Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Planalto teme que greve de PMs vire movimento nacional

90 2

Essa é do Blog do Josias de Souza:

Relatórios confidenciais dos órgãos de “inteligência” do governo fizeram acender uma luz amarela no painel de controle do Palácio do Planalto. Indicam que os ingredientes que converteram a greve da Polícia Militar da Bahia em crise de segurança estão presentes em outros Estados. Brasília passou a recear que a crise baiana ganhe contornos nacionais. Em parte, deve-se a esse temor a decisão de exibir na Bahia a musculatura federal da Força Nacional de Segurança e, sobretudo, do Exército.

A Anaspra (Associação Nacional dos Praças) programa para esta semana uma reunião de emergência. O objetivo do encontro foi insinuado em nota oficial veiculada nesta segunda (6), no site de uma entidade de Pernambuco. Chama-se ACS-PE (Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados Bombeiros Militares). Sob o título “alerta geral”, o texto (disponível aqui) pede a PMs e bombeiros que fiquem “atentos”, anuncia a convocação iminente de uma “assembléia geral” e anota no rodapé:

“Há uma possibilidade de movimento nacional, a qual deverá ser definida ainda esta semana em reunião extraordinária com todos os integrantes da Associação Nacional de Praças.” ernambuco é um dos Estados mencionados nos relatórios lidos nos gabinetes do Planalto e nos ministérios da Justiça e da Defesa. Mencionam-se também, entre outros, Alagoas, Rio Grande do Norte, Acre, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

No Rio, como que farejando o cheiro de queimando, o governador Sérgio Cabral (PMDB), adotou método diverso do colega baiano Jaques Wagner (PT). Decidiu antecipar um pedaço do reajuste que concedera no ano passado em 48 parcelas. A coisa fora anunciada nas pegadas da greve de bombeiros que produzira cenas de insubordinação análogas às que ocorrem agora na Bahia. A poucos dias do Carnaval, Cabral apressou-se em veicular uma nota no site do governo estadual.

O texto (leia aqui) reproduz declarações do governador. Cabral presta contas. Afirma que policiais e bombeiros do Estado terão um total de 107% de aumento salarial, somando-se os reajustes dados pelo governo desde 2007 até os que já estão garantidos para 2012 e 2013. Na origem, a encrenca que envenena os quartéis de vários Estados traz as digitais do governo federal. Foram impressas numa negociação feita no Congresso durante a gestão Lula. Envolveu uma proposta de emenda constitucional, a PEC-300.

Apresentada em 2008, a proposta previa a criação de um piso salarial para todos os policiais militares e bombeiros do país. Passariam a receber contracheques iguais aos da PM do Distrito Federal, ao redor dos R$ 4 mil. Um salto, considerando-se que a média nacional não chega a R$ 2 mil. A mesma proposta previa a constituição de um fundo de R$ 12 bilhões para que os Estados implementassem o aumento. Estipulava, de resto, que a União complementaria os salários nos Estados que não tivessem caixa para bancar a novidade.

Ao descer à calculadora, o governo estimou em cerca de R$ 40 bilhões a despesa que o Tesouro teria caso o projeto virasse lei. Decidiu-se empurrar o projeto com a barriga. De repente, no ano eleitoral de 2010, os ventos viraram. Submetidos a uma pressão de entidades classistas, deputados governistas e oposicionistas passaram a pressionar pela votação da emenda. Às voltas com o esforço para fazer de Dilma Rousseff sua sucessora, Lula autorizou a abertura de negociações.

Articula daqui, discute dali chegou-se a uma fórmula intermediária. Retirou-se da emenda o valor do piso. Considerou-se que seria absurdo anotar o salário de uma categoria no texto Constitucional. Suprimiu-se do projeto também o fundo e a previsão de complementação da União. Acertou-se que esses detalhes seriam definidos num projeto de lei, que o governo enviaria ao Congresso 180 dias depois da aprovação da emenda constitucional. Feito o acordo, a proposta escalou o plenário da Câmara.

