Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

A Fortaleza dos alagamentos

241 2

Fortaleza registrou, nesta manhã de quinta-feira, chuva de 32 milímetros, segundo a Funceme. Foi o suficiente para alagar vários pontos da cidade como esse que fica na rua Professor Anacleto, no bairro Parque Araxá. O trânsito ficou lento.

(Foto – Paulo MOska)

Médium fará cirurgias espirituais em Fortaleza

João Berbel, médium espírita de Franca, interior de São Paulo, estará em Fortaleza no período de 27 a 29 deste mês. Ele vem dar palestra no I Seminário sobre Cirurgia Espiritual, uma promoção do Grupo Espírita Ana Amélia (GEAME).

Berbel falará às 18 horas do dia 26, no auditpório do GEAME, quando abordará o tema “Medicina do Além – A Cura Através dos Espíritos”. Ele também fará cirurgias espirituais.

SERVIÇO

Auditório do Grupo Espírita Ana Amélia Bezerra de Menezes (GEAME) – Avenida dos Expedicionários 9399 – Itaperi

Hora: das 18:30 às21:00h.

Ingresso: R$ 30,00 + 1 kg de alimento (destinados às obras assistenciais do GEAME)

VLT – Ordem de serviço será dada na 2ª feira

235 1

Ferrucio é tambem prefeiturável do PSB.

O consórcio encabeçado pela cearense Engexata vai receber, na próxima segunda-feira, a ordem de serviço para as obras do Veículo Leve sobre Trilos (VLT) que ligará Parangaba ao Mucuripe, em Fortaleza.

O governador Cid Gomes (PSB) dará o aval ao lado da presidente Dilma Rousseff, informa o secretário especial da Copa 2014, Ferrucio Feitosa.

O projeto, que faz parte do PAC da Copa 2014, custará R$ 179,5 milhões.

Operação Carnaval – Polícia Rodoviária Federal divulga balanço nesta 5ª feira

“A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulga hoje (23) o balanço da Operação Carnaval. Os dados serão apresentados às 14 horas no site da PRF e em entrevista coletiva na sede do órgão em Contagem, Minas Gerais. A diretora-geral da Polícia Rodoviária, inspetora Maria Alice Nascimento Souza, e sua equipe vão mostrar as estatísticas rodoviárias correspondentes ao período de carnaval.

Um balanço parcial, divulgado segunda-feira (20) pela PRF, revelou que houve redução no número de acidentes e de mortes nos primeiros dias de Carnaval, em comparação ao mesmo período do ano passado. O número de acidentes de trânsito e de pessoas feridas apresentou redução de quase um terço nas rodovias federais, em relação aos primeiros dias da Operação Carnaval em 2011. O número de mortes nas ocorrências de trânsito também caiu: de 135 em 2011 para 122 em 2012.”

(Agência Brasil)

Heitor Férrer quer “Lei da Ficha Limpa” na administração pública cearense

204 5

“A Assembleia Legislativa deverá concentrar seus esforços na discussão e aprovação de Proposta de Emenda à Constituição Estadual que cria a Lei da Ficha Limpa na administração pública cearense. É a expectativa do deputado Heitor Férrer (PDT), autor da proposta – que tramita na casa desde de 2010.

Para ele, é inaceitável que a AL “permita que pessoas consideradas pela legislação federal como “ficha suja” assumam cargos públicos e por consequência, venham atentar contra a moralidade pública”.

O pedetista pretende definir com a mesa diretora um cronograma para discussão e votação da matéria que segundo diz, “determina a aplicação dos mesmos princípios éticos da escolha de dirigentes de órgãos e entidades públicas estaduais, impedindo que qualquer que seja a pessoa da ficha suja assuma cargo público.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Dilma confirma visita. Cid Gomes e Luizianne Lins estarão juntos no receptivo?

“A visita da presidente Dilma a Fortaleza está confirmada para a próxima segunda-feira, 27 e poderá servir para apaziguar os ânimos entre petistas e membros do PSB local. De acordo com parlamentares cearenses e com o presidente do PT no Brasil, Rui Falcão, a orientação nacional do partido é de que a aliança com o PSB seja mantida em Fortaleza.

