Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Arrecadação federal registra pequena alta

160 1

“A arrecadação de impostos e contribuições federais teve um pequena alta real [corrigida pela inflação] de 0,07% em abril, ante o mesmo período de 2012, somando, em termos nominais, R$ 98,713 bilhões. No acumulado do ano, a arrecadação somou R$ 370,444 bilhões, com queda real de 0,34%. De acordo com informações divulgadas pela Receita Federal, entre os fatores que influenciaram o resultado negativo nas receitas administradas, no acumulado do ano, está a redução no pagamento do ajuste anual do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) relativo a fatos geradores do ano calendário de 2012.

As desonerações tributárias empregadas pelo governo para enfrentar a crise e aquecer a economia também tiveram impacto no resultado. As principais desonerações foram sobre a folha de pagamento, a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) para combustívieis, o Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) para os automóveis e o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para crédito a pessoa física.”

(Agência Brasil)

Presidente das FIec nada otimista sobre setor industrial brasileiro

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=zlpt_NrSl8o[/youtube]

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) está mobilizada em Brasília divulgando sua agenda de prioridades no Congresso. O presidente da Fiec, Roberto Macedo, acompanha essa mobilização.

Para o Blog, Roberto Macedo falou sobre o quadro econômico e inflação. Ele não se mostra nada otimista sobre o setor industrial brasileiro.

Morte de calouro no trote de Medicina da USP entra na pauta do STF

“O STF vai julgar na quinta-feira o recurso do Ministério Público que tenta reabrir uma ação penal contra quatro então veteranos da Medicina da USP supostamente envolvidos na morte do calouro Edison Tsung Chi Hsueh, ocorrida em 1999. No trote de ingresso dos novos estudantes, Hsueh acabou afogado numa piscina. O caso chocou o país e levou a faculdade de Medicina a abolir a prática do trote.

No julgamento, o STF terá de decidir se quem promove e participa das violentas recepções de alunos deve responder criminalmente. Como o Supremo reconheceu a repercussão geral no tema, o julgamento ainda irá influir em outros processos contra trotes violentos que correm na Justiça.”

(Coluna Radar – Veja Online)

População de Jaguaruana pede mais segurança

jaguaruana

Moradores de Jaguaruana (Baixo Jaguaribe) realizaram, nesta manhã de terça-feira, passeata cobrando mais segurança. O protesto foi coordenado pela CDL e Câmara Municipal, que pede mudança de delegado, que realiza também audiência pública para discutir a situação.

Há denúncia de onda de assaltos na cidade, sem que haja providências. Os lojistas são os alvos preferidos. O deputado estadual Antônio Carlos (PT) compareceu ao ato.

DETALHE – No momento dessa passeata, foi registrado assalto a um posto de combustíveis na localidade de Cardeais, nesse município.

(Foto – Valdir Soares)

Ponte estaiada ou ponte das amizades?

210 1

Com o título “Ponte estaiada: faltou debate”, eis o Editorial do O POVO desta terça-feira. Aborda a falta de um debate bem mais amplo sobre projeto de grande repercussão sobre o rio Cocó. Confira:

A Audiência Pública realizada na Assembleia Legislativa, na sexta-feira última, teve como tema a ponte estaiada sobre o rio Cocó, projeto do governo do Estado, que tem o apoio da Prefeitura de Fortaleza, tendo a Câmara Municipal já aprovado o projeto de lei complementar que permite a sua construção. Durante a audiência, o projeto recebeu críticas de representantes de entidades ligadas ao urbanismo, ao meio ambiente e à engenharia de tráfego. O principal argumento utilizado para justificar a obra – o desafogamento da avenida Washington Soares e adjacências – foi contestado por profissionais e entidades representativas do pensamento urbanístico, ambiental e de tráfego, dentre os quais o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-CE) e o Departamento de Engenharia de Trânsito da UFC, além de parlamentares.

Na ocasião, eles apontaram outras possibilidades – mais eficazes e mais baratas – sem comprometer ainda mais o ecossistema do Cocó. Para os urbanistas, existem alternativas como a construção de vias paralelas à Washington Soares, com o prolongamento da avenida coronel Miguel Dias, ou ligações entre as avenidas Atilano de Moura e Pontes Vieira/Virgílio Távora e entre a José Leon e Edilson Brasil Soares, de resultados que, segundo eles, seriam mais eficazes para a melhoria do tráfego.

Esses especialistas ainda lamentaram que a decisão tenha sido tomada sem que um debate mais amplo tivesse sido realizado com os vários atores sociais, atentando para a necessidade de se pensar a cidade a longo prazo, de modo a combinar as necessidades do presente com a previsão do que acontecerá em futuro próximo ou mais distante, pois tem de se pensar no usufruto urbano de agora, aliado ao bem-estar das gerações futuras.