Em 7 de julho de 2010, a três meses da eleição em que Dilma prevaleceu sobre o tucano José Serra, a PEC-300 foi aprovada por unanimidade na Câmara. O painel eletrônico registrou 349 votos a favor. Nenhum contra. Como toda mudança constitucional, a votação precisa ser confirmada num segundo turno. Algo que, decorridos quase dois anos, jamais foi feito. O governo voltou a acionar a barriga. Passada a sucessão presidencial, o Planalto não demonstra a mais remota intenção de concluir a votação.

O presidente petista da Câmara, Marco Maia (RS), constituiu no ano passado uma comissão especial composta por 25 deputados. Alegou que era necessário envolver os governadores no debate sobre a emenda que seus pares aprovaram por unanimidade. Para assegurar que a protelação fosse duradoura, Marco Maia incumbiu a comissão de se debruçar não apenas sobre a PEC-300, mas sobre vários projetos relacionados à segurança pública. Propostas que dormitavam nos escaninhos do Legislativo.

Prestes a anunciar um corte no Orçamento que deve chegar à casa dos R$ 60 bilhões, o governo não se vê em condições de concluir a apreciação da emenda. Na semana passada, em reunião com lideranças do PT e do PMDB, a ministra Ideli Sanvatti, coordenadora política de Dilma, foi informada de que a oposição trama ressuscitar a PEC-300. Henrique Eduardo Alves (RN), líder do PMDB na Câmara, repassou informação que recebera do colega ACM Neto (BA). Segundo Henrique, o líder do DEM avisara que sua legenda planeja inclusive recorrer à obstrução das votações para forçar a realização do segundo turno da PEC fardada.

É contra esse pano de fundo que cresce a revolta das corporações policiais. No caso da Bahia, uma revolta a mão armada. Depois de adoçar os lábios de PMs e bombeiros na negociação de 2010, o governo adiciona ao discurso da falta de caixa o argumento de que a atmosfera de motim descredencia o movimento. No Congresso, a reação ao retorno da barriga não ficará restrita ao bloco oposicionista. O pseudogovernista Anthony Garotinho (PR-RJ), que já governou o Rio e não resolveu o problema salarial dos quatéis, planeja mobilizar o que chama de “bancada da polícia”.

No ano passado, quando Antonio Palocci encontrava-se pendurado nas manchetes em posição constrangedora, Garotinho convertera o patrimônio amealhado pelo petista-consultor como argumento de chantagem. “O momento político é esse”, discursara o aliado tóxico numa reunião com colegas favoráveis à PEC-300. Temos uma pedra preciosa, um diamante que custa R$ 20 milhões, que se chama Palocci. A bancada evangélica pressionou e o governo retirou o kit gay. Vamos ver agora quem é da bancada da polícia. Ou vota, ou o Palocci vem aqui.”

A “pedra preciosa” de Garotinho já não está na Casa Civil de Dilma. Mas, a julgar pelas reuniões que vem mantendo com policiais e bombeiros do Rio, Garotinho não parece disposto a desativar o garimpo.”

Líder do Governo anuncia: Novo Cóodigo Florestal e Royalties do Pré-Sal são prioridades

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=8cOO-3bo52M&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=4&feature=plcp[/youtube]

O governo federal priorizou, para este semestre, a aprovação de duas matérias: o novo Código Florestal e a que trata dos royalties do Pré-sal. A informação foi dada nesta terça-feira pelo líder do Governo no Congresso, senador José Pimentel (PT).

Quadrilha faz refens, usa dinamite e assalta Banco do Brasil de Madalena

128 3

Cerca de oito a 10 homens fortemente armados e usando coletes à prova de balas, assaltaram, por volta de 1h40min da madrugada desta terça-feira, a agência do Banco do Brasil da cidade de Madalena (180 km e Fortaleza). Eles usaram dinamite para explodir o cofre do banco e levaram quantia considerável. O valor não foi divulgado, mas era dinheiro para o pagamento de aposentados, segundo a gerência da Instituição.

A ação da quadrilha começou logo na estrada de acesso a Madalena, quando eles forjaram uma blitz. O grupo tomou posse de dois veículos: uma S10 e umVoyage que é de um vereador do município. Em seguida, com reféns, invadiram a cidade e atiraram contra a fachada do destacamento policial.

Após o assalto, reféns e veiculos foram abandonados na estrada. A Polícia realiza cerco na região embusca da quadrilha. As informações são do Comando de Policiamento do Interior (CPI).

