Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

CNBB envia carta a Dilma reafirmando posição contrária ao aborto

O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Raymundo Damasceno, enviou carta à presidenta Dilma Rousseff reafirmando a posição contrária da Igreja Católica ao aborto. Em entrevista coletiva na manhã de hoje (16), dom Damasceno evitou dar mais detalhes alegando que só poderá fazê-lo depois que Dilma receber o documento

Para o secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, a entidade “não trata a questão de forma ideológica, mas se preocupa com a vida humana”. “Se Deus teve a delicadeza de se tornar feto, de se tornar criança [representado por Jesus Cristo], devemos ter pelo ser humano um grande respeito, na situação de um embrião. Por isso, a posição da Igreja sobre o aborto é fundamental.”  

Os representantes da CNBB procuraram desvincular a carta enviada à presidenta de declarações sobre o aborto dadas pela recém-empossada ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci. Em entrevistas recentes, a ministra disse que dará continuidade ao programa de governo, mas não abrirá mão de convicções pessoais, em especial, das que tem sobre o aborto. Antes de assumir a pasta, Eleonora destacou que o aborto é uma questão de saúde pública.

Dom Damasceno ponderou que a escolha de ministros “é prerrogativa do Poder Executivo” e lembrou que a ministra esclareceu que estava fazendo considerações de ordem pessoal.

Em relação à campanha que o Ministério da Saúde vai fazer durante o carnaval para prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, com a distribuição gratuita de preservativos, dom Leonardo Steiner argumentou  que “a questão da aids é mais delicada e abrangente, e o ministério vai fazer o que achar condizente para preservar a vida, a dignidade das pessoas”. A CNBB, segundo ele, “sempre vai se posicionar dizendo que não é suficiente distribuir camisinhas, mas também veicular informações sobre a sexualidade, a relação e o respeito entre as pessoas”.

Dom Leonardo Steiner lamentou ainda o corte de recursos do Orçamento da União feito ontem (15), em especial, para a área da saúde (R$ 5,4 bilhões), lembrando que “há localidades no país que não contam com um médico sequer, um ambulatório, por isso há necessidade de investimento maior na saúde”.

(Agência Brasil) 

Servidores da saúde reclamam atraso de vale-transporte

Os servidores da saúde de Fortaleza estão reclamando o atraso no recebimento do vale-transporte. A liberação deveria ter ocorrido no dia 10 deste mês. A Secretaria de Saúde esclarece e diz que o atraso ocorreu  por conta de mudanças na sistemática.  As liberações ficarão centralizadas na Secretaria e não mais nas Regionais, como ocorria. A pasta garante normalizar a situação nas próximas horas.

Sangue de Leão

128 1

A diretoria do Fortaleza Esporte Clube está realizando uma campanha junto aos torcedores, com o objetivo de aumentar o estoque de sangue do Hemoce. Os torcedores podem comparcer ao órgão e doar, para assegurar que não falte sangue nos hospitais durante o Carnaval. A divulgação também esta sendo feito no site www.fortalezaec.net e nas rádios.

As Viagens de Cid

193 4

O governador Cid Gomes (PSB) vai engatar nova viagem para o Exterior logo após o Carnaval. Mais precisamente no próximo dia 27. Nessa data, durante o dia, estará com a presidente Dilma Rousseff visitando obras do Metrofor e do Eixão das Águas em Maracanaú e Caucaia respectivamente para, no começo da noite, tomar a rota internacional.

Conforme Cid, hora de visitar fábricas que produzem equipamentos para metrôs. No roteiro, México, EUA e Canadá. Com o governador, deverá estar o presidente do Projeto Metrofor, Rômulo Fortes. Cid adianta que quer negociar pessoalmente os preços com essas fábricas.