Dilma chega feito bombeiro, para alguns, em meio ao clima de polêmica que surgiu quando o senador José Pimentel (PT) declarou que o Estado havia devolvido recursos federais por falta de projetos. Cid Gomes reagiu e chegou a chamar Pimentel de “mentiroso”.

Junto com o governador, segundo o Palácio da Abolição, a presidente visitará as obras da Estação de Tratamento de Água (ETA) Oeste, de onde começa o trecho V do Eixão das Águas do Ceará, que levará água para o Complexo Portuário e Industrial do Pecém. Ela também deverá anunciar investimentos para a linha Leste do do Metrô de Fortaleza (Metrofor).

Com a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, Dilma deverá visitar as obras do Vila do Mar, na Barra do Ceará, que recebe investimentos do Governo Federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

As assessorias de imprensa do Paço Municipal e do Palácio da Abolição não confirmaram, no entanto, se a prefeita Luizianne Lins e o governador Cid Gomes cumprirão as agendas juntos.”

(Com O POVO/Foto -Arquivo)

CNJ mira contracheques excepcionais de magistrados

245 4

“O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) quer saber quais índices de correção foram aplicados por Tribunais de Justiça estaduais e os períodos contemplados para calcular contracheques excepcionais concedidos a juízes e a desembargadores.

Se identificar pagamentos irregulares, o CNJ poderá propor sanção com base no estatuto do servidor público, que prevê desconto em folha daquela quantia indevidamente creditada na conta dos magistrados.

O artigo 46, parágrafo 1.º, do estatuto disciplina que reposições e indenizações serão previamente informadas ao servidor para pagamento no prazo máximo de 30 dias, podendo ser parceladas a pedido do interessado. O valor de cada parcela não poderá ser inferior a 10% da remuneração, provento ou pensão.

Oficialmente, a ministra Eliana Calmon, corregedora nacional de Justiça, não se manifestou sobre a busca aos índices de correção aplicados pelos tribunais. Mas é certo que o CNJ quer detalhes sobre a composição dos holerites especiais, quais benefícios foram incluídos na conta e, principalmente, se eles obedeceram ao prazo prescricional, cujo limite é de cinco anos.

Em dezembro, o CNJ havia iniciado investigação na folha salarial do TJ de São Paulo para identificar créditos extraordinários e o patrimônio dos juízes.”

* Do O Globo, leia em CNJ mira contracheques excepcionais de magistrados para pedir devoluções

MPE analisa em 10 dias processo contra Hélio Parente

“Dez dias. Este é o prazo dentro do qual o Ministério Público analisará o requerimento que solicita abertura de processo de investigação sobre a posse do advogado e conselheiro Hélio Parente em uma das cadeiras do Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará (TCM-CE).

O prazo foi informado ontem pelo procurador geral de Justiça Ricardo Machado, que garantiu: “É dever do Ministério Público investigar e esclarecer este assunto e nós vamos, sim, abrir um processo de investigação”.

O pedido de investigação foi apresentado ao procurador geral pelos promotores de Justiça José Wilson Sales Júnior e Eulério Soares Cavalcante Júnior, na quinta-feira da semana passada.

Ao O POVO, José Wilson informou que o objetivo de sua iniciativa é esclarecer os fatos que levaram à reprovação das contas de Hélio Parente no TCM-CE e, também, averiguar se há alguma ilegalidade em sua posse como conselheiro da Corte.

A Constituição do Estado do Ceará determina que para este cargo é preciso ter “conduta ilibada”. Conforme O POVO mostrou no último dia 14, Hélio Parente teve suas contas de gestão relativas ao período em que foi procurador geral de Aquiraz julgadas irregulares pelo TCM. O motivo foi a não prestação de contas dentro do prazo legal. Hélio alegou dificuldade de acesso às documentações necessárias para a prestação de contas.”

(O POVO)

Depois do Carnaval, entra em cena o “bloco do abafa”

160 3

“Com a volta dos trabalhos legislativos na Câmara Municipal de Fortaleza e na Assembleia Legislativa, a ordem é dar por encerrada a polêmica que animou o cenário político da semana passada entre PT e PSB na Capital. Ao que parece, a polêmica não deverá voltar às tribunas das Casas Legislativas. Parlamentares de ambos os partidos fazem questão de por panos mornos no assunto.

