Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Lula lidera pesquisa CNT/MDA; Bolsonaro vem em segundo

358 15

Saiu a primeira pesquisa nacional, desde o início oficial da campanha eleitoral de 2018 para presidente da República. Foi divulgada nesta segunda-feira (20) e traz o ex-presidente Lula (PT) em primeiro lugar, com 37,3% das intenções de voto. O levantamento foi feito pelo instituto MDA e encomendado pela CNT (Confederação Nacional de Transportes). Jair Bolsonaro (PSL) aparece em segundo, com 18,8%. A pesquisa ouviu 2.002 pessoas entre a última terça-feira (14) e este domingo (19), em 137 municípios de 25 unidades da federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Confira o resultado:

Lula (PT) – 37,3%
Jair Bolsonaro (PSL) – 18,8%
Marina Silva (Rede) – 5,6%
Geraldo Alckmin (PSDB) – 4,9%
Ciro Gomes (PDT) – 4,1%
Alvaro Dias (Podemos) – 2,7%
Guilherme Boulos (PSOL) – 0,9%
João Amoêdo (Novo) – 0,8%
Henrique Meirelles (MDB) – 0,8%
Cabo Daciolo (Patriota) – 0,4%
Vera (PSTU) – 0,3%
João Goulart Filho (PPL) – 0,1%
José Maria Eymael (DC) – 0%
Branco/Nulo – 14,3%
Indeciso – 8,8%

Transferência de votos

Considerando apenas o universo de eleitores que inicialmente declararam voto no petista, Haddad ficou em primeiro lugar, com 17,3% das intenções de voto, seguido de Marina Silva e Ciro Gomes, com 11,9% e 9,6%, respectivamente. Somados, votos brancos e nulos e índice de indecisos representam 47,9% do total.

Fernando Haddad (PT) – 17,3%
Marina Silva (Rede) – 11,9%
Ciro Gomes (PDT) – 9,6%
Jair Bolsonaro (PSL) – 6,2%
Geraldo Alckmin (PSDB) – 3,7%
Guilherme Boulos (PSOL) – 0,8%
Alvaro Dias (Podemos) – 0,7%
Henrique Meirelles (MDB) – 0,7%
Vera (PSTU) – 0,5%
Cabo Daciolo (Patriota) – 0,3%
João Amoêdo (Novo) – 0,3%
João Goulart Filho (PPL) – 0,1%
José Maria Eymael (DC) – 0%
Branco/Nulo – 31,3%
Indecisos – 16,6%

(Também com Portal Uol/Foto – Agência Brasil))

Youtuber do Ceará alcança 1 milhão de inscritos com vídeos de curiosidades

O jovem David Damasceno, de 24 anos, morador da Barra do Ceará, chegou à marca de 1 milhão de inscritos no YouTube neste domingo, 19. As visualizações somadas de todos os vídeos já passam de 100 milhões.

O estudante de Computação alimenta seu canal, Universo Curioso, com vídeos de mistérios, ciência e astronomia. David conta que criou a conta em 2014, mas decidiu focar na produção de conteúdo em 2017. “Menos de 1 ano o canal fez 1 milhão de inscritos”, completa.

A ideia do canal veio através da sua página no Facebook – que leva o mesmo nome do perfil no YouTube -, e já atingiu mais de 3,4 milhões de curtidas. “Antes de ter a fanpage no Facebook, eu sempre quis ter o canal primeiro. Em 2017, a pagina ajudou muito”, explica.

A equipe é formada por mais três pessoas – um locutor, um roteirista e um editor – . A marca Universo Curioso ainda conta com um Instagram e site. O vídeo mais visto já passa de 8 milhões de views.

Para David, chegar em 1 milhão de seguidores na rede social de vídeos mais famosa do mundo é uma sensação indescritível. “É uma felicidade sem tamanho. Primeiro, por estar entre um grupo seleto e, segundo, por estar no nível de pessoas que te inspiraram no início, e saber que muitas pessoas se inspiram em você para fazer o que quer que seja”.

