Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Vereador do PT: Onda de protestos deve ser tema de reflexões para a classe política

133 2

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Y_i6fApgC3I[/youtube]

As manifestações avaliadas por alguém que sempre se envolveu em atos populares. O vereador Guilherme Sampaio (PT) disse, nesta terça-feira, que essa onde de protestos precisa ser motivo de muitas reflexões por parte de todos aqueles que fazem política hoje no País. Todos, segundo Guilherme, precisam entender esse fenômeno que surge a partir de questionamentos sobre gastos com a Copa do Mundo.

BC intervém no mercado, mas não segura dólar

“As intervenções do Banco Central (BC), que ofertou dólares no mercado futuro, não conseguiram conter a alta da moeda norte-americana. O dólar comercial fechou esta terça-feira (18) em R$ 2,1782 para venda, com alta de 0,56% e no maior nível desde 30 de abril de 2009. Esta foi a terceira sessão seguida em que a moeda norte-americana encerra em alta. A princípio, a cotação caiu com as atuações seguidas do Banco Central. Pela manhã, a autoridade monetária vendeu US$ 4,49 bilhões em leilões de swap cambial tradicional (que equivalem à venda de dólares no mercado futuro) depois que o dólar chegou a R$ 2,1832, na máxima do dia.

Depois das operações do BC, o dólar chegou a cair a R$ 2,1605, por volta das 13h20min. No entanto, a cotação voltou a subir nas horas seguintes, até se aproximar de R$ 2,18 no fim da sessão. Mais cedo, o presidente do BC, Alexandre Tombini, disse que o Brasil está preparado para a alta do dólar. Segundo ele, o câmbio flutuante protege as reservas internacionais dos choques externos. Tombini ressaltou que as pressões sobre o dólar intensificou-se com a reunião do Federal Reserve (Fed), Banco Central norte-americano.

Hoje e amanhã, os diretores do Fed discutem se retiram os estímulos monetários que sustentaram os Estados Unidos nos últimos anos por causa da recuperação da economia do país. Com menos dólares em circulação, a moeda norte-americana fica mais cara em todo o planeta.”

(Agência Brasil)

Aeroporto improvisa área fora do terminal para acomodar ônibus de turismo

ondibu

O Aeroporto Internacional Pinto Martins vive certo sufoco por conta da Copa das Confederações e, em especial, por causa do jogo do Brasil contra o México que ocorrerá nesta quarta-feira, na Arena Castelão. Nesta semana, aumentou a movimentação de turistas desembarcando para conferir a partida, o que fez com que a Infraero improvisasse, num trecho fora do terminal, área para acomodar ônibus das empresas de receptivo.

O aeroporto, bom lembrar, vive clima de obras de ampliação e a via de embarque e desembarque de passageiros não comportaria tantos ônibus de turismo, que estão levando grupos para os hotéis.

(Foto – Paulo MOska)

O Governo do PT precisa ouvir as vozes das ruas

141 3

Com o título “O Significado dos Clamores das Ruas.”, eis artigo do professor universitário João Arruda. Ele analisa as manifestações que se irromperam em todo o País. Arruda avalia que o brasileiro está chegando ao limite da tolerância com tanto desmando e corrupção. Confira:
As manifestações crescentes que se espalham por todo o Brasil nos deixam uma certeza: a tolerância do brasileiro em relação aos desmandos e aos descasos governamentais chegou ao limite do suportável e começou a transbordar. Na noite de segunda-feira, no pico das manifestações de rua, quando o povo externava a sua revolta ao status quo da inoperância, para minha surpresa, o ministro Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência da República, com o ar de menino bobo, em nome do governo Dilma Rousseff, dizia, cinicamente, “não entender o significado desses movimentos”.

Ora, Sr. Ministro, não faça o povo brasileiro de idiota. As mensagens das ruas são claras. O povo não aceita mais viver sob os desmandos administrativos e nem sob a estoica indiferença dos governantes frente às suas necessidades materiais e as suas convicções morais. Sr. Ministro, respondendo a sua inesperada ingenuidade, podemos enumerar dezenas de elementos que, no conjunto, estereografam o significado da revolta que movimenta o sofrido povo brasileiro.

