Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Desgaste político de Cid Gomes faz alegria de aliados da prefeita?

231 2

Da prefeita Luizianne Lins, em entrevista após a posse do novo titular da Procuradora Geral de Justiça dop Estado, Ricardo Machado, na última segunda-feira: “É bom lembrar que segurança pública não é responsabilidade da Prefeitura, mas do Governo do Estado.” Ela é aliada de Cid Gomes.

Aliás, o que aliados da prefeita comentam é que o desgaste político sofrido por Cid Gomes (PSB) por conta da greve da policia e bombeiros militares, serviu como porta aberta para que Luizianne Lins indique, sem tantos problemas ou traumas, seu candidato a prefeito para apreciação de partidos como o PSB do governador.

Bem, é esperar evolução do cenário.

Inflação oficial registra em 2011 maior taxa desde 2004

“A inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), fechou 2011 com uma taxa acumulada de 6,5%, o maior resultado desde 2004, quando o índice subiu 7,6%. O indicador também superou o resultado de 2010, quando a taxa ficou em 5,91%, e atingiu o teto da meta estipulada pelo Banco Central (BC) para 2011, de 4,5%, com margem de 2 pontos percentuais para baixo ou para cima.

No resultado mensal, o IPCA subiu 0,5% em dezembro de 2011, após aumentar 0,52% em novembro. Em dezembro de 2010, a taxa havia ficado em 0,63%. O IPCA é o índice oficial utilizado pelo governo para definir o regime de metas de inflação no país.

Os dados foram divulgados hoje (6) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).”

(Agência Brasil)

Procurador-geral promete todo apoio ao trabalho da Procap

72 1

 

Posse do novo procurador-geral de Justiça.

A prioridade número um do novo procurador-geral de Justiça do Estado, Ricardo Machado, está definida: “Vamos priorizar o trabalho da Promotoria de Combate aos Crimes contra a Administração Pública (Procap)”.

Ele assegura, em nota na Coluna Vertical, do O POVO, que vai ampliar as ações do organismo, que ganhará reforço de pessoal, equipamentos e viaturas para que o trabalho ganhe celeridade e resolutividade.

A ordem é continuar operações que, nos últimos meses, já mandaram três prefeitos para a prisão e concluiu investigações sobre o “Escândalo dos Banheiros” denunciado no O POVO.

Há uma outra promessa de Ricardo, que será acompanhada mais de perto por sua família. Ele jurou que, depois de empossado, iria parar de fumar.

Ato foi dos mais concorridos.

DETALHE – O ato de posse de Ricardo Machado como procurador-geral de Justiça do Estado, sefgunda-feira última, no Gran Marquise Hotel, foi dos mais prestigiados. O vice-governador Domingos Filho, a prefeita Luizianne Lins, o presidente da Assembleia, Robeto Cláudio, os presidentes do TCM, Manoel Veras, e TCE, Valdomiro Távora, o deputado federal Mauro Benevides, os secretários estaduais Mauro Filho (Fazenda) e Camilo Santana (Cidades) e até o ex-governador Adauto Bezerra estavam entre as presenças. Tambem dirigentes de entidades da área do Judiciário, Ministério Público e do setor empresarial.

(Fotos – Paulo  MOska)

Policiais civis fecham pauta de reivindicações com mediação da PGJ

A presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (SINPOCI), Inês Romero, o vice-presidente da entidade, Xavier Farias, representantes da OAB-CE e da Defensoria Pública se reuniram na manhã desta sexta-feira, com o procurador-geral de Justiça, Ricardo Machado.

Na ocasião, foi apresentada a proposta elaborada pela categoria. Após deliberação um comitê de articulação comandado pelo novo procurador, articulará com os representantes do Governo os encaminhamentos referentes à proposta.

Nesta tarde de sexta-feira, o núcleo de mediação aguardará resposta do Governo aos seus pleitos.

Veja a proposta na íntegra:

“- Não punição ao policial civil que participou do movimento grevista desde julho de 2011– Devolução do dinheiro dos 199 policiais civis que tiveram seus salários descontados no início do mês de dezembro de 2011

– Alteração do artigo 35, referente às promoções a policiais civis que tenham nível superior. A diretoria almeja a retirada desse artigo para que a lei possa beneficiar a todos os policiais civis, não somente aos que tenham nível superior. Bem como dos artigos 1º e 4º da mesma lei, que prejudicaram os operadores de telecomunicações policiais e técnicos de telecomunicações policiais.

