Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Eduardo Campos terá encontro com Força Sindical

EDUARDO-CAMPOS-PREFEITOS-10

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, também presidente nacional do PSB, anuncia, em sua agenda oficial, para esta segunda-feira, nova visita ao Estado de São Paulo, onde já esteve nesta semana que passou, agora para participar de uma reunião com a Força Sindical, na sede da entidade, em São Paulo, no começo da tarde. Os dois já haviam se encontrado no começo de março, aqui no Recife.

No evento, o deputado federal Paulo Pereira dos Santos (PDT), conhecido como Paulinho da Força Sindical, defendeu a candidatura do socialista à Presidência em 2014. Os dois tiveram um encontro no Recife e celebraram uma aliança com o governador Eduardo Campos (PSB) para impedir a aprovação da Medida Provisória 595, conhecida como MP dos Portos, no formato apresentado pelo governo, que prejudicaria Suape, na visão do governo.”

(JC Online)

Sefin inicia reunião com entidades para esclarecer sobre ISS

A Secretaria de Finanças de Fortaleza inicia, nesta segunda-feira, uma série de encontros com líderes de segmentos empresariais e autônomos para esclarecer as funções do Fisco e tratar da importância do pagamento dos impostos para o desenvolvimento sustentado da Capital.

Às 15 horas, o secretário Jurandir Gurgel receberá em seu gabinete a cúpula do Sindicato das Agências de Publicidade, e, às 17 horas, os representantes do Secovi, o sindicato do setor de imóveis. Nesta terça-feira, às 16 horas, o encontro será com empresários que mantém estacionamentos na cidade, e na quinta-feira, com proprietários de autoescolas, às 15 horas.

A Sefin já esteve reunida com empresários do Sinduscon, lojistas e gráficos, além dos profissionais da Contabilidades ligados ao Conselho Regional.

Cid Gomes cumprirá agenda no BNDES

CCBB

O governador Cid Gomes (PSB) vai cumprir agenda de trabalho, nesta segunda-feira, no Rio de Janeiro. Ele terá reuniões com a cúpula do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Segundo assessores do Palácio da Abolição, acerta liberação de recursos para obras de infraestrutura. Com o governador, deve seguir o secretário estadual da Infraestrutura, Adahil Fontenele.

Campus Avançado da UFC na Região da Ibiapaba é tema de encontro em Fortaleza

195 1

Uma reunião sobre a implantação do Campus da Universidade Federal do Ceará na Regão da Ibiapaba está sendo o tema de encontro, nesta manhã de segunda-feira, no Hotel Amuarama.

Participam o deputado federal José Nobre Guimarães, o deputado estadual Lula Morais e os prefeitos de Tianguá e Viçosa do Ceará, além de várias lideranças dessa banda do Estado.

O encontro é uma promoção do Conselho de Desenvolvimento Regional da Ibiapaba (Conderi)

Morre Margaret Thatcher

185 1

tatcher

Margaret Thatcher, a primeira mulher a se tornar primeira-ministra britânica, cargo no qual ficou por três mandatos consecutivos, entre 1979 e 1990, morreu, nesta segunda-feira, ao 87 anos. Ela foi uma das figuras dominantes na política inglesa no século XX e o seu “thatcherismo” ainda influencia políticos até hoje.

O porta-voz da família de Thatcher informou ela morreu em consequência de um acidente vascular cerebral. “É com grande tristeza que Mark e Carol Thatcher anunciam que sua mãe, a baronesa Thatcher, morreu em paz depois de um derrame, esta manhã,” disse Tim Bell. Após sua morte, o atual premiê britânico, David Cameron, disse que o Reino Unido perdeu uma grande líder.

(Com Agências)

PMDB é acusado de segurar nomeação para faturar diretoria na Anvisa

euniciooloi

Da Coluna Painel, da Folha de São Paulo, desta segunda-feira:

Toma lá… Senadores acusam Renan Calheiros (PMDB-AL), Eunício Oliveira (PMDB-CE) e Gim Argello (PTB-DF) de segurar uma indicação para diretoria de vigilância sanitária na Anvisa, vaga do atual governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, há 40 dias.

