Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Lula diz que desafio do PT é a juventude

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem que o PT precisa voltar a fazer um discurso voltado para a juventude do País. A declaração foi feita no Diretório Municipal do PT em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, para votar nas eleições para o presidente da legenda e diretorias estaduais e municipais. “O desafio dos próximos dirigentes do PT é, além de renovar o partido, porque eu acho que o partido precisa fazer um discurso mais para a juventude, é importante a gente consolidar o processo eleitoral do próximo ano”, afirmou ao chegar com muito tumulto.

O ex-presidente disse que, depois da reeleição da presidente Dilma Rousseff, o mais importante no processo eleitoral de 2014 para o PT é a escolha do governador de São Paulo. Lula disse que a vitória de um candidato do PT na eleição para governador dará oportunidade para o partido provar que “pode fazer muito mais”. “Nós temos a chance de disputar eleições em muitos Estados importantes e eu diria que a mais importante de todas, depois da presidente Dilma, é a de São Paulo, e é por isso que nós estamos com vontade de ganhar as eleições de São Paulo”.

Dilma

A presidente Dilma Rousseff levou menos de cinco minutos para votar na eleição interna do PT. Ela chegou à sede do diretório nacional do partido às 16h18 e deixou o local às 16h22. Levou menos de um minuto para preencher a cédula e depositá-la na urna. Quase levou a caneta consigo, mas lembrou de devolvê-la antes de ir embora. Dilma cumprimentou e posou para fotos com todos os mesários do partido. Na saída, falou rapidamente com os jornalistas e confirmou que teria encontro, ainda ontem, com o presidente do Uruguai, José Mujica, no Palácio da Alvorada. “Mujica está me esperando”, afirmou. “Não sei qual é a pauta. Foi ele que pediu o encontro. Vocês são muito indiscretos”, acrescentou.

(O POVO)

Eleição PT-Ceará: Foram apurados 9.543 votos até a madrugada desta segunda-feira

O Diretório Estadual recebeu, até 0h15 desta segunda-feira (11), os resultados de 72 municípios do interior. Foram contabilizados 9.543 votos, sendo que 7.845 foram para Francisco de Assis Diniz, 984 para Guilherme Sampaio, 244 para José Maria Castro, 104 para Antônio Ibiapino e 93 para Eudes Baima.

Já o resultado parcial da votação das chapas foi: 7.740 para Partido que Muda o Brasil e o Ceará, 984 para Unidade na Luta pela Democracia e Socialismo, 270 para É Preciso Renovar o Partido, 86 para Um Novo Tempo e 79 para Constituinte por Terra, Trabalho e Soberania.

O Processo de Eleições Diretas (PED) do PT foi realizado em 168 municípios do Ceará. Não houve eleição em 16 municípios por falta de filiados aptos a votar.

A apuração da eleição estadual continua nesta segunda-feira.

(PT-Ceará)

DETALHE – Ao todo, 55 mil integrantes do partido estavam aptos a votar.

Joaquim Barbosa abrirá o Encontro Nacional do Judiciário

joaquim barbosa stf

“O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, fará a abertura do VII Encontro Nacional do Judiciário, que ocorrerá nos dias 18 e 19 de novembro, em Belém/PA. O evento deve reunir presidentes, corregedores, gestores e responsáveis pela área de gestão estratégica de todos os tribunais do País.

A abertura do encontro será às 19h30 do dia 18, no Hangar do Centro de Convenções de Belém. Participará também da abertura a presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA), desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento, além de outras autoridades. Em seguida, os participantes posam para a foto oficial do evento e tomam parte em um coquetel de boas-vindas.

O evento continuará na manhã do dia seguinte, a partir de 9h30, com palestras temáticas e reuniões setoriais entre os membros de cada ramo da Justiça e também corregedores de tribunais.”

(CNJ)

Despedidas a Messias Pontes

“Messias Pontes ocupou espaço no jornalismo do Ceará como um profissional que incorporava o que mais se cobra no campo da comunicação: ética e completa disciplina aos princípios de defesa intransigente dos mais elevados interesses da coletividade.