(O POVO Online- Colaborou Matheus Nunes/Foto – Facebook)

Marina Silva vai expor seu programa de governo na Federação das Indústrias do Ceará

A candidata à presidência da República pela Rede da Sustentabilidade, Marina Silva, desembarca em Fortaleza por volta da 16 horas, quando será recepcionada por militantes no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

De lá, Marina seguirá para o Instituto Maria da Penha, onde falará sobre suas propostas com relação às mulheres.

Marina ainda terá encontro com empresários na sede da Federação das Indústrias do Ceardá (Fiec), onde apresentará seu plano de governo, priorizando a questão econômica e, encerrará a programação na Barra do Ceará, onde apregoará suas ações na área ambiental.

(Foto – Agência Brasil)

FPM – Segundo repasse de agosto entra na conta das Prefeituras

*

O segundo repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) está sendo depositado nos cofres das Prefeiteuras nesta segunda-feira, 20. Pelos cálculos da Confederação Nacional de Municípios (CNM), o montante de R$ 587 milhões será menor que o valor repassado no mesmo decêndio de 2017, considerando a retenção – direto na fonte – do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Ao somar o porcentual destinado a educação, a estimativa da CNM indica que o segundo FPM do mês chegará a R$ 734 milhões. O montante, com base nos dados da Secretária do Tesouro Nacional (STN), será 23,94% menor, considerando os efeitos da inflação. Mesmo sem considerar o crescimento da inflação, do ano passado para este, o fundo será consideravelmente menor – 27,07%. Em agosto passado foram repassados R$ 3,6 bilhões no primeiro repasse e R$ 965 milhões no segundo.

Mesmo com o resultado negativo, o levantamento da CNM reforça que no acumulado do ano, o Fundo apresentou crescimento, na soma final, em todos os meses até agora.

SERVIÇO*

Levantamento completo do segundo FPM de agosto aqui.

Prefeito Roberto Cláudio puxa ato pró-campanha de Ciro, Camilo e Cid Gomes

Julio Ventura, segundo suplente de Cid Gomes, Roberto Claudio, Camilo e Cid.

O prefeito Roberto Cláudio, mesmo com a agenda administrativa, vai puxar, a partir das 18 horas desta segunda-feira, no Marina Park Hotel, o movimento denominado de “Juntos com o 12”. O objetivo, segundo RC, que preside o PDT na Capital, é reforçar as campanhas de Ciro Gomes, Camilo Santana e do ex-governador Cid Gomes, postulante ao Senado.

Os partidos que integram a coligação pró-Camilo foram convocados, além de vereadores, lideranças populares e comunitárias e candidatos a deputado federal e deputado estadual com base eleitoral em Fortaleza.

O governador Camilo Santana, a vice-governadora Izolda Cela e Cid Gomes marcarão presença no ato.

VAMOS NÓS – Roberto Cláudio voltou a evitar, no fim de semana, perguntas sobre apoio ao senador Eunício Oliveira (MDB). O que terá acontecido para que ele nem quisesse comentar o tema?

(Foto – Balada In)

Mercado financeiro mantém previsões para inflação e o PIB neste ano

Instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) mantiveram a estimativa de crescimento da economia e da inflação neste ano. A informação consta da pesquisa Focus, publicação elaborada semanalmente pelo BC, com projeções de instituições financeiras para os principais indicadores econômicos. A estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) segue em 4,15%. Para 2019, também foi mantida a projeção de 4,10%. Para 2020, a estimativa é 4% e para 2021, foi ajustada de 3,93% para 3,90%.

Para 2018 e 2019, as estimativas estão abaixo do centro da meta que deve ser perseguida pelo BC. Neste ano, o centro da meta é 4,5%, com limite inferior de 3% e superior de 6%. Para 2019, a meta é 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%. Para 2020, a meta é 4% e 2021, 3,75%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para os dois anos (2,5% a 5,5% e 2,25% a 5,25%, respectivamente).

Para alcançar a meta de inflação, o BC usa como instrumento a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 6,5% ao ano.

