Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Anvisa proíbe comercialização e uso de remédios injetáveis à base de chá verde

“A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu hoje (8) a fabricação, a manipulação, a distribuição, o comércio, a divulgação, a administração e o uso de medicamentos injetáveis à base de extratos vegetais como o chá verde.

De acordo com resolução publicada no Diário Oficial da União, a medida foi tomada após a identificação de propagandas na internet de tratamentos estéticos para emagrecimento e combate à gorduras localizadas sugerindo o uso de formulações injetáveis contendo chá verde isolado ou associado a outras substâncias.

A Anvisa ressaltou que não há estudos que comprovem a segurança e a eficácia da aplicação de formulações subcutâneas contendo chá verde ou outros extratos vegetais, isolados ou em associação. A resolução entra hoje em vigor.”

(Agência Brasil)

Mercado financeiro espera que Copom mantenha taxa básica de juros em 7,5%

“Analistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central (BC) esperam por manutenção da taxa básica de juros, a Selic, na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), marcada para amanhã (9) e quarta-feira (10). Atualmente, a Selic está em 7,5%, depois de passar por um processo de cortes iniciado em agosto de 2011. Essa projeção de manutenção da taxa é a mesma há duas semanas. Para o final de 2013, a expectativa para a taxa Selic também foi mantida em 8% ao ano. No próximo ano, com a economia crescendo em ritmo mais forte, os analistas esperam que o Copom eleve a Selic para conter a inflação.

A estimativa para a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), este ano, subiu pela 13ª semana seguida, ao passar de 5,36% para 5,42%. Para 2013, houve queda na estimativa pela segunda semana seguida, com o ajuste de 5,48% para 5,44%. As projeções para o IPCA estão acima do centro da meta de 4,5%, mas abaixo do limite superior de 6,5%. Essa meta é perseguida pelo BC. A pesquisa do BC também traz estimativa para o Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe), que passou de 4,46% para 4,48%, em 2012, e de 4,9% para 4,91%, em 2013.

A estimativa para o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) foi mantida em 8,74%, este ano, em 5,38%, em 2013. Para o Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), a projeção permanece em 8,6%, este ano, e foi ajustada de 5,27% para 5,25%, no próximo ano. A estimativa dos analistas para os preços administrados foi alterada de 3,45% para 3,5%, neste ano, e mantida em 4%, em 2013.”

(Agência Brasil)

Até que ponto pesquisa influencia o eleitorado?

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ndUi1c6flLw&feature=plcp[/youtube]

O jornalista Plínio Bortolotti analisa a choradeira em torno das pesquisas eleitorais e, em especial, do candidato a prefeito de Fortaleza pelo PDT, Heitor Férrer, que se diz prejudicado. Heitor apareceu brigando e quase indo para o segundo turno. Ao final da apuração, passaram para essa fase da disputa os candidatos Elmano de Freitas (PT) e Roberto Cláudio (PSB). Heitor, inclusive, superou Moroni Torgan (DEM), que estava em terceiro nas pesquisas.

Um pizzaiolo que ganhou vaga na Câmara Municipal de Fortaleza

168 1

A Câmara Municipal de Fortaleza ganhou, entre seus 43 novos membros, um pizzaiolo que mora no Bom Jardim. Trata-se de Antônio Farias de Sousa, o “Aondeé?”. Ele, além de fazer pizzas apreciadas pela comunidade, sai vendendo e conquistando a freguesia. De tanto empreender no ramo, acabou conhecido e agora virando vereador.

Antonio Farias chegou a ser personagem de reportagem feita pela jornalista Ian Gomes para o programa “Gente na TV”, da TV Jangadeiro. Nessa época, ele era conhecido por “Amarelo Rosa”, mas, de tanto o pessoal perguntar onde ficava uma pizza gostosa e a preço convidativo, o Farias virou “Aondeé”,

* Confira aqui reportagem que Ian Gomes fez com Aonde é, que, nessa época, era conhecido como “Amarelo Rosa”.

