Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Atendendo à decisão do STJ, polícia federal reduz inspeções em aeroportos

Os policiais federais do país acataram a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ)e reduziram a inspeção de documentos e bagagens nos aeroportos do país. Segundo o diretor de estratégia sindical da Federação Nacional dos Policias Federais (Fenapefe), Paulo Paes, a determinação judicial implica em “não fiscalização” por parte dos agentes, chamada informalmente de operação sem padrão.

“Temos que respeitar, mas é no mínimo questionável que a Justiça determine que a Polícia Federal não realize suas atribuições de competência constitucional”, argumentou. Paes destacou que não existe número suficiente de servidores para atender a demanda dos aeroportos e fronteiras. “Mostramos ao governo que os aeroportos estão fragilizados pela pouca efetividade de pessoal. Agora voltamos à fiscalização normal, que é não fiscalizar”, disse.

A decisão judicial considerou “ilegal” a operação-padrão dos agentes e determinou que a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal “se abstenham de realizar qualquer operação-padrão, que implique abuso ou desafio, de modo que mantenham o seu exercício profissional no nível da sua respeitável tradição”. O descumprimento da determinação implicará multa diária de R$ 200 mil aos sindicatos da categoria.

Nesta quinta-feira, 16, os agentes da Polícia Federal intensificaram a checagem de documentos e bagagens nos principais aeroportos do país, em protestos por reestruturação de carreira. A medida provocou filas e atraso nos voos. “O governo não gostou porque mostramos a eles a fragilidade dos aeroportos e das fronteiras”, disse o diretor do Fenapefe.

Paes diz que a categoria continua em greve. Os únicos serviços prestados é segurança de instalação, custódia de presos e emissão de passaportes emergenciais. Os representantes da categoria têm uma nova reunião agendada com o governo na próxima terça-feira, 21.

(Agência Brasil)

Guerra da Borracha – Filme de cineasta cearense contará essa história

“Guerra da borracha” é o novo filme do cineasta cearense Wolney Oliveira. As filmagens começaram nesta semana no Amazonas e deverão incluir o Ceará e Acre, além de tomadas nos EUA e Alemanha.

Segundo Wolney, a ordem é contar um pouco da saga de 30 mil cearenses que foram explorar a borracha na Região Norte no período da II Guerra Mundial.

A convocação, na época, é para produzir borracha para países envolvidos na guerra.

* Confira um pouco dessa história aqui.

Vem aí a Campanha Amigos em Ação

Começa a mobilização em torno de uma campanha tradicional e que resulta em benefícios para entidades filantrópicas de Fortaleza, com entrega durante o período do Natal. Trata-se da Campanha “Amigos em Ação”, realizada desde 1992.

As cartas pedindo doação de alimentos aos vários empresários e profissionais liberais já envolvidos na campanha estão sendo enviadas pelos organizadores. Também está aberta a sugestão das seis entidades a serem beneficiadas com as doações. As sugestões devem ser encaminhadas pelo e-mail: amigosemacao@alessandrobelchior.com.br.

Quem pede a divulgação é Sebastião Viana da Silva Jr., de Alessandro Belchior Administração de Imóveis Ltda.

Centro de Eventos – Show de humor no Giro Cultural

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=WXu8y9TKCDk&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=4&feature=plcp[/youtube]

Neste sábado, acontece o Giro Cultural, uma série de shows aberto ao público e que faz parte ainda da programação que inaugura o Centro de Eventos. Entre as atrações, humoristas cearenses. Quem dá os detalhes para o Blog é Lailtinho Brega.

“Pedala Fortaleza” marca inauguração de ciclovia

Essa informação é do site da Prefeitura de Fortaleza:

Neste domingo, acontece a quarta edição do “Pedala Fortaleza”. O passeio ciclístico terá concentração a partir das 7 horas, na Lagoa da Maraponga, com saída às 8 horas. Esta edição marcará a inauguração da ciclofaixa da Avenida Benjamim Brasil, que interligará as ciclovias das avenidas Godofredo Maciel e Expedicionários. O percurso será pelas avenidas Godofredo Maciel, Benjamin Brasil, Expedicionários, Presidente Costa e Silva (Perimetral), ruas Wenefrido Melo, Santa Marlúcia, Alfredo Mamede, Wenefrido Melo, General Cordeiro Neto, Avenida Godofredo Maciel e Rua Suíça, totalizando 13,5 km.

