Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Dilma envia ao Congresso projeto que cria cotas raciais em concursos públicos

168 1

A presidente Dilma Rousseff enviou nessa terça-feira (5) ao Congresso projeto de lei, em caráter de urgência constitucional, que destina 20% das vagas em concursos públicos federais para negros. Ela disse que o projeto é um convite para que os Poderes Legislativo e Judiciário, além dos estados e municípios, também façam normas nesse sentido. “A sociedade brasileira tem que arcar com as consequências do longo período escravocrata”, disse a presidente.

Segundo Dilma, o regime de urgência do projeto garante que o debate sobre o tema seja amplo e intenso, mas, também, célere. “Nós queremos, com essa medida, iniciar a mudança na composição racial dos servidores da administração pública federal, tornando-a representativa da composição da população brasileira”. A urgência constitucional estabelece prazo de 45 dias para votação do projeto na Câmara e o mesmo período para o Senado, caso contrário tranca a pauta da Casa e proíbe a votação de outra matéria.

A medida foi assinada durante a abertura da 3ª Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial. Na ocasião, a presidenta anunciou que comunidades quilombolas terão prioridade no recebimento de profissionais do Programa Mais Médicos. “Nós estamos colocando comunidades quilombolas, junto com os distritos indígenas como locais privilegiados e prioritários para receberem médicos do Mais Médicos”, anunciou a presidente.

No evento, Dilma informou também que o Ministério da Saúde terá uma instância específica para coordenar as questões voltadas para a população negra.

Maria Júlia Nogueira, representando o Conselho Nacional da Promoção da Igualdade Racial, ressaltou no evento que 51% da população brasileira se declara negra ou parda. “É um grande desafio consolidar a democracia combatendo as desigualdades sociais e raciais”, disse.

Segundo Maria Júlia, estudos indicam que o jovem negro corre quatro vezes mais risco de ser assassinado do que o branco. “O genocídio da juventude negra no Brasil é outro grande problema que precisa ser combatido”, cobrou.

Em seu discurso, a presidenta Dilma disse que o governo federal dará respaldo ao Plano Juventude Viva, atuando na articulação com ministérios, governos estaduais e Judiciário “no sentido de assegurar que haja de fato um foco nessa questão”.

A 3ª Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial começou hoje e reúne, até quinta-feira (7), 1.400 representantes de todos os estados e do Distrito Federal, entre convidados, membros do Poder Público e da sociedade civil, para debater as políticas de enfrentamento ao racismo e de promoção da igualdade.

No evento, a ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, lançou ainda um guia para implementação do Estatuto da Igualdade Racial para que os órgãos, estados e municípios saibam como aplicar a norma.

(Agência Brasil)

Blog esteve com problemas nos comentários

178 1

Durante toda essa terça-feira (5), o Blog esteve com problemas técnicos para receber comentários. A situação está normalizada nesta quarta-feira (6) e os comentários já podem ser enviados.

Mais uma vez pedimos desculpas aos nossos leitores pelos transtornos.

Ministério da Saúde e Abia fecham acordo para reduzir teor de sódio em carnes, laticínios e sopas prontas

O Ministério da Saúde e a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA) fecharam acordo para a redução do teor de sódio nos alimentos industrializados. O compromisso é pela diminuição desse ingrediente em laticínios, embutidos e refeições prontas, em até 68% ao longo dos próximos quatro anos.

A meta global do acordo é retirar dos alimentos 28 mil toneladas de sódio até 2020. Desde 2011, a estimativa é que 11,3 mil toneladas tenham sido retiradas dos produtos como bisnaguinhas, massas instantâneas, bolos prontos, biscoitos e caldos.

O sódio está presente no sal de cozinha e em produtos industrializados. Seu consumo em excesso está associado a uma série de doenças, sobretudo à hipertensão arterial. Segundo a última Pesquisa do Orçamento Familiar (POF) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o brasileiro consome, em média, 12 gramas de sódio por dia, considerando o sal de mesa e o sódio obtido dos alimentos. A marca é mais que o dobro do que os 5 gramas recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

(Agência Saúde)

Ministro diz ser necessário corrigir falhas para reconquistar confiança da população nas polícias

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que a constatação de que 70% das pessoas não creem nas polícias brasileiras indica que os órgãos de segurança pública de todo o país precisam corrigir suas falhas e tentar reconquistar a confiança da população brasileira. O percentual é resultado de uma pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) para a elaboração do Índice de Confiança na Justiça Brasileira.

