Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Câmara dos deputados votará Novo Código Florestal na 3ª feira

“A votação do novo Código Florestal brasileiro, marcada para a próxima terça-feira (6), na Câmara dos Deputados, vai enfrentar fortes resistências dos setores ambientalista e científico. Mesmo assim, o governo não abre mão de ver a matéria aprovada definitivamente, como está, nesta semana.

A primeira batalha a ser enfrentada pelos defensores do texto será com a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que já se manifestou contrária à proposta da forma como saiu do Senado. Os cientistas da SBPC querem mudanças na matéria e o veto de alguns trechos colocados pelo senador Jorge Viana (PT-AC) – que foi o relator do projeto no Senado.

Um dos pontos que mais preocupam os cientistas é a redução das áreas de preservação permanente (APP) nas margens de rios. Um documento entregue pela SBPC ao relator da matéria na Câmara, deputado Paulo Piau (PMDB-MG), e apoiado pela deputada Janete Capiberibe (PSB-AP), aponta que as APPs serão reduzidas em 50% com o novo texto.

Esse e outros trechos teriam que ser suprimidos pelo relator, na opinião dos cientistas. Caso isso não ocorra, a SBPC fará uma movimentação social para pressionar a presidenta Dilma Rousseff a vetar o projeto.

Paulo Piau, por sua vez, explicou à Agência Brasil que não pode incluir novas mudanças no projeto, uma vez que ele já passou pela Câmara e pelo Senado, e, agora, será apenas revisto. “Recebi um documento deles. Tudo aquilo que for importante para a gente colocar dentro do que foi negociado e que for permitido pelo regimento, a gente pode colocar. Mas eles pedem muita coisa que não é mais possível”, justificou.

Segundo o relator, as discussões sobre o novo código não serão encerradas com a votação de terça-feira. Uma série de outros projetos relacionados ao assunto deverá surgir, segundo o relator. É o caso, por exemplo, de proposições que tratam da agricultura irrigada, setor que não recebeu atenção especial no código que está para ser votado. Para Piau, os parlamentares deverão “rever [o tema] após a revisão”. “Muita coisa vai continuar sendo discutida. A discussão não se esgota agora”, avaliou.

Sobre a promessa de manifestações em todo o país pedindo que a presidenta Dilma vete o projeto, caso ele seja aprovado, Piau diz que é uma posição política e não acredita que a pressão dê resultados. Ele também não deve mexer no texto para atender aos parlamentares do Amapá sobre a redução das reservas legais em terras indígenas no estado.

Independentemente de os deputados suprimirem alguns dispositivos ou manterem integralmente o texto enviado pelo Senado, a matéria terá votação conclusiva na Câmara e será encaminhada, na sequência, para sanção presidencial.”

(Agência Brasil)

Roberto Cláudio participa de evento político no bairro Antônio Bezerra

131 7

O governador em exercício Roberto Cláudio (PSB) foi enfático, nessa noite de sábado, ao falar durante mais um evento do projeto “Atitude 40”, do seu partido, que objetiva oilizar as bases para as próximas eleições. Em ato no bairro Antônio Bezerra, afirmou:

“Estou aqui como socialista para discutir os anseios e os sonhos da nossa cidade. Estou aqui porque queremos lutar pela dignidade de nossa gente”.

O “Atitude 40” conta com a presença do presidente municipal da legenda, Karlo Kardoso, e de lideranças do partido como o ex-governador Ciro Gomes.

Quatro suspeitos de assalto ao BB de Catarina morrem em tiroteio com a Polícia

“Quatro suspeitos de terem participado do assalto ao Banco do Brasil de Catarina– que resultou na morte de um Policial Militar – morreram em um troca de tiros com a Polícia em Acopiara, na manhã deste sábado, 3.

Segundo informações do coronel Gomes Filho, do Comando de Policiamento do Interior (CPI), um grupo de assaltantes ainda estava escondido em Catarina desde o dia do assalto, no último dia 27. Uma van que foi utilizada no resgate do grupo tentou furar um bloqueio policial e houve troca de tiros.

Ainda conforme o coronel, quatro assaltantes foram baleados e morreram. Outros dois conseguiram fugir. A operação teve o auxílio de um helicóptero do Ciopaer.