Ciclistas que já participaram de edições anteriores só precisam informar, no ato da inscrição, nome completo e e-mail, além de declarar se deseja reservar uma bicicleta para alugar no evento e assinalar o Termo de Responsabilidade. Os demais deverão preencher todo o formulário de inscrição, disponível no portalwww.fortaleza.ce.gov.br. Os primeiros mil inscritos que chegarem na concentração receberão camisas do “Pedala Fortaleza”, distribuídas por empresas apoiadoras do evento.

 

TRT/CE – Mais um na disputa pela vaga de desembargador federal

Depois de Marcelo Uchoa ter deixado a Coordenadoria Estadual dos Direitos Humanos para entrar na disputa por vaga de desembargador federal do Tribunal Regional do Trabalho, do Ceará, eis que surge mais um nome nessa peleja tocada pela OAB estadual. O advogado trabalhista Fernando Cavalcanti é candidato.

Em seu currículo, Cavalcanti conta ter dedicado 18 dos seus 42 anos de vida ao direito do trabalho. Professor acadêmico da área trabalhista, dividia seu tempo entre o escritório particular, a assessoria jurídica para a Prefeitura Municipal de Fortaleza e o dever de lecionar. Fernando Cavalcanti se desvinculou da PMF na semana passada e realizou sua inscrição na OAB na última segunda-feira.

 

63,8% dos fortalezenses estão na “pendura”

“No mês de agosto, 63,8% dos consumidores de Fortaleza registram algum tipo de dívida. O resultado está 0,5 pontos percentuais acima do verificado em julho (63,3%), mas inferior ao observado em agosto do ano passado (65,8%).
Os números indicam que o fortalezense está buscando manter o orçamento controlado. É o que dizem dados da Pesquisa do Perfil de Endividamento do Consumidor de Fortaleza, realizada pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC), em parceria com o Banco do Nordeste (BNB).

O valor médio das dívidas atingiu o patamar de R$ 920 e prazo médio de seis meses, comprometendo 28,2% da renda familiar dos consumidores com o seu pagamento. Os instrumentos de crédito mais utilizados pelos consumidores são: cartões de crédito, citado por 82,9% dos entrevistados; o financiamento bancário (veículos, imóveis etc.), com 13,4%; os empréstimos pessoais, com 9,1%; e os carnês e crediários, com 8,7% das respostas.

O consumidor utilizou o crédito para a compra de itens de alimentação (44,7% das respostas), eletroeletrônicos (43,9%), artigos de vestuário (41,1%) e a realização de despesas de educação e saúde (18,6%).”

(O POVO Online – Economia)

Maior queijo do mundo é fabricado em Quixeramobim

475 1

Doze mil litros de leite foram utilizados para preparar o maior queijo coalho do mundo. O laticínio pesa 1.023,3 quilos e mais de 12 pessoas trabalharam em conjunto por 13 horas para prepará-lo. Ele foi produzido para o 6º Festival de Leite (FestLeite) de Quixeramobim, no Sertão Central, que começou nesta quinta-feira, 16, e vai até este sábado, 18.

Segundo os organizadores do evento, para produção do queijo gigante ainda foram utilizados 120 quilos de sal, três litros de coalho e três litros de cloreto de cálcio. O leite foi doado por produtores locais e o alimento foi produzido em uma fábrica de laticínios da cidade.

Depois de pronto, foi necessário uma empilhadeira para conduzir o produto até o palco, na praça pública do município, para ser pesado e apresentado ao público na noite desta quinta-feira, 16. Populares aproveitaram o momento para fazer fotos ao lado do maior queijo coalho do mundo.