“Acredito que esse dado mostra a necessidade de construirmos uma atuação policial que volte a inspirar confiança na população”, disse o ministro nesta terça-feira (5) em Brasília (DF). Para Cardozo, é importante que todos os envolvidos com o assunto, principalmente as autoridades policiais, reflitam sobre o resultado da pesquisa de opinião pública, que integra o 7º Anuário Brasileiro de Segurança Pública do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

“Temos que refletir onde está a falha e como e onde a corrigir. Os órgãos policiais têm que perceber de que maneira recuperar essa confiança. Os procedimentos equivocados e as ilegalidades têm que ser corrigidos e as corporações em geral têm que ter clareza de que, quando há vícios, tem que cortar na própria carne. Temos um trabalho [a fazer] para readquirir a confiança da população nas autoridades policiais”.

Divulgado nesta terça-feira, em São Paulo (SP), o 7º Anuário Brasileiro de Segurança Pública aponta que, em 2012, pelo menos 1,89 mil pessoas foram mortas em confrontos com policiais civis e militares. A taxa é uma das mais altas do mundo. Segundo o estudo, nos Estados Unidos, por exemplo, 410 pessoas foram mortas em confrontos com policiais durante o ano passado.

O Fórum Brasileiro de Segurança Pública também critica a ineficiência do sistema de segurança pública brasileiro, com policiais mal pagos, baixas taxas de esclarecimento de crimes e condições precárias de encarceramento de presos. “Não conseguimos oferecer serviços de qualidade, reduzir a insegurança e aumentar a confiança da população nas instituições”, aponta o anuário.

(Agência Brasil)

Japoneses interessados em biometria facial do Bilhete Único

foto eliomar 131104 tv japonesa

Uma equipe de tevê do Japão percorre terminais de ônibus de Fortaleza para registrar o sistema de identificação dos usuários do Bilhete Único, por meio da biometria facial. O sistema começou a vigorar na cidade em junho deste ano.

Os japoneses, que não falam o idioma português e possuem um espanhol sofrível, realizam entrevistas com funcionários da Etufor e usuários do transporte público por meio de uma intérprete de São Paulo.

Segundo a Etufor, o sistema de biometria facial foi implementado para evitar fraudes no Bilhete Único, quando o usuário poderá realizar várias viagens com a mesma passagem, pelo período de até duas horas.

Sindicato teme fuga de presos em área nobre de Fortaleza

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Ceará (Sinpol/CE) questiona a construção de um complexo de 17 celas, no bairro de Fátima, que abrigaria presos de alta periculosidade. Segundo o sindicato, o Estado não tem conseguido impedir a fuga de presos de delegacias e unidades carcerários, o que colocaria em risco uma área de grande mobilidade no caso da construção do complexo da Polícia Especializada.

A nova unidade a ser construída abrigaria presos envolvidos com sequestros e assaltos de grande porte. Ainda esta semana, o Sinpol/CE promete entrar com representação junto ao Ministério Público Estadual.

Projeto quer regras mais rígidas para venda de animais em pet shop de Fortaleza

caooo

Um projeto de lei de autoria da vereadora Toinha Rocha (PSOL) quer regras mais rígidas para a comercialização de cães, gatos e outros animais domésticos em pet shop e demais estabelecimentos localizados em Fortaleza. A proposta estipula que a venda só será permitida apenas por locais com alvará expedido por órgão adequado e que respeite regras da Vigilância Sanitária Municipal.

Caso a matéria seja aprovada, ficarão autorizados para a venda de animais os canis e gatis, bem como criatórios específicos para outras espécies (porquinhos da índia, hamsters, chinchilas e gerbil). Toinha quer “descaracterizar” animais como produtos ou mercadorias, reconhecendo-os “como seres vivos merecedores de tratamento adequado”,

Pela proposta, ambientes de criação de animais terão que estar atentos ao bem-estar do animal e garantir atendimento às suas necessidades físicas, mentais e naturais. Texto da proposta critica pet shop’s e outras casas de comércio, que “expõem cães, gatos, coelhos, aves e outros animais em gaiolas minúsculas, nas vitrines”. O vereador João Alfredo (PSOL) subscreve a matéria.

