Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Mandela é internado em estado grave devido à infecção pulmonar, mas permanece estável

mandela

O ex-presidente da África do Sul e Prêmio Nobel da Paz, Nelson Mandela, de 94 anos, foi internado neste sábado (8) em estado grave. Mandela teve uma “recorrência da infecção pulmonar”, segundo nota do governo sul-africano. De acordo com as autoridades do país, Mandela “permanece em estado grave, mas estável”. Ele respira sem ajuda de aparelhos.

Mandela recebe cuidados de médicos que tentam reverter o quadro. Em comunicado, o presidente sul-africano, Jacob Zuma, diz acompanhar a situação e torcer para que o ex-presidente melhore. Nos últimos meses, Mandela foi internado várias vezes em decorrência da pneumonia.

“O presidente Jacob Zuma, em nome do governo e da nação, deseja a Madiba [apelido de Mandela] uma rápida recuperação e pede à mídia e ao público para respeitarem a privacidade de Madiba e de sua família”, diz o texto.

O nome do hospital onde Mandela está internado não foi divulgado. Não há previsão de alta médica. Em dezembro de 2012 e janeiro de 2011, Mandela esteve internado também por infecções pulmonares, provavelmente ligadas a sequelas de uma tuberculose que contraiu quando estava preso em Robben Island – onde passou 18 dos seus 27 anos de prisão.

O patrimônio do ex-presidente é alvo de disputa entre suas filhas e seus amigos. Duas filhas de Mandela tentam na Justiça garantir o direito de administrar fundos de investimentos do pai.  A disputa envolve os fundos Harmonieux Investment Holdings e da Magnifique Investment Holdings estimados em cerca de US$ 1,7 milhão. Os fundos em disputa pertencem apenas a uma parte da herança de Mandela.

(Agência Brasil)

Justiça, ainda que tarde

61 3

Em artigo no O POVO deste sábado (8), o médico, antropólogo e professor universitário Antônio Mourão comenta da demora da Justiça em cumprir o seu papel. Confira:

Ando preocupado com a Justiça do meu país. Além da dificuldade em julgar, posto que se leva anos e mais anos para chegar a uma decisão definitiva, e quando acaba, os próprios entes do Poder Público, não cumprem as sentenças dela emanadas.

Temos um exemplo que clama, aqui no Ceará. É o processo que rola há mais de 24 anos contra o Governo do Estado, patrocinado por um grupo de professores das universidades estaduais. O famoso e trágico piso salarial.

Foi assim: o governo de Gonzaga Mota instituiu o piso salarial. Vivíamos os tempos da reconstrução democrática do país, com uma Assembleia Constituinte em curso etc. Foram levantadas dúvidas sobre a legitimidade da conquista dos docentes. Assumiu o governo Tasso Jereissati. Apesar de, na campanha, ele ter mandado carta aos professores prometendo a implantação, pouco tempo depois o pagamento do piso foi suspenso. “Quem acha que tem direito que vá procurá-lo na Justiça.”

Os professores foram obrigados, portanto, a buscar na Justiça os seus direitos. E, apesar das marchas e contramarchas – mais de 20 anos – percorrendo todas as instâncias jurisdicionais, findaram por vencer até no famoso Supremo Tribunal Federal. Assunto encerrado. Causa vencida. Isso tem quase dois anos.

O governo Cid Gomes, por meio de sua Procuradoria Geral, tem feito um esforço hercúleo para protelar a aplicação da sentença. Fica arguindo e repetindo os mesmos chavões, quando nem recursos cabem mais. Mostra a clara intenção de empurrar com a barriga as ordens judiciais. Foi, inclusive, considerado como litigante de má-fé. Isso tudo contra professores que sempre foram, em suas carreiras, dignos profissionais docentes, que fizeram dessa universidade uma grata referência no ensino superior do Nordeste.

Para quem apelar? Esse governo mostra, com toda clareza, que não tem respeito para com seus antigos colaboradores. Não prioriza a educação. Não respeita as decisões judiciais das mais altas cortes do Brasil. Passa a clara ideia que está acima de tudo. Vai continuar assim até o fim do mandato. Nem aí para a Justiça…

É preciso que se estabeleçam a ordem e a justiça. Agora, apelar para quem, se até à Justiça o  Governo Estadual não obedece?