Na primeira edição do FestLeite, em 2007, o queijo produzido chegou aos 350 kg. Desde então, as marcas foram superadas na disputa pelo título de maior queijo do Brasil e do mundo. Em 2008, a peça chegou a 718 kg, ultrapassando o recorde mundial, até então pertencente à Holanda. Em 2009, o queijo gigante alcançou 780 e, em 2010, atingiu 910,5 kg. No ano passado, alcançou a marca de 1.007 kg.

(O POVO Online – Foto: Divulgação)

PIB cresce 0,75% no terceiro trimestre

“A atividade econômica brasileira registrou crescimento de 0,75% em junho, na comparação com maio deste ano. É o que mostra a prévia do PIB (Produto Interno Bruto), calculada pelo IBC-Br (Índice de Atividade Econômica do Banco Central). A taxa de 0,75% é dessazonalizada (ajustada para o período), o que é considerado mais adequado pelos economistas para esse tipo de comparação.

O crescimento em junho é o maior desde março de 2011, quando houve expansão de 1,47%. Em relação a junho do ano passado, sem ajustes, houve crescimento de 0,99%.

Apesar do resultado positivo, os dados indicam que o ritmo de expansão da atividade econômica acabou sendo menor no segundo trimestre deste ano, ao atingir 0,38%, ante o período de janeiro a maio deste ano. Na comparação do primeiro trimestre deste ano com o quarto trimestre do ano passado, o crescimento havia chegado a 0,63%. Na comparação entre o segundo trimestre deste ano e igual período de 2011, houve crescimento de 0,68%, de acordo com os dados sem ajustes.”

(Agência Brasil)

…Para em teu límpido aquário mergulhar

247 3

Durante o lançamento da campanha “Trabalho Seguro”, do Tribunal Regional do Trabalho, do Ceará, nesta sexta-feira, o cantor Fagner entoou não somente o Hino Nacional, como também deu uma canja e mandou “Borbulhas de amor”.

Foi o bastante para que o governador Cid Gomes (PSB), fã do artista, acompanhasse a melodia assobiando até o final.

Aliás, dizem que essa música já virou o “Hit do Acquario”, próximo projeto no setor turístico que o governador promete concretizar, depois de ter inaugurado o Centro de Eventos.

(Foto – Deyvison Teixeira)

Projeto forma leitores há 16 anos

133 1

Dar ao aluno uma melhor leitura de mundo. Este é o objetivo principal do “Projeto Confraria de Leitura” que, há 16 anos, promove eventos de leitura e encontros com os livros, cartuns, charges, fotografias, literatura de cordel e todos os recursos oferecidos pelo mundo moderno e que permitem ao educando um ampla visão dos fatos.

O projeto, segundo o coordenador da iniciativa, professor João Teles, não fica só no texto comum do livro didático, mas parte para outros recursos, que são mostrados ao aluno de forma motivada e criativa. “É um trabalho muito parecido com o de uma doceira, que prepara guloseimas para convidados especiais (como as crianças!). Só assim, se pode formar leitores sedentos por informação e formação dignas e prazerosas”, destaca Teles.

O Confraria de Leitura atende diretamente a 100 alunos, da faixa etária de 8 aos 12 anos, e não tem parceria ou recebe apoio de qualquer instituição. Apenas as escolas Maria Bezerra Quevedo (Novo Mondubim) e Padre Antônio Monteiro da Cruz (Parque Santa Rosa) apoiam as ações do projeto, que mantém ainda a rádio-escola e o jornal Treme-treme, que difundem a leitura entre o alunado.

 

CDL Jovem do Crato é instalada

219 1

Nos extremos, John Aguiar e Rodrigo Pereira com CDL Jovem do Crato.

A CDL Jovem de Fortaleza acaba de implantar na Região do Cariri mais uma unidade do gênero. Depois da CDL Jovem de Juazeiro do Norte, surge a CDL Jovem do Crato. Os diretores John Aguiar e Rodrigo Pereira, da entidade em Fortaleza, comandaram a implantação oficial da unidade do Crato.

Segundo John Aguiar, a ordem é interiorizar a CDL Jovem como forma de promover o empreendedorismo nesse segmento.