(Com O POVO Online)

Ariosto Holanda coordena seminário sobre inovação tecnológica

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=8xWoUU15pic[/youtube]

O deputado federal Ariosto Holanda (PROS), que coordena o Conselho de Altos Estudos da Cãmara, estará promovendo nesta quarta-feira, em Brasília, um seminário sobre Ciência, Tecnologia, Inovação e Extensão voltado para as microempresas. O objetivo também é discutir a questão da seca do Nordeste que, segundo Ariosto, seria superada com capacitação do homem por meio da educação.

Ariosto Holanda aproveitará o seminário, que terá experiências da Embrapa em exposição, para lançar livro com ações de convivência do homem com a seca. O parlamentar conversou com o Blog sobre esse evento.

TAP é condenada a pagar R$ 10 mil por extravio de bagagem

“A empresa Transportes Aéreos Portugueses (TAP) foi condenada a pagar R$ 10.361,85 de indenização para o funcionário público A.W.C.P., que teve a bagagem extraviada durante voo. A decisão é do juiz auxiliar David Ribeiro de Souza Belém, em respondência pela Vara Única da Comarca de Chorozinho, distante 64 km de Fortaleza. Segundo os autos (nº 3341-31.2013.8.06.0068/0), em agosto deste ano, A.W.C.P. retornava de viagem à Europa quando, ao desembarcar em Fortaleza, constatou que uma das malas havia sido extraviada.

O passageiro, no entanto, foi informado pela TAP que não havia motivos para se preocupar, pois a mala seria entregue na residência dele em três dias, fato que não aconteceu. A empresa solicitou novo prazo (de 30 dias) para a entrega da bagagem, mas descumpriu novamente. Transtornado com a situação, A.W.C.P. entrou na Justiça com pedido de indenização por danos morais e materiais. Alegou ter tido prejuízo de aproximadamente R$ 5.361,85 referente aos bens que foram perdidos. Na contestação, a empresa afirmou que não podia indenizar, pois o cliente não comprovou o valor dos itens que estavam na bagagem. Em decorrência, pleiteou a improcedência da ação.

No último dia 10 outubro, ao julgar o processo, o magistrado considerou a empresa culpada pelo ocorrido. “No caso em tela, tenho entendido pela independência de prova, ante a circunstância de que este, presumivelmente, sofreu diversos aborrecimentos e transtornos decorrentes da perda de seus pertences, sobretudo, por se tratar de bagagens contendo objetos adquiridos em sua estadia na Europa, destino bastante incomum à grande maioria das pessoas, o que já sugere potencialização às angustias sofridas”. Por isso, determinou pagamento de R$ 5.361,85 por danos materiais e R$ 5 mil a título de reparação moral.”

(Com TJ-CE)

Deputados buscam patrocínio da Caixa Econômica Federal para clubes cearense

150 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=qsa-_C7WIXU[/youtube]

Nesta quarta-feira, os deputados federais José Airton e José Guimarães, ambos do PT, e André Figueiredo, do PDT, terão audiência, em Brasília, com o presidente da Caixa Econômica Federal  Jorge Hereda.

Segundo José Airton, hora de tentar o patrocínio da Instituição para os clubes do futebol cearense.

Prefeitura de Quixeramobim é alvo de novo de operação do MP estadual

“Pela quarta vez apenas este ano, a Prefeitura de Quixeramobim, a 206,1km de Fortaleza, foi alvo de operação do Ministério Público do Estado (MP-CE). Em operação intitulada “Ondas da Corrupção”, força-tarefa do MP cumpriu na manhã desta terça-feira, 5, seis mandados de busca e apreensão no Município. Desta vez, a Prefeitura é acusada de formular suposto esquema de contratação irregular de rádios locais.

Entrevista coletiva marcada para as 16 horas desta terça-feira dará mais detalhes sobre o caso. Segundo informações da assessoria de imprensa do MP-CE, dados que apontariam as contratações foram obtidos a partir de licitações apreendidas em outra operação que ocorreu este ano no Município, a “Quixeramobim Limpo I”. A referida concorrência teve como vencedora a Rádio Campo Maior – com valor de R$ 55 mil –, com suposta ocorrência de fraude no processo licitatório. Investigação do MP constatou diversas provas de fraude, como a existência de um check-list na capa do certame com todas as irregularidades que faltavam ser sanadas e a ausência de assinatura de pesquisa de preços prévia.

