Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Inácio diz que sua história e a história de Chico Lopes não foram inventadas

69 2

Durante uma carreata por quatro bairros de Fortaleza, o candidato à Prefeitura de Fortaleza pelo PCdoB, Inácio Arruda, disse neste domingo (2) que a sua história e a história de Chico Lopes (vice na chapa) não foram inventadas.

“Temos uma história de luta por essa cidade”, comentou Inácio, enquanto cumprimentava moradores dos bairros Álvaro Weyne, Ellery, Jardim Iracema e Monte Castelo. Para o candidato, a campanha do PCdoB se fortalece a cada dia dentro das comunidades.

Heitor faz adesivaço na Abolição

75 3

O candidato do PDT à Prefeitura de Fortaleza, Heitor Férrer, realizou um adesivaço na manhã deste domingo (2), na avenida Abolição, nas proximidades do Náutico. Ao final da mobilização, Heitor se disse satisfeito com o número de veículos que foi adesivado.

“Isso mostra que a população não possui rejeição à minha candidatura, além de um forte desejo de mudança. Não somente em relação à atual administração, mas, principalmente, ao modelo de gestão de apadrinhamento. O eleitorado busca uma candidatura independente”, comentou.

TSE autoriza envio de forças federais para 50 municípios

A fim de garantir a segurança durante as eleições municipais de outubro, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou o envio de forças federais para 50 localidades do Amazonas, do Maranhão, do Pará e do Tocantins.

A presença das tropas federais foi solicitada por tribunais regionais eleitorais de seis estados. Os pedidos das outras duas unidades da federação estão sendo analisados e, por isso, o Tribunal não informou quais são. Com isso, pode chegar a 90 o número de cidades onde a segurança será reforçada.

O auxílio de forças federais – que podem ser compostas por pessoal do Exército, Marinha e Aeronáutica – é fruto de uma parceria entre o TSE e o Ministério da Defesa.

Além de avaliar as justificativas de cada tribunal regional, o TSE exige que os governadores confirmem não ter condições de garantir a segurança e a normalidade da votação nos municípios.

(Agência Brasil)

Ana Amélia propõe mais seis anos de transição até a validade plena da nova ortografia

50 1

A senadora Ana Amélia (PP-RS) propõe que o Brasil avance mais devagar na implantação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. Ela é autora de projeto que estende por mais seis anos, até o fim de 2019, o período de coexistência entre as normas ortográficas atualmente em vigor e as estabelecidas no acordo firmado por nove países que adotam o Português como língua oficial.

O chamado período de transição deve acabar no fim desse ano, como definido no decreto do Executivo que promulgou o acordo, publicado em 2008. O então presidente Lula assinou o decreto mais de três anos após a aprovação pelo Congresso do documento que define uma ortografia oficial unificada para a língua portuguesa.

Se tudo correr dentro do esperado, portanto, a partir de 1º janeiro de 2013 concursos e provas escolares deverão cobrar o uso correto da nova ortografia. Documentos e publicações devem também circular perfeitamente adaptados.

A adequação dos livros didáticos começou em 2009, quando o acordo entrou em vigor e começou o período de transição. Para a senadora Ana Amélia, no entanto, o prazo de adaptação foi curto. Por isso, ela apresentou esta semana um projeto de decreto legislativo (PDS 498/2012) para tentar a prorrogação.

“O assunto demanda maior tempo de maturação, bem como integração mais ampla com os demais países envolvidos”, defende a senadora na justificação da proposta.

(Agência Senado)

Projeto reduz valor da taxa de instalação cobrada de provedores de internet

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 3655/12, do deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG), que reduz o valor da Taxa de Fiscalização de Instalação (TFI) cobrada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) de empresas de serviços de comunicação multimídia (SCM), como os provedores de internet.