(Coluna Vertical, O POVO)

Dilma ganha labrador de tabeliã cearense

227 3

“A presidente Dilma Rousseff ganhou nesta quinta-feira, 16, um labrador de 2,5 meses. O presente foi entregue a assessores do Palácio do Planalto pela tabeliã cearense Márcia Vieira Diógenes, que diz ter viajado de Fortaleza para Brasília apenas para presentear Dilma com o animal.

“Desta vez, (a viagem) foi especialmente para entregar o cachorro, com muito gosto. Não costumo combinar nada com ninguém, não sabia nem se seria recebida. Nunca presenteei político algum”, disse a tabeliã à “Agência Estado”, enquanto preparava o retorno para a capital cearense. “Até preferia entregar o cachorro sem ninguém ter tomado conhecimento, já estava com ele há um mês.”

Segundo a Secretaria de Comunicação da Presidência da República, esta é a primeira vez que a presidente é presenteada com um animal.

O cão está com a vacinação em dia e ainda não tem nome, garantiu a tabeliã. “O labrador faz bem à saúde, serve como antiestresse, é companheiro. Tenho admiração pela presidente e gostaria de entregá-la um presente que não fosse material”, disse, sem mencionar quanto pagou pelo filhote.

“Faço os investimentos que quiser. Comprei-o com muito gosto para a nossa presidente”, afirmou.

Dilma já tem dois cachorros – entre eles, um outro labrador, Nego, herdado do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. Nego, aliás, ganhou destaque no programa eleitoral da campanha de 2010.

Márcia diz que votou no PT pela primeira vez nas eleições passadas, quando optou por Dilma – cuja determinação admira. A tabeliã não quis dar sugestões de nome para o cachorro.”

(Agência Estado)

Hospital Universitário lidera transplantes de fígado na rede pública

“O último relatório do Registro Brasileiro de Transplantes, da Associação Brasileira de Transplantes (janeiro a dezembro de 2011), atesta:: dos 157 transplantes hepáticos realizados, ano passado, no Ceará, 124 aconteceram no Hospital Universitário Walter Cantídio, da Universidade Federal do Ceará. Desde 1° de maio de 2002, já foram feitos 645. O número faz do HUWC o principal centro público de transplantes de fígado do Brasil e o segundo, se considerada a rede particular. Fica atrás apenas do Hospital Albert Einstein, de São Paulo.

O Hospital Universitário é ainda o primeiro do Norte e Nordeste no número de transplantes em geral. Em 2012. deve chegar ao milésimo transplante de rim, desde que iniciou o procedimento, em 1977. O RBT contabiliza para o HUWC 236 transplantes ano passado: 124 de fígado, 94 de rim, 17 de medula óssea e um de pâncreas. Este último começou a ser feito no ano passado. Para 2012, é projeto do Hospital iniciar os transplantes de córnea.

Para o professor Huygens Garcia, Chefe do Serviço de Transplante Hepático do HUWC, é um orgulho para aquela unidade hospitalar ser a primeira em transplantes de fígado não só pela estatística, mas pela contribuição que o HUWC dá ao país. “Recebemos pacientes do Pará, Acre, Amazonas e mesmo do Rio de Janeiro e São Paulo”, diz.”

(Site da UFC)

José Dirceu diz que Serra é o candidato que a mídia quer para prefeito de São Paulo

200 1

O ex-ministro José Dirceu afirma, em seu Blog, que o candidato da mídia para prefeito de São Paulo é José Serra. Segundo diz, a grande imprensa vem fazendo de tudo para que o tucano entre no páreo. Confira:

O nome do tucano José Serra – duas vezes derrotado em disputas pelo Planalto, em 2002 e 2010 – pode até não estar na urna eletrônica no dia 7 de outubro, 1º turno da eleição municipal deste ano, mas não será por falta de empenho da mídia.

Ela está fazendo o possível e o impossível, para obrigá-lo a entrar na disputa. Absurdos, campanha político-partidária pura, vergonhosa, manipulando, inventando e desinformando seus leitores. E de uma forma canhestra, mal disfarçada, cheia de versões que não batem com a realidade.

