Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Comando da PM fará festa de promoções

Nesta sexta-feira, a partir das 16 horas, haverá solenidade de promoção de 502 policiais militares. O ato ocorrerá no Quartel do Comando da PM, no bairro de Fátima, tendo à frente o secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, Coronel Francisco Bezerra. São 414 praças e 88 oficiais.
Esta é o segundo grande evento de promoções nos quadros da ativa da PM neste ano. Em junho último, outros 802 militares, sendo 63 oficiais e 739 praças, foram contemplados com promoções, totalizando, somente neste ano, 1.304 policiais promovidos.

A cerimônia será encerrada com desfile dos promovidos e diversas tropas de elite da PMCE como RAIO, Batalhão de Choque, Cavalaria, GATE, Ronda, CPMA e BPTUR. O Comandante Geral da PMCE, Coronel Werisleik Pontes Matias, também integra a lista dos que farão a saudação.

Programa para democratizar água no semiárido provoca exclusão de entidade

59 1
Com o título “Para além da indignação, a esperança de retomar o diálogo, eis artigo de Elza Franco Braga, professora aposentada da UFC, consultora da Unilab e conselheira do Consea Nacional de Estadual. Ela aborda programas de acesso à água lançados pelo governo federal. Ela lamenta a exclusão, no processo de organismos como a Articulação do Semiárido (ASA). Confira:

Por quase oito anos, o Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), teve participação ativa na Comissão de Avaliação dos Programas de acesso à água para famílias difusas do semiárido:  P1MC – cisternas de placa, armazenando água para o consumo humano e P1+2  – utilização de outras tecnologias sociais de armazenamento de água para a produção. Tais Programas são fruto de uma parceria entre a Articulação do Semiárido (ASA), executora dos Programas e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) que aportava recursos e acompanhava o processo de implementação dos mesmos.

Esta Comissão, articulada pelo MDS proporcionava vários tipos de  vivências –  reuniões, oficinas, seminários, discussão de editais para  estudos avaliativos, análise de pesquisas realizadas,  viagens de campo e outras que permitiam apreender o desenho e suas atualizações, as dinâmicas de implementação dos Programas, seus desafios e os resultados alcançados.

Dentre os vários desafios, destacava-se a viabilização de novas formas de articulação do Estado e da sociedade civil que, mesmo reconhecendo as diferentes racionalidades em cada esfera,  as dinâmicas e sinergias, destacavam o caráter inovador  e exitoso de tais políticas públicas que, vão  para além do acesso à água de qualidade, ao contribuir efetivamente, para o processo de articulação das famílias e organizações sociais visando o desenvolvimento de estratégias de convivência sustentável com o  semiárido, via fortalecimento da sociedade civil,  mobilização, envolvimento e capacitação das famílias, com uma proposta de educação processual.

As viagens de campo mostraram, na área de atuação dos Programas,  famílias que viviam em estado de extrema pobreza e a sua não inclusão  no Cadastro Único do governo federal, inviabilizava sua inserção no Programa Bolsa Família. Neste caso, a ASA prestava informações sobre tais situações, visando sua reparação pelo poder público municipal. Também, existiam casos nos quais as narrativas apontavam para o acesso às duas águas e a outras políticas públicas, atestando um melhoramento do padrão alimentar e a produção do excedente comercializado através do  Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e nas feiras de agricultores familiares.

Destacamos ainda, as dezenas de premiações logradas pela ASA  junto a instituições nacionais e internacionais que  evidenciam o reconhecimento de sua  atuação no semiárido brasileiro, que através de quase 800 entidades da sociedade civil,  construiu 372 mil cisternas para o consumo humano e cerca de   9 930 tecnologias de armazenamento de água para a produção (9 mil cisternas-calçadão, 420 barragens subterrâneas, 302 tanques de pedra, 208 bombas d’água popular). Estas tecnologias viabilizaram a implantação/ampliação de  hortas, quintais produtivos e criação de pequenos animais e incidiram, sobretudo, no crescimento e diversificação do consumo e no aumento da renda familiar.

Diante disto, questiona-se o que levou o MDS a informar, unilateralmente, no dia 08/12/11 a interrupção da parceria com a ASA  e a opção de intensificar as parcerias com o poder público  nos estados e municípios e  anunciar a compra de milhares de cisternas de plástico/PVC de empresas  privadas que instalarão as mesmas na região? O boletim 1431 -15/12/1011, da Secretaria de Comunicação da  Presidência da República menciona que “cisternas plásticas darão segurança hídrica para 750 mil famílias do Semiárido até 2014”.

