Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

PDT-PPS faz convenção neste domingo de São João

O PDT realizará neste domingo, a partir das 9 horas, no ginásio do Clube Náutico, convenção para homologar o deputado estadual Heitor Férrer como seu candidato a prefeito de Fortaleza. O vice de Heitor já está definido: é o presidente regional do PPS, empresário Alexandre Pereira.

O PDT e o PPS prometem um domingo festivo e uma convenção em clima de São João.

Afinal, domingo é o dia do santo festeiro. E casamenteiro.

Greve dos ônibus é encerrada

184 5

Eis nota divulgada nesta noite de sábado pela assessoria de imprensa do Ministério Público do Trabalho (MPT). Informa o fim da greve dos motoristas e cobradores de ônibus de Fortaleza. Confira:

Um alívio para cerca de um milhão de usuários de transportes coletivos. O Ministério Pùblico do Trabalho (MPT) realizou uma audiência neste sábado (23/6) com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Ceará (Sintro) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) e encerrou a greve dos motoristas de ônibus de Fortaleza que já durava quatro dias.

De acordo com a proposta que foi consensuada, os rodoviários de Fortaleza terão reajuste linear de 8,5%, vale alimentação de valor de R$ 8,00 e cesta básica de R$ 70,00. Não houve consenso em relação ao abono dos dias parados.

Após a intervenção do MPT, o Sindionibus voltou a negociar com o Sintro, já que as conversas estavam suspensas desde o início da paralisação. Pela manhã, após duas horas de conversa, os sindicatos chegaram a um consenso. A audiência foi suspensa para que empresários e empregados fossem ouvidos e no final da tarde do sábado, as partes voltaram a se reunir para assinar a Convenção Coletiva de Trabalho.

O procurador regional do trabalho, Francisco Gérson Marques, mediador ressaltou na negociação “boa vontade das partes, mas principalmente a atuação do Superintendência Regional do Trabalho (SRTE) que chegou a um bom acordo”.

Procuradoria do Trabalho notifica Prefeitura de Fortaleza

200 1

A Procuradoria Regional do Trabalho (7ª Região), por meio do procurador Antonio Oliveira Lima, notificou nessa sexta-feira (22) a Prefeitura de Fortaleza, por se omitir a prestar informações sobre os profissionais que atuarão no Hospital da Mulher, durante audiência sobre o desvio de médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem de Frotinhas e Gonzaguinhas para a unidade hospitalar que a Prefeitura espera inaugurar em agosto.

Os dois representantes da Prefeitura, o procurador-geral adjunto Marcelo de Arruda Bezerra e a advogada da Secretaria Municipal de Saúde, Luciana Alves Matos, afirmaram somente que os profissionais da saúde não serão retirados dos Frotinhas e Gonzaguinhas, mas terão suas jornadas ampliadas.

O procurador estabeleceu um prazo de 5 dias para que a Prefeitura relacione as unidades de saúde e as funções dos profissionais que serão deslocados para o Hospital da Mulher. O receio é que o atendimento dos Frotinhas e Gonzaguinhas seja comprometido com a transferência de mais de 700 profissionais, entre os quais 132 médicos.

Marcos Cals promete “grande surpresa” na escolha do seu candidato a vice-prefeito

O pré-candidato a prefeito e Fortaleza pelo PSDB, Marcos Cals, aproveitou este sábado para dar entrevistas às emissoras do Grupo Cidade de Comunicação, onde expôs suas propostas e reforçou críticas à administração da prefeita Luizianne Lins (PT).

Marcos reafirmou também que é pré-candidato e que virá uma “grande surpresa” com relação ao seu candidato a vice-prefeito.

“Será um nome novo, diferente”, destacou o pré-candidato, durante entrevista à rádio Cidade AM.

Depois do giro de entrevistas, Marcos levou alguns pré-candidatos a vereador e familiares para um almoço bem tradicional no Bar da Zena (Centro).

Escola e família, quem é o vilão?

Em artigo no O POVO deste sábado, o médico, antropólogo e professor universitário Antonio Mourão Cavalcante discute o papel da escola e da família na educação de crianças e jovens. Confira:

Não é producente estar discutindo de quem é a culpa do fracasso na difícil tarefa de educar. A escola ou a família?

