Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Presidente do TJCE anuncia R$ 6,3 milhões de investimentos em 13 comarcas do Interior

Um investimento de R$ 6,3 milhões. Eis o que o presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, desembargador Washington Araújo, anunciará, nesta sexta-feira, para as 13 comarcas do Interior do Estado que fazem parte da 9ª Zona Judiciária (sediada em Crateús). No pacote, injeção financeira para obras de infraestrutura e tecnologia.

O anuncio ocorrerá em Crateús, onde o presidente do TJCE, que é piauiense, também deverá receber título de cidadania no município.

Na oportunidade, o desembargador também ouvirá demandas de magistrados e servidores, e explicará sobre os projetos que estão sendo levados às unidades judiciárias para aperfeiçoar as condições de trabalho e aumentar a produtividade. Além disso, falará sobre o programa “Servidor +”, que objetiva valorizar todos os colaboradores da Justiça, fazendo com que sintam essenciais à atual Gestão.

Beneficiados

O investimento de R$ 6,3 milhões será destinado para as seguintes comarcas: Crateús (sede), Hidrolândia, Independência, Ipueiras, Monsenhor Tabosa, Nova Russas, Novo Oriente, Santa Quitéria, Tamboril, Ararendá, Ipaporanga, Poranga e Catunda.

Entre as melhorias, estão a substituição de 40 computadores e 90 aparelhos de ar-condicionado. As Comarcas de Ipueiras e Novo Oriente receberão reforma das cobertas e modernização das instalações prediais e de acessibilidade. Está em andamento a reforma na área de segurança, com a elevação de muros e instalação de concertina nas dependências do Fórum de Novo Oriente. Já a Comarca de Santa Quitéria receberá novo prédio.

(Foto – TJCE)

Amazônia brasileira está segura, garante Mourão

85 2

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, se manifestou, nessa noite de quinta-feira (22), sobre os incêndios florestais na Amazônia e disse que a região está segura. Em uma postagem no Twitter, ele atribuiu as queimadas ao período de seca.

“A Amazônia brasileira está segura! Lá morei e sei que incêndios são episódicos em período de seca”, escreveu. Na postagem, Mourão criticou o que chamou de uma tentativa de transformar o problema em uma crise internacional. “Transformá-los em crise, esquecendo as tragédias que o fogo causou nos EUA e Europa, é má-fé de quem não sabe que os pulmões do mundo são os oceanos, não a Amazônia”, acrescentou.

Mais cedo, também pelo Twitter, o presidente da França, Emmanuel Macron, se posicionou sobre as queimadas na Amazônia, classificando o problema como uma “crise internacional” e pedindo que os líderes do G7 tratem urgentemente do tema. Em resposta, o presidente Jair Bolsonaro rebateu o líder francês, também pela rede social dizendo que Macron busca “instrumentalizar uma questão interna” dos países amazônicos “para ganhos políticos pessoais”.

O próximo encontro do G7, que reúne os presidentes de EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Canadá e Japão, ocorrerá neste fim de semana, em Biarritz. O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, também afirmou nesta quinta-feira que está “profundamente preocupado” com os incêndios na Floresta Amazônica.

(Agência Brasil)

Bolsonaro convoca ministros para discutir queimadas na Amazônia

148 2

O presidente Jair Bolsonaro finalmente se mexeu para colocar o governo a socorrer a Amazônia.

Segundo a Veja Online, depois de despachar para que todos os ministérios com alguma função na área elaborem soluções, ele mandou Ricardo Salles (Meio Ambiente) reunir dados sobre as queimadas.

O que ele quer com isso?

O Planalto vai investir na versão de que existe pouco fogo e muito sensacionalismo no caso. Como se vê, a crise vai longe…

(Foto – Agência Brasil)

A universidade é patrimônio da sociedade, diz Cândido Albuquerque na posse em Brasília

115 3

Ao colocar a universidade como “patrimônio da sociedade” e o saber como único caminho para que o país possa sair da atual crise, o professor Cândido Albuquerque tomou posse como reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), na noite dessa quinta-feira (22), em Brasília, em solenidade comandada pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub.

“A defesa da universidade é um ponto que nós não poderemos negociar. Ela é um patrimônio da sociedade, precisa estar mais próxima da sociedade. Vivemos um momento difícil. Cortes estão havendo em todas as áreas e o país só vai sair da crise através da universidade, do saber”, disse o novo reitor, anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro na segunda-feira (19).