* CONFIRA FOTOS do site Madalenaweb

Situação de destruição dentro da agência

Pânico entre moradores da cidade.

Curiosos veem situação da agência do BB

Policia confere o quadro da destruição.

IPTU ainda pode ser pago com 10% de desconto

Termina, nesta terça-feira, o prazo para quem quer pagar o Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) de Fortaleza com 10% de desconto em cota única. O alerta é dado pelo secretário de Finanças, Alexandre Cialdini, adiantando que só tem direito ao benefício o contribuinte que esteja em dia com o fisco municipal.

“Mas quem deixar para pagar o tributo após esta terça-feira, ainda pode aproveitar o desconto de 5% até o dia 7 de março”, adianta o secretário.

Ele lembra que o IPTU ainda pode ser pago de forma parcelada em até 11 vezes. O valor das parcelas não pode ser inferior a R$ 30,00. Cialdini acrescentou que o pagamento do boleto do IPTU pode ser conseguido na internet, no site da Secretaria de Finanças de Fortaleza (Sefin), mas é preciso ter o número de inscrição do imóvel.

SERVIÇO

* Plantão Fiscal – (85) 3105-1211.

Protógenes mostra otimismo sobre instalação da CPI da Privataria tucana

 

“A decisão do presidente da Câmara, deputado federal Marco Maia (PT-RS), de instalar três comissões parlamentares de inquérito (CPIs) no primeiro dia de volta aos trabalhos na Casa animou o deputado Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) em relação à criação de uma CPI para investigar irregularidades que teriam ocorrido nas privatizações realizadas pelo governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Ao lado de parlamentares do PT, o ex-delegado afirmou na segunda-feira, 6, que tem apoio do partido da presidente Dilma Rousseff, um dos que evitou levar à frente a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Banestado criada no Congresso em 2003 para apurar denúncias semelhantes. 

Um dos parlamentares presentes foi o deputado estadual Mauro Rubem, de Goiás. Integrante do diretório nacional do PT, Rubem assumiu que integrantes de seu partido ajudaram a enterrar a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Banestado, mas disse que o partido hoje é favorável às investigações sobre supostos desvios de recursos para paraísos fiscais ocorridos durante as privatizações.

Segundo o deputado, hoje há um “quadro distinto da situação da época”. “Sem dúvida o partido vai levar (a CPI) adiante. As disputas internas são naturais. Mas os petistas que foram contrários (à CPMI do Banestado) não tinha noção da extensão dos problemas”, alegou.

A avaliação é semelhante à de Amaury Ribeiro, para quem os partidos de esquerda estavam “desarticulados”. “Agora é uma outra situação, mesmo porque estamos entrando em nova onda privatista”, disse, lembrando as privatizações dos aeroportos de Guarulhos, Campinas e Brasília realizadas ontem pelo governo federal.”

(Estadao.com.br)

Justiça afasta 280 homens da PM do Ceará

617 6

“Policiais que ingressaram nos quadros da Polícia Militar (PM) por força de decisão judicial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE) serão desligados do quadro da corporação. No último dia 24, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) derrubou liminar que mantinha no exercício da função de soldado da PM grupo de pessoas que foram desaprovadas em etapas do concurso público da PM ou que deixaram de participar de algumas das fases da seleção.

Mesmo sem cumprir essas etapas, o grupo ingressou com ação judicial na 2ª Vara de Fazenda Pública de Fortaleza e, posteriormente, no TJ-CE. Na 2ª instância da Justiça, conseguiu por meio de liminares a garantia de nomeação. Em sua decisão, o presidente do STJ, ministro Ari Pargendler, argumentou que o exercício da função de soldado da PM por pessoas não aprovadas no concurso público representa “grave lesão à ordem pública e à segurança pública”, ressaltando que o grupo não teria participado do curso de formação de policiais.

No total, cerca de 400 pessoas ingressaram na PM do Ceará através de liminares. A decisão do STJ abrange 280 deste total. O restante – cerca de 120 policiais – continua exercendo sub-judice a função de policial militar.

No final do ano passado a Procuradoria Geral do Estado do Ceará (PGE-CE) argumentou que as liminares colocavam dentro da PM pessoas com perfil “indesejado”. À época, O POVO mostrou que, segundo o Núcleo de Concurso Público da PGE, acusados de desacato, roubo e até homicídio estariam atuando no Ronda do Quarteirão.

