Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

OMS recomenda exercícios físicos diários para população acima de 18 anos

Com 51% da população acima de 18 anos com excesso de peso, de acordo com a pesquisa Vigitel, do Ministério da Saúde, atividades simples como caminhar, dançar, andar de bicicleta e desempenhar atividades domésticas surgem como alternativas para os que querem recuperar ou manter a forma física e não podem gastar com academia. Essas atividades físicas estão entre as recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a quem tem mais de 18 anos.

No dia a dia, deixar o carro em casa e ir a pé à padaria, passear com o cachorro e trocar o elevador pelas escadas também são atitudes simples que podem contribuir para que as pessoas não deixem de se movimentar, como explica a presidenta do Conselho Regional de Educação Física do Distrito Federal, Cristina Calegaro.

“Quanto mais a pessoa se movimenta, mais ela quer se movimentar. Em vez de pedir ao filho para pegar um copo de água, levante-se, sugere. “Antes, não tínhamos controle remoto na TV e era preciso levantar para mudar de canal. O avanço tecnológico também contribuiu para diminuir a necessidade de movimento. Com pequenas mudanças de rotina, as pessoas vão se movimentando e sentindo necessidade de mais movimento”, diz Cristina.

A OMS recomenda a prática de 30 minutos de atividade física em cinco ou mais dias por semana. Esse tempo pode ser contabilizado de forma separada nas atividades do dia a dia, explica a professora do Departamento de Nutrição da Universidade de Brasília Kênia Mara Baiocchi. “A atividade física é qualquer movimento que você faça. É a caminhada, a escada para não pegar elevador. E esses 30 minutos não precisam ser juntos. Passear com o cachorro está valendo, cuidar da casa, do jardim”, diz.

(Agência Brasil)

Ceará é zona livre de aftosa

O Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) Antônio Eustáquio Andrade vem a Fortaleza, na terça-feira (3), para assinar a portaria que decreta o Ceará como zona livre de aftosa com vacinação. O anúncio será feito na abertura do Pecnordeste 2013 no Centro de Eventos.

“O Ceará cumpriu todas as exigências estabelecidas pelo MAPA nas últimas campanhas de vacinação. Agora vamos ampliar os negócios agropecuários e melhorar o padrão genético do nosso rebanho”, afirmou o secretário do Desenvolvimento Agrário Nelson Martins.

Os altos índices de vacinação contra a febre aftosa foram a principal exigência do MAPA. Em 2012, o Ceará bateu todos os recordes e vacinou 93,99% do rebanho. Na primeira etapa deste ano, um novo recorde foi quebrado e 94,62% dos animais foram imunizados. A meta estabelecida pelo Ministério era que pelo menos 90% do rebanho recebesse a vacina em 80% das propriedades do Estado.

Além do Ceará, o reconhecimento nacional chega a mais sete estados: Piauí, Maranhão, Rio Grande do Norte, Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Pará.

(SDA)

Escritores comemoram aumento de leitura entre adolescentes

130 1

O escritor e jornalista Zuenir Ventura disse que já procurou entender, mas não chegou a uma conclusão sobre o crescimento do interesse dos jovens pela leitura. Ao visitar estande da Submarino, loja virtual de venda de livros, na 16ª Bienal do Livro, no Riocentro, ele acrescentou que a explicação pode estar na evolução da literatura de entretenimento, por onde os adolescentes começam a se interessar pela literatura.

“As escolas, no meu tempo, não entendiam assim e transformavam a leitura em um dever. Aí ficava uma coisa chata. Quando se revela para a criança e o jovem que a leitura é um prazer, um gozo, uma coisa gostosa de fazer, eles não têm como resistir. É botar na cabeça dos professores e dos pais que a leitura tem que ser um prazer e não um dever”, comentou à Agência Brasil.

O escritor não concorda com opiniões de que o uso da internet provocará o fim dos livros. “Reclamava-se tanto que os jovens não leem e aí se descobre que os jovens estão lendo. Achava-se que a internet ia acabar com a leitura, ao contrário, acho que nunca se leu tanto e se escreveu tanto quanto agora”, analisou.

