Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Setor da cachaça lança manifesto contra carga tributária

Produtores de cachaça lançaram um manifesto em que reivindicam a ampliação dos esforços de promoção e de proteção do produto. A carta aberta pede ainda a reavaliação da carga tributária sobre a bebida, que segundo o setor, é o produto mais taxado do país. O texto também pede o combate à clandestinidade e à informalidade, superior a 85%, de acordo ainda com o setor.

“Em 2015, o governo reviu a sistemática de cobrança do IPI [Imposto sobre Produtos Industrializados], o que representou um aumento significativo do preço do produto. Em alguns casos, a alta chegou a 330%. Isso impactou muito porque o setor é extremamente sensível a alterações tributárias”, destacou o diretor executivo do Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac), Carlos Lima.

O setor reconhece, porém, que a inclusão de parte dos produtores no Simples Nacional, medida que entrou em vigor no início do ano, tem dado novo fôlego aos negócios. No país, cerca de 580 produtores, dos cerca de 1,5 mil registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), estão enquadrados na modalidade. Em alguns casos, a mudança gerou redução de tributos de 90%.

No entanto, de acordo com os dados preliminares do Censo Agropecuário de 2017, existem cerca de 11.023 produtores espalhados pelo Brasil. Comparando o número de produtores registrados no Mapa com o censo, verifica-se que a informalidade do setor, em número de produtores, está em torno de 86%.

“Se a categoria tiver melhores condições de mercado, o segmento da cachaça poderá continuar a contribuir de forma sustentável para a arrecadação e impulsionar ainda mais empregos no país”, acrescenta Lima.

Em 2017, em termos de valor, o faturamento do setor da cachaça no Brasil foi superior a R$ 10 bilhões. Em termos de exportação, o produto foi vendido para mais de 60 países, por mais de 50 empresas exportadoras, gerando receita de US$ 15,80 milhões, para um volume de 8,74 milhões de litros. Os números representam um crescimento de 13,43% em valor e de 4,32% em volume, em comparação ao ano de 2016, resultando no segundo ano consecutivo de aumento das exportações.

A maior produção de cachaça está concentrada no estado de São Paulo, seguido de Pernambuco, Ceará, Minas Gerais e Paraíba. Os principais estados consumidores são São Paulo, Pernambuco, Rio de Janeiro, Ceará, Bahia e Minas Gerais.

(Agência Brasil)

Audic e Bismarck promovem grande caminhada em Tauá

Vários grupos de eleitores tomaram as principais ruas do Centro da cidade de Tauá (Região dos Inhamuns) nesse fim de semana. Os candidatos a deputado estadual, Audic Mota (PSB), e a federal, Eduardo Bismarck (PDT), mobilizaram a militância em uma caminhada, com concentração no Parque Cidade, em direção à Pracinha Seu Castro, no bairro Bezerra e Souza.

A animação do grupo arrebatou pessoas de vários pontos da cidade. Audic e Eduardo foram prestigiados pelas principais lideranças políticas do município.

(Foto – Divulgação)

Livro aborda mentiras contadas por presidentes do Brasil em 100 anos

146 1

O ex-primeiro-ministro britânico Winston Churchill citava que havia “uma enorme quantidade de mentiras circulando pelo mundo, e o pior que metade delas é verdade”. Mais cáustico, o brasileiro Millôr Fernandes escreveu “ninguém é dono da verdade. Mas a mentira tem acionista à beça”.

O recém-lançado livro Você foi Enganado, de Cristina Tardáguila (da Agência Lupa) e Chico Otávio (do jornal O Globo) confirma os ditos. Os dois jornalistas percorreram os 100 últimos anos da história do Brasil e mostram as mentiras ditas aos brasileiros por presidentes de diversos matizes ideológicos. Algumas mentiras não podiam ser desmentidas ou circularam tanto que tiveram alguma veracidade à época.

A ideia de fazer o livro, lançado pela editora Intrínseca, surgiu quando Cristina visitou nos Estados Unidos a redação do site Politfact e viu pendurado na parede um pôster com “grandes besteiras ditas por presidentes americanos”. Ela achou uma grande sacada e comparou, antes de convidar Chico Otávio para a empreitada: “A gente tem um acervo mais bacana que eles”.