José pode até ser candidato – o que duvido -, mas essa farsa que os jornalões estão fazendo – a Folha, já há algum tempo, o Estadão e O Globo entraram na jogada mais recentemente – é política partidária pura.

Querem 1º impor José Serra; depois descontruir seus concorrentes

Querem impor José Serra como candidato para, depois, na etapa seguinte, partir para cima dos outros concorrentes para desconstruí-los. O que estamos lendo e vendo é o de sempre, o uso eleitoral dos jornais, o que é proibido por lei. Mas, se batermos às portas da Justiça vão dizer que é censura – o mesmo, aliás, que eu já sei, dirão destes meus comentários.

Na pressão desencadeada para José Serra sair candidato, a Folha está tentando criar fatos políticos e constranger os protagonistas da eleição municipal deste ano na capital. Ela e o Estadão não escondem a oposição à candidatura petista do ex-ministro da Educação, Fernando Haddad. Contra o qual, aliás, já faziam campanha quando da realização das provas do ENEM.

Agora, vão fazer tudo para manter São Paulo – também a capital – sob jugo e controle tucano. Basta ler as matérias. Tudo forjado e forçado. Não há nenhuma declaração de José Serra, do também tucano governador Geraldo Alckmim ou do perefeito paulistano Gilberto Kassab (ex-DEM-PSDB, agora PSD) para sustentar as versões inventadas e divulgadas, por exemplo, pela Folha.

Na única declaração, Alckmin desmonta versão da Folha

A exceção é uma única declaração do governador Alckmin, exatamente para desmontar toda uma fantasiosa versão na qual se esmerou a Folha. O jornal diz que José Serra “que até agora dizia não ter interesse em disputar novamente a prefeitura, conversou com Alckmin na semana passada e afirmou que estava reconsiderando sua decisão.

Declaração de Alckmin: “Eu não conversei com o Serra nesses últimos dias, então não tenho nenhum fato novo.”

Melhor fariam a Folha e os demais jornalões brasileiros se defendessem a candidatura tucana preferida por eles, seja ou não José Serra. Mas, declarada e abertamente. Como fez o Estadão, justiça seja feita, em editorial.

Deviam ter a coragem de assumir seus partidos e candidatos

E como faz a maioria dos jornais sérios do mundo, que declinam suas preferências político-partidárias, informam disso seus leitores e se engajam em campanhas. A começar pelos Estados Unidos, onde o New York Times, a cada campanha eleitoral presidencial, avisa sobre sua preferência liberal, pelo Partido Democrata e imprime uma linha editorial pró-candidato de sua preferência até no noticiário.

No Brasil nossos jornalões simulam fazer a coisa veladamente. E agora estão desesperados porque expiram os prazos estabelecidos pelo partido deles, o PSDB. Ontem era a data-limite para inscrição de pré-candidatos às prévias do PSDB. E José não se inscreveu. Dia 4 próximo é a consulta aos filiados tucanos para escolherem o candidato do partido a prefeit

Prefeito despacha com governador sobre obra de urbanização em Várzea Alegre

141 1

O prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder (PMDB), foi recebido em audiência pelo governador Cid Gomes. Na ocasião, ele tratou do início da construção da segunda etapa do projeto de urbanização da lagoa de São Raimundo Nonato. Zé Helder veio convidar o governador para a solenidade de assinatura da ordem de serviço da obra. Cid Gomes prometeu estar no ato durante o mês de março.

O projeto de urbanização da lagoa de São Raimundo Nonato é composto de quatro etapas e é o maior projeto urbanístico da historia de Várzea Alegre, segundo o prefeito. Será, de acordo com ele, importante trunfo para fomentar o turismo no município.

Ainda com o governador, Zé Helder se inteirou do trabalho de recuperação da BR-230, entre Várzea Alegre e Farias Brito, cujas obras já foram iniciadas, com trabalhos de recuperação da ponte sobre o riacho da Vacaria. A ponte é um dos pontos mais críticos da rodovia, com uma rachadura que já atinge a metada da estrada. Se ao inverno não atrapalhar, trabalho será executado com celeridade, garantiu o governador.