Zuenir disse que o temor com a internet é uma visão “apocalíptica” que não tem o menor sentido. “Eu tiro um pouco pela minha casa. A minha neta de 4 anos gosta muito de ler, gosta de tecnologia, de iPed e me ensina. Não há incompatibilidade entre a tecnologia e a leitura. Acho que são complementares. Na verdade, essa história de que vai acabar o livro ou o jornal, as pessoas que dizem isso, acabaram antes. Acho que, na verdade, há uma convivência e não um antagonismo. Há uma convergência e acredito na leitura”, explicou.

O autor elogiou o fato de escolas levarem os alunos para visitar a Bienal. Para ele, o hábito da leitura deve começar nas crianças.”Isso também é uma iniciativa da maior importância”. O escritor destacou o trabalho do amigo Ziraldo. “Ele tem uma responsabilidade incrível nisso, porque prepara leitores. As crianças começam a ler por meio do Ziraldo e depois vão embora, porque quando se descobre o prazer da leitura não se abandona mais”, defendeu.

A escritora Thalita Rebouças, autora de 15 livros e que faz sucesso entre os adolescentes, explicou que eles estão lendo cada vez mais e a situação agora se inverteu, porque quem não lê é que não está na moda. “Quando eu comecei há 13 anos quem lia tinha vergonha de admitir. Hoje, graças a Deus, quem tem vergonha de admitir é o pessoal que não gosta de ler. O mico é não gostar de ler “, disse em entrevista à Agência Brasil.

Thalita lembrou que para um autor é muito importante saber que o livro dele vai fazer parte da vida do adolescente. “É muito gratificante saber que você escreve na solidão do seu escritório e de repente  aquilo sai da sua cabeça, vai para o seu computador e atinge muita gente. Mexe com muita gente, com as emoções de tanta gente. O adolescente passa por uma fase complicada com espinhas, questões, amores platônicos. Então, saber que os meus livros fazem companhia a eles é maravilhoso”.

A autora destacou que como escreve sobre o cotidiano, sempre quer que os adolescentes se identifiquem com o que vão ler. “A minha preocupação é não passar lição de moral. É fazer com que eles pensem e a partir do que leem, tirem suas próprias conclusões. E tudo com muito humor. É o que eu gosto de fazer. Fazer rir”, acrescentou.

Thalita vai participar do bate-papo com autores na terça-feira (3), na Bienal Internacional do Livro. O bate-papo é uma das programações especiais da feira para incentivar o contato dos escritores com o público.

(Agência Brasil)

TCM reúne em Barbalha representantes de 16 municípios

O Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará (TCM) reúne nesta semana, entre os dias 3 e 5, representações de mais 16 municípios cearenses na sequência da série de encontros regionais que vem realizando, tendo como propósito repassar informações atualizadas aos administradores municipais e aos demais cidadãos que comparecerem. Dessa vez será em Barbalha, no Cine Teatro Neroly Filgueira Sampaio, na primeira das etapas previstas para acontecer nas regiões sul e centro sul do Estado.

No município-sede do evento, além de participantes de Barbalha, também estarão delegações de Abaiara, Barro, Brejo Santo, Caririaçu, Crato, Farias Brito, Granjeiro, Jardim, Jati, Juazeiro do Norte, Mauriti, Milagres, Missão Velha, Penaforte e Porteiras. “Serão três dias de amplos debates e repasse de conhecimentos”, informa o presidente do TCM, conselheiro Francisco Aguiar, que abrirá os trabalhos na terça-feira (3) pela manhã, “durante os quais também procuraremos ouvir o que os cidadãos têm a dizer. Seja para melhorar nosso trabalho ou como ampliar a contribuição da sociedade em nossas atividades”.

Nesse projeto, voltado para a disseminação do conhecimento e engajamento da sociedade civil, estão juntos com o TCM instituições como a Controladoria Geral da União – Regional do Ceará; Assembléia Legislativa/Universidade do Parlamento Cearense; Ouvidoria Geral do Ministério Público do Estado do Ceará; Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado/Escola de Gestão Pública; Secretaria de Cidades do Estado/Instituto do Desenvolvimento Institucional das Cidades do Ceará; Secretaria da Fazenda do Estado/Educação Fiscal; e o Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Ceará.

(TCM)

Observatório sírio diz que mais de 110 mil pessoas já morreram no conflito

152 1

Pelo menos 110 mil pessoas foram mortas na Síria desde o início da revolta contra o regime de Bashar Al Assad, em março de 2011, indicou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH). Um balanço anterior, feito pela mesma organização não governamental em 26 de junho, apontava 100.191 mortos. A Organização das Nações Unidas tem indicado que já morreram no conflito mais de 100 mil pessoas.