“Quando começamos a trabalhar, eu queria abarcar o máximo possível de mentiras, o máximo possível de presidentes… Entrou aí a visão estratégica da editora de fechar em recortes. Decidimos que não podia faltar, de forma nenhuma, da redemocratização pra cá. Mas não dá para falar que a mentira começou da redemocratização pra cá, e nem dá para dizer que é algo só de presidentes eleitos [pelo voto direto]. Assim, decidimos ampliar a pesquisa para os ditadores, para os militares. Aí, o Chico [Otávio] entrou no projeto, com todo conhecimento que tem sobre a ditadura militar. Ficamos com vontade de levar até mais longe, pensamos em fazer desde a República Velha. Mas o recorte definitivo acabou sendo os últimos 100 anos, de Artur Bernardes para cá”, comentou Cristina Tardáguila.

“Salvo engano, a mentira perdeu a força. Ela migrou da boca dos candidatos para as redes sociais para esse trabalho meio clandestino de contrainformação. Eu percebo o uso da mentira nas redes sociais como um instrumento de contrainformação. Com relação aquilo que é dito pelos candidatos, acho que eles estão mais tímidos porque eles sabem que os instrumentos de checagem estão muito fortes. Eles têm redobrado o cuidado com os discursos, nos debates e nos palanques”, disse Chico Otávio.

(Agência Brasil)

Camilo realiza carreata na Serra da Ibiapaba

O governador Camilo Santana, candidato à reeleição pelo PT, participou neste domingo (23) de carreata na Serra da Ibiapaba, na companhia do ex-governador Cid Gomes, candidato ao Senado pelo PDT, e do presidente do Legislativo de Fortaleza, Salmito, candidato a deputado estadual pelo PDT.

“Nossa carreata na Serra da Ibiapaba foi linda! Só tenho a agradecer a presença e o carinho de sempre”, comentou Camilo, que depois esteve à frente de reunião com agentes comunitários de saúde e endemias.

“Esses momentos são muito importantes para conversarmos sobre as ações que estão dando certo e sobre o que precisamos avançar ainda mais”, disse o candidato à reeleição ao Palácio da Abolição.

(Fotos: Divulgação)

Litro a R$ 6,29 – Gasolina e etanol registram alta na semana, segundo pesquisa da ANP

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) registrou, na última semana, alta no preço do litro da gasolina e do etanol vendido nos postos em todo país.

De acordo com dados colhidos pelo órgão regulador em aproximadamente 5,7 mil postos, a gasolina encerrou a semana com valor médio de R$ 4,65 por litro. Na semana anterior, o preço médio foi de R$ 4,62. Durante a pesquisa, a ANP chegou a encontrar estabelecimentos vendendo o combustível a R$ 6,29. A pesquisa abrange o período entre 16 a 22 de setembro.

No mesmo período, o preço do etanol ficou em R$ 2,83. Na semana anterior, entre 9 e 15 de novembro, o valor do litro foi de R$ 2,80.

O diesel comum teve média de preço de R$ 3,64, valor está estável em relação à semana anterior, quando ficou em R$ 3,63. No entanto, o combustível iniciou o mês custando R$ 3,37.

(Agência Brasil)

Tasso: “Estamos na luta contra o maior acordo e ‘esquemão’ já montados no Ceará”

550 14

O senador Tasso Jereissati (PSDB) defendeu neste final de semana, em Sobral, a eleição do General Theophilo (PSDB) ao Governo “como forma resolver o caos do Ceará”.

“Estamos na luta contra o maior acordo e esquemão já montados no Ceará. São 24 partidos, força do Estado, máquina do governo Temer, Camilo. Tudo isso com o objetivo de eliminar qualquer possibilidade de alternativa para o povo. Mas nós fizemos questão de formar um grupo de resistência com o General Theophilo, um grande cearense, com grande experiência e autoridade, que vem para enfrentar esse caos que o Ceará está passando na segurança, e com a Dra. Mayra, uma médica respeitada e conhecida, para levar dignidade ao Senado”, disse.

O General Theophilo criticou as obras “faraônicas” do atual governo e afirmou que as prioridades do Estado são outras. “É preciso repensar essas obras e investir dinheiro em outras frentes, como segurança, saúde e educação. A nossa campanha está pautada na vontade do povo. Estamos acreditando que as pessoas querem mudança justamente para acabar com essas oligarquias que dominam o nosso Estado há mais de 12 anos”.