Os que atribuem à família logo apontam a situação caótica porque passa a “célula mãe” da sociedade. A família estaria sem rumo. Aumentam as separações e os filhos abandonados. Os pais que se envolvem totalmente na tarefa de correr atrás do sustento do grupo. Não há mais tempo para os filhos. Mesmo a mulher deve trabalhar e contribuir com o orçamento familiar. Os filhos ficam entregues à própria sorte. Em outros casos, o pai foi destituído de sua autoridade de chefe. Os valores assimilados pelas crianças vêm da rua e da televisão, que só ensinam o que não presta…

Os que atribuem o fracasso à escola, logo mencionam a negligência. Períodos enormes de greves. Falta de verbas para educação. Nem o piso salarial oficial os professores recebem. Descaso. Não é prioridade. O tempo na escola é reduzido. Brasil, raro caso no mundo, onde a escola funciona apenas em um turno. Sem falar das ameaças externas: a violência e as drogas. Os mestres são insultados. Aluno virou cliente ou cinicamente designado como “nosso parceiro”.

Pensar dessa forma deve ser extremamente inquietante. Desesperador. Mas, é assim que muitas pessoas acreditam e repetem, sem refletir.

A família passa por uma crise. Ela busca novos modelos. Tenta compor outros cenários. Múltiplos arranjos, onde o fundamental continua sendo: o locus da experiência necessária do amor. Isto é, a família é o espaço onde devemos nos inaugurar no humano. Na vivência básica do humano: amar e ser amado. O líder desse núcleo não precisa ser alguém que se impõe pela força, mas que exercita e lembra a necessidade de aplicarmos e vivermos o consenso para que possamos viver bem e em harmonia.

A escola precisa estar mais próxima e aberta. Ela precisa ser em tempo integral, com movimentos de articulação com a comunidade. Um lugar de aprender e conviver. Construir amizades. Exercitar a solidariedade. Não apenas instruir, mas despertar nos jovens o interesse pela vida, pelos outros e pelo mundo…

PDT deve disputar a Presidência em 2014

Essa informação é de Felipe Patury. da Revista Época:

A cúpula do PDT decidiu lançar um candidato para disputar o Palácio do Planalto contra a presidente Dilma Rousseff.

Em reunião na semana passada, o presidente do partido, Carlos Lupi, e seus aliados combinaram divulgar a decisão logo depois do fim da eleição municipal. Lupi e sua turma dizem que, em 2010, abraçaram a candidatura de Dilma antes mesmo do PT.

Ainda assim, ela nomeou o deputado Brizola Neto para suceder Lupi no Ministério do Trabalho à revelia do grupo.

Agora, cobrarão caro por seu apoio num eventual segundo turno de 2014.

Ex-presidente da OAB vai se desfiliar do PR e apoiar Roberto Cláudio

185 2

O ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará, Cândido Albuquerque, confirmou, neste sábado: vai se desfiliar do Partido da República. Ele diz discordar da aliança do partido com o PT da prefeita Luizianne Lins, o que vem articulando a cúpula estadual por meio do seu presidente, o ex-governador Lúcio Alcântara, e o prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa.

“Nós não concordamos com essa atitude. Precisamos evoluir e apostar em novos projetos”, explica Cândido, adiantando que deverá apoiar o nome de Roberto Cláudio para prefeito de Fortaleza por considerá-lo o “mais preparado”.

Cândido Albuquerque é também diretor da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará.

 

Luizianne Lins participa de convenção em Vitória

166 2

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, encontra-se, neste sábado, em Vitória (ES). Ela participou, como convidada, da convenção do PT que homologou Iriny Lopes como candidata à Prefeitura. Iriny , segundo a direção petista, é a única candidata mulher do partido postulando numa Capital.

Luizianne teve direito de fazer discurso, destacando as dificuldades que ela, principalmente, como mulher enfrentou na gestão da Capital cearense. Lembrou do preconceito e do machismo de muitos contra sua militância política.

Ontem, a prefeita esteve na Rio+20. Ela deve retornar para Fortaleza só no fim da noite deste sábado.