Esse novo balanço mostra que morreram 40.146 civis, 21.850 combatentes rebeldes e 45.478 membros das forças governamentais, incluindo as milícias que apoiam o regime. Entre os civis, estão 3.905 mulheres e 5.833 menores de 16 anos.

O número relativo aos rebeldes abrange 15.992 civis que pegaram em armas, 3.730 combatentes estrangeiros (a maioria jihadistas) e 2.128 desertores. Nas milícias que apoiam o regime houve 17.824 baixas e o movimento xiita libanês Hezbollah, que combate ao lado das tropas de Assad, sofreu 171 mortes no conflito.

Segundo o OSDH, há ainda 2.726 corpos que não foram identificados e não se sabe do paradeiro de 9 mil detidos e de 3.500 soldados capturados pelos rebeldes.

A organização, que se baseia em uma rede de ativistas e em fontes médicas por todo o país, registrou as mortes até esse sábado (31).

(Agência Brasil)

Câmara debate Código de Processo Civil e Mais Médicos esta semana

O novo Código de Processo Civil (PL 8046/10, apensado ao PL 6025/05) e a comissão geral (sessão de debate) sobre o programa Mais Médicos são os destaques do Plenário esta semana.

Na terça-feira (3), os deputados podem realizar a segunda sessão de discussão do código em Plenário. O projeto do CPC, aprovado no dia 17 de julho na comissão especial, determina as regras de tramitação de todas as ações não penais, o que inclui direito de família, direito de trabalho, direito do consumidor e ações de indenização, entre outros.

Na manhã da quarta-feira (4), os deputados debaterão o programa Mais Médicos, instituído pela Medida Provisória 621/13. A comissão geral tinha sido marcada para o dia último dia 28, mas foi transferida por acordo entre os partidos.

O ponto mais polêmico envolvendo o programa foi o acordo entre o Brasil, a Organização Panamericana de Saúde (Opas) e Cuba que permite a entrada de mais de 2 mil médicos cubanos no Brasil até o fim do ano. Os primeiros 400 já chegaram.

Segundo o governo, a distribuição dos médicos nas regiões do País demonstra uma grande desigualdade: 22 estados possuem menos médicos do que a média nacional, que é de 1,8 médico para cada mil habitantes.

A MP do Mais Médicos prevê a concessão de bolsa ao médico participante, ao médico responsável pela supervisão profissional do participante e ao professor médico a quem caberá a orientação acadêmica. O valor da bolsa para o médico deve ser de R$ 10 mil. Entre os brasileiros, cerca de 600 médicos se inscreveram.

As principais entidades de classe dos médicos estão contra o programa e já entraram na Justiça pedindo a suspensão da tramitação da MP.

(Agência Câmara Notícias)

Síria: secretário de Estado norte-americano garante uso de gás sarin

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse neste domingo (1°) que os Estados Unidos têm provas de que foi usado gás sarin em um ataque em Damasco, a capital síria, e apelou ao Congresso para votar favoravelmente a uma intervenção militar. De acordo com Kerry, em declarações às televisões NBC e CNN, há amostras de cabelo e de sangue, entregues aos Estados Unidos por socorristas que estiveram na área do ataque, que mostram sinais de gás sarin, que afeta o sistema nervoso.

Para o secretário de Estado, trata-se de um importante fato ocorrido nas últimas 24 horas. “A cada dia que passa, esse caso torna-se mais forte. Nós sabemos que o regime ordenou esse ataque. Sabemos que eles se prepararam para isso. Sabemos de onde foram disparados os mísseis. Sabemos onde caíram”, disse.

“Conhecemos os danos causados depois. Vimos as cenas horríveis por todos os meios de comunicação, temos provas disso de outras formas e sabemos que o regime tentou ocultar isso depois”, acrescentou.

Kerry apelou aos colegas do Congresso, que só retoma os trabalhos no dia 9 de setembro, para que autorizem o presidente norte-americano, Barack Obama, a atacar o regime de Bashar Al Assad. O secretário disse à NBC que acredita que o Congresso vote favoravelmente à ação militar.