O assalto

Na manhã do último dia 27, cerca de seis homens fortemente armados invadiram o Banco do Brasil de Catarina e renderam funcionários e clientes. Eles fugiram levando dois reféns, além de todo dinheiro dos caixas da agência. Antes da ação, o bando metralhou a delegacia da cidade. Um dos policiais, o cabo Alves Neto, de 28 anos, foi atingido por vários disparos e morreu no local.”

(POVO Online)

Cid visita fábrica de equipamentos para metrôs em Toronto

138 2

O governador Cid Gomes, segundo sua assessoria de imprensa, visitou, neste sábado, uma fábrica de equipamentos para escavação de tuneis em Toronto, no Canadá. Aqui, segundo foto liberada pelo Palácio da Abolição, Cid aparece em frente ao chamado “tatuzão”, que faz escavação de túneis para metrôs.

Cid empreende viagem pelo exterior conhecendo fábricas que produzem equipamentos para metrõs. Já esteve no México, EUA (Ohio e Flórida) e encontra-se no Canadá.

Credibilidade do BB e da Previ está em jogo, diz Dilma

Foi com o argumento de que o sigilo dos dados dos correntistas “é crucial e sagrado” que a presidente Dilma Rousseff determinou ao ministro Guido Mantega (Fazenda) que chamasse os dirigentes do Banco do Brasil e do fundo de pensão Previ com a ordem para que dessem fim às futricas, fofocas e guerra de dossiês registrada do início do ano para cá.

Nas conversas que teve com Mantega sobre a crise no BB e na Previ, na semana passada, a presidente lembrou ao ministro que a credibilidade das duas instituições está acima dos dirigentes, das alas partidárias e dos grupos. Disse ainda que estabeleceria ela mesma um prazo para o cessar-fogo, sob pena de demitir todo mundo. Não disse qual é o prazo.

De acordo com informações de bastidores, Dilma afirmou que tinha admiração pela competência tanto de Aldemir Bendine (BB) como de Ricardo Flores (Previ), porque as gestões de ambos mereciam aplausos. Tanto que o BB hoje é a maior instituição financeira do País, tendo se expandido ainda para a Argentina, Estados Unidos e África. E a Previ é o maior fundo de pensão da América Latina, com ativos de mais de R$ 150 bilhões.

A briga ficou tão grave nos últimos dias que circulou por Brasília um dossiê com a quebra do sigilo bancário de Toledo. Insinuava-se, no papelório, que ele teria recebido cerca de R$ 1 milhão, em cinco parcelas. No mesmo dossiê afirmava-se que ele havia liberado um empréstimo para o grupo Marfrig. Toledo disse que o dinheiro vinha da venda de um imóvel e prometeu que vai processar todo mundo.

* Leia mais em http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,credibilidade-do-bb-e-da-previ-esta-em-jogo-diz-dilma,843607,0.htm

(Estadão)

Aliança é ‘desconfortável’, diz Kassab sobre PSDB

Depois de negociar uma união com o PT para as eleições municipais de São Paulo e se ver obrigado a recuar em direção ao tucano José Serra, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) definiu ontem a provável aliança de seu partido com o PSDB na capital como “difícil” e “desconfortável”.

“Existe essa questão da relação com o PSDB que é uma relação desconfortável. O próprio partido trabalhou contra (o PSD)”, disse Kassab. “Eu sempre expressei esse sentimento de desconforto em relação a uma aliança com o PSDB se o candidato não fosse o Serra”, alegou o prefeito que ressaltou ainda que a parceria se dá apenas em torno do nome de Serra.

Leia mais em http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,alianca-e-desconfortavel-diz-kassab-sobre-psdb,843571,0.htm

(Agência Estado)

Datas das provas do IFCE são alteradas

O Instituto Federal Tecnológico do Ceará alterou o cronograma para a aplicação das provas escritas. Foram ao todo 12.796 candidatos para concorrer a 108 vagas, divididas entre vários níveis de formação. A medida foi adotada em razão do grande número de inscritos no concurso público para a carreira técnico-administrativa.

A mudança do cronograma estabelece duas datas para a realização das avaliações. Os cargos de auxiliar em administração e de mestre de embarcações de pequeno porte terão provas aplicadas no dia 11 de março.