Além disso, apurou-se que a rádio vencedora estava com alvará vencido há mais de três meses e que outras emissoras inscritas no certame eram compostas pelo mesmo grupo de sócios. Mesmo com esses problemas, as empresas estariam sendo reiteradamente contratadas pela Prefeitura, com a Campo Maior recebendo R$ 710 mil entre os anos de 2007 e 2012. Outra rádio, a Canudos, recebeu R$ 434,5 mil. Já a rádio Difusora Cristal recebeu R$ 462,3 mil.
Decisão de Justiça

Com base nos dados, a juíza da 2ª Vara da Comarca de Quixeramobim, Fabrícia Freitas, determinou a busca e apreensão na sede das empresas citadas e empresários envolvidos. A sentença determina ainda a quebra de sigilos bancário e fiscal de todos e, por fim, a indisponibilidade patrimonial dos requeridos.

A força-tarefa, coordenada pelo procurador de Justiça José Wilson Sales Júnior, conta com promotores de Justiça com atuação na Unidade Regional de Quixadá e membros do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). As investigações acusam ainda o então presidente da Câmara, Carlos Roberto Mota Almeida.”

(Com MP-CE e POVO Online)

ICC manda nota para Blog esclarecendo sobre aparelho quebrado

Sobre um dos aparelhos de radioterapia quebrado do Instituto do Câncer do Ceará, a entidade mandou nota de esclarecimento para o Blog. Confira:

Caro Eluiomar de Lima,

O Instituto do Câncer do Ceará – ICC possui um dos maiores centros de radioterapia do Norte-Nordeste, com quatro equipamentos que realizam o tratamento radioterápico de pacientes com câncer que vêm de toda a região e se prepara neste momento para receber o quinto aparelho, ampliando ainda mais o atendimento.

De fato, um dos aparelhos está em manutenção. Por se tratar de uma manutenção extremamente especializada, a fábrica norte-americana já mandou dois técnicos que já estão em Fortaleza trabalhando neste momento para sanar o problema e garantir que o atendimento com esse equipamento seja restabelecido o mais breve possível.

Assessoria de Imprensa do ICC.

Ceará registra 18 mil casos de AVC por ano

joaojosecarvalho

O Ceará tem registrado por ano cerca de 18 mil casos. Desses pacientes, 25% perderam a vida; 25% estão severamente incapacitados ou restritos ao leito; 25% moderadamente incapacitados e somente 25% podem voltar ao trabalho, de acordo com informações do Comitê Estadual de Atenção às Doenças Cerebrovasculares. A boa notícia é que 92% dos AVC´S podem ser evitados e, mesmo que ocorra, há chances de diminuir em 30% as mortes e em 50% a incapacitação decorrentes.

“Tratando ou prevenindo os chamados fatores de risco (pressão alta, tabagismo, obesidade, colesterol elevado, sedentarismo, diabetes, etc) e atendendo os pacientes com AVC em unidades especializadas, as chamadas Unidades de AVC, os países desenvolvidos já conseguiram rebaixar o AVC para a quarta causa de morte”, destaca João José Carvalho, coordenador da Unidade de AVC do Hospital Geral de Fortaleza e presidente do IX Congresso Brasileiro de AVC que acontece de 13 a 16 de novembro, no Centro de Eventos do Ceará.

Trata-se do maior evento sobre o assunto na América Latina e vai contar com programação científica com renomes nacionais e internacionais.

STJ – Credor tem obrigação de retirar nome do consumidor da lista do SPC

O STJ decidiu na semana passada que cabe credor a obrigação de retirar nome de consumidor  das listas de proteção ao crédito (SPC). A sentença foi proferida a partir de um recurso impetrado no Rio Grande do Sul pela Sul Financeira. A empresa de crédito foi condenada pelo TJ/RS a pagar  a um consumidor uma indenização de 5 000 reais por danos morais. Motivo: a Sul Financeira manteve de forma indevida em virtude o seu nome em cadastros de proteção ao crédito.

Numa palavra, o ônus da retirada do nome da lista negra de inadimplentes é do credor; não do devedor.