“Não acredito que os antigos colegas no Senado dos Estados Unidos e na Câmara dos Representantes virem as costas aos nossos interesses, à credibilidade do país, à norma que diz respeito à proibição do uso de armas químicas e que está em vigor desde 1925”, disse Kerry.

Ele lembrou que o Congresso adotou a Convenção sobre Armas Químicas e, no passado, já tomou posição sobre o regime sírio, tendo, por isso, responsabilidade de fazê-lo agora também.

(Agência Brasil)

Encontro de Mulheres Tucanas lembra ações de Tasso Jereissati

“Tire do Ceará o que o Tasso fez! Com certeza nós ficaríamos no deserto”. O depoimento é do ex-prefeito do município Deputado Irapuan Pinheiro (Sertão Central do Ceará), Claudenilton Pinheiro, durante o Encontro Regional Mulheres Tucanas, neste fim de semana, que reuniu ainda lideranças das cidades de Acopiara, Jaguaretama, Milhã e Senador Pompeu. Única prefeita do PSDB no Estado, Rizoleta Moreira destacou a importância do evento para o fortalecimento do partido e o legado que administradores tucanos, como Tasso Jereissati, deixaram ao País, ao Ceará e à própria cidade de Irapuan Pinheiro, administrada pelo PSDB por quatro mandatos.

Em Irapuan Pinheiro, a presidente da Comissão é a secretária de Assistência Social da cidade, Jaianny Pinheiro; em Jaguaretama, é a vereadora Ana Kelly Ferreira; em Acopiara, a empresária Nicole Bezerra; em Senador Pompeu, a educadora Josina Constância; já em Milhã, é a vice-prefeita Celení Ferreira.

O encontro ainda contou com as palestras da advogada e educadora Josélia Medeiros Albuquerque e da coordenadora de Comunicação Social do PSDB-Mulher Nacional, socióloga Jimmyana Rocha, falando sobre “A Mulher na Política” e “A Mulher no PSDB”. A coordenação e articulação do evento foi de responsabilidade da vice-presidente da Comissão Provisória do PSDB-Mulher Estadual, Maria de Jesus Bertoldo.

(com informações do PSDB-CE)

Novais diz que Cid e Ciro querem manter poder no Ceará, com descredenciamento de Campos

181 4

Em comentário enviado ao Blog, o dirigente da Executiva Nacional do PSB, Sérgio Novais, diz que no Brasil somente dois correligionários detentores de mandatos no Poder Executivo rejeitam a candidatura de Campos a presidente da República, entre eles o governador Cid Gomes. Confira:

Neste momento no PSB nacional, somente Cid e Ciro Gomes no Ceará e o prefeito de Duque de Caxias e Presidente do PSB do Estado do Rio de Janeiro, Alexandre Cardoso, se posicionam contrários à candidatura própria do partido à presidente em 2014.

No Rio a idéia é lançar o ex-ministro da saúde José Gomes Temporão, enquanto o Alexandre defende Cabral e seu candidato Pesão, rejeitados pelos cariocas por muitas trapalhadas. Aqui os irmãos FG tentam manter o poder no Estado descredenciando o governador Eduardo Campos e apostando numa aliança com o PT. A avaliação coletiva do PSB ė que o partido está maduro para governar o Brasil.

Sérgio Novais, membro da Executiva Nacional do PSB

Cinco cidades elegem prefeitos e vice-prefeitos neste domingo

Eleitores de cinco cidades voltam às urnas neste domingo (1º) para eleger prefeitos e vice-prefeitos. São cerca de 50 mil eleitores nos municípios de Goiatuba (GO), Santana de Cataguases (MG), Soledade (PB), Augusto Pestana (RS) e Taipas do Tocantins.

A volta às urnas ocorre já que as eleições de outubro do ano passado foram anuladas pela Justiça Eleitoral porque os candidatos vencedores obtiveram mais de 50% dos votos válidos e tiveram os registros cassados. Com isso, prefeitos e vice ficaram impedidos de receber o diploma e serem empossados.

Com a ausência do chefe do Executivo Municipal, essas cidades estão sendo comandadas desde então pelos presidentes das câmaras de Vereadores.

(Agência Brasil)

Uma questão humanitária

158 1

A primeira leva de cubanos que chegou ao Brasil foi tratada pela corporação da mesma maneira mal educada, agressiva e deselegante que marcou a chegada da blogueira cubana Yaoni Sanches ao nosso território. Nos dois casos, os agressores conseguiram o mesmo efeito: gerar simpatia pelos que foram agredidos.