Frente a tais evidências, questiona-se: qual será a repercussão junto às famílias ainda não atendidas e às economias locais cujas compras geram trabalho e renda em cerca de 1130 municípios do  semiárido brasileiro? E o desdobramento desta decisão na atual estrutura de renda da região?

Concluindo e fazendo referência ao artigo do bispo da Diocese de Caruaru, Dom Bernadino Marchió, ao mencionar que a participação das vítimas da estiagem nesse tipo de debate quebrou a lógica antiga da seca controlada por setores políticos e, ao mesmo tempo, afirmou que “confesso que não entendi a decisão do MDS. Sempre se defendeu a participação popular e agora isso pode ficar comprometido”. Este sentimento de incompreensão e indignação é também, comungado por amplos setores da sociedade brasileira, embora reste a esperança de que a Presidenta Dilma ao refletir sobre os inúmeros resultados quantitativos e, sobretudo, qualitativos destes Programas junto às comunidades do semiárido, restabeleça o diálogo e autorize a renovação da parceria com a ASA.

* Elza Franco Braga é profª aposentada da UFC, consultora da Unilab e Conselheira do Consea Nacional e Estadual.

Projeto Tabuleiro de Russas triplica área de produção

58 1
O perímetro irrigado Tabuleiros de Russas, implantado pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS, em terras dos municípios de Morada Nova, Russas e Limoeiro do Norte, no Ceará, quase que triplicou sua área produtiva se comparado com 2010.

No ano passado aquele polo de desenvolvimento hidroagrícola possuía 1.752ha em ocupação, responsável por uma receita de R$ 33,8 milhões, empregando, direta e indiretamente, 5.256 trabalhadores. Neste ano de 2011 estão aptos para produção 5.110ha, ofertando 15.330 empregos diretos e indiretos, com receita até novembro superior a R$ 48,5 milhões e com previsão de ultrapassar os R$ 55 milhões até o final do ano.

Segundo o diretor de Desenvolvimento Tecnológico e Produção do DNOCS, Rennys Frota, esse incremento se deve em grande parte por duas medidas adotadas pela instituição: o processo de renegociação das dívidas dos irrigantes junto ao DNOCS e o processo de transferência de lotes agrícolas a terceiros, regulada pela portaria nº 312, de 14.07.2009, assinada pelo diretor geral do órgão, Elias Fernandes Neto.

Rennys Frota acrescenta que para 2012 as previsões são ainda mais promissoras, com a homologação de licitação de mais 53 lotes para uma área de 963ha remanescentes da primeira etapa do projeto e a implementação da assistência técnica aos pequenos produtores ao qual será realizada em convênio junto ao Distrito de Irrigação do perímetro. “O Tabuleiros de Russas já é um dos mais modernos e eficientes polos produtivos da agricultura irrigada no Brasil”, ressalta o diretor do DNOCS. Vale destacar que a 2ª etapa desse projeto, equivalente a 3.100ha, se encontra em plena implantação, devendo estar concluída em dezembro de 2012.

(Com DNOCS)

Diassis Martins anima confraternização da SDA

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=jYWzdCBBpL0[/youtube]

O cantor e forrozeiro Diassis Martins é atração, nesta quinta-feira, a partir das 20 horas, na festa natalina da Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Estado (SDA). Aceitou convite feito pelo amigo, o secretário Nelson Martins.

DETALHE – Diassis já está nos estúdios gravando CD “Diassis Martins canta Gonzagão” para lançar em 2012 – o ano do centenário de nascimento de Luiz Gonzaga.

Turquia eleva tom contra França após lei sobre genocídio

A Turquia suspendeu as relações políticas e militares com a França em resposta à aprovação pelo Parlamento francês, nesta quinta-feira, de uma lei que pune com prisão quem negar genocídios, o que inclui a matança de armênios por turcos otomanos em 1915.

Logo depois da aprovação da legislação, uma autoridade turca anunciou que a Turquia estava retirando seu embaixador da França em protesto contra a medida.

