Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Prefeitura de Fortaleza vai realizar novo censo sobre moradores de rua

A Cetrede-UFC deve realizar uma nova pesquisa sobre o número de moradores de rua de Fortaleza, dentro do planejamento que a gestão municipal promove no Centro já com obras de reurbanização. Hora de saber quantos são invisíveis na metrópole cearense.

O único número que se tem vem do censo realizado pela Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS) em 2014 e 2015. Conforme o relatório, Fortaleza tinha na época 1.718 moradores de rua, estando concentrados em maior número no Centro e Beira Mar.

Um dado mais recente da pasta, de 2017, mostrou que há 247 homens e mulheres morando na Praça do Ferreira.

(Foto – Arquivo)

Briga pela marca Legião Urbana bate à porta do STJ

A briga processual pelo uso da marca “Legião Urbana” pelos ex-integrantes Dado e Bonfá chegou ao Superior Tribunal de Justiça. A informação é do jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo.

A marca foi registrada pela empresa Legião Urbana Produções Artísticas ainda em 1987, mesmo ano em que os ex-integrantes venderam suas cotas minoritárias para Renato Russo.

Após a morte de Renato, apesar da anunciada extinção da banda, os ex-integrantes reclamaram judicialmente o direito de uso da marca, três décadas depois.

(Foto – Agencia O Globo)

Cid Gomes: Só Ciro pode tirar o Brasil do impasse de ter que escolher entre a visão reacionária e a dúvida

O candidato ao Senado pelo PDT, Cid Gomes, defendeu o nome do seu irmão, Ciro Gomes, para a Presidência da República por ser o único, em sua avaliação, em condições de tirar o País da crise e afastar os fantasmas do radicalismo e da dúvida. Referiu-se à candidaturas de Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

“Só ele (Ciro) pode tirar o Brasil desse impasse de ter que escolher entre uma visão reacionária e dúvida”, disse, em clima de comício, no fim de semana, em Tamboril – a 301 km de Fortaleza, ao lado do deputado federal Leônidas Cristino e do deputado estadual Jeová Mota. Ambos postulam a reeleição .

Ciro Gomes emendou: “De um lado, o radicalismo, que não respeita as mulheres, não respeita as minorias, que não respeita aquilo que a humanidade conquistou ao longo de décadas e dias de luta. E do outro, a preocupação. O medo de novo de as nossas empresas públicas serem usadas para fazer a farra de muitos políticos que não enxergam na política uma forma de servir, e sim, de ser servido”.

(Foto – Divulgação)

UFC é uma das 18 universidades do País a aprovar projeto em edital de inovação do CNPq

A Universidade Federal do Ceará é uma das 18 instituições do País contempladas no edital de Pesquisas de Inovação em Saúde, promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). No total, foram submetidas mais de 1.500 propostas em todo o Brasil. Conseguiu emplacar um projeto que visa melhorar o tratamento do câncer de próstata, informa a assessoria de imprensa da UFC.

Coordenado pela professora Cláudia do Ó Pessoa, do Departamento de Fisiologia e Farmacologia da UFC, esse projeto objetiva tornar mais eficientes os medicamentos utilizados no tratamento do câncer de próstata, reduzindo sua toxicidade e amenizando os efeitos colaterais no paciente.

“O câncer de próstata constitui um grave problema de saúde pública, que afeta milhares de pacientes e requer grandes investimentos do SUS. Nesse contexto, os tratamentos atualmente disponíveis exigem maior seletividade e menos toxicidade, principalmente quando o tumor é descoberto em estágio mais avançado. Portanto, é fundamental o apoio público e privado ao desenvolvimento de medicamentos mais eficazes e seguros para o tratamento”, explica Cláudia Pessoa.

O projeto é intitulado Desenvolvimento e validação de compostos antimitóticos em lipossomas vetorizados com anticorpos monoclonais, para liberação sítio específica na terapia do câncer de próstata. Trata-se de uma iniciativa multidisciplinar e interinstitucional em nível nacional e internacional, apoiada pelo setor de Desenvolvimento Produtivo (PDPs) da Bio-Manguinhos, empresa biofarmacêutica estatal.

Internacionalização

Também estão envolvidas na pesquisa, além da UFC, a Fundação Oswaldo Cruz no Ceará (FIOCRUZ/CE), a Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP), a Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB). Duas instituições internacionais também são parceiras da iniciativa: a Australian National University e Ohio State University (Estados Unidos).