Um dos pré-candidatos do PSB à Prefeitura de Fortaleza, o vereador Elpídio Nogueira, que é ligado ao governador Cid Gomes (PSB), acredita que a temática não entrará em pauta amanhã na Câmara. “Eu, pelo menos, estou discutindo um projeto sobre couvert artístico na cidade”, destacou o parlamentar, acrescentando que esse será o assunto que ele vai levantar hoje na Casa. Ontem, o deputado federal José Guimarães afirmou ao O POVO que havia conversado com o governador e que o impasse já estava “resolvido”.

A crise entre PT e PSB teve início depois que o senador José Pimentel (PT) declarou à imprensa que nem o Governo do Estado nem as prefeituras cearenses estavam fazendo “o dever de casa” em relação ao Programa Minha Casa, Minha Vida e à Refinaria Premium II.

Irritado com as declarações de Pimentel, o governador respondeu de forma dura às críticas do senador e, durante almoço com jovens empresários do Ceará, na última sexta-feira, disse que Pimentel era um “mentiroso” e que “queria aparecer”.

(O POVO)

263 toneladas de castanha apodrecem e viram carvão

“A essa hora, talvez ainda restem alguns quilos para botar no fogo. Assim disse o porteiro da fábrica Roguimo, que produz cera de carnaúba. A indústria fica no km 12,5 da BR-222. É lá que 263 toneladas de castanhas de caju, uma pequena montanha do produto que já esteve pronto para exportação, estão sendo usadas como… lenha. E pior: porque apodreceram sem alimentar ninguém e eram a única garantia de um empréstimo milionário feito junto ao Governo Federal.

O POVO tentou fazer o registro fotográfico da incineração na semana passada, última quarta-feira, dia 15, mas os donos da empresa não autorizaram o acesso. É tanta castanha que a incineração começou desde o fim de janeiro e ainda há bastante “lenha” para jogar às labaredas. A situação inusitada é parte de uma grande pendenga judicial entre gente da cajucultura cearense e o setor de cobrança do Banco do Brasil (BB). Uma história que começou há mais de dez anos. A verba federal, repassada através do Banco do Brasil, teria sido superior a R$ 6 milhões, mas a dívida nunca foi saldada.

As amêndoas estragaram após uma década de entraves jurídicos protagonizados pelo BB e as partes devedoras: a Cooperativa dos Produtores de Caju do Ceará (Cocaju) e as empresas Irmãos Fontenele S/A e Agroindustrial Gomes. Os 263.328 quilos chegaram a ser recolhidos pelo banco em 2002 para penhora judicial. Um ano depois do vencimento para pagar o empréstimo, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em fábricas de Fortaleza e Uruburetama. Seriam a garantia da dívida.”

Desde setembro daquele ano, porém, ficaram armazenadas num dos galpões da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em Maracanaú. Sem que fossem negociadas ou nem sequer doadas para instituições de caridade, enquanto poderiam ter sido. “Nós apenas alugávamos os galpões”, garante o superintendente da Conab, Eude Guedes.

Foi lá, pelo tempo, que se deterioraram. As castanhas estavam embaladas em 10.972 caixas (de 24 kg cada). Era um estoque da safra 2000/2001. Já não serviam mais nem para adubo ou alguma possibilidade de consumo animal ou humano. Uma carga dessas fica perecível após dois anos. O tipo de embalagem era o ideal para exportação, mas válido apenas no prazo devido. A decisão para que fossem jogadas ao fogo foi definida pela juíza estadual Dilara Pedreira Guerreiro de Brito, da 1ª Vara Cível, no dia 14 de novembro do ano passado. A própria Conab requisitou a incineração. Já nos primeiros anos de armazenamento foi confirmado que o produto havia apodrecido.”

(O POVO)

Horário de Verão termina domingo

“Termina no próximo domingo, 26, o horário brasileiro de verão, que teve a maior temporada desde 1985. Os relógios devem ser atrasados em 1 hora em 10 Estados das Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além da Bahia e do Distrito Federal.
O período, iniciado em 15 outubro do ano passado, teve 133 dias, por conta da coincidência entre o dia previsto para o término do horário de verão e o domingo de carnaval, quando o encerramento deve ser no fim de semana seguinte. No caso, dia 26 de fevereiro de 2012. O objetivo é evitar que, no meio da folia, a população se esqueça de ajustar os relógios.