Candidata ao Senado, Dra. Mayra disse que lutará não somente pela saúde, mas também pela educação de qualidade e geração de empregos. “Nos comprometemos logo no primeiro ano de mandato a visitar os 184 municípios, conversando com as pessoas e, em cada um deles, começando a construir um legado”, explicou.

(Foto: Divulgação)

Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome

O candidato à presidência da República Jair Bolsonaro passa bem e teve retirado hoje (23) o dreno que havia sido colocado há três dias em seu abdome. Segundo boletim médico divulgado pelo Hospital Israelita Albert Einstein, devido à boa aceitação da dieta pastosa e recuperação dos movimentos intestinais, hoje Bolsonaro passou a receber uma dieta leve.

“O paciente apresenta boa evolução clínica, permanece sem dor, sem febre ou outros sinais de infecção. Não tem disfunções orgânicas e os exames laboratoriais estão estáveis. O dreno colocado no seu abdome há três dias foi retirado hoje pela equipe da radiologia intervencionista”, diz o boletim. O hospital informou ainda que estão sendo mantidas as medidas de prevenção contra trombose venosa, estão sendo realizados exercícios respiratórios de fortalecimento muscular e períodos de caminhada fora do quarto.

Na última quinta-feira (20), o candidato passou por um procedimento para drenagem de líquido que estava ao lado do intestino. Após constatarem febre de 37,7 ºC, os médicos fizeram uma tomografia de tórax e abdômen e os exames mostraram uma “pequena coleção de líquido ao lado do intestino”.

Bolsonaro recebeu uma facada durante ato de campanha no dia 6 de setembro, em Juiz de Fora (MG). Após ter sido atendido na Santa Casa da cidade, onde chegou a passar por uma cirurgia, ele foi transferido, a pedido da família, para o Hospital Albert Einstein, na capital paulista, na manhã do dia 7.

(Agência Brasil)

Salmito e Antonio José participam da “caminhada da gratidão”

257 3

Os candidatos a deputado estadual Salmito e a deputado federal Antonio José participaram de uma caminhada pelas ruas e avenidas do Jardim América, na companhia do médico e vereador Dr. Eron Moreira, maior liderança política da área, com 8.080 votos na última eleição.

Segundo Dr. Eron, a atividade foi chamada de “caminhada da gratidão”, diante da aceitação dos moradores do Jardim América às duas candidaturas.

“Salmito e Antonio José sentiram a carinhosa receptividade por parte dos moradores das comunidades Sra. Teresinha (Salgadeira), Brasília e Matadouro”, destacou Dr. Eron.

(Fotos: Divulgação)

Temer embarca para Nova York, Toffoli assume presidência interinamente

O presidente Michel Temer embarcou há pouco para Nova York, nos Estados Unidos, para participar da abertura da 73ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Antes da partida, Temer transferiu o cargo temporariamente ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, durante uma rápida cerimônia na Base Aérea de Brasília. É a primeira vez que o ministro atuará como presidente da República interino.

O presidente do STF assumirá o cargo em função da legislação eleitoral. Como o cargo de vice-presidente estará vago, em virtude da viagem de Temer, a primeira pessoa da linha sucessória no país é o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o segundo, o do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE).

No entanto, a legislação eleitoral impede a candidatura de ocupantes de cargos no Executivo nos seis meses que antecedem as eleições. Dessa forma, se Maia ou Eunício assumissem a Presidência, ficariam inelegíveis e não poderiam disputar as eleições de outubro.

Toffoli ficará no cargo até terça-feira (25) e deverá assinar a recondução de um conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), uma norma que trata da licença paternidade para miliares e a inscrição do nome do ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes no Livro de Heróis da Pátria.

A assembleia da ONU está marcada para a terça-feira e está previsto um discurso do presidente brasileiro. Esta será a última vez que Temer vai participar da reunião das Nações Unidas como presidente da República. O Brasil é sempre o primeiro país a discursar desde a 10ª sessão da cúpula em 1955, que ocorre todo o mês de setembro.

Temer deve se reunir com o secretário-geral da ONU, António Guterres. Também terá dois compromissos, primeiro uma reunião bilateral com o presidente da Colômbia, Iván Duque Márquez. Em seguida, participará de uma reunião com presidentes do Mercosul, bloco que reúne Brasil, Argentina, Uruguai e Argentina.

(Agência Brasil / Foto: Arquivo)

Vozão fica duas vezes à frente do placar, mas permite virada do Grêmio

129 1

Após estar por duas vezes à frente do placar, o Ceará não conseguiu segurar a pressão do Grêmio, na manhã deste domingo (23), em Porto Alegre, e perdeu por 3 a 2, pela 26ª rodada do Brasileirão.