Na polêmica dos médicos, ficou mais evidente a posição corporativista do que as outras delicadas questões que cercam o caso. E são muitas. A mais óbvia: o Brasil não produziu médicos suficientes para atender à população mais pobre, principalmente nas pequenas cidades do Norte e Nordeste.

Nasceu da imensa demanda por profissionais de saúde a política posta em pratica pelo Governo Federal no âmbito do programa denominado “Mais Médicos”. Atentem que esses profissionais são contratados para trabalhar no atendimento mais básico. Trata-se de um contrato temporário, com duração de três anos.

É notório que os cubanos estão sendo vítimas de uma injusta e abusiva relação de trabalho que contraria o nosso sistema legal. Os médicos brasileiros que deram plantão para agredir deveriam ter sido solidários aos enviados da ilha. Teria sido muito mais inteligente e, provavelmente, ganhariam o apoio da opinião pública para a sua causa.

Um outro médico estrangeiro que aderir ao programa receberá seu salário integral. R$ 10 mil, sem descontos. Ele poderá escolher o estado e a cidade que deseja trabalhar. Já os cubanos não são donos de sua vontade. Pelo contrato, vão para onde o Governo de Cuba quiser e não podem levar a esposa e os filhos. Do ponto de vista humanitário, um absurdo.

Seus passaportes são retidos e ninguém foi ainda capaz de responder que fatia do salário vai lhes caber. Os não cubanos assinam um contrato que, no fim das contas, vai ser de R$ 360 mil ao longo dos três anos. O cubano, com muito boa vontade, talvez fique com R$ 144 mil (se consideramos que ele terá direito a R$ 4 mil mensais, coisa que duvido).

É uma violência desmedida contra os direitos humanos. Tudo fica ainda mais complexo quando a democracia brasileira deixa transparecer que não aceitará pedidos de asilo oriundo dos importados de Cuba.

Complexo de inferioridade

159 3

Em artigo no O POVO deste domingo (1º), o médico psiquiatra Cleto Pontes avalia a receptividade dos médicos cubanos no Brasil. Confira:

Sentimento de inferioridade não é patológico e pode ser saudável em algumas situações. Motiva, às vezes, o cidadão a crescer na vida. Ser virtuoso é saber trabalhar tal sentimento em busca de melhorar o próprio ego, consequentemente, a agir altruisticamente na sociedade. A.Comte, pensador francês, foi quem definiu o conceito de altruísmo como a atitude de ser intencionalmente bom para com o outro. Já o complexo de inferioridade definido por A. Adler, psicanalista austríaco, o indivíduo se torna egoísta e paranoide. Quanto mais consegue poder, mais o indivíduo se sente infeliz inconscientemente. Pessoas insaciáveis no seu desejo, nem o céu é o limite.

Fato recente ocorreu no País, levando-nos a crer que os políticos da situação padecem de complexo de inferioridade, seguindo a linha de pensamento de Adler, ou seja, o caso dos médicos cubanos em treinamento de três semanas para trabalhar no nosso país sem passar pela prova do revalida.

Morei no Exterior, onde fui bem tratado. Nem de longe ter sido vítima de xenofobia. Ao concluir o curso de Medicina, após dois anos nos hospitais da região parisiense, consegui validar meu título de psiquiatra e, assim, fui efetivado como especialista na Clínica Ville D’Avray, situada entre Versalhes e Paris. Não recebia uma fábula de salário, mas era maior do que o dos cubanos recém-chegados, que não serão devidamente avaliados.

Os colegas da ilha de Fidel, segundo o jornal El País, na Espanha, receberão duzentos e poucos dólares e o restante servirá de sustento à ilha de Cuba e o seu sistema político falido. A nossa presidente é trabalhadora e parece ser bem intencionada, mas tem uma péssima assessoria com mentalidade do início do século XX.

Quantas às vaias, muito além de uma questão ideológica, elas revelam insatisfação com as medidas provisórias tomadas na área da saúde. Vale ressaltar um provérbio francês que diz: as coisas provisórias são as que mais duram. As vais foram dirigidas aos promotores do “Mais Médicos” e não aos médicos convidados pelo governo brasileiro. Vaias que fazem parte da verve do cearense que um dia vaiou o sol na Praça do Ferreira, por mais dias de chuva.