De acordo com as instituições financeiras, a Selic deve permanecer em 6,5% ao ano até o final de 2018. Para 2019, a expectativa é de aumento da taxa básica, terminando o período em 8% ao ano. Quando o Comitê de Política Monetária (Copom) aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Quando o Copom diminui a Selic, a tendência é de que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação. A manutenção da taxa básica de juros, como prevê o mercado financeiro neste ano, indica que o Copom considera as alterações anteriores suficientes para chegar à meta de inflação.

Atividade econômica

A projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – foi mantida em 1,49% neste ano. Para 2019, 2020 e 2021, a estimativa para o crescimento do PIB segue em 2,5%.

A previsão do mercado financeiro para a cotação do dólar permanece em R$ 3,70 no final deste ano e no fim de 2019.

(Agência Brasil)

Eleições 2018 – Álvaro Dias vira candidato de uma nota só

O candidato a presidente da República pelo Podemos, senador Álvaro Dias, virou o postulante de um discurso só. Nesta manhã, entrevista pelo jornalista Luiz Viana, âncora do programa O POVO no Rádio, da Rádio O POVO/CBN, ele voltou a destacar que sua luta será e continuará sendo contra a corrupção.

Álvaro Dias, por conta disso, ganhou a alcunha de “candidato da Lava Jato”, por defender ações do juiz Sergio Moro, a quem já chegou a convidar, se eleito, para compor seu ministério.

Para todo mal, o senador do Podemos disse que o remédio é fim da corrupção. Ele deu entrevista direto de São Paulo, onde estava no Jardim São Luís, lançando o programa Papel da Casa, uma ação incluída em seu plano de governo, que objetiva a regularização fundiária de quem mora em áreas urbanas.

(Foto – Reprodução de TV)

Operação Lava Jato está mais perto do vice de João Doria

O Ministério Público Federal compartilhou com o Ministério Público de São Paulo as provas da Odebrecht contra Rodrigo Garcia, o candidato a vice-governador na chapa do tucano João Doria. A informação é do jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo.

Um inquérito civil do MP de São Paulo investiga se houve pagamento de caixa dois para Garcia em 2010, quando ele se candidatou à Câmara de Deputados.

(Foto – Agência Brasil)

Centro de Eventos pode sair do pacote de concessões do Governo do Estado

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta segunda-feira:

O governador Camilo Santana prometeu na semana passada ouvir representantes do turismo do Ceará sobre a possibilidade de retirar o Centro de Eventos do pacote de concessões. Este aceno foi comemorado por algumas lideranças, preocupadas com as consequências do processo no setor.

A concessão do Centro de Eventos, que parecia inicialmente uma ótima oportunidade de profissionalização do espaço e de atração de grandes eventos, é vista agora com desconfiança.

Motivo: a experiência no Riocentro, que passou a ser administrado por uma grande empresa do setor, gerando insatisfação entre os promotores de eventos devido ao seu modelo de gestão.

O problema é que as companhias de maior porte normalmente trabalham com a criação de um combo de serviços, onde tudo passa a ser gerido pelo ganhador da concessão. Com isso, as pequenas empresas acabam ficando fora do negócio.

Para o Ceará, isso poderia representar a falência de muitas empresas.

(Foto – Divulgação)

PT de Fortaleza deve confirmar posição contra apoio à reeleição do senador Eunício Oliveira

296 11

O PT de Fortaleza vai promover reunião, a partir das 17 hora, na Casa Vermelha, reduto político do vereador Guilherme Sampaio, postulante a deputado estadual pela legenda. A informação é do presidente municipal Deodato Ramalho.

Na agenda, segundo Deodato, a busca por “um fio condutor de uma campanha com as contradições da formação do palanque”.

Deodato Ramalho integra o grupo da deputada federal Luizianne Lins e do deputado estadual Elmano de Freitas que não estão engolindo o fato de o governador Camilo Santana estar apoiando a reeleição do senador Eunício Oliveira (MDB). “A militância não aceita votar em golpista”, diz o dirigente municipal referindo-se a Eunício.

A militância, no entanto, votará na reeleição do governador,em Cid Gomes (PDT) e em Lula, caso esta postulação se consolide, adianta Deodato Ramalho.

