Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Conselho Monetário reduz juros de empréstimos para obras de infraestrutura

“O Conselho Monetário Nacional (CMN) reduziu os juros da linha de crédito com recursos totais de R$ 20 bilhões do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para bancos públicos emprestarem a estados e Distrito Federal. A resolução nº 4.156, divulgada hoje (7), foi definida ontem em reunião extraordinária do CMN. Os recursos do BNDES serão repassados aos bancos públicos com a cobrança da Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), atualmente em 5,5% ao ano, mais 0,55% ao ano, em operações com garantia da União. Anteriormente, o custo era TJLP mais 1,1%. Para o caso de operações sem garantia da União, será cobrada TJLP mais 1% ao ano. A resolução anterior estabelecia TJLP mais 2%.

No último dia 1º, outra resolução do CMN autorizou o BNDES a transferir os R$ 20 bilhões aos bancos públicos federais, que emprestarão os recursos aos governos estaduais. A linha financiará obras de infraestrutura incluídas no Programa de Apoio ao Investimento dos Estados e Distrito Federal (Proinvest). O Ministério da Fazenda informou, no dia 1º, que a execução da linha de crédito diretamente pelos bancos federais acelerará a liberação dos recursos. Os bancos públicos federais terão de cumprir uma série de condições para emprestar os recursos.

Uma exigência é que os bancos federais não poderão repassar os montantes a outras instituições financeiras. Além disso, deverão assumir a responsabilidade pelo risco das operações, caso alguma unidade da Federação não pague os empréstimos. O monitoramento das operações de crédito também caberá às instituições financeiras.

Anunciada em junho como medida para estimular a economia em meio à crise, a linha de crédito para os estados visa a manter os investimentos dos governos estaduais. No início de julho, o CMN detalhou a repartição dos R$ 20 bilhões entre as unidades da Federação. Os recursos foram distribuídos da seguinte forma: 40% segundo os critérios do Fundo de Participação dos Estados (FPE), 40% conforme a população e 20% divididos igualmente.”

(Agência Brasil)

João Alfredo: PT denuncia compra de votos e continua no governo

84 2

Se o PT acha que o PSB do governador Cid Gomes comprou votos para eleger Roberto Cláudio prefeito de Fortaleza, que deixe os cargos que ocupa na administração estadual. A cobrança foi feita, nesta manhã de quarta-feira, durante pronunciamento na Câmara Municipal, pelo vereador João Alfredo (PSOL).

Ele citou, por exemplo, que o PT continua ocupando secretarias com Nelson Martins (Desenvolvimento Agrário), Francisco Pinheiro (Cultura) e Camilo Santana (Cidades), mas questionando a vitória de Roberto Cláudio, numa atitude de incoerência política.

João Alfredo lamenta ainda que o PT venha levantar essa tese somente agora, observando que o partido estava com Cid Gomes em outras campanhas eleitorais.

Chega a estranhar que igual queixa os petistas nunca levantaram em outras pelejas. “Parem de chororô, de mimimi!” O vereador cobrou as provas da denuncia.

Mercadante convida Cid para lançamento de programa de Alfabetização

75 1

O governador Cid Gomes (PSB) vai estender a sua permanência em Brasília, até a manhã de quinta-feira. É que o ministro da Educação, Aloízio Mercadante, o convidou para a solenidade em que a presidente Dilma Rousseff lançará, no Palácio do Planalto, o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa.

Assessores de Mercadante querem Cid presente porque informam que esse pacto surgiu com base no modelo implantado pelo governo cearense de apostar na alfabetização dando incentivos às Prefeituras.

Operação João-de-barro

Sabe aquela música do falecido Agepê… “Moro, onde não mora ninguém..?

Pois eis aqui o flagrante de um rapaz que armou sua rede literalmente nas alturas. Numa das árvores frondosas da avenida Beira Mar.

O flagrante do moço – flanelinha da área, tirando uma sesta, ocorreu no começo da manhã desta quarta-feira.