Já os demais cargos terão as provas realizadas no dia 18 de março. Em ambas as datas, o horário de aplicação dos exames permanece o mesmo: às 9h. A retificação no cronograma está disponibilizada no sistema de seleção do portal da instituição (ver link abaixo).

Os comprovantes de inscrições dos candidatos serão disponibilizados para impressão a partir do dia 7 de março. A divulgação dos gabaritos para todas as provas serão publicadas no dia 20 do mesmo mês, com abertura de prazo para interpor recursos nos dias 21 e 22 seguintes, e previsão de data de resposta para o dia 29 de março.

SERVIÇO

Concurso público para técnico-administrativo do IFCE

I) Aplicação da prova para os cargos de auxiliar em administração e mestre de embarcações de pequeno porte

Data e horário: 11 de março (domingo), às 9 horas

II) Aplicação da prova para os demais cargos

Data e horário: 18 de março (domingo), às 9h

*Mais informações: http://qselecao.ifce.edu.br/

Estudo traça perfil de usuários de crack que buscam atendimento nos CAPs

Reconhecer o perfil da população usuária de crack que busca atendimento no sistema público de saúde, de forma a contribuir para futuros planejamentos na área. Esse é o principal objetivo do estudo realizado por pesquisadores da Universidade do Vale do Rio dos Sinos, da Prontamente – Clínica de Psiquiatria e Psicoterapia e da Universidade Federal de Pelotas. Publicada nos Cadernos de Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz), a pesquisa evidencia a existência de algum tipo de seleção para o acesso de usuários de crack aos serviços do SUS, caracterizada por especificidades relacionadas à renda e escolaridade. Foram entrevistados 95 usuários de crack atendidos entre agosto de 2009 e março de 2010 em três Centros de Atenção Psicossocial (Caps) da Região Metropolitana de Porto Alegre.

Os resultados indicam predomínio de pacientes do sexo masculino, jovens adultos, com escolaridade fundamental e que, embora não tenham ocupação regular, afirmam possuir renda individual.

Leia mais em http://www.jb.com.br/ciencia-e-tecnologia/noticias/2012/03/02/estudo-traca-perfil-de-usuarios-de-crack-que-buscam-atendimento-nos-caps/

(Jornal do Brasil)

Ministro do Esporte critica Valcke e diz que vai pedir novo interlocutor da Fifa para intermediar diálogo com governo

67 1

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, rebateu neste sábado (3) as declarações do secretário-geral da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Jérôme Valcke, de que o Brasil está muito atrasado com relação às obras destinadas para receber a Copa do Mundo de 2014 e que precisaria receber um “pontapé no traseiro” para acelerá-las. Valcke , que esteve nesta sexta-feira (2) na Inglaterra para a reunião anual do Conselho Legislador da Fifa, também fez duras críticas à Lei Geral da Copa que tramita na Câmara dos Deputados.

Classificando os comentários feitos de Valcke como “impertinentes e descabidos”, o ministro disse que vai conversar com o presidente da Fifa, Joseph Blatter, para pedir um novo interlocutor da entidade para dialogar com o governo, já que Valcke, segundo ele, não será mais recebido no país.

Durante entrevista coletiva concedida na manhã de hoje em um hotel de São Paulo, o ministro disse que “o governo não aceitará mais o secretário-geral como interlocutor nesses assuntos da Fifa”. Para o ministro, o governo brasileiro não pode dialogar com um interlocutor que “emite declarações descuidadas e intempestivas”.

Segundo Rebelo, a maior parte das obras dos estádios brasileiros para a Copa do Mundo está seguindo o cronograma previsto. As únicas obras que estão um pouco mais atrasadas com relação ao cronograma, de acordo com o ministro, são as dos estádios de Cuiabá, Manaus, Recife e do Rio de Janeiro. “Já as obras de mobilidade urbana, do total de 51 [obras previstas para serem realizadas], a previsão continua sendo a de entregar pelo menos 42 em 2013”.

Rebelo reforçou que não há razão para que o Brasil não receba a Copa do Mundo. “O Brasil tem hoje a infraestrutura, a logística e a capacidade de realizar um evento dessa natureza”, disse.

