Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Lula diz que depoimento de Marcos Valério é uma mentira

80 3

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chamou de “mentira” as afirmações do empresário Marcos Valério à Procuradoria-Geral da República. Segundo reportagem de “O Estado de S. Paulo”, publicada ontem, Valério disse à Procuradoria, em depoimento dado em setembro, que foi responsável por pagar despesas pessoais do ex-presidente em 2003, por meio de depósitos na conta de uma empresa de Freud Godoy, ex-assessor particular de Lula.

O empresário também afirmou que Lula deu aval, pessoalmente, aos empréstimos usados para abastecer o esquema do mensalão. “Isso é mentira”, disse Lula na saída do primeiro dia de seminário organizado por seu instituto e a Fondation Jean-Jaurès, ligada ao Partido Socialista francês, em Paris. Rodeado de assessores e seguranças, o ex-presidente, que tem evitado falar com a imprensa, deixou rapidamente o local. Questionado se poderia responder mais perguntas sobre o caso, afirmou: “hoje, nem duas”.

Aliados de Lula também seguiram tratando o depoimento como uma “mentira”. O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), classificou de “profunda inverdade” as acusações feitas pelo empresário. “A pessoa que disse não tem autoridade para falar mal do presidente Lula, que é um patrimônio da história deste país”, disse o presidente do Senado. O presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), afirmou que não há necessidade de se investigar o suposto envolvimento do ex-presidente Lula. “Não é uma afirmação que mereça crédito, mereça consideração ou sequer investigação, eu acho que deve ser mandada para arquivo porque não merece, efetivamente, nenhum tipo de consideração”, disse Marco Maia.

Nota do PT

Em nota, o PT classificou como “sucessão de mentiras envelhecidas” o depoimento de Valério. “Trata-se de uma sucessão de mentiras envelhecidas, todas elas já claramente desmentidas. É lamentável que denúncias sem nenhuma base na realidade sejam tratadas com seriedade. Valério ataca pessoas honradas e cria situações que nunca existiram, pondo-se a serviço do processo de criminalização movido por setores da mídia e do Ministério Público contra o PT e seus dirigentes”, diz o texto assinado pelo presidente da legenda, Rui Falcão.”

(Com Agências)

Alvaro Dias pede convocação de Marcos Valério para explicar denúncia contra Lula

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) apresentou requerimento para que o empresário Marcos Valério preste esclarecimentos sobre o depoimento à Procuradoria Geral da República (PGR), no qual acusa o ex-presidente Lula de ter tido despesas pagas com recursos do esquema do mensalão.

“O esquema que drenou milhões de reais dos cofres públicos para bancar a compra de votos, foi montado no início da gestão do Presidente Lula. Os repasses de Valério para custear as despesas pessoais aconteceram já no começo de 2003, quando ele mal assumira a presidência da República”, diz o texto do jornal, lido pelo senador.

Em reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, Valério, que foi condenado a mais de 40 anos de prisão pelo envolvimento no esquema do mensalão, diz ainda que sofreu ameaças do Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula. Alvaro Dias solicitou ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel, a íntegra do depoimento.

O PSDB, o DEM e o PPS entram nesta quarta-feira (12) com representação junto à Procuradoria para que as denúncias, que não constam do inquérito do mensalão, sejam investigadas.

– Cabe ao Ministério Público da União instaurar os procedimentos para a investigação judiciária a fim de que, se delitos foram praticados, as responsabilizações civil e criminal, alcancem também aqueles que se ausentaram neste primeiro momento do julgamento do Supremo Tribunal Federal – afirmou o senador.

(Agência Senado)

Após quatro dias preso, Cachoeira é solto

O contraventor Carlinhos Cachoeira foi solto nesta terça-feira (11) após passar quatro dias na prisão. A liberdade foi concedida pelo desembargador Fernando Tourinho Neto, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), que revogou decisão do juiz Alderico Rocha Santos, da Justiça Federal em Goiás.