A corrupção no Brasil, que em governos passados era uma patologia endêmica, no governo petista assumiu uma dimensão epidêmica. A saúde pública, Sr. Ministro, por falta de prioridades e por escassez de recursos, encontra-se, há muito, na UTI. Os transportes coletivos são péssimos e caros. As cidades são caóticas e a péssima mobilidade urbana
inferniza a vida do cidadão. A Educação é catastrófica e não atende minimamente as necessidades de desenvolvimento nacional. No que pese a farta propaganda governamental, o déficit habitacional é alarmante.

A violência e a impunidade, Sr. Ministro, são outros ingredientes explosivos nesse quadro de revolta. Será que o senhor não percebeu que, sob a complacência do nosso ultrapassado código penal e com uma indiferença governamental quase doentia, a violência vem aumentando de maneira assustadora e a sensação de impunidade é uma realidade que agride
a consciência do cidadão comum. Como complicador, Sr. Ministro, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), numa gritante inversão de valores, criminaliza o cidadão e vitimiza o criminoso. Só para que Sua Excelência tenha uma pequena noção do tamanho da indignação do povo, o Instituto Data Folha, em recente pesquisa realizada em São Paulo, apurou
que 93% da população exigem mudanças profundas no nosso Código Penal e uma reforma significativa no ECA.

A inflação, Sr. Ministro, está sem controle, a economia sem rumo e o brasileiro sente o seu padrão de vida ameaçado. Enquanto faltam bilhões para atender as necessidades básicas da população, o governo petista, numa ação de inversão de prioridades, abre mão de dezenas de bilhões de reais para subsidiar empresários ineficientes. Se isso não bastasse, outras
dezenas de bilhões de reais são gastos para garantir a Copa do Mundo e a Copa das Confederações, isso tudo acompanhado por um verdadeiro festival de superfaturamentos criminosos.

Sr. Gilberto de Carvalho, a estrondosa vaia que a presidenta Dilma Rousseff levou por ocasião da abertura da Copa das Confederações não foi um ato isolado ou carente de significado. Essa vaia, Sr. Ministro, continha o recado de indignação. Infelizmente, esse grito das ruas o senhor e os seus apaniguados insistem em não escutar. Nela, também parece estar contida a sinalização de que a controvertida, corrupta e ineficiente era petista está chegando ao fim. Essas, ao meu ver, Sr. Ministro, são as grandes mensagem cifradas nas crescentes manifestações de rua no Brasil.

* João Arruda, 

Professor universitário.

Prefeito de São Paulo pressionará em Brasília por projeto que reduz tarifa de ônibus

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), estará amanhã em Brasília, onde se reunirá com membros da Comissão de Assuntos Econômicas (CAE) do Senado, que incluiu em sua pauta na próxima semana o projeto do regime especial de incentivos para o transporte urbano. Ali, chegará sob pressão para reduzir a passagem de ônibus, que foi reajustada para R$ 3,20.

Haddad integrará grupo de prefeitos das Capitais, liderados por José Fortunati (PDT), de Porto Alegre, às 11 horas.

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP), presidida pelo pedetista, quer a aprovação do texto, de autoria do deputado Carlos Zaratini (PT-SP). O projeto é de caráter terminativo, ou seja, dispensa apreciação em plenário. Voltaria à Câmara após eventual aprovação.

(Com Folha Online)

MP/CE pede suspensão de restrição de acesso de veículos na área do Castelão

“O Ministério Público do Estado do Ceará entrou com Ação Civil Pública pedindo à Justiça que a Autarquia Municipal de Transito, Serviços Públicos e Cidadania realize a imediata suspensão do controle e restrição de veículos nas vias públicas no entorno do estádio Castelão. A ACP foi assinada pelos promotores de Justiça Francisco Romério Pinheiro Landim, Antônio Gilvan de Abreu Melo e José Aurélio da Silva, sendo protocolada no último dia 14.

O MP entende que o interesse público deve se sobrepor ao interesse privado de convidados vips e vvips. A ACP requer ainda que seja realizada a inspeção judicial nos dias dos jogos. Além disso, que a Secretaria de Segurança Pública seja oficiada no sentido de fiscalizar e autuar em flagrante as pessoas que estiverem usurpando as funções dos legítimos agentes de fiscalização de trânsito. Em caso de descumprimento, a multa diária é de R$ 100 mil.