Os casos incluem candidatos reprovados na fase de avaliação psicológica, investigação social e com insatisfatório desempenho no concurso público. O STJ se manifestou sobre o assunto a partir de provocação da PGE, que entrou com recurso contra as decisões liminares da Justiça Cearense.

O POVO tentou contato na tarde de ontem com o advogado José Joaquim Mateus Pereira, que advoga em nome do grupo de candidatos,. Na primeira chamada no telefone celular, ninguém atendeu. Mais tarde, em outra tentativa, o telefone estava “fora de área ou desligado”. A assessoria de imprensa da PGE informou que o procurador-geral Fernando Oliveira estava em férias e por isso não poderia falar sobre o assunto.”

(O POVO)

Inaugurado Espaço O POVO Vida & Arte

“Eram exatamente 21h07min do dia 6 de fevereiro de 2012. Nesse momento, foi inaugurado oficialmente o Espaço O POVOde Cultura & Arte, com a sala O Olhar do Trovador, uma homenagem ao ex-presidente doO POVODemócrito Dummar.

“Pra mim, essa é uma noite extremamente comovente. Se eu pudesse, eu daria o mundo para o meu pai”, afirma emocionada a jornalista Luciana Dummar, presidente do Grupo de Comunicação O POVO. O espaço foi projeto pelo arquiteto Marçal Barros.

“Demócrito era um construtor de futuros. Ele tinha consciência de que O POVOdeveria ser uma indústria criativa”, lembra o artista plástico Roberto Galvão. Já a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), diz que “Demócrito era um ser que inspirava e permanece vivo em nosso corações, porque era um empreendedor de ideias”. Ela anunciou que a praça do Povo da Secretaria Executiva Regional (SER) V receberá o nome de jornalista Demócrito Dummar.

A festa também comemorou o aniversário de 84 anos do O POVO e foi dado posse ao 14º Conselho de Leitores do jornal. Para o coordenador do Conselho, Guálter George, ele é “um instrumento de controle externo e tem o sido fundamental para o debate qualificado dos erros e acertos do jornal”.

A conselheira e coordenadora do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca), Margarida Marques, disse que esse é um espaço que permite expressar o ponto de vista do leitor. Ela assumirá um segundo mandato e afirma ser “importante essa abertura para as críticas e elogios. E percebo que o jornal acolhe nossas contribuições”. Já o economista e professor universitário Henrique Marinho, escolhido como conselheiro pela primeira vez, pretende estabelecer “o diálogo da academia com o jornalismo econômico”.

Ombudsman

Também foi reconduzido ao terceiro mandato de ombudsman o jornalista Paulo Rogério. “Neste ano, a gente quer voltar os olhos para o portal. E vamos dar mais visibilidade ao trabalho de ombudsman”, diz. Ele explica que o ombudsman tem a função de fazer a ponte entre os leitores e os diferentes setores do O POVO. “E tem o objetivo de provocar o jornalista a ser curioso, perguntar e buscar um novo enfoque”. A presidente Luciana Dummar lembra que “só O POVO e a Folha de São Paulo têm a coragem de manter um ombudsman dentro de casa”.

A festa contou com a presença de familiares, artistas, jornalistas e autoridades. Entre eles, estavam cinco pré-candidato à Prefeitura de Fortaleza: senador José Pimentel (PT), deputado federal Artur Bruno (PT), vereador Acrísio Sena (PT), senador Inácio Arruda (PCdoB) e o presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Cláudio (PSB).”

(O POVO)

Luizianne pedirá reintegração de posse de sede da AMC ocupada por grevistas

85 1

A prefeita Luizianne Lins (PT) anunciou, nesta noite de segunda-feira, que vai pedir a reintegração de posse do prédio-sede da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) ocupada  por agentes de trânsito grevistas no começo da manhã. A Procuradoria Geral do Município pedirá ainda a ilegalidade e a abusividade da greve, adiantou Luizianne, quando de entrevista após solenidade em que O POVO inaugurou o Espaço Cultural O POVO Vida & Arte.