– Hora-extra constitucional. Extinguir o serviço extraordinário, se no caso as horas trabalhadas excederem às 40 horas será analisado como hora-extra.

– Reajuste salarial. Salário do policial civil equivalente a 60% do subsídio de um delegado.”

Colírio do Blog

441 1

Eis Ana Paula Minerato, a “Musa do Corinthians”. A loura, que também é passista da “Gaviões da Fiel” e participou do concurso Miss Bumbum, exibe o corpo sarado nas Praia da Tijuca (RJ). Mas algo andou saindo do script…

(Foto – Dilson Silva – Agencia News)

Familiares de desembargadora sofrem atentado, segundo Exército

54 7

“A família da desembargadora Sérgia Miranda, do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJ-CE), sofreu um atentado na última quarta-feira, 4. A informação é da rádio O POVO CBN 1010.

Segundo o Exército, os tios-avós da magistrada, que moram no município de Horizonte, foram agredidos. A idosa teria tido o cabelo molhado com álcool e foi ameaçada de ser queimada. As vítimas já passaram por exames de corpo de delito e passam bem.

Ainda segundo informações da rádio O POVO CBN 1010, representantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) devem vir para Fortaleza para investigar o caso. A rádio tentou ouvir a magistrada, mas ela preferiu não comentar o assunto.

A desembargadora Sérgia Miranda havia decretado ilegalidade da greve dos policiais civis, em 15 de dezembro. A magistrada também decretou ilegalidade do movimento dos policiais militares, na noite da última segunda-feira, 2.”

(O POVO Online)

Prefeitura atrasa vale-transporte dos servidores

74 4

Cerca de 90% dos servidores municipais de Fortaleza ainda não receberam o passcard (vale-transporte eletrônico). Denuncia o Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos de Fortaleza (Sindifort).

A entidade pressiona, observando que, até o dia 10 próximo, se não houver recarga do passcard, muitos vão paralisar atividades.

VAMOS NÓS – Bem que a Prefeitura poderia estender  a Tarifa Social, liberada durante o Réveillon, para esse pessoal.

Exército tenta desmobilizar acampamento de policiais civis

“Homens do Exército fizeram, na noite desta quinta-feira, 6, a retirada de policiais civis em greve que estavam acampados na praça da Superintendência da Polícia Civil, no Centro de Fortaleza. A categoria, que está em greve há três dias, resistiu e permaneceu no local.

Segundo nota do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Sinpoci), os manifestantes “foram surpreendidos com a chegada de um caminhão do Exército, com aproximadamente 40 homens fortemente armados e mais um carro com cinco militares também armados dando cobertura”.

Em entrevista à rádio O POVO CBN 1010, o diretor do Sinpoci, Erivando Mendonça, informou que, nesta manhã de sexta-feira, o clima é de ansiedade e tensão entre os grevistas que permaneceram na praça. “Chegaram lá com o intuito de dispersar o movimento de forma arbitrária, com uso da forca”, declarou Erivando. Segundo ele, os policiais resistiram e não se retiraram do local.

De acordo com Erivando, a presidente do Sinpoci, Inês Romero, teria conseguido contornar a situação. Tanto policiais civis como homens do Exército usavam armas de grosso calibre. “Possivelmente aconteceria alguma tragédia”, relatou Erivando.

O diretor disse ainda que na noite de ontem aconteceu uma reunião entre membros do Sinpoci e com o procurador-geral do Estado (PGE), Fernando Oliveira, em que foi redigido um documento com algumas reivindicações do movimento paredista.

Segundo Erivando, uma reunião estaria marcada no início desta manhã – desta vez sem os dirigentes do Sinpoci – para avaliar o teor do documento. Em contrapartida, a assessoria de comunicação da PGE não confirmou a existência de uma pauta de reunião sobre o assunto marcada para hoje.

Sobre a dificuldade de atendimento nas delegacias, Erivando informou que na última greve da categoria foram disponibilizados mais de 50% do efetivo. Porém, em seis meses de paralisação, o Governo não chamou a categoria às negociações, segundo Erivando. “A categoria está muito inflamada, muito insatisfeita, e resolveu parar totalmente”, disse.”

