Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

PT do Ceará faz encontro neste sábado. A ordem é ofensiva contra o governo Bolsonaro

José Guimarães deve ser o líder das minorias na Câmara.

Neste sábado, às 9 horas, no Hotel Amuarama (Bairro de Fátima), o Partido dos Trabalhadores fará reunião com membros do seu diretório estadual.

O objetivo é discutir a organização da campanha Lula Livre no Ceará, a Frente em Defesa dos Direitos do Povo e contra os retrocessos do governo Bolsonaro.

Na prática, a agenda será a definição de novos atos em favor de Lula e, no plano parlamentar, postura contrária às reformas propostas pelo atual governo. O alvo prioritário é a derrubada de matérias que digam respeito à reforma da Previdência.

(Foto – Arquivo)

Confira o plantão do TJ do Ceará para este fim de semana

Magistrados da Capital e de comarcas do Interior atenderão, em regime de plantão, neste fim de semana. No Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o atendimento será feito pelos desembargadores Francisco de Assis Filgueira Mendes e Francisco Lincoln Araújo e Silva. Os magistrados atenderão, respectivamente, neste sábado (26) e domingo (27), das 12 às 18 horas, no Palácio da Justiça (Bairro Cambeba), em Fortaleza. A informação é da assessoria de imprensa do TJCE.

No Fórum Clóvis Beviláqua, o plantão ficará a cargo da 19ª e 20ª Varas Cíveis, da 20ª Unidade do Juizado Especial Criminal e do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Capital. Os juízes estarão disponíveis das 12h às 18h. Os pedidos de natureza cível, no âmbito de competência da Infância e da Juventude, destinados apenas para apreciação de casos urgentes, serão analisados pelos citados plantonistas.

Interior

No Interior, o atendimento acontecerá das 8h às 14h nos fóruns das comarcas de Juazeiro do Norte (Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher), Crato (2ª Vara Cível), Iguatu (3ª Vara), Aurora (Vara Única), Cedro (Vara Única), Senador Pompeu (Vara Única), Itapiúna (Vara Única), Russas (1ª Vara), Fortim (Vara Única), Maracanaú (1ª Vara Criminal), Aquiraz (JECC), Caucaia (Vara Única da Infância e da Juventude), Santana do Acaraú (Vara Única), Sobral (3ª Vara Cível), Granja (2ª Vara), Tianguá (3ª Vara), Carnaubal (Vara Única), Tamboril (Vara Única), Parambu (Vara Única) e Canindé (1ª Vara).

Tragédia de Brumadinho – Justiça mineira bloqueia R$ 1 bilhão em contas da Vale

409 1

A Justiça de Minas Gerais determinou, no fim da noite dessa sexta-feira (25), o bloqueio de R$ 1 bilhão em contas da Vale, após o rompimento da barragem da mineradora em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. A informação é do Portal G1.

Segundo decisão liminar do juiz Renan Chaves Carreira Machado, o bloqueio atende a um pedido do governo do estado de MG para “imediato e efetivo amparo às vítimas e redução das consequências” do desastre.

O valor bloqueado deve ser transferido para uma conta judicial. Entre outras medidas, a mineradora também fica obrigada a apresentar um relatório sobre as medidas de ajuda às vítimas em até 48 horas.

(Foto – Corpo de Bombeiros de Minas)

SSPDS deflagra operação saturação em Fortaleza. Na ação, mais de mil agentes

230 1

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) deflagrou a Operação Contra-ataque. A ofensiva, a maior já realizada no Ceará, segundo a assessoria de imprensa do órgão, tem como objetivo realizar saturação em pontos sensíveis de Fortaleza e Região Metropolitana apontados pelos setores de inteligência policial.

As vinculadas da SSPDS – Polícia Militar do Ceará (PMCE), Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) e Perícia Forense do Ceará (Pefoce) –, a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e órgãos municipais e federais parceiros – Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), Autarquia Municipal de Fortaleza (AMC), Agência de Fiscalização do Fortaleza (Agefis) e Polícia Rodoviária Federal (PRF) – participam da iniciativa atuando em conjunto.

Milhares de agentes de segurança, trânsito e fiscalização, centenas de viaturas, três aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da SSPDS e um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal (PRF) atuam de forma integrada no combate à criminalidade, realizando cercos, ações de saturação, cumprimento de mandados, barreiras de fiscalização.