A estimativa do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) é a de que o horário de verão permita uma economia entre R$ 75 milhões e R$ 100 milhões para o País. A diminuição da demanda estimada de eletricidade é de 4,6%, ou o equivalente a 2.650 megawatts.

No Brasil, o horário de verão foi instituído pela primeira vez no verão de 1931/1932, pelo então Presidente Getúlio Vargas. Sua versão de estreia durou quase meio ano, vigorando de 3 de outubro de 1931 até 31 de março de 1932. No verão seguinte, foi reeditada a medida com a mesma duração da primeira versão.

Posteriormente, a adoção da medida foi retomada em períodos não consecutivos, nos anos de 1949 até 1953, de 1963 até 1968, e nos tempos atuais a partir de 1985. O período de vigência é bastante variado, mas a média nos últimos 20 anos está em torno de 120 dias de duração, no Brasil.

(Agência Brasil)

Acusados de assassinato durante briga de torcidas vão a julgamento nesta 5ª feira

“A 1ª Vara do Júri da Comarca de Fortaleza levará a julgamento, nesta quinta-feira, às 14 horas, os réus João Henrique Pires da Silva, Leandro José de Oliveira e Cleano Silva de Oliveira. Eles são acusados do assassinato de Raimundo Victor Nepomuceno Pereira e da tentativa de homicídio contra Raul Victor Noronha Duarte, durante briga de torcidas, em 13 de janeiro de 2008, no bairro José Walter, em Fortaleza.

Segundo o Ministério Público do Ceará (MP/CE), os réus eram integrantes da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF) e costumavam se envolver em conflitos com torcedores do Ceará. No dia dos crimes, por volta das 21h, Leandro e Cleano foram a uma praça onde estavam torcedores do time rival.

A dupla teria provocado, com gestos e músicas ofensivas, a torcida adversária, que revidou atirando pedras. Eles deixaram o local e seguiram para um bar, onde encontraram o terceiro acusado, João Henrique Pires da Silva.

Os três, então, decidiram voltar à praça e, de dentro de um veículo, sacaram um revólver e dispararam contra o grupo, atingindo fatalmente Raimundo Victor e ferindo gravemente Raul Victor, que passavam pelo local.

Em interrogatório, João Henrique Pires confessou ter efetuado os disparos, mas alegou legítima defesa. Ele está detido na Casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL), em Caucaia. Os outros réus, que respondem em liberdade, negam qualquer participação nos crimes. O júri será presidido pela juíza Danielle Pontes de Arruda Pinheiro.”

(Site do TJ-CE)

Governador de Pernambuco em alta com vitória da Unidos da Tijuca

294 2

Paulo Barros, da Unidos, ao lado de Eduardo Campos, em flash da Setur-PE.

“A maré de sorte do governador Eduardo campos (PSB) parece que não acabou. Nesta Quarta-Feira de Cinzas, o socialista colocou na sua galeria de vitórias mais uma com a escola de samba Unidos da Tijuca, anunciada agora há pouco como campeã do Carnaval do Rio.

Em 2008, o então prefeito do Recife,João Paulo (PT), teve menos sorte com o patrocínio da Mangueira. Apesar de investir R$ 3 milhões na escola carioca, choveu muito na hora do desfile e quase a tradicional escola foi rebaixada.”

(Blog da Folha de Pernambuco)

VAMOS NÓS – Eduardo Campos tem sonhos bem altos. Para ele, essa conquista da Unidos da Tijuca, com patrocínio de sua gestão, lhe garantiu mais espaço nacional e, claro, prestígio político. Ou seja, algo de deixar alguns companheiros de PSB com dor de cotovelo., não é mesmo?

CVM na mira de ex-presidente da Petrobras

193 1

“José Sergio Gabrielli saiu da Petrobras (ou, mais precisamente, foi saído), mas os problemas que lá deixou ainda não o permitem pensar 100% no seu novo projeto – eleger-se governador da Bahia.

Na terça-feira que vem, a CVM julga um processo de uma ”eventual ocorrência de irregularidades em negócios realizados no mercado de futuros da BM&F” em nome de fundos de investimentos geridos pela BBDTVM.

Gabrielli e Almir Barbassa, diretor financeiro da Petrobras, estão entre os acusados.”