VAMOS NÓS – O curioso nesse jogo de contradições é que o primeiro suplente do senador Eunício Oliveira na atual legislatura é o petista Waldemir Catanho, ligado à deputada federal Luizianne Lins. Catanho não teve nome mantido na chapa de reeleição do emedebista.

(Foto – PT do Ceará)

Por Lula, Frei Betto faz apelo a Cármen Lúcia para pautar prisão em segunda instância

82 1

Frei Betto enviou uma mensagem à presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, pedindo que ela paute “o quanto antes” no Supremo a revisão da prisão em segunda instância.

A informação é da Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta segunda-feira, adiantando que o ex-assessor especial de Lula disse que só a retomada do tema pode “favorecer a estabilidade jurídica e política deste país tão conturbado”.

A defesa do ex-presidente Lula reuniu decisões do STF e manifestações da PGR que reconheceram o caráter vinculante e obrigatório de determinações do Comitê de Direitos Humanos da ONU. Querem mostrar que é praxe do Brasil admitir a jurisdição do colegiado.

(Foto – PSOL)

Geraldo Alckmin vem reforçar a campanha do General Theophilo

Geraldo Alckmin e o General Theophilo.

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, virá ao Ceará na próxima semana para agenda de campanha. A passagem, inicialmente prevista para o mês que vem, como informou a Coluna do Eliomar de Lima, do O POVO, na última semana, foi antecipada para o final de agosto.

Nessa agenda, Alckmin dará palestra na sede da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), onde vai expor seu programa de gestão, e participará de ato político na Região Metropolitana de Fortaleza. O local ainda não foi definido.

Alckmin, nesse giro, será acompanhado pelo senador Tasso Jereissati (PSDB) e pelo candidato tucano ao governo do Ceará, General Theophilo. A ordem é reforçar a campanha do PSDB. O General Theophilo na primeira pesquisa Ibope sobre eleições marcou 4%

Sobre a campanha tucana, nesta segunda-feira, às 18 horas, haverá o ato de inauguração do comitê do General Theophilo e o lançamento plano de governo. O comitê funcionará na avenida Heráclito Graça.

(Foto – Divulgação)

UFC deixa de receber R$ 56 milhões de emendas da bancada federal

220 1

Eis a Coluna do Eliomar de Lima desta segunda-feira, no O POVO:

A Universidade Federal do Ceará não recebeu, até hoje, os R$ 56 milhões de emendas da bancada federal assegurados no orçamento deste ano. É o que diz, em tom de lamento, o vice-reitor da Instituição, Custódio Almeida, acrescentando que a UFC, assim como outras congêneres, estão “vivendo de pires na mão” no que diz respeito a verba para investimentos.

Há um verdadeiro canteiro de obras paradas ou em ritmo lento na UFC porque, para liberar recursos já penhorados, o reitor ou emissório seu têm que bater à porta do MEC, em Brasília, expor relatórios e torcer para que a verba venha mesmo.

“Isso é um desrespeito à autonomia das universidades”, acentua Custódio, explicando que a Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições de Nível Superior (Andifes) tenta pressionar. Embora reconheça que a época do momento, onde só se respira eleição, seja um senhor entrave. E bem superior à força política da entidade.

(Foto – Evilázio Bezeara)

Os bons olhos da sociedade

Com o título “Os bons olhos da sociedade”, eis o Editorial do O POVO desta segunda-feira:

O objetivo de termos uma eleição limpa no Brasil em 2018, em meio ao mais grave cenário que a política já proporcionou ao País em sua fase democrática recente, depende, com muito vigor, de uma atuação firme e isenta das instâncias públicas responsáveis por lhe garantir equilíbrio. Em especial aquelas que integram o, chamado, sistema de justiça, fiscalizando e cobrando o respeito às leis e punindo quem a elas não pretender se subordinar.

Há, nesse sentido, manifestações muito tranquilizadoras nos últimos dias de dois dos atores fundamentais ao funcionamento pleno deste sistema, a presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargadora Nailde Pinheiro, e o Procurador Regional Eleitoral, Anastácio Tahim.