Capitão Wagner credita seu sucesso nas urnas à greve da Polícia Militar

Capitão Wagner, o vereador mais votado de Fortaleza (com mais de 43 mil votos), reconheceu, nesta segunda-feira, que sua vitória nas urnas foi consequência dos quatro meses que assumiu como deputado estadual, mas, principalmente, da condição de ter sido um dos líderes da greve da Polícia Militar registrada entre dezembro de 20011 e janeiro de 2012. Nessa ocasião, Fortaleza parou, pois a PM fez greve que provocou até mesmo o fechamento do comércio.

Ele foi entrevista pelo Diário da Manhã, noticioso da TV Diário, ocasião em que avaliou sua campanha e reiterou compromissos com segurança pública e na luta para que os PMs tenham participação política.

O militar é do PR, partido que ocupa, por meio do médico Antonio Mourão Cavalcante, a posição de vice na chapa de Elmano de Freitas.

Capitão Wagner afirmou, no entanto, que, independente de quem seja eleito, dará apoio ao que for de fato do interesse da população.

Eleições são prioridade para a Justiça até 2 de novembro

“Os assuntos eleitorais devem ser prioridade na Justiça de todo o país até 2 de novembro, cinco dias após a votação do segundo turno. De acordo com a legislação eleitoral, o tema deve mobilizar o Ministério Público e os juízes de todas as instâncias até essa data, com exceção dos casos de habeas corpus e mandados de segurança.

Os prazos relativos às reclamações, às representações e aos pedidos de resposta são contínuos até o dia 16 de novembro, inclusive aos sábados, domingos e feriados.

A partir do dia 13 de outubro, nenhum candidato pode ser preso ou detido, a não ser em casos de flagrante. A mesma regra vale para os eleitores entre os dias 23 e 30 de outubro, exceto nos casos de flagrante ou devido a sentença criminal condenatória por crime inafiançável.

O candidato que participar do segundo turno tem até o dia 27 de novembro para prestar contas dos dois turnos à Justiça Eleitoral. Organizada pelos comitês financeiros, a prestação de contas deve trazer a arrecadação e a aplicação dos recursos da campanha.”

(Agência Brasil)

Presidente da Fecomércio vê 2ª turno em Fortaleza para aprofundamento de projetos

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=tmNRnyArVAQ&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=2&feature=plcp[/youtube]

O presidente regional da Federação do Comércio do Ceará, Luiz Gastão, comentou, nesta segunda-feira, o resultado de segundo turno da disputa pela Prefeitura de Fortaleza. Para ele, chegou a hora dos candidatos apresentarem suas propostas com maior tempo, no que o eleitor poderá avaliar melhor. Gastão, no entanto, observou que há um grande contingente de eleitor que não quis optar pelos candidatos respaldados pelas máquinas.

TSE – Candidatos já podem cair em campanha

“Os candidatos que disputarão a preferência do eleitor no segundo turno das eleições municipais estão autorizados a retomar a propaganda eleitoral já nesta segunda-feira (8). A partir das 17h, no horário local, é permitida a distribuição de material de campanha, o uso de alto-falantes e amplificadores de som até as 22h e a realização de comícios e carreatas até a meia-noite.

A propaganda no rádio e na televisão começa dois dias após a divulgação oficial dos resultados do primeiro turno e vai até 26 de outubro, antevéspera da nova votação. A propaganda será dividida em dois períodos diários de 20 minutos, inclusive aos domingos, às 7h e às 12h no rádio, e às 13h e às 20h30, na televisão.

Com a retomada da propaganda no rádio e na TV, o candidato com a maior votação faz a estreia, com alternância de ordem nos programas seguintes. No segundo turno, não é permitida a participação em programas de rádio e TV de filiados a partidos que tenham formalizado o apoio a outros candidatos anteriormente. O debate entre candidatos é permitido até a meia noite do dia 26 de outubro.