O ministro Luis Felipe Salomão, relator do recurso, afirmou o Código de Defesa do Consumidor garante essa obrigação. Ou seja, é crime a falta de correção imediata dos registros de dados e de informações inexatas a respeito dos consumidores.

(Coluna Radar – Veja Online)

Ceará ganha rota marítima direto para a África

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Dx3vBX1Wa14[/youtube]

O presidente da Companhia Docas do Ceará, Paulo André Holanda, seguiu para Brasília, onde acerta a vinda do secretário especial dos Portos, ministro Antônio Silveira ao Ceará. Isso para que ele participe da assinatura de acordo entre o porto e grupo de armadores que vão operar com nova rota marítima saindo de Fortaleza com destino a Cabo Verde, na África. Paulo André dá detalhes para o Blog.

Governo dialoga com Congresso para evitar projetos que aumentem despesas

“O governo vai redobrar esforços para tentar estancar projetos que preveem mais gastos para os cofres públicos sem que haja receita. A ministra da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse hoje (5) que as propostas que tramitam no Congresso, se aprovadas, significariam um montante de R$ 50 bilhões a R$ 60 bilhões por ano. “Coisa absolutamente impossível de ser sustentada pela arrecadação”, declarou.

Durante rápida passagem pela Câmara, Ideli Salvatti explicou que governo vai manter a interlocução com líderes partidários para tentar evitar o avanço de matérias dessa natureza. “Para toda despesa tem que ter receita, a arrecadação, a garantia do dinheiro para sustentar essas despesas. Isso é uma regra que vale para as pessoas, para as famílias e, muito mais, para os governos que têm que ter a responsabilidade de gastar conforme a arrecadação permite”, avaliou.

Segundo a ministra, o diálogo estabelecido entre o Executivo e o Legislativo vem produzindo frutos, a exemplo da negociação que garantiu avançar na proposta de emenda à Constituição (PEC) que prevê indenização para os chamados “soldados da borracha”, pessoas que foram deslocadas para a Amazônia no período em que ocorria a guerra da extração da matéria-prima. A PEC deve ser votada hoje no plenário da Câmara.”

(Agência Brasil)

IFCE manda nota para Blog esclarecendo sobre eleição de diretores

Sobre boicote de professores relacionado às eleições de diretor nos campi do IFCE no Interior, a assessoria de imprensa do Instituto manda a seguinte nota para o Blog:

Caro Eliomar de Lima,

Em resposta à nota “Em assembleia, servidores do IFCE decidem boicotar consulta para diretor-geral em 11 campi”, publicada neste Blog, no último dia 2, a reitoria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) vem, a esse colunista, trazer os seguintes esclarecimentos:

1) A comunidade acadêmica de 13 campi do IFCE (Acaraú, Aracati, Baturité, Camocim, Canindé, Caucaia, Crateús, Morada Nova, Tabuleiro do Norte, Tauá, Tianguá, Ubajara e Umirim) participará, no próximo dia 7 de novembro, do processo de escolha dos diretores-gerais pro tempore dessas unidades.

2) O reitor do IFCE, Virgílio Araripe, assumiu o compromisso de ouvir as comunidades acadêmicas locais, a fim de indicar os nomes dos novos dirigentes pro tempore (cargo de confiança ocupados por servidores durante período determinado) da forma mais democrática possível, a despeito de a Lei nº 11.892/2008 estabelecer como prerrogativa do reitor a nomeação dos diretores-gerais pro tempore dos campi em implantação (que compreende o período de cinco anos a partir da data de criação do campus – o que se verifica neste caso).

3) As regras deste processo de consulta à comunidade foram definidas por uma comissão composta por quatro servidores, entre os quais um representante de uma das quatro seções sindicais de servidores do IFCE. As outras três seções também tiveram a oportunidade de compor a referida comissão, mas não indicaram representantes até o prazo de 13 de setembro, acordado democraticamente em reunião da reitoria com representantes das quatro entidades, dois dias antes.

4) Entre as regras estabelecidas para a candidatura ao cargo de diretor-geral protempore está a exigência mínima de três anos de efetivo exercício em instituição federal de educação profissional tecnológica. Esse prazo equivale ao período entendido pela Reitoria do IFCE como tempo importante para adquirir experiência institucional e vivência suficiente para que se administre com maior sabedoria a coisa pública (não por acaso coincide com o tempo exigido para o cumprimento do estágio probatório no serviço público).

