Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Secretário de Turismo avalia números de pesquisa sobre aeroportos

Dos 15 aeroportos que servirão às 12 cidades-sedes da Copa do Mundo no Brasil, no próximo ano, Fortaleza ficou entre os quatro melhores. Foi o que avaliou a pesquisa da Secretaria de Aviação Civil (SAC), referente ao primeiro trimestre deste ano. A enquete do O POVO deste domingo (26) traz seis avaliações identificadas com o assunto.

O secretário de Turismo de Fortaleza (Setfor), Salmito Filho, realizou um estudo sobre a pesquisa e apresentou índices importantes.”Na satisfação geral dos entrevistados, Fortaleza ficou em primeiro lugar, com 12,8% acima da média dos demais aeroportos. O mesmo ocorreu nos itens de sensação de segurança (15% acima da média), integridade na bagagem (15,3%), internet/wi-fi (26,7%), disponibilidade de táxi (9,8%) e limpeza geral (12,2%). Até nos itens em que Fortaleza não ficou com a melhor colocação, tivemos percentuais relevantes, como o tempo de espera na fila do guichê para o check-in (7,3% acima da média da pesquisa) e o carisma no atendimento (15% acima da média)”, destacou o secretário.

Já Bismarck Maia, secretário de Turismo do Estado (Setur), destacou que Fortaleza deverá receber cerca de 280 mil turistas, superando em torno de 43,2% o registrado em junho de 2012.

Apesar do aumento da demanda, o ministro da Aviação Civil, Wellington Moreira, garante que o Aeroporto Internacional Pinto Martins estará pronto para atender ao setor. “O aeroporto de Fortaleza é estratégico para o Brasil e, por meio de ações de melhoria que estão em andamento, atenderá a demanda de passageiros prevista para os próximos grandes eventos”.

123.528 famílias já deixaram o programa no Ceará

Era R$ 50 o dinheiro certo de cada mês e vinha do Bolsa Família. Por volta de 2004, o marido havia se acidentado e estava impossibilitado de trabalhar. Os dois filhos tinham 9 e 12 anos, e a então dona de casa Vângila Cândida da Silva, 40, não trabalhava. Resolveu se cadastrar no programa. “Foi um momento de muita precisão”, lembra Vângila. Depois de dois anos recebendo o benefício ela integra a lista de famílias que deixou o programa por não depender mais dele.

Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, em quase dez anos desenvolvendo a política de transferência direta de renda, 1,6 milhão de famílias deixaram o programa por aumento da renda per capita. No Ceará, foram 123.528 famílias. Vângila morava em Acopiara, município que fica a 345,1 quilômetros de Fortaleza.

Para Vângila, o Bolsa Família foi essencial. Reverteu-se em material escolar, em alimento. O que faltava na mesa era suprido com a ajuda dos sogros. Pouco tempo depois, resolveu trabalhar em Fortaleza, como babá. Mesmo que tenha passado a receber salário, o recurso ainda era pouco para ela, o marido, os dois filhos e as despesas do lar. Em Fortaleza, garantiu a matrícula dos meninos na escola e atualizou o cadastro no programa. “Quando cheguei aqui (em Fortaleza), era uma situação muito difícil. Tava tão difícil, que era uma havaiana pra mim e pro meu filho usar”.

Com dois anos recebendo o benefício, Vângila decidiu não atualizar mais o cadastro. Juntou a falta de tempo de ir na Regional com a convicção de que não precisava mais daquela ajuda do Governo Federal. “Acho que é só para uma hora da precisão. Pensei que tinha gente precisando mais do que eu. É uma alegria saber que todo mês tem aquele dinheiro pra fazer alguma coisa”. Para não depender mais do programa, ela afirma que foi fundamental ter procurado trabalho e conseguir um salário. Depois, o marido também voltou a trabalhar.

Também de Acopiara, a dona de casa Elizabeth Pereira Sampaio, 42, já foi beneficiária do Bolsa Família. Em 2006, não tinha renda fixa. “Nessa época, a gente criava gado, mas era bem pouquinho. Não tinha nem água para dar ao gado. Tenho uma filha que hoje faz faculdade em Crato, de Agronomia”, comemora. Foram três anos recebendo o Bolsa Família. Veio a Fortaleza trabalhar como empregada doméstica e a filha ficou sob os cuidados da mãe.