(Radar Online)

Os espelhos do Palácio do Bispo

196 6

Com o título “Ai de ti, espelho meu”, eis artigo do publicitário e poeta Ricardo Alcântara. Ele aborda o desejo da prefeita Luizianne Lins (PT) de querer o desconhecido secretário municipal da Educação, Elmano Freitas, disputando a Prefeitura, e avalia o quadro geral de uma administração que tenta recuperar o fôlego e a popularidade. Confira:

No momento, o fato central da sucessão é a posição da prefeita Luizianne Lins ao defender como candidato um colaborador seu, desconhecido para os eleitores e mesmo para a parcela mais bem informada deles.

A insistência é ruidosa porque agravada pelos índices insuficientes de popularidade obtidos pela gestão, o que mantém adversários assanhados e aliados intranquilos. Enfim, falta, à prefeita, o razoável: bons argumentos.

O critério de escolha definido por ela e seu grupo político é absoluto e exclusivo: a “identificação com o projeto administrativo”. Só aí, dessas cinco palavras, já me sobram cinco perguntas. As farei sem esperança de resposta.

A primeira. Se o “produto” alcança tão elevado nível de excelência que o torna insubstituível em todos os seus aspectos, onde se deu, afinal, a grande falha que o faz indesejável aos olhos da clientela? É só uma pergunta.

Tenho outra. Afinal, que projeto é este? Apesar de sua presumida singularidade, ele não tem, salvo algumas ponderações protocolares, defensores fora do círculo restrito do comando administrativo.

Mais uma. Por que ninguém mais seria capaz de representá-lo? Nada do que tenho observado a respeito me parece excepcional o bastante para justificar a proteção máxima de um candidato fotocópia autenticada.

Ainda outra pergunta. Valeria mesmo à pena correr o risco de perder todo esse precioso tesouro, quando haveria boas chances de negociar uma aliança capaz de garantir a continuidade do que nele seria essencial?

Por fim, diante de tantas questões, e sabendo-se que o espectro do personalismo nunca foi exorcizado do inconsciente esquerdista, caberia, talvez, ainda perguntar: será que é mesmo este, o “bom” motivo?

Se a gestão não é tão má quanto vociferam os tucanos – gente que nunca compreendeu essa cidade o suficiente para merecer sua confiança – tão pouco é a maravilha que andam dizendo os espelhos do Palácio do Bispo.

* Ricardo Alcântara,
Publicitário e poeta.

Comarca de Aquiraz fará sorteio para escolha de jurados

“A juíza Ana Celina Monte Studart Gurgel Carneiro, da 1ª Vara de Aquiraz, marcou para o próximo dia 1º, às 10 horas, o sorteio dos 25 jurados que atuarão no Tribunal do Júri daquela comarca. O primeiro júri popular na unidade judiciária ocorrerá no dia 22 de março, a partir das 8h30.

Dos 25 jurados, 15 serão titulares e dez suplentes. Ao todo 120 pessoas estão alistadas para o sorteio. A Secretaria da 1ª Vara de Aquiraz conta com 38 processos prontos para serem julgados pelo Tribunal do Júri. Os réus presos terão prioridade de julgamento.

O Tribunal do Júri julga somente crimes dolosos contra a vida, tentados ou consumados. Ele é presidido por um juiz e composto por jurados que representam a sociedade.”

(Site do TJ-CE)

CNBB lança Campanha da Fraternidade criticando orçamento da saúde

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SlLMzSrFazY&feature=related[/youtube]

“Com o tema Fraternidade e Saúde Pública, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou hoje (22) a 49ª Campanha da Fraternidade, que pretende sensibilizar os fiéis sobre a situação das pessoas que enfrentam longas filas de atendimento e falta de vagas em hospitais públicos do país. Para o secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, não é exagero dizer que a saúde pública no país não vai bem.

De acordo com ele, é preocupante a decisão do governo de cortar cerca de R$ 5 bilhões da área de saúde. “Os problemas verificados na área da saúde são reflexo do contexto mais amplo de nossa economia de mercado, que não tem, muitas vezes, como horizonte, os valores ético-morais e sociais”.

No texto-base da campanha, a CNBB expõe as grandes preocupações da Igreja com relação à saúde pública, como a humanização do atendimento aos pacientes e o financiamento da saúde pública, classificado pela confederação, como “problemático e insuficiente”. A entidade critica ainda a escassez de recursos destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS).