O ato contou com a presença do vice-reitor, o médico Glauco Lobo, e de parlamentares como Jaziel Pereira (PL), deputado federal, e sua mulher, a deputada estadual Dra. Silvana (PL).

Enquanto Cândido tomava posse em Brasília, em Fortaleza se registrava mais um protesto da comunidade universitária contra sua nomeação. Ele foi o terceiro na consulta ao meio universitário e segundo na lista do Conselho Universitário. O primeiro foi o vice-reior Custódio Almeida.

(Foto – Divulgação)

Fonesa defende agropecuária nordestina em encontro com governadores

A vice-presidente do Fórum Nacional de Executores da Sanidade Agropecuária, (Fonesa), Vilma Freire, também presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri-CE), defendeu durante o encontro dos governadores do Nordeste, em Teresina, o fortalecimento do sistema da defesa da agropecuária nordestina.

“Enquanto vice-presidente do Fórum Nacional de Executores da Sanidade Agropecuária, apresentei aos governadores do Nordeste, durante reunião do Consórcio do Nordeste, uma carta preparada por todos os gestores da defesa agropecuária da Região. O documento reúne pontos importantes com reivindicações que venham garantir a eficiência e o fortalecimento do sistema da defesa agropecuária nordestina”, disse a gestora.

O Consórcio do Nordeste elaborou um planejamento estratégico para a captação de investimentos internacionais para projetos nas áreas de Educação, Turismo, Meio Ambiente, Energia, Saúde, Tecnologia, Segurança Hídrica e Segurança Pública.

(Fotos: Divulgação)

Comissão geral vai debater ações para a Amazônia, diz Maia

107 1

O presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal Rodrigo Maia, disse hoje (22), em São Paulo, que o Brasil precisa mostrar que vai enfrentar o desafio do desmatamento e das queimadas na Amazônia.

“O problema das queimadas mina a imagem do nosso país. Precisamos mostrar que nós vamos enfrentar esse desafio”, disse. “O mais importante é preservar nossa floresta, nosso meio ambiente e punir aqueles que insistem em degradar a nossa floresta. Temos que dar uma solução para que o Brasil não sofra sanções, inclusive na própria comercialização dos nossos produtos do agronegócio”, completou.

Maia participou hoje do evento Congresso Brasil Competitivo – Pilares da Competitividade, promovido pelo Movimento Brasil Competitivo e que aconteceu no Hotel Unique, na capital paulista.

Mais tarde, aos jornalistas, ele disse que tem se reunido com representantes do setor de agronegócio e com a bancada ruralista para tentar achar uma solução para o problema na Amazônia.

“Não é interesse dos nossos produtores desmatar e de gerar esse tipo de desconfiança com relação ao nosso país. Vamos fazer uma comissão geral para debater soluções que cabem ao Parlamento porque nós queremos ajudar”, disse. “O Parlamento brasileiro, em nenhum momento, pretende aprovar leis que flexibilizem a preservação de um patrimônio que talvez seja o mais importante que o Brasil tem, que é o meio ambiente.”

Também presente ao evento, o governador do Amazonas, Wilson Lima, disse que a questão do desmatamento tem preocupado o governo do estado. Para os jornalistas, após palestrar no evento, o governador disse que o desmatamento cresceu na Amazônia em relação ao ano passado.

Entre as medidas para combater o desmatamento, disse ele, estão a ampliação do trabalho de fiscalização e a criação de uma força-tarefa que inclui órgãos como o Ibama, a polícia ambiental e outros órgãos para “identificar essas pessoas que estão fazendo essas queimadas, de forma ilegal”. Segundo ele, essas pessoas já estão sendo notificadas. “E elas vão ser punidas. E inclusive, em algumas dessas notificações, com prisão prevista”, falou.

Lima disse que o governo do Amazonas tem feito sua parte. “Mantemos, permanentemente, um grupo de prevenção e de combate às queimadas e aos incêndios.”. Para isso, ele montou dois centros multifuncionais. O segundo deles será inaugurado neste final de semana.

(Agência Brasil)

Cartão Digital de Vacinação acompanhará histórico de imunização do cearense

A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou nesta quinta-feira (22) o Cartão Digital de Vacinação, que acompanhará histórico de imunização do cearense. A proposta é da deputada Aderlânia Noronha (SD), que destacou o banco de dados para o armazenamento das informações, no âmbito do Sistema de Saúde Estado do Ceará.