(Foto – Cláudio Barata)

Conselheira do TCE envia nota de esclarecimento para o Blog

94 4

Sobre nota do Tribunal de Contas do Estado (TCE) veiculada neste Blog e que garante não haver esvaziamento das ações do Ministério Público de Contas, recebemos outra nota. Só que enviada pela conselheira do TCE, Soraia Victor. Confira:

“Em relação à nota encaminhada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que tratava de medidas relativas ao Ministério Público de Contas, para ser fiel ao que se passou na reunião administrativa realizada no gabinete da Presidência, os Conselheiros Soraia Victor e Rholden Queiroz não concordaram e contestaram todos os pontos ali levantados na discussão, quais sejam:

-Redução de 06 para 03 procuradores do MPC;

-Prazo de 05 dias para emissão de Parecer;

-Recondução de mandatos, sem qualquer limite, do Procurador-Geral do MPC.”

Sem mais,

* Soraia Victor,

Conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Luizianne Lins vai ficar politicamente isolada?

91 5

Com o título “Depois da derrota, a perseguição”, eis artigo do publicitário e poeta Ricardo Alcântara. Ele aborda a possível manobra de isolamento da prefeita Luizianne Lins (PT) e sua relação com as correntes petistas e, em especial, com aquelas mais simpáticas ao mando cidista. Confira:

Quem com muitas pedras mexe, uma lhe cai na cabeça. Pois na de Luizianne Lins – que optou por fazer candidato à sua sucessão um nome que se identificava consigo e com mais ninguém – já começam a cair algumas, atiradas não só por adversário, mas também por alguns “companheiros”.

As últimas declarações de Cid Gomes durante a campanha e as primeiras de alguns petistas como o deputado Artur Bruno logo após o seu término são suficientes para dar a medida das resistências represadas e que agora buscarão revanche ao estilo marrento com que a prefeita exerce sua liderança.

A ideia – assumida pelo governador Cid Gomes, mas ainda não por todos que pretendem adotá-la – é isolar Luizianne. Difícil será realizar o plano a baixo custo. Em primeiro lugar, porque nunca sai barato contrariar alguém com seu temperamento. Mas há razões bem mais objetivas em jogo.

Ei-las: mesmo fora da prefeitura, ela será ainda presidente do partido até o final do próximo ano, quando já iniciado o processo sucessório para os governos estaduais e federal. Como é sabido de sua boa disposição para o enfrentamento, custo a crer que, acossada, se recusará a produzir estragos.

Outra razão para acreditar que as manobras de isolamento serão ruidosas é a falta de consenso interno para levá-las adiante sem solavancos: Luizianne conta – embora a ingratidão em política seja a norma – com aliados leais a ela na câmara, na assembleia e na nova legislatura municipal.

Se o federal Eudes Xavier e o estadual Antonio Carlos se fizerem vozes isoladas nas suas respectivas bancadas, já que a maioria dos seus companheiros deverão readerir sem maiores constrangimentos ao ferreiragomismo triunfante, o mesmo não se pode dizer dos vereadores do partido na capital.

Com Acrísio Sena, Guilherme Sampaio e Deodato Ramalho, são modestas as possibilidades de adesão a qualquer movimento que sinalize tentativa de isolar Luizianne Lins e neutralizar por completo sua força interna. Ao que tudo indica, pela capital a operação não deverá começar.

Logo, quando a prefeita revela que está de malas prontas para o Rio de Janeiro, onde pretende retomar a vida acadêmica, o fato sugere um distanciamento das circunstâncias que não corresponde exatamente aos fatos. Sob ameaça, não abandonará o terreiro. Sei não. Vem mais coisa por aí.

* Ricardo Alcântara,

Publicitário e poeta.

Setor de transportes fecha pacto pela redução de acidentes

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=uEdLuVnPt40&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1&feature=plcp[/youtube]

O governo federal, por meio do Ministério da Cidades, está lançando, nesta quarta-feira, o Pacto pela Redução de Acidentes de Trânsito. Dentro desse objetivo, convocou a Associação Nacional de Transporte Urbano (ANTU) para aderir. O vice-presidente dessa entidade, o cearense David Oliveira, destaca a ação e observa que o setor de transporte de passageiros tem colaborado para reduzir acidentes de trânsito no País.