De acordo com a prefeita Luizianne Lins, os servidores usaram de violência para invadir a unidade, agredindo com spray de pimenta os funcionários que não aderiram às paralisações. Segundo ela, as imagens gravadas pelo circuito interno de TV do prédio serão avaliadas para que os responsáveis pelo ato sejam identificados e punidos.

Durante a ocupação, os servidores teriam ameaçado quebrar as portas do órgão e chegaram a cortar a energia do prédio por cerca de 30 minutos. Veículos de funcionários teriam sido danificados, com as válvulas dos pneus cortados. “Não é justificável que os agentes de trânsito que recebem o melhor salário do País ajam dessa maneira”, criticou a prefeita.

O presidente da AMC, Fernando Bezerra, classificou a ocupação do prédio do órgão como um “ato de vandalismo” praticado pelos funcionários da AMC. De acordo com ele, cerca de 150 servidores invadiram a unidade e expulsaram os servidores que estavam no local.

(Também com O POVO Online)

Tentativa de assalto a carro-forte deixa dois homens mortos e dois feridos

“Uma tentativa de assalto a um carro-forte terminou com dois homens mortos e outros dois feridos pela Polícia no início da noite desta segunda-feira, 6. A ação aconteceu no bairro João XXIII, em Fortaleza.

Em conversa com O POVO Online, o delegado-geral da Polícia Civil, Luiz Carlos Dantas, detalhou que quatro homens armados se preparavam para abordar um carro-forte, quando perceberam a aproximação de policiais da Ronda de Ação Intensiva e Ostensiva (Raio).

Os acusados fugiram do local já atirando contra os PMs, que se aproximaram dos suspeitos após perceberam movimentação estranha próximo à farmácia Pague Menos abastecida pelo blindado.

“Os policiais revidaram, houve troca de tiros, e os quatro indivíduos foram baleados”, contou o delegado. Enquanto dois homens morreram na avenida Lineu Machado, já no bairro Parangaba, outros dois foram socorridos e encaminhados ao Instituto José Frota (IJF), no Centro da Capital.

Com os acusados, foram apreendidas três pistolas ponto 40. A Polícia ainda não conseguiu identificar nenhum dos quatro homens envolvidos na ação. O caso é investigado pela delegacia de Roubos e Furtos (DRF).”

(O POVO Online)

Líder do movimento dos PMs do Rio: O que ocorre em Salvador não aconteceria aqui

Uma das lideranças do movimento em prol da dignidade dos Bombeiros e Policiais do Estado do Rio de Janeiro, cabo Gurgel afirmou que a preferência do coletivo é não entrar em greve. De acordo com o militar, em uma assembleia na próxima quinta-feira, véspera da data estipulada para o início da paralisação, será decidido o destino do movimento, e de que forma os agentes de segurança vão reivindicar seus direitos.

“Somos conscientes e sabemos que é melhor não haver a greve, desde que sejam atendidas as nossas reivindicações”, disse ele. “Uma paralisação geral não beneficiaria a ninguém. Porém, precisamos que o mínimo seja feito por nós”.

Questionado sobre as declarações do governador Sérgio Cabral, que comparou o movimento fluminense ao baiano, e disse que “no Rio, há comando, há respeito da corporação a esse comando e garanto que nossos profissionais de segurança têm consciência de que o serviço deles é essencial”, cabo Gurgel garantiu que “nada parecido com o que acontece em Salvador aconteceria aqui”. Segundo ele, na assembleia que antecede a possível greve, em caso de confirmação da paralisação, será definido o esquema dos grevistas.

“Nós existimos para proteger a sociedade”, definiu. “Nossa paralisação não pode ser integral. Somos um movimento organizado, e que preza pela segurança do Rio e de seus habitantes”.

Perguntado sobre o anúncio feito por Cabral, que enviou proposta de reajuste à Assembleia Legislativa do Rio na semana passada e que será votado esta semana, e que vai elevar o salário mínimo de policiais e bombeiros a mais de R$ 2 mil, cabo Gurgel garantiu que as reivindicações do movimento não se limitam à questão salarial.

“Queremos mudanças no regulamento da Corporação, que muitas vezes sobrepõe-se à Constituição Federal”, comparou. “O PM tem que poder recorrer à Justiça Comum, antes de extinta a esfera administrativa. O policial não pode ser obrigado a levantar para seu superior sentar quando não está de serviço. E, principalmente, queremos o fim da ‘pronta intervenção’, que permite a prisão do militar por 72 horas mediante qualquer suspeita, sem que haja flagrante ou prova de irregularidade”.