Os agentes penitenciários agem na busca de foragidos e conferindo a localização de apenados que usam tornozeleiras eletrônicas. Mais detalhes da Operação Contra-ataque serão divulgados, neste sábado (26).

(Foto – SSPDS)

Presidente da Vale diz que tragédia em Brumadinho é mais humana do que ambiental

225 1

O presidente da Vale, Fábio Schvartsman, disse na noite de hoje (25) que o rompimento da barragem na Mina Feijão, em Brumadinho (MG), terá um impacto mais humana do que ambiental. Segundo ele, a maior parte das vítimas são funcionários da empresa. “Dessa vez é uma tragédia humana. Estamos falando de uma quantidade provavelmente grande de vítimas. Não sabemos quantas, mas sabemos que será um número grande”, disse.

A avaliação foi apresentada durante coletiva de imprensa ao ser questionado se o episódio se equipara à tragédia de Mariana (MG), ocorrida em novembro de 2005, quando se rompeu uma barragem da Samarco, empresa da qual a Vale é uma das acionistas. Na ocasião, 19 pessoas morreram e centenas ficaram desalojados em decorrência da destruição de comunidades. Considerada a maior tragédia ambiental do país, o episódio provocou ainda devastação de florestas e poluição da bacia do Rio Doce.

No caso do rompimento em Brumadinho, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais confirmou sete mortes e estima que cerca de 200 pessoas estão desaparecidas. A Vale não divulgou número de mortes. “Mas certamente haverão”, disse Schvartsman.

De outro lado, o presidente da Vale avalia que o dano ambiental será menor em comparação com o ocorrido na tragédia de Mariana. “Como a barragem era inativa, o material era razoavelmente seco. E consequentemente, ele não tem poder de se deslocar por longas regiões. A parte ambiental deve ser muito menor e a parte humana terrível”, reiterou. Segundo ele, o rejeito não irá além de onde ele está nesse momento.

Schvartsman informou que haviam cerca de 300 funcionários próprios e terceirizados na Mina Feijão quando houve o rompimento. Parte deles estava em um refeitório, que foi soterrado, mas pelo menos 100 foram localizados. O presidente da Vale não soube dizer com segurança o que houve com o sistema de sirenes estruturado para avisar previamente a ocorrência de acidentes. “É provável que elas tenham funcionado, mas a velocidade com que isso ocorreu impediu que se tivesse qualquer benefício”.

A Vale organizou um gabinete de crise com a participação de seus diretores.

(Agência Brasil)

Tragédia de Brumadinho repercute na imprensa internacional

A tragédia do rompimento da barragem em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte, foi destaque na imprensa internacional. Os principais jornais da Argentina, da Espanha, do Reino Unido, dos Estados Unidos e da França ressaltaram os números do desastre: pelo menos sete mortos e 200 desaparecidos. Também associaram o fato ao rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, Minas Gerais, em novembro de 2015.

O jornal argentino Clarín disponibilizou vídeos e detalhes sobre os desdobramentos da tragédia. O texto menciona que “um rio de lodo” destruiu casas próximas a Brumadinho.

No espanhol El País, o destaque é o trabalho dos bombeiros. O jornal descreve o acidente e detalha que o local parece um “mar de lama” e menciona o fato de a empresa Vale buscar explicações para o ocorrido e prestar assistência às vítimas.

O britânico The Guardian cita a imprensa local de Minas Gerais para informar que 50 pessoas, pelo menos, podem ter morrido no local, onde há cerca de 200 desaparecidas. No texto, há também a descrição de como ficou a região após o acidente.

No jornal norte-americano The New York Times, o texto menciona a tragédia e destaca que, no momento que houve o rompimento, aproximadamente 100 empregados estavam almoçando e que o restaurante foi destruído.

O francês Le Monde diz que “depois da catástrofe de Mariana”, um novo acidente ocorreu no Brasil, em Minas Gerais, e envolvendo a empresa Vale.

(Agência Brasil)

Tasso, Eduardo Girão e Capitão Wagner garantem apoio a Camilo no enfrentamento à violência

514 2

O governador Camilo Santana postou há pouco, em sua página no Facebook, o apoio dos senadores Tasso Jereissati e Eduardo Girão, além do deputado federal Capitão Wagner, no enfrentamento à violência no Ceará, que desde o início do ano registra ataques a ônibus, transportes escolares, carros-pipa, estações de energia elétrica, viadutos, entre outros equipamentos públicos e particulares.