O texto da campanha compara os gastos da saúde no Brasil com o de alguns países em que 70% do que é dispendido na área vêm do governo e 30%, do contribuinte. Já no Brasil, em 2009, o governo foi o responsável por 47% (R$ 127 bilhões) dos recursos aplicados na saúde, enquanto as famílias gastaram 53% (R$ 143 bilhões).

No entanto, segundo dom Leonardo, a Igreja reconhece também alguns avanços na área, como a redução da mortalidade infantil, a erradicação de algumas doenças infecto-parasitárias e o aumento da eficiência da vacinação e do tratamento da aids. “São significativos os avanços verificados nas últimas décadas na área da saúde pública”.

De acordo com o ministro da saúde, Alexandre Padilha, que participou do evento, este ano a saúde terá orçamento 17% maior que em 2011, R$ 72 bilhões. “O aumento de R$ 13 bilhões é o maior aumento nominal que já existiu de recursos para a saúde de um ano para o outro, desde o ano 2000. O meu papel como ministro não é ficar esperando os recursos virem, mas, sobretudo, fazer mais com o que temos”.

Segundo ele, o debate sobre o financiamento da saúde continua e será mais amplo com o apoio da campanha da fraternidade. O ministro disse ainda que o contingenciamento de R$ 5 bilhões, com o corte do Orçamento anunciado pelo governo na semana passada, não afetará nenhum programa da pasta. “Tudo o que estava programado pelo Ministério da Saúde e foi encaminhado para o Congresso Nacional está absolutamente mantido”.

Segundo o membro do Conselho Nacional de Saúde Clóvis Boufleur, a campanha da fraternidade pretende efetivar a participação de conselhos estaduais e municipais de saúde. Entre os temas que serão debatidos nos conselhos, está a violência, a obesidade e a gravidez na adolescência. “A violência dentro de casa se transformou em um problema de saúde. A partir dos 4 anos de idade, os acidentes e a violência são as principais causas de mortes de crianças e jovens”.”

(Agência Brasil)

Operário é largado inconsciente no IJF após queda de andaime

141 5

Sêmia Marques relata a Plácido drama do operário

O bombeiro hidráulico Jair Barros de Oliveira, 23, se encontra em uma maca, em um dos corredores do Instituto Doutor José Frota (IJF), desde a segunda-feira (20) de Carnaval, depois que caiu de um andaime da construção de uma loja em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza.

A denúncia foi feita por um familiar do operário e por acompanhantes de outros pacientes, na manhã desta quarta-feira (22), durante a visita de rotina do vereador Plácido Filho (PDT) às unidades públicas de saúde de Fortaleza. De acordo com os acompanhantes, desde que chegou ao IJF o operário ainda não recebeu atendimento médico, como ainda não teve assistência de nenhum responsável pela construção.

“A única coisa que disseram é que ele não pode beber água, mesmo porque ele está inconsciente desde que chegou aqui. A mãe dele entrou em desespero, pois tem que cuidar também da esposa dele, que está no nono mês de gestação, em uma gravidez de risco. A esposa não sabe da situação do marido, diante do seu delicado estado de saúde”, contou a dona de casa Maria Sêmia Marques, 42, moradora do bairro Quintino Cunha, que presta solidariedade à família do operário, apesar de também cuidar de uma cunhada, em um leito ao lado, vítima de atropelamento em Paracuru, no último domingo (19).

Segundo o vereador Plácido Filho, a situação do operário não é um caso isolado no maior hospital de emergência do Estado. “O problema do IJF não está nos médicos, nem nos enfermeiros e nem nos 510 terceirizados do hospital. O problema começa no desaparelhamento do atendimento secundário, nos frotinhas e gonzaguinhas, como ainda no abandono do atendimento primário, onde faltam remédios e até ataduras nos postos de saúde para curativos simples. Depois o problema se estende pela falta de gerenciamento na saúde como um todo, além de uma desvalorização e desmotivação dos servidores. Os próprios terceirizados, coitados, todo mês é uma novela para receber seus merecidos salários. É uma pena nos depararmos com a situação desse operário, no dia do lançamento da Campanha da Fraternidade, que este ano tem como tema a saúde pública”.