(POVO Online)

Líder da greve dos PMs, Capitão Wagner pode disputar Prefeitura de Fortaleza

792 18

“A sucessão municipal de Fortaleza em 2012 pode ganhar um novo e inesperado personagem. Alçado à condição de líder repentino do movimento grevista que impôs a maior derrota ao governador Cid Gomes (PSB), o suplente de deputado estadual Capitão Wagner (PR) já pensa em voos mais altos. Ontem, ao O POVO, o parlamentar admitiu que foi procurado por dirigentes partidários no Ceará. Teor das conversas: convites para ele disputar a cadeira hoje ocupada pela prefeita Luizianne Lins (PT).

Nas interlocuções políticas, disse Capitão Wagner, haveria a possibilidade de o deputado ser cabeça de chapa ou disputar a vice-Prefeitura. Ele não quis informar quem o procurou nem quantos líderes o teriam proposto o desafio. Segundo ele, os possíveis cenários ainda não foram discutidos com o PR.

Outras opções não estariam descartadas, segundo o capitão. “Pode ser o Executivo ou o Legislativo”, declarou ele, sobre a possibilidade de concorrer à Câmara Municipal. “Quem vai decidir é o partido”, ponderou. No Ceará, o PR é presidido pelo ex-governador Lúcio Alcântara, desafeto de Cid, e tem como principal gestor o prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa.

Wagner negou, ontem, que o partido tenha interferido ou direcionado a atuação dele na greve da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. “Não seria bom”, afirmou o capitão, completando que mantém boas relações com os dirigentes da sigla.

Filiado ao PR, desde o dia 29 de setembro de 2011, quando assumiu como suplente na Assembleia Legislativa, Capitão Wagner está substituindo a deputada Fernanda Pessoa (PR), filha do prefeito de Maracanaú.

Suplência estendida

É justamente a partir do mandato de suplente de deputado que Capitão Wagner pretende manter sua visibilidade. Uma negociação política poderá estender a permanência dele no legislativo cearense por pelo menos 90 dias, a partir da retomada dos trabalhos, no início de fevereiro. Ele continuaria no lugar de Fernanda Pessoa.

Uma segunda opção seria o suplente ficar na cadeira do deputado Leandro Pinheiro (PSD). Nesse caso, a suplência seria de 120 dias. Iria até maio, o último mês antes do período de convenções partidárias, que definirão os nomes da disputa eleitoral.

Aparentando tranquilidade, Capitão Wagner já testa sua performance diante de possíveis críticas ao fato de ele ter como bandeira única a pauta da segurança pública. O suplente diz que na Assembleia acompanhou muitos outros assuntos e demandas do mandato. “Foram muitas discussões e requerimentos. Foi bem produtivo”, exalta-se.

Sobre o governo Cid Go-mes, apesar de fazer oposição, Capitão Wagner afirma que já votou em projetos do Executivo e observa que não vê motivos para mudar a postura de agora em diante. “Eu nunca fui radical e não seria agora que eu iria ser”.

(O POVO)

Ivo Gomes: “O momento não é de caça às bruxas”

111 8

“O Governo do Estado descartou, ontem, qualquer mudança na cúpula da Segurança Pública do Estado e também dos comandos da Polícia Militar neste momento. “O secretário da Segurança goza da confiança do governador e o comandante da Polícia Militar goza da confiança do secretário”, disse Ivo Gomes, chefe de gabinete do governador Cid Gomes.

A declaração de Ivo é uma resposta aos questionamentos que a cúpula da Secretaria da Segurança e da Polícia Militar vêm recebendo, desde que policiais e bombeiros militares entraram em greve, no último dia 29 de dezembro, e se aquartelaram, paralisando quase todo o policiamento ostensivo do Estado. A ação só terminou com o governo aceitando boa parte das reivindicações dos militares e aceitando negociar as restantes.

Segundo Ivo, a hora é de conversar e evitar acirramento. “O momento não é de caça às bruxas”. O chefe de gabinete diz que a greve da PM faz parte de um movimento nacional, que já atingiu seis outros estados. Ele diz que o governo estava diante de duas opções: ou partia para o confronto ou dialogava com os militares.