Dilma e Lula acertam estratégia política para 2014

64 1

Em matéria nesta quarta-feira, o jornal O Globo informa que o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff se reuniram terça-feira à tarde para combinar os pontos que seriam discutidos por ela depois, em um jantar no Palácio da Alvorada, com as cúpulas de PMDB e PT.

Para não parecer que estava tirando a autoridade de Dilma no comando das articulações políticas para sua reeleição em 2014, Lula desistiu de comparecer ao jantar. Mas acertou com ela, antes, as bases para a ratificação do acordo de parceria com o PMDB, com vistas às próximas eleições presidenciais, como fizera logo depois do pleito de 2006. O encontro a sós com Lula também foi no Alvorada e tomou toda tarde da agenda da presidente, por mais de três horas.

 

Líderes políticos mundiais comemoram vitória de Barack Obama

“Líderes políticos mundiais parabenizaram o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pela reeleição. A maioria dos cumprimentos ocorreu em telefonemas e mensagens na internet, por meio da rede social Twitter. Houve também comunicados oficiais na imprensa. A União Europeia divulgou nota parabenizando Obama e dizendo que norte-americanos e europeus trabalharão juntos na busca por soluções para os desafios globais.

A nota foi assinada pelos presidentes da União Europeia, Herman Van Rompuy, e da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso. O texto menciona a necessidade de a Europa e os Estados Unidos “reforçarem suas relações bilaterais” e “enfrentarem juntos os desafios globais”.

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, também enviou mensagem a Obama por intermédio de nota oficial. No texto, Ki-moon diz que os esforços conjuntos devem ser para  “acabar com o derramamento de sangue na Síria, voltar a por no caminho o processo de paz no Oriente Médio, promover o desenvolvimento sustentável e fazer face aos desafios colocados pelas alterações climáticas”.

O presidente da China, Hu Jintao, e o primeiro-ministro do país, Wen Jiabao, enviaram hoje (7) mensagem conjunta de felicitações a Obama. “Em uma nova era histórica, desejo que as nossas relações bilaterais, baseadas em uma cooperação construtiva, entrem em nova fase”, diz o texto. “[Nos quatro anos do primeiro mandato de Obama] graças aos esforços comuns das duas partes, as relações China-Estados Unidos registraram progressos significativos.”

O governo de Israel, um dos principais parceiros estratégicos dos Estados Unidos, também encaminhou nota de felicitações. O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, reiterou que as relações entre os dois países  estão mais fortes do que nunca.

Por intermédio do Twitter, o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, chamou Obama de “amigo” e desejou felicidade para os próximos quatro anos. “Calorosas felicitações para o meu amigo @BarackObama”, escreveu Cameron, que hoje (7) visita um campo de refugiados sírios no Norte da Jordânia.

O presidente da França, François Hollande, também parabenizou Obama. “É um momento importante para os Estados Unidos, mas também para o mundo”, disse Hollande em comunicado. “A reeleição é escolha clara em favor de uma América aberta, solidária e plenamente empenhada na cena internacional e consciente dos desafios do planeta: a paz, a economia e o ambiente”, disse.

O primeiro-ministro do Canadá, Stephen Harper, saudou Obama. Harper disse que se alegra com a perspectiva de trabalhar com o presidente reeleito por mais quatro anos. “Será necessário avançar com as infraestruturas de transporte e de segurança necessárias para levar as relações comerciais bilaterais a novos níveis, assim como aliviar a burocracia, para que as empresas dos dois lados da fronteira possam criar mais empregos”, disse o primeiro-ministro em nota.

(Agência Lusa)

Orçamento 2013 – Equipes de transição discutirão propostas com vereadores

Nesta quinta-feira, a partir das 9 hora, no Seara Hotel, haverá um seminário para debater as diretrizes do Orçamento da Prefeitura 2013. A promoção é da Câmara Municipal e, segundo o presidente da Casa, Acrísio Sena (PT), o objetivo é esclarecer tudo sobre a peça orçamentária principalmente para os futuros vereadores.

O encontro terá a participação também dos atuais 41 vereadores e congregará as equipes de transição da atual administração e da futura gestão.

O secretário de Finanças de Fortaleza, Alexandre Cialdini, fará exposição sobre a proposta orçamentária 2013.

