado em casa pode ter o mesmo suporte que teria em uma emergência do HGF, por exemplo. “Em vez de o paciente ficar maltratado ou no desconforto de um hospital, ele fica com sua própria família. A gente vai antes no domicílio, prepara o local para recebê-lo e essa equipe médica visita o paciente todo dia. É nutricionista para ver sua alimentação, fisioterapia, higiene e o médico vai lá consultar.”

(O POVO)

Tigre sofre virada e terá que vencer próximo jogo

Após estar à frente do placar, por quase todo o primeiro tempo, o Tiradentes sofreu a virada do Botafogo da Paraíba, na noite dessa segunda-feira (16), no estádio Amigão, em João Pessoa, ao ser derrotado por 2 a 1. A partida fechou os jogos de ida das quartas-de-final da Série D do Campeonato Brasileiro.

Índio, aos 16 minutos do primeiro tempo abriu o placar para o time cearense, enquanto Warley (ex-Palmeiras e ex-São Paulo) marcou os dois gols da vitória paraibana, ambos no segundo tempo. Para assegurar vaga na Série C de 2014, o Tiradentes terá que derrotar o Botafogo, no próximo domingo, no estádio Presidente Vargas.

Mais de 10 mil torcedores compareceram ao estádio. A partida também marcou o confronto entre os treinadores cearenses Danilo e Marcelo Vilar (Botafogo).

(Com agências)

Dilma define nesta 3ª feira se viaja para os EUA

“A presidente Dilma conversou ontem com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, por iniciativa dele. A conversa durou cerca de 20 minutos e foi acompanhada pelo ministro Luiz Alberto Figueiredo (Relações Exteriores). Dilma, segundo o porta-voz da Presidência, Thomas Traumann, deverá ter uma posição oficial sobre sua ida a Washington hoje. Havia a expectativa de que ela formalizasse sua posição após a conversa com Figueiredo, que foi, na semana passada, ao EUA discutir os casos de espionagem contra o governo.

A ida da presidente aos EUA está em estudo após acusações de que ela e a Petrobras foram alvo de espionagem pela NSA (Agência de Segurança Nacional dos EUA), segundo reportagens no programa Fantástico, da TV Globo, neste mês. As revelações partiram de documentos secretos obtidos pelo jornalista Glenn Greenwald com Edward Snowden, ex-técnico da NSA, asilado na Rússia. Os papéis mostraram que a comunicação entre Dilma e assessores foi monitorada pela agência americana.

Na avaliação da presidente, os EUA não pediram desculpas e não deram explicações convincentes sobre a espionagem no Brasil, que atingiu a comunicação da própria presidente com auxiliares. Categoria diplomática mais alta concedida a estrangeiros, a visita de Estado é reservada a parceiros estratégicos mais próximos dos EUA e implica em formalidades como um jantar de gala na Casa Branca e uma cerimônia militar na chegada.”

(Folhapress)

Dilma se reúne com Comitê Gestor da Internet e defende neutralidade de rede

O Comitê Gestor da Internet (CGI) se reuniu nessa segunda-feira (16) com a presidente Dilma Rousseff  para tratar do Projeto de Lei do Marco Civil da Internet. De acordo com o coordenador do CGI, Virgílio Almeida, o principal ponto apresentado no encontro, e aprovado pela presidente, é que a neutralidade de rede seja assegurada com a proposta.

“O CGI defende a neutralidade de rede, ou seja, a não discriminação e o não bloqueio de pacotes em função da origem, destino e conteúdo”, disse. Virgílio Almeida representa o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação no CGI, conselho que reúne sociedade civil e governo com o intuito de coordenar serviços de internet no Brasil.

Na última quarta-feira (9), a presidente pediu urgência para a votação do projeto de lei, medida que tranca a pauta da Câmara caso não seja apreciado em um de 45 dias.

(Agência Brasil)

Aprovado texto da minirreforma eleitoral, mas emendas ainda serão votadas

77 2

O plenário aprovou na noite desta segunda-feira (16), em primeiro turno, o projeto da minirreforma eleitoral. Por acordo, a sessão plenária foi suspensa por 30 minutos para que os senadores cheguem a um acordo em torno das emendas apresentadas ao projeto. Foram propostas inicialmente mais de 50 alterações ao PLS 441/2012. O relator, senador Valdir Raupp (PMDB-RO) deu parecer contrário à maioria das mudanças sugeridas

O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) foi quem apresentou a sugestão de interromper a sessão para que os líderes e demais senadores negociem o novo texto que vai tratar de medidas para baratear os custos das campanhas e dar mais transparência ao processo eleitoral.