“Foi essa nossa opção. Sem sangue, como aconteceu em 97”. O secretário refere-se à última greve da PM, quando o Batalhão de Choque, leal ao então governador Tasso Jereissati, entrou em confronto com os policiais militares e civis que pretendiam ocupar o Palácio da Abolição, deixando feridos, entre eles o então comandante-geral da PM, Mauro Benevides. “Agora, a Polícia vai ter de reconstruir sua imagem paulatinamente. O momento é de paz. Não há esse clima de mudança de comando”.

“Fomos surpreendidos”

Ivo diz ainda que o Palácio da Abolição foi “surpreendido” com a intensidade do movimento dos policiais. O Governo, então, não tinha a dimensão da insatisfação da tropa? “Tinha boatos, mas não era coisa consistente”, diz. “Fui dormir com a notícia de que o ginásio (onde a assembleia que deflagrou a greve) estava vazio e acordei com eles tomando o quartel da 6a companhia”. Ivo diz que não vê paralelos com a greve da PM e de outras categorias. “Quantas greves já tivemos e quantas ainda teremos? De todas, esta foi a primeira em que houve confronto direto com a legalidade”, diz. “Em greve se negocia, é um direito do trabalhador. As coisas são resolvidas na conversa, não é tomando viaturas de assalto. Isto é barbárie”.

O secretário demonstra certa irritação ao ser perguntado sobre o silêncio do governo durante a crise. “Que silêncio? Acho que (durante todo este tempo) só fomos dormir de ontem para hoje”. Segundo ele, o governador passou todo tempo articulando com Força Nacional, governo federal, Exército e mediadores da sociedade saídas para o impasse. “Mais do que isso, trazendo tranquilidade para quem estava negociando. Além disso, qualquer coisa naquele momento poderia ser encarada como demagogia”, completa.”

(O POVO)

Lula planeja sair no Carnaval na “Gaviões da Fiel”

“Sentindo-se bem após as duas primeiras sessões de radioterapia, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já planeja o retorno ao trabalho e a sua participação no desfile da escola de samba Gaviões da Fiel, em São Paulo.

A ida ao Fórum Social Mundial, que será realizado no fim do mês em Porto Alegre, no entanto, ainda não está confirmada, já que o tratamento contra o câncer na laringe é diário e realizado no Hospital Sírio Libanês, na capital.

Nesta quinta-feira, Lula recebeu a visita do ministro da Educação, Fernando Haddad, e do ex-presidente do PT e da Petrobras José Eduardo Dutra.

Segundo o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, Haddad, que é pré-candidato petista à prefeitura de São Paulo, com apoio de Lula, não falou sobre as eleições, nem informou quando deverá deixar o governo pra se dedicar à campanha. A expectativa é que ele se desligue do ministério até meados deste mês.”

(O Globo)

Hora de desopilar

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=fN-tqJ-B4Z8&feature=g-logo&context=G22fd73bFOAAAAAAACAA[/youtube]

Depois de uma semana tão carregada como esta, que tal um video para descontrair? Aliás, no auge da greve dos PMs, o sucesso de Michel Telô ganhou outra versão. Era assim… “Polícia, Polícia, assim você me mata, ai, se o Cid pega…”

Verba contra enchentes revela disputa entre PSB e PT

“O fato de o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra (PSB), ter imposto um desgaste político ao governo Dilma Rousseff nos primeiros dias do ano, com a polêmica em torno da distribuição de verbas para prevenção de enchentes, explicitou a disputa até então discreta entre o PT e o PSB, que tem como pano de fundo os movimentos rumo às eleições presidenciais de 2014.

Diante das notícias sobre direcionamento de verbas para ações em Pernambuco, dirigentes petistas passaram a criticar abertamente o ministro Fernando Bezerra, apadrinhado político do presidente do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos.

Os petistas ficaram especialmente incomodados com o fato de o PSB ter deixado a presidente Dilma numa saia-justa ao dividir com ela a responsabilidade pelo destino dos recursos.

Ao GLOBO, um interlocutor da presidente admitiu que ela, de fato, autorizou a destinação de verbas para construção de barragens em Pernambuco. Mas desconhecia a falta de ações e recursos para os demais estados.”

(O Globo)

Policiais civis enviam proposta para o governador

“Uma proposta de um termo de compromisso será entregue pela Polícia Civil, ainda nesta quinta-feira, 5, às mãos do governador do Estado, Cid Gomes. Se assinada, fica acordado que, no prazo de 24 horas, a paralisação da categoria será encerrada.