Secretário apresenta Projeto Cocó para moradores do Lagamar

101 1

O secretário estadual das Cidades, Camilo Santana, apresenta, às 15h30min desta quinta-feira, para os moradores do Lagamar, em Fortaleza, as ações do Projeto Cocó que serão executadas pelo governo. Em seguida, ele visitará o Canal do Lagamar, área que receberá as intervenções do Projeto.  Os investimentos do projeto chegam a R$ 251 milhões.

O Projeto Cocó tem como área de intervenção os municípios de Fortaleza, Pacatuba, Maracanaú e Itaitinga e se constitui de uma combinação de intervenções que inclui obras de controle e amortecimento de ondas de cheias (Barragem Lagos da Cidade), visando diminuir a faixa de inundações, além de reduzir o número de famílias realocáveis; e obras de desassoreamento (dragagem do rio), além de obras de urbanização e construção de unidades Habitacionais.

Com essas obras,deverão ser beneficiadas cerca de 8.315 famílias, informa o secretário Camilo Santana.

SERVIÇO

Local: Centro de Direitos Humanos do Lagamar – CDDHL

Travessa Social, nº 133 – São João do Tauape

65,5% dos consumidores cearenses possuem algum tipo de dívida

148 1

Divulgada, nesta quinta-feira, a Pesquisa do Perfil de Endividamento do Consumidor de Fortaleza, realizada pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC), em parceria com o Banco do Nordeste (BNB), e que se refere ao mês de fevereiro. A pesquisa revela que 65,5% dos consumidores da capital cearense possuem algum tipo de dívida. O resultado está 2,3 pontos percentuais acima do verificado em janeiro (63,2%), sugerindo que o consumidor usou o crédito para aproveitar as promoções do início do ano.

Apesar do crescimento do endividamento geral, os indicadores da qualidade do crédito mostraram relativa estabilidade, indicando que o consumidor mantém seu orçamento sob controle, de acordo com os dados.

Os instrumentos de crédito mais utilizados pelos consumidores são: (1) cartões de crédito, citado por 79,3% dos entrevistados; (2) os carnês e crediários, com 13,1% das respostas; (3) financiamento bancário (veículos, imóveis etc.), com 11,6%; e (4) os empréstimos pessoais, com 10,9%.

O consumidor utilizou o crédito para a compra de itens de alimentação (45,4% das respostas), artigos de vestuário (41,1%), eletroeletrônicos (32,6%) e a realização de despesas com educação (17,3%), sendo esta última muito relevante nesse período do ano e, dada a sua natureza inadiável e sazonalidade, termina por impactar o aumento do endividamento.

Com valor médio das dívidas em R$ 1.063, a parcela da renda dos consumidores comprometida com o seu pagamento teve crescimento de 0,9 pontos percentuais com relação a janeiro, passando de 24,4% para 25,3%, em fevereiro.

A renda encontra-se mais comprometida no grupo de consumidores com renda familiar entre cinco e dez salários mínimos (33,1%), com nível de escolaridade superior (30,9%) e na faixa etária entre 25 e 34 anos de idade (26,1%). 

A ampla oferta de financiamento tem modificado o perfil do endividamento do consumidor de Fortaleza, ainda que se concentre no curto prazo, com 73,8% das dividas em prazos inferiores a um ano e prazo médio de sete meses.

Uma das explicações para esse resultado é o padrão de consumo, muito limitado pela baixa renda do consumidor local: a compra de alimentos, itens de higiene pessoal e limpeza comprometeu 51,1% do orçamento familiar, acompanhado dos artigos de vestuário (27,7%), das despesas com educação e saúde (22,9%) e da aquisição de eletroeletrônicos (20,5%).”