(Site do MP/CE)

Onda de protestos sem políticos tradicionais

199 1

brasilii

Com o título “Movimento está divorciado dos políticos tradicionais”, eis artigo do jornalista Fernando Rodrigues, da Folha, sobre a onda de manifestações no Pais. Confira:

Os milhares de manifestantes que marcharam ontem nas ruas de grandes metrópoles estão divorciados dos grandes partidos políticos. Nenhuma legenda conseguiu ainda capitalizar a seu favor os protestos. Por essa razão, torna-se imprevisível o desfecho do movimento. Pode resultar em algumas mudanças ou dar em nada.

Até o início da noite de ontem, apesar da invasão da cobertura do prédio do Congresso Nacional, o nível de violência havia caído em relação aos dias anteriores. É um sinal de que talvez novos líderes estejam surgindo e exercendo influência. Esse é o primeiro passo para que um movimento espontâneo se torne orgânico.

Só que até agora não há vasos comunicantes com o establishment da política. Dos quatro principais pré-candidatos a presidente em 2014, três são de agremiações tradicionais –Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB). A última vez que estiveram a favor de um ato público de alguma magnitude foi em 1992, contra o então presidente Fernando Collor.

Já a pré-candidata à Presidência Marina Silva, que está organizando a Rede, é a única cujo discurso flerta com os manifestantes. Assim como ela, os que marcham não apresentam com grande clareza propostas do ponto de vista prático. Apenas querem um mundo melhor.

Seria arriscado para Marina se aproximar dos manifestantes e tentar faturar algum apoio para o seu novo partido. Movimentos horizontais e espontâneos tendem a rejeitar essas abordagens. Dilma, Aécio e Eduardo Campos teriam ainda mais dificuldade. Há, portanto, tendência não desprezível de os protestos ficarem órfãos por algum tempo de um representante político. Até despontar um nome novo.

Nunca é demais lembrar que, em 1988, ninguém sabia quem seria eleito presidente no ano seguinte. Mas havia uma insatisfação difusa no Brasil. As pessoas pareciam insatisfeitas com tudo, ainda mais com a hiperinflação. Emergiu um político alagoano desconhecido, jovem, cuja proposta principal era combater a corrupção e os marajás. Fernando Collor de Mello ganhou o Palácio do Planalto em 1989 com amplo apoio das ruas. Caiu em 1992 da mesma forma.

(Foto – Marcello Casal Jr – ABr)

Deputado denúncia falta de investimentos na saúde e diz que PSDB alça voos 2014

100 2

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=iViiPodAzJs[/youtube]

O PSDB questiona falta de investimentos na área da saúde do País. Cerca de R$ 18 bilhões teriam deixado de ser aplicados no setor, segundo denuncia o deputado federal tucano Raimundo Gomes de Matos.

O parlamentar também falou sobre a pré-candidatura do senador Aécio Neves (MG) para presidente e disse mais: ao assumir a vice-presidência nacional do PSDB, Tasso Jereissati admitiu retornar ao cenário político eleitoral.

CNI divulga Mapa Estratégico da Indústria 2013/2022

“O presidente da Confederação Nacional da Indústria, Robson Andrade, apresentou hoje (18), em audiência pública, o Mapa Estratégico da Indústria 2013-2022 aos senadores da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). O estudo estabelece metas e diretrizes para melhoria da indústria nacional e aumento da competitividade. O levantamento propõe ainda um conjunto de ações interligadas que possibilitam o crescimento sustentável e a geração de empregos. “Essa é uma contribuição da CNI e do sistema industrial para o país ter uma agenda, e criar competitividade para indústria brasileira e para o Brasil. Queremos uma indústria pujante e forte”, disse Andrade.

O Mapa Estratégico da Indústria 2013-2022 é resultado de pesquisa de nove meses entre 500 representantes empresariais que, durante esse período, identificaram os fatores-chave para aumentar a capacidade de produção da indústria e ampliar a participação do segmento na economia nacional.

Andrade destacou que o trabalho desenha a visão da indústria no país e destaca os principais obstáculos do segmento. “Temos dez pontos importantes para que Brasil possa crescer, desenvolver e fazer com que indústria brasileira volte a ser importante”, comentou.”

(Agência Brasil)

Copa das Condeferações: Sindicato da PF participará de protesto antes de Brasil x México

93 3

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=tG0SvJc6SaE[/youtube]

Carlos Façanha, presidente do Sindicato dos Policiais Federais no Estado do Ceará (Sinpof- CE), diz que vai participar, nesta quarta-feira, 19, da passeata de protesto em jogo antes de Brasil x México, às 16 horas, no Castelão.