O ex-marido, no entanto, resolveu também fazer cadastro no programa, incluindo o nome da filha, o que gerou duplicidade, e Elizabeth foi convocada na Prefeitura. “Se eu quisesse, poderia ter ido em Acopiara e ter recadastrado, mas não precisava mais. Deixei pra lá, passei pra outro”, constatou. Segundo ela, em Fortaleza, acabou casando de novo e, com a ajuda do marido, sua condição financeira melhorou.

(O POVO)

Em respeito aos cidadãos

89 2

Da coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (26):

É público o debate em torno da violência e da insegurança. Porém, responsável direto pela área, o Governo do Ceará tem terminantemente se recusado a participar desta discussão. Faz de conta que o assunto não lhe diz respeito ou faz de conta que não há motivos para se pronunciar. Tanto uma como a outra opção são más escolhas.

Bom, o tempo e, infelizmente, os fatos certamente vão acabar por impor uma mudança na postura do Governo. Sabe-se que, na atual gestão, que vai durar até dezembro de 2014 (mais 19 meses), já não há mais tempo e nem energia para guinadas na fracassada política que rege o setor. Aguardem: apenas ações isoladas vão se concretizar, como o correto reforço ao tele-denúncia.

O problema de não se envolver no debate e não assumir publicamente suas responsabilidades é que o Governo se torna insensível a todas as boas propostas e sugestões de muitos cidadãos que estão dispostos a ajudar.

Dupla é presa após arrombar banco e roubar R$ 13 mil

Dois homens foram presos em flagrante após arrombamento e roubo de R$ 13 mil da agência Banco do Brasil, na manhã deste domingo (26). O crime ocorreu na Avenida Francisco Sá, no bairro Carlito Pamplona. O dinheiro foi recuperado pelos policias.

Segundo informações do 7º Distrito Policial, a polícia chegou ao local por meio da denúncia dos populares e flagrou Júlio César Gomes Machado ainda dentro do banco. O cúmplice Hiberaldo Luís Wols foi pego em fuga após chegada das demais viaturas.

Junto com o dinheiro, os oficiais apreenderam um maçarico e uma alavanca de ferro que estavam sob posse dos acusados. Eles foram encaminhados ao 7º Distrito Policial, no bairro Pirambu, onde foram autuados por formação de quadrilha e arrombamento. Após procedimento, a dupla foi levada para a delegacia de Roubos e Furtos.

(O POVO Online)

Marcha das Vadias em SP pede que mulheres denunciem agressões

marcha sp

Com o tema Quebre o Silêncio, a terceira edição da Marcha das Vadias de São Paulo ocupou as ruas do centro da cidade incentivando as mulheres a denunciara violência a que são submetidas.

A polícia não estimou o número de participantes. A passeata, que partiu da Praça do Ciclista, na Avenida Paulista, chegou a ocupar cinco quarteirões da Rua Augusta, a caminho da Praça Roosevelt, onde o ato se encerra.

Portando faixas e cartazes, os manifestantes, em sua maioria mulheres, pediram autonomia sobre seus próprios corpos e rechaçaram a ideia de que a roupa ou o comportamento justifiquem violência contra elas.

“A gente quer mostrar que as mulheres são livres, que a palavra vadia significa liberdade. Queremos mostrar para homens e mulheres machistas que nós temos nosso lugar e somos iguais aos homens. Há de haver esse respeito. A gente tem de sair na rua com a roupa que quiser”, disse Luana Rodrigues Silva.

Além de São Paulo, outras treze cidades do país recebem neste final de semana a Marcha das Vadias, dentre elas sete capitais: Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte, Recife, Fortaleza, São Luiz e Aracaju.

A Marcha teve início em 2011, quando um policial disse às estudantes da Universidade de Toronto, no Canadá, que para se proteger de uma onda de violência sexual, as mulheres deveriam não se vestir como vadias. Três mil pessoas tomaram as ruas da cidade em um manifesto denominado SlutWalk, no Brasil conhecido como Marcha das Vadias.