“Recebi há pouco, na sede do Governo, os senadores Tasso Jereissati e Luís Eduardo Girão, e o deputado Wagner Souza. Conversamos sobre as ações de enfrentamento ao crime que o Ceará tem feito e sobre a importância do envolvimento do Governo Federal nessa luta. Agradeço aos parlamentares pela disposição demonstrada em ajudar o nosso Estado”, disse Camilo.

(Foto: Facebook)

Fevereiro seguirá com bandeira tarifária verde

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou hoje (25) que a bandeira tarifária para fevereiro de 2019 será a mesma de janeiro: verde, sem custo extra para os consumidores. Apesar da manutenção da bandeira verde, o mês de janeiro apresentou volume menor de chuvas que o esperado.

Em nota, a agência disse que, “mesmo com a elevação do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) provocada pela diminuição das chuvas em janeiro, a estação chuvosa está em curso, propiciando elevação gradativa da produção de energia pelas usinas hidrelétricas e melhora do nível dos reservatórios, com a consequente recuperação do risco hidrológico (GSF)”.

O GSF e o PLD são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada, disse a Aneel.

Sistema
O sistema de bandeiras tarifárias foi criado, de acordo com a Aneel, para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. A adoção de cada bandeira, nas cores verde (sem cobrança extra), amarela e vermelha (patamar 1 e 2) está relacionada aos custos da geração de energia elétrica. Na amarela há o acréscimo de R$ 1 a cada 100 kWh (quilowatts-hora). Na vermelha no patamar 1, o adicional nas contas de luz é de R$ 3 a cada 100 kWh; no 2, o valor extra sobe para R$ 5.

Dicas de economia
Para evitar aumento significativo nas contas, a Aneel dá dicas para que os consumidores economizem energia. Entre elas a de, no caso do uso de chuveiros elétricos, se tomar banhos mais curtos e em temperatura morna ou fria.

A agência sugere também a diminuição no uso do ar condicionado e que, quando o aparelho for usado, que se evite deixar portas e janelas abertas, além de manter o filtro limpo. A Aneel sugere, ainda, que o consumidor tenha atenção para deixar a porta da geladeira aberta apenas o tempo que for necessário e que nunca se coloque alimentos quentes em seu interior.

Uma outra dica da Aneel para que o consumidor economize energia é a de juntar roupas para serem passadas de uma só vez e que não se deixe o ferro de passar ligado por muito tempo. Sugere também que, durante longos períodos de ausência, o consumidor evite deixar seus aparelhos em stand-by. Nesse caso, o mais indicado é retirá-los da tomada.

(Agência Brasil)

Neste ultimo fim de semana das férias, sete das 11 praias de Fortaleza estão boas para o banho

Neste último fim de semana das férias escolares e da alta estação do turismo, sete das onze praias de Fortaleza monitoradas pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) estão próprias para banho. É o que informa o boletim semanal de balneabilidade divulgado, nesta sexta-feira (25),  pela assessoria de imprensa do órgão.

A lista está disponível no site e no aplicativo da autarquia, ajudando cearenses e turistas na escolha da praia para o lazer e a prática de esportes.

Praias

Na Zona Centro, estão próprias as praias localizadas entre a Volta da Jurema e a foz do Riacho Maceió, e entre a obra do Aquário e o espigão da rua João Cordeiro.

Na Zona Leste, estão próprias todas as praias da extensão da Praia do Futuro, com exceção do trecho localizado entre os postos 1 e 2 do Corpo de Bombeiros.

Na Zona Oeste, os dois trechos compreendidos entre a avenida Philomeno Gomes e a rua Lagoa do Abaeté está aprovados.

(Foto – Arquivo)

Tragédia em Brumadinho requer providências firmes, diz Raquel Dodge

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse hoje (25) que o rompimento da Barragem da Mina Feijão, em Brumadinho (MG), requer providências firmes das instituições. Em nota à imprensa, Dodge também lamentou o desastre.

“É mais uma tragédia humana e ambiental que atinge o estado e que reforça a preocupação com problemas crônicos e graves em nosso país”, disse Dodge.

De acordo com a PGR, a procuradora entrou em contato com o Ministério Público Federal (MPF) em Minas para oferecer apoio integral na investigação dos fatos.