Duas autoridades com o perfil que o momento recomenda, equilibradas, sensatas, discretas, no mesmo plano em que eficientes e atentas.

Sem dúvida, são características que garantem um certo sossego à sociedade cearense diante de um cenário marcado por muita instabilidade. O que se espera do processo eleitoral é que consiga reverter um sentimento, hoje, de muito descrédito com a capacidade que tem a política de oferecer caminhos para uma realidade nova, e melhor, com mais paz social e menos injustiças praticadas em nome de uma briga pelo poder que relega a espaço secundário o que é essencial ao Estado: garantir qualidade de vida aos cidadãos, independente de cores partidárias, opções ideológicas ou simpatias políticas.

Uma eleição, com suas tensões naturais e as divisões momentâneas que estabelece, de maneira clara e transparente, vislumbra, como etapa de um processo democrático mais amplo, o reagrupamento social futuro de uma Nação. Definidos vencedores e vencidos como efeito de uma opção popular pelo voto, em maioria, as partes que protagonizaram a disputa reintegram-se dentro de uma perspectiva de sociedade que seja capaz de estabelecer pontos comuns, consensos possíveis, a normalidade do cotidiano deve ser restabelecida até que um novo processo eleitoral determine o rearranjo de forças dentro do aparelho de Estado, a partir da constituição de um governo.

É assim que a roda gira e é assim que esperamos que aconteça como resultado deste difícil 2018 em que seremos chamados a, pelo voto, definir os rumos a serem estabelecidos pelos próximos quatro anos no País e no Estado. Não apenas em relação a presidente e governadores, mas, também, lembremo-nos sempre, quanto à composição da Assembleia Legislativa e do Congresso Nacional que desejamos para os próximos quatro anos.

Exército diz que 1,2 mil venezuelanos saíram do Brasil após violência

Cerca de 1,2 mil venezuelanos cruzaram de volta a fronteira do país com o Brasil, após os incidentes da sexta-feira (18) em Pacaraima, em Roraima, quando moradores da cidade atacaram barracas e abrigos dos imigrantes, inclusive ateando fogo, depois que um comerciante local foi assaltado e espancado. De acordo com as autoridades locais, não há registro de feridos entre os imigrantes.

O comerciante brasileiro que sofreu uma tentativa de assalto, supostamente por um grupo de venezuelanos, permanece internado em Boa Vista, e seu estado de saúde é estável.

As famílias venezuelanas que decidiram retornar ao país natal conseguiram atravessar a fronteira em segurança e com a integridade física garantida, informou o Exército.

“As Forças Armadas vão continuar cumprindo sua missão na área de fronteira com a Operação Acolhida e a Operação Controle, tanto em ação humanitária quanto em prevenção e combate a ilícitos transfronteiriços. Trabalham em prol da sociedade brasileira e repudiam atos de vandalismo e violência contra qualquer cidadão, independentemente de sua nacionalidade”, afirmou o Exército, em nota.

O Ministério da Segurança Pública confirmou o envio de um efetivo extra de 60 homens da Força Nacional para Pacaraima. A previsão é que o reforço chegue nesta segunda-feira (20) a Roraima.

(Agência Brasil)

CGU descobre superfaturamento em obra de trecho cearense da BR-230

A Rodovia Transamazônica, BR-230, cruza o Brasil de oeste a leste. De Lábrea, no Amazonas, até Cabedelo, na Paraíba. Mais de 4.223 km de extensão total, mas boa parte, mais ao Norte, nunca foi nem sequer pavimentado. Há trechos assim ainda desde os anos 1970, quando a estrada foi inaugurada. No caminho pelo Ceará, a estrada passa ao sul do território e não é das melhores para trafegar no Estado. Uma irregularidade descoberta pela Controladoria Geral da União (CGU), na execução de um contrato de recuperação e manutenção de trecho próximo ao município de Farias Brito, no Cariri cearense, nem é tão perceptível a quem passa dirigindo pelo local. Parece até discreta, mas representa R$ 2,3 milhões em superfaturamento aos cofres federais.