Desse modo, a pesquisa coordenada pela UFC se insere no contexto de internacionalização da Universidade, à medida que promove a interação entre pesquisadores nacionais e estrangeiros e favorece o intercâmbio do conhecimento.

Segundo a professora Cláudia Pessoa, há previsão de transferência de tecnologia a ser aplicada no âmbito do SUS. “A proposta também vem alavancar nossas pesquisas, inserindo conhecimentos nanotecnológicos e desenvolvimento de anticorpos, que visam desenvolver
uma nova classe terapêutica com potencial anticâncer. Nesse contexto, a proposta é inovadora”, explicou.

(Foto – UFC)

Conselho dos Arquitetos e Urbanistas teme pulverização de cursos da área

O Conselho Federal de Arquitetos e Urbanistas (CAU) está avaliando, com uma comissão especial, as faculdades de Arquitetura de todo o País. A ordem é conferir o nível da qualidade do ensino.

Nos últimos anos, segundo o presidente da entidade, Luciano Guimarães, pulverizou-se em demasia essa oferta, o que exige uma apreciação mais apurada contra precarizações.

Só no Ceará, são 12 cursos, dos quais três no Interior do Estado.

(Foto – CAU)

 

Barbosinha diz que jovem tem vontade de estudar e de prestar concursos públicos

“Por muitos lugares que andei, encontrei jovens carentes com vontade de estudar e de prestar concursos. Também tenho origem em família humilde, estudei e hoje sou profissional concursado do Estado. Devemos lançar a oportunidade de cursinhos gratuitos preparatórios para concursos públicos”, disse Valdemiro Barbosa, o Barbosinha, presidente licenciado do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp/CE) e candidato a deputado estadual pelo Avante.

Em visita à feira livre do Parque Santa Rosa, bairro onde nasceu em Fortaleza, Barbosinha assegurou que, caso eleito, irá trabalhar projetos na área da educação, estimulando o jovem para o mercado de trabalho.

Barbosinha também apontou o sistema prisional como gargalo da problemática da segurança pública. Disse que há um déficit de quatro mil agentes penitenciários e ressaltou a necessidade da nomeação de todos os candidatos do cadastro de reservar e a retificação do edital do último concurso.

(Foto: Divulgação)

Turma da Marina Silva não vai jogar a toalha, diz João Saraiva

A candidata a presidente da República pela Rede, Marina Silva, despencou nas pesquisas eleitorais. O fato foi registrado nas últimas pesquisas feitas por organismos como Ibope e Datafolha.

Em Fortaleza, o candidato ao Senado pela Rede, João Saraiva, continua em campanha e garantindo que, mesmo com Marina em dificuldades, o partido não vai jogar a toalha.

Um americano e um japonês ganham o Nobel de Medicina

O americano James P. Allison e o japonês Tasuku Honjo ganharam este ano o Nobel de Medicina por seus estudos de tratamentos contra o câncer. A informação foi confirmada hoje (1º) pelo Instituto Karolinska de Estocolmo. Os cientistas receberão o prêmio por tratamentos desenvolvidos contra o câncer, caraterizados pela inibição da regulação negativa do sistema imunológico.

Allison, nascido no Texas em 1948, estudou uma proteína que funciona como um freio no sistema imunológico e se deu conta do potencial de liberar células que atacam tumores, após o que desenvolveu um novo enfoque para tratar os pacientes. Honjo, nascido em Kioto em 1942, descobriu uma proteína nas células imunológicas e revelou que também funciona como um freio, mas com um mecanismo de ação diferente, o que possibilitou o desenvolvimento de tratamentos de grande efetividade contra o câncer.

O Nobel de Medicina abre a rodada de anúncios desses famosos prêmios e será seguido, nos próximos dias, pelos de Física, Química, da Paz e Economia, que será divulgado na segunda-feira da semana que vem (8).

(Agência Brasil com EFE)

O bolsonarismo existe?

Com o título “O bolsonarismo existe?”, eis artigo de Adriano Oliveira, cientista político. Ele faz uma avaliação entre o Lulis,o e o Bolsonarismo. Confira:

Não comparo, de modo algum, o bolsonarismo com o lulismo. Continuo a afirmar que o bolsonarismo é o antilulismo incipiente. O lulismo é uma manifestação do eleitorado que advém da memória positiva que os eleitores do Nordeste, em particular das classes C e D, têm para com os governos do ex-presidente Lula.