A barragem rompeu-se na cidade de Brumadinho, próxima a Belo Horizonte, por volta das 13h. De acordo com as últimas informações do Corpo de Bombeiros, aproximadamente 200 pessoas estão desaparecidas.

A estrutura, que pertence à Vale, liberou no meio ambiente um volume ainda desconhecido de rejeitos de mineração.

OAB
A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) informou hoje (25) que integrantes da Comissão Nacional de Direito Ambiental da OAB e da Comissão Ambiental da OAB de Minas Gerais foram para Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, para prestar assistência à comunidade e acompanhar a execução das medidas no local.

“A relação entre o meio ambiente e a mineração, atividade essencial para a economia brasileira, demanda rigor na aplicação das normas do Direito Ambiental para que seja possível aumentar a previsibilidade de incidentes e atuar de forma preventiva contra os efeitos negativos da exploração mineral.”

Para a OAB, é necessário urgentemente alterar a legislação em vigência para buscar impedir tragédias como a registrada hoje. “É preciso destacar ainda que, poucos anos após o desastre de Mariana, essa nova ocorrência demostra a necessidade urgente de modificação na legislação sobre barragens para disposição de rejeitos de mineração.”

(Agência Brasil)

McDonald’s deve gerar mais de 18 mil vagas em 2019

O McDonald’s estima gerar cerca de 18 mil empregos somente neste 2019 no país, cerca de 20% a mais do que no ano de 2018. Isso com a inclusão de jovens em suas redes. “Cerca de 90% de nosso quadro de funcionários no Brasil é formado por colaboradores de até 25 anos. E são eles, os jovens, a quem confiamos o nosso negócio com o objetivo de trazer comida de qualidade, sabor e experiência extraordinária aos mais de 2 milhões de clientes que todos os dias escolhem nossos restaurantes para fazer suas refeições”, afirma Paulo Camargo, presidente da Divisão Brasil da Arcos Dorados, maior franquia independente do McDonald’s no mundo, com atuação em 20 países da América Latina e Caribe.

Em 2018, a Arcos Dorados abriu, de acordo com sua assessoria de comunicação, para 15 mil jovens brasileiros a oportunidade de ingressar em um trabalho formal. Este número significa a inserção de quase 1.250 pessoas por mês e uma média de 40 novas oportunidades por dia. A empresa permite que eles aprendam normas e metodologias de trabalho em equipe, em uma operação altamente exigente e adquiram experiência relevante para um maior desenvolvimento profissional. “Cumprimos um importante papel social de capacitar esse jovem e oferecer uma carreira. O desemprego juvenil é a terceira maior problemática da América Latina e estamos comprometidos em reduzir esses números alarmantes”, diz o executivo.

Nos últimos três anos, a companhia gerou, aproximadamente, 48 mil oportunidades de emprego para jovens no Brasil, entre 17 e 25 anos, e para muitos deles esta foi a primeira experiência profissional. Devido à preocupação com a qualificação dos jovens, a empresa conta com o apoio de instituições de grande reputação, como por exemplo o Instituto Ayrton Senna, que trabalha a educação e capacitação juvenil no país.

(Foto – Divulgação)

Bolsonaro confirma ida a Brumadinho

O presidente Jair Bolsonaro fez hoje (25) um pronunciamento, no Palácio do Planalto, para anunciar as medidas emergenciais para tentar buscar soluções para “minorar” a tragédia, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. Ele confirmou que amanhã (26) cedo estará no local. Também destacou que um gabinete de crise monitora a situação.

Bolsonaro reiterou o envio nesta sexta-feira para a região dos ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles; de Minas e Energia, almirante Beto Albuquerque Júnior; e Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto.

(Agência Brasil)

Heitor Férrer ameaça ação popular se Cagece reajustar tarifa acima da inflação

288 1

A Cagece vai reajustar a tarifa de água e esgoto, com a perspectiva de que a majoração fique em 15%.

Para o deputado estadual Heitor Férrer, um absurdo contra a classe trabalhadora que, no seu reajuste salarial, sempre sai perdendo.

Heitor ocupou suas redes sociais e abordou o assunto, fazendo um levantamento dos últimos aumentos da conta de água do cearense. Ele ameaça entrar com ação popular se a Cagece majorar a tarifa  como deseja.