 

Presidente da FCF prevê inicio dos jogos da Série C, do Brasileirão, na próxima semana

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Nfzt87TkiWo&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=6&feature=plcp[/youtube]

O presidente da Federação Cearense de Futebol, Mauro Carmélio, previu, neste sábado, que os jogos da Série C, do Brasileirão, vão começar na próxima semana. Para ele, o impasse judicial patrocinado pelo Treze de Campina Grande deve ser superado. Mauro Carmélio deu essa entrevista quando circulou pela convenção do PSB de Fortaleza, que, no ginásio do Colégio Capital, homologou a candidatura de Roberto Cláudio para prefeito de Fortaleza.

Parada Gay terá “desfile” de pré-candidatos

A XIII Parada da Diversidade Sexual, que ocorrerá neste domingo, a partir das 15 horas, na Avenida Beira Mar, vai contar com trio elétrico bancado pelo Governo do Estado.

Em edições passadas, equipamento do gênero era coisa da Prefeitura. Quem conseguiu foi o Grupo Resistência Asa Branca (GRAB), organizador do evento.

E por falar nisso, dois pré-candidatos a prefeito de Fortaleza já reservaram participação na Parada: Elmano de Freitas (PT) e o senador Inácio Arruda (PCdoB).

 

Caso BNB – Dilma quer conversar com governadores do NE

168 2

A presidente Dilma Rousseff deverá chamar para si a decisão de assegurar para o Banco do Nordeste do Brasil uma diretoria mais comprometida com o critério técnico do que com o aspecto unicamente político.

Ela quer uma conversa com os governadores nordestinos, incluindo Minas e Espírito Santo, onde o BNB tem influência, para tratar da nomeação daquele que responderá pelo comando da Instituição. Hoje a direção está com o interino Paulo Ferraro. Há nomes se escalando.

O Planalto avalia que pode vir a indicação política, mas o crivo técnico será prioritário. O estilo dilmista exige resultados e menos lobby, o que tem povoado o entorno de poder do BNB.

 

Novo presidente do Paraguai destaca relação com Brasil e pede compreensão de Dilma

Na segunda entrevista coletiva após tomar posse, o novo presidente do Paraguai, Federico Franco, escolheu o Brasil como tema principal. Franco disse neste sábado (23) que espera manter com o país vizinho e a presidenta Dilma Rousseff relações harmônicas, assim como garantiu que preservará os direitos e a segurança dos brasiguaios (agricultures brasileiros que moram em território paraguaio). Ele avisou ainda que aguarda da União das Nações Sul-Americanos (Unasul) apoio para governar.

“Temos esperanças de manter as relações harmônicas e proporcionais com o Brasil”, destacou ele, que respondeu a várias perguntas de jornalistas brasileiros. Franco não acredita em sanções por parte do Brasil ao Paraguai. “Não acredito que o Brasil aplicará sanções, pois os mais afetados seriam os empresários brasileiros que investem no Paraguai, principalmente, em Ciudad del Este”, disse. “Eu descarto [o risco de sanções]. Sou uma pessoa otimista. Há muitos empresários brasileiros investindo hoje no Paraguai”, reforçou o presidente empossado ontem (22).

Ao longo dos dez minutos de entrevista, Franco ratificou que o “Paraguai vive uma situação de normalidade”, em resposta ao Brasil e demais países vizinhos, que levantaram dúvidas sobre a lisura do processo que levou à destituição do então presidente Fernando Lugo. Mais de três vezes, ele disse que o processo seguiu os preceitos constitucionais.

Uma das principais tensões entre os dois países é o tratamento dispensando pelas autoridades paraguaias aos brasileiros. Cerca de 6 mil brasileiros, que migraram ao Paraguai para investir em terras, reclamam de discriminação, ataques frequentes dos carperos (agricultores sem terra de origem paraguaia) e falta de apoio do governo.

Franco disse que nos 11 meses que ficará à frente do governo apoiará os brasiguaios. “Esses brasileiros que são cidadãos paraguaios terão um tratamento preferencial. Certamente esse governo [referindo ao ex-presidente Fernando Lugo] foi o que mais nacionalizou cidadãos brasileiros radicados no Paraguai. Eles [os brasiguaios] podem ficar seguros sobre a preservação de seus direitos”, destacou ele.

Ao ser perguntado se pretende ir à Cúpula do Mercosul, em Mendoza, na Argentina, na próxima semana, Franco indicou que deverá enviar o chanceler José Félix Fernández Estigarribia para representar o Paraguai. “Minha prioridade agora é arrumar a casa e dar tempo para o Mercosul analisar a situação”, completou o presidente.