O lulismo tem raízes, memória e valores. As raízes do lulismo são advindas das eras Lula. Os eleitores que conviveram com o governo Lula lembram, como bem revelam pesquisas qualitativas, que “com Lula, o Estado bateu em minha porta”. As políticas sociais dos governos Lula possibilitaram inclusão social e gerou oportunidades. Por consequência, o lulismo criou raízes e estas ativam a memória dos eleitores quando escutam falar em Lula.

O lulismo foi desprezado por muito tempo. Muitos não acreditavam na sua existência e força. Certa vez, um colega cientista político, me indagou: O que é lulismo para você? Forneci a mesma explicação contida neste espaço. O lulismo foi desprezado por diversos atores. Muitos afirmavam que a saída de Lula da disputa presidencial fortaleceria os competidores Ciro e Marina.

Às vésperas do 2° turno da disputa presidencial, Haddad lidera no Nordeste. É possível que ele tenha votação semelhante às votações de Lula nesta região. E foi o lulismo que alavancou Haddad. Não foi a biografia do atual presidenciável do PT que o fez subir aceleradamente nas pesquisas. Pesquisas quantitativas revelam que grande parcela do eleitorado verbaliza o 13 quando perguntado qual número digitará na urna no dia da eleição. Portanto, não resta dúvida quanto à existência do lulismo no Nordeste.

O bolsonarismo não cresce no Nordeste em razão do lulismo. Em regiões tradicionalmente antilulista, como Centro-Oeste e Sudeste, Bolsonaro continua a ter fatia considerável do eleitorado. Nas classes A e B, inclusive, na região Nordeste, o bolsonarismo também é presente. E são nestes estratos econômicos que Haddad não tem desempenho robusto.

O bolsonarismo continua a ser uma manifestação incipiente contrária ao lulismo. O desempenho de Bolsonaro no Nordeste é um indicativo que oferta veracidade à minha tese. De modo algum posso afirmar que o bolsonarismo representa a concordância do eleitor com as ideias de Bolsonaro. Parcela dele, e esta é uma hipótese, opta por Bolsonaro por não desejar o PT de volta, e não por apoiar o fim do 13° salário, por exemplo.

*Adriano Oliveira

adrianopolitica@uol.com.br

cientista político e professor associado da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Nova Câmara deve aumentar bancadas de esquerda e direita

A Câmara dos Deputados que sairá das urnas em outubro terá, além de um elevado índice de reeleição, nomes conhecidos na política brasileira, como deputados estaduais, senadores, ex-ministros, ex-prefeitos, ex-secretários e ex-parlamentares, ocupando as vagas dos que não tentaram ou não conseguiram renovar o mandato. As caras novas virão da escolha de policiais, evangélicos e celebridades ou da força do dinheiro e da relação de parentesco com oligarquias políticas.

 

A projeção foi feita pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), com base na estratégia dos partidos políticos de lançar nomes competitivos para disputar a Câmara dos Deputados. Para reforçar as bancadas de deputado federal, que definem os repasses do fundo partidário e o horário partidário, as legendas escalaram seus principais nomes para a Câmara e fizeram coligações competitivas.

Uma movimentação dos senadores indica, além de uma preocupação individual com a derrota na eleição majoritária, a estratégia dos partidos de reforçar a Câmara. Os senadores Aécio Neves (PSDB-MG), José Agripino Maia (DEM-RN), Gleisi Hoffmann (PT-PR), presidente nacional do PT, e Lídice da Mata (PSB-BA), por exemplo, disputam uma cadeira de deputado federal e tendem a puxar votos para suas legendas.

Nessa linha, o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL-RJ) concorre à Câmara, assim como o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT-SP), o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero (PPS-RJ), o ex-ministro do Trabalho Manuel Dias (PDT-SC) e o ex-deputado federal Marcelo Itagiba (PPS-RJ).

Segundo levantamento preliminar, coordenado pelo analista político Antônio Augusto de Queiroz, diretor do Diap, a composição das bancadas não será muito diferente da atual. Conforme a análise, haverá um leve crescimento dos partidos de esquerda e de direita, acompanhado de uma discreta redução das legendas de centro.

O PT continuará tendo a maior bancada de deputados federais, com 55 a 65 integrantes, conforme o levantamento do Diap, seguido de MDB (44 a 50), PSDB (42 a 50), PP (40 a 48) e PSD (40 a 48). Em um segundo bloco, estão PR, DEM, PSB, PDT e PRB, com bancadas que devem ficar entre 20 e 40 deputados. PSL, PTB, Pros, PSC, PPS, PCdoB, Pode, PSOL e SD devem eleger entre dez e 20 deputados. Outros partidos não devem eleger mais do que dez parlamentares.