(Agência Brasil)

Bid realiza missão com equipe da Secretaria das Cidades

O secretário das Cidades, Camilo Santana, abre nesta segunda-feira (5) reunião com a Missão de Análise do Programa de Desenvolvimento Urbano de Polos Regionais do Ceará, executado pela Secretaria das Cidades. O encontro reúne, até a próxima sexta-feira (9), representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a equipe do Grupo Cidades II, que integra o programa Cidades do Ceará – Vale do Jaguaribe e Vale do Acaraú,

O Cidades II prevê a aplicação de recursos da ordem de U$ 106,6 milhões. Os investimentos serão financiados pelo BID, com contrapartida do Governo do Estado.

O programa se enquadra na política estadual de desenvolvimento das cidades do Interior que inclui intervenções simultâneas e complementares na melhoria da infraestrutura urbana, fortalecimento dos governos municipais e incentivo ao estabelecimento de arranjos produtivos locais.

Durante a programação, estão previstas reuniões para discutir ações voltadas à melhoria da infraestrutura das cidades polo; o fortalecimento da capacidade de gestão dos governos municipais, e apoio ao estabelecimento do setor produtivo.

(Secretaria das Cidades)

“Saidinha bancária”: maior cobrança de responsabilidades

O assassinato revoltante do jovem engenheiro civil, Kelbson Nogueira Diógenes, na última quinta-feira, após ter efetuado saque numa agência bancária da Capital, comove a comunidade e expõe, mais uma vez, um problema que já se tornou insuportável: a chamada “saidinha bancária”. A sociedade não aceita que se tenha estabelecido um fatalismo nessa área, como se fosse impossível dar resposta a esse mal.

Veja-se que a ação dos bandidos ocorreu dentro do próprio estacionamento da agência bancária, e evitar isso teria sido perfeitamente possível se houvesse um sistema de segurança no local. Caberia aos bancos fornecê-la, pois está dentro de sua área de responsabilidade social, já que atrai o cliente com a promessa de lhe prestar um serviço (e lucra com isso), devendo, portanto, oferecer a segurança interna como contrapartida. Ora, não é novidade para ninguém que ir a uma agência bancária, hoje, implica risco de morte, seja pela possibilidade de o estabelecimento ser assaltado seja de o próprio cliente ser vítima de uma “saidinha bancária”.

Evidentemente, a segurança pública é de obrigação do Estado, cabendo a este oferecer a primeira barreira de contenção da criminalidade, nessa área, e na cidade como um todo. Inclusive, deve dispor de um plano de segurança mais específico para as imediações de estabelecimentos financeiros, visto serem os alvos mais atrativos para ações de marginais. Contudo, é imperativo que os bancos assumam essa responsabilidade, dentro das agências bancárias e dos seus estacionamentos, como parte de suas obrigações. Afinal, está em jogo a vida de seus clientes.

É preciso que o Poder Legislativo defenda os interesses da coletividade, antes de tudo, e providencie instrumentos legais mais rigorosos para a cobrança das responsabilidades sociais do setor bancário. E é justo que assim seja, pois, lidar com dinheiro é o mais lucrativo de todos os negócios, em qualquer conjuntura.

O mais urgente, agora, além da solidariedade à família da vítima, é a identificação dos criminosos e sua punição, não só por uma questão de fazer justiça, mas porque é a forma mais eficaz de desestimular outras ações desse tipo.

(O POVO / Editorial)

O caso do Riacho Maceió

70 1

O secretário municipal do Meio Ambiente e Controle Urbano, Deodato Ramalho, informa para a Vertical que o órgão já adotou as providências cabíveis ao caso exposto na coluna sobre ocupação de área próxima às margens do riacho Maceió com containers para resíduos de construção. Ele diz que esse mesmo local já havia sido alvo de embargo porque o dono avançou com muro em zona de proteção ambiental.

Essa questão foi resolvida com o recuo do muro, mas o fato de ter surgido a exploração com containers exigia licenciamento junto ao órgão. “Mandamos equipe de fiscalização, que constatou o problema e fez a autuação. O licenciamento para uso de container é obrigatório”, explica Ramalho. Realmente, é preciso se saber qual resíduo passará por manejo nessas condições.

(O POVO / Vertical)

Aprovado empréstimo de US$ 100 milhões para o São José III

Representantes da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), da Secretaria de Planejamento (SEPLAG) confirmaram em Brasília a aprovação do empréstimo de US$ 100 milhões junto ao Banco Mundial para investimento na primeira etapa do projeto São José III, em reunião com representantes da Secretaria do Tesouro Nacional e dos Ministérios da Fazenda e do Planejamento e representantes do Banco Mundial vindos de Washington (EUA).