Fica uma lacuna, mas, sobretudo, o legado de um homem que sempre lutou orientado pela crença de que é possível a construção de uma sociedade mais justa e fraterna. Ao mesmo tempo em que empenho minha solidariedade à família do Messias, quero reafirmar o compromisso de que compartilho dos valores tão caros que foram suas bandeiras de vida”. (Roberto Cláudio, prefeito de Fortaleza)

“Com profundo sentimento de pesar, recebemos a notícia do falecimento do jornalista Messias Pontes. Profissional exemplar e militante ativo das causas sociais, Messias sempre imprimiu marca própria nos veículos em que atuou. Seja como militante político, seja como um dos líderes de sua categoria, exerceu funções de destaque, dentre as quais a presidência do Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa.

Neste momento, procuramos confortar familiares e amigos deste grande profissional da imprensa cearense. Estejam todos certos de que o legado de Messias Pontes será honrado por todos aqueles que privaram de sua convivência”. (José Albuquerque, presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará)

“O Ceará perdeu uma de suas referências éticas no jornalismo. Mais que admirador do trabalho de Messias Pontes, eu era seu amigo, assim como sou amigo de sua família. Messias foi um exemplo de vida na busca por justiça social e por democracia. Incansável em sua luta, muitas vezes nos inspirou a nunca desistir de nossos ideais. Nesse momento de dor, presto solidariedade à família e aos muitos amigos de Messias”. (Salmito Filho, vereador de Fortaleza e secretário de Turismo de Fortaleza)

“A comunicação e a cultura do Ceará sofreram uma grande perda neste final de semana. A despedida de Messias Pontes nos entristece e deixa uma lacuna irreparável. Mas também ressalta um exemplo de atuação de um homem movido pela convicção das causas coletivas.

Na resistência às arbitrariedades do regime de exceção imposto pela ditadura, na prática de um jornalismo consciente e corajoso, na intensa defesa da categoria dos jornalistas, na luta pela democratização da comunicação social no Brasil, Messias Pontes nos lega muitos motivos para lembrá-lo. E para nos esforçarmos para honrar sua memória, dando continuidade à luta por uma sociedade melhor, de menos desigualdade, maior emancipação humana, mais justiça social”. (Paulo Mamede, jornalista e secretário de Cultura do Ceará)

Luizianne volta a apregoar rompimento da aliança do PT com Cid Gomes

172 3

luiziannelinss

A ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, que está deixando o comando do PT estadual, admitiu, neste domingo, que pode ser candidata a qualquer tipo de mandato em 2014. De governadora a deputada estadual ou federal ou ficar como cabo eleitoral no partido. Luizianne deu essa declaração durante giro por colégios eleitorais onde petistas votam para renovação das direções nacional, estadual e municipal.

Ela voltou a criticar a manutenção da aliança do PT com o PROS do governador Cid Gomes e disse que seu partido tem história e condições de postular o governo: “O PT é um partido muito grande para ser coadjuvante de qualquer partido que seja no Ceará, principalmente partidos recém criados”, alfinetou Luizianne.

A ex-prefeita apoia para a direção estadual o vereador Guilherme Sampaio e, em Fortaleza, respalda Elmano de Freitas, que disputou e perdeu a Prefeitura da Capital para Roberto Cláudio (PROS).

Ela também lamentou a morte do jornalista Messias Pontes, a quem definiu como uma pessoa que se dedicou à luta pela democracia.

(Foto – Paulo MOska)

Governador Cid Gomes manda nota lamentando morte de Messias Pontes

O Palácio da Abolição manda nota para o Blog sobre a morte do jornalista Messias Pontes:

“Foi com tristeza que soube do falecimento de Messias Pontes. Além de jornalista, Messias foi um idealista e revolucionário nas palavras e nas ações por sempre ter acreditado em  um Brasil mais digno e  melhor para todos.

Sua vida faz parte da conquista de um país mais livre e democrático. Descanse em paz, guerreiro.

Cid Ferreira Gomes,

Governador do Ceará.”

Briga de gangue deixa criança e homem baleados no bairro Messejana

“Uma criança e um homem foram baleados em um tiroteio na tarde deste sábado, 10, no bairro Messejana, em Fortaleza. De acordo com o Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), seis homens armados do grupo Mangueira entraram na área do Coqueirinho, na comunidade São Miguel, e efetuaram vários disparo contra três homens no local.