… dá cá A análise do nome de Ivo Bucaresky para o cargo está parada na Comissão de Assuntos Sociais desde o dia 27 de fevereiro, mas o trio, segundo parlamentares, congelou a nomeação para negociar uma outra diretoria na agência para o PMDB.

Balhamann usará tempo de liderança na Câmara para defender Cid Gomes

202 1

balhmann

O deputado federal Antônio Balhmann (PSB) fará pronunciamento no fim da tarde desta segunda-feira, no plenário da Câmara, para  defender o governador Cid Gomes (PSB) da suposta denúncia de arapongagem envolvendo o Governo do Estado, secretários e o seu irmão, Ciro Gomes, contra o ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR).

Antônio Balhamann usará o tempo da liderança do PSB na Casa para “desmentir” as acusações feitas na semana passada, também na Câmara, pelo deputado federal Eudes Xavier (PT).

Coordenador da bancada cearense, Balhmann vai desqualificar as denúncias do petista. Ele considera tais denúncias “levianas e caluniosas”

Caso Carandiru – Tudo pronto para o julgamento

“Começa hoje (8) o julgamento dos acusados pela morte de 111 detentos na Casa de Detenção do Carandiru. O júri popular está marcado para as 9 horas, no Fórum da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo. O juiz designado para o caso é José Augusto Nardy Marzagão, da Vara do Júri de Santana. Devido ao grande número de réus envolvidos, o julgamento será feito em etapas. A previsão é que a primeira dure entre uma e duas semanas. Na primeira fase, 26 réus serão julgados (seriam 28 policiais, mas dois deles já morreram), aos quais são imputadas 15 acusações de homicídio qualificado. Serão julgados, no total, 79 policiais militares.

O maior massacre do sistema penitenciário brasileiro ocorreu no dia 2 de outubro de 1992, quando 111 detentos foram mortos e 87 ficaram feridos durante a invasão policial para reprimir uma rebelião no Pavilhão 9 do Presídio do Carandiru (como ficou conhecida a Casa de Detenção), na capital paulista, já desativado. Três prédios do complexo foram demolidos para construção de um parque. Os outros vão abrigar centros educacionais.

Os réus que estarão sendo julgados são os policiais militares que entraram no segundo pavimento do presídio, onde foram mortos 15 detentos. O julgamento dos demais réus ainda não foi marcado, mas prevê-se que ainda haverá mais cinco ou seis blocos de julgamento. A expectativa é que novos julgamentos sejam marcados a cada três meses.”

(Agência Brasil)

Prefeito RC repudia denúncia de arapongagem

253 11

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=0XPF6gHVa94[/youtube]

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, lamentou, nesta madrugada de segunda-feira, o caso da suposta espionagem denunciada pelo deputado federal Eudes Xavier (PT). Eudes, da tribuna da Câmara, denunciou que o Governo do Estado, secretários e o ex-ministro Ciro Gomes teriam contratado a empesa americana Koll para espionar o ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR), hoje desafeto do governador Cid Gomes (PSB).

Roberto Cláudio classificou o petista Eudes Xavier de “irresponsável” e disse não saber se ele também teria sido alvo dessa ação de espionagem.

Essas declarações foram dadas pelo prefeitode Roberto Cláudio antes do seu embarque para Brasília, onde terá audiência agora pela manhã no Banco de Desenvolvimento para a América Latina (CAF) e à tarde com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior. Na agenda, recursos para projetos de urbanização na Praia do Futuro, Beira Mar e também ampliação do Projeto Vila do Mar por meio do Programa Minha Casa Minha Vida.

Na quarta-feira, o prefeito RC terá audiência no Ministério da Integração Nacional, onde solicitará recursos para reforma dos mercados públicos.