A CDL Jovem do Crato tem como presidente Artur Parente, que cumprirá mandato até 2014.

(Foto – CDL Jovem do Crato)

Tânia Gurgel inaugura comitê

157 1

A ex-deputada estadual Tânia Gurgel, candidata a vereadora pelo PSB, vai inaugurar, a partir das 17h30min desta sexta-feira,  comitê no Centro de Fortaleza.

O ato contará com a presença do candidato a prefeito pelo PSB/PMDB, Roberto Cláudio, e várias lideranças comunitárias.

Tânia realiza campanha tendo por motes as questões sociais, com foco para políticas voltadas para a criança, adolescentes, idosos e minorias.

SERVIÇO

Comitê – Rua Teresa Cristina, 1195 – Centro.

Luizianne se emociona ao inaugurar o Hospital da Mulher

473 13

Prefeita chorou em alguns momentos do discurso.

Ao inaugurar o Hospital da Mulher, nesta manhã de sexta-feira, a prefeita Luizianne Lins (PT) não conteve as lágrimas. Principalmente quando ouviu o discurso do ministro Alexandre Padilha (Saúde) relatando sua trajetória política desdes os tempos em que comandava o DCE da UFC.

O ato foi presenciado por autoridades, convidados e um bom número de militantes petistas. Alguns estavam tão empolgados que, olhando para a prefeita, gritavam: “Linda!”

Do lado de fora do hospital, vários militantes de candidatos a vereador – como o líder da prefeita na Câmara, Ronivaldo Maia, empunhavam bandeiras, aproveitando, claro, para o velho comercial.

O Hospital da Mulher, dos mais modernos, é uma das promessas da primeira gestão da prefeita Luizianne Lins.

(Foto – Mauri Melo)

Por que o BNB não vira o BNDES do Nordeste?

430 2

Com o título “BNB OU BBN?”, o professor Marcos Costa Holanda manda artigo para o Blog, onde comenta a polêmica em torno da nomeação do catarinense Ary Joel para presidente do Banco do Nordeste. Ele teme o desmonte da política de desenvolvimento regional, quando o BNB deveria ser uma espécie de “BNDES” na região. Confira:

Toda política regional exitosa conta com três pilares fundamentais: decisão política, dinheiro e agentes operacionais. O Brasil nunca teve esses três pilares de forma simultânea e satisfatória e não é surpresa que a participação do Nordeste na renda nacional continua a mesma que a de cinquenta, isso mesmo, cinquenta anos atrás. Nos últimos anos a coisa só tem piorado. A decisão política de fortalecer o Nordeste é cada vez mais fraca. Basta lembrar a encenação que foi a recriação da SUDENE em Fortaleza com a presença do presidente Lula e até mesmo Celso Furtado. Os repasses de recursos para a região continuam em segundo plano. Prova disso é o anúncio de ontem de investimentos em logística, pela privatização de estradas e ferrovias federais, onde a região simplesmente ficou de fora.

Para completar a informação de que o Banco do Nordeste vai ser dirigido pelo Diretor de Micro Empresas do Banco do Brasil. Absolutamente nada contra a pessoa do Sr. Ary Joel e seus 25 anos de experiência nesse conceituado Banco Comercial. O fato é que com essa nomeação fica fortalecida a tese, já defendida pela própria presidenta, de focar a atuação do BNB no microcrédito e pequena empresa. Isso seria o desmonte final da Política de Desenvolvimento Regional do Brasil.

O grande risco é que o Banco do Nordeste do Brasil – BNB, de passado vitorioso como banco de desenvolvimento, seja transformado em Banco do Brasil do Nordeste- BBN, um banco comercial focado no pequeno negócio.

Na verdade o que o Nordeste precisa é um BNB que seja o BNDES do Nordeste. Um banco de desenvolvimento clássico, com recursos para financiar infraestrutura física e humana regional, corpo funcional de excelência técnica e blindagem contra interferência política. Um verdadeiro agente operacional de uma estratégia regional para o país.
Surpresas podem acontecer e temos que dar um crédito de confiança a Presidenta, mas nossa percepção é que o esvaziamento do BNB continua. Perde o Nordeste, Perde o Brasil.