O pão está em falta na política de Fortaleza

Da coluna Política, no O POVO deste sábado (8), pelo jornalista Érico Firmo:

Difícil encontrar a quem dar razão no entrevero entre vereadores do PT e o secretário Ivo Gomes (PSB), na última quinta-feira. Lamentável, desrespeitoso com o povo que representam uns e para quem governa outro. Ronivaldo Maia (PT) claramente se excedeu ao – no momento em que a gritaria imperou de forma tão antidemocrática e mal-educada quanto possível – acusar o titular da Educação municipal de ter comandado o esquema de fraudes em banheiros populares e também as supostas irregularidades em empréstimos consignados, quando era chefe de gabinete de Cid Gomes no Governo do Estado. Acompanhei os dois casos bem de perto e desconheço informações que subsidiem tal assertiva. Se possui tais elementos, Ronivaldo teria obrigação de torná-los públicos.

Por outro lado, foi impressionante como Ivo se recusou a responder as perguntas que vinham dos petistas. Chegou a dizer não estar “nem aí para eles”. Direito dele, mas, na função institucional que exerce, não é favor prestar esclarecimentos ao Poder Legislativo. Ivo questionou a autoridade dos partidários de Luizianne Lins para criticar sua gestão, depois de lá terem permanecido por oito anos sem, segundo ele, terem dado jeito nos problemas.

Politicamente, é absolutamente legítimo que o faça. Aliás, considerada a situação educacional na Capital, até acho que tem sua razão, ao menos em parte. Contudo, sem prejuízo do até necessário embate – e Ivo meio que rebaixa os possíveis interesses políticos, embora se coloque no centro dessa arena – seria bom que desse algumas respostas mais objetivas. É seu dever, pela função que exerce, mesmo que as perguntas sejam feitas por adversários. Ainda que as indagações partam de quem não demonstrou competência quando teve oportunidade. Sobretudo quando os envolvidos são pessoas que, certa ou errada, parte nada desprezível dos eleitores de Fortaleza escolheu para representá-la.

Afinal, é muito cômodo dialogar apenas com quem pensa igual – além de pouco produtivo e empobrecedor. Não cabe discutir as pessoas envolvidas, mas o conteúdo que apresentam. Se não, o que deveria ser debate de ideias só pode mesmo virar a baixaria desclassificada que se viu.

Educação mandou lembrança na Câmara

66 2

Em artigo no O POVO deste sábado (8), o editor-adjunto do Núcleo de Conjuntura do O POVO, Luiz Henrique Campos, comenta do incidente na Câmara Municipal de Fortaleza, entre petistas e o secretário Ivo Gomes. Confira:

A Câmara Municipal de Fortaleza viveu na última quinta-feira mais um episódio que depõe contra a já abalada imagem do parlamento de modo geral. O que era para ser debate sobre o projeto de lei que cria 1.700 vagas para coordenadores e assistentes de educação, com a presença do secretário da Educação de Fortaleza, Ivo Gomes, virou ringue de agressões verbais, em que não faltaram adjetivos desqualificadores e até referência a mãe de ex-gestor.

A se lamentar ainda o fato de que a discussão descambou para disputa que revela a profunda mágoa recíproca entre petistas e pessoas ligadas ao governador Cid Gomes, que em nada acrescenta a vida do cidadão comum. A Câmara devia ser local no qual os grandes assuntos de interesse público pudessem ser debatidos abertamente, mas com respeito ao contraditório e principalmente de forma didática. Ao deixar de lado esses princípios básicos, os contendores não só desperdiçam o belo espaço oferecido para a troca de ideias, como oferecem à opinião pública prato de recheado de motivos para que sejam vistos, no mínimo, como desnecessários.

É claro que situações do tipo não são exclusivas da Câmara Municipal de Fortaleza. No entanto, episódios como os de quinta-feira reforçam a impressão que muitos acabam tendo da função do parlamento como fórum de importância fundamental para a democracia. Mais grave no que se refere à troca de acusações registrada é que tudo aconteceu a partir da temática educação. Ora, se os legítimos representantes da população se acham no direito de se digladiarem daquela maneira com transmissão pela TV, que impressão esperam ter dos profissionais das escolas, alunos e seus responsáveis?