Segundo o autor, a medida pretende corrigir distorções provocadas pelo fato de esses serviços ainda estarem submetidos às mesmas taxas do Serviço Móvel Celular. “Não se pode admitir que o Serviço de Comunicação Multimídia, constituído há mais de 10 anos e com mais de 3.000 empresas autorizadas pela Anatel, ainda esteja sendo tributado provisoriamente com os mesmos valores aplicados ao Serviço Móvel Celular”, sustentou o autor.

Pela proposta, a TFI cobrada das prestadoras de SCM deixaria de ser equiparada aos valores do Serviço Móvel Celular (base e repetidora R$ 1.340,80 e móvel R$ 26,83) para ter valores similares aos já previstos para o Serviço Limitado Privado, ou seja, cerca de R$ 134,08 nos casos de base e repetidora de R$ 2,68 para móvel.

O projeto tramita nas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; de Finanças e Tributação (inclusive no mérito); e de Constituição e Justiça e de Cidadania; em caráter conclusivo.

(Agência Câmara de Notícias)

Ensino privado agradece

40 9

Da coluna Menu Político, no O POVO deste domingo (2), pelo jornalista Luiz Henrique Campos:

A Universidade Federal do Ceará (UFC) foi palco nos últimos dias de belíssimos exemplos de democracia.

A luta intestina dos professores em greve, com a quase invasão da sede da Associação dos Docentes da UFC (Adufc) e o cerceamento da palavra de candidatos à prefeitura durante debate nas dependências da instituição, mostram o quanto parte do corpo da universidade está antenado com o que acontece fora de seus muros. Primeiro, deixar os alunos 70 dias sem aula, às vésperas do término do semestre, já é demonstração clara do respeito que os docentes dedicam a quem deveriam dar atenção.

Depois, a exposição pública da briga entre professores, com episódios de intransigência de lado a lado, revela que nenhum dos grupos está preparado para lidar com o sentido maior da democracia. Para fechar a semana, nada mais sintomático da ausência do princípio que deve nortear a academia – o debate e o contraditório – do que os fatos envolvendo os prefeituráveis.

O ensino privado agradece, sem ter preciso fazer nenhuma propaganda paga.

Vereador registra B.O. contra furtos e depredação de material de campanha

54 11

O vereador Plácido, candidato à reeleição pelo PDT, registra nesta segunda-feira (3), no 34º Distrito (Centro), um Boletim de Ocorrência contra furto e depredação de seu material de campanha. Segundo o vereador, que é líder da oposição na Câmara Municipal, foram dois furtos e uma depredação de
cavaletes removíveis.

De acordo ainda com Plácido, todos os crimes ocorreram na semana passada. Os dois furtos foram registrados na avenida 13 de Maio, nas proximidades da Avenida da Universidade, e também na avenida Duque de Caxias, nas proximidades da Igreja do Carmo. Já a depredação ocorreu na avenida Domingos Olímpio, quase esquina com a avenida Aguanambi.

Entrega simbólica de cisternas ocorre no Ceará

A tecnologia social deve ajudar a população do Nordeste a passar pelos momentos de estiagem, segundo a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello. Na próxima terça-feira (4), o governo federal vai fazer a entrega simbólica, no Ceará, de 500 mil cisternas construídas na região semiárida do Nordeste brasileiro, do norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Durante nove anos, além das cisternas para consumo, foram construídos também reservatórios para produção. De acordo com a ministra, a população da região, mesmo sofrendo com a seca prolongada, não quer deixar o campo. “A gente tem de criar condições para que a população viva bem no Semiárido e que reduza esse nível de carência e de sofrimento que é resultante da falta de água”.

A cisterna usa a tecnologia de captação da água da chuva. Segundo a ministra, durante os períodos de estiagem, a população conseguiu viver bem com as cisternas. “Mesmo com a falta de chuva no final do ano passado, estamos conseguindo encher as cisternas com os caminhões pipas. Quem não tem esse reservatório, não tem como acumular água”.

Durante a entrega das cisternas, que ocorrerá no município de Madalena, no Ceará, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) vai firmar uma parceria com o Banco do Nordeste. Serão investidos cerca de R$ 82 milhões para a construção de cerca de  30 mil cisternas no Semiárido nordestino.