O documento foi elaborado durante reunião na noite desta quinta-feira, 5, na sede do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Ceará (Sinpoci), para tratar das negociações entre a categoria e o Estado.

Participaram do encontro o advogado da entidade, Holanda Segundo; o representante da Anistia Internacional, Mário Albuquerque; o presidente da OAB-CE, Valdetário Monteiro; o deputado federal Chico Lopes, representantes de entidades sindicais, o presidente da Força Sindical (CE), Raimundo e a ex-prefeita de Fortaleza, Maria Luiza Fontenele.

Veja a proposta na íntegra:

“- Não punição ao policial civil que participou do movimento grevista desde julho de 2011

– Devolução do dinheiro dos 199 policiais civis que tiveram seus salários descontados no início do mês de dezembro de 2011

– Alteração do artigo 35, referente às promoções a policiais civis que tenham nível superior. A diretoria almeja a retirada desse artigo para que a lei possa beneficiar a todos os policiais civis, não somente aos que tenham nível superior. Bem como dos artigos 1º e 4º da mesma lei, que prejudicaram os operadores de telecomunicações policiais e técnicos de telecomunicações policiais.

– Hora-extra constitucional. Extinguir o serviço extraordinário, se no caso as horas trabalhadas excederem às 40 horas será analisado como hora-extra.

– Reajuste salarial. Salário do policial civil equivalente a 60% do subsídio de um delegado.”

(POVO Online)

Crédito da Caixa para aquisição da casa própria somou R$ 82 bi em 2011

“Números preliminares divulgados hoje (5) pela Caixa Econômica Federal mostram que a instituição negociou R$ 81,8 bilhões em financiamento habitacional no ano passado, com crescimento de 4,6% em relação aos créditos imobiliários fechados em 2010, no valor de R$ 77,8 bilhões. O balanço detalhado só será liberado, porém, em fevereiro.

Apesar do aumento, houve queda no ritmo de contratações em 2011 na comparação com 2010. Em relação a 2009, houve um crescimento de 57% no número de contratações, movimento que foi impulsionado pela primeira etapa do Programa Minha Casa, Minha Vida. A segunda fase do programa, lançado no início de 2011, só se efetivou no início do segundo semestre.

Os financiamentos imobiliários corresponderam a 35,5% do total de créditos negociados pela Caixa de janeiro a novembro de 2011, no valor recorde de R$ 229,7 bilhões – 12% a mais que os R$ 205 bilhões contratados em igual período do ano anterior.

De acordo com a Caixa, as operações de crédito comercial para pessoas físicas totalizaram R$ 59,7 bilhões, 26,7% a mais que em 2010, e para pessoas jurídicas somaram R$ 65,7 bilhões, resultado 19,4% superior ao do ano anterior, além de R$ 22,5 milhões em contratações para saneamento e infraestrutura.

De acordo com o diretor de Gestão de Ativos de Terceiros da Caixa, Marcelo de Jesus, nos últimos quatro anos, constatou-se mais interesse empresarial por créditos do banco oficial, por causa, principalmente, da redução de liquidez da rede bancária.”

(Agência Brasil)

PSDB manda nota para o Blog em resposta a críticas do advogado Reno Ximenes

1108 32

Da Secretária-Geral do PSDB de Fortaleza, Kamila Castro, este Blog recebeu nota em resposta a críticas feitas neste espaço pelo advogado Reno Ximenes. Reno criticou o editorial da Folha que avaliou como “mau exemplo” a negociação do governo do Estado com policiais e bombeiros grevistas e ainda citou que isso deveria ser coisa dos adeptos de Serra no Estado. Confira:

Caro jornalista Eliomar de Lima,

Diante da declaração estapafúrdia  ao seu Blog do senhor Reno Ximenes, que a fez na condição de Procurador Geral da Assembleia Legislativa do Ceará, solicitamos a divulgação do seguinte comentário:

Ainda bem que um jornal do conceito profissional e ético como a Folha de S.Paulo não toma conhecimento do achincalhe contra o Editorial em que analisa a conduta do governador Cid Gomes (PSB) no episódio da greve dos policiais militares e Bombeiros no Ceará.