No dia 25 de outubro, três dias antes do segundo turno, encerra-se a propaganda política em reuniões públicas e comícios. No dia seguinte (26), é o fim do prazo para a propaganda no rádio e na TV, para a divulgação paga na imprensa escrita e para a realização de debates. No sábado (27), véspera da eleição, é o último dia para a propaganda eleitoral por meio de alto-falantes ou amplificadores de som e para a distribuição de material gráfico, realização de caminhada ou carreata, até as 22 horas.”

(Agência Brasil)

Muito além dos marqueteiros

154 2

Essa é da Coluna Vertical, do O POVO, desta segunda-feira:

A partir desta segunda-feira, o fortalezense se vê diante de um novo cenário da disputa pela Prefeitura. Independente dos que chegaram a esse páreo que promete muitas emoções, surpresas e até confusões, espera-se que o foco central seja o debate sobre os grandes problemas da cidade. É hora, por exemplo, de aprofundar projetos sobre mobilidade urbana, questões ambientais, segurança e enfocar, de forma prática, saúde e educação. Sem aquela do discurso pelo discurso e, na expectativa de que os candidatos se desnudem e não fiquem apenas no jogo do  marketing eleitoral.

É bom agora o eleitorado ficar atento às alianças que virão e em que bases se darão para que, na próxima gestão, não se veja o fatiamento de cargos e interesses privados sobrepujando o interesse coletivo. O voto no segundo turno é a triagem do cidadão diante de dois personagens que agora, sem sombra de dúvida, terão que mostrar a verdadeira face.

Elmano e Roberto Cláudio amanhecem dando entrevista ao vivo na televisão

117 1

O candidato a prefeito de Fortaleza pelo PT, Elmano de Freitas, prometeu, nesta segunda-feira, fazer um “bom debate” sobre os problemas da cidade. Ele disse que continuará fazendo caminhadas, comícios e confirmou que, nesta terça-feira, vai procurar o ex-presidente Lula, porque quer Lula e a presidente Dilma Rousseff em seu palanque.

Já o candidato a prefeito de Fortaleza pelo PSB, Roberto Cláudio, disse estar alegre pela votação. Elogiou demais candidatos, destacou a democracia e afirmou que o eleitor está entre duas opções: a continuidade da atual gestão ou apostar na renovação.

Ambos foram entrevistados ao vivo pelo Bom Dia Ceará, da TV Verdes Mares, e prometeram uma campanha discutindo problemas e apresentado propostas.

Ou seja, alto nível. Assim todos esperam.

Chávez é reeleito na Venezuela

“Hugo Chávez venceu a eleição presidencial na Venezuela com 54,42% dos votos, para mais seis anos a frente do governo do país, de 2013 a 2019, segundo o primeiro boletim do Conselho Supremo Eleitoral.

A presidenta do conselho, Tibisay Lucena, anunciou os resultados do processo eleitoral e informou que estas eleições representaram um recorde de participação, com 80,94%.

O candidato Henrique Capriles obteve 44,97% dos votos.”

(Com Agência Brasil e Agência Venezuelana de Notícias)

Receita libera consulta ao quinto lote de restituição

A partir desta segunda-feira é possível verificar a lista do quinto lote da Receita Federal para checar o direito a restituição. Segundo o superintendente da Receita Federal na 3ª região fiscal, Moacyr Mondardo Júnior, cerca de 30.205 pessoas receberão a restituição neste lote. O valor total a ser creditado na conta dos contribuintes cearenses chega a R$ 29.701.300,79.

O assessor da Receita federal, Osvaldo Carvalho, orienta que os contribuintes verifiquem a situação através do extrato da declaração. “Se contar como ‘processado’ ou ‘aguardando’, está tudo bem. Se tiver como pendência, é preciso retificar”, informa Carvalho.

Acumulando os cinco lotes, um total de 196.542 contribuintes cearenses receberá restituição entre junho e outubro. Ao todo serão R$ 216.486.671,06 restituídos.

