Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Atividade econômica do País cresceu 0,42% em julho

“A atividade econômica brasileira registrou crescimento de 0,42% em julho, na comparação com junho deste ano. É o que mostra o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), dessazonalizado (ajustado para o período), considerado o mais adequado pelos economistas para esse tipo de comparação. O crescimento em julho foi menor do que o registrado no período anterior, na comparação entre junho e maio deste ano, quando houve expansão de 0,61%, de acordo com os dados revisados divulgados hoje (14).

Em relação a julho do ano passado, sem ajuste sazonais, houve expansão de 2,34%. Nos sete meses do ano, o IBC-Br registrou crescimento de 1,08% (sem ajustes), na comparação com igual período de 2011. Em 12 meses encerrados em julho, o IBC-Br, sem ajustes, registrou expansão de 1,24%. O IBC-Br é uma forma de avaliar e antecipar como está a evolução da atividade econômica brasileira. O índice incorpora informações sobre o nível da atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária.

O acompanhamento do indicador é considerado importante pelo BC para que haja maior compreensão da atividade econômica e contribui para as decisões do Comitê de Política Monetária (Copom), responsável por definir a taxa básica de juros, a Selic. O Copom tem reduzido a taxa básica como uma forma de estimular a atividade econômica brasileira, que enfrenta efeitos da crise econômica internacional. Os cortes têm sido feito desde agosto do ano passado. Atualmente, a Selic está em 7,5% ao ano.”

(Agência Brasil)

Companhias Docas poderão ter PDV

Essa é do colunista Ilmar Franco, do O Globo:

O governo estuda fazer programa de demissão voluntária para enxugar ao máximo o número de funcionários das sete companhias de docas.

Uma das premissas do plano de concessão dos portos é modernizar essas estruturas federais, mas que se tornaram feudos de governadores. O Planalto quer extingui-las ao longo do tempo, substituindo-as por órgãos mais ágeis.

DETALHE – Quem está à frente da Secretaria Especial dos Portos é o cearense Leônidas Cristino.

DETALHE 2 – O presidente da Companhia Docas do Ceará, Paulo André, informou para o Blog que não recebeu nenhuma informação a esse respeito e que desconhece o assunto.

Com várias condenações, Marcos Valério já garantiu vaga na cadeia

237 1

“O empresário Marcos Valério de Souza, das agências DNA e SMPB, já sabe qual é seu destino. Com várias condenações, por peculato, corrupção ativa e lavagem de dinheiro, ele recebeu penas que ultrapassam oito anos e exigem, segundo o Código Penal, detenção em regime fechado.

Valério ainda responderá pelos crimes de evasão de divisas e formação de quadrilha. E ainda que seja réu primário, não terá como evitar a prisão. Outros que também devem ser presos, a depender da dosimetria das penas fixadas pelos juízes, são Ramon Holerbach e Cristiano Paz, sócios de Valério, Henrique Pizzolato, ex-diretor do Banco do Brasil, e João Paulo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados.”

(Site 247)

Dilma tratou a Cultura do jeitinho de Cid Gomes

47 2

Esse tópico é da Coluna Política do O POVO desta sexta-feira. Leva a assinatura do jornalista Érico Firmo e mostra que a presidente Dilma agiu na pasta da Cultura como agiu o governador Cid Gomes: suou a área para acomodações políticas. Confira:

A troca de Ana de Hollanda por Marta Suplicy no Ministério da Cultura mostra o quanto a presidente Dilma Rousseff (PT) dispensa à área tão importante tratamento similar ao conferido, no Ceará, pelo governador Cid Gomes (PSB). A própria permanência da ministra por tanto tempo – quando há muito ficara evidenciada sua inaptidão, e diante da troca de tantos outros membros do primeiro escalão – é demonstração evidente de que a presidente, ao juízo dela, tinha mais com que se preocupar, no lugar de cuidar da área de cultura. Se Dilma apresenta o aperfeiçoamento dos governos Luiz Inácio Lula da Silva em vários aspectos, a atual gestão representa enorme retrocesso no campo da cultura. Com uma desvantagem em relação a Cid. Ainda que muito tardiamente, o governador cearense pelo menos transmite a imagem de que acordou para o problema, fez autocrítica e tenta mudar o estado de coisas, embora seja incerto o resultado que irá obter. Já Dilma substitui a questionada Ana de Hollanda por alguém cuja passagem pelo Ministério do Turismo só não foi completamente apagada em função de declarações desastradas em momentos de crise. A presidente até falou da necessidade de mais dinheiro para a pasta. Demonstrou não perceber que o problema vai muito além da falta de dinheiro. Falta projeto, organização e articulação. O que não há é rumo.