Mensalão – Julgamento será retomado nesta 4ª feira

“Depois de quase duas semanas, o julgamento da Ação Penal 470, o processo do mensalão, será retomado hoje (7), a partir das 14 horas. Os ministros estão na fase inicial da definição de penas para cada réu, de acordo com as condenações estabelecidas na etapa anterior. Atualmente, a Corte está fixando a pena de Ramon Hollerbach, ex-sócio do publicitário Marcos Valério.

O julgamento está suspenso desde o dia 25 de outubro por uma série de incompatibilidades no calendário. O relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, viajou para a Alemanha na semana passada para tratamento de saúde. Na segunda (5), a sessão foi desmarcada por coincidir com o Encontro Nacional do Judiciário, que ocorreu em Sergipe até ontem (6). Para Barbosa, o intervalo pode ser benéfico para dar novo fôlego à fase da dosimetria (cálculo das penas dos réus). “Todo mundo pode descansar um pouco”, ponderou.

Já se passaram três meses desde o início do julgamento, que ainda não tem data para terminar. O processo foi a plenário no dia 2 de agosto, com a solução de questões preliminares e apresentação das teses de acusação e de defesa nos dias seguintes. A fase de condenações e absolvições começou em 16 de agosto, com a condenação de 25 dos 37 réus. A terceira e última etapa, da fixação das penas, começou no dia 23 de outubro e não há previsão de quando vai acabar. Os ministros estão divergindo sobre critérios de condenação.

A única pena conhecida até agora é a de Marcos Valério, condenado a mais de 40 anos de prisão e multa de quase R$ 2,8 milhões. Ramon Hollerbach já foi condenado a mais de 14 anos de prisão e R$ 1,6 milhão em multa por cinco crimes, mas ainda restam três para ser analisados. Os ministros alertam que as penas já fixadas podem mudar.”

(Agência Brasil)

Coordenador da equipe de transição de RC fará visita à Prefeitura

Eudoro Santana, coordenador da equipe de transição do prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB), e Geraldo Accioly, coordenador da equipe de transição da prefeita Luizianne Lins (PT), trocaram telefonemas nesta manhã de quarta-feira.

Eudoro combinou e fará, às 15 horas desta quarta-feira, uma visita de cortesia ao gabinete de Accioly, na Coordenadoria de Projetos Especiais, que fica na avenida Luciano Carneiro, no bairro Vila União.

Parceiros políticos no passado, Eudoro e Accioly dão a entender que a relação entre as equipes de transição vai caminhar em alto nível de discussões técnica e política.

VAMOS NÓS – Ufa!

Prefeito eleito vai tirar uma semana para descansar

38 2

O prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB) vai tirar uma semana para descansar. Ele retorna de Brasília nas próximas horas, resolve algumas pendências e, nesta quinta-feira, toma a rota de São Paulo.

Roberto Cláudio deve permanecer no Brasil, segundo assessores, e viajará com dona Carol, sua mulher, e as filhas Roberta e Isabela.

Os vários matizes do petismo cearense

Nesta quarta-feira, em Brasília, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, vai se reunir com os quatro deputados federais e parlamentares estaduais petistas cearenses. No encontro ainda o senador José Pimentel, o candidato derrotado a prefeito de Fortaleza, Elmano de Freitas, e a prefeita e presidente regional do partido, Luizianne Lins

Hora de avaliar as eleições no Ceará e, principalmente, discutir a posição do PT diante do Governo Cid Gomes. Entre as correntes petistas, até agora, só o grupo da prefeita Luizianne Lins defende oposição geral. A turma de José Nobre Guimarães quer oposição só na Capital, enquanto outras correntes ainda estão analisando o cenário ou naquela de se fingir de morto para melhor passar.

O deputado estadual Antônio Carlos, até bem pouco tempo líder do governador Cid Gomes na Assembleia, disse, nesta manhã, antes de embarcar para o encontro em Brasília, que quer oposição. Ele integra o bloco da prefeita que, no cenário eleitoral cearense, foi o maior derrotado dentro dentro do petismo.

Qual a diferença do Romney para o Elmano?