Poderia-se alegar que o parlamento é a arena do confronto, e seria normal que a temperatura fosse caracterizada pelo calor das falas. De fato, mas não se pode, e não é aceitável, confundir a defesa de ideias com gestos politiqueiros que só servem para propagar o conceito já bastante negativo do exercício da política institucional. E agindo assim, senhores, convenhamos, fica difícil rebater os argumentos dos que pensam dessa forma.

Treze bairros sem água neste sábado

72 1

Por conta de um vazamento identificado na manhã deste sábado (8), o abastecimento de água em 13 bairros de Fortaleza foi comprometido e deverá ser normalizado apenas às 23 horas, segundo informações da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece).

A companhia informa que está sendo realizada a manutenção em uma adutora que abastece os bairros Água Fria, Edson Queiroz, Alagadiço Novo, Cofeco/Alphaville, Lagoa Redonda, Jardim das Oliveiras, Cidade dos Funcionários, Lago Jacarey, Luciano Cavalcante, Cocó, Guararapes, Tasso Jereissati e Tancredo Neves. E o abastecimento só deverá estar regularizado somente às 23 horas deste sábado.

(O POVO Online)

Projeto proíbe contratação de TV paga com vale-cultura

Antes mesmo de entrar efetivamente em vigor, o Programa de Cultura do Trabalhador (Lei 12.761/12), que instituiu o vale-cultura, já tem proposta de alteração na Câmara. O Projeto de Lei 5113/13 proíbe a contratação de TV por assinatura com o benefício.

Para o autor da proposta, deputado Otavio Leite (PSDB-RJ), permitir essa utilização do vale fere a lógica do benefício, de garantir acesso a livros, teatros, shows e salas de cinema, por exemplo. “Tal autorização não potencializa a produção cultural nacional e o indispensável acesso dos cidadãos às mais variadas formas de cultura”, sustenta.

Embora tenha entrado em vigor em dezembro do ano passado, após três anos de análise no Congresso, a lei ainda não está regulamentada. É por meio de decretos e portarias, em estudo no Ministério da Cultura, que o governo irá determinar os usos do vale-cultura. Pela lei, têm direito ao vale os trabalhadores que ganham até cinco salários mínimos, mas as empresas têm que aderir ao programa.

Recentemente, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, manifestou a possibilidade de utilização do benefício também para a aquisição de TV paga. Em audiência pública na Câmara no início do mês passado, Marta explicou que talvez essa utilização seja necessária para suprir a falta de oferta de espaços culturais na maioria das cidades brasileiras.

(Agência Câmara de Notícias)

Ceará deve vacinar mais de 590 mil crianças

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite começa neste sábado (8) com o Dia D de Mobilização. A meta do Ministério da Saúde é imunizar 12,2 milhões de crianças de 6 meses a menores de 5 anos, o que corresponde a 95% do público-alvo. Ao todo, 115 mil postos de saúde e pontos de vacinação móveis estarão funcionando em todo o país até as 17h. Após o encerramento da campanha, no dia 21 de junho, a vacina continuará disponível na rede pública de saúde.

Cerca de 350 mil pessoas estarão envolvidas na campanha e serão utilizados 42 mil veículos, entre terrestres, marítimos e fluviais, para alcançar todos os pontos do país. Os postos receberão um total de 19,4 milhões de doses orais da vacina. O investimento do ministério chega a R$ 32,3 milhões em repasse do Fundo Nacional de Saúde para os estados e municípios, sendo R$ 13,7 milhões para aquisição das vacinas.

No Ceará, a meta é vacinar 594.019 crianças durante toda a campanha. Neste sábado, 1.900 postos fixos e 1.350 móveis estão mobilizados para aplicar as gotinhas. Já no Amazonas, a meta é imunizar 328,6 mil crianças. Além das unidades de saúde da rede pública do estado, as prefeituras vão disponibilizar a vacina em locais estratégicos, como escolas, igrejas, centros comerciais e áreas de grande circulação, totalizando 1,5 mil pontos de vacinação.