Durante o tiroteio, casas da comunidade foram atingidas. O tiroteio foi controlado por volta das 17h30min por equipes do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), Comando Tático Motorizado (Cotam) e 16º BPM (Messejana). Segundo o major Alexandre Ávila, um homem, que comandava a ação criminosa, foi preso autuado em flagrante e encaminhado à Divisão de Homicídios.

A criança e o homem baleados foram levados ao Frotinha de Messejana. Equipes da Polícia realizam diligências para identificar os outros envolvidos na ação criminosa e fazem a segurança do local até a tarde deste domingo, 10. Em junho deste ano, O POVO publicou a história das mães da comunidade São Miguel e a dor pela perda dos filhos. A matéria mostrou que, no conjunto São Miguel (Grande Messejana), a guerra entre dois grupos armados – Mangueira e Coqueirinho – transformou os últimos sete anos em dias insustentáveis e um suspense permanente. ”

(POVO Online)

PSDB envia nota contra “intolerância do governador Cid Gomes”

232 3

Em nota enviada ao Blog, o PSDB Regional defende o ex-governador Tasso Jereissati contra o que classifica de “intolerância do governador Cid Gomes”. Confira:

O PSDB tem exercido, desde o início de outubro, o direito de sua propaganda partidária assegurada pela Lei Nº 9096/95, em forma de inserções nas emissoras de rádio e TV de todo o Estado.

Na condição de partido de oposição ao atual Governo, exerce o direito democrático de analisar as ações e projetos em implantação no Estado. E de forma responsável e equilibrada, como é da tradição e de sua história, tem abordado problemas que afligem os cearenses, as crises na segurança e na saúde, o drama da seca e as promessas não cumpridas pelo Poder Público.

O partido, porém, foi surpreendido pela demonstração de intolerância do governador Cid Gomes, que em seu Facebook atacou uma das principais figuras da política brasileira, o ex-governador Tasso Jereissati, cujos governos estão registrados na História do Ceará pela dedicação e fidelidade aos interesses maiores do povo cearense.

Esse tipo de manifestação reflete, para nossa tristeza, um retorno ao passado recente. Passado este que o PSDB mais do que qualquer outro partido, tanto lutou para combater. Tempo em que o sistema de poder autoritário não aceitava o contraditório, a crítica como um instrumento de participação da própria sociedade na condução das ações do setor público, voltadas para as reais necessidades e carências da população. Estas são as mais importantes ações que não estão sendo cumpridas pelo atual Governo.

Em respeito à verdade histórica e à própria sociedade que acompanhou todo o esforço e transparência do Projeto de Mudanças com os governos Tasso Jereissati, o PSDB reafirma o compromisso de continuar defendendo e lutando por um Ceará cada vez mais desenvolvido, transparente e respeitado pela opinião nacional.

O jornalismo na linha do tempo

169 1

Da coluna Ombudsman, no O POVO deste domingo (10), pelo jornalista Erivaldo Carvalho:

Há exatos dois meses abordei o impacto do Facebook sobre a mídia impressa – particularmente, nos jornais que circulam em Fortaleza. O gancho: a utilização da rede social pelo governador do Ceará, Cid Gomes (Pros), para anunciar mudanças no secretariado. Ele fez isso à noite. No dia seguinte, o assunto foi manchete nos três jornais. Daí, fiz uma série de considerações. A íntegra pode ser lida neste link: http://bit.ly/1fQqklp. Duas das teses que levantei foram as de que a imprensa de papel está perdendo espaço e prestígio em coberturas. Especialmente, grifo como segunda observação, no caso do Ceará, em que o chefe do Executivo já disse que não lê jornal – daí se podendo tirar uma série de suposições sobre os porquês. No mais, observei o incômodo e o distanciamento com que O POVO tratou o “pronunciamento”.