Bolívia reajusta salários do funcionalismo para tentar evitar greves

“O governo boliviano aumentou em 8% o salário base e em 20% o mínimo nacional. Os recursos virão de investimentos em infraestrutura. Nos últimos dias, trabalhadores das áreas de educação e saúde ameaçavam deflagrar greve. O reajuste foi negociado pelas autoridades com a Central Operária Boliviana (COB).

O ministro da Economia e Finanças Públicas, Luis Arce, disse ontem (7) que o governo reformulou a aplicação de US$ 160 milhões de investimentos em infraestrutura para aumentar os salários dos trabalhadores. Segundo ele, paralelamente será feito um esforço para impedir a paralisação de alguns projetos do setor que estão em curso.

As negociações ocorreram em três etapas. Para Arce, o acordo é “saudável”. De acordo com o ministro, a decisão de remanejar os recursos destinados à infraestrutura foi tomada para evitar a necessidade de aumentar a carga tributária.”

(Agência Brasil com ABI)

Prefeitura busca em Brasília mais recursos para urbanizações

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=MgHUf-mu2iI[/youtube]

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, viajou nesta madrugada de segunda-feira para Brasília. Na agenda uma série de audiências, como informa o secretário municipal do Turismo, Salmito Filho, que acompanhá RC nesses contatos. Segundo

Salmito, a ordem é fechar recursos para novas ações na área de projetos como a urbanização da Praia do Futuro e Beira Mar.

Comissão discute desoneração de planos de saúde

A possibilidade de o governo desonerar planos de saúde e a qualidade dos serviços prestados pelo segmento serão discutidas em reunião da Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara, na quarta-feira (10). Conforme matérias que vêm sendo publicadas pela imprensa, técnicos do governo estudam formas de reduzir os custos das operadoras em troca de um reajuste menor para os planos, previsto para ocorrer no próximo mês.

Em audiência pública realizada na Câmara, a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) questionou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, sobre a possível desoneração. “Nós não podemos admitir que o Poder Público retire recursos de programas básicos de vacina, de medicamentos da população, para incentivar planos privados, que cobram da população para fazer atendimento”, afirmou a parlamentar, autora de um dos requerimentos para o debate com o ministro.

O ministro da Saúde negou essa possibilidade, mas defendeu que se discuta a sustentabilidade do setor de planos de saúde, em expansão no Brasil devido ao aumento da formalização dos trabalhadores e da renda. “A cidade de São Paulo tem uma região quase quatro milhões de habitantes sem um hospital privado, sendo que 50% dessa população tem planos de saúde”, afirmou o ministro, citando matéria veiculada na imprensa.

O ministro defendeu que a necessidade de pensar em formas de financiar, o que não significa “pegar dinheiro do SUS”. “São linhas de financiamento que podem ser feitas, pensar quais são os juros, como estimular isso, para que você expanda também a rede de hospitais privados ou filantrópicos que possam servir tanto ao SUS quanto à saúde suplementar”.

(Agência Câmara de Notícias)

Senadores tentam chegar a acordo para votar regras do FPE na terça-feira

Com a pauta do Plenário destrancada, a votação dos novos critérios de partilha do Fundo de Participação dos Estados (FPE) pode ocorrer nesta terça-feira (9), caso os senadores e as lideranças partidárias cheguem a acordo. Confirmado o tema na pauta, a discussão que antecede a votação deverá ser extensa, pois não existe consenso em relação ao modelo sugerido. A discussão tem como referência o relatório do senador Walter Pinheiro (PT-BA) para oito projetos de lei sobre o assunto.

Pinheiro buscou obter acordo em torno do seu substitutivo, que voltou a sofrer modificações. Como parte da análise dessa matéria, os senadores rejeitaram o Requerimento 20/2013, de autoria do senador Eduardo Lopes (PRB-RJ), que solicitava o desapensamento do PLS 744/2011 dos demais projetos que tratam do FPE. O montante atual do fundo dos estados é de cerca de R$ 70 bilhões.