Segundo a diretoria do Banco Mundial, todas as exigências foram atendidas pelo Estado do Ceará. No próximo dia 5 de abril haverá reunião, em Washington, para que seja tomada a decisão final sobre a liberação do empréstimo.

“Agora nós vamos trabalhar junto ao Governo Federal para preparar os documentos exigidos para a liberação dos recursos. Temos ainda que mandar todas as informações necessárias para o Senado Federal, que precisa aprovar essa operação”, informou o secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins.

Os recursos oriundos do empréstimo serão utilizados para projetos produtivos nas cadeias de ovino e caprino, apicultura, piscicultura, horticultura irrigada, cajucultura, mandiocultura, turismo rural e artesanato. Outra parte será usada para projetos de abastecimento d’água. Ao todo serão US$ 150 milhões. Sendo US$ 100 milhões do Banco Mundial e US$ 50 milhões de contrapartida do Estado, através da entrega de programas de abastecimento d’água e mecanização rural em comunidades rurais que vivem da agricultura familiar.

Além do secretário Nelson Martins, participaram da reunião representando a SDA, o secretário executivoWilson Brandão e o coordenador o Projeto São José III, Josias Farias Neto. Pelo Governo do Estado estiveram presentes Mario Fracalossi, pela Secretaria de Planejamento; Vicente Braga, pela Procuradoria Geral do Estado e Paulo Sérgio, representante da Secretaria da Fazenda.

Solenidade

No dia de São José, 19 de março, haverá solenidade, com a presença do Governador Cid Gomes e de diretores do Banco Mundial para aliberação de tratores para a mecanização rural e projetos de abastecimento d’água para agricultores familiares.

Confirmaram presenças os diretores do Banco Mundial Makhtar Diop, diretor para Brasil, Fátima Amazonas, gerente de projetos da instituição e Mark Lundell, chefe do setor.

(SDA)

Agência Câmara promove chat sobre redução da maioridade penal

A Agência Câmara de Notícias promove na próxima terça-feira (6), às 11 horas, um bate-papo pela internet com o deputado Luiz Couto (PT-PB) sobre a possibilidade de redução da maioridade penal de 18 para 16 anos de idade. Couto é relator na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93 e de outras 30 PECs apensadas que autorizam o julgamento de adolescentes como adultos. Embora ainda não tenha apresentado o seu relatório, ele adiantou que vai votar contra as propostas, por considerá-las inconstitucionais.

Qualquer pessoa pode participar do bate-papo. Basta acessar o site www.camara.gov.br/agencia e clicar no ícone do debate.

Hoje, no Brasil, nenhuma pessoa que tenha menos de 18 anos pode ser responsabilizada por crimes e punida com base no Código Penal (Decreto-Lei 2.848/40). Quem tem entre 12 e 18 anos e comete alguma infração fica sujeito às medidas socioeducativas previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA – Lei 8.069/90).

Para reduzir a maioridade, o argumento do autor da PEC, o ex-deputado Benedito Domingos, é o de que atualmente os jovens de 16 e 17 anos possuem desenvolvimento psíquico suficiente e possibilidade plena de entendimento, sabendo discernir o lícito do ilícito. Segundo ele, os adolescentes agora têm muito mais acesso a informações do que nos anos 40, quando a maioridade penal foi fixada em 18 anos.

Além disso, o ex-deputado alega que a impossibilidade de responsabilizar os jovens de 16 e 17 anos faz com que muitos deles sejam recrutados por adultos para praticar crimes.

De acordo com o ex-deputado, é necessário estabelecer a imputabilidade penal dos jovens de 16 e 17 anos para que eles fiquem conscientes dos seus limites e das suas responsabilidades. Na avaliação do ex-parlamentar, a medida poderia evitar o aumento dos índices de criminalidade.

Especialistas de opinião contrária, no entanto, dizem que a redução fere direitos das crianças e dos adolescentes. Entre os argumentos, estão o de que falta estrutura para atender e punir de forma adequada jovens em conflito com a lei e o de que o sistema atual não oferece instrumentos de recuperação dessas pessoas. Outro é o de que os criminosos usariam pessoas cada vez mais jovens para praticar atos ilícitos.