O momento em que a substituição ocorre, quando Marta atende aos apelos do PT para entrar na campanha de Fernando Haddad a prefeito de São Paulo, torna a situação ainda mais grave. Uma pena que ainda haja governantes que tratam setor tão estratégico como assunto marginal.

Que belo cartão postal, hein?

88 2

Quem passou ou fez cooper pela avenida Beira Mar não aguentou o mau cheiro do local. Uma mancha verde de dejetos provenientes de uma ligação de esgoto clandestino, bem perto da Capitania dos Portos, seria a responsável por esse absurdo nesse ponto de visitação turística. A Semam vai enviar um equipe técnica ao local para identificar as ligações clandestinas de esgoto.

Missão da Fifa e do Comitê Organizador da Copa inspeciona Castelão

Uma missão da Fifa e do Comitê Organizador da Copa 2014 vai inspecionar, nesta manhã de sexta-feira, as obras de reforma e modernização do Estádio Castelão. Ali, o grupo conhecerá mais detalhes sobre o empreendimento que, segundo o secretário especial da Copa, Ferrucio Feitosa, está com 87% do projeto concluído.

Ferrucio continua na expectativa de entregar o castelão em dezembro, mas há setores do governo estadual querendo fazer festa mesmo só em janeiro, para aproveitar o pique da visitação turística no Estado. Há também desejo de realizar um jogo da seleção brasileira e um show internacional.

Mensalão – Julgamento prossegue na 2ª feira

59 1

“O Supremo Tribunal Federal (STF) faz um intervalo hoje (14) no julgamento da Ação Penal 470, também conhecida como processo do mensalão, e retoma na próxima segunda-feira (17). Na segunda, começa a etapa do sexto capítulo da denúncia do Ministério Público Federal (MPF), que trata de corrupção ativa, corrupção passiva, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro dos partidos da base aliada do governo.

Também no dia 17 os ministros da Corte Suprema deverão discutir se devem promover sessões extras às quartas-feiras para dar mais agilidade ao julgamento. A proposta foi apresentada ontem (13) à noite pelo ministro-relator Joaquim Barbosa. Segundo ele, a etapa que começa na próxima semana é a mais exaustiva.

Na segunda-feira (17), o ministro-relator apresenta seu voto sobre lavagem de dinheiro envolvendo dirigentes de partidos políticos, integrantes do PT e o ex-ministro dos Transportes Anderson Adauto. No item sobre evasão de divisas e lavagem de dinheiro, os principais réus são o publicitário Duda Mendonça e sua sócia Zilmar Fernandes.

O capítulo que trata do crime de formação de quadrilha será apreciado apenas na última etapa do voto do ministro-relator. Barbosa disse que é mais fácil contextualizar se houve formação de quadrilha quando os demais crimes já tiverem sido apresentados.”

(Agência Brasil)

Semana de Conciliação – Justiça recebe em seu site cadastro para questões

Vem aí a VI Semana Nacional de Conciliação, uma promoção do Conselho Nacional de Justiça com a participação de todos os tribunais do País. Ocorrerá no período de 7 a 14 de novembro, com a novidade de incluir a prestação de serviços nos fins de semana.

No Ceará, a coordenação está a cargo da desembargadora Maria Naílde Pinheiro Nogueira, que informa já estar no site do Tribunal e Justiça do Estado um link (www.tjce.jus.br/conciliacao/cadastro-quero-conciliar.asp) para que as pessoas com pendências judiciais possam agendar atendimento e se dispor a resolver o problema.

A ordem é reduzir o número de processos no Estado por meio da conciliação. Há questões que, com simples conversa, poderiam ter solução, evitando burocracia e perda de tempo.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Correios e federação de trabalhadores terão audiência na próxima quarta-feira no TST

O pedido de dissídio coletivo protocolado nessa quinta-feira (13) pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) contra a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) terá uma primeira audiência de conciliação na próxima quarta-feira (19), na sede do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília. O processo foi distribuído para a vice-presidente do TST, ministra Cristina Peduzzi.

Na petição, os Correios pedem que o tribunal declare abusiva a greve da categoria, iniciada na última terça-feira (11) no Pará e em Minas Gerais. A empresa pede também a concessão de liminar para suspender de imediato a greve ou a determinação de que ao menos 80% dos trabalhadores continuem em seus postos em cada unidade operacional.