O MDS também vai fazer uma parceria com o Ministério das Cidades para a construção de casas e cisternas, pelo Plano Nacional de Habitação Rural. “O Ministério das Cidades faz a casa e a cisterna. O dinheiro da cisterna, somos nós que damos. São do mesmo desenho das outras cisternas, ou seja, de placa. Acho que vamos entregar até 2014.”

(Agência Brasil)

Cid comanda adesivaço pró-Roberto Cláudio

86 4

O governador Cid Gomes, ao lado do candidato do PSB/PMDB, Roberto Cláudio, faz adesivaço na Barra do Ceará. Militantes e membros de partidos aliados fazem uma verdadeira festa junto ao eleitorado que segue para a praia.

Cid Gomes disse que Roberto Cláudio vai para o segundo turno, porque tem propostas e apregoa parceria com o Governo do Estado para tocar grandes projetos.

(Foto – Divulgação)

PT promove carreata pró-Elmano

109 12

O candidato a prefeito de Fortaleza pelo PT, Elmano de Freitas, promove carreta pela cidade. Saiu da avenida Perimetral, próximo à sede da Chesf, e se encerrará na Praia do Futuro. Luizianne Lins, o senador José Pimentel e o ex-governador Lúcio Alcântara puxam a carreata. Em vários pontos, militantes com bandeiras e acenos para o candidato petista.

A organização do PT estima em cerca de dois mil carros ao longo do percurso. Muitos carros entram na manifestação e outros encerram o percurso.

(Foto – Divulgação)

 

Cid Gomes diz que apoia Dilma em 2014

76 7

O governador Cid Gomes (49) joga água na fervura da rixa entre o PSB, seu partido, e o PT e considera um erro tentar nacionalizar as eleições municipais.

“Já disse à presidente Dilma que estarei com ela em 2014”, afirma, minimizando a possibilidade de o governador de Pernambuco e presidente do PSB, Eduardo Campos, se lançar ao Planalto.

Para ele, questões locais levaram às disputas entre os dois aliados –inclusive em Fortaleza, onde lançou candidato contra o indicado da prefeita Luizianne Lins (PT).

Em seu segundo mandato, Cid diz que o Centro de Convenções do Ceará é a maior obra de sua gestão e ironiza a polêmica sobre o concerto de Plácido Domingo na inauguração, com
cachê de R$ 3 milhões: “Olhar essa miudeza é uma mesquinharia”.

* Confira a entrevista completa à Folha de São Paulo aqui.

César Asfor vai se aposentar do STJ

113 4

O ministro Cesar Asfor Rocha, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) vai se aposentar, informou a assessoria de imprensa do órgão. Na última segunda-feira, ele anunciou oficialmente que está deixando, depois de 20 de carreira, a magistratura. Preterido na disputa por uma vaga do Supremo Tribunal Federal (STF), Asfor Rocha passará a advogar depois de cumprir um período de quarentena.

Cesar, com 64 anos de idade, teria mais seis anos no STJ. E poderia, por ainda não ter completado 65 anos, disputar a vaga que será aberta também nesta segunda-feira com a aposentadoria do ministro do STF Cezar Peluso. Entretanto, conforme pessoas próximas, o ministro não tem isso em seus planos.

No final do governo Lula, Asfor Rocha chegou a receber de interlocutores do governo a confirmação de que seria indicado para o STF, tendo como principal padrinho o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). No entanto, Lula segurou a indicação e acabou deixando a escolha para a presidente Dilma Rousseff.

Conforme matéria veiculada pela revista Veja no ano passado, Lula teria dito a pessoas próximas que Asfor Rocha pediu dinheiro – R$ 500 mil – para favorecer o advogado Roberto Teixeira no julgamento de uma causa. Teixeira é amigo e compadre de Lula. Os boatos nunca foram confirmados e chegaram a Asfor Rocha. Isso o levou a renunciar à candidatura para a vaga do STF, hoje ocupada pelo ministro Luiz Fux.