Em 1989 foi registrado o último caso de poliomielite no Brasil e em 1994 o país recebeu da Organização Mundial da Saúde (OMS) o certificado de erradicação da doença.

O Ministério da Saúde alerta para a importância de os pais levarem a caderneta de vacinação para que o profissional de saúde possa avaliar a situação vacinal da criança. A pasta assegura que a vacina é extremamente segura, sendo raríssimas as reações associadas à sua aplicação. Em alguns casos, como em crianças com infecções agudas, com febre acima de 38ºC ou com hipersensibilidade a algum componente da vacina, recomenda-se que os pais consultem um médico para avaliar se a vacina deve ser aplicada.

(Agência Brasil)

Luizianne aceitaria compor chapa com Eunício ao governo

65 2

Um dos cenários possíveis para a sucessão estadual de 2014 é que a ex-prefeita Luizianne Lins (PT) seja candidata a senadora na mesma chapa em que o senador Eunício Oliveira (PMDB) disputar o Governo do Ceará. A possibilidade foi colocada ontem pelo ex-líder de Luizianne na Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Ronivaldo Maia (PT), durante debate sobre a reforma do Código Penal brasileiro, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE).

Segundo Ronivaldo Maia, o grupo político da ex-prefeita, que é também presidente estadual do PT, vem se aproximando do senador Eunício Oliveira (PMDB) com vistas a sucessão estadual de 2014. Ele disse ainda que Luizianne aceitaria inclusive disputar cargo de senadora em chapa com o peemedebista no Governo do Estado. Para Ronivaldo, Eunício é o “mais qualificado quadro do PMDB”.

Eunício Oliveira, que também participou do debate, evitou comentar as declarações. Afirmou apenas que ficava “muito lisonjeado” com a fala, mas voltou a defender que o debate sobre 2014 seja iniciado “apenas em 2014”. O deputado estadual Antônio Carlos (PT), que integra o mesmo grupo de Luizianne no PT, a Democracia Socialista, afirmou que esse é um cenário, mas não há ainda uma posição fechada.

Conforme ele explica, Eunício integra a base da presidente Dilma Rousseff (PT), mas a decisão do partido sobre a sucessão estadual ainda vai depender da conjuntura nacional. “Acho que ele (Ronivaldo) estava falando das várias possibilidades. Essa é uma delas. Mas esse é um debate que o PT ainda vai fazer”, disse, afirmando-se defensor de o PT lançar candidatura própria. Elmano de Freitas, que foi candidato à Prefeitura de Fortaleza no ano passado, também defende a candidatura própria do PT.

Encontro com Dilma?

Até a noite dessa sexta-feira (7), nem Antônio Carlos, nem Elmano confirmaram se houve o encontro de Luizianne com Dilma. No site da Presidência da República, o encontro não constava na agenda da presidente.

(O POVO)

PIB do Ceará desacelera

Da coluna Vertical, no O POVO deste sábado (8):

O PIB do Ceará registrado no primeiro trimestre deste ano será divulgado às 10 horas da próxima terça-feira, na sede da Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado. O titular da pasta, Eduardo Diogo, e o presidente do Ipece, Flávio Ataliba, esmiuçarão detalhes.

Comparando com o primeiro trimestre de 2012, já se tem uma certeza: o Estado continua seguindo a tendência verificada de crescer acima da taxa nacional. No entanto, houve uma pequena desaceleração nesse ritmo, consequência da seca e de um menor ritmo de crescimento do setor de serviços.

A expansão da construção civil, por outro lado, tem ajudado a manter a tendência de expansão, especialmente, dos investimentos públicos. O Brasil anotou 1,9% no trimestre. O Ceará vem pouco acima disso.

Magistrados e defensores públicos discutem maioridade penal nesta segunda-feira

Dando continuidade ao ciclo de debates sobre a necessidade ou não da redução da maioridade penal, os senadores da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) realizam na tarde da segunda-feira (10) audiência pública para analisar possíveis consequências, a eficácia e a constitucionalidade da modificação legislativa.

Foram convidados para o evento o desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo Marco Antônio Marques da Silva; o jurista Luiz Flávio Gomes; o desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná João Kopytowski; e o defensor público-geral federal, Haman Tabosa de Moraes e Córdova. Também devem participar a presidente da Associação Nacional dos Defensores Públicos, Patrícia Kettermann, e o desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, José Muiños Piñeiro Filho.