Em situação dessa natureza, a Câmara Municipal deveria ter tido mais sensibilidade, de modo a cumprir o papel para o qual foi eleita, qual seja, o de servir de caixa de ressonância para as opiniões de fermentam na sociedade. Assim, o mínimo a se esperar do Legislativo Municipal seriam a promoção de audiências públicas, como fez a Assembleia Legislativa, e que fomentasse o debate, de modo que tanto aqueles que defendem o projeto como os que o criticam pudessem expor seus argumentos livremente, e em igualdade de condições.

Ciro não bateu só no Capitão Wagner. Atacou também gestão de Luizianne Lins

250 6

cirogomes

O ex-ministro Ciro Gomes (PSB), em discurso durante a posse de Moroni Torgan na presidência do DEM do Ceará, no auditório do Poder Legislativo, não disparou só contra o vereador Capitão Wagner, a quem qualificou de chefe de milícia e picareta. Sobre a gestão petista de Luizianne Lins, disse que Fortaleza viveu um “transe” nos últimos anos, onde um grupo de “malfeitores” e “corruptos” administrou a cidade.

“Os espaços foram entregues ao narcotráfico e, por muito pouco, o Moroni não foi o prefeito. Mas ele impôs ideias que recuperam a cidade das mãos imundas do narcotráfico e aqui eu apresento minha gratidão pública”, complementou Ciro, que foi o principal coordenador da campanha vitoriosa de Roberto Cláudio a prefeito da Capital.

Rui Facó, um intelectual orgânico

O escritor e advogado Rui Facó foi um dos mais intensos intelectuais brasileiros. Atuou como jornalista e pesquisador focado nas causas sociais e militando nos bastidores do PCB.

Rui nasceu a 4 de outubro de 1913, em Beberibe (Litoral Leste), e morreu no dia 15 de março de 1963, em um acidente de avião nos Andes. Também neste ano é lançado, postumamente, sua obra de referência: “Cangaceiros e Fanáticos”.

Por conta disso, o deputado estadual Paulo Facó (PT do B) entrou com requerimento instituindo 2013 como o “Ano Rui Facó”.

SERVIÇO

* Para comemorar os 100 anos do nascimento de Rui Facó, está no ar o site http://www.ruifaco.com.br/

Bolsa Família – Governo estuda monitoramento "mais fino" de saques nos finais de semana

171 1

“O governo federal vai passar a fazer um monitoramento “mais fino” dos saques feitos por beneficiários do programa Bolsa Família durante os finais de semana. Segundo a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, a medida vai se somar a outros mecanismos de controle do pagamento dos benefícios. A finalidade é permitir uma resposta mais rápida a problemas como os tumultos do último fim de semana em agências bancárias da Caixa Econômica Federal e lotéricas de 12 estados.

“Estamos avaliando como termos um monitoramento mais fino do o que acontece em termos de movimentação durante o fim de semana para podermos detectar esse tipo de situação mais rapidamente”, disse a ministra ao fim do programa Bom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República em parceria com a EBC Serviços.

Desde ontem (20), o governo discute formas mais rápidas de entrar em contato com os beneficiários do programa, por exemplo, com o envio de mensagens por telefones celulares. “Hoje já temos condições de acompanhar qualquer coisa que aconteça no Bolsa Família, em qualquer lugar do país. Infelizmente, como nunca tínhamos tido esse tipo de situação e como a boataria se espalhou durante o fim de semana, infelizmente não pudemos dar esse apoio à população.”

(Agência Brasil)

E por falar nas línguas soltas de Ciro Gomes e Joaquim Barbosa…

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=CA9KgAb27CE[/youtube]

O jornalista Plínio Bortolotti comenta para o Blog as declarações do ex-ministro Ciro Gomes contra o vereador Capitão Wagner. Ciro, no O POVO, qualificou o Capitão de chefe de militância e picareta.

De quebra, Plínio Bortolotti também analisa a fala do presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, que considera o Congresso Nacional de inoperante.

Vereador petista cobra de Câmara Municipal nota de solidariedade ao Capitão Wagner

guilhermesampaio

“Isso aqui não é bodega, isso aqui não é quintal! Isso é inaceitável! A Câmara Municipal precisa divulgar nota em solidariedade ao Capitão Wagner!, disse, nesta manhã de terça-feira, em pronunciamento, o vereador petista Guilherme Sampaio (PT).

Ele se solidarizou ao vereador Capitão Wagner (PR), destacando seu trabalho em favor da categoria dos policiais militares.

A reação de Guilherme Sampaio foi contra declaração do ex-ministro Ciro Gomes (PSB), que qualificou o Capitão Wagner de chefe de milicia e picareta.