“Necessário se faz que o TST a declare [a greve] abusiva e autorize a suscitante [Correios] a proceder aos descontos dos dias parados nos contracheques dos empregados que participaram do movimento paredista e determine o retorno imediato dos trabalhadores aos seus postos de trabalho”, diz trecho da ação movida pela empresa.

No documento, os Correios argumentam que a greve colocaria em risco a entrega, por dia, de 33,9 milhões de objetos simples, de 830,6 mil cartas registradas e de 835,2 mil encomendas. Os Correios alegam ainda que a paralisação “causaria transtorno” à entrega de livros didáticos e ao transporte das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e das urnas eletrônicas, que serão utilizadas nas eleições municipais do próximo dia 7 de outubro.

“Nossa assessoria jurídica ainda está fazendo uma análise dessa peça, mas as assembleias da próxima terça-feira irão acontecer e uma greve nacional não está descartada”, disse James Magalhães de Azevedo, secretário de imprensa da Fentect, em entrevista à Agência Brasil. “A tendência é a de que todos os 35 sindicatos façam assembleia no mesmo dia. Se a empresa acha que esse recurso ao TST vai impedir a greve, os trabalhadores podem mostrar que ela está enganada.”

O comando de negociação da Fentect reivindica 43,7% de reajuste, R$ 200 de aumento linear e piso salarial de R$ 2,5 mil. Quatro sindicatos dissidentes (São Paulo, Rio de Janeiro, Tocantins e Bauru), que se desfiliaram da federação, reivindicam 5,2% de reposição, 5% de aumento real e reajuste linear de R$ 100.

O salário-base inicial de carteiros, atendentes comerciais e operadores de triagem e transbordo é R$ 942. A direção dos Correios ofereceu 5,2% de reajuste, que seria aplicado aos salários e a benefícios como o vale-alimentação.

(Agência Brasil)

Contabilistas ouvirão propostas de Valdeci Cunha

Dando continuidade à série de debantes que vem promovendo com os candidatos a prefeito de Fortaleza, o Sindicato dos Contabilistas do Estado do Ceará (Sindcont/CE) ouvirá, na próxima segunda-feira, às 18h30min, em sua sede, Valdeci Cunha, do PRTB.

É o projeto Contabilizando Fortaleza, que discute problemas e o futuro da cidade.

SERVIÇO

* Sindicont – Rua Pero Coelho, 319 – Centro.

Mortes por acidentes com motos devem aumentar, diz representante do Ministério da Saúde

Em 2010, das 42,8 mil mortes causadas por acidentes de trânsito, quase 11 mil envolveram motociclistas – e o número deve aumentar, já que a frota de motocicletas do país vem crescendo, informou nessa quinta-feira (13) Marta Maria Alves da Silva, representante Ministério da Saúde, durante audiência pública no Senado que discutiu a segurança de quem utiliza esse tipo de veículo.

– É uma questão epidêmica, sim, e a tendência é de aumento do número de óbitos – reiterou ela, que coordena a Área Técnica de Vigilância e Prevenção de Violências e Acidentes do Ministério da Saúde.

Marta Maria também observou que cerca de 80% das vítimas fatais – tanto nos acidentes de trânsito em geral como nos casos que envolvem motociclistas – são homens, em geral na faixa etária entre 15 e 39 anos.

Outra conseqüência desse fenômeno, ressaltou ela, é a elevação dos custos governamentais com o tratamento dos acidentados. Marta Maria disse que, no ano passado, foram internadas 153,5 mil pessoas devido a acidentes de trânsito – e que 50% delas estavam envolvidas em acidentes com motocicletas. Ela também informou que o gasto total com essas internações foi de R$ 200,3 milhões, sendo 48% relacionados às motos.

Representante da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, o doutor Dirceu Rodrigues Alves Junior afirmou que, “por incrível que pareça”, atualmente os acidentes com motos vêm afetando mais as pessoas que usam o veículo para ir ao trabalho do que as pessoas que o utilizam profissionalmente – como os motoboys.

(Agência Senado)

STF condena oito réus do mensalão por lavagem de dinheiro

79 1

Encerrando o julgamento do quarto capítulo da Ação Penal 470, conhecida como processo do mensalão, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Britto, votou pela condenação de oito dos dez réus dos chamados núcleo financeiro e núcleo publicitário por lavagem de dinheiro. Esses grupos são representados por pessoas ligadas ao Banco Rural e à SMP&B, agência de Marcos Valério. Com o voto de Ayres Britto, os oito réus foram condenados pelos ministros do STF (veja placar abaixo).