O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou a medida em entrevista coletiva, na qual definiu como “injusta, racista, discriminatória e hostil para com a Turquia” a lei francesa, que prevê multa de 45 mil euros e um ano de prisão a quem negar o caráter de genocídio ao extermínio de armênios ocorrido em 1915.

Segundo ele, o projeto “abrirá feridas irreparáveis e muito graves nas relações bilaterais” entre os países.

Milhares de turcos e franceses de origem turca se manifestaram no centro de Paris horas antes da votação do projeto, que agora será enviado ao Senado, para ser debatido em 2012. Os defensores da medida esperam que seja adotada antes que o Parlamento entre em férias no final de fevereiro e das eleições presidenciais.

Tensões aumentaram entre a França e a Turquia na semana passada por conta do projeto, apresentado por membros do partido do presidente Nicolas Sarkozy.

Erdogan já havia escrito uma carta a Sarkozy na semana passada, alertando que as relações políticas e econômicas sofreriam graves consequências se a lei fosse aprovada.

“Eu não entendo por que a França quer censurar a liberdade de expressão”, disse o presidente da associação Montargis, Yildiz Hamza, entidade que representa 700 famílias turcas na França, em frente à Assembleia Nacional antes da votação. “A cada cinco anos existe esse tipo de debate porque as eleições estão se aproximando.”

A Armênia, que tem o apoio de muitos historiadores e parlamentares, afirma que 1,5 milhões de armênios cristãos morreram na região que hoje constitui o leste da Turquia durante a Primeira Guerra Mundial, como parte de uma política deliberada de genocídio comandada pelo governo otomano.

Governos sucessivos na Turquia e grande parte dos turcos sentem que a acusação de genocídio seria um insulto direto à nação. O governo turco defende que houve muitas mortes dos dois lados durante os combates na região.

Em 2001, a França aprovou uma lei reconhecendo a matança dos armênios como genocídio, o que provocou irada reação da Turquia. Depois, em 2006, a Assembleia deu seu aval a uma lei criminalizando a negação do genocídio dos armênios, mas a medida foi rejeitada pelo Senado nesse mesmo ano.

O novo projeto é mais genérico, pois criminaliza a negação de qualquer genocídio, em parte na esperança de aplacar os turcos.

(das agências)

Ufa! Nada de greve em aeroportos

“O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), que reúne pilotos, copilotos e comissários, aceitou na tarde de hoje (22) a proposta salarial das empresas aéreas, afastando a possibilidade de greve nacional da categoria neste fim de ano. Três regionais do sindicato – Rio, Brasília e Belém – já haviam aceitado a oferta dos patrões, mas dependiam da assembleia dos trabalhadores de São Paulo, que respondem pela maior parte da categoria.

O secretário-geral do SNA, Sérgio Dias, disse que a decisão dos aeronautas paulistas foi a de aceitar a última proposta apresentada ontem (21) pelo Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea), de aumento salarial de 6,5%, com ganho real de 0,33% sobre a inflação, além de aumento linear de 10% para os pisos salariais, auxílio-alimentação e cestas básicas. A proposta também contempla os aeroviários, que trabalham em terra.
A assinatura do acordo por parte dos aeronautas deve ocorrer ainda hoje, na sede do Snea, no Rio.”

(Agência Brasil)

Corregedora do CNJ nega quebra de sigilo de mais de 200 mil juízes e servidores

103 4

A corregedora-geral de Justiça, ministra Eliana Calmon, rebateu nesta quinta-feira (22) as acusações de que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) esteja promovendo quebra de sigilo fiscal e bancário de mais de 200 mil juízes e servidores do Judiciário. Ela creditou as especulações “absurdas e desencontradas” ao trabalho de entidades classistas de juízes, que segundo ela, atuam em um “espetáculo dantesco”. “Só posso lamentar essa polêmica”, disse a corregedora em coletiva na manhã desta quinta-feira.

Calmon esclareceu que a investigação sobre o patrimônio de juízes é feita há quatro anos pela Corregedoria Nacional de Justiça e já passou por Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, pelo Amazonas e pelo Amapá. “Todos têm que apresentar suas declarações de bem e de renda de acordo com a lei e isso deve ser examinado pelos órgãos de controle, como a corregedoria e o Tribunal de Contas da União (TCU). É para apresentar para ficar dentro do arquivo? Não, é para examinar se tem transação ilícita”, esclareceu Calmon. Ela lembrou que a análise do patrimônio de parentes também é uma imposição legal da Lei de Improbidade.