Walter Pinheiro fez um apelo aos demais parlamentares para que seu substitutivo seja aprovado. Segundo ele, o fundamento de sua proposta é dar segurança jurídica aos estados e ao governo federal, mantendo como piso, até o fim de 2015, os percentuais de participação recebidos hoje. Há algumas semanas Pinheiro vem negociando a aprovação da matéria. Esse diálogo deve prosseguir até a votação.

Ele lembrou que as regras que propõe, com um período de transição em 2016 e 2017, garantiriam cinco anos aos parlamentares para o debate de um modelo integralmente novo, a ser aplicado a partir de 2018.

(Agência Senado)

Líderes globais tentam conter escalada de tensões com a Coreia do Norte

Líderes e diplomatas internacionais tentam amenizar a escalada de tensões envolvendo a Coreia do Norte, os Estados Unidos e a Coreia do Sul, para evitar desdobramentos mais sérios à retórica belicista de Pyongyang. Desde as sanções adotadas em março pela Organização das Nações Unidas (ONU), em retaliação a um terceiro teste nuclear feito pelo país, a Coreia do Norte ameaçou os Estados Unidos com ataques nucleares.

Ao mesmo tempo, o governo norte-coreano declarou formalmente guerra ao vizinho do Sul e ameaçou reabrir um reator nuclear, desafiando as restrições das Nações Unidas. Também orientou embaixadas a retirar seu pessoal de Pyongyang. Hoje (7), o presidente da China, Xi Jinping, único aliado e principal parceiro comercial da Coreia do Norte, declarou que nenhum país pode “lançar a região ao caos por razões egoístas”.

Sem mencionar a Coreia do Norte, Jinping citou “desafios à estabilidade da Ásia” e disse que tais “razões egoístas” não serão toleradas.

Ainda na frente diplomática, o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, deve visitar China e a Coreia do Sul esta semana, para discutir as ameaças de Pyongyang. Na Europa, o chanceler britânico, William Hague, pediu “calma” para lidar com a crise.

Apesar da “retórica paranóica” norte-coreana, é importante manter-se “firme e unido” e advertir o regime de Kim Jong-un quanto aos riscos de um eventual “erro de cálculo”, disse o chanceler.

A Suíça, por sua vez, se ofereceu para mediar o diálogo com os norte-coreanos, mas ressaltou que não há conversas formais agendadas. Apesar das iniciativas diplomáticas e da crença de que a possibilidade real de conflito seja pequena, a região segue volátil.

(Agência Brasil)

Erosão avança mais de 10 metros por ano em alguns pontos do litoral cearense

O Ceará é bastante afetado pela erosão. A própria existência das famosas falésias do litoral leste cearense já é um indicativo desse fenômeno. Segundo o geólogo Luís Parente Maia, diretor do Instituto de Ciências do Mar da Universidade Federal do Ceará (UFC), que estuda o assunto, em alguns lugares do Ceará, a erosão causada pelo mar avança 10 metros por ano.

Em Caucaia, município onde foi decretada situação de emergência no último dia 3, o avanço varia de 8 a 10 metros. Em Caponga, no município de Cascavel, a leste de Fortaleza, a taxa anual de erosão chega a 13 metros. Já em Icapuí, na divisa com o Rio Grande do Norte, o avanço do mar ameaça a existência de uma comunidade inteira de pescadores.

“Em Icapuí, tem uma comunidade pesqueira que [vive] embaixo das falésias. Embaixo do morro, uma taxa de erosão de um metro significa que neste ano eu perco o guarda-corpo da pista, depois de dois anos perdi toda a pista, no quarto ano já perdi o colégio e a minha casa”, disse o pesquisador.