Com o objetivo de desqualificar a opinião da Folha, o procurador-geral da Assembleia ofendeu gratuitamente os profissionais desse órgão da imprensa nacional, como de resto a todos os profissionais do País, ao afirmar, irresponsavelmente, que o jornal paulista foi “tapete da ditadura”, quando todo o Brasil é testemunha da tradição da Folha de S.Paulo na defesa da democracia e dos direitos humanos.

Não se conformando com as sandices que disse contra o jornal, o procurador-geral da Assembleia Legislativa conseguiu ser mais desrespeitoso ainda com o jornalismo, ao declarar levianamente que “o Editorial foi escrito no Ceará e mandado, via e-mail, para o tucano José Serra por seus aliados daqui”. É lamentável que ele tenha usado sua função na Assembleia Legislativa do Ceará para dar uma demonstração de profunda ignorância quanto ao processo de elaboração do noticiário e de opiniões de um jornal da estatura da Folha de S.Paulo.

Mais estranho ainda é que um Poder como a Assembleia Legislativa do Estado permita que alguém possa se esconder no seu nome para ofender jornalistas e órgãos de comunicação, num episódio sobre o qual a grande massa crítica da sociedade tem a sua opinião formada. Será que o fantasma do sangue dos professores derramado nas dependências da Casa ameaça alastrar-se através da conduta ignominiosa do seu procurador-geral?

Nós, cearenses e brasileiros de todas classes sociais, precisamos nos unir contra esse tipo de comportamento e censura à imprensa livre e independente do nosso País.

Kamyla Castro

Secretária Geral do PSDB de Fortaleza.

TJ-CE inscreve para concurso de juiz substituto até o dia 13

“As inscrições para o cargo de juiz substituto do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) se encerram no próximo dia 13. Os interessados devem pagar taxa de R$ 160,00 para participar do concurso, que terá cinco fases.

São oferecidas 25 vagas e haverá ainda formação de cadastro de reserva. O salário é de R$ 20.031,71. A entidade responsável pelo certame é o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/Unb). As inscrições devem ser feitas no endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/tj_cejuiz2011.

O edital do concurso foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico do dia 28 de novembro de 2011. A comissão examinadora tem à frente o desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido, vice-presidente do TJCE, além dos desembargadores Antônio Abelardo Benevides Moraes e Francisco Lincoln Araújo e Silva. Também faz parte o advogado José Júlio da Ponte Neto, representante da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Ceará (OAB-CE).”

(Com TJ-CE)

Blog reproduz nota de entidades militares e pede desculpas em nome do bom jornalismo

114 4

Este Blog recebeu, na noite de segunda-feira, quando do auge da greve dos policiais militares, nota de um conjunto de entidades da área militar. O apelo é por bom senso na greve que se registra no âmbito da polícia militar e contra qualquer tipo de ato de violência que possa vir a se registrar. O título da nota usou a palavra “repudia” de forma errônea, no que gerou todo tipo de interpretação. Pedimos desculpas a essas organizações e estamos reproduzindo o teor da nota em respeito ao bom exercício do jornalismo e a essas entidades.

NOTA OFICIAL

As Associações abaixo-assinadas tornam publico que repudiam todo e qualquer ato de violência, que atente contra a dignidade humana. Neste instante DE LUTA, é mister que prevaleça o bom senso e o dialogo entre as partes envolvidas, em prol do bem estar do povo cearense.

AORECE – Associação dos Oficiais da Reserva do Estado do  Ceará

ABSS – Associação. Beneficente dos Sub-tenentes e Sargentos do Ceará

AET – Associação Esportiva Tiradentes

ASPRAC – Associação dos Policiais Militares da Região do Cariri

Associação das Viúvas dos Policiais Militares do Ceará

Cid faz balanço da operação pós-greve dos policiais militares

73 11

O governador Cid Gomes está reunido nesse momento no Palácio da Abolição com o general Gomes de Matos avaliando os resultados da Operação Ceará Segurança. Ele também faz um balanço sobre os efeitos da greve dos policias e bombeiros militares, encerrada na madrugada dessa quarta-feira, 4.

Na reunião, de portas fechadas, também estão o secretário da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), coronel Francisco Bezerra e o chefe de gabinete do Palácio da Abolição, Ivo Gomes.

(Foto – Divulgação)