(Com IPDC)

Servidores da Emlurb em greve fazem ato em frente ao Paço Municipal

Servidores da Emlurb, que decretaram greve nesta manhã de quinta-feira, fazem manifestação em frente ao Paço Municipal, no Centro de Fortaleza. A categoria reivindica melhores condições salariais e de trabalho.

No ato, estão também os servidores da Usina de Asfalto, que decidiram entrar em greve nas próximas 72 horas, caso não haja negociação com a Prefeitura. A categoria engrossa o protesto contra a prefeita, puxado pelo Sindicato dos Servidores e Empregados do Serviço Público de Fortaleza (Sindifort).

Nesta manhã, o pessoal da Emlurb fez assembleia geral na Praça Clóvis Beviláqua, quando decidiu pela paralisação.

Luizianne ameniza polêmica entre Pimentel e Cid

141 3

A prefeita Luizianne Lins (PT) afirmou, nesta quinta-feira, que as críticas feitas pelo senador José Pimentel (PT) ao Govero do Estado fazem parte do processo democrático. Pimentel disse que o Estado havia devolvido recursos federais por falta de projetos. 

– Acho que faz parte da democracia. As pessoas têm o direito de falar, de se colocarem, de se posicionarem.  É um processo natural.

Luizianne, em visita a obras na Praia de Iracema, não jogou lenha nessa fogueira política. Ela disse que Pimentel é uma pessoa correta e que sempre procura ajudar o Estado.

Indagada se essa postura do senador não pode prejudicar a manutenção da aliança política do PT com o PSB do governador, disse esperar e torcer para que não cause prejuízos.

– Eu espero que não. Acho que é uma discussão normal. De vez em quando não estão falando mal de mim?

(Foto – Paulo MOska – Arquivo)

Ceará, a esquina deserta do Brasil?

196 5

Com o título “Ceará, a esquina deserta do Brasil”, eis artigo do publicitário e poeta Ricardo Alcântara. Ele aborda um Estado que, em matéria de atração de investimentos, está na dependência do governo federal. Confira:

Não é necessário recorrer a um conjunto muito amplo de indicadores para constatar que o estado do Ceará vem perdendo gradativo espaço de atenção quanto aos investimentos que dependem da boa vontade de Brasília. Lamentável dizer, mas o fenômeno é datado: agrava-se com o governo Lula e se estende sem lapsos de continuidade por todos esses anos em que o “campo democrático e popular” hegemoniza as decisões fundamentais de governo.

Os últimos nove anos – período de maior prosperidade – não resistem a uma comparação nem mesmo com o pouco que nos foi contemplado durante o governo de Fernando Henrique, a “era maldita”. Noves fora, pioramos. Ainda não recuperamos o nível de prestígio obtido durante a década passada, quando o governador Tasso Jereissati se recusava a indicar ministros com a mesma impertinência com que cobrava investimentos.

Seriam inócuas as tentativas de justificar o desprezo com o recurso fácil ao argumento apoiado no crônico desequilíbrio de poder e influência entre as regiões mais pobres e as regiões mais ricas do território nacional. Basta olhar de lado e ver o que se passa há dez anos ali em Pernambuco, um estado que tem recebido investimentos patrocinados pelo governo federal que o colocam como uma das mais agraciadas jóias da coroa.

Por evidentes, não tomarei seu tempo expondo os números que justificam o diagnóstico. O Ceará voltou a ser a esquina deserta do país e para isso contamos com a omissão remunerada de uns e a subserviência de outros. O impacto dos programas de transferência de renda – a esmola necessária do “bolsa tudo” – é benéfico, mas não ao ponto de justificar a perda de espaço na conquista do investimento produtivo e em infraestrutura.

É desconcertante observar a mudança de eixo no discurso dos nossos parlamentares de esquerda – exigentes com Brasília quando recebíamos um pouco mais e dóceis agora, quando nada de relevante pode ser ostentado. Passada uma década de “gestão popular”, peça aos nossos representantes que apontem uma única grande obra do governo federal no Ceará durante todo esse tempo e prepare-se para ouvir murmúrios e tergiversações.