(Com Agências)

Uma queixa contra a Unimed Fortaleza

150 3

Do radialista Jonas Melo, recebemos esta nota, em tom de queixas contra a Unimed Fortaleza. Conifra:

Meu caro Eliomar de Lima, bom dia!

Lamentamos o que vimos ontem no Hospital Regional da Unimed: um descaso total com os pacientes que chegam à Emergência 24 horas do referido hospital. Eu levei minha esposa com fortes dores no tórax e fiquei esperando por quase 3 horas para o primeiro procedimento de urgência. O aconteceu  comigo e também com um senhor de 85 anos, pai de uma jornalista, não desejamos para o pior inimigo.

O idoso chegou vomitando e aspirou vômito e, segundo a colega de imprensa que estava desesperada, o seu pai fora levado para ser entubado na UTI. Outra paciente portadora de esclerose lateral amiotrófica entrou também em demora de procedimentos na emergência. Se os planos de saúde que pagamos estão assim, imagine a saúde pública do nosso país.

São por essas e outras razões que nos revoltamos com o que acontece com as pessoas e ninguém toma providências. Sem falarmos da falta de vontade no trabalho dos profissionais e auxiliares dos médicos da Unimed. Se faz necessário que o Conselho Nacional de Saúde visite, imediatamente, e cobre junto o Ministério Público, um atendimento mais humanizado para quem faz todo sacrifício para pagar um plano de saúde.

Grato!

* Jonas Mello

Radialista MTE n°4337 – CE.

VAMOS NÓS – Estamos tentando contato com a Unimed Fortaleza.

Secretário cidista prestigia comício pró-Washington Gois

126 1

Ferrúcio Feitosa ao lado do prefeito Washington e do candidato a vice, Paulo Guerra.

A Praça Manoel Alves de Sousa (Praça do Cabral), do Conjunto Nova Metrópole, lotou durante comício do prefeito e candidato à reeleição Washington Gois (PRB). A principal atração do comício, realizado nessa noite de sábado, foi o secretário especial da Copa do Mundo 2014, Ferruccio Feitosa.

Na ocasião, Ferruccio destacou a parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Caucaia para o “desenvolvimento de ações em benefício não apenas da população de Caucaia, mas de todo o Estado”. Ele ainda acrescentou: “Não tenho dúvida que o município de Caucaia é uma cidade estratégica para o sucesso da Copa do Mundo em 2014. Por isso que nós reafirmamos essa parceira, por que nós precisamos de um gestor que tenha compromisso com o turismo, com o social e também com o município de Caucaia”.

(Foto – Divulgação)

O pau da barraca

50 3

Da coluna Alan Neto, no O POVO deste domingo (3):

Em coletiva nesta segunda-feira (3), Luizianne abre as baterias contra Governo. Tremei, Cid Gomes! Acusará que as obras dos túneis da Via Expressa não foram iniciadas porque o Governo não respondeu aos quatro ofícios enviados.

No bojo, perguntas e dúvidas. Tipo: como está o caso das desapropriações dos imóveis da área, incluindo pontos comerciais?

João Paulo: o bom menino que se embriagou pelo poder

108 2

João Paulo Cunha, segundo Eliane Cantanhêde, colunista da Folha de S. Paulo, foi um “bom menino”. Ex-metalúrgico, defensor de causas sociais e membro da Pastoral da Juventude, brandia a ética e a igualdade. Quando Lula se tornou presidente, no entanto, João Paulo, segundo Eliane, se embriagou com o poder e ali começou sua queda. Leia:

João Paulo Cunha nasceu em Caraguatatuba (SP), de uma família como milhões de outras neste país afora, e foi um menino como milhões de outros neste país afora. Mas embicou na vida pública como muito poucos.

Já em Osasco, para onde foi com a família ainda criança, tornou-se metalúrgico e participou ativamente da Pastoral da Juventude, da mobilização de operários, da fundação do PT. Brandia a ética e a igualdade. Bom menino, bom rapaz.