Maia explica que a erosão severa pode ser, em parte, explicada por intervenções humanas, como o Porto do Mucuripe, em Fortaleza, e os açudes do interior do Ceará, que reduzem a vazão dos rios e a capacidade de transportar sedimentos que poderiam recompor as praias cearenses.

Além da intervenção humana, o problema no Ceará é ampliado por questões naturais, como a seca, que amplifica o poder dos ventos e, consequentemente das ondas, e até furacões do Atlântico Norte. Segundo ele, o Furacão Sandy, por exemplo, que destruiu cidades do Caribe e dos Estados Unidos, provocou grandes ondas (swells) no litoral do Ceará.

Ele acredita que as mudanças climáticas terão um efeito de longo prazo, que poderão piorar a situação das erosões. Uma mudança sentida,, segundo Maia, é o aumento da frequência das tempestades que atingem a costa cearense. “No passado, demorava de seis a oito anos para ter um temporal grande [como o Sandy, que provoca swells no Ceará]. Agora, a cada seis meses, temos um temporal”, disse.

(Agência Brasil)

Jantar em homenagem a destaque político reúne publicamente Cid e Eunício

Apontado pela revista Veja como o parlamentar de maior destaque no Congresso Nacional em 2012, o senador cearense Eunício Oliveira será homenageado com um jantar na residência do deputado federal Mário Feitosa, na terça-feira (9).

Convidado para a homenagem, o governador Cid Gomes deverá estar pela primeira vez em público com Eunício Oliveira, desde que peemedebistas intensificaram o nome do senador como pré-candidato ao Governo do Estado.

Já assessores do governador e dirigentes do PSB insistem que o nome escolhido para concorrer à sucessão estadual, na atual aliança que envolve os dois partidos, deverá sair de uma decisão de Cid Gomes.

O cardápio promete.

Falta de poda compromete tráfego em avenidas

184 1

jovita feitosa árvores semáforo

A falta de poda em árvores dos canteiros centrais das avenidas de Fortaleza tem comprometido o tráfego de veículos e até causado pequenos acidentes de trânsito. É que muitos motoristas só conseguem ver o semáforo já a poucos metros do cruzamento. Em outros casos, a sinalização vertical é completamente encoberta por galhos e folhas.

De acordo com relatos de muitos motoristas, as avenidas Jovita Feitosa e Duque de Caxias (também na extensão da Heráclito Graça) são as que mais sustos provocam.

(Foto: Paulo MOska)

Apesar da retração de 2,5% em fevereiro, Iedi acredita na recuperação da indústria ao longo do ano

A produção industrial recuou 2,5% em fevereiro, depois de avanço de 2,6% no mês anterior, em um movimento de gangorra que esfriou as expectativas do mercado em relação à aguardada recuperação do setor. Mas o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) acredita que melhores resultados virão ainda no primeiro semestre, de modo a garantir resultado positivo em 2013.

Em carta divulgada à imprensa, o Iedi manifesta otimismo quanto a uma “evolução mais robusta” da economia brasileira este ano e a um cenário externo mais positivo. Em decorrência, espera bons resultados “em boa parte dos ramos produtivos”, com destaque para a retomada do setor de bens de capital (máquinas e equipamentos) e aumentos na montagem de veículos automotores, no refino de petróleo e na produção de álcool.

O Iedi diz que enquanto a produção de bens de capital para transporte foi bem em janeiro e permaneceu forte em fevereiro – em um processo de recomposição de estoques –, a produção de bens duráveis como um todo se retraiu, alavancada principalmente pela perspectiva de redução dos incentivos do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) na comercialização de veículos automotores.

A análise técnica do Iedi enfatiza que fatores pontuais tornaram a série de dados da produção industrial mais volátil no inicio do ano, e “pode-se observar que o cenário da indústria nacional ainda é muito desfavorável no limiar de 2013”. Em especial quando se contrapõe o desempenho positivo de janeiro, em nove das 14 localidades pesquisadas em janeiro, e apenas três bons desempenhos no mês de fevereiro.

(Agência Brasil)