Em se tratando de violência, existe maior do que o governo federal impor medidas populistas e assistencialistas, pagas com impostos do cidadão brasileiro? É muito complexo de inferioridade e populismo da parte dos mandatários. Que tal investigar o salário de alguns colegas brasileiros envolvidos no programa “Mais Médicos”? De fato, eles já trabalharam em zonas carentes, sob sol e seca?

Desconfio que levantadores da bandeira do programa tipo “médicos já”, além de desrespeitosos às leis trabalhistas, são profissionais burocratas de assinaturas de papéis em seus confortáveis gabinetes em Brasília.

Mais médicos: explosão xenofóbica

174 3

Da coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (1º):

Os cearenses – e os brasileiros em geral – ainda não se recuperaram do trauma causado pelas imagens da explosão de xenofobismo, racismo e preconceito ideológico, promovida por alguns quadros da categoria médica cearense contra colegas cubanos que se dispuseram a vir ao Brasil para levar saúde básica a brasileiros desprovidos desse serviço mínimo.

Diante do repúdio da opinião pública cearense, nacional – e até internacional – o Sindicato dos Médicos do Ceará lançou uma nota claudicante de reconhecimento do erro cometido. Já é alguma coisa, mas será preciso muito empenho e demonstrações inequívocas de correção para recuperar o dano causado à imagem dos médicos cearenses (muitos dos quais não concordaram com o absurdo) e ao próprio povo cearense e brasileiro, constrangidos perante a opinião pública democrática e humanitária mundial pelo espetáculo vergonhoso.

Ainda bem que muitos cearenses, individualmente, e entidades representativas têm-se esforçado em cercar os cubanos de carinho para desfazer a má impressão causada a eles pela estupidez de uns poucos.

Obama faz pedido formal ao congresso norte-americano para ataque à Síria

170 1

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, enviou nesse sábado (31) pedido oficial ao congresso norte-americano para intervenção militar na Síria. O pedido deverá ser debatido esta semana pelos congressistas, que deverão se posicionar sobre o ataque ao país árabe em até 10 dias. A oposição, no entanto, somente quer avaliar o pedido a partir da segunda-feira (9), após o retorno do recesso parlamentar. O pedido do presidente não estabelece prazo para o início da ação na Síria, nem para a permanência das tropas no sudoeste da Ásia.

De acordo com o documento enviado ao congresso, o presidente norte-americano, Nobel da Paz em 2009, o ataque seria uma prevenção para que a Síria não possa fabricar armas de destruição em massa.

(com agências)

Morales diz que Dilma desconhecia acusações contra senador boliviano

O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse nesse sábado (31), em La Paz, que a presidenta Dilma Rousseff não tinha conhecimento dos processos judiciais a que o senador oposicionista Roger Pinto Molina responde no país. Morales anunciou que uma comissão, formada por vários ministros, virá ao Brasil com documentos sobre as ações que Pinto Molina enfrenta em sua terra natal.

A viagem já teria sido, inclusive, combinada com Dilma durante encontro no Suriname, por ocasião da cúpula da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). Virão ao Brasil os ministros bolivianos do Governo, da Transparência, da Anticorrupção e da Justiça, além de um representante do Ministério Público.

Morales disse ainda que a presidenta brasileira não tinha informações sobre Pinto Molina, “não por culpa dela”, e ressaltou que “é uma obrigação, com base em acordos internacionais, com base na convenção das Nações Unidas, todos os governos contribuírem na luta contra a corrupção”.

Há uma semana, Pinto Molina deixou a embaixada brasileira em La Paz, onde ficou asilado por cerca de um ano e meio, e veio para o Brasil com a ajuda do diplomata Eduardo Saboia, que assumiu a responsabilidade pela operação de retirada do parlamentar da Bolívia. Mesmo com as autoridades bolivianas afirmando que as relações entre o Brasil e a Bolívia não foram afetadas, o caso provocou uma crise diplomática que resultou na demissão do então ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, substituído pelo embaixador Luiz Alberto Figueiredo Machado, que assumiu quarta-feira (28) o comando da pasta.