“Raimundinha” não é Tiririca

758 11

Com 3.858 votos, o ator e humorista Paulo Diógenes, que ficou conhecido pelo personagem “Raimundinha”, ganhou cadeira de vereador por Fortaleza. Ao contrário de “Tiririca”, que foi alvo de polêmicas, Paulo tem sangue político nas veias.

Ele é filho do ex-deputado estadual Osmar Diógenes e tem militância política principalmente em favor dos jovens dependentes químicos.

Que venha um bom debate das propostas

148 4

Eis o Editorial do O POVO desta segunda-feira, que aborda o show de democracia que foi a eleição no País e agora a disputa de segundo turno em Fortaleza e as expectativas de um bom debate de propostas. Confira:

Em uma das eleições mais tranquilas de sua história, os brasileiros compareceram às urnas para escolher seus dirigentes municipais (prefeitos e vereadores). O fato é admirável, já que se trata de um dos colégios eleitorais mais numerosos do mundo: mais de 140 milhões de eleitores. Os defeitos e vícios do sistema eleitoral – inclusive a caótica pulverização partidária – não tiram o brilho dessa manifestação democrática.

Foi isso, sobretudo, o que tentou expressar a presidente Dilma Rousseff, ao deixar a cabine eleitoral onde depositara seu voto: “Nós reiteramos que o Brasil é uma democracia estável com regras e respeito aos direito das pessoas, especialmente com essa imensa festa da democracia que é escolher quem vai dirigir a sua própria cidade”.

E, de fato, esse primeiro turno, que termina já com alguns vitoriosos definidos, constituiu-se por si só numa oportunidade de sadia emulação entre uma gama variadíssima de forças políticas dos mais diversos espectros, sobretudo, aqui em Fortaleza (em que pese a presença de algumas meramente oportunistas). Os defeitos institucionais, contudo, ficam para uma discussão específica, quando entrar em pauta a reforma política exigida cada vez mais pela consciência democrática.

Terminada esta primeira rodada, vamos ao segundo turno: agora, entre duas candidaturas que poderão explicitar de um modo mais claro aquilo que pretendem para a cidade, bem como a viabilidade de suas propostas. Também se delinearão com mais clareza as opções ideológicas, a visão de mundo e de modelo de desenvolvimento a partir dos quais pretendem orientar sua gestão e em que forças sociais mais se apoiarão na hora de definir as políticas públicas, bem como com quais segmentos estarão comprometidas prioritariamente.

Evidentemente, a sociedade fortalezense contemporânea tem uma composição socialmente mais complexa do que a do passado, o que implica na necessidade de composições e parcerias. Estas, no entanto, não eliminam a diferenciação de projetos políticos e a necessidade de explicitar essas diferenças para que o eleitor possa melhor se posicionar. Em qual dos dois projetos estarão mais contemplados os interesses do povo de Fortaleza? A resposta será buscada a partir de hoje pelos habitantes da cidade.

Ex-deputado Paulo Duarte ganha a Prefeitura de Limoeiro do Norte

“A euforia que começou cedo com militantes trajados de azul, amarelo ou verde dominando as ruas da cidade, terminou com festa do candidato da cor azul em Limoeiro do Norte. Vitória de Paulo Duarte (DEM), que em 2013 estreará no comando da Prefeitura do Município, após duas tentativas sem êxito (2000 e 2008).

Numa disputa que prometia ser acirrada, disputada voto a voto, conforme indicou o início da apuração, acabou com certa folga, com uma vantagem de quase dois mil votos de vantagem sobre o 2º colocado, Mailson Cruz (PRB), apoiado pelo atual prefeito João Dilmar da Silva, no cargo desde 2004.

Além de não fazer o seu sucessor, Dilmar ainda viu o seu apadrinhado protagonizar o momento mais tenso do domingo de eleições em Limoeiro, quando Mailson foi flagrado pela Polícia Militar puxando carreata em um bairro da periferia da cidade, a duas horas do fim do pleito. Ao ser abordado, o candidato contestou a irregularidade, discutiu com os policiais e foi apenas advertido. No lado vitorioso, a celebração começou em família e depois tomou as ruas.”