“O governador Camilo Santana lançou um pacote de medidas para fortalecimento da rede de atenção primária, criação do hub da saúde, entre outras ações prioritárias. Com a criação do Cartão Digital de Vacinação e do banco de dados interligando toda a rede de saúde, será possível acompanhar o histórico de imunização de cada cidadão, evitando qualquer conflito de informações, como saber se a pessoa já recebeu determinada vacina ou não”, comentou a parlamentar.

O Cartão Digital de Vacinação deverá utilizar recursos computacionais para cadastrar informações de vacinação, contendo, dentre outros, o local, o lote de fabricação, data de vacinação e fabricante, na forma do regulamento.

“As informações referentes aos pacientes e à vacinação, bem como aos procedimentos utilizados, deverão ser salvos eletronicamente em um banco de dados, que servirá de base para planejar ações de saúde pública, para promover campanhas de conscientização e para adquirir e administrar as vacinas de forma adequada”, ressaltou a deputada.

O projeto prevê que a Secretaria de Saúde do Estado será a responsável pela criação do Cartão Digital de Vacinação e do Banco de Dados para armazenamento de informações sobre a vacinação, bem como o treinamento para que os profissionais possam atualizar o sistema com os dados sobre as crianças e cidadãos que sejam vacinados a partir do início da informatização do processo.

(Foto: Arquivo)

Capitão Wagner assume coordenação da Frente Parlamentar Mista do Semiárido no Ceará

O deputado federal Capitão Wagner (Pros) assumiu nesta quinta-feira (22), em Brasília, a coordenação da Frente Parlamentar Mista em Prol do Semiárido no Ceará, que debaterá inovações e investimentos para o Nordeste.

“Vamos trabalhar pelo fortalecimento de nossa região, priorizando investimentos e geração de empregos”, comentou o parlamentar.

Reforma da Previdência: Tasso anuncia que relatório será entregue na próxima semana

O senador Tasso Jereissati anunciou, na tarde desta quinta-feira (22), que seu relatório sobre a Reforma da Previdência será entregue na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) na próxima semana. Após concluir a série de audiências públicas promovidas pela Comissão, para debater a proposta, Tasso ressaltou a necessidade de aprofundar a análise de informações e dados apresentados por todos os palestrantes, que participaram das discussões nos últimos três dias.

– As audiências públicas se estenderam e precisamos dos próximos dias para trabalhar com a equipe e analisar os dados apresentados, disse ele.

Sobre a inclusão de estados e municípios, o Senador admitiu que é “praticamente consenso”, reforçando que “o coração da Reforma será preservado e qualquer destaque ou supressão será via PEC paralela”.

Com relação a eventuais “correções” no texto aprovado pela Câmara dos Deputados, Tasso Jereissati reafirmou que terá como referência a “base da pirâmide, dos mais pobres para cima e não ao contrário”.

(Foto: Reprodução/Senado)

Dólar volta a subir e fecha no maior valor em três meses

Em mais um dia de tensões no mercado, a moeda norte-americana voltou a subir e atingiu o maior valor em três meses. O dólar comercial encerrou esta quinta-feira (21) vendido a R$ 4,078, com alta de R$ 0,046 (+1,15%). A divisa está no maior valor desde 20 de maio (R$ 4,105).

O dólar voltou a subir depois de dois dias seguidos de queda. A cotação aumentou mesmo com o Banco Central (BC) tendo vendido à vista integralmente o lote de US$ 550 milhões das reservas internacionais. Até o dia 29, a autoridade monetária pretende vender até US$ 3,845 bilhões dos US$ 388 bilhões que o país possui em reservas para segurar a cotação do dólar e diminuir os juros da dívida pública.

No mercado de ações, o dia também foi de ajustes. O índice Ibovespa, da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), encerrou o dia em queda de 1,18%, aos 100.011 pontos.Ontem (21), o indicador tinha subido em meio ao anúncio de que o governo tem a intenção de privatizar os Correios e mais oito estatais federais.