O Ceará abriu o placar aos 13 minutos, com Luis Otávio. O Grêmio empatou aos 21 minutos, com Pedro Geromel. O Vozão voltou à frente do placar, aos 27 minutos, com Arthur. Aos 44 minutos, Thonny voltou a empatar para o time gaúcho. A virada tricolor ocorreu na segunda etapa, aos 24 minutos, com Luan.

Com o resultado, o Vozão perdeu a chance de deixar a zona de rebaixamento e agora torce por derrotas de Sport (que recebe hoje o Palmeiras), Vasco (recebe amanhã o Bahia) e Chapecoense (que também joga em casa, amanhã, diante do Fluminense).

O Ceará volta a campo no próximo domingo (30), quando recebe em casa a equipe da Chapecoense.

(Foto: Reprodução)

A verdade do ajuste

Em artigo no O POVO deste domingo (23), o professor Manfredo Araújo de Oliveira aponta o “desmonte sistemático dos direitos sociais”. Confira:

Na sociedade atual, passa ao primeiro plano a revolução tecnológica (seu eixo, na fase recente, é a “Tecnologia da Informação”) a serviço do mercado, sobretudo dos mercados financeiros. Articula-se um “liberalismo transnacional” que liberou o mercado mundial para a circulação dos capitais, acelerou os processos de interconexão econômica diminuindo o poder político dos governos locais. Nesta dinâmica, o capital gestou para si um espaço global de ação.

É neste horizonte que se situa o projeto de “desmonte sistemático dos direitos sociais” em que recursos indispensáveis são a restrição da proteção social, a revogação de direitos trabalhistas conquistados em décadas de lutas, a desarticulação das organizações sindicais e dos movimentos sociais com o objetivo de despolitizar sua atuação e refrear o poder de negociação, através de mudanças na legislação trabalhista e mesmo de ações repressivas e a destruição sistemática do planeta em função do aumento dos lucros. No Brasil, para sua efetivação, está em curso um rompimento profundo com o pacto civilizatório que se consumou na Constituição de 1988.

Como nos mostram muitos cientistas sociais, a elite hoje é uma “elite financeira” que comanda os grandes bancos e fundos de investimento. Todas as frações da elite do dinheiro ganham sobretudo com as “taxas de juros” absurdas, uma forma de taxa extra vinculada aos preços do mercado. Através deste mecanismo, todas as outras classes pagam essa taxa a essa classe minoritária o que normalmente não é assunto da mídia em que articulistas econômicos são pagos, diretamente ou não, por essa elite para justificar esse saque. Essa taxa de juros, presente em tudo que consumimos, precisa ficar oculta. Diferentes propostas teóricas são apresentadas para sua justificação, por exemplo, a tese de que ela é necessária para o controle da inflação, escondendo o interesse de poucos que se contrapõem ao interesse geral.

Hoje os resultados do ajuste são escancarados e trágicos. Na saúde, por exemplo, depois de 26 anos, houve um aumento da mortalidade infantil.

Doenças, consideradas extintas, reaparecem. Na realidade, boa parte das conquistas sociais se acha ameaçada. Calcula-se que de 2003 a 2014, segundo o Banco Mundial, 29 milhões de pessoas no Brasil ascenderam socialmente saindo da condição de miseráveis. No ano passado, a extrema pobreza cresceu 11,2% chegando a 14,8 milhões de pessoas segundo pesquisas do IBGE. A FAO tem alertado para a existência de 7 milhões de pobres no País que não recebem nenhum tipo de assistência social.

Manfredo Araújo de Oliveira

Professor de Filosofia da Universidade Federal do Ceará – UFC

CopArena reúne mais de 10 mil atletas de 100 bairros de Fortaleza

O prefeito Roberto Cláudio abriu oficialmente, na noite desse sábado (22), na Areninha José Walter, a terceira edição da CopArena Fortaleza da Juventude, a principal competição de futebol não-profissional do Estado do Ceará.

Na CopArena 2018 estarão participando 10.500 atletas dos mais de 100 bairros de Fortaleza. No total, são 504 equipes que disputarão o primeiro lugar nas categorias adulto masculino, sub-17 masculino e adulto feminino.