(Jornal do Brasil)

Tentativa de assalto a carro-forte termina com dois mortos e dois feridos em Fortaleza

“Uma tentativa de assalto a um carro-forte terminou com dois homens mortos e outros dois feridos pela Polícia no início da noite desta segunda-feira, 6. A ação aconteceu no bairro João XXIII, em Fortaleza.

Em conversa com O POVO Online, o delegado-geral da Polícia Civil, Luiz Carlos Dantas, detalhou que quatro homens armados se preparavam para abordar um carro-forte, quando perceberam a aproximação de policiais da Ronda de Ação Intensiva e Ostensiva (Raio).

Os acusados fugiram do local já atirando contra os PMs, que se aproximaram dos suspeitos após perceberam movimentação estranha próximo à farmácia Pague Menos abastecida pelo blindado.

“Os policiais revidaram, houve troca de tiros, e os quatro indivíduos foram baleados”, contou o delegado. Enquanto dois homens morreram na avenida Lineu Machado, já no bairro João XXIII, outros dois foram socorridos e encaminhados ao Instituto José Frota (IJF), no Centro da Capital.

Com os acusados, foram apreendidas três pistolas ponto 40. A Polícia ainda não conseguiu identificar nenhum dos quatro homens envolvidos na ação. O caso é investigado pela delegacia de Roubos e Furtos (DRF).”

(O POVO Online)

Fóssil altera data de surgimento da vida animal na Terra

Uma equipe de pesquisadores descobriu na Namíbia fósseis de esponja, que podem ser a primeira prova de vida animal na Terra, o que faz remontar em milhões de anos a data estimada da aparição desta forma de vida.

Os fósseis estavam, em sua maioria, no Parque Nacional de Etosha e também em outros pontos do país africano, em rochas de até 760 milhões de anos.

A descoberta é de uma equipe internacional de dez pesquisadores que publicaram seus resultados no “South African Journal of Science”.

Até agora, a comunidade científica considerava que a vida animal havia surgido na Terra entre 600 milhões e 650 milhões de anos. Com os fósseis recém-encontrados, essa origem remontaria entre 100 milhões e 150 milhões de anos a mais.

Segundo o estudo, as minúsculas esponjas esféricas, do tamanho de um grão de pó e cheias de buracos que permitem a passagem da água, são nossos ancestrais mais distantes, assegura Tony Prave, um dos coautores do estudo, da Universidade de St Andrew (Escócia).

“Se pegarmos a árvore genealógica e remontarmos até o que se chama grupo mãe, o ancestral de todos os animais, então, sim, esta seria nossa mãe comum”, afirmou.

Para o professor Prave, a descoberta de fósseis de 760 milhões de anos é coerente com a hipótese dos especialistas da genética, que trabalham com o “relógio molecular”.

Trata-se de um método que permite determinar a idade de uma espécie comparando as variações de seu DNA com as de outras espécies vizinhas.

A esponja seria o primeiro advento de uma forma de vida multicelular, acrescentou Prave.

(France Presse)

Chefe da operação militar na Bahia foi ‘sombra’ de Lula

O general Gonçalves Dias, comandante das forças de segurança na Bahia, na 6ª Região Militar do Exército, foi a “sombra” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seus dois mandatos presidenciais, ocupando o cargo de chefe da segurança do Palácio do Planalto. Conhecido como GDias, acompanhava Lula em todos os deslocamentos, de compromissos oficiais até programas mais amenos, como a pescaria.

Gonçalves Dias chegou a planejar deixar o comando da segurança do presidente durante o segundo mandato de Lula para servir na Academia Militar das Agulhas Negras, depois de ser promovido a general. Pelas regras da carreira militar, a patente de general é superior à chefia da segurança. E por conta disso, criou-se um cargo de assessor militar para que Dias permanecesse no cargo.

Foi o general Dias quem acordou Lula em Seul, onde participaria de uma reunião do G20, em 2010, com a notícia do infarto do então vice-presidente José Alencar. Nas férias de cinco dias no Guarujá, litoral Sul de São Paulo, em janeiro de 2010, o general Dias acompanhou Lula, dona Marisa Letícia e outros familiares.