5) Legislação específica determina a exigência mínima de 5 (cinco) anos de efetivo exercício em instituições como o IFCE para que um servidor possa se candidatar ao cargo de diretor-geral de um campus com mais de cinco anos de implantação.

Ou seja, para os campi cobertos pela atual consulta, o prazo estabelecido para o registro de candidatos ao cargo de diretor-geral pro tempore foi flexibilizado (sendo de apenas três anos), a fim de possibilitar a participação de maior número de candidatos.

6) Não procede a versão, divulgada por uma das quatro entidades sindicais dos servidores do IFCE, de que a exigência mínima de três anos de efetivo exercício para candidatar-se ao cargo de diretor-geral pro tempore teria o objetivo de favorecer a permanência dos atuais ocupantes do cargo. Para se observar isto basta consultar a tabela abaixo e perceber que um número bem maior de servidores estava apto a se candidatar ao cargo de diretor-geral pro tempore e, se esses optaram por não fazê-lo, certamente não foi por entraves causados pelo regulamento, e sim por decisão pessoal, que há de ser respeitada enquanto direito individual inalienável.

6. Número de servidores lotados nos 13 campi – 458. 123 (26,85% do total) – 16 Servidores aptos a se candidatar (com mais de três anos de efetivo exercício e, em caso de técnico administrativo, ocupante de cargo de nível superior)

7) A definição de apenas um dia de campanha oficial é justificada, inicialmente, pelo fato de os campi estarem finalizando o semestre acadêmico, sendo o dia 7 de novembro o último dia letivo em muitas unidades (é essencial que a unidade esteja em plena atividade no período “eleitoral” para que se possibilite a participação do maior número de servidores e alunos possível). Além disso, como é exigido que os candidatos já estejam lotados nos campi, entende-se que os mesmos já são pessoas integradas à comunidade acadêmica e que, tratando-se de uma questão local, que não exige qualquer deslocamento para a apresentação de propostas fora do campus em questão, um dia dedicado à “campanha” seja plenamente suficiente para a apresentação da plataforma de gestão proposta a servidores e alunos.

8) Os cargos de diretor-geral pro tempore são considerados de livre nomeação e podem ser providos livremente pelo reitor de acordo com a Lei nº 11.892/2008, que criou os institutos federais de educação, ciência e tecnologia. Conforme a legislação, o limite máximo de uma recondução começa a ser contado a partir da realização de consulta eleitoral formal junto à comunidade acadêmica, processo autorizado pelo MEC após cinco anos de funcionamento dos campi. Esse não é o caso da atual consulta, que, por estar sendo realizada em unidades ainda em implantação, por decisão do reitor do Instituto, não se configura processo eleitoral formal. Dessa forma, eventual nomeação de um servidor que, após manifestação da vontade da comunidade em seu favor, já ocupe o cargo de diretor-geral protempore, não caracteriza “recondução para um novo mandato”, visto que a ocupação do cargo permanece sujeita às regras ora citadas até que o campus tenha cinco anos de funcionamento.

9) Pelo mesmo motivo, o afastamento dos atuais candidatos ao cargo de diretor-geral pro tempore de cargos de direção e função gratificada durante o dia de campanha e de consulta à comunidade não constitui obrigação legal, tendo em vista que esse é um processo de consulta informal para um cargo pro tempore.

10)Por fim, vale ressaltar que não há qualquer fundamentação para que se tente fazer um paralelo entre o processo em tela e a legislação eleitoral brasileira, pois trata-se de matérias distintas, regidas por leis específicas, não podendo a sociedade cearense ser levada à interpretação equivocada da realidade, seja por interesses políticos ou de qualquer outra natureza.

Os fatos narrados acima atestam que a consulta para diretores-gerais pro tempore do IFCE está sendo realizada de forma a favorecer a participação democrática da comunidade acadêmica. Sem mais para tratar do assunto, a reitoria do IFCE solicita o esclarecimento dos fatos da nota supracitada e coloca-se à disposição para maiores esclarecimentos. 

* Reitoria do Instituto Federal do Ceará (IFCE)

VAMOS NÓS – Que na próxima polêmica, a assessoria do IFCE – eita nota grande, não nos mande uma tese.