(Câmara Federal)

Funcionário público, o vilão

155 5

Em artigo publicado neste sábado (3), no O POVO, o médico, antropólogo e professor universitário, Antonio Mourão Cavalcante, comenta o projeto de lei proposto pelo Executivo que prevê a mesma arrecadação na Previdência, mas agora com cortes violento contra a expectativa positiva do servidor público. Confira:

A Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 1992/07, proposto pelo Executivo, que institui a previdência complementar para os servidores públicos federais e aplica o limite de aposentadoria do INSS, R$ 3.916,20, hoje. Vale para todos os que ingressarem, a partir de agora, no serviço público. Significa que o Governo vai continuar arrecadando o mesmo – de todos – mas cortando violentamente o que seria uma expectativa positiva no serviço público.

Parece uma medida adequada. A Previdência estaria quebrada – há quantos anos se fala nisso? Mas agora a coisa é para valer. Estaríamos diante de uma decisão aparentemente séria, saneadora e justa.

Curioso que embora fosse preconizada desde a elaboração da Constituição, a Reforma da Previdência resistiu a todos os governos conservadores. Mas agora, em pleno reinado do Partido dos Trabalhadores (que bela ironia!), está sendo colocada essa pá de cal em cima dos trabalhadores públicos. Se o presidente Fernando Henrique e seus companheiros tucanos tivessem proposto essa lei o mundo teria vindo abaixo. Seriam greves e mais greves. Protestos. Manifestações em Brasília. O País teria entrado em comoção.

Agora tudo ocorre sem resistência. Os partidos de esquerda, ditos progressistas, revolucionários, dos trabalhadores, simplesmente calaram e aprovaram. Traidores.

Se a Previdência tem déficit, vamos promover uma auditoria com ajuda de organismos internacionais. Isenta. Recordo que o ministro Waldir Pires entregou a Previdência com dívida zero. Se o País está abalado, por que os legisladores podem aumentar seus próprios salários e curtem tantas mordomias? Quanto custa um deputado? Quanto custa um senador? Quanto gastam todos estes estados e municípios perdulários com secretarias inúteis e funcionários terceirizados?

Não creio que a faxina deva começar em cima dos funcionários públicos. E os que roubaram dos cofres públicos? Quantos dos ex-ministros afastados por corrupção estão na cadeia? E os que fraudaram a própria Previdência Social?

Tem coisa mais suja. Tem mais injustiças. Tem mais rombos para esclarecer…

Luciana Dummar na AJE

Da coluna Vertical S/A, do O POVO, assinada neste sábado pelo jornalista Ivonildo Lavôr:

A jornalista Luciana Dummar, presidente do Grupo de Comunicação O POVO, é a convidada da coordenação geral da Associação dos Jovens Empresários de Fortaleza (AJE) para fazer uma palestra no 1º Almoço Empresarial da nova gestão. Ela falará sobre o papel da mulher no mercado empresarial, os desafios do empreendedorismo no Ceará e as novas tecnologias como ferramenta de inovação do mercado de comunicação.

A iniciativa é em homenagem ao Dia Internacional da Mulher e objetiva a troca de experiência entre os empresários, além de fortalecer o espírito empreendedor entre os jovens empresários locais. O evento ocorrerá no Ponta Mar Hotel, no dia 8 de março, e será fechado para associados, convidados e imprensa.

Três enviados de Obama visitam o Brasil em menos de uma semana

Em menos de uma semana, três enviados do governo dos Estados Unidos terão passado pelo Brasil para mostrar que o país é um importante parceiro. Na próxima semana, estarão em reuniões, com autoridades brasileiras, a subsecretária norte-americana interina de Estado para Controle de Armas e Segurança Internacional, Rose E. Gottemoeller, e o secretário assistente de Estado para o Escritório de Segurança Internacional e Não Proliferação, Thomas M. Countryman.

De acordo com a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, o governo brasileiro é um “importante parceiro global que compartilha metas comuns de controle e não proliferação” de armas com os norte-americanos. Em comunicado, a representação diplomática diz que o governo americano aprecia “a liderança do Brasil tanto em escala regional quanto internacional e aguardamos para colaborar mais no endereçamento dos importantes desafios na área de não proliferação e desarmamento”.