O mercado financeiro tem sofrido fortes tensões nos últimos dias em meio aos temores de uma nova crise econômica global. Na semana passada, a China e a Alemanha divulgaram dados que confirmam a desaceleração das duas economias. Nos Estados Unidos, os títulos públicos de curto prazo passaram a render mais que os papéis de longo prazo, o que costuma ocorrer em início de recessões.

(Agência Brasil)

Trinta mil visitantes são esperados em outubro no Estética In Nordeste

Pelo terceiro ano seguido, Fortaleza recebe de 26 a 28 de outubro, no Centro de Eventos, o Estética In Nordeste, que deverá receber um público de 30 mil pessoas, segundo estimativa dos organizadores do evento de beleza, saúde e bem-estar.

Direcionado a profissionais do setor, empresários e congressistas de todas as regiões do Brasil, o evento terá entrada gratuita, como forma de facilitar o contato direto entre fabricantes de cosméticos e de equipamentos com o público consumidor.

Com inscrições ainda abertas, o Estética In Nordeste apresentará palestras ministradas por brasileiros e estrangeiros, além de abordar o estudo científico do Brasil que comprova a eficácia do HIFU (Ultrassom Focalizado de Alta Intensidade) no lifting não cirúrgico; a combinação inédita do ácido hialurônico a fatores de crescimento; e a harmonização facial com a ortomolecular.

Haverá, ainda demonstrações práticas, workshops, cursos pós e eventos paralelos, como a Conferência Internacional de Estética Minimamente Invasiva (CIEMI) e o Mezzo Cientific Day.

“Celebramos a realização do evento pelo terceiro ano consecutivo e por manter contato próximo com os profissionais do Nordeste do país, sobretudo os cearenses, sempre tão ávidos por receber novas informações no ramo da estética”, comentou a diretora do grupo Estética In, Fátima Facuri.

Os inscritos nos congressos de Estética e Dermopigmentação receberão o Livro Científico, que reúne conteúdo das palestras apresentadas.

SERVIÇO

Estética In Nordeste
Data: 26 a 28 de outubro de 2019
Local: Centro de Eventos do Ceará
Site: http://www.esteticainnordeste.com.br/
Instagram: @esteticainnordeste

(Foto: Arquivo)

Maioria do STF considera inconstitucional corte de salário de servidor

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou, hoje (22), para considerar inconstitucional a redução da jornada de trabalho e do salário de servidores públicos proporcionalmente. A medida estava prevista na redação original da Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/2000), mas está suspensa há 16 anos por uma decisão liminar da Corte.

O julgamento definitivo da questão começou na sessão desta quinta-feira (22). No entanto, após dez votos proferidos, o julgamento foi suspenso para aguardar o último voto, do ministro Celso de Mello, que não participou da sessão por motivos de saúde. A nova data do julgamento não foi definida.

A redução da jornada e dos salários de forma proporcional é uma forma cogitada por alguns governadores e prefeitos para resolver, temporariamente, a crise fiscal dos estados e municípios.

De acordo com a LRF, estados e municípios não podem ter mais de 60% das receitas com despesa de pessoal. Se o percentual for ultrapassado, fato que está ocorrendo em alguns estados, medidas de redução devem ser tomadas, como redução ou extinção de cargos e funções comissionadas. O Artigo 23 também previu que é facultativa a redução temporária da jornada de trabalho com adequação dos vencimentos à nova carga horária.

Até o momento, a maioria dos ministros acompanhou voto proferido pelo ministro Edson Fachin, que abriu a divergência e entendeu que a irredutibilidade dos salários é um direito constitucional e não pode ser usado para equacionar as contas públicas. O entendimento foi seguido pelos ministros Rosa Weber, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Luiz Fux e Marco Aurélio.

O ministro Alexandre de Moraes, relator do caso, entendeu que, ao permitir a redução de salário e da carga horária, temporariamente e de forma proporcional, a lei criou uma fórmula para tentar solucionar a falta temporária de recursos e evitar medidas mais graves previstas na Constituição, como a demissão de servidores estáveis, pelo descumprimento do teto de despesas. O voto também foi seguido por Gilmar Mendes

“O servidor tem o direito de dizer: eu prefiro manter minha carreira, é temporária essa diminuição de salário até o estado se equacionar, eu prefiro ter a minha carreira do que ficar desempregado e ganhar uma indenização”, argumentou Moraes.