Às vésperas de deixar a presidência, no dia 30 de dezembro de 2010, Lula participou da posse do novo chefe da segurança do Palácio do Planalto, general Marcos Antonio Amaro dos Santos. A presença dele na cerimônia foi uma deferência ao general Gonçalves Dias.

(O Globo)

Depois da Barbie, Irã agora proíbe bonecos dos Simpsons

461 2

Os Simpsons estão corrompendo a moralidade dos jovens iranianos, disse uma autoridade da República Islâmica nesta segunda-feira (6), quando Bart, Homer e o restante da família norte-americana de desenho animado se uniram à Barbie numa lista de brinquedos ocidentais proibidos pelo governo do Irã.

“Os bonecos dos Simpsons são uma mercadoria de uma série animada, dos quais alguns episódios são até proibidos na Europa e na América”, disse Mohammad Hossein Farjoo, cuja agência supervisiona com o que as crianças iranianas podem brincar, ao jornal Sharq. Ele não detalhou por que os episódios teriam sido censurados no exterior.

“Não queremos promover esse desenho ao importar os brinquedos”, acrescentou Farjoo, cujo cargo é o de secretário para políticas no Instituto para o Desenvolvimento Intelectual de Crianças e Jovens Adultos em Teerã.

Embora a economia iraniana esteja enfrentando dificuldades com as sanções impostas pelo Ocidente por causa do programa nuclear do país, bens estrangeiros, incluindo brinquedos como a Barbie e os Simpsons, são vendidos amplamente. Os comerciantes dizem que os novos esforços para implementar as proibições acabam dificultando a obtenção das mercadorias e as lojas preferem não expor os brinquedos nas estantes.

(Reuters)

Prefeitura pedirá reintegração de posse da sede da AMC após prédio ser ocupado por grevistas

86 1

“A Prefeitura de Fortaleza anunciou, no início da noite desta segunda-feira, 6, que deverá pedir a reintegração de posse do prédio sede da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), ocupada hoje por agentes de trânsito grevistas. A Procuradoria Geral do Município pedirá ainda a ilegalidade e a abusividade da greve.

De acordo com a prefeita Luizianne Lins, os servidores usaram de violência para invadir a unidade, agredindo com spray de pimenta os funcionários que não aderiram às paralisações. Segundo ela, as imagens gravadas pelo circuito interno de TV do prédio serão avaliadas para que os responsáveis pelo ato sejam identificados e punidos.

Durante a ocupação, os servidores teriam ameaçado quebrar as portas do órgão e chegaram a cortar a energia do prédio por cerca de 30 minutos. Veículos de funcionários teriam sido danificados, com as válvulas dos pneus cortados. “Não é justificável que os agentes de trânsito que recebem o melhor salário do País ajam dessa maneira”, criticou a prefeita.

O presidente da AMC, Fernando Bezerra, classificou a ocupação do prédio do órgão como um “ato de vandalismo” praticado pelos funcionários da AMC. De acordo com ele, cerca de 150 servidores invadiram a unidade e expulsaram os servidores que estavam no local.

Durante a ocupação, uma funcionária teve de ser socorrida após se sentir mal por conta do spray de pimenta usado pelos grevistas. Por volta das 10h, a presidência da AMC teve de encerrar as atividades e liberar os funcionários.”

(O POVO Online)

Partidos vão receber R$ 286 milhões de fundo neste ano

91 1

Os 29 partidos políticos irão receber neste ano R$ 286 milhões do fundo partidário, um aumento de quase 8% em relação a 2011.

O PT deve ganhar R$ 53,8 milhões, o maior orçamento, seguido do PMDB, com valores previstos em R$ 41,6 milhões. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (6) pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Mesmo com uma das maiores bancadas da Câmara dos Deputados, o PSD irá receber a cota mínima de R$ 548 mil durante todo ano.

Do total, 5% do fundo é dividido igualmente entre os partidos. Já os outros 95% são repassado de acordo com os votos obtidos na eleição para a Câmara.

O fundo partidário é constituído principalmente por verbas repassadas pela União. Ele também é composto por multas eleitorais e doações.