Assim que a sessão for reaberta, o plenário vai votar as emendas e o projeto em turno suplementar.

O primeiro dia da semana do esforço concentrado começou por volta das 17h30min. Por sugestão do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), o primeiro item analisado foi o projeto de resolução 66/13, que estabelece procedimentos para que as comissões permanentes da Casa avaliem políticas públicas desenvolvidas pelo Poder Executivo.

Depois de aprovar a resolução, iniciou-se o exame do projeto de lei da minirreforma eleitoral, que contém medidas para redução dos custos de campanhas.

(Agência Senado)

Procuradora-geral defende liberdade sexual nas Forças Armadas

A procuradora-geral da República em exercício, Helenita Acioli, defendeu a liberdade sexual nas Forças Armadas em parecer enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF).  A procuradora pediu ao Supremo a anulação do Artigo 235 do Código Penal Militar (CPM), que prevê pena de seis meses a um ano de prisão para o crime de pederastia. A ação é relatada pelo ministro Luís Roberto Barroso.

Na ação enviada ao Supremo, a procuradora diz que considerar a prática de sexo nas instalações militares como crime de pederastia é inconstitucional, porque afronta os princípios constitucionais da dignidade da pessoa humana, da igualdade e da liberdade.   “Defende-se inexistir fundamento na atual Constituição que sustente a permanência do crime de pederastia no ordenamento jurídico brasileiro, tendo em vista que é nitidamente discriminatório”, disse a procuradora.

De acordo com Artigo 235 do Código Penal Militar (CPM), em vigor desde 1969, é crime sexual nas Forças Armadas “praticar ou permitir o militar que com ele se pratique ato libidinoso, homossexual ou não, em lugar sujeito a administração militar”.

Na ação, Helenita Acioli também defende a liberdade sexual nas instalações militares. Segundo a procuradora, a atual norma criminaliza o ato sexual consensual. “Impedir o ato sexual voluntário afronta dignidade da pessoa humana. Afinal, Freud nos ensinou que a saúde mental está diretamente vinculada à possibilidade de alocar libido, isto é, de investir energia sexual nos objetos de desejos. A privação do desejo sexual é, portanto, um atentado à busca pela felicidade”, argumentou a procuradora.

Helenita diz ainda que as punições somente ocorrer em casos de assédio sexual. “O que se poderia punir é o assédio sexual, visto que é ato que tenta impor a sexualidade de um sobre o de outro, sem seu consentimento. Não pode haver criminalização, entretanto, do exercício pleno da sexualidade consensual entre dois adultos, ainda mais quando os indivíduos não estejam exercendo qualquer função”, disse.

(Agência Brasil)

Em 5 meses, 11% dos policiais civis aprovados “pegam o beco”

174 3

Vinte e três policiais civis deixaram os quadros da corporação, enquanto outros cinquenta aguardam pela liberação. Os dados são do Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpoci-CE), de acordo com um levantamento nos últimos cinco meses. Os números não seriam tão alarmantes, se todo esse pessoal não tivesse sido nomeado em abril último, de acordo com o último concurso da Polícia Civil.

Segundo o presidente do Sinpoci-CE, Gustavo Simplício, a insatisfação dos novos policiais seria com as péssimas condições de trabalho nas delegacias do Estado. De acordo ainda com o dirigente, o salário de R$ 2,7 mil é visto pelos policiais como baixo, diante dos riscos.

Jovens são presas após se beijarem em culto de Feliciano

Duas estudantes, de 18 e 20 anos, foram presas na noite deste domingo, 15, após se beijarem durante evento evangélico realizado em São Sebastião, litoral norte de São Paulo. O protesto foi realizado enquanto o pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC/SP) iniciava sua pregação a cerca de dois mil fiéis.

Para o evento, um forte esquema policial foi montado pelas polícias Civil, Militar e Guarda Civil Municipal (GCM) com intuito de evitar manifestações durante o 5º Glorifica Litoral, que estavam programadas para ocorrer durante o culto com o deputado.