As visitas de Rose Gottemoeller e Countryman ocorrem depois do subsecretário de Estado norte-americano, William Burns, ter vindo ao Brasil durante a semana e ter tido, como temas principais da sua viagem, o cancelamento do contrato para a venda de 20 aviões militares da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) para os Estados Unidos e a ida da presidenta Dilma Rousseff a Washington, no próximo mês.

Burns garantiu que o Brasil ainda pode participar da licitação para a venda de 20 aeronaves militares para os Estados Unidos, no valor de US$ 355 milhões. O governo norte-americano cancelou o processo licitatório, no último dia 17, surpreendendo as autoridades brasileiras. Mas o Ministério das Relações Exteriores, o Itamaraty, negou desconforto entre os dois países.

Na pauta das reuniões de Rose Gottemoeller e Countryman com autoridades brasileiras, estará a Cúpula de Segurança Nuclear, que ocorre nos dias 26 e 27 de março, em Seul, na Coreia do Sul – evento do qual participam o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e vários chefes de Estado e de Governo.

Os representantes americanos que estarão no Brasil também devem mencionar as questões de controle de armas, como a implementação do novo Tratado de Redução de Armas Estratégicas (denominado Start). O tratado foi firmado em 1991 pelos governos dos Estados Unidos e da Rússia e, por meio dele, ambos comprometeram-se a reduzir gradativamente as armas. Os termos do acordo, no entanto, estão em processo de revisão.

(Agência Brasil)

Cidadania não tem cor

908 4

Letícia quer o direito de ser negra

Em artigo publicado neste sábado, no O POVO, a jornalista da rádio O POVO/CBN e da TV O POVO, Letícia Lopes, cobra o direito de ser negra. Apesar de reclamar a raça em sua carteira de identidade, o documento foi impresso como “cor parda”. Confira:

Direito básico: tirar segunda via da carteira de identidade. Uma missão que começa às 7 horas no Instituto de Identificação. Depois de horas na fila, eis que chega minha vez, e, logo após passar por várias etapas para conseguir o documento, me deparo com uma situação ímpar: o atendente, simplesmente, lê a ficha que acabo de preencher e solta a afirmativa: “Mas você não é negra e sim parda!” Sem acreditar no que estava a ouvir, afirmei de forma categórica: “Sim, sou negra. Ou você não está percebendo isso?”.

O moço, com um sorriso ainda um pouco confuso, continuou a defender seu ponto de vista: “Mas quase não existem negros no Ceará”. Eu, firme, continuei: “Desculpe, mas acho que o senhor está imensamente equivocado. Não tenho problemas nenhum em me afirmar assim, pois me sinto e me vejo dessa forma”.

Depois de alguns minutos de conversa, consegui o documento, porém, mesmo me afirmando negra, ficou registrado em minha documentação “parda”. Será que eu entro nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)? Não lembro ter sido entrevistada por nenhum recenseador.

Em horas assim acabo lembrando uma pergunta que um grande amigo jornalista me fez: “você considera esse elemento tão fortemente assim? Questão de ser negra?” Sim, meu nobre amigo, considero.

Não tenho dilemas em me autodeclarar negra, pois é isso que sou. É meu direito prestar informações para meus documentos. Em alguns casos, é mais confortável para algumas pessoas se declararem pardas.

Não é à toa que o estudo “Perfil da raça da população cearense” divulgado essa semana pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), com base no Censo de 2010, mostrou que mais de 60% da população do Ceará se autodeclara parda. Quem é que gosta de ser mal atendida e mal tratada em lojas em virtude da cor? Quem gosta de ser questionado se sabe ler e escrever?

O estudo do Ipea deve agora servir como base para políticas públicas em educação e, assim, dar condições para que brancos e negros possam competir em pé de igualdade no mercado de trabalho. Deve também incentivar ações de inclusão social para que negros não tenham mais receio de se assumirem como tal. Eu sou mulher, negra e cearense, com orgulho.

2012 ou 2014?

235 7

Essa é de Ivo Gomes, chefe de gabinete do Palácio da Abolição, em seu facebook, comentando a postura do governador interino Roberto Cláudio: “Tá com pinta de Executivo!”

(O POVO / Vertical)