O protesto terá início às 10 horas, em frente ao Makro, onde ocorrerá a concentração e, depois, seguirá rumo à Arena Castelão.

* Mais sobre protestos aqui.

Onda de protestos – Ex-líder estudantil, Jorge Parente se diz surpreso com protestos

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=pAP8jq-C6bA[/youtube]

As chuvas registradas nas últimas semanas no Interior cearense amenizaram a situação do setor leiteiro no Ceará. É o que revela o empresário Jorge Parente, ex-presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec) e também executivo da lacticínios CBL.

Jorge Parente aproveitou para falar sobre a onda de manifestações que se registra no País. Como líder estudantil no passado, se disse surpreso e preocupado com o tamanho do protesto.

Na festa do prêmio "O Equilibrista", IBEF/CE destaca Construtora Marquise

O Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (IBEF), regional do Ceará, promoverá nesta terça-feira, a partir das 19 horas, no Gran Marquise Hotel, a festa de entrega do Prêmio O Equilibrista. Três empresários estão na disputa: Ivens Dias Branco (M. Dias Branco), Everardo Teles e Fernando Cirino, este último ex-presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec). A festa será momento também para a entrega do Prêmio Empresa Padrão 2013, que foi ganho pela Construtora Marquise.

Nessa escolha, foram levados em conta critérios “como qualidade em gestão empresarial e reconhecimento de sua trajetória de competência e sucesso no mercado cearense”. Essa será a quarta edição do Prêmio. A eleição da Empresa Padrão do ano 2012 foi realizada em apenas um turno, onde todos os associados do IBFE-CE votaram para conhecer a ganhadora. Todo o processo foi auditado pela KPMG, renomada empresa de auditoria independente.

 

ProUni inscreve a partir de 6ª feira

O Programa Universidade para Todos (ProUni) iniciará período de inscrições a partir de sexta-feira (21). As inscrições, que vão até 25 deste mês, serão feitas exclusivamente pela internet. A portaria que regulamenta o processo seletivo do programa está publicada na edição de hoje (18) do Diário Oficial da União (DOU).

O ProUni oferta bolsas de estudo em cursos de graduação e sequenciais de formação específica em instituições privadas de educação superior. Segundo o Ministério da Educação, serão 90.010 bolsas no segundo semestre deste ano. Desse total, 55.658 serão bolsas integrais e 34.352 parciais, de 50% do valor das mensalidades das instituições particulares.

As bolsas integrais do ProUni são para os estudantes com renda bruta familiar por pessoa de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais são para os candidatos com renda bruta familiar de até três salários mínimos por pessoa.

CONDIÇÕES

Pode se inscrever no Prouni o estudante brasileiro que não tenha diploma de curso superior. É preciso ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas. O candidato não pode ter zerado a redação e deve ter cursado todo o ensino médio na rede pública ou ter tido bolsa integral em escola particular

Secretário acompanha no Senado votação de mais um empréstimo para o Ceará

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=7PgPrJyudfY[/youtube]

O secretário estadual das Cidades, Camilo Santana, viajou para Brasília. No Senado, ele acompanhará, nesta tarde de terça-feira, a votação de um empréstimo no valor de US$ 106 milhões – sendo R$ 66 milhões do BID, com o restante contrapartida estadual, destinado ao Projeto Cidades do Ceará II. Esse projeto beneficiará com obras de infraestrutura cidades do Baixo Jaguaribe e da Zona Norte.

Camilo Santana, ainda em Brasília, terá compromissos também na Caixa Econômica Federal e no Ministério das Cidades.

Prefeitura e Governo distribuem o "Guia de Bolso do Viajante" para turistas

Do site da Prefeitura de Fortaleza:

Com o objetivo de receber bem os visitantes na Capital cearense, a Prefeitura Municipal de Fortaleza em parceria com o Governo do Estado do Ceará, produziu o “Guia de Bolso do Viajante”. O material foi desenvolvido para auxiliar os turistas e a população local, não somente durante a Copa das Confederações Fifa 2013 mas, também, no período de alta estação. Como uma das medidas educativas e preventivas dos governos Municipal e Estadual, o guia foi produzido tendo como fonte de inspiração a cartilha do Ministério da Saúde. O informativo é adaptado à realidade do Nordeste e mais especifico a de Fortaleza, e traz importantes dicas de como aproveitar as atrações da “terra do sol” sem se descuidar da saúde, além de esclarecer possíveis dúvidas que um visitante pode ter durante a viajem.