Tudo mudou quando Lula subiu a rampa do Planalto, o PT deixou de ser oposição e se atirou de corpo e alma aos prazeres e às chances do poder. Sem lastro político nacional, sem verniz intelect ual, sem liderança parlamentar, João Paulo deu um salto maior que as pernas: assumiu a presidência da Câmara dos Deputados já no primeiro ano de Lula.

O início do fim. Trocou o passado de lutas e o futuro promissor por um vício: a embriaguez do poder, em que “os fins justificam os meios”. Quis ser tudo, virou nada. Ontem, o Wikipédia já dizia que João Paulo Cunha “foi” um político brasileiro.

Sua condenação pelo Supremo Tribunal Federal, por contundentes 9 a 2, entra para a história como o fim de uma era. Vai-se a impunidade, vem a responsabilidade. A Câmara dos Deputados, o Banco do Brasil, a Petrobras, a Presidência da

República -as instituições, enfim- não têm donos, ou dono. São do Estado e servem à nação.

Isso vale para o Supremo, até mais do que para todas as demais. Lê-se que Lula está triste, acabrunhado, por sentir-se “traído”. Dos 11 ministros (incluindo Peluso), 8 foram colocados ali nos gove rnos petistas e só 2 votaram pela absolvição de João Paulo -por extensão, do PT.

A corte suprema não vota mais com os poderosos, pelos poderosos. Julga com a lei, pela justiça. Inaugura, assim, um novo Brasil.

Bons meninos terão de se comportar sempre como bons cidadãos.

(Site 247)

Marqueteiro Canabarro com mais sorte por aqui do que em São Paulo

Em São Paulo, houve reunião tensa na última quinta-feira envolvendo Michel Temer, Gabriel Chalita – que é candidato do PMDB à Prefeitura paulista, marqueteiro Manoel Canabarro e Eduardo Cunha.

O vice-presidente  cobrou, segundo a coluna de Lauro Jardim, da Veja Online, mudanças na campanha de TV de Chalita. Deu uma semana de prazo para as pesquisas mostrarem o candidato decolando. Do contrário, sacará da cartola um plano B. Chalita aparece na quarta posição na intenção de votos.

A propósito, o que fazia Cunha na reunião? Foi ele quem bancou a entrada de Canabarro na campanha.

DETALHE – Manuel Canabarro responde pela campanha de Roberto Cláudio em Fortaleza. Por aqui, segundo as pesquisas, a estratégia dele está indo bem. O candidato briga pela segunda posição com o PT.

ABI pede ao Ministério da Justiça apuração sobre invasão a jornal

“A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) enviou telegrama ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e ofício ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS) de Mato Grosso do Sul, desembargador Josué de Oliveira, pedindo que seja apurada a “invasão” à sede do jornal Correio do Estado, na noite de quarta-feira (29), por agentes da Polícia Federal. Eles cumpriam determinação judicial para impedir a publicação de uma pesquisa de intenção de voto para a prefeitura da capital, Campo Grande.

Segundo o editor de Política do Correio do Estado, Adilson Paniago, a pesquisa encomendada só seria entregue no dia seguinte, mas um funcionário teve de ligar todos os computadores do setor de paginação para que os agentes verificassem se ela estava na versão que seria impressa. Como não encontraram o que buscavam, os agentes partiram para o parque gráfico. “Tivemos que parar as rotativas para eles conferirem página por página”, disse Paniago.

O presidente da ABI, Maurício Azedo, considerou a ação uma “violação grave de disposições constitucionais” e pediu, nas mensagens encaminhadas, que o ministro Cardozo e os membros do TRE-MS intervenham de forma a cessar “violências com precedentes apenas na ditadura militar”.

Para o presidente da Seccional de Mato Grosso do Sul da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MS), Leonardo Avelino Duarte, decisões judiciais devem ser cumpridas, mas não da forma apontada na denúncia. “Se há o descumprimento, responde-se criminalmente. O que chama a atenção da OAB é a forma como supostamente foi feita [a ação], com a permanência da Polícia Federal [no local] enquanto o jornal estava sendo feito. Isso lembra os tempos da ditadura. Esse acesso prévio é censura”, afirmou.