Na última quinta-feira, 7, Cid voltou à carga. Na mesma página, desafiou o ex-governador e ex-senador Tasso Jereissati (PSDB) para uma comparação direta entre os dois períodos de governo. Como daquela vez, da dança das cadeiras, em setembro, a ida de Cid ao Face esta semana foi destaque nos jornais. O POVO deu-lhe a manchete. Seguramente, foram dois dos fatos mais marcantes do noticiário político cearense de 2013. Com uma diferença fundamental: da primeira vez, falou o Cid governador, que do alto da linha de comando, tinha o controle absoluto do processo. Agora, manifestou-se o Cid político, sabedor da tensão e polêmica que causaria ao bater de frente com Tasso, “o maior político cearense vivo” – palavras dele. A pauta, claro, tocou fogo na rede. Há vários outros momentos em que o Facebook roubou a cena dos jornais no Ceará. Citaria a apresentação do projeto da ponte estaiada sobre o parque do Cocó e a publicação de foto de helicóptero cuja licitação causou polêmica, entre outros.

Nilton Almeida lamenta perda de Messias Pontes

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=uA-Qv_aRKX0&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Ceará e atualmente vice-presidente da Associação Cearense de Imprensa (ACI) e coordenador de Comunicação do Banco do Nordeste, Nilton Almeida, destaca o espírito sindicalista de Messias Pontes. Para o coordenador, Messias, cujo corpo será enterrado às 16 horas no Cemitério São João Batista, deixou um bom legado.

Política é para profissionais

159 1

Da coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (10):

Mas, o que disse Tasso Jereissati para deixar Cid Gomes tão enfurecido? Para entender, fui à rede em busca da inserção do PSDB na TV. Encontrei-a no site do partido. Inteira, a inserção tucana dura apenas 30 segundos. A fala de Tasso é de parcos cinco segundos: “Não dá para ficar brincando de política. O Ceará merece respeito”.

Só isso? Sim, apenas isso. A fala do ex-senador é o fecho de uma sequência. A única fala que pode ser considerada dura foi proferida pelo ex-deputado Tomás Figueiredo Filho: “Não dá para aguentar a politicagem. O cearense quer resultado para resolver a mais grave crise de segurança da História”.

Quem observa a política há algum tempo, entende que o conteúdo da propaganda do PSDB é “uma seda”. Macio, macio. Levíssimo se considerarmos que os tucanos foram solenemente alijados do poder após anos de servil apoio aos irmãos Ciro e Cid. Em Sobral, no Estado e nas empreitadas nacionais.

Incomodado, Cid foi à Internet e usou seu perfil no Facebook para oferecer uma resposta ao “maior político cearense vivo”. O governador instigou comparações, disse que seus sete anos valem mais que o dobro dos 12 de Tasso e ainda citou duas vendas de estatais na era tucana: a Coelce e o BEC.

Quem não havia visto ou ouvido a fala de Tasso, tratou de ver e ouvir. Esse foi o resultado imediato da resposta de Cid. Se o tucano estava em busca de uma virtuosa brecha para entrar no palco iluminado do debate público, a reação desproporcional do governador lhe foi de grande ajuda.

Antes do debate acerca do debate, um esclarecimento. A venda do BEC não foi obra do Governo Tasso, mas sim a sua federalização. Quem o colocou à venda foi o Banco Central que então estava sob os auspícios de Luis Inácio Lula da Silva.

Ao desferir o contragolpe, o governador Cid iniciou seu arrazoado com o seguinte pressuposto: “A avaliação de um gestor público se dá por suas realizações e o quanto elas servem ao povo…”. Verdadeiríssimo. A questão é saber o que de fato serve e o que não serve ao povo.

Um dos mais concretos legados de Tasso Jereissati está no campo da política. E tem nome: Ciro Gomes, o primogênito líder maior do governador. Sem Tasso, o que teria sido da trajetória de Ciro? Uma incógnita. Elevado ao topo pelo padrinho, Ciro elevou consigo a família. Esse legado de Tasso serve ao povo?

Somemos os quase sete anos de Cid aos três anos e nove meses de Ciro e teremos um tempo de gestão muito próximo ao de Tasso. O maior engano dos cinco segundos do tucano foi a frase “não dá para ficar brincando de política”. Errado. Ciro e Cid são profissionais da política. Jamais brincam.