O “Guia de Bolso do Viajante” contém temas relevantes e traz informações sobre vacinação, alimentação, cuidados com o calor (medidas para a população se proteger da insolação, desidratação e outros problemas acarretados com a exposição exagerada ao sol), uso da camisinha como método preventivo às doenças sexualmente transmissíveis (DST/ Aids,
hepatites virais, sífilis), trânsito responsável (um apelo para que os motoristas evitem a combinação perigosa de álcool e direção), dentre outros.

A distribuição do guia será realizada pelos agentes de saúde do município e voluntários, durante os dias de jogo e demais programações da Copa. Os interessados também terão acesso ao material nos cincos Quiosques dos
Turistas, distribuídos pela cidade.

João Ananias diz em artigo o que a oposição brada contra modelo de segurança cidista

Com o título “O tamanho da dor”, o deputado federal João Ananias aborda o quadro de crescimento da violência no Estado. “No Ceará, nos primeiros quatro meses deste ano, morreram mais de 11 por dia assassinados com arma de fogo”, diz em artigo publicado no O POVO desta terça-feira, Ananias. Quem lê esse artigo, pensa se tratar da opinião de um opositor. Confira:

O volume de notícias diárias sobre violência que vem ocupando o norte, o sul, o leste e oeste do espaço midiático e do inconsciente do homem contemporâneo está alterando a forma pacífica de existir da família brasileira.

Só no Ceará, nos primeiros quatro meses deste ano, morreram mais de 11 pessoas por dia assassinadas com arma de fogo. Esses números denunciam, entre outras coisas, que nesse período mais de 1.300 famílias cearenses tiveram de conviver com a morte trágica e inesperada de um filho, pai ou marido.

Não é necessário ser um estudioso da psicologia para imaginar o tamanho do tsunami emocional que se forma no âmbito de uma família quando uma tragédia dessas bate à sua porta no meio da madrugada ou em plena luz do dia. Na matemática não existe um número que possa quantificar o tamanho da dor que um pai precisa enfrentar para se despedir de um filho que foi assassinado. Para agravar, diante desse quadro dantesco do aprofundamento das desigualdades, do desespero humano que as manchetes denunciam e da necessidade urgente de uma solução, surgem o oportunismo cínico e a exploração política e comercial da desgraça, que em nada contribui para pacificar o País contaminado pela movimentação marginal do capitalismo drogado.

Recentemente denunciei da tribuna da Câmara Federal o interesse da indústria bélica de acelerar Projeto de Lei que facilita a aquisição de armas pelo cidadão comum com seu belo argumento de que “só o ladrão está armado”. Em outras palavras, “precisamos ocupar o outro lado do mercado”. Por mais que eu tente, não consigo ver com naturalidade a cena de um pai de família do século XXI, acompanhado dos filhos e netos, numa tarde de domingo, comprando pipocas com uma pistola na cintura. Isso sob o argumento de que é para se defender da violência.

Construir novos e modernos presídios de segurança máxima, duplicar ou triplicar o efetivo das forças policiais e militares, capacitar a tropa e a inteligência do comando, reduzir a maioridade penal, instalar câmaras em toda a cidade, endurecer as leis com penas de morte e perpétua para crimes hediondos. Confesso que não acredito em nenhuma dessas propostas isoladamente nem na ação conjunta de todas elas para reduzir os índices de violência e criminalidade, como acredito numa escola obrigatória, integral, gratuita e de qualidade para todos.

* João Ananias

Deputado federal (PCdoB-CE).

Onda de protestos pegou muitos de surpresa. Até a imprensa

91 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=oHAvHt8ElG4[/youtube]

O jornalista Plínio Bortollotti comenta a onda de manifestações populares em vários Estados. Plínio se diz surpreso com esse tipo de ação de uma juventude, que deixou a mídia e lideranças conservadoras no bolso.

DETALHE – Plínio está substituindo, pelos próximos 15 dias, o jornalista Érico Firmo, titular da Coluna Política do O POVO. A Coluna, inclusive, aborda essa questão das manifestações.