A iniciativa das audiências públicas partiu do presidente da CCJ, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), com objetivo de criar um ambiente nacional de discussão do assunto. Esta será a segunda das três audiências programadas. A primeira ocorreu em 3 de junho, quando o presidente da OAB, Marcus Vinícius Furtado Coêlho, e a subprocuradora-geral da República Raquel Dodge afirmaram que a redução da maioridade penal não diminuirá a criminalidade. A terceira audiência está agendada para o próximo dia 17.

(Agência Senado)

PF combate pornografia infantil e prende 14 pessoas

A Operação Infância Segura, deflagrada pela Polícia Federal (PF) nessa sexta-feira (7), prendeu 14 pessoas e apreendeu dois adolescentes, todos por terem em casa material pornográfico envolvendo menores de idade.

Em nota, o Ministério da Justiça informou que “foram expedidos 26 mandados de busca e apreensão para 16 cidades, em nove estados”. São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pará, Sergipe, Santa Catarina e Minas Gerais foram alvo de ações da PF.

Em Sergipe, um homem de 24 anos foi preso por portar imagens com pornografia infantil em seu computador. O homem foi indiciado pelo crime previsto no Artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente. A Operação Infância Segura, de acordo com o Ministério da Justiça, é uma extensão da Operação Dirty Net, colocada em prática no ano passado, no Rio Grande do Sul, quando foram presas 32 pessoas.

(Agência Brasil)

Projeto que adia feriados para as sextas-feiras deve ser votado na CE

48 1

Na terça-feira (11), a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), deve votar projeto que pode oficializar o “feriadão” no Brasil. De acordo com o projeto, devem ser comemorados nas sextas-feiras os feriados que caírem nos demais dias da semana, excetuando-se os que ocorrerem nos sábados e domingos e os dos dias 1º de janeiro (Confraternização Universal), 7 de Setembro (Independência) e 25 de dezembro (Natal), ressalvados os feriados estaduais e municipais.

A proposição recebeu emenda do senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), para estabelecer que os feriados de 12 de outubro (Dia de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil) e do dia de Corpus Christi sejam comemorados na própria data.

O relatório do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) foi favorável ao PLC 108/2009, do deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), acolhendo a emenda oferecida pelo senador Antônio Carlos Valadares, e pela rejeição do PLC 296, de 2009, do deputado Milton Monti (PR-SP), que tramita em conjunto e sugere antecipar os feriados para a segunda-feira.

Em sua justificação, o autor do projeto salienta que feriados no meio da semana causam transtornos e prejuízos à economia do país, principalmente ao comércio. Segundo o relator, o deslocamento dos feriados para a sexta-feira permitiria às empresas “um melhor planejamento de suas atividades, o que minimizaria as perdas decorrentes da interrupção”. Além disso, destaca Cássio Cunha Lima, feriados adiados “permitiriam aos trabalhadores o benefício de usufruir período contínuo e prolongado de descanso.”

(Agência Senado)

Para Barroso, página do mensalão precisa ser virada

O novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, disse nesta sexta-feira (7) que o país precisa superar a discussão sobre a Ação Penal 470, o processo do mensalão. Em seu entendimento, há outros assuntos relevantes no Supremo que merecem mais atenção.

“Eu não estou indo para o Supremo para julgar o mensalão. Se pudesse escolher, escolheria ir logo depois do julgamento. O STF discute inúmeras questões mais importantes para a vida das pessoas. Gostaria que o país virasse rapidamente essa página”, disse, em conversa com jornalistas nesta tarde. Barroso garantiu que a presidenta Dilma Rousseff “nem remotamente” tocou neste assunto nas conversas que tiveram antes de sua indicação.

No final do ano passado, antes de ser indicado, Barroso disse em um artigo que o julgamento do mensalão foi “um ponto fora da curva” na história do Supremo, que endureceu sua jurisprudência. Hoje, questionado se tratava-se de uma crítica ao Supremo, ele disse que fez apenas uma análise “descritiva sobre um fato observável a olho nu”. Ele disse, ainda, que esta também é a opinião de outros ministros. “Uma coisa é comentário em texto acadêmico, outra é ter influência na liberdade ou não de uma pessoa”, ponderou.