(Agência Brasil)

Segurança e Democracia

Da coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (26):

Uma das grandes dificuldades de se abordar a questão da Segurança Pública no Ceará, neste momento de tensão, é a possibilidade de qualquer abordagem ser lida como tendenciosa, por um lado ou por outro (governo e movimento reivindicativo da PM). Mas esses são os ossos do ofício. Mais grave, porém, seria se as diversas representações da sociedade civil se omitissem – sobretudo, as instâncias acadêmicas (especialistas da área) e as lideranças políticas e comunitárias, para não serem mal interpretadas. Há, porém, uma premissa que, desde logo, deve ser colocada nesse debate: ninguém é favorável a uma ação inconstitucional (como seria um movimento paredista na PM), nem toleraria uma situação tumultuosa como a que espocou no início de 2012, em Fortaleza. Mas, há o outro lado.

A consciência democrática também não concordaria que houvesse injustiças em nome da disciplina. O fato de a sociedade civil ter interferido, no auge da crise do ano passado, para encontrar uma solução política não significou que apoiasse a forma de luta (paralisação) da Polícia em defesa de seus direitos, embora entendesse a justeza das reivindicações. Os representantes da sociedade buscaram a saída possível e menos traumática para todos, alertando que a truculência não é a resposta mais adequada à democracia. E não há provas de que tenham errado nisso, nem nas recomendações que fizeram para que desdobramentos equivocados da questão não alimentassem um potencial fogo de monturo.

Caixa liberou saques antecipados do Bolsa Família um dia antes de início de boatos

A Caixa Econômica Federal admitiu nesse sábado (25) ter liberado saques antecipados do Bolsa Família na véspera do início dos boatos de cancelamento do benefício e de um suposto pagamento extra pelo Dia das Mães. Em nota, o banco esclareceu ter oferecido o saque independentemente do calendário individual na sexta-feira (17).

De acordo com o banco, responsável pela operação do programa social, melhorias no cadastro de informações sociais permitiram que o pagamento de todos os benefícios fosse liberado no dia 17. O banco esclareceu ainda que a antecipação de saques já é autorizada em caso de calamidade ou de necessidade de melhoria de sistemas.

Pela regra oficial, o pagamento do Bolsa Família ocorre de forma escalonada na segunda quinzena do mês. O saque é liberado a cada dia conforme o último dígito do cartão. Os beneficiários com cartão de final 1 recebem primeiro. Quem tem final 0 retira o benefício por último.

O banco informa ainda que o aumento no ritmo de saques só começou por volta das 13h de sábado (18). Na sexta-feira (17), a Caixa registrou 649.018 saques, número inferior às 852.602 retiradas feitas no primeiro dia de pagamento em abril.

Os boatos sobre o Bolsa Família provocaram corridas às agências e aos caixas eletrônicos em 13 estados do Norte e do Nordeste. Segundo o comunicado, para garantir o acesso aos benefícios e a integridade física dos correntistas, a Caixa manteve o saque antecipado durante o fim de semana. No entanto, quem retirou o benefício fora do calendário só terá direito a um novo saque no próximo mês.

A Caixa informou ainda que tem total interesse na apuração dos fatos e reafirma que aguarda as investigações da Polícia Federal em relação a origem dos boatos. O banco se pôs à disposição das autoridades policiais para colaborar com a apuração e prestar todos os esclarecimentos necessários.

A Polícia Federal (PF) divulgou na sexta-feira (24) que já tem informações sobre pessoas que receberam telefonemas no último final de semana com mensagens sobre o fim do Bolsa Família. A PF não confirma o número de pessoas identificadas, mas diz que dispõe de informações sobre a possibilidade do boato ter surgido a partir de ligações originadas por telemarketing.

(Agência Brasil)

Banco Central recolheu quase 100 mil cédulas falsas este ano

O Banco Central (BC) já recolheu este ano, até abril, 96.464 cédulas de real falsificadas. A maior parte delas no Rio de Janeiro (26.055) e São Paulo (10.707). Em todo o ano passado, foram tiradas de circulação 509.597, no país.