Fanor promove Semana da Comunicação

A partir desta quarta-feira, a Fanor DeVry promoverá sua Semana da Comunicação. O evento, que vai se estender até sexta-feira, é uma iniciativa da coordenação e dos alunos do curso de Comunicação Social da instituição, com o tema “De Olho no Mercado”.

A Semana contará com a presença de profissionais renomados da área, além de oficinas, palestras, cineclube e mesas-redondas.

SERVIÇO

* Mais informações: semanadacomunicacaofanor.blogspot.com.br

O ministro e o jogo político

161 1

leotaça

Clodoveu com a taça. Sob olhares do ministro.

Além de jogadores, comissão técnica, cartolas e até torcedores do Guarany (S) em cima do palco da festa de encerramento do campeonato estadual, na Arena Castelão, ali apareceu o secretário nacional dos Portos, o ministro Leônidas Cristino.

Depois do prefeito Clodoveu Arruda, de Sobral, ele se atracou com a taça e posou para fotos.

Leônidas é o preferido do governador Cid Gomes para sua sucessão.

(Foto – Blog Sobral em Revista)

Comissão Nacional da Verdade apresenta balanço de um ano de atividades

“Os integrantes da Comissão Nacional da Verdade apresentam hoje (21) o balanço de um ano de atividades. Será às 10 horas, no Conjunto Cultural Banco do Brasil (CCBB), na capital federal. Criada para apurar violações de direitos humanos no contexto da ditadura militar, a comissão completou um ano na quinta-feira (16). Recentemente, os membros da comissão apresentaram à presidenta Dilma Rousseff um balanço das atividades do grupo e as demandas da sociedade civil para que os trabalhos sejam prorrogados por seis meses. O decreto de criação do grupo prevê a conclusão das atividades em maio de 2014, mantendo-se o prazo atual, a comissão teria apenas mais seis meses de investigação, pois a previsão é que a fase de elaboração do relatório dure um semestre.

Um dos motivos que levaram ao pedido de adiamento foi a pressão de movimentos sociais, da União Nacional dos Estudantes (UNE) – que também formou sua instância de investigação – e das comissões da verdade nos estados, que pediram a prorrogação dos trabalhos para poder contribuir de forma mais efetiva com os trabalhos.

Até o momento, os estados de Alagoas, de São Paulo, de Pernambuco, de Santa Catarina, do Espírito Santo, Amazonas, Maranhão, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e da Bahia já criaram suas comissões. Os estados de Minas Gerais e do Tocantins devem criar suas comissões em breve. Além dos estados, entidades como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), universidades também criaram suas comissões.”

(Agência Brasil)

Cid e RC lançarão mutirão para decorar Fortaleza para a Copa das Confederações

280 2

cidroberti

O governador Cid Gomes (PSB) e o prefeito Roberto Cláudio (PSB) lançarão no próximo sábado um mutirão diferente. Dessa vez, voltado para dar a Fortaleza um cenário festivo para abrigar a Copa das Confederações.

Segundo a assessoria do Paço Municipal, virá completa decoração de vários pontos da cidade, mas priorizando os corredores turísticos.

Cid recebe prefeitos no Palácio da Abolição

219 1

O governador Cid Gomes vai dedicar esta manhã de terça-feira para receber alguns prefeitos. Na agenda dele, estão dois: Raimundo Macedo (PMDB), de Juazeiro do Norte; e Paulo Duarte (DEM), de Limoeiro do Norte.

Com Raimundão, que estará acompanhado do deputado federal José Arnon (PTB), será tratado o projeto os dois, será tratada a retomada das obras do projeto Roteiros da Fé, na área do turismo, bem como acertados detalhes burocráticos da construção da Avenida do Contorno, cuja ordem de serviço foi assinada no fim de semana.

Já com o prefeito Paulo Duarte, será tratada a construção da Avenida do Contorno.

O secretário estadual das Cidades, Camilo Santana, participará dessas audiências, no Palácio da Abolição.

Eudes Xavier se solidariza com Capitão Wagner, chamado de "piacareta" por Ciro Gomes

221 2

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=quXQYhLHE7k[/youtube]

O projeto que garante a emancipação de distritos no País pode ser votado nesta semana. O deputado federal Eudes Xavier (PT) integra grupo de parlamentares favoráveis à matéria. No Ceará, se o projeto passar, pelo menos 30 distritos terão condições de virar município.

Eudes Xavier aproveitou para se solidarizar com o vereador Capitão Wagner (PR) que, nas últimas horas, foi qualificado de chefe de milícia dentro da PM pelo ex-ministro Ciro Gomes. E Ciro foi mais além: chamou Capitão Wagner de “picareta. Para Eudes, esse tipo de atitude do irmão do governador Cid Gomes só torna difícil a situação da segurança no Estado, que exige diálogo.