O contrato total firmado entre o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) e a construtora Ápia é no valor de R$ 39,5 milhões. Dessa quantia, a empreiteira já recebeu R$ 4 milhões (10,24%), faturados e pagos. O acerto previa obras e serviços Desde reparos na pista e acostamento à recomposição de drenagem e sinalização da rodovia até Lavras da Mangabeira – cerca de 70 km entre as duas cidades. Numa das principais irregularidades constatadas pela CGU, pontos da sarjeta, acostamento e meio-fio que formam a estrutura de drenagem deveriam ter sido reconstruídos em concreto, porém, o material usado no local foi apenas argamassa.

“É um material que esfarelava na mão dos fiscais”, descreve o chefe regional da CGU, Roberto Vieira de Medeiros. A situação surpreendeu até mesmo os fiscais do órgão que atuaram na inspeção. Alguns pedaços da argamassa “arrancados com a mão” estão guardados no escritório da CGU em Fortaleza. Se apertada mais fortemente, a peça chega a se desmanchar em algumas partes. “Só fizeram a restauração com essa argamassa, de qualidade muito ruim, arenosa. Foi um tipo de falha muito primária, elementar. Faz muito tempo que a gente não vê esse tipo de erro. É falha cabal de acompanhamento com relação à execução”, diz Medeiros.

A CGU calculou a cifra superfaturada a partir do que foi (ou nem foi) executado fora das especificações contratadas nos serviços de drenagem. O relatório da CGU registra cálculos e medições técnicas de cada irregularidade apontada. Meios-fios que deveriam medir 30 centímetros foram encontrados com 21 ou 23 cm, e com volume de concreto apenas 41% dentro do que fora acertado. O malfeito saltou aos olhos. A sarjeta de drenagem deveria ter 125 cm de largura interna, foi executada com 80 cm, cerca de 1/3 menor.

“As sarjetas argamassadas estão todas trincadas. Essa situação permite a infiltração de água para a base da rodovia, o que causará a degradação de toda a estrutura granular e, consequentemente, afetará a estabilidade do pavimento”, apontaram os auditores. O projeto contratado “previa a implantação de meio-fio, não a recomposição dele”, descreve o documento da CGU. Não poderia, portanto, passar apenas por recuperação, mas deveria ter sido refeito. A fiscalização do contrato e da execução das obras cabia ao próprio Dnit, através da Unidade Local (UL) de Icó.

A inspeção no trecho cearense da Transamazônica foi feita em novembro de 2017. O relatório final da CGU foi concluído em maio deste ano. Em fevereiro, um documento prévio chegou a ser apresentado à direção geral do Dnit, em Brasília, que fez o alerta à superintendência no Ceará. Aconteceram reuniões entre os dois órgãos para discutir medidas que poderiam contornar a situação. O então superintendente local do Dnit, Francisco Caminha, também recebeu em seu gabinete diretores e engenheiros da construtora Ápia, para tratar da situação da BR-230.

Apesar do contrato ainda vigente, a Ápia interrompeu os trabalhos na rodovia desde que a situação foi apontada pela CGU. Informação dada ao O POVO no último dia 9, por Caminha, exonerado do cargo naquela mesma data. Ele foi superintendente do órgão desde março até a semana retrasada – nem era o chefe do órgão à época da inspeção da Controladoria. Na última sexta-feira, dia 17, a engenheira civil Liris Campelo, analista de infraestrutura do órgão, tomou posse como a nova superintendente regional do Dnit. No início da semana passada, ela visitou trechos da BR-230 onde foram detectadas as irregularidades.

Os recursos para pagamento do contrato são do Programa Integrado de Revitalização “Crema-1ª etapa”, o plano permanente da autarquia para conservação, recuperação e manutenção de rodovias.

Explicações do Dnit-CE por refazer

Medições de trechos de obras na BR-230 no Ceará, auditados pela CGU, já tiveram os pagamentos estornados pelo Dnit. E medições futuras serão anuladas, até chegar ao valor apontado como superfaturado. Informação do ex-superintendente local do órgão, Francisco Caminha. A empresa também teria se comprometido em refazer serviços apontados pela CGU.