De acordo com a ministra, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) informa à corregedoria o CPF de detentores de movimentações atípicas nos tribunais (com valores anuais acima de R$ 250 mil), e os técnicos fazem o cruzamento de dados com as declarações de renda de juízes e servidores.

A corregedora informou que a devassa começou em São Paulo porque esse é o estado com o maior aparelho Judiciário do país. O trabalho da corregedoria detectou 150 situações suspeitas no estado, como falta de informações de sobre o pagamento da correção monetária e o fato de 45% dos magistrados do estado não terem apresentado cópia do Imposto de Renda ao tribunal.

A ministra considera que a quantidade de problemas encontrados no estado é pequena em comparação com o tamanho do Judiciário local, que tem 45 mil servidores e dois mil juízes. “Não estou preocupada com São Paulo, é muito pouco. O local que mais me preocupa é Mato Grosso do Sul, onde nenhum juiz entregou informações sobre a renda”, disse a ministra.

Calmon também informou que seu gabinete não foi responsável por qualquer vazamento de informações sigilosas, uma vez que o cruzamento de dados ainda está em andamento, e o relatório ainda não ficou pronto. Ela também desmentiu que a corregedoria esteja investigando passivos trabalhistas da década de 1990, uma vez que a análise é restrita às folhas de pagamento de 2009 e 2010.

Segundo a ministra, o fato de as investigações serem de folhas recentes do Tribunal de Justiça de São Paulo também excluiu da investigação os ministros Cezar Peluso e Ricardo Lewandowski. Eles tomaram posse no Supremo Tribunal Federal em 2003 e 2006, respectivamente.

Calmon disse que não procurou os ministros para esclarecer qualquer mal-entendido porque a questão está na Justiça. “Não podemos conversar como se fosse clube de amigos. Os ministros têm que ficar em paz para decidir”.

(Agência Brasil)

Mesa Diretora da Assembleia não empossa suplente Tiago Campelo

101 2

O presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Cláudio (PSB), orientado pela Procuradoria Jurídica da Casa, decidiu não empossar o suplente de deputado Thiago Campelo (PSDB), em substituição ao deputado Neném Coelho(PSD). Durante a manhã desta quinta-feira, Thiago Campelo esteve na Assembleia com o objetivo de assumir a cadeira, pois a Casa havia sido notificada ontem.

Após ser informado pelo próprio Roberto Cláudio de que ele não seria empossado, em cumprimento à decisão do desembargador Rômulo de Deus, Campelo declarou que “essa decisão do presidente da Assembleia, deputado Roberto Cláudio, desmoraliza e afronta não ao PSDB ou ao deputado suplente Thiago Campelo, mas, sim, ao Poder Judiciário e a sociedade cearense”. Para ele, “é lamentável que o Chefe do Poder Legislativo Estadual não cumpra uma decisão do Poder Judiciário”.

DETALHE – O tucano adiantou ao Blog que adotará as medidas judiciárias cabíveis, devido essa decisão do Presidente da Assembleia de não empossá-lo na vaga.

Decreto detalha condições para que presos obtenham indulto natalino

Decreto presidencial publicado nesta quinta-feira (22) no Diário Oficial da União traz as regras para o indulto de Natal que, ao longo dos próximos meses, beneficiará uma parcela dos presos brasileiros com o perdão de suas penas. Segundo o Ministério da Justiça, cerca de 2% da população carcerária tem sido beneficiada anualmente nos últimos tempos. Atualmente, há aproximadamente 500 mil presos em todo o país.

A clemência é concedida aos presos condenados que não tenham cometido crimes hediondos (tortura, terrorismo ou tráfico de drogas e entorpecentes) e que já tenham cumprido parte de suas penas, com bom comportamento. A exceção em termos de comportamento são os presos paraplégicos, tetraplégicos, cegos ou com comprovada doença grave e permanente, além daqueles que estejam cumprindo medidas de segurança.

Entre os diferentes requisitos detalhados no decreto, há o de pessoas condenadas a penas superiores a oito anos e que, tendo completado 60 anos de idade, podem ser beneficiadas desde que tenham cumprido ao menos um terço da pena. Para quem já tem 70 anos, a exigência mínima é que tenha cumprido um quarto da pena.