“Essa é uma forma de integrar todos os moradores da cidade, através do esporte de inclusão. É uma oportunidade de descobrirmos novos jogadores, novos tecnicos, mas também temos aqui não apenas quem quer se atleta, temos quem vem pra se divertir e brincar com os amigos num espaço que veio com o objetivo de promover a paz entre as comunidades”, destacou o prefeito Roberto Cláudio.

A CopArena Fortaleza da Juventude é uma realização da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria de Juventude e Secretaria Municipal de Esportes (Secel) e em parceria com o Sistema Jangadeiro. Os jogos já começam na terça-feira (25), nas seis Regionais da Capital.

As semi finais serão transmitidas pela Rádio Tribuna BandNews FM e as finais, passarão ao vivo, na TV Jangadeiro.

Ainda ao longo deste ano, 15 novas Areninhas serão entregues pela Prefeitura de Fortaleza, em parceria com o Governo do Estado, dentro do projeto “Juntos por Fortaleza”. Para o próximo ano, uma nova licitação está prevista para mais 15 equipamentos.

“Em 2020 queremos fazer a maior edição da CopArena realizando os jogos nas 50 areninhas que teremos em Fortaleza. Os atletas buscarão os primeiros lugares, mas a cidade inteira ganha com essa competição”, ressaltou o prefeito Roberto Cláudio.

Mais do que campo de futebol, a Areninha é um política pública que urbaniza e requalifica bairros com alto índice de vulnerabilidade social, dando oportunidades para crianças e jovens praticarem o esporte e sair das ruas.

(Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Fortaleza / Fotos: Divulgação)

Mineiro ganha R$ 21,7 milhões na Mega-Sena; Quina segue acumulada

Uma aposta de Itaguara, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, acertou sozinha os seis números da Mega-Sena, sorteados na noite desse sábado (22), em Oliveira, também em Minas Gerais. O prêmio estava acumulado em R$ 21,7 milhões.

Os números sorteados foram: 1318354041 e 42.

Já a Quina segue acumulada e deverá pagar nesta segunda-feira (24) um prêmio de R$ 2,9 milhões. Os números sorteados nesse sábado foram: 20 – 26 – 46 – 56 e 59.

Tempos de defender a democracia

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (23):

Daqui a duas semanas o Brasil vai às urnas na tentativa de salvar a democracia fortemente ameaçada desde que certos segmentos da elite nacional (alentados por interesses externos), voltaram mais uma vez a tumultuar o jogo democrático, como tem sido constante na história do País. Embora haja sinais concretos (reconhecidos no Exterior) de que vivemos um processo eleitoral anormal, não há outro caminho senão insistir no único jogo possível: o de tentar assegurar a livre expressão da vontade popular nas urnas para recuperar e assegurar a plenitude democrática. O regime vem demonstrando pouco apreço a essa vontade do povo, visto que viciou o jogo eleitoral impedindo de modo totalmente contestável (no Brasil e no Exterior) a candidatura Lula desejada pela maioria social, segundo os institutos de opinião. Suas manobras para produzir um resultado favorável a seus planos (candidatura Alckmin) não deram certo, até agora, graças à resistência do povo brasileiro que começa a sufragar cada vez mais o substituto do líder natural.

O jogo irresponsável dos velhos feiticeiros abriu a porta para o fascismo, através da figura de um ex-capitão, identificado como uma espécie de 4º cavaleiro do Apocalipse e seu séquito de obscurantismo, violência e barbárie. Desenha-se um cenário em que segmentos da elite estão dispostos a abraçá-lo, em última instância, como opção a um governo progressista, tal como o fez a elite alemã com Hitler. Como é muito desgastante essa alternativa (basta ver as advertências da revista The Economist sobre o dano que isso acarretaria para o futuro do Brasil e da América Latina), promovem agora um lance de desespero, tentando atrair Ciro Gomes – a quem detestam – para sua órbita. Isso a despeito de o ex-ministro não dar nenhuma sinalização de que se subordinará à artimanha.

Até 7 de outubro, há um chamamento às forças democráticas para que estejam alertas e vigilantes a qualquer tipo de armadilha que possa comprometer as eleições ou tirar do páreo as forças populares. É preciso não ceder a provocações de qualquer ordem e garantir um pleito pacífico: única maneira de resolver civilizadamente o atual impasse político. Teme-se pelo futuro da democracia em vista da movimentação de certos segmentos militares nos bastidores políticos. Nenhuma democracia aceita