O governador Cid Gomes conquistou a confiança dos eleitores prometendo recuperar nosso prestígio político – segundo ele, abalado durante a gestão anterior. Cinco anos não foram suficientes para ensaiar uma desculpa. É fato. Como no dele, também no governo anterior o ex-presidente Lula se derramava em elogios ao então governador Lúcio Alcântara quando por aqui passava, mas nada de muito relevante deixava em suas mãos.

A seu favor, ainda poderia o ex-governador alegar que seus aliados na bancada federal militavam na oposição e tinha bem menos a oferecer ao presidente em apoio e voto, ao contrário do seu sucessor, Cid Gomes. Agora, notinhas na imprensa, de viés provinciano, dão conta de “um ótimo relacionamento entre o governador e a presidente Dilma”. Pelos resultados obtidos, cabe perguntar: contra qual dos dois a informação depõe?

* Ricardo Alcântara,

Publicitário e poeta.

Pimentel manda nota para Blog sobre polêmica com Cid Gomes

237 12

O senador José Pimentel (PT) mandou para o Blog uma nota de esclarecimento.Ele  reafirma que há recursos federais disponíveis e nao utilizados, mas garante apoio incondicional ao povo cearense, contribuindo com o Governo do Estado e Prefeituras na execução de programas. Confira::

Em relação à matéria publicada pelo jornal Diário do Nordeste no dia 16 de fevereiro deste ano, o senador José Pimentel manifesta o seguinte:

1 – “Declarei o que é fato: Existem recursos federais disponíveis que não foram utilizados. Esse não é apenas um problema local e reconheço que depende de vários fatores, muitas vezes complexos. A nossa intenção é agilizar os processos, contribuindo com o Governo do Estado e as prefeituras na execução dos programas e metas, como sempre fizemos”;

2. Reafirmo meu apoio incondicional para que o povo cearense realize o sonho de ver a refinaria da Petrobras operando o quanto antes. Para isso, temos um projeto em andamento no estado do Ceará, fruto da conjugação de forças que elegeu Cid Gomes duas  vezes governador e reelegeu a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins. Um projeto vitorioso, inovador e que tem levado o Estado do Ceará a um desenvolvimento acelerado.”

* José Pimentel,

Senador do PT .

VAMOS NÓS – Essa situação mostra claramente que a sucessão de 2014 já entrou no jogo da disputa em Fortaleza. É a luta pelo poder.

Cid avalia como declaração de guerra fala de Pimentel

236 8

O governador Cid Gomes (PSB) classificou como “declaração de guerra” ao Palácio da bolição as declarações do senador José Pimentel (PT) dando conta de que recursos federais para obras de habitação e de uma refinaria no Pecém estão sendo devolvidos por falta de projetos do Governo do Estado.

“Entendi essa fala do Pimentel como uma declaração de guerra”, afirmou Cid, durante café da manhã com membros da Associação dos Jovens Empresário (AJE) de Fortaleza, na coebrtura da Federação das Indústrias do Estado.

Instigado a comentar as últimas declarações do senador petista, o governador reagiu com indignação. “Eu tendo a respeitar as pessoas quanto mais humildes elas sejam, mas definitivamente o Pimentel não tem humildade”, atacou Cid Gomes.

O chefe do Executivo estadual afirmou ainda que o comportamento de Pimentel prejudica a manutenção da aliança entre PT e PSB para as eleições de outubro na Capital.

“Eu não compreendo os motivos que levaram Pimentel a dizer que o Estado está devolvendo recursos. Principalmente agora, quando eu estou praticamente sozinho dentro do PSB tentando defender uma aliança com o PT”. O governador disse ainda que todas as declarações de José Pimentel são “mentirosas” e que ligou para o senador cearense para tentar esclarecer a questão.