(Agência Brasil)

Proprietários de veículos do Ceará já podem obter versão digital do registro e licenciamento

Os proprietários de veículos registrados no Ceará poderão obter, em seu smartphone, o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), utilizando o aplicativo Carteira Digital de Trânsito que reúne os dois documentos de porte obrigatório no trânsito: a CNH e o CRLV. O lançamento da versão digital do documento ocorrerá nesta segunda-feira, às 13h30min, no Palácio da Abolição, pelo Ministério das Cidades, Governo do Estado e Detran e Serpro.

O Ceará é a segunda unidade da federação a ter disponível o documento digital de licenciamento de veículos, após o lançamento em Brasília. O aplicativo foi desenvolvido pelo Serpro primeiramente para a obtenção da CNH Digital e agora pode ser usado pelos proprietários de veículos para obter o seu Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos – CRLV. O aplicativo é gratuito e está disponível em versões para os sistemas operacionais android ou IOS.

Até o dia 31 de dezembro deste ano, a tecnologia deverá ser adotada pelos Detrans de todo o país, conforme estabelece a Resolução nº 720/2017 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Amazon contrata estagiários no Brasil

A Amazon vai contratar estagiários no Brasil.  De acordo com a assessoria de imprensa do grupo, serão 60 interns para sua unidade em São Paulo. Os estudantes passarão por um processo de formação e desenvolvimento enquanto trabalham na Companhia, sendo expostos a desafios reais e projetos nas diferentes áreas.

São aceitos estudantes dos cursos de: tecnologia como ciência da computação, análise de sistemas, sistemas de informação, administração, marketing, contabilidade, economia, engenharia, matemática, estatística, comunicação, jornalismo, publicidade e psicologia.

Os estudantes terão possibilidade de atuar em na empresa que busca ser a mais focada no cliente do mundo e está entre as companhias mais inovadoras. Neste ambiente, serão expostos a desafios e aprendizados e ainda receberão bolsa-auxílio no valor de R$ 1.900,00 + benefícios como vale transporte, vale refeição, assistência médica. A consultoria responsável pelo processo de seleção é a Companhia de Estágios.

SERVIÇO

*Inscrições devem ser feitas através do site: www.ciadeestagios.com.br/amazon

Primeiro andar do IJF-2 deve ser entregue nesta semana

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), vai entregar, nesta semana, o primeiro andar do IJF-2. A informação é da secretária municipal da Saúde, Joana Maciel. Ela adianta que serão entregues 59 leitos, dos quais 30 só para pacientes idosos.

O segundo andar será liberado em dezembro próximo.

O projeto é resultado de uma parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado.

(Foto – Arquivo)

Mercado financeiro estima inflação deste ano em 4,3%

A estimativa de instituições financeiras para a inflação este ano subiu pela terceira vez seguida. De acordo com pesquisa do Banco Central (BC), divulgada hoje (1º), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve ficar em 4,3%. Na semana passada, a projeção estava em 4,28%.

Para 2019, a projeção da inflação também subi. Passou de 4,18% para 4,20%. Esse foi o segundo aumento consecutivo. Para 2020, a estimativa segue em 4% e, para 2021, em 3,97%.

A projeção do mercado financeiro ficou mais próxima do centro da meta deste ano, que é 4,5%. Essa meta tem limite inferior de 3% e superior de 6%. Para 2019, a meta é 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%. Já para 2020, a meta é 4% e 2021, 3,75%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para os dois anos (2,5% a 5,5% e 2,25% a 5,25%, respectivamente).

Taxa básica

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como instrumento a taxa básica de juros (Selic), atualmente em 6,5% ao ano. De acordo com o mercado financeiro, a Selic deve permanecer em 6,5% ao ano até o fim de 2018. Para 2019, a expectativa é de aumento da taxa básica, terminando o período em 8% ao ano. Para o fim de 2020, a projeção é 8,19% ao ano, voltando a 8% ao ano no final de 2021.

Quando o Comitê de Política Monetária (Copom) aumenta a Selic, a meta é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação.

A manutenção da taxa básica de juros, como prevê o mercado financeiro este ano, indica que o Copom considera as alterações anteriores suficientes para chegar à meta de inflação.

Crescimento econômico

As instituições financeiras mantiveram a estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, em 1,35% este ano e 2,5% nos próximos três anos.