FMI diz que a não aprovação das reformas pode comprometer economia do Brasil

O Congresso Nacional precisa aprovar as reformas estruturais, como a da Previdência, para reduzir o déficit público e assegurar a sustentabilidade da dívida do governo, disse o Fundo Monetário Internacional (FMI) em relatório divulgado hoje (25). O fundo sugeriu que a falta de avanços na aprovação da reforma da Previdência e no reequilíbrio das contas públicas pode agravar os riscos para a economia do país e reduzir o crescimento da América Latina.

Há duas semanas, o fundo elevou de 2,4% para 2,5% a previsão de crescimento para a economia brasileira em 2019. Em compensação, o órgão diminuiu de 2,3% para 2,2% a estimativa para 2020. O FMI elogiou a agenda de reformas do governo, mas informou que as projeções de crescimento só serão alcançadas caso as medidas avancem.

“A agenda reformista pró-mercado da nova administração ajudou a impulsionar a confiança no ambiente de negócios e a melhorar as projeções de crescimento de curto prazo. As prioridades-chave são reformar o sistema de Previdência e reduzir o déficit orçamentário para assegurar a sustentabilidade da dívida pública”, destacou o documento.

O FMI classificou a não aprovação das reformas estruturais como um dos principais riscos para a economia latino-americana em 2019, junto com as eleições gerais na Argentina e um possível aumento de gastos públicos pelo governo recém-empossado no México.

“No Brasil, a confiança do mercado pode deteriorar-se com a falta de progresso nas reformas da Previdência ou na consolidação fiscal. O ambiente de negócios no México pode ser afetado se o papel do setor público na economia se expandir, se a posição fiscal se deteriorar ou se houver retrocessos no novo pacto comercial com os Estados Unidos e o Canadá. Na Argentina, as eleições gerais em 2019 podem reduzir o apetite para reformas”, destacou o fundo em nota.

O FMI projeta crescimento de 2% para a economia da América Latina em 2019 e 2,5% em 2020. Segundo o fundo, essa expansão está bem abaixo de economias emergentes em outras regiões do planeta.

(Agência Brasil)

Justiça do Trabalho manda parque aquático indenizar funcionária vítima de assédio sexual

O Complexo Turístico Beach Park, parque aquático situado em Aquiraz (Região Metropolitana de Fortaleza), foi condenado na primeira e na segunda instâncias da Justiça do Trabalho do Ceará a pagar uma indenização de R$ 30 mil a uma funcionária vítima de assédio sexual. A decisão é da Segunda Turma do TRT, que confirma sentença da Vara do Trabalho do Eusébio e foi publicada no dia 21 de janeiro, informa a assessoria de imprensa desse tribunal.

Na ação trabalhista, a trabalhadora narra que recebia propostas e “cantadas”, sempre em forma de “duplo sentido”, de seu coordenador. O superior visitava com frequência o quiosque em que ela trabalhava como vendedora e fazia convites para sair, para jantar e oferecia caronas após o expediente, sempre com insinuações de cunho sexual. Em umas das vezes, segundo a funcionária, ele teria mostrado fotos de mulheres seminuas, e perguntado se ela teria fotos semelhantes para ele ver.

O relato da funcionária do parque foi confirmado por uma das testemunhas que também teria sido vítima do assediador. “O superior hierárquico, tanto da autora como da segunda testemunha, adotava o mesmo modus operandi, ou seja, utilizava de sua condição hierarquicamente superior para expor suas subordinadas a situações constrangedoras, violadoras de sua liberdade sexual”, escreve na sentença a juíza do trabalho Kaline Lewinter.

Diante da situação constrangedora, as duas funcionárias procuraram a assistente social do Beach Park. Após um mês sem retorno da empresa, elas resolveram entrar em contato com sindicato da categoria, que também não tomou nenhuma providência. Ainda sofrendo assédios, dirigiram-se à gerência de Recursos Humanos do parque, que chegou a realizar uma reunião com os envolvidos. No entanto, no dia seguinte, a funcionária foi informada pela gerência que nada poderia fazer para ajudá-la, pois o acusado era muito antigo na empresa. Quatro meses depois, a trabalhadora foi surpreendida com uma demissão sem justa causa.

O gerente comercial e superior hierárquico do assediador confirma que o parque tinha conhecimento das denúncias, e omitiu-se na apuração e punição do responsável. Na sentença, a magistrada de primeiro grau considerou grave o fato de a empresa não ter anexado ao processo cópia do procedimento interno para apurar a denúncia de assédio. Ela considerou que tal omissão ratifica a conduta do Beach Park em não punir o agressor.