Depois de receber notas falsas, a comerciante Rita Maria Pereira da Cruz, 31 anos, chegou a comprar um aparelho que identifica notas falsas, mas quase não usa o instrumento porque demora ligar e “atrasa o serviço”. Ela contou que recebeu notas falsas de R$ 100, R$ 50 e R$ 10 na lanchonete dela, que só aceita dinheiro como meio de pagamento. Rita ressaltou que as notas falsas são recebidas quando há muito movimento na lanchonete e assim não consegue “dar muita atenção a detalhes” do dinheiro. 

O taxista Raimundo Nonato, 50 anos, também enfrenta o problema no dia a dia e, na pressa de guardar a nota e entregar o troco rapidamente para os clientes, por questões de segurança, não consegue avaliar as notas que recebe. Ele já recebeu uma nota falsa de R$ 10.

De acordo com os dados do BC, a maior parte das cédulas recolhidas é de valores maiores. Neste ano, até abril, o maior número de notas falsificadas recolhidas foi de R$ 50, no total de 23.013 cédulas, no país. Também há muito registro de notas falsas de R$ 100 da primeira (21.849) e da segunda família do real (21.690).

No site, do BC há orientações sobre como verificar se o dinheiro recebido é falso. Segundo o BC, ninguém é obrigado a receber notas falas. Caso haja desconfiança sobre a cédula é possível recusar o recebimento. A orientação para quem já recebeu uma nota suspeita de ser falsa é entregar o dinheiro em uma agência bancária que vai encaminhar a cédula para a análise do BC. Não há troca por notas verdadeiras, de acordo com o BC.

(Agência Brasil)

Filme sobre ex-presos políticos é lançado no Recife. Há cearenses no elenco

Estreará, na próxima segunda-feira, no Cine São Luiz, do Recife (PE), o filme “A Mesa Vermelha”. Trata-se de um trabalho de pesquisa iniciado há mais de um ano, financiado pelo Ministério da Justiça (Comissão de Anistia) e que integra o Programa Marcas da Memória.

A partir de depoimentos, lembranças e denúncias de 23 ex–presos políticos pernambucanos, o filme tenta desenhar, com a máxima riqueza de detalhes, um painel onde se configurem os anseios e a luta de uma geração, que não se negou a cumprir o papel político que a história lhe reservou. É um longa no formato de documentário, com 1h30min de duração. A direção é de Tuca Siqueira.

Há três cearenses no filme. Um deles, Benedito Bizerril.

Acredite, hoje terá eclipse da lua; Mas você não irá perceber

lua eclipse penumbral

Quem reparar na lua cheia, na noite deste sábado (25), dificilmente irá perceber um eclipse lunar. As Américas, a África e parte da Europa acompanham logo mais o chamado eclipse penumbral, quando apenas a claridade é um pouco comprometida.

A magnitude do eclipse penumbral desta noite é de 0,01, quase imperceptível a olho nu. Mesmo assim, é um bom motivo para se olhar a lua.

Secretário libera projeto de abastecimento d'água para Várzea Alegre

58 1

agrcoo

A cidade de Várzea Alegre recebeu, nesta manhã de sábado, a visita do secretário do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Nelson Martins, que deu ordem de serviço para construção dos sistemas de abastecimento d’água das comunidades de Calabaço, no distrito de Calabaça, e Pé de Serra, distrito de Canindezinho.

Os projetos foram liberados pelo Projeto São José, do Governo do Estado, em 19 de março de 2012. Devido a processos burocráticos que envolviam a licitação das obras, só agora foi possível à autorização dos serviços. Além dos sistemas de distribuição de água, com a atualização do projeto, as residências receberão também um banheiro.

Nelson Martins esteve na cidade na companhia da coordenadora regional da Ematerce, Aucileide Mendonça. O vice-prefeito, Pablo Rolim (PTN), representou o Município no evento e disponibilizou os serviços da Prefeitura para as comunidades no tocante à logística do projeto. Ele disse também que o projeto chegou em boa hora pelo difícil momento de seca que a região atravessa.