Mais uma vez tentando transparecer sua raiva, Cid repetiu uma frase usada em para-choques de caminhões: “Se a sua estrela não brilha, não tente apagar a minha”.

(Com Canal Política – POVO Online)

DETALHES – Cid ligou para Pimentel nessa quarta-feira e os dois tiveram uma convesa ríspida. Sobre refinaria, disse para o petista que ele sabia ser o investimento da Petrobras e não poderia colocar culpa no Estado.  

DETALHES 2 – Ainda da conversa por telefone,Cid disse que sempre defendeu muito melhor do que ele o Governo Lula e agora o Governo da Dilma. De qualquer, pessoa ouço críticas, mas de um senador como você, vir posar de bonzão, não aceito, complementou.

DETALHE 3 – Cid disse continuar defendendo a aliança com o PT, até contra seu irmão Ciro. “E aí, vem você e faz isso?” – lamentou.

Estados e municípios recebem nesta 6ª feira verba para a área de assistência social

“A partir de amanhã (17), 5.308 municípios e o Distrito Federal receberão recursos do Ministério do Desenvolvimento Social para o aperfeiçoamento de atividades referentes à assistência social. Apenas 104 municípios não atingiram as metas fixadas pelo governo federal. Até o final deste mês, serão transferidos R$ 8,9 milhões às autoridades locais.

Porém, os valores repassados vão variar de acordo com o chamado Índice de Gestão Descentralizada do Sistema Único de Assistência Social (IGD-Suas), que considera uma série de itens, como o número de profissionais capacitados e a qualidade da estrutura física dos locais de atendimento à população. A ideia é repassar R$ 170 milhões até dezembro.

“Nosso objetivo é que esses repasses funcionem como uma indução à melhoria da assistência social nos municípios, o que já percebemos em um ano”, disse à Agência Brasil a secretária nacional de Assistência Social do MDS, Denise Colim. “Observamos [por parte das autoridades locais] o interesse em aderir [às propostas] e aperfeiçoar o sistema, reconhecendo que qualitativamente há melhorias.”

O valor da quantia repassada mensalmente vai variar entre R$ 1,5 mil e R$ 200 mil por estado. Além do IGD-Suas, o Ministério do Desenvolvimento Social considerou também o número de habitantes. Os critérios incluídos na avaliação do IGD-Suas são o desempenho dos centros de referência social, como a quantidade de profissionais capacitados, e a qualidade da estrutura física.

Também são avaliados a aplicação dos recursos públicos já repassados para a área de assistência social e o desempenho dos centros de referência especializados – os que se destinam às vítimas de violência e crianças e aos adolescentes inseridos em programas socioeducativos. É considerado ainda o esforço de cada gestor local para a capacitação de profissionais.

A secretária nacional de Assistência Social do ministério, Denise Colim, disse que a fixação de critérios levou vários grupos sociais, como comunidades de quilombolas e mulheres, a buscar o ministério para ter acesso a mais programas desenvolvidos pelo governo federal. “São visíveis os impactos positivos no cotidianos de várias pessoas que nos procuram”, disse.”

(Agência Brasil)

Patrícia Saboya: Pimentel marcou gol contra

119 8

A deputada estadual Patrícia Saboya (PDT() ocupa a tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira, para repudiar as declarações do senador José Pimentel (PT) dando conta de que o Estado devolveu recursos federais de projetos como o do Rio Maranguapinho.

“O senador Pimentel marcou um gol contra! – afirmou a parlamentar, observando que não se surpreendia com a postura do pegista, porque nunca acreditou na aliança que une o PT ao PSB do governador Cid Gomes.

Patrícia chegou a dizer que foi vítima dessa mesma aliança de Cid com o PT quando teve que sair do PSB e ir para o PDT. A parlamentar, na última municipal, quando candidata à Prefeitura, o governador, eu ex-cunhado, acabou endossando a reeleição de Luizianne.