“Essas duas precisam sair daqui algemadas”, bradou Feliciano, sob aplausos dos evangélicos, que assistiram à cena por meio de dois telões. Do palco, o deputado instruía os policiais a localizarem as jovens em meio à multidão.

Joana Palhares, 18, e Yunka Mihura, 20, foram cercadas, detidas e algemadas por guardas municipais e encaminhadas para o 1º Distrito Policial de São Sebastião. Elas foram liberadas após prestarem depoimento. A atitude gerou revolta em um grupo de 10 pessoas que acompanhava as duas jovens.

Antes de serem encaminhadas para a delegacia, elas foram levadas para debaixo do palco, onde Joana afirmou ter sido agredida por diversos GCMs. “Só pararam porque a Yunca gritou muito”. Segundo ela, Yunca chegou a ser jogada pelos GCMs para o lado da grade que separava o palco do público.

Na delegacia, após passar por exame de corpo delito, Joana, que tem corpo franzino, apresentava diversos hematomas nos braços e nas costas. “Eles (guardas) simplesmente me jogaram na grade e depois nos levaram para debaixo do palco, onde fui agredida por três guardas e ainda levei dois tapas na cara, mesmo algemada. Tudo isso por causa de um beijo”, queixou-se Joana.

“Foi uma atitude completamente injusta, me senti impotente enquanto a Joana apanhava e eu não podia fazer nada. Mas vários casais heterossexuais estavam se beijando normalmente no evento”, relatou Yunca.

Denúncia

O advogado Daniel Galani, que representou as jovens, disse que irá formalizar uma denúncia contra o deputado na Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). “Foi uma afronta gravíssima aos direitos humanos e ao direito à livre expressão”, avaliou. “Como o deputado tem foro privilegiado, vamos ver como a OAB pode interferir nesta questão”.

Um boletim de ocorrência foi registrado pelas estudantes contra os guardas municipais que participaram da ocorrência. “Vamos apresentar também uma denúncia na corregedoria da Guarda Municipal para que apure o caso”. Ainda segundo o advogado, as estudantes não mantêm relacionamento homoafetivo. “Apenas se beijaram para se manifestarem contra a posição preconceituosa do deputado”.

“Perseguido”

Enquanto as estudantes prestavam depoimento na delegacia, Marco Feliciano condenou a atitude das estudantes. Com todo o público a seu favor, disparou críticas contra as jovens e seus respectivos pais. “O que pensam os pais dessas meninas que vêm a um culto para beijar outra mulher? Esses baderneiros terão o troco no ano que vem, pois seremos a maior bancada evangélica da história no Congresso”.

Feliciano também criticou a imprensa. “Se os jornais publicarem matérias e derem razão para esses baderneiros, vou convocar uma grande manifestação nas portas desses jornais para protestarmos na próxima terça-feira”. Ele se disse “perseguido” e “humilhado” pela mídia.

A reportagem tentou e não conseguiu contato com o deputado. Em sua conta pessoal no Twitter, Feliciano postou às 16h08 três mensagens em que apenas transcreve o art. 208 do Código Penal Brasileiro. “Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: pena detenção, 1 mês a 1 ano ou multa. P.U. Se há emprego de violência, a pena aumenta de 1/3, sem prejuízo da correspondente à violência”, escreveu o deputado.

(Agência Estado)

 

Cúpula do PR quer controlar Partido da Solidariedade no Ceará

110 1
Lúcio Alcântara

Lúcio Alcântara

O presidente estadual do Partido da República (PR), o ex-governador Lúcio Alcântara, ao lado do presidente de honra da legenda, Roberto Pessoa, estará em Brasília nesta terça-feira, 10. Os dois vão conversar com o deputado federal Paulo Pereira da Silva, o “Paulinho da Força”, sobre a possibilidade de assumirem o Partido da Solidariedade (PS) no Ceará.

Com Lúcio e Pessoa, estará também o deputado federal Vicente Arruda (PR), que pode vir a assumir como presidente do PS do Estado. A meta é controlar esta legenda para evitar que ela acabe nas mãos do governador Cid Gomes.

A sucessão estadual de 2014 promete.