Nova chefe

Na última sexta-feira, foi empossada a nova superintendente do Dnit-CE, Liris Campelo. Caminha passou apenas cinco meses no cargo – saiu para trabalhar na campanha eleitoral. Tanto Caminha como Liris consideram a análise feita pela CGU nos serviços da BR-230 como “pontual”.

Internamente

A CGU recomendou apurar possíveis responsabilizações dentro no Dnit. Segundo Caminha, “ainda não teria sido identificado erro de servidores”.

Dinheiro público

O chefe da CGU no Ceará, Roberto Vieira de Medeiros, faz questão de exibir a peça de argamassa, arrancada com a mão por um dos fiscais do órgão, trazida de trecho auditado da BR-230, próximo a Farias Brito. O material estava entre a sarjeta e o acostamento, área dada como refeita no serviço contratado pelo Dnit-CE. No lugar deveria haver concreto. “Isso é claro desperdício do dinheiro público. Deveria ter durabilidade, mas você vê que iria se perder rapidamente. Se arrancaram com a mão, imagine o que pode acontecer ao pneu de um veículo”. Medeiros admite ser comum encontrar obras que não atendem a especificações técnicas dos contratos, mas considerou a falha descoberta pela CGU como “gritante”.

O que diz a auditoria da Controladoria

O Contrato

A BR-230 passaria por obras e serviços de manutenção rodoviária através do contrato UT-03.1.0.00.000276/2016-00, a cargo da Construtora Ápia. Vigência de 1.080 dias, a partir de 17/5/2016. É um trecho da Transamazônica próximo ao município de Farias Brito, no Ceará.

Valor total

R$ 39.548.960,44.

(Mais R$ 1.150.000,00 em contrato de supervisão da obra, com a JBR Engenharia. Vigente desde 9/8/2017)

Data da inspeção

De 6 a 10 novembro/2017. CGU apresentou relatório em maio/2018.

O que já foi pago

R$ 4.033.066,41. Repasse parcial feito somente à construtora Ápia, o equivalente a 10,24% dos serviços contratados. Não chegou a haver pagamento à supervisora JBR Engenharia.

O que foi constatado

– Superfaturamento na execução de dispositivos de drenagem (meio-fio, acostamento e sarjeta). Trabalho não foi executado ou foi feito em desacordo com as especificações técnicas e composições de preços. Prejuízo estimado: R$ 2.300.188,50.

– Pagamento irregular de serviços de construção de barracão para canteiro de obras. Valor apontado: R$ 26.466,80.

– Unidade Local do Dnit em Icó servindo de depósito temporário de veículos e motos apreendidos, a pedido do chefe da delegacia e do juiz da comarca. É mencionado no relatório a invasão do imóvel e o furto de peças de veículos.

O Cálculo do superfaturamento

Feito a partir de medições técnicas do que foi ou deixou de ser executado fora das especificações do contrato.

Algumas das irregularidades

– Meios-fios que deveriam ter 30 centímetros foram feitos com sete ou até nove centímetros a menos.

– Volume de concreto em 1 metro de meio-fio estava com apenas 41,42% do que estava previsto.

– Sarjetas triangulares que formam o sistema de drenagem deveriam ter sido refeitas em concreto, mas em vez disso receberam remendos de argamassa.

– As mesmas sarjetas deveriam medir 125 centímetros na largura interna, mas os auditores da CGU encontraram alguns pontos delas medindo 80 centímetros.

– Os auditores afirmam ter encontrado vários pontos de meio-fio não contemplados no projeto contratado, mas dados como medidos e pagos à revelia.

(O POVO – Cláudio Ribeiro/Foto – Fábio Lima)

Quase sem querer – Legião Urbana

Legião Urbana foi um grupo musical brasileiro de pós-punk e rock alternativo fundado na cidade de Brasília no ano de 1982 por Renato Russo e Marcelo Bonfá. A banda também contou com Dado Villa-Lobos e Renato Rocha em sua formação clássica. Ativa até o ano de 1996, encerrou suas atividades após a morte de Renato, seu vocalista e letrista, em 11 de outubro de 1996.