(Agência Brasil)

Comissão aprova venda antecipada de bens apreendidos de qualquer criminoso

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou proposta que autoriza o leilão de bens apreendidos de criminosos envolvidos em qualquer tipo de delito, ao permitir sua venda durante o inquérito ou a ação penal. Atualmente, a venda antecipada é prevista somente para os crimes previstos na Lei Antidrogas (Lei 11.343/06).

Foi aprovado substitutivo do relator, deputado Otavio Leite (PSDB-RJ), ao Projeto de Lei 1889/11, do deputado Washington Reis (PMDB-RJ). Em sua versão, o relator realizou, basicamente, alterações de redação e técnica legislativa.

A mudança de conteúdo mais significativa foi a previsão de que caberá ao Ministério Público defender os interesses de incapazes, direitos difusos ou coletivos ou de ofendidos indeterminados. Deverá também assegurar a defesa de ofendido pobre em localidades onde não haja defensoria pública, sempre que o interessado requeira.

(Agência Câmara Notícias)

PT cearense não pode comprometer reeleição da presidente Dilma

“O PT aqui do Ceará não pode comprometer a reeleição da presidente Dilma”, ressaltou o líder do PT na Câmara, deputado José Guimarães, durante a Plenária do Campo Democrático em Tauá, sertão dos Inhamuns, no interior do Ceará. No evento da tendência majoritária no Estado, que contou a presença da prefeita Patrícia, o líder do PT condenou insinuações contra aliados estratégicos no cenário nacional durante a eleição interna do PT (PED 2013) e demonstrou confiança na eleição de De Assis Diniz para a presidência do diretório do PT Ceará.

Guimarães recebeu nesta semana o governador Cid Gomes e o senador Eunício Oliveira em Brasília (DF). Sobre a reunião, o líder do PT informou que ouviu do governador Cid Gomes (PSB) e do senador Eunício Oliveira (PMDB) o compromisso com a reeleição da petista em 2014. Sobre um possível apoio do governador Eduardo Campos à candidatura de Aécio Neves, Cid teria comentado que pretende conversar com o Campos e que irá trabalhar para não se tornar refém da legenda nas próximas eleições.

A Justiça Eleitoral determina que até o próximo dia 30 os postulantes a cargos majoritários e proporcionais apresentem o pedido de mudança de partido. Embora o governador do Ceará seja proibido por lei de se candidatar, um cenário onde PSB e PSDB marchem juntos pode comprometer a presença de aliados de Cid na legenda.

O líder não descartou a possibilidade do Partido dos Trabalhadores apresentar candidatura a governador na próxima eleição. No entanto, a definição deve passar ainda pelo crivo do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff. O PT estuda ainda a possibilidade de ampliar a presença no Senado Federal, o que pode ser garantida com o apoio do PT à uma eventual postulação do PMDB ao governo estadual.

PED 2013

Neste sábado (31) deve ser divulgado o número de filiados do Partido dos Trabalhadores aptos a votar no PED 2013. A estimativa é que 500 mil pessoas participem da eleição interna que define a composição dos diretórios nacional, estadual e municipais.

Dados preliminares sobre o número de votantes no Ceará apontam que  38 mil petistas definirão quem será o próximo presidente estadual do PT. Com o a confirmação do dado, o Estado do Ceará pode ocupar a quarta posição nacional em número de filiados do PT regularizados.

Putin pede a Obama que pense como Nobel da Paz sobre ataque à Síria

153 2

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, pediu neste sábado (31) ao presidente norte-americano, Barack Obama, que, como ganhador do Prêmio Nobel da Paz de 2009, pense nas vítimas de um eventual ataque à Síria.

“Dirijo-me a Obama como Prêmio Nobel da Paz: antes de usar a força na Síria, há que pensar nas futuras vítimas”, disse Putin, citado pelas agências russas de notícias.

Para ele, as acusações de Washington de que o governo de Bashar Al Assad usou armas químicas na Síria são “uma estupidez de metro e meio”. Aliado à Rússia, Putin disse que é necessário apresentar provas: “Se há provas sobre o uso de armas químicas, devem ser apresentadas. Se não se apresentam, é porque não existem.”

Barack Obama afirmou nessa sexta-feira (30) que ainda não tomou uma “decisão final” sobre um eventual ataque à Síria, mas admitiu uma ação “limitada” dos Estados Unidos contra o regime de Bashar Al Assad pelo uso de armas químicas.

(Agência Brasil)