O ministro Luís Roberto Barroso também entendeu que a LRF estabeleceu uma solução menos gravosa para o trabalhador do que a demissão. Segundo o ministro, não se aplica ao caso o princípio constitucional da irredutibilidade dos salários. Para Barroso, como a demanda de trabalho será diminuída, os recebimentos também podem diminuir.

“Entendo que é socialmente melhor permitir a redução da jornada de trabalho do que obrigar o administrador a decretar a perda do cargo”, afirmou.

Em voto separado, o presidente do STF, Dias Toffoli, entendeu que a redução dos salários pode ocorrer, mas somente se as outras medidas de cortes de cargo ocorrerem.

(Agência Brasil)

XIII Bienal do Livro – “O SUS e os Consórcios Políticos em Saúde – Da Teria à Prática” será laçado nesta sexta-feira

Neste ano em que se comemoram mais de 30 anos de criação do Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil e, no Ceará, os Consórcios Públicos em Saúde, completam 10 anos. Para marcar essas datas, será lançada, às 19h30min desta sexta-feira, na XII Bienal Internacional do Livro, a obra “O SUS e os Consórcios Públicos em Saúde – Da Teoria à Prática”, de Bruno Eloy e Helena Marcia Guerra. O lançamento ocorrerá no estande do Instituto de Estudos e Pesquisas sobre o Desenvolvimento do Estado do Ceará (Inesp), órgão técnico e científico de assessoramento da Assembleia Legislativa.

O livro, segundo os autores, é resultado da experiência dos autores na gestão do Consórcio Público de Saúde da Região de Cascavel – CPSRCAS, desde sua implantação, em 2010 até 2017.

Além de fornecer informações sobre a saúde pública e um balanço da atuação do SUS, o livro traz um resgate histórico sobre a implantação do modelo no Ceará e de como a administração descentralizada pode ser eficaz para corresponder às necessidades de cada região do Ceará.

Os Autores

*Bruno Eloy é administrador de empresas, MBA em Empreendedorismo, especialista em Regulação e em Controladoria Governamental e ex-diretor executivo do Consórcio de Saúde Pública da Região de Cascavel. Contato: brunoeloy@gmail.com

*Helena Márcia Guerra, PHD em Odontologia, ex-ditetora do CEO Regional de Cascavel, primeiro serviço odontológico Acreditado do Brasil. Ortodontista do serviço de pacientes fissurados do Hospital Infantil Albert Sabin. Contato: hmguerra@gmail.com

Ministério da Economia reduz gastos; corta até café para garantir serviços essenciais

178 2

O Ministério da Economia cortou despesas e limitou gastos como com café, estagiários e terceirizados para garantir o funcionamento de serviços essenciais. O impacto total das medidas, anunciadas hoje, será de R$ 2,16 bilhões, resultado de economia de R$ 366 milhões e de R$ 1,8 bilhão em remanejamento de recursos entre os órgãos.

Segundo portaria publicada na edição de hoje (22) do Diário Oficial da União, o ministério, autarquias e fundações vinculadas terão que adotar medidas para racionalização e redução de despesas com o objetivo de “preservar os serviços de fiscalização, arrecadação e a manutenção dos sistemas de tecnologia da informação relacionados à gestão corporativa; sistemas estruturadores; arrecadação tributária e aduaneira; Fazenda Pública e folha de pagamento da Previdência Social”.

A portaria determina que estão suspensas novas contratações relacionadas a serviços de consultoria; treinamento e capacitação de servidores; estágio remunerado; mão de obra terceirizada; aquisição de bens e mobiliário; obras, serviços de engenharia, melhorias físicas e alterações de leiaute; desenvolvimento de software e soluções de informática; diárias e passagens internacionais; insumos e máquinas de café; e serviços de telefonia móvel e pacote de dados para servidores, exceto para atividades de fiscalização.

Além disso, a portaria define que horário de funcionamento dos órgãos do ministério, autarquias e fundações vinculadas será das 8h as 18h e pode ser reduzido em 1h. De acordo com a portaria, esse horário não se aplica aos serviços essenciais, em especial o atendimento ao público, e ao funcionamento dos gabinetes do ministro da Economia e dos secretários e da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.

O secretário-executivo do Ministério da Economia, Marcelo Pacheco dos Guaranys, disse que foram feitos cortes em serviços que não são essenciais para a prestação de serviço ao cidadão. “São gastos internos da burocracia para que a gente possa, com esse recurso, focalizar naquilo que o ministério precisa para prestar o serviço para o cidadão”, disse. Ele acrescentou que haverá um trabalho contínuo de monitoramento das receitas e se o governo começar a arrecadar mais será possível “relaxar” os limites de gastos.