Também podem se beneficiar do indulto os presos que têm filhos menores de 18 anos ou com deficiência física que exijam cuidados especiais, desde que tenham cumprido ao menos um terço da pena, em qualquer regime.

Compete aos diretores penitenciários informar às varas estaduais de Execução Penal quantos e que presos têm direito ao indulto ou à comutação, ou seja, a redução da pena. O pedido de concessão dos benefícios também pode ser apresentado pelas ouvidorias do Sistema Penitenciário e pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a pedido do próprio detento ou de seu representante legal. Para aprovar ou negar o pedido, o juiz deve ouvir o Conselho Penitenciário, o Ministério Público e o advogado do preso.

Todo o processo, desde a publicação do decreto de indulto até a soltura do preso, pode levar até seis meses. O indulto, portanto, não pode ser confundido com o chamado “saidão de Natal”, situação em que os condenados a cumprir pena em regime semiaberto são liberados para passar o período de festas em casa.

(Agência Brasil)

Jornal diz que Kim Jong-un foi a Disney com passaporte brasileiro

O novo líder norte-coreano, Kim Jong-un, visitou secretamente o Japão durante sua infância, utilizando uma falsa identidade com um passaporte brasileiro, e inclusive teria visitado a Disneylândia de Tóquio, informou nesta quinta-feira (22) o jornal “Yomiuri Shimbun”.

Ele foi acompanhado de outra criança, aparentemente seu irmão mais velho Jong-chul, completou o jornal.

Os dois irmãos entraram no Japão em 12 de maio de 1991 e partiram onze dias depois, utilizando passaportes brasileiros verdadeiros com uma identidade falsa, informou o Yomiuri, citando fontes dos serviços secretos.

Os dois obtiveram vistos japoneses em Viena e Kim, que então tinha 8 anos, passou-se por Joseph Pak. O jornal não informou se outras pessoas os acompanhavam.

Os serviços de segurança japoneses tiveram suspeitas sobre sua verdadeira identidade, mas quando foi iniciada a investigação eles já tinham saído do país.

Os recibos dos cartões de crédito mostram que “provavelmente” visitaram a Disneylândia nos subúrbios de Tóquio, completou o jornal.

Seu meio irmão Jong-nam, que hoje tem 40 anos, foi expulso do Japão em 2001 depois de ter tentado entrar nesse país com um passaporte dominicano falso. Na época, Jong-nam declarou aos funcionários da imigração que desejava visitar a Disneylândia.

(France Presse)

PRF inicia "Operação Natal" nesta 6ª feira

A Polícia Rodoviária Federal incia com blitz, a partir das 9 horas desta sexta-feira, a “Operação Natal”. A ação vai se estender até segunda-feira, segundo a assessoria de imprensa do órgão.

A blitz ocorrerá na BR 222 – Km 04, em frente aos prédios da Prevcon – antes da Lagoa do Tabapuá, em direção ao município de Caucaia. A PRF prevê que dure de uma a duas horas, dependendo do fluxo de veículos no local.

A ordem é marcação dura em se tratando de “Lei Seca”, conferência de documentação do motorista e do veículo e olho aberto contra alta velocidade.

Operação prende 15 milicianos no Rio; dez são policiais

A operação policial deflagrada nesta quinta-feira (22) resultou na prisão de 15 pessoas acusadas de envolvimento com milícias que atuam nos bairros de Brás de Pina e Cordovil, na zona norte do Rio. Até o fim da manhã, foram cumpridos 18 dos 30 mandados de prisão expedidos pela Justiça — três pessoas já estavam detidas.

Entre os presos estão um policial civil e nove policiais militares (cinco deles do 16º Batalhão). Continuavam foragidos um PM, um policial civil e um militar do Exército, além de nove civis. Todos foram denunciados pelo Ministério Público Estadual por formação de quadrilha armada.

Batizada de “Operação Lobão”, a ação conta com a participação de 250 policiais. O objetivo é desarticular três quadrilhas de milicianos.

As investigações, que duraram cinco meses, foram conduzidas pela CGU (Corregedoria Geral Unificada) e pela Draco (Delegacia de Repressão às Ações do Crime Organizado), com apoio do Ministério Público Estadual.

Segundo o delegado da CGU Marcelo Fernandes, responsável pelo inquérito, ficou comprovado nas investigações que as milícias exerciam domínio armado sobre a região e exploravam serviços clandestinos de TV a cabo e internet, além de transporte alternativo.