(Agência Brasil)

A prefeita tem razão

177 5

Em artigo no O POVO deste sábado (23), o editor adjunto do Núcleo de Conjuntura do O POVO, Luiz Henrique Campos, comenta do dilema na greve dos motoristas, quando políticos na gestão pública de forma traumática tiveram que refazer posições anteriores para se adaptar às novas situações. Confira:

A prefeita Luizianne Lins tem razão ao afirmar que a greve de trabalhadores em transporte coletivo de Fortaleza possui conotação política. Nada justifica que não se chegue a bom termo nas negociações ao verificarmos as reivindicações dos grevistas e o que oferece o sindicato patronal. A diferença é irrisória em comparação ao transtorno que a paralisação está causando ao fortalezense.

Achar, todavia, que haja alguma coisa orquestrada para beneficiar a futura candidatura de Renato Roseno (Psol) à prefeitura, pelo fato de o movimento ter como líderes pessoas ligadas ao PSTU, já é ir muito longe. Seria inflar demais as possibilidades do candidato no pleito eleitoral, principalmente ao levarmos em conta a alta rejeição que a paralisação gera na população.

O que Luizianne esquece, ou faz questão de esquecer, é que há movimentos reivindicatórios que pouco ou quase nada tem de respeito pela população. Se vangloriam de lutar por melhorias para suas categorias, mas reproduzem em escala bem maior ações as quais dizem lutar contra. São truculentos, ardilosos e nada afeitos ao jogo democrático. E o que é pior, se fazem de vítimas.

Quanto ao último ponto, não há nada mais covarde do que se fazer de vítima manipulando situações para tentar convencer pessoas que não possuem discernimento para produzir leituras críticas.

A consequência de atos do gênero é que quando essas lideranças são colocadas à prova, em postos de decisão, não conseguem se desvencilhar das teias que eles próprios ajudaram a tecer. Como consequência, viram marionetes de si mesmos, se deixando levar para o lado que a corda puxa. Quantos que estão na política hoje não forjaram suas trajetórias à base da dissimulação e do discurso fácil? Quantos, agora nas gestões públicas, não tiveram que de forma traumática refazer posições anteriores para se adaptar as novas situações?

São exemplos assim que descredenciam a política como arte da busca pelo bem comum. Uma pena.

Passagem já aumentou

203 8

Da coluna Política, no O POVO deste sábado (23), pelo jornalista Érico Firmo:

A Prefeitura de Fortaleza repete que a tarifa de ônibus não subirá em função da greve. Não que a medida esteja necessariamente errada, mas cumpre dizer que, com o desconto do ISS, o custo do transporte coletivo já ficou mais caro. A população paga essa conta. Aliás, é o que ocorre há anos – os empresários é que não vão arcar com o congelamento de preços.

Há razões plausíveis para que o Poder Público subsidie o acesso ao transporte. Os valores são impeditivos à população, sim. A despesa é cotidiana e inevitável para muita gente e afeta a renda familiar de forma decisiva em vários casos. Cabe discutir se deveria ser prioridade em relação a tantas outras demandas. Vale indagar, também, quanto do inequívoco potencial de aproveitamento eleitoral está por trás da opção. Mas a ação, indiscutivelmente, tem seu valor, para além de seu custo.

O que é fundamental é deixar claro que, se a tarifa se mantém inalterada por um lado, o conjunto da população paga essa conta por outro.

CPI quer explicações sobre afastamento de juiz da operação que prendeu Cachoeira

Depois do pedido de afastamento do juiz Paulo Augusto Moreira Lima da 11ª Vara Federal – responsável pelo processo da Operação Monte Carlo, que prendeu Carlinhos Cachoeira –, parlamentares apresentaram requerimentos para que ele dê explicações sobre esta decisão à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as relações de Cachoeira, com agentes públicos e privados. Matérias divulgadas pela imprensa dizem que Moreira Lima e sua família teriam sofrido ameaças do grupo de Cachoeira.

A comissão fará reunião administrativa no dia 5 de julho, uma quinta-feira, às 10h15. Dias antes, haverá o depoimento de nove convocados.