Cachoeira foi preso no dia 7 de dezembro como resultado da primeira decisão sobre os desdobramentos da Operação Monte Carlo, que apurou esquema de corrupção e exploração ilegal de jogos no Centro-Oeste. Além da condenação em mais de 39 anos de prisão, o juiz Rocha Santos estipulou prazo de prisão preventiva em dois anos, que poderia ser substituído pelo pagamento de fiança de R$ 10 milhões.

A defesa recorreu ao TRF1, e ao analisar o caso, o desembargador Tourinho Neto entendeu que a execução provisória da pena é ilegal. “No nosso ordenamento jurídico, não existe prisão preventiva quantificada em tempo”. Ele destacou que a prisão preventiva só pode ser decretada para garantir a ordem pública, a ordem econômica, a conveniência da instrução criminal ou para assegurar a aplicação da pena.

Cachoeira já deixou a prisão no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, localizado na região metropolitana da capital goiana. Ainda cabe recurso da decisão de Tourinho à Terceira Turma do TRF1.

(Agência Brasil)

Cid faz panfletagem na Aldeota convidando para a festa de entrega do Castelão

251 24

O governador Cid Gomes está panfletando, nesta noite de terça-feira, no cruzamento das avenidas Senador Virgílio Távora com Dom Luiz. Ele está divulgando e convidando a população para a festa de inauguração da Arena Castelão.

A solenidade ocorrerá às 17 horas do próximo domingo, com a presença da presidente Dilma Rousseff, que virá direto da França após participar de evento internacional na área econômica.

(Foto – Leitor Pedro Alvares)

Líder do PT desqualifica denúncias contra o ex-presidente Lula

158 7

O líder do PT, deputado Jilmar Tatto (SP), classificou como um ato de “desespero” as denúncias feitas pelo empresário Marcos Valério, pivô do escândalo conhecido como mensalão, que ligam o ex-presidente Lula ao caso. “É uma pessoa desqualificada, que foi condenada, processada e vai ser presa”, disse Tatto, para quem as denúncias buscam apenas “desconstruir o governo Lula”. Segundo ele, não há indícios para que o ex-presidente seja investigado.

Em depoimento ao Ministério Público em setembro, Valério disse que Lula deu o aval para a tomada de empréstimos fraudulentos que abasteceram o esquema, pelo qual Valério foi condenado a mais de 40 anos de prisão. No depoimento, Valério disse que o esquema financiou despesas pessoais do ex-presidente.

Tatto minimizou as tentativas da oposição de convocar o publicitário para vir à Câmara falar sobre as denúncias e disse que o governo não vai concordar com as manobras da oposição. “A oposição não tem projeto de País, tem dificuldade de se colocar como uma alternativa de poder e, por isso, só resta o denuncismo”, disse. Tatto disse ainda que não há cabimento em trazer à Câmara um “delinquente”.

(Agência Câmara de Notícias)

Cinco pessoas são presas acusadas de falsificar roupas e acessórios

Cinco pessoas foram presas e duas estão foragidas sob a acusação de falsificação de roupas e acessórios. As prisões são resultado de uma investigação da Polícia, que começou no último mês de julho e continua sem prazo definido para acabar.  A prisão do grupo foi revogada na última semana, por decisão judicial. Os acusados, portanto, respondem em liberdade.

Em contato com O POVO Online, o delegado Valdir Passos, responsável pela operação, informou que as falsificações eram feitas em uma fábrica em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Segundo ele, o local onde a pirataria ocorria foi fechado.

Cerca de 25 mil peças de roupas e 500 mil acessórios foram apreendidos pela Polícia. Um depósito foi alugado para armazenar o material apreendido.

Além de Capital e Interior do Ceará, as roupas era distribuídas para outros estados, como Pernambuco, São Paulo, Amazonas e Distrito Federal.

Segundo o delegado Valdir, os criminosos respondem por crime contra a propriedade industrial, formação de quadrilha, crime contra a ordem tributária e crime contra relações de cosumo. A investigação da Polícia continua e o julgamento dos acusados ainda não tem data marcada.