O órgão ainda investiga a participação de milicianos em homicídios ocorridos no local. O inquérito foi instalado após uma tentativa de assassinato supostamente praticada por integrantes de uma milícia contra um membro de outra.

O delegado disse que não foi possível apurar o faturamento dos bandos, mas afirmou que a região era muito “lucrativa”. Como exemplo, citou o preço cobrado pela chamada “gatonet”: R$ 30 por mês. De acordo com ele, a região tem cerca de 20 mil moradores.

Fernandes afirmou ainda que uma das milícias era comandada pelos irmãos André Luiz Menezes e Adilson Menezes, sargentos da PM. Eles já haviam sido presos na operação Herdeiros, realizada na semana passada pela secretaria.

Outra milícia, que se intitulava “Bando 556”, em referência ao calibre do fuzil utilizado por seus integrantes, tinha como líderes um sargento do Exército e um policial militar.

O terceiro grupo chama-se “Bando dos Galáticos” e é chefiado, de acordo com a CGU, pelo sargento da PM Márcio Gabriel Simão.

(Folha)

Presos cariocas transitam por Fortaleza antes de seguir para Penitenciária de Segurança Máxima de Mossoró

Uma movimentação de policiais federais cariocas e membros da Guarda Nacional se registrou, nesta tarde de quinta-feira, no Aeroporto Internacional Pinto Martins. Fortemente armados, os policiais conduziram para um dos voos com destino ao Rio Grande do Norte alguns presos procedentes do Rio de Janeiro.

Informações não oficiais davam conta de que se registrava a transferência de traficantes de favelas do Rio para a penitenciária de segurança máxima de Mossoró (RN).

A operação foi rápida e, segundo membros da Infraero, sigilosa, mas contando com o suporte da PF do Ceará. Por cerca de 40 minutos, os policiais aguardaram o voo próximo à pista de pousos e decolagens, enquanto os presos eram mantidos dentro de viatura.

(Foto – Paulo MOska)

Mantega: Ajuste fiscal supera meta e abre espaço para BC reduzir juros

“O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse hoje que o superávit primário do Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Cental) em novembro atingiu R$ 4,6 bilhões. No acumulado do ano, o esforço fiscal somou R$ 91,1 bilhões.

A meta de superávit primário do Governo Central este ano é de R$ 91,7 bilhões. De acordo com Mantega, o governo já ultrapassou a meta com o desempenho obtido nas primeiras semanas de dezembro, ainda não consolidado e que será divulgado no fim de janeiro de 2012. O ministro assegurou que essa economia extra de recursos será usada no abatimento dos juros da dívida pública administrada do Tesouro Nacional.

Para Mantega, o esforço fiscal mais intenso abre espaço para o Banco Central (BC) continuar com as reduções da taxa de juros, instrumento de estímulo à atividade econômica. “O resultado primário maior dá mais liberdade à execução da política monetária”, disse ele.

O superávit primário é a economia de recursos destinada ao pagamento dos juros da dívida pública. Os números completos do desempenho fiscal de novembro serão detalhados hoje à tarde pelo secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin.”

(Agência Brasil)

Aeroporto em clima de Natal

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=bnwYWUirdz4&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1&feature=plcp[/youtube]

Nesta tarde de quinta-feira, o Aeroporto Internacional Pinto Martins entrou em clima de Natal. A Orquestra de Sopro e Cordas do Conjunto Vila Velha, em Fortaleza, fez apresentação, dentro de uma programação natalina desenvolvida ao longo desta semana pela Superintendência da Infraero.

SERVIÇO

Orquestra de Sopro e Cordas – 86196741

TAM diz que greve em Congonhas acabou; há voos atrasados em SP

A TAM disse que a paralisação parcial de seus funcionários no aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, foi encerrada. A paralisação provocou atrasos e cancelamentos de voos na manhã desta quinta-feira (22).

De acordo com a Infraero (estatal que administra o aeroporto), 61 voos tiveram atrasos acima de 30 minutos, o que representa 48% do total programado no aeroporto no período das 0h às 14h desta quinta-feira. Também foram cancelados 20 voos, e havia outros seis voos atrasados por volta das 14h.