Copa das Confederações – Começa o treinamento do voluntariado

domingosneto

O Instituto Municipal de Pesquisas, Administração e Recurso Humanos (IMPARH), em parceria com a Secretaria Municipal Extraordinária da Copa (Secopafor), abriu, nesta tarde de sábado, o treinamento com os estudantes do Centro de Línguas do IMPARH que se inscreveram para trabalhar como voluntários na Copa das Confederações 2013. No encontro, o secretário da Secopafor, Domingos Neto, e o vice-presidente do IMPARH, David Faustino, que repassaram detalhes sobre o voluntariado.

Os estudantes trabalharão 9 dias, sendo 4 horas diárias. Todos os voluntários receberão fardamento, liberação do pagamento do transporte público, alimentação e certificação de experiência, além de isenção da semestralidade do Centro de Línguas de 2013.2. Os alunos foram divididos em grupos, todos coordenados, e atuarão junto à recepção e orientação dos turistas na área da Avenida Beira Mar e Aeroporto Pinto Martins.

Cuba rebate com números dúvidas sobre a capacitação de médicos formados no país

A polêmica gerada pela disposição do governo de contratar cerca de 6 mil médicos de Cuba para trabalhar na atenção primária à saúde nas regiões mais carentes do país é estimulada, entre outras razões, pela dúvida sobre a formação profissional deles. Mas o governo cubano rebate as dúvidas com números. Em Cuba, há 25 faculdades de medicina, todas públicas, e uma Escola Latino-Americana de Medicina, na qual estudam estrangeiros de 113 países, inclusive do Brasil.

A duração do curso de medicina em Cuba, a exemplo do Brasil, é seis anos em período integral, depois há mais três a quatro anos para especialização. Pelas regras do Ministério da Educação de Cuba, apenas os alunos que obtêm notas consideradas altas em uma espécie de vestibular e ao longo do ensino secundário são aceitos nas faculdades de medicina. Médicos cubanos que atuam no Brasil contam que, em Cuba, o estudante tem duas chances para ser aprovado em uma disciplina na faculdade: se ele for reprovado, é automaticamente desligado do curso. Na primeira etapa do curso, há aulas de biomédicas, ciências sociais, morfofisiologia e interdisciplinaridade.

Nas etapas seguintes do curso, os estudantes de medicina em Cuba têm aulas de anatomia patológica, genética médica, microbiologia, parasitologia, semiologia, informática e outras disciplinas. Segundo os médicos cubanos, não há diferença salarial entre os profissionais exceto pela formação – os que têm mestrado e doutorado podem ganhar mais. De acordo com os profissionais cubanos, todos os estudantes de medicina passam o sexto ano do curso em período de internato, conhecendo as principais áreas de um hospital geral. A formação dos profissionais em Cuba é voltada para a chamada saúde da família: os médicos são clínicos gerais, mas com conhecimento em pediatria, pequenas cirurgias e até ginecologia e obstetrícia.

(Agência Brasil)

Salmito acompanha pessoalmente as obras na Beira Mar

88 1

salmito espigão 130525

Salmito mostra o avanço das obras do espigão da Desembargador Moreira

Quase todos os dias, desde que assumiu a pasta do Turismo de Fortaleza, em janeiro deste ano, o secretário Salmito Filho é visto acompanhando as obras de requalificação da Beira Mar. A frequência se tornou maior há cerca de três meses, quando da assinatura da ordem de serviço, com as presenças do governador Cid Gomes, do prefeito Roberto Cláudio e do ministro do Turismo, Gastão Vieira.

Neste sábado, o secretário caminhou mais de dois quilômetros a cada deslocamento das obras do novo Mercado dos Peixes (final da Beira Mar) ao espigão da Desembargador Moreira (praia do Náutico).

Os deslocamentos a pé muitas vezes são demorados porque Salmito sempre se dispõe a esclarecer dúvidas e curiosidades da população, quando às obras.

Segundo o secretário, as duas construções fazem parte das duas primeiras etapas das obras de requalificação da nova Beira Mar, que ainda contará com outras três etapas.

Mauro Benevides – Corte de R$ 28 bi no orçamento pesa

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ZRDwdFOfyRM[/youtube]

O governo federal cortou R$ 28 bilhões do orçamento. A medida gera protesto entre parlamentares, governadores e prefeitos, mas a União garante que mantém projetos estratégicos. Para o deputado federal Mauro Benevides (PMDB), qualquer corte de recursos pesa.