( O POVO)

1ª Câmara Criminal nega recurso a ex-policial acusado de matar o adolescente Bruce Cristian

A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) manteve a decisão de levar o ex-policial militar Yuri da Silveira Alves Batista a júri popular. Ele é acusado de matar o adolescente Bruce Cristian Souza Oliveira.

O crime ocorreu no dia 25 de julho de 2010, no cruzamento da avenida Desembargador Moreira com a rua Padre Valdevino, em Fortaleza. A vítima estava na garupa da moto do pai quando foi atingida com um tiro disparado por Yuri da Silveira.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Ceará (MP/CE), a morte do adolescente decorreu de ação imprudente e precipitada por parte do ex-policial, que atuava no Ronda do Quarteirão. Já a defesa sustentou não ter havido conduta dolosa por parte do acusado.

Yuri da Silveira foi expulso da Polícia Militar em novembro de 2010. Ele será julgado por homicídio duplamente qualificado (motivo fútil e mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima) e lesão corporal contra o pai do adolescente.

(TJCE)

Senador carioca defende veto de Dilma ao texto dos ‘royalties’ e critica ‘violação da Constituição’

O senador Eduardo Lopes (PRB-RJ) reforçou, no Plenário, a posição do Rio de Janeiro sobre os contratos já licitados de royalties do petróleo: “nessa questão nós não vamos mudar”. Ele acusou o Congresso de enfrentar o tema “de maneira provinciana e gananciosa, em flagrante violação da Constituição”.

– Eles defendem a quebra de contratos e do estado jurídico perfeito e desprezam a lei maior – disse em pronunciamento feito na tribuna, referindo-se aos parlamentares que pretendem derrubar o veto da presidente Dilma no projeto de distribuição dos royalties para garantir aos estados produtores os contratos já existentes.

O senador citou artigo do professor de finanças públicas da universidade de Turim, na Itália, Giorgio Brosio, estudioso de royalties do petróleo. Na semana passada, ele sustentou que, caso Dilma não vetasse a distribuição de royaltiesdos contratos já firmados, o Brasil estaria numa situação única no mundo: os municípios e estados não produtores de petróleo ganhariam mais royalties do que os que efetivamente produzem.

– Ou seja, isso é igual é jabuticaba, só tem no Brasil – acrescentou Eduardo Lopes.

Ele voltou a elogiar a decisão de Dilma Rousseff de vetar “a tentativa de usurpação do pagamento de royalties do petróleo assegurado pela Constituição aos estados produtores” e criticou o fato de os votos para derrubar o veto presidencial serem secretos.

– Caso o veto seja reprovado peço que cada congressista assuma a autoria da sua agressão à Carta Magna para que fique registrado nos anais da história para futuras gerações – pediu.

Eduardo Lopes comparou a celeridade na votação do projeto que redistribui os royalties – decidido em dois meses – com o tempo que assuntos relevantes e de mesma envergadura levam para ser definidos, como a distribuição do Fundo de Participação dos Estados, que já está em discussão há mais de dois anos no Senado.

(Agência Senado)

Padilha defende modelos de terceirização de serviços em algumas áreas do SUS

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, defendeu nesta terça-feira (11) novos modelos de gestão na saúde pública em alguns serviços nos quais os governos pagam pelo produto final do atendimento médico, em vez de comprar equipamentos e pagar médicos pela hora de trabalho.

“[Em] algumas formas de trabalho médico, é melhor pagar pelo produto entregue do que pelas horas do profissional. Se o equipamento estiver quebrado, o profissional recebe a mesma coisa. Temos que ter essa ousadia no SUS [Sistema Único de Saúde] de aprender com outras experiências, porque nossa meta é oferecer o que de melhor exista pelo menor tempo de espera do paciente”, disse o ministro. Segundo ele, às vezes, é melhor pagar pelo número de consultas e exames feitos, e não por hora de trabalho, porque, em algumas situações, não há de fato hora de trabalhado, pois o equipamento não está funcionando.