90 15

Na internet, aparece de tudo. Foi só a apuração dos EUA chegar ao fim, para que a derrota de Romney para Obama fosse aproveitada para uma piadinha feita por eleitores de Fortaleza. Veio a pergunta: Qual a diferença do Romney para o Elmano de Freitas?

O Romney reconheceu a derrota duas horas depois…

… enquanto Elmano diz que vai entrar na Justiça questionando a vitória do Roberto Cláudio (PSB).

RC vai entrar no hit das obras paradas

54 4

“Pelo menos 56 obras já iniciadas pela atual gestão de Fortaleza só deverão ser entregues pela próxima administração da Capital. Segundo levantamento feito pelo O POVO, com informações da Prefeitura e do banco de dados do jornal, intervenções como as obras de mobilidade para a Copa do Mundo, construção de conjuntos habitacionais e a requalificação da encosta do Morro Santa Terezinha, iniciadas pela prefeita Luizianne Lins (PT), só deverão ser finalizadas durante o mandato do prefeito eleito Roberto Cláudio (PSB) .

Além das obras já iniciadas, pelo menos 18 grandes projetos e iniciativas que ainda não saíram do papel também deverão passar à responsabilidade do próximo gestor a partir de janeiro. Entre eles, há ideias que não passaram pelos trâmites burocráticos e, por isso, podem nem chegar à prática, como a construção de viaduto no cruzamento das avenidas Engenheiro Santana Júnior e Antônio Sales e a revitalização do Campo do América. Nesse número, há ainda projetos que já percorreram todo o tempo de preparo para as obras – com planejamento, obtenção de financiamento, licitação -, mas ainda são apenas esperança para a população, como o projeto Aldeia da Praia, requalificação do bairro Serviluz.

Segundo moradores do Titanzinho, comunidade beneficiada pelo projeto, o Serviluz, há muito, precisa de atenção. “Eles só prometem e não fazem nada por nós. Faz 40 anos que moro aqui e nunca vi trazerem melhorias”, desabafa a dona de casa Silvana das Chagas Bezerra, 42. Ela descreve as diversas carências da área e declara ter acreditado na mudança prometida pela atual gestão. “Disseram que construiriam praças para os jovens, por exemplo, e nada. Se não fosse o mar e o surfe, eles não teriam lazer nenhum aqui”.

A mudança de gestão é esperança também em outro trecho da orla, na avenida Beira Mar. Nos cerca de três quilômetros da via, um projeto de reforma com novo calçadão, bondinho e espaços de lazer também é promessa que ainda não se transformou em obra. Mas a ideia deve sair do papel a partir de janeiro, acredita o taxista Pedro Bezerra, 50. “É importante que ele (Roberto Cláudio) faça. Sinto firmeza e competência nele”, confia. Israel Batista, 61, também diz acreditar na execução. “Ele prometeu fazer tudo. E quem promete, deve”, determina.

Aldeia da Praia e requalificação da Beira Mar são projetos já licitados pela gestão, prontos para serem iniciados. Inclusive, em diversas reportagens do O POVO, tiveram entrega prometida até o fim desta gestão. O secretário da infraestrutura da Capital, Luciano Feijão, explica que a pasta não responde por essas intervenções, mas diz que os trâmites burocráticos pelos quais devem passar todas as obras tornam a execução algo demorado. Segundo Feijão, são entre cinco e seis anos desde a concepção de um projeto até o início das obras, mas esse tempo não deve ser empecilho para a execução de obras que querem mudar uma cidade – mesmo que uma gestão dure quatro anos.

Legado

Citando ainda que intercorrências durante as obras acontecem e podem acarretar atrasos, Luciano Feijão afirma que esta é a gestão que deixa maior legado para a cidade e a administração seguinte. Apenas sob responsabilidade da pasta, há R$ 1,512 bilhão em obras – entre as que estão em execução, as já contratadas e as em licitação.

Além de iniciativas como a reforma do estádio Presidente Vargas e a construção do Hospital da Mulher, supervalorizadas pela administração petista, 36 obras ainda em execução pela gestão têm entrega prometida até dezembro. “Não existe na história um legado maior do que esse”, frisa o secretário Luciano Feijão.”