Guaranys acrescentou que a medida não é um “shuttdown” da máquina pública, como já ocorreu nos Estados Unidos, com o estado totalmente paralisado. “Isso não está acontecendo”, afirmou.

Neste ano, o Ministério da Economia sofreu bloqueio de 34,8% do orçamento, com limite de gastos passando de R$ 12,6 bilhões R$ 8,2 bilhões.

No mês passado, a menor previsão de crescimento da economia brasileira em 2019 fez a equipe econômica anunciar um novo bloqueio no Orçamento. O governo decidiu contingenciar mais R$ 1,443 bilhão de verbas do Poder Executivo. Com isso, o valor bloqueado do Orçamento de 2019 soma R$ 33,426 bilhões. Esse contingenciamento é necessário para que o governo alcance a meta de déficit primário (despesas menos receitas, sem considerar gastos com juros) de R$ 139 bilhões, neste ano.

O secretário de Orçamento Federal, George Alberto de Aguiar Soares, lembrou que a arrecadação foi “um pouquinho maior” em julho, mas pode ser “um ponto fora da curva”. Ele acrescentou que é preciso esperar mais tempo para ver se a tendência de aumento da arrecadação se consolida.

(Agência Brasil)

Museu da Cultura Cearense recebe a exposição “A falta que você faz”

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha apresentará, de 30 de agosto a 29 de setembro, no Museu da Cultura Cearense, do Centro Dragão do Mar, a mostra imersiva “A falta que você faz”. Com fotografias de Marizilda Cruppe e direção artística de Rogério Costa, os retratos e vídeos da instalação contam um pouco da história, dos desafios e angústias de 19 famílias brasileiras que sofrem com o desaparecimento de um familiar, adianta a assessoria de imprensa do evento.

“Mais do que dar visibilidade para o assunto, queremos sensibilizar a população do Ceará para essa problemática que é tão universal”, afirma a chefe da delegação do CICV para Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai, Simone Casabianca-Aeschlimann. “Com esta exposição, que abre ao público em 30 de agosto, Dia Internacional dos Desaparecidos, lembramos que os familiares têm o direito de saber o destino e o paradeiro do seu ente querido”, conta ele.

Produção

Os retratos que compõem a mostra, produzidos ao longo de três anos em visitas às casas dos familiares em diversas cidades brasileiras, como Curitiba, Fortaleza, Maceió, Rio de Janeiro e Sáo Paulo, foram editados em video mapping por Rogério Costa especialmente para o espaço do museu cearense. Assim, o visitante vivencia uma experiência de imersão no drama das personagens.

“Quando se expande o material, você diminui o papel do espectador, que se vê cercado por imagens de grande apelo visual. Você vê a pele das pessoas, ouve seus relatos e sente empatia pelo sofrimento delas”, afirma Marizilda, que acredita no potencial transformador e mobilizador da imagem. “A minha proposta criativa era criar um ambiente imersivo para concentrar o foco nas imagens e criar uma narrativa sensorial que trouxesse o espectador um pouco para esse mundo, para que ele entendesse um pouco essa dor”, complementa Rogerio.

Confira a programação

*Mostra imersiva “A falta que você faz”

30 de agosto a 29 de setembro

Terça a sexta-feira: 9h às 19h (entrada até 18h30)

Sábado e domingo: 14h às 21h (entrada até 20h30)

Local: Museu da Cultura Cearense

*Viver com a ausência: o impacto do desaparecimento de pessoas para as famílias

Mesa-redonda com representantes do CICV e familiares

30 de agosto, 16h

Local: Auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura

*Narrativas Visuais Humanitárias

Aula aberta com Marizilda Cruppe, Rogerio Costa e familiares

30 de agosto, 19h

Local: Auditório da Escola Porto Iracema das Artes.

DETALHE – Essa exposição já foi exibida no Museu Nacional em Brasília e no Museu da Imagem e do Som em São Paulo.

DETALHE 2 – Segundo levantamento realizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) durante 2017, foram reportados 82.684 casos de desaparecimentos às polícias civis no Brasil.