Agência Brasil tentou falar com a Assessoria de Comunicação do TRE-MS, mas o atendente do telefone divulgado na página do tribunal na internet informou que o setor não está de plantão no fim de semana.”

(Agência Brasil)

PMDB errou ao apoiar reeleição de Luizianne, diz Gaudêncio Lucena

43 3

Gaudêncio Lucena, Alexandre Pereira e Lucélio Moura.

Após tecer várias críticas à atual gestão municipal, o candidato a vice-prefeito de Fortaleza, Gaudêncio Lucena, vice-presidente estadual do PMDB, afirmou que foi um erro seu partido ter apoiado a reeleição de Luizianne Lins (PT), em 2008. Ele representa a chapa encabeçada por Roberto Cláudio (PSB), também ex-aliado da prefeita. “Eu não participei desse erro”, garantiu, em entrevista concedida ao programa Grande Jornal, da Rádio O POVO/CBN, na manhã de ontem.

“Eu alertei. Fui contra, mas fui voto vencido”, lamentou, lembrando que ele mesmo orientou que os dois secretários representantes do PMDB na gestão entregassem os cargos. No entanto, os mesmos decidiram continuar por conta própria. “Pedi que deixassem os cargos, porque não estava satisfeito com a gestão”. Ele criticou ainda o vereador Carlos Mesquita (PMDB), que apoia o candidato petista Elmano de Freitas, mesmo com o PMDB compondo chapa majoritária de oposição.

Ele acusou o vereador de estar se utilizando das “benesses da gestão” com o intuito de se reeleger. “Todo mundo sabe que os terceirizados da Prefeitura são indicados por vereadores”, afirmou. Segundo ele, o próprio Carlos Mesquita afirma que os terceirizados indicados por ele serão demitidos, se o PT não continuar no comando da Capital. “Passadas as eleições, vamos rever esses casos”, avisou.

O POVO tentou contato com o vereador, mas ele não atendeu aos celulares. Titular da Coordenadoria de Projetos Especiais, Relações Institucionais e Internacionais da Prefeitura de Fortaleza, Geraldo Accioly afirmou que todos os contratos de terceirizados são auditados pelo Tribunal de Contas dos Municípios.

PPS e PPL

O Grande Debate recebeu outros dois candidatos a vice-prefeito: Alexandre Pereira (PPS), candidato a vice-prefeito de Heitor Férrer (PDT), e Lucélio Moura (PPL), vice de André Ramos (PPL).
Alexandre Pereira comentou a polêmica em torno dos vendedores ambulantes no Centro. “Uma cidade desordenada fica mais desigual ainda”, criticou. Ele citou a venda de uma pomada por R$ 1 nos camelôs, enquanto nas farmácias o custo é de R$ 3. Em conversa com empresários do ramo, ele diz ter sido informado que uma carga da mesma pomada havia sido roubada na semana anterior. Em seguida, ele negou estar acusando vendedores ambulantes de vender carga roubada. “Mas o desordenamento, a desorganização é criminosa e interfere na vida das pessoas”.

Já Lucélio Moura defendeu a realização de concurso público para médicos, mas admitiu não saber quantos são os médicos de Fortaleza, nem quantas vagas são necessárias para garantir o bom funcionamento das unidades de saúde. O objetivo é que os postos de saúde funcionem nos três turnos. Ele prometeu ainda diminuir o volume de terceirizados.”

(O POVO)

Cid confirma participação em adesivaço na Barra do Ceará

O governador Cid Gomes (PSB) vai participar, a partir das 10 horas deste domingo, de um adesivaço na Barra do Ceará pró-candidato do PSB/PMDB, Roberto Cláudio. A assessoria da campanha do socialista confirmou a presença dele e de outras lideranças.

Bom lembrar que foi nessa área da Capital onde o PT do candidato Elmano de Freitas iniciou sua série de comícios.