(O POVO)

 

Projeto dos royalties aprovado pela Câmara não estima verbas para Educação

A Câmara dos Deputados aprovou, nessa terça-feira à noite, sem alterações, o projeto de lei do Senado que trata da nova distribuição dos royalties do petróleo. O texto que segue para sanção da presidenta Dilma Rousseff não prevê recursos para a educação. A ideia do Executivo, desde a semana passada, era destinar 100% dos royalties dos poços que serão licitados a partir do ano que vem para a educação. A presidenta Dilma Rousseff também defendia a manutenção dos atuais contratos de exploração do regime de concessão para preservar os ganhos dos estados produtores, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Preste a ser aprovado, o relatório do deputado Carlos Zarattini (PT-SP) foi rejeitado de maneira inesperada, por nove votos de diferença. A derrota ocorreu logo depois da divulgação de um levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) mostrando supostas perdas para estados e municípios não produtores na comparação com o texto aprovado pelo Senado.

Aprovado em outubro do ano passado pelo Senado, a proposta de autoria do senador Wellington Dias (PT-PI) e relatada pelo senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), foi alvo de críticas dos governadores do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e do Espírito Santo, Renato Casagrande. Na ocasião, os dois ameaçaram ir ao Supremo Tribunal Federal caso a proposta não fosse modificada pela Câmara.

A proposta reduz de 30% para 20%, já este ano, a fatia da União nos royalties. Os estados do Rio de Janeiro e Espírito, principais produtores de petróleo do país, terão seus ganhos diminuídos, também a partir do ano que vem, de 26,25% para 20%. Os municípios produtores terão as maiores perdas: dos atuais 26,25% para 17%, chegando a 4%, em 2020. Os municípios afetados pela exploração de petróleo também sofrerão cortes de 8,75% para 2%.

Os demais estados e municípios do país, aqueles que não produzem petróleo, que recebem atualmente 8,75%, passarão para 40% de forma gradual até 2020. Em relação à participação especial, um tributo incidente na exploração de campos com grande produtividade, a União, que hoje recebe 50%, passará, no ano que vem, para 42%. Com o aumento de receitas devido à exploração de petróleo na camada pré-sal, a União terá sua alíquota ampliada, gradativamente, até 46%.”

(Agência Brasil)

Menina Adísia chega aos 83 aninhos

130 8

Eis a professora e jornalista Adísia Sá, a nossa “Pequena Notável”. Está comemorando, nesta quarta-feira, 83 aninhos bem vividos. Deste repórter do Blog, parabéns a esta que, como ombudsman do O POVO, nos teve como aluno.

Adísia, com uma cabeça privilegiada e de fazer inveja, merece todas as loas do mundo.

Obama terá Senado democrata e Câmara republicana

“As principais previsões sobre os resultados das eleições nos Estados Unidos indicam que o Senado norte-americano terá a maioria de integrantes do Partido Democrata, do presidente reeleito Barack Obama. Porém, a Câmara dos Representantes deverá ficar sob o comando da maioria do Partido Republicano, que faz oposição a Obama.

Um terço dos 100 lugares do Senado estava em disputa nas eleições de ontem (6) e as projeções apontam para 23 nomes como vitoriosos do Partido Democrata e dez para o Partido Republicano.

As previsões mostram ainda que os republicanos devem manter o controle sobre os 435 lugares da Câmara dos Representantes. Na prática, as eleições encerradas ontem (6) nos Estados Unidos não mudam o cenário do Parlamento, conservando o formato anterior: o Senado com os democratas e a Câmara com os republicanos.”

(Agência Brasil/Agência Lusa)

Sindfort quer discutir reajuste salarial com prefeito eleito

55 3

O Sindicato dos Servidores e Empegados Públicos Municipais (Sindfort), segundo sua diretoria, aguarda o início dos trabalhos da equipe de transição do prefeito eleito Roberto Cláudio (PSB).

O objetivo? Vai apresentar sua pedida salarial para 2013. Os números do Sindifort ainda estão sendo fechados mas, no mínimo, o sindicato quer avançar em algo além da reposição da inflação.

É que o mês de janeiro, como ficou definido pela atual gestão, é a data-base da categoria.