Barroso disse que não se sente impedido de julgar processos sobre os quais tenha se manifestado, exceto os em que atuou como advogado. “Sou de uma geração que enfrentou censura e tem opinião sobre quase tudo. Teria que me dar por impedido em milhares de processos”, disse.

O futuro ministro também disse ser favorável “a uma redução relativamente drástica” do foro privilegiado, que delega aos tribunais o julgamento de determinadas autoridades. Segundo ele, as cortes não estão devidamente estruturadas para atuar na primeira fase dos processos penais, quando são reunidas provas e depoimentos. Por outro lado, defendeu “proteção institucional” de algumas autoridades muito visadas por órgãos de controle para evitar exageros.

Barroso disse que não é especialista em direito penal e que passará o mês julho, recesso no Supremo, estudando o processo do mensalão para participar do julgamento dos recursos. Ele confirmou que sua posse no cargo será no dia 26 de junho, a partir das 14h30.

(Agência Brasil)

Alex Dias Ribeiro, ex-piloto de Fórmula I, dará palestra na Igreja Batista Central

170 1

pilooto

Alex Dias Ribeiro, ex-piloto de Fórmula I, campeão brasileiro de Fórmula Ford, vice-campeão inglês e europeu de F3 e número 1 no ranking dos pilotos brasileiros, lançará em Fortaleza, a partir das 17 horas deste domingo, lançando livros e conversando com fieis da Igreja Batista Central (IBC), no bairro Ancuri.

Mentor de atletas de esportistas, Alex Dias Ribeiro atuou como capelão em quatro olimpíadas e cinco copas do mundo, servindo aos atletas de Cristo da Seleção Brasileira. Escreveu cinco livros que foram publicados em 4 idiomas e chegou a ganhar o Prêmio ABEC de melhor biografia do ano, totalizando 80.000 livros vendidos.

SERVIÇO

Tenda da IBC – Rua do Cruzeiro, 401- Ancuri.

Entrada Franca.

Departamento de Cirurgia da UFC comemora meio século

“O Departamento de Cirurgia da Universidade Federal do Ceará, em comemoração ao aniversário de 50 anos de pesquisas e serviços na área de Medicina, promoverá a 21ª edição da Jornada Anual de Cirurgia. O evento ocorrerá de 12 a 15 próximos, com abertura às 20 horas, no Auditório da Reitoria da UFC. A noite será aberta pela conferencia “Régis Jucá – passado, presente e futuro”, em referência ao pioneiro no Norte e Nordeste em cirurgia de revascularização do miocárdio com ponte de safena.

O conferencista é outro médico de destaque na cirurgia cardiovascular no Estado: o professor João Martins de Sousa Torres. Em seguida, serão homenageados com a Comenda de Distinção no Ensino da Cirurgia os cirurgiões Francisco José Roque e Dr. Olavo Napoleão. Haverá também entrega de medalha comemorativa do Departamento de Cirurgia. A noite será encerrada com um coquetel festivo.

Dos dias 13 a 15, a Jornada entra na etapa científica, com cursos, apresentações de trabalhos e mesas-redondas. No dia 14, um dos destaques é a videoconferência no tratamento do câncer do aparelho digestivo, com o Prof. Lacerda Machado. Entre os palestrantes convidados estão os professores Augusto Tinoco (Rio de Janeiro), Carlos Brandt Teixeira (Pernambuco) e Luiz Antônio Santini (Rio de Janeiro). Toda a parte científica do evento ocorrerá no Praiano Hotel, na Avenida Beira-Mar.

SERVIÇO

* Mais informações sobre a programação e as inscrições podem ser encontradas no site da Jornada (is.gd/wnuWsQ).

(Site da UFC)

José Dirceu em clima de hibernação

84 2

dirceuu

“Você tem visto José Dirceu por aí?  Ou lido alguma entrevista? Em princípio, a resposta é “não”. Por recomendação dos seus advogados o agitado Dirceu está recolhido.

Se depender dos seus advogados, ficará assim até o julgamento dos embargos do mensalão.”

(Coluna Radar – Veja Online)