* Marcos Costa Holanda
Professor Titular do Departamento de Economia Aplicada da UFC.

César Asfor ganha Medalha Boticário Ferreira

227 1

O ministro cerense César Asfor Rocha, do Superior Tribunal de Justiça, será agraciado nesta sexta-feira com a Medalha Boticário Ferreira, da Câmara Municipal de Fortaleza. O ato ocorrerá às 15 horas, no plenário da Casa. A homenagem partiu do vereador Salmito Filho (PSB).

César Asfor Rocha foi nomeado ministro do STJ em maio de 1992, sendo atualmente presidente da Comissão de Jurisprudência e da Comissão Conjunta de Poderes Judiciários Europeus e Latino-Americanos, além de diretor-geral da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados.

BNB – Xô, bairrismo!!

Com o título “BNB: Bairrismo do Nordeste do Brasil?”, eis artigo do ex-secretário do Turismo do Ceará, Allan Aguiar. Ele aborda o caso de Ary Joel, catarinense agora nomeado presidente do Banco do Nordeste. Allan lembra que o banco não é do Nordeste, mas do Brasil. 

O Banco do Nordeste é do Brasil, não do Nordeste do Brasil. A estrutura de capital do Banco tem no Tesouro Nacional sua principal fonte de sustentação e quase a totalidade de seu funding é constituído pelo FNE, um Fundo Constitucional capitalizado por um percentual do imposto sobre a renda e proventos de qualquer natureza de TODOS os Brasileiros. Sua atuação majoritária é que é no Nordeste do Brasil.

É de origem feudal a decepção explicitada por alguns formadores de opinião pelo simples fato do brasileiro, ontem designado, para presidir a Instituição não ter nascido no Ceará ou em algum estado nordestino. Chega a ser risível o argumento segundo o qual o Nordeste foi desprestigiado pela Presidenta Dilma, com esta escolha. Roberto Smith, paulista, só recebeu seu titulo de cidadão cearense após assumir o importante posto. Homenageado ao longo de seus oito anos no Banco e indicado pelo Deputado Guimarães, somente agora se conheceu a fragilidade de sua governança. Byron Queiroz, cearense indicado pelo Governador Tasso Jereissati, pilotou sob as mais pesadas turbulências administrativas vistas na Instituição, as quais produziram cicatrizes no organismo administrativo do Banco. Jurandir Santiago, também cearense, preferiu pedir o boné antes do primeiro aniversário da sua posse. Assim, ao longo de 16 anos sob o comando de cearenses e paulista, a mais importante Agência de Fomento da economia do Nordeste foi mal usada por segmentos imaturos da política da região, resultando hoje na maior e mais autofágica e fratricida luta interna pelo poder.

A Presidenta, com a designação do Catarinense Ary Joel Lanzarin, manda um recado animador para o Nordeste informando que não permitirá que esse estado de coisas inviabilize o Banco, patrimônio dos Brasileiros. Tenta fortalecer o Banco, blindando-o e conferindo uma gestão técnica e meritória. O que se espera é que tenha sido concedido o mínimo de autonomia para o novo Presidente presidir. Que ele tenha musculatura ministerial suficiente para deixar claro que o Banco agora tem um Presidente que inaugura uma nova agenda de trabalho.

Registre-se que esse comportamento paroquiano é muito latente entre os próprios Estados da região. Eu mesmo já fui alvo dele quando assumi a Presidência da EMPETUR – Empresa de Turismo de Pernambuco. Sofri a discriminação de ser um cearense dirigindo uma Estatal pertencente ao Governo de Pernambuco. Assim, cabe o apelo para que ofereçamos a necessária trégua inaugural, deixando o novo Presidente trabalhar em paz e tentar reconstruir aquilo que nós, nordestinos, quase destruímos.

* Allan Aguiar, Consultor, foi Secretário do Turismo e Presidente da EMPETUR e da CTI/NE.