Segundo a TAM, parte dos funcionários do setor de rampa, responsáveis pelo manuseio de cargas e bagagens e pelos equipamentos de solo que atendem as aeronaves, cruzaram os braços desde a manhã.

A paralisação provocou o cancelamento de diversos voos da companhia e causa efeito cascata em outras empresas, como a Gol. Com as aeronaves paradas no aeroporto, não há espaço para outras operarem. A Gol afirma que seus funcionários não aderiram à paralisação.

A TAM afirma que “está totalmente empenhada em normalizar suas operações após o encerramento da paralisação parcial”, e que os serviços estão sendo gradualmente retomados. “A TAM lamenta os transtornos experimentados pelos clientes”, disse a empresa, em nota.

Os clientes podem conferir a situação de seus voos ligando para o número 4002-5700, nas capitais, ou 0800-5705700, para todo o Brasil.

Diversos passageiros reclamam da situação. O supervisor de engenharia Fabiano Belli, 44, disse que desistiu de uma viagem a trabalho a Brasília. Seu voo deveria ter decolado às 8h30, mas até as 10h ainda não havia previsão de horário.

“Os funcionários disseram pra gente que não tem gente para tirar as malas de dentro dos aviões. E que por isso não há previsão para nada. Quero ver quando chegar o ano da Copa”, disse.

Os aeroportos do Rio de Janeiro estão operando normalmente nesta quinta-feira, segundo a Infraero, apesar dos atrasos registrados no aeroporto de Congonhas estarem afetando algumas partidas do aeroporto Santos Dumont.

(Folha)

EM FORTALEZA, não se registrou, nesta tarde de quinta-feira, voos com atraso. A Infraero informou que operacionalmente não se registrou problema no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Casa do Estudante abre 25 vagas

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo 2012 de novos moradores da Casa do Estudante do Ceará. Apenas estudantes que moram no Interior do Estado podem concorrer às vagas. As inscrições serão recebidas até o dia 5 de janeiro.

As inscrições poderão ser realizadas na própria Instituição, por procuração ou, ainda, pelos Correios, via SEDEX, com data de postagem até o dia cinco de Janeiro de 2012. O valor da taxa de inscrição é de R$25,00 (vinte e cinco reais).

SELEÇÃO

O processo seletivo será feito em quatro etapas: Prova escrita e redação; análise de histórico escolar e renda declarada; entrevista com Psicóloga e período probatório com duração de seis meses. As provas serão aplicadas nos dias 18 e 19 de janeiro de 2012. A lista dos aprovados estará disponível a partir do dia 22 de janeiro de 2012.

SERVIÇO

Todas as informações sobre o processo seletivo de novos moradores da Casa do Estudante do Ceará estão disponíveis nos endereços: http://www.casadoestudante.org.br/ e no http://casadoestudantece.blogspot.com/

Cagece e Petrobras Biodiesel assinam contrato para Usina de Quixadá

O presidente da Cagece, Gotardo Gurgel, e o diretor industrial da Petrobras Biocombustíveis, Alberto de Oliveira Fontes Júnior, assinam na tarde desta quinta-feira (22), a partir das 14 horas, na sala da presidência da Cagece, o contrato de fornecimento de água à Usina Biodiesel de Quixadá, localizada no Sertão Cearense, a 167 quilômetros de Fortaleza.

De acordo com o contrato, a Cagece fornecerá para a Usina cerca de 150 mil metros cúbicos de água por dia.

Grupo Felizidade comemora o Natal

O grupo “Felizidade”, formado por gente da chamada Melhor Idade, realizará nesta sexta-feira, a partir das 7 horas, na Vila olímpica de Messejana, festa de confraternização natalina. Os cerca de 150 integrantes do projeto apoiado pela Secretaria de Esportes do Estado, prometem festejar o nascimento de Jesus com a famosa brincadeira do amigo secreto. O tradicional Papai Noel comparecerá ao, informa a coordenadora do projeto, Ruth Ferreira.

Criado em 2007 para incentivar o esporte e a saúde entre as pessoas da terceira idade, o projeto atende as comunidades das cinco Vilas Olímpicas (Conjunto Ceará, Genibaú, Messejana, Canindezinho) administradas pela Sesporte. 

Atualmente, atende cerca de 1000 idosos, com faixa etária a partir de 50 anos, distribuídos nas cinco Vilas Olímpicas.