O presidente inocentou apenas Ayanna Tenório, ex-diretora do Banco Rural, e Geiza Dias, ex-gerente financeira da SMP&B. Ele disse que se convenceu facilmente sobre a inocência de Ayanna, mas teve “mais trabalho” para chegar à mesma conclusão sobre Geiza. Apesar disso, o ministro disse acreditar que a ex-funcionária da SMP&B apenas cumpria com seu trabalho, sem conhecimento do esquema.

“Eu confesso que conversei com a ministra Rosa Weber e ambos tivemos a oportunidade de nos reportar a servidores nossos e que, por vezes, seguem nossas orientações – é claro que as nossas orientações são lícitas-, mas eles seguem com tanta devoção, e isso é próprio de servidores que não têm o poder de mando”.

Na próxima segunda-feira (17), a Corte começa a analisar o sexto capítulo da denúncia do Ministério Público Federal (MPF), que trata de corrupção ativa, corrupção passiva, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro dos partidos de base aliada do governo. No final da sessão de hoje, o relator Joaquim Barbosa voltou a pedir que a Corte realize uma sessão extra, pelo menos nesta etapa, que segundo ele, é a mais exaustiva.

Ayres Britto chegou a propor aos colegas uma sessão extra na próxima quarta-feira pela manhã, mas como a Corte já estava sem alguns ministros, os que estavam presentes optaram por decidir a questão só no dia 17. Depois desse item, o STF ainda terá que analisar o capítulo sobre lavagem de dinheiro envolvendo integrantes do PT e um ex-ministro dos Transportes (sétimo); e evasão de divisas e lavagem de dinheiro envolvendo o publicitário Duda Mendonça e sua sócia, Zilmar Fernandes (oitavo).

Veja como ficou o placar de votações relativo ao quarto capítulo – lavagem de dinheiro no núcleo financeiro e no núcleo publicitário:

a) Kátia Rabello: 10 votos pela condenação

b) José Roberto Salgado: 10 votos pela condenação

c) Ayanna Tenório: 10 votos pela absolvição

d) Vinícius Samarane: 8 votos a 2 pela condenação (Divergência: Ricardo Lewandowski e Marco Aurélio Mello)

e) Marcos Valério: 10 votos pela condenação

f) Ramon Hollerbach: 10 votos pela condenação

g) Cristiano Paz: 10 votos pela condenação

h) Rogério Tolentino: 8 votos a 2 pela condenação (Divergência: Ricardo Lewandowski e Antonio Dias Toffoli)

i) Simone Vasconcelos: 10 votos pela condenação

j) Geiza Dias: 7 votos a 3 pela absolvição (Divergência: Joaquim Barbosa, Luiz Fux e Marco Aurélio Mello)

(Agência Brasil)

Elmano e Roberto Cláudio são ausências notadas no debate do Sindifort

64 4

Sem a presença dos candidatos a prefeito pelo PT, Elmano de Freitas, e Roberto Cláudio (PSB/PMDB, o Sindicato dos Trabalhadores e Empregados Públicos de Fortaleza (Sindifort), realiza, nesta noite de quinta-feira, na Faculdade Marista, debate com demais postulantes à Prefeitura.

O presidente em exercício do Sindifort, Eriston Ferreira, abriu o encontro lamentando que os dois candidatos diretamente envolvidos com questões dos servidores públicos tenham fugido do embate das ideias. Elmano é apoiado pela prefeita Luizianne Lins e Roberto Cláudio pelo governador Cid Gomes. Ambos cumprem agenda de campanha.

Brasil ainda corre alto risco de acidente nuclear como o do Césio-137, diz senador

O senador Cyro Miranda (PSDB-GO) disse nesta quinta-feira (13) em entrevista à Rádio Senado que o país “aprendeu muito pouco” a partir do acidente com césio 137 ocorrido há 25 anos em Goiânia. Desastres semelhantes ainda podem acontecer em qualquer lugar do Brasil, já que a fiscalização de institutos de radiologia continua ineficaz.

Em maio deste ano, a presidente da República, Dilma Rousseff, sancionou a Lei 12.646/2012, que instituiu o 13 de setembro como o Dia Nacional de Luta dos Acidentados por Fontes Radioativas. Há exatos 25 anos, em 13 de setembro de 1987, o Brasil foi surpreendido pelo maior acidente com materiais radioativos da história do país, que ficou conhecido como o acidente do Césio-137 e motivou a criação da data.