(O POVO)

Heitor critica as pesquisas eleitorais

127 1

“Heitor Férrer (PDT) foi a surpresa na eleição para prefeito de Fortaleza. O candidato, que nas pesquisas não passava do quarto lugar, após a apuração das urnas, bateu Moroni Torgan (DEM) e chegou próximo de Roberto Cláudio (PSB), candidato apoiado pelo governador Cid Gomes. Com 20,97% votos (262.365) válidos, Heitor Férrer foi o terceiro colocado. Para ele, no entanto, não houve surpresa.

Em entrevista coletiva no comitê, logo após a apuração dos votos, Heitor afirmou que havia grandes chances de chegar ao segundo turno. Isso só não ocorreu, por causa da influência das pesquisas. “Nos frustrava ver os resultados dos institutos mais credenciados do Brasil nos colocarem num patamar que não batia com os nossos números”, disse o candidato, referindo-se às pesquisas internas do partido.

Enquanto ele falava, os militantes o aplaudiam. O presidente do PDT, deputado federal André Figueiredo, informou que PDT e PPS vão colher assinaturas, a partir de amanhã, para entrar com pedido de CPI das pesquisas. “Fortaleza perdeu, porque foi enganada”, declarou Figueiredo. Sobre apoio aos candidatos que vão para o segundo turno, Heitor Férrer desconversou. “Qualquer apoio que se der ao segundo turno será deliberação do PDT. Não me compete aqui fazer qualquer previsão, porque estaria atropelando as instâncias partidárias”.

Os demais candidatos, que não conseguiram chegar ao segundo turno, também não sinalizaram apoio a Elmano Freitas (PT) ou Roberto Cláudio (PSB) vitoriosos. Somente Renato Roseno (Psol) afirmou que ficará neutro. “Não nos sentimos representados por esses grupos”. Roseno disse que, apesar da desigualdade entre as campanhas, conseguiu uma votação expressiva, com 11,84% dos votos (148.128).

A assessoria do candidato Marcos Cals (PSDB) informou que o tucano, que teve 2,43% dos votos (30.457), comentará o resultado na manhã de hoje, na sede do partido. Na ocasião, falará sobre a posição que o PSDB terá no segundo turno.

Com apenas 1,82% (22.808) dos votos, o senador Inácio Arruda (PCdo B), em nota, agradeceu aos eleitores e ao partido por ter decidido pela candidatura própria, apesar da falta de alianças. Sobre alianças, o candidato disse que a decisão será tomada em conjunto com os diretórios municipal, estadual e nacional. (Gabriela Meneses e Marcos Robério)

O POVO foi ao comitê de Moroni Torgan (DEM), mas o candidato não apareceu e sua assessoria de imprensa não respondeu às ligações telefônicas.”

(O POVO)

Serra agradece passagem para 2º turno mencionando Mensalão

“Eu quero reiterar aqui que para mim a ação politica é revestida de valores. Quero reiterar que é muito importante que no Brasil é uma coisa que ameaçou sair de moda no Brasil. Mas felizmente com o nosso STF [Supremo Tribunal Federal] está voltando a moda os valores”, disse Serra neste domingo, após a confirmação de que disputará o segundo turno. Com 99,94% das urnas apuradas, o candidato tinha 30,76% (1.883.662 votos).

O Supremo julga desde agosto o processo do mensalão –esquema de compra de apoio de parlamentares no Congresso que surgiu no primeiro governo do ex-presidente Lula (2003-2006).

“Quero sublinhar os valores da minha vida pública: trabalho incessante, esforço, do mérito, da valorização do mérito e do domínio da verdade. Do que se diz, no que faz, verdade no que conta, no que explica e no que se compromete”, afirmou.

* Leia aqui.