 

Petrobras deverá ampliar produção da Usina de Biodiesel de Quixadá

254 2

A ampliação da Usina de Biodiesel de Quixadá (Sertão Central) entrou na pauta de discussões na Petrobras. A estatal estima investir R$ 100 milhões no projeto para dobrar a produção de 120 bilhões de litros de biodiesel para 240 bilhões de litros por ano. Há decisão técnica, mas também há necessidade de trabalho político para fazer com que a proposta saia do papel.

O deputado federal Ilário Marques (PT) está mobilizando a bancada e lideranças da região do Sertão Central com esse objetivo. Ontem, ele esteve na sede da Petrobras, no Rio, expondo, com apoio de técnicos, a necessidade de se ampliar a usina até como forma de se gerar mais empregos num Estado castigado pela estiagem.

Atualmente, a usina oferece cerca de 200 empregos diretos e beneficia perto de 30 mil famílias de agricultores que fornecem matéria-prima como grãos de soja que vêm do Centro-Oeste.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Donos de portos financiaram políticos

Reportagem da Folha de São Paulo desta terça-feira informa que um grupo de 28 empresas e famílias que exploram portos no Brasil injetou pelo menos R$ 121,5 milhões em campanhas eleitorais e na direção de partidos políticos em apenas três anos, de 2010 a 2012. As empresas tinham interesses diversos na discussão da Medida Provisória dos Portos, proposta de alteração das regras do setor apresentada pelo governo Dilma no fim de 2012 e aprovada no Congresso na semana passada.

Parte dessas companhias defendia desde o início as alterações por acreditar que abririam espaço para novos negócios. Entre elas estão nomes como Odebrecht, Triunfo e o grupo de Eike Batista. Do outro lado estavam companhias como Santos Brasil e Libra Holding, operadoras de terminais que temiam perder espaço. Nos bastidores, as empresas tentaram inserir mudanças no texto quando perceberam que a medida seria aprovada.

Duas entidades operaram o lobby no Congresso: a ABTP, dos terminais portuários, e Abratec, dos terminais de contêineres. Os presidentes da ABTP, Wilen Manteli, e da Abratec, Sérgio Salomão, estiveram no Congresso e conversaram com parlamentares ao longo da votação. Outro nome do lobby empresarial foi Richard Klien, sócio do grupo Opportunity, do banqueiro Daniel Dantas, na Santos Brasil. A empresa administra o maior terminal de contêineres do país e registrou no ano passado uma receita de R$ 1,3 bilhão.

* Da Folha, leia mais aqui.

Capitão Wagner diz que vai processar Ciro Gomes

539 3

capitão wagner

“O vereador Capitão Wagner (PR) anuncia: vai acionar judicialmente o ex-ministro Ciro Gomes (PSB) para que ele prove as acusações de que o parlamentar comandaria milícia dentro da Polícia Militar. Wagner disse que mostrará que os bandidos estão na cúpula da PM, acusando de ser “o maior deles” o coordenador de inteligência da corporação, Major Henrique, que estaria, segundo disse, envolvido com grupos de extermínio. Ele ainda questionou qual o cargo Ciro ocupa no governo para ameaçar “cortar cabeças”. “Que eu saiba, ele é comentarista esportivo”, ironizou o vereador, ao se referir a atividade do ex-ministro em emissora de comunicação. Em Diadema (SP), onde disse que estava para conhecer medidas de segurança adotadas na cidade paulista, Wagner falou com O POVO pelo telefone. “É bom que saibam o que estou fazendo aqui para não dizerem que estou fugindo do Ciro”.

Sobre o vídeo, ele informou que foi convidado pelas mulheres de policiais que organizaram o movimento para participar e aceitou. Ele também explica situações apontadas nas legendas. Uma delas mencionam o fato de ele chegar no carro do policial Ramon Sampaio Sousa, que seria acusado de homicídio. Wagner disse que “Ramon mora próximo a sua residência e ofereceu carona”. O vereador argumenta ainda que o policial foi julgado pela acusação de homicídio e inocentado por sete votos a zero. Sobre as imagens em que aparece entregando dinheiro, Wagner disse que contribuiu para comprar água para as esposas dos policiais.

Presidente da Associação de Praças da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (Aspramece), Pedro Queiroz também reagiu ao ex-ministro. “Ciro é ocioso e sempre tenta associar a atividade da Polícia a marginais”. Ele também desafiou Ciro a apontar os supostos integrantes da milícia. 

O POVO conversou por telefone com o Major Henrique. Ele retornava de ação no Interior e a ligação caia o tempo todo. O major disse que queria se pronunciar, mas, diante da má qualidade da ligação, só poderia falar quando chegasse a Fortaleza, o que só ocorreria após o fechamento desta edição.”

(O POVO)