Candidata ao CRC-CE faz carreata neste domingo

251 1

carreata CRC

Uma carreata movimentou, na manhã deste domingo (10), as ruas da Aldeota e da Beira Mar. Era a candidata à presidência do Conselho Regional de Contabilidade (CRC), Clara Germana, que mostrou muita disposição para a eleição que ocorrerá no período de 19 a 21 deste mês.

Outras duas chapas concorrem à presidência do CRC.

(Foto: Paulo MOska)

Walter Cavalcante: Messias Pontes tinha compromisso com informação e com a verdade

Em nota de pesar enviada ao Blog, o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Walter Cavalcante, ressalta os princípios de justiça do jornalista Messias Pontes. Confira:

A Câmara Municipal de Fortaleza manifesta profundo pesar pelo falecimento do jornalista Messias Pontes, aos 66 anos.

Militante político brilhante, conselheiro e grande amigo do Legislativo fortalezense, Messias Pontes foi um homem íntegro e fiel aos seus princípios e dedicou sua vida na construção de um Brasil mais justo, em que os ideais de democracia e liberdade sejam exercidos em sua plenitude.

Em seu trabalho como jornalista e grande homem da comunicação, Messias foi impecável. O compromisso com a informação e com a verdade o qualificou como um dos maiores profissionais de imprensa do Estado, referência em todos os veículos de comunicação.

Neste momento de dor, a Câmara Municipal de Fortaleza se une aos seus familiares, amigos e todos aqueles que, só podem agradecer a Deus ter convivido com pessoa tão iluminada como foi Messias Pontes.

Walter Cavalcante, presidente da Câmara Municipal de Fortaleza

Eunício : “Messias deixa legado de serviços prestados à democracia e liberdade”

Em nota de pesar, enviada ao Blog, o senador Eunício Oliveira destaca Messias Pontes como mentor de jornalistas e políticos. Confira:

“Palavras não são suficientes para expressar a dor da perda de todos nós, que tivemos a honra e o prazer de conviver com o amigo, conselheiro, profissional brilhante, Messias Pontes.

Mais do que um amigo, Messias era mentor de políticos e de jornalistas. Nada escapava do seu olhar e ouvidos, sempre dispostos a ver e ouvir tudo o que acontecia no Ceará, no Brasil e principalmente, na política, sua especialidade.

Com inteligência, seriedade e a busca constante pela notícia completa e bem apurada, fez história no jornalismo cearense. Nosso Estado deve muito a ele, por ter levado ao público informações que muitos não tinham coragem de abordar; por dizer aquilo que a maioria não queria ouvir.

Messias Pontes deixa um legado de serviços prestados em prol da democracia e da liberdade. Filiado e militante do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) foi preso político em Fortaleza na década de 1970, quando combateu os horrores da Ditadura Militar.

Expresso toda minha solidariedade aos familiares e amigos, rogando a Deus que na sua infinita misericórdia, lhes confortem neste momento de tristeza e profunda dor”.

Eunício Oliveira, senador

As áreas críticas

Da coluna Política, no O POVO desse sábado (9), pelo jornalista Érico Firmo:

Ao propor a comparação entre seu governo e o de Tasso em qualquer área, Cid elencou algumas: educação, saúde, emprego, estradas, habitação, saneamento, aeroportos, recursos hídricos. Senti falta de duas: segurança e cultura.

No primeiro caso, se o critério forem investimentos feitos e ações realizadas, o atual governo é imbatível. Se for se olhar o resultado, a atual administração é tenebrosa. Na cultura, a atual administração passa por tentativa de sacudida na qual estou esperançoso, embora o tempo seja curto. São milhões em investimentos anunciados. Mas, de resultado até agora, é uma das piores administrações que o setor já teve.

Tasso, por sua vez, teve muitos méritos. Cid tentou atribuir ao irmão, Ciro Gomes, o crédito pelo Dragão do Mar. E teve, realmente, participação crucial em formular o projeto, obter financiamento e desencadear o projeto. Mas foi Tasso o governador durante a maior parte da obra – inaugurada no quinto ano após seu retorno ao governo. E, sobretudo, foi o tucano quem colocou o prédio para funcionar. Como em tudo mais, não dá para olhar só para o concreto.

Durante a boa parte dos últimos anos, o Dragão estava lá, erguido, e estava à míngua.