(Folha)

Bolsas europeias caem com aumento dos temores de calote grego

O principal índice das ações europeias fechou em queda nesta segunda-feira (6), com investidores de curto prazo embolsando ganhos recentes, após o aumento das preocupações quanto a um possível calote desordenado da Grécia. Além disso, pesou o fato de os líderes políticos do país ainda discutirem os termos de um segundo resgate.

O FTSEurofirst 300 caiu 0,14 por cento e fechou a 1.075 pontos, em números preliminares.

O índice, contudo, conseguiu fechar acima de um nível de resistência pela segunda sessão consecutiva, o que demonstrou quão forte havia sido o impulso do rali da semana passada, puxado por dados econômicos positivos nos Estados Unidos.

“Estamos vendo clientes de curto prazo vendendo após a alta, precisamos de certeza sobre a Grécia para o rali ser sustentado”, disse o diretor de vendas da Capital Spreads, Angus Campbell.

“Mas, a menos que a Grécia tenha um default desordenado, o impulso do semana passada não será revertido em um dia. Podemos ver mais uma alta de mais um poucos percentuais se houver um resultado positivo sobre a Grécia, mas ainda há muitas ameaças ao mercado.”

As ações da Glencore ficaram entre as de pior desempenho, com queda de 4,52 por cento, depois que corretoras disseram que a trader de commodities pode pagar um prêmio pesado em sua fusão proposta com a Xstrata.

(Reuters)

CNI: 2011 começou acelerado, mas acabou frustrante

O ano de 2011 começou com um ritmo acelerado, mas terminou frustrante para a indústria. A expectativa agora é a de que o faturamento do setor possa ser melhor este ano do que foi em 2011. A avaliação foi feita nesta segunda-feira (6) pelo gerente-executivo de políticas econômicas da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Flavio Castelo Branco.

Para o executivo, o quadro estava se mostrando muito difícil para o setor no ano passado. Por isso foram bem-vindas algumas desonerações tributárias anunciadas pelo governo no final de 2011. Como exemplo, ele citou a redução de impostos para o segmento de utilidades domésticas e a tributação diferenciada ao setor automobilístico. “Isso deve reduzir as importações, pois o quadro estava se mostrando mais difícil”, considerou.

Além disso, Castelo Branco enfatizou que a política industrial, denominada Brasil Maior e lançada no ano passado, não foi totalmente absorvida pela economia. “Alguns instrumentos começaram a fazer efeito agora no início do ano, por isso esperamos que em 2012 possa ter alguma melhora”, previu.

(Agência Estado)

Obama assina novas sanções contra Irã por ‘fraudes’ de bancos

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ampliou as sanções contra o Irã nesta segunda-feira (6), impondo restrições mais rígidas sobre o banco central do país e dando aos bancos norte-americanos novos poderes para congelar bens ligados ao governo de Teerã.

A ação de Obama é a mais recente de uma campanha cada vez mais forte dos EUA contra o Banco Central do Irã, e tem como objetivo fechar brechas nas sanções anteriores que estavam sendo aproveitadas pelo Irã.

O presidente norte-americano está tentando restringir ainda mais o acesso do Irã às receitas provenientes da venda de petróleo, com o intuito de forçar Teerã a voltar à mesa de negociações sobre seu polêmico programa nuclear.

O Ocidente desconfia que o Irã tenta construir uma arma nuclear, mas Teerã garante que seu programa é apenas para a geração de energia.

“Eu determinei que sanções adicionais são justificadas, particularmente à luz das práticas enganosas do Banco Central do Irã e outros bancos iranianos para esconder transações de partes sob sanção”, disse Obama em uma carta para o Congresso.

Obama disse que os novos poderes – válidos inclusive para agências de bancos norte-americanos no exterior – eram necessários por causa das “deficiências no sistema anti-lavagem de dinheiro do Irã”, assim como “o contínuo e inaceitável risco para o sistema financeiro internacional imposto pelas atividades do Irã”.

Anteriormente, os banqueiros norte-americanos foram requisitados para rejeitar, em vez de bloquear ou congelar, transações iranianas. A nova ordem executiva dá às instituições norte-americanas novos poderes para apreender os bens que encontrarem, ao invés de apenas os devolverem.

(Reuters)