(Foto – Agência Brasil)

Arrecadação federal chega a R$ 137,7 bi em julho

A arrecadação das receitas federais somou R$ 137,735 bilhões, em julho de 2019, informou hoje (22) a Secretaria da Receita Federal do Ministério da Economia. O crescimento real (descontada a inflação) comparado ao mesmo mês de 2018 chegou a 2,95%. É o maior resultado para o mês desde julho de 2011 (R$ 141,801 bilhões).

Segundo o chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros da Receita, Claudemir Malaquias, o resultado do mês foi influenciado por eventos atípicos. O principal motivo foi o aumento da arrecadação de receitas extraordinárias de aproximadamente R$ 3,2 bilhões com Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido. De acordo com Malaquias, isso aconteceu devido a reorganizações societárias, em que há incidência dos tributos sobre o ganho de capital com a nova organização societária das empresas. De acordo com a Receita, também houve influência do crescimento da arrecadação de depósitos judiciais.

Nos sete meses do ano, a arrecadação chegou R$ 895,330 bilhões, com aumento real de 1,97%. O valor corrigido pela inflação chegou a R$ 902,506 bilhões, o maior volume arrecadado no período também desde 2014, quando chegou a R$ 905,371 bilhões, em valores corrigidos pela inflação.

As receitas administradas pela Receita Federal (como impostos e contribuições) chegaram a R$ 127,637 bilhões, em julho, com aumento real de 4,15%, e acumularam R$ 854,285 bilhões nos sete meses do ano, alta de 1,6%.

As receitas administradas por outros órgãos (principalmente royalties do petróleo) registraram queda em julho. Essas receitas totalizaram R$ 10,097 bilhões, no mês passado, com retração 10,18% em relação a julho de 2018. De janeiro a julho, o total chegou a R$ 41,045 bilhões, com aumento real de 10,25%, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Segundo Malaquias, a arrecadação segue em crescimento acima do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, mas ainda está abaixo da expansão das despesas. O aumento da arrecadação ajuda o governo a cumprir as metas fiscais.

(Agência Brasil)

Shopping Parangaba ganha loja especializada em produtos e serviços para crianças com autismo

435 6

Foi inaugurada nesta quinta-feira a loja Divertindo a Mente. Trata-se de ponto que oferece produtos e atendimentos personalizados para crianças com autismo e que opera no Shopping Parangaba em Fortaleza.

No espaço, brinquedos educativos que podem auxiliar no desenvolvimento de pessoas com necessidades especiais e regulares. O ambiente, segundo os donos, foi planejado para atender as crianças e seus familiares.

Ou seja, enquanto os pais fazem suas compras na loja ou tiram dúvidas sobre o autismo, uma equipe multidisciplinar atende, acolhe e brinca com as crianças, apresentando diversos materiais para estimular o aprendizado por meio da diversão.

A idealizadora, Silvia Magalhães, conta que a iniciativa surgiu após perceber o desenvolvimento da filha, autista, a partir da utilização dos brinquedos na terapia. Desde então, a mãe decidiu criar um espaço personalizado que pudesse ajudar a outras crianças e suas famílias. “Minha filha, Gabi, me inspirou e me fez lutar por essa conquista. Divertindo a Mente é uma loja voltada para anjos especiais, e também para aqueles que não tem nenhuma enfermidade. Nós oferecemos um atendimento diferenciado com muito amor e discernimento”.

Terapia

No andar superior da loja, às sextas-feiras, será oferecido terapia gratuita para crianças com síndrome de down e autismo. Para isso, é necessário fazer um pré-agendamento por telefone: (85) 99861-9780 / 99822-1001.

(Foto – Arquivo)

Assembleia aprova emenda que assegura recursos para o Bolsa Catador

A Assembleia Legislativa  aprova, nesta manhã de quinta-feira, uma emenda de autoria do deputado Elmano de Freitas (PT) que garante recursos para o pagamento da “Bolsa Catador”, através do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (FECOP)

Segundo Elmano, esses profissionais prestam “um trabalho inestimável à sociedade”, assegurando que muitos resíduos, que são recicláveis e iriam ser depositados na natureza, sejam reciclados, gerando trabalho, riqueza e proteção ambiental.

O parlamentar afirmou que “é direito dessa categoria ter educação, saúde, lazer, transportes e condições dignas de trabalho”.

(Foto – ALCE)