Mauro defende que o orçamento da União seja impositivo, ou seja, que o que estiver escrito seja cumprido.

Em missa, papa Francisco defende batismo de filhos de mães solteiras

167 1

papa francisco 130525

Em missa na Capela da Casa Santa Marta, no Vaticano, o papa Francisco defendeu neste sábado (25) o batismo de filhos de mães solteiras. “Somos muitas vezes controladores da fé, em vez de facilitadores”, disse o papa ao se referir a algum padre que se recusa a batizar uma criança filha de mãe solteira. “Essa mulher teve a coragem de continuar a gravidez. E o que encontra? Uma porta fechada?”, disse.

“Isso não é zelo, isso é distância de Deus. Quando fazemos este caminho com esta atitude não estamos ajudando o povo de Deus”, acrescentou. “Jesus instituiu sete sacramentos e, com este tipo de atitude, estamos criando um oitavo, o sacramento da alfândega pastoral”, disse.

Antes de ser papa, quando era o arcebispo de Buenos Aires, Jorge Bergoglio incentivava padres e bispos a batizarem as crianças nascidas fora do casamento.

O papa citou durante a missa outro exemplo: um casal de noivos que queria marcar a data do casamento e foi alertado pelo sacerdote de que precisaria pagar enfeites, cantos. Francisco disse que, no caso, o casal encontrou “as portas da Igreja fechadas quase como sinal de impedimento para a união”.

Participaram da cerimônia cerca de 70 pessoas de diversas partes da Itália e de outros países.

(Agência Brasil, com informações da Rádio Vaticano e Agência Lusa)

A arte da guerra e a opinião pública

152 1

Em artigo no O POVO deste sábado (25), o editor-adjunto do Núcleo de Conjuntura do O POVO, Luiz Henrique Campos, comenta as críticas mútuas entre o Governo do Estado e o grupo do Capitão Wagner. Confira:

No clássico A Arte da Guerra, um dos ensinamentos básicos diz respeito à estratégia a ser adotada no enfrentamento do inimigo no campo de batalha. Em linhas gerais, o pensamento do general chinês Sun Tzu, escrito há cerca de 2.500 anos, mas que permanece atual no mundo moderno, coloca três opções de decisão a depender do cenário e das condições objetivas existentes no conflito.

No primeiro, se o seu exército for mais forte que o do inimigo, ataque com força para destruí-lo imediatamente. No segundo, em sendo um pouco mais forte o do inimigo, ataque de lado, de surpresa, e calculadamente. No último e extremo caso, quando as forças inimigas forem bem mais fortes que as suas, corra o mais rápido possível.

Na última greve dos policiais militares no Ceará, o governo cometeu o pecado de não só minimizar a força do movimento como achou que poderia aos poucos ir minando essas forças. O resultado é que, quando tentou bater de frente, foi esmagado como consequência de cenário mal avaliado desde o início, que não permitiu a reação quando esta se mostrou necessária. Sucumbiu de maneira desmoralizante. Na guerra também, um grande risco é lutar contra o inimigo sem cara. Geralmente, o desconhecimento sobre com quem se luta, abre espaço para a surpresa. Foi o que aconteceu.

Agora, conscientemente ou não, o ex-governador Ciro Gomes, ao lançar suspeitas sobre o capitão Wagner, de certa forma personaliza o movimento dos policiais no oficial. Certa ou errada a estratégia, o fato é que se, na era moderna conquistar a opinião pública é fundamental, o governo, no mínimo, joga sobre os ombros do militar os riscos inerentes a uma paralisação como a de policiais. O capitão, em vista disso, terá que ter muita habilidade para conduzir o movimento, que, pelo perfil, caracteriza-se como barril de pólvora, sob pena de arcar com atos fora do convencional.

Do lado do governo, já nas cordas em relação à sensação de insegurança da população, a aposta foi alta, mas, nesse momento, parece seguir à risca os ensinamentos de Sun Tzu, segundo os quais, o comandante não pode prescindir, na batalha, de qualidades como o segredo, a dissimulação e a surpresa.