A CPI já recebeu 258 requerimentos que aguardam análise, mas os parlamentares poderão apresentar novas propostas até as 10h15 do dia 3 de julho. Entre os já apresentados, há pedidos de convocação do dono da Delta Construções, Fernando Cavendish, e de quebra dos sigilos do empresário. Na última reunião administrativa, a CPI rejeitou sua convocação por 16 votos a 13. Também há requisições à Polícia Federal dos nomes – com número de CPF – das pessoas que receberam de Carlinhos Cachoeira aparelhos Nextel habilitados nos Estados Unidos.

(Agência Senado)

PV faz convenção e confirma apoio a Elmano

289 7

O pré-candidato do PT à Prefeitura de Fortaleza, Elmano de Freitas, participou, neste sábado, no Ginásio Aécio de Borba, da convenção do Partido Verde. Na ocasião, ele ganhou o apoio do partido e teve direito a fazer discurso.

“Há vinte anos, essa cidade não fazia casas para os mais pobres. Vamos entregar 12 mil casas populares”, disse, fazendo um balanço das ações da administração da prfeita Luizianne Lins (PT). Elmano reiterou que Lula informou para Luizianne que virá para a campanha em Fortaleza.

“Nós somos o time do companheiro Lula e da companheira Dilma”, acentuou o pré-candidato, adiantando que Fortaleza “é a capital com maior investimento público do Nordeste, pois criou mais de 200 mil empregos de carteira assinada.

Numa crítica indireta a outros candidatos, Elmano disse que não precisaria de aula de escritório para saber onde ficam os bairros de Fortaleza. Prometeu reforçar a educação. Ele foi secretário dessa área na atual administração, e concluiu: “Vamos apresentar propostas”, afirmou que não atacara ninguém na campanha.

(Foto – PV)

Roberto Cláudio diz que seu nome representa um projeto de transformação e critica a saúde, a educação e a mobilidade urbana

294 8

Roberto Cláudio discursa sob o olhar carinhoso da esposa Carol

O candidato do PSB à Prefeitura de Fortaleza, Roberto Cláudio, disse, durante convenção no Ginásio do Colégio Evolutivo, neste sábado, que a busca do partido por uma candidatura não girou em torno de um nome, mas de um projeto de transformação.

Roberto Cláudio afirmou que a sua trajetória de campanha terá três frentes: a saúde, a educação e a mobilidade urbana.

“Fortaleza vive uma das piores crises de saúde em sua história. Não dormirei uma noite, enquanto um trabalhador ou uma trabalhadora não tiver atendimento digno ao procurar cuidar do seu filho. Não se pode dizer que a cidade é humana, quando não se respeita a educação. Cem mil crianças sem creche e sem educação infantil”, disse.

O candidato afirmou que irá trabalhar nos três turnos e que terá a humildade de ouvir. Disse ainda que irá governar com aliados. “Aliado não é para ser submetido”, criticou.

Roberto Cláudio assegurou que a presidente Dilma é aliada da aliança. “Vamos bater à porta da presidente com projetos debaixo do braço, pois não se pode esperar ajuda sem projeto”, ironizou.

Na linha do discurso de Ciro Gomes, Roberto Cláudio afirmou que “não debateremos pessoas, mas problemas”, em um claro recado que a campanha não se reportará à prefeita Luizianne Lins.

Sob o olhar carinhoso da esposa Carol Bezerra, o candidato agradeceu aos pré-candidatos Salmito Filho e Ferrúccio Feitosa, além de Cid Gomes, Ciro Gomes e Eunício Oliveira.

(Foto – Paulo MOska)

* Veja trecho do discurso de Roberto Cláudio aqui.

Cid Gomes: Roberto não é candidato tirado do bolso da camisa, pois “não é esse o meu estilo”

156 6

O governador Cid Gomes afirmou que o candidato do PSB à Prefeitura de Fortaleza, Roberto Cláudio, não é um nome tirado do bolso de uma camisa. “Não é esse o meu estilo”.

Cid disse, ao discursar na convenção do partido, no ginásio do Colégio Evolutivo, neste sábado, que Fortaleza tem muitos problemas e que o voto será conquistado em caminhadas. O governador, que também é presidente regional do PSB, afirmou que a campanha terá um alto nível, diante do debate dos problemas da cidade.

(Foto – Paulo Moska)

SERVIÇO

* Confira trecho do discurso de Cid Gomes aqui.