Padilha falou sobre o assunto no Centro de Diagnóstico por Imagem, durante a inauguração de um equipamento de ressonância magnética inédito no SUS. “O estado não comprou a ressonância, mas está pagando por um certo número de exames. Pagar pelo equipamento parado é um desperdício de recursos da saúde. Se o equipamento quebrar, a empresa que recebe terá interesse de consertá-lo rapidamente, porque, se  não fizer isso, não vai receber [pelo serviço].”

De acordo com o ministro, o modelo anunciado hoje foi mais barato e respondeu melhor às demandas do SUS do que se a Secretaria da Saúde do estado tivesse comprado os equipamentos e pagasse pela hora dos profissionais.

O presidente do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro, Jorge Darze, no entanto, considera um grande equívoco um modelo de gestão em saúde pública com terceirização de serviços e parcerias com a iniciativa privada. “Privatizar mão de obra e gestão da saúde pública fere as regras do Sistema Único de Saúde e a Constituição federal. O que mobiliza o privado é o lucro e o que motiva a administração pública é o interesse público, projetos diametralmente opostos”, disse Darze.

(Agência Brasil)

Prefeito eleito agenda contatos em Brasília

Na agenda do prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB), consta viagem para Brasília nesta quarta-feira. “Conversas em alguns ministérios”, adiantou RC para o Blog.

A ordem, segundo o prefeito eleito, é se inteirar de projetos e convênios futuros da Prefeitura e reforçar contato com vários ministros.

RC também acompanha as articulações políticos pela derrubada do veto presidencial ao projeto de rateio dos royalties e também mudanças no plano do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Geraldo Accioly terá novo patrão a partir de janeiro

116 4

Quando deixar a Coordenadoria de Projetos Especiais da Prefeitura de Fortaleza, o petista Geraldo Accioly reassumirá, em janeiro próximo, como funcionário da área técnica da Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado.

Geraldo ficou conhecido como um dos poucos assessores municipais que vestiram a camisa e defendiam a prefeita Luizianne Lins e sua gestão.

Tudo pronto para o lançamento do Guia Industrial 2012/2013

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=b-ARteglICk&feature=g-crec-u[/youtube]

O Guia Industrial do Ceará 2012/2013 será lançado dia 17, às 19 horas, pela Federação das Indústrias do Estado. A nova edição, segundo o presidente do Instituto de Desenvolvimento Industrial da Fiec, Carlos Matos, traz informações sobre mais de cinco mil indústrias e com uma novidade: também na versão digital.

 

Um professor em defesa do meio ambiente

210 6

O professor Jeovah Meirelles, da Universidade Federal do Ceará, nome dos mais respeitados internacionalmente por sua militância em defesa do meio ambiente, está sendo processado pelo grupo espanhol Nova Atlântida.

Jeovah elaborou estudos em defesa dos índios Tremembés da Barra de Mundaú (Itapipoca), que perderiam área de preservação para um resort que esse grupo construiria no local.

Turma do CPOR comemora 40 anos em Fortaleza

Ex-alunos do CPOR de Fortaleza – Turma de 1972 (Armas de Infantaria e Artilharia e Serviço de Intendência) vão comemorar os 40 anos de formatura no próximo dia 28, durante jantar no Marina Park Hotel.

Entre organizadores, Luciano Teles, adiantando que o evento reunirá ex-alunos de vários pontos do País. Ele faz a convocação e deixa os telefones para contatos, garantindo muitas surpresas e emoções durante esse reencontro da turma.

SERVIÇO

Borba Velozo – (85) 9643 1235

Fernando Pegidão – (85) 9984 7020

Luciano Teles – (85) 9909 1787

Unilab concede título de Doutor Honoris Causa para Lula

224 4

O Conselho Superior Pro-Tempore (Consup) da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) aprovou a concessão do título de Doutor Honoris Causa ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A iniciativa partiu do reitor da Unilab, Paulo Speller.

Essa homenagem é dada por universidades a pessoas que necessariamente não são portadoras de um diploma universitário, mas têm um papel destacado na sociedade, informa a assessoria de imprensa da Instituição.

A data da entrega do título pela Unilab ainda não está definida.

RC e duas novas secretarias

219 3

O prefeito eleito Roberto Cláudio (PSB) decidiu: vai criar a Secretaria de Obras e Infraestrutura e a Seman passará a ser denominada de Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente.

Outra: o Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor) será instalado e seu titular virá junto com o secretariado. RC promete divulgar a lista até o próximo dia 15.

Com os nomes definidos, tarefinha para cada um: ficar inteirado de todas as informações sobre as pastas e se engajar no trabalho de uma ampla reforma administrativa que o prefeito eleito implantará em sua administração.

E não são as mesmas praças e os mesmo os jardins…

178 4

Com o título “Praças invadidas”, eis artigo da jornalista Adísia Sá, que pode ser lido no O POVO desta terça-feira. Ela aborda a invasão e o abandono das praças de Fortaleza pelo setor público.

Ao longo de algumas administrações de Fortaleza a negligência dominou no campo do zelo à coisa pública, ao patrimônio da cidade. Falo principalmente em relação às praças, abandonadas, entregues à própria sorte, onde cada um de nós faz o que bem entende de seu uso.

Esquartejadas, apropriadas, servindo de abrigo para todo tipo de “comércio”. E tudo sob as vistas de “fiscais”, de braços cruzados ou, quem sabe, também aproveitando a “boquinha” a preços módicos.

O Parque da Liberdade, conhecido como Cidade da criança, virou estacionamento; o “lago”, por onde navegavam barquinhos, virou lixeira. Escolinha Alba Frota virou o quê?

A Praça do Ferreira, coração e história viva da Cidade, está tomada por quiosques e vendedores ambulantes onde antes era o espaço “sacramentado” de políticos, oradores. O chamado “banco dos aposentados” ainda sobrevive graças a antigos frequentadores, contadores de histórias, memória viva de um passado onde as lendas eram passadas de uns para outros, entre risos sim, às vezes, também, por teimosas lágrimas, descendo pelo rosto, prenhes de lembranças e saudades.

A Praças dos Leões pichada a partir de sua bela escadaria. A Igreja do Rosário, feita para os negros isolados dos “brancos”, fruto de uma sociedade reacionária e preconceituosa, não é lugar de orações e preces. Seus poucos frequentadores são assaltados por marginais e drogados.

Nem se pode falar na Igreja do Coração de Jesus. Cercada de grades, mesmo assim seu patamar é dormitório para os mais variados tipos de notívagos.

A Praça do Carmo não está livre de vendilhões… A da Estação, coitada, suja, frequentada por “donas da noite” e seus clientes. A Praça da Lagoinha, outrora local de namoricos e passarelas de rapazes e moças das redondezas, está suja, mal tratada. A do Patrocínio virou mercado a céu aberto, ampliando seu espaço até o Theatro José de Alencar.

Por ora salva-se o Passeio Público, que voltou a ser encontro de famílias nos sábados e domingos. Vou aguardar o novo prefeito e esperar que retome as praças invadidas e as devolva ao fortalezense, sem demagogia e protecionismo descabido.

* Adísia Sá

adisiasa@gmail.com
Jornalista.

Ex-procuradora-geral de Justiça vai entrar na luta contra as drogas

“A ex-procuradora geral de Justiça do Estado, Socorro França, em fase de aposentadoria, não vai voltar para casa e cruzar os braços. O Governo do Estado vai criar a Assessoria Especial de Políticas sobre Drogas e convidá-la para assumir essa missão.

Socorro França, várias vezes, externou que, ao deixar a PGJ, gostaria de mergulhar neste trabalho, com o foco também voltado para a ressocialização.

No Ceará, droga e, em especial, o crack, virou problema de saúde pública, pois tratamento é resumido a clínicas particulares e poucos Centros de Apoio Psicossocial.

(Coluna Vertical, do O POVO)