“Conforme se pode depreender, sobressai indubitável a insensibilidade e indiferença por parte da empresa demandada diante da situação vivenciada pela obreira”, afirma o relator do processo na Segunda Turma do TRT/CE, desembargador Francisco José Gomes da Silva. Em seu voto, o magistrado explica que o assédio sexual caracteriza-se por atitudes inoportunas, que abalam a autoestima do empregado pela sua repetição, traduzindo-se em situações de constrangimento. “No caso, todo o cenário emergente dos autos revela que a reclamante, efetivamente, sofrera humilhações capazes de abalar sua honra subjetiva e objetiva”, conclui.

Da decisão, cabe recurso.

Bolsonaro quer ir a Brumadinho, informa porta-voz

O presidente Jair Bolsonaro tem intenção de ir a Minas Gerais amanhã (26), às 8 horas, para acompanhar de perto a situação na cidade de Brumadinho, onde uma barragem se rompeu na manhã de hoje (25). Além disso, o governo montou um Gabinete de Crise para tratar do assunto. O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, leu uma nota oficial do governo federal a respeito da tragédia.

“O presidente da República lamenta as eventuais perdas de vidas ocasionadas pelo rompimento da barragem na cidade de Brumadinho em Minas Gerais. [Ele] determinou o imediato estabelecimento de gabinetes para acompanhar evolução da situação, tanto no Palácio do Planalto, quanto no Ministério do Meio Ambiente. […] O Presidente da República tem a intenção de se deslocar para a região no sábado (26), às 8h”, disse o porta-voz. Se a viagem de Bolsonaro se confirmar, ocorrerá um dia antes da ida do presidente para São Paulo, onde se submeterá a uma cirurgia para retirada da bolsa de colostomia.

Twitter

Pelo Twitter, Bolsonaro já havia lamentado o ocorrido. “Lamento o ocorrido em Brumadinho-MG. Determinei o deslocamento dos ministros do Desenvolvimento Regional [Gustavo Canuto] e Minas e Energia [Bento Costa Lima], bem como nosso secretário Nacional de Defesa Civil [Alexandre Lucas] para a região”, afirmou o presidente na rede social.

A Vale do Rio Doce, empresa responsável pela barragem, divulgou nota sobre o acidente. “As primeiras informações indicam que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Ainda não há confirmação se há feridos no local. A Vale acionou o Corpo de Bombeiros e ativou o seu Plano de Atendimento a Emergências para Barragens”, informou a empresa.

(Agência Brasil)

Barragem da Vale em Brumadinho rompe e deixa 200 desaparecidos

Uma barragem da mineradora Vale se rompeu nesta sexta, em Brumadinho, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Há 6 feridos e 200 desaparecidos, segundo confirma o Corpo de Bombeiros. A informação é do Portal G1.

A Vale informou que o rompimento ocorreu no início da tarde de hoje, na Mina Feijão.

Rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Cidades à margem do Rio Paraopeba temem contaminação.

Primeira captação no Hospital Regional de Quixeramobim garante cinco órgãos para transplante

Profissionais da saúde e da segurança se mobilizaram para fazer a primeira captação de órgãos no Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), em Quixeramobim. Graças ao sim de uma família que perdeu um ente querido, foram doados dois rins, um fígado e duas córneas de uma paciente de 44 anos que teve diagnóstico de morte encefálica.

A captação, realizada nessa quinta-feira, envolveu pelo menos 10 profissionais no hospital em Quixeramobim, dois pilotos da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) e quatro profissionais da Central de Transplantes. Quando se fechou o diagnóstico de morte encefálica e a família autorizou a doação, a Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) do HRSC notificou a Central de Transplantes e a operação de captação foi articulada. O fígado captado já foi transplantado e os outros órgãos foram ofertados para transplante.

“Criamos uma força tarefa no hospital, onde participaram cirurgiões, clínicos, neurologistas, enfermagem, serviço social e fisioterapia, para que essa captação múltipla tivesse êxito. Mas nada disso seria possível se não fosse a decisão da família, que em um momento de dor fez esse ato nobre”, destaca o diretor de processos assistenciais do HRSC, Cristiano Rabelo.

Também foi a primeira vez que a aeronave de modelo alemão H135, em operação há cerca de dois meses para o Governo do Ceará, atuou nessa finalidade, segundo o major Sílvio Assunção, da Ciopaer.

(Foto – Divulgação)