Câmbio

A expectativa para a cotação do dólar foi ajustada de R$ 3,90 para R$ 3,89 no fim deste ano, e de R$ 3,80 para R$ 3,83 ao término de 2019.

(Agência Brasil)

Acrísio Sena herda redutos políticos de Dedé Teixeira

O vereador Acrísio Sena (PT), candidato a deputado estadual, cumpriu agenda em Jaguaruana, Icapuí e outros municípios dessa região. Ele estava acompanhado pelo deputado estadual Dedé Teixeira, que está fora do pleito por decisão do TCU, mas que possui grande influência nessa banda do Estado.

Nessas localidades, Acrísio e Dedé foram recepcionados por lideranças políticas. Em Icapuí, houve carreata com parlamentares e líderes comunitários. Em Jaguaruana, a ex-prefeita Ana Teresa, acompanhada de vários vereadores, incluindo o presidente da Câmara, Inaldo Lima, também realizou reuniões para formalizar apoio a Acrísio Sena.

(Foto – Divulgação)

Morre Charles Aznavour, um dos ícones da música francesa

607 1

Charles Aznavour, o último dos grandes nomes da canção francesa, morreu na madrugada desta segunda-feira, aos 94 anos de idade, em sua casa no Alpilles (sul da França), anunciou à AFP seu porta-voz.

O cantor francês mais conhecido do exterior estava voltando de uma turnê no Japão, e foi forçado a cancelar shows devido ao fato de ter quebrado um braço após uma queda.

Eleições 2018 – A partir desta terça-feira, eleitor não pode ser preso ou detido

A partir de amanhã (2), a cinco dias das eleições, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido exceto em casos de flagrante delito ou de sentença criminal condenatória por crime inafiançável por desrespeito a salvo-conduto. A orientação está na legislação e prevista no calendário eleitoral.

Também nesta terça-feira será o último dia para a verificação das assinaturas digitais do Sistema de Transporte de Arquivos da Urna Eletrônica, do Subsistema de Instalação e Segurança e da Solução JE-Connect instalados nos equipamentos da Justiça Eleitoral.

Essa verificação deve ser feita por representantes dos partidos políticos e das coligações, da Ordem dos Advogados do Brasil, do Ministério Público e das pessoas autorizadas em resolução específica a formalizar pedido ao juízo eleitoral

Amanhã também é o último dia para os tribunais regionais eleitorais divulgarem na internet os pontos de transmissão de dados que funcionarão em locais distintos daquele de funcionamento da junta eleitoral.

Eleições 2018 – Observadores da OEA já estao chegando ao Brasil para acompanhar o pleito

Alguns dos 48 especialistas de 18 nacionalidades da Missão de Observação Eleitoral da Organização dos Estados Americanos (MOE/OEA) para as eleições gerais do próximo domingo (7) já começaram a chegar ao país. A missão é liderada pela ex-presidente da Costa Rica Laura Chinchilla. É a primeira vez que a OEA acompanha uma eleição no Brasil.

Especialistas e observadores atuarão no Distrito Federal e em mais 12 estados – Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Amazonas, Pará, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Haverá ainda um grupo que fará a observação das eleições fora do Brasil.

Em comunicado nas redes sociais, a coordenação da missão informou que os especialistas e observadores vão “fazer um registro detalhado e levantar toda a programação da grupo em território brasileiro”.

Em agosto, Laura Chinchila se reuniu com autoridades brasileiras para conversar sobre a missão. Segundo ela, o objetivo principal das missões de Observação Eleitoral da OEA é acompanhar os pleitos para estabelecer e compartilhar boas práticas e identificar áreas passíveis de melhoria, contribuindo dessa forma para o fortalecimento dos processos democráticos no hemisfério.

Os representantes da missão acompanharão a fase final da campanha eleitoral e o primeiro e segundo turnos da eleição.

Dados

O número de missões cresce progressivamente, assim como o de países que as solicitam, já tendo sido realizadas, desde 1962, mais de 240 missões em 28 dos 34 Estados-membros da OEA.

Para a realização de uma MOE/OEA, a Secretaria-Geral da organização e o país anfitrião celebram dois acordos que estabelecem as condições para que a missão possa realizar seu trabalho com independência e autonomia: o Acordo de Procedimentos para Observação Eleitoral, que, no caso do Brasil, foi assinado entre a OEA e o TSE em dezembro de 2017, e o Acordo de Privilégios e Imunidades, assinado pela chefe da MOE e pelo ministro Aloysio Nunes Ferreira.

Saiba mais