Na capital do estado de Goiás, um dono de ferro-velho abriu a marretadas uma cápsula encontrada numa clínica abandonada, no centro da cidade. Da cápsula saiu um pó com brilho azulado, distribuído a vários curiosos que foram ao ferro-velho. O pó era Césio-137, um elemento que emite radiação e que é usado em radioterapia. O acidente é considerado o maior do mundo ocorrido fora de usinas nucleares. Centenas de pessoas tiveram contato com o material, pelo menos quatro delas faleceram e outras dezenas tiveram sérios problemas de saúde com o passar do tempo.

Hoje, Goiás mantém o Centro de Assistência aos Radioacidentados (Cara), mas a Associação das Vítimas do Césio-137 (AVCésio) ainda luta pelos direitos dos atingidos pela radiação, como medicamentos, pensões e tratamentos médicos.

(Agência Senado)

Desembargador manda afastar prefeito de Barro

“O desembargador Durval Aires Filho, do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), determinou o afastamento do prefeito de Barro, José Marquinélio Tavares, acusado de desvio de verbas, contratações irregulares e ausência de prestações de contas. A decisão liminar foi proferida nessa quarta-feira. Segundo os autos, a Câmara Municipal de Barro cassou o mandato do prefeito no dia 2 de junho deste ano. De acordo com a comissão processante que apurou as irregularidades, o gestor desviou recursos destinados à construção de açudes e contratou irregularmente funcionários e empresas de veículos. Além disso, promoveu superfaturamento na contratação de serviços de contabilidade, determinou pagamento a professores “fantasmas” e deixou de fazer as prestações de contas ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e à Fundação Nacional de Saúde (Funasa), entre outros crimes.

O prefeito impetrou mandado de segurança objetivando retornar ao cargo. Alegou que o Poder Legislativo não tem competência para determinar o afastamento e defendeu não ter praticado as irregularidades apontadas. No dia 5 de julho deste ano, o Juízo da Comarca de Barro reconduziu o prefeito ao cargo por entender que os crimes de responsabilidade não podem ser julgados pelos vereadores. Determinou ainda o trancamento do processo instaurado.

Objetivando modificar a decisão, a Câmara interpôs apelação (nº 0003827-22.2012.8.06.0045) no TJCE. Argumentou que as irregularidades cometidas pelo político podem ser julgadas pelo parlamento municipal. Ao analisar o caso, o desembargador Durval Aires Filho suspendeu, liminarmente, a decisão de 1º Grau e determinou o afastamento do prefeito. “As denúncias formuladas contra o gestor versam sobre graves desmandos que ferem o decoro do homem público, além do suposto esvaziamento das reservas públicas com condutas ilícitas que dilapidam o patrimônio municipal e, certamente, ofenderam as normas constitucionais e legais vigentes”.

(Site do TJ-CE)

 

TRE cassa registro do vice de Júlio César em Maracanaú

A Justiça Eleitoral cassou o registro de candidatura do deputado federal Edson Silva (PDT),que pretendia disputar o cargo de vice-prefeito do município de Maracanaú (Região Metropolitana de Fortaleza). Os membros do TRE confirmaram assim o cancelamento do domicílio eleitoral do parlamentar no município. Edson não pode disputar porque vota em Fortaleza.

Com a decisão, o candidato a prefeito Júlio César Costa Lima (PSD) terá que escolher um outro vice. Ou arriscar com recurso.

IRONIA DO DESTINO –  Em 1988, Edson Silva foi derrotado por Ciro Gomes (PMDB) que conseguiu se eleger prefeito de Fortaleza, mesmo sem seu voto. É que o domicílio dele era em Sobral. Ciro, no entanto, conseguiu provar que tinha domicílio na Capital, tema até hoje alvo de muita, muita polêmica.

Presidente da Cagece rebate dados sobre saneamento de Fortaleza entregues a Elmano

88 1

O presidente da Cagece, Gotardo Gurgel, por meio de sua assessoria de imprensa, reagiu ao diagnóstico que um grupo de servidores da companhia entregou, nesta quinta-feira, ao candidato a prefeito de Fortaleza, Elmano de Feitas. No grupo, o ex-deputado federal Sérgio Novais e a deputada estadual Eliane Novais, ambos do PSB. Entre vários pontos, a polêmica em torno da cobertura de água e esgoto. Confira:

Caro Eliomar de Lima,

Cerca de 15 bairros de Fortaleza enfrentam hoje a situação de inconstância no abastecimento, quando há água todos os dias, mas não o dia todo com pressão recomendada. Esta situação tem como uma das causas o crescimento populacional acelerado nestas regiões, que aumentou consideravelmente a demanda de água nestes locais, e afetando a capacidade de distribuição de forma homogênea da água. No entanto, a Cagece já tem adotado medidas para solucionar esta questão, como a conclusão, este ano, de duas obras de melhorias no abastecimento: as linhas de reforço do Potira e Antônio Bezerra. Também já estão em andamento mais três obras, de melhorias no abastecimento: de Messejana e Arredores, que beneficiará cerca de 470 mil pessoas com investimento de R$ 16,1 milhões; outra linha de reforço, no Vila Brasil; e a maior das obras, que irá dar mais segurança hídrica para Capital, a construção de uma nova estação de tratamento de água, a ETA Oeste, somando um investimento total em torno de R$ 139 milhões.

Em relação à produção de água, a Estação de Tratamento de Água do Gavião, que abastece Fortaleza, pode produzir 10.000L a cada segundo, enquanto atualmente, em média, são tratados 8.000 L/s. Mesmo assim, conforme mencionada anteriormente, a construção da ETA Oeste possibilitará uma segurança hídrica para Fortaleza para os próximos 30 anos.

Sobre o esgotamento sanitário em Fortaleza, a cidade possui atualmente uma cobertura de 53,62%, o que coloca a Capital como a 2a. com maior atendimento do Norte/Nordeste.

Especificamente sobre as áreas da Aldeota, Centro, Beira Mar e Praia de Iracema, a Companhia já possui em andamento as obras do Macrossistema de Esgoto que estão realizando justamente a substituição e implantação de novas tubulações de rede de esgoto. Na avenida Dom Manoel, por exemplo, já foram realizadas intervenções para implantar rede coletora de esgoto mais moderna e inerte aos gases nocivos produzidos pela degradação dos resíduos orgânicos, com uma vida útil de aproximadamente 30 anos. Uma primeira etapa já foi concluída, e a Cagece aguarda no momento a liberação, pela Prefeitura Municipal de Fortaleza, dos 700 metros restantes da avenida e Rua Pinto Madeira, para iniciar a última etapa da substituição no local.

Para o bom funcionamento do sistema de esgotamento sanitário, sem extravasamentos dos poços de visita, em áreas como a Beira Mar e Praia de Iracema, a Companhia também iniciou em março deste ano, a limpeza do seu Interceptor Leste, uma tubulação que transporta grande parte dos resíduos para a Estação de Pré-Condicionamento de Esgoto, na Leste Oeste. A limpeza tem o objetivo de retirar lixo da tubulação, com um investimento de R$ 2,4 milhões.

Além disso, para elevar o índice de esgotamento sanitário em Fortaleza, a Companhia está realizando obras de ampliação e implantação de redes de esgoto, como as do esgotamento das bacias do rio Cocó, e também já tem garantidos recursos em torno de R$ 110 milhões, para licitar novas obras.

Sabemos dos grandes desafios do setor em Fortaleza, principalmente na universalização do sistema de esgotamento sanitário, no entanto deve ser ressaltado que todas essas medidas e outras tantas já realizadas, posicionam a Cagece como uma das empresas de referência no Brasil, levando em consideração as diversas dificuldades e obstáculos que o próprio setor enfretou, dentre os quais: escassez de recursos para medidas estruturais (aumento de cobertura) e estruturantes (desenvolvimento institucional), tarifas defasadas, baixa adesão da população aos sistemas, desconhecimento do uso adequado dos sistemas de esgoto, dentre outros.

* Assessoria de Imprensa da Cagece.

Ibope – Russomanno sobe ainda mais na disputa pela Prefeitura de São Paulo

83 1

O desempenho do candidato a prefeito de São Paulo pelo PRB, Celso Russomanno, melhorou. Ele subiu para 35%, ante os 31% de levantamento anterior, segundo pesquisa do Ibope divulgada nesta quinta-feira pelo Portal da Uol. José Serra (PSDB) e Fernando Haddad (PT) oscilaram na margem de erro e seguem tecnicamente empatados, com 19% e 15%, respectivamente.

Nas simulações de segundo turno, o candidato do PRB venceria tanto o tucano quanto o petista se a eleição fosse hoje – por 52% a 25% e 50% a 25%, respectivamente. O Ibope ouviu 1.001 eleitores entre os dias 10 e 12 de setembro. O levantamento foi registrado na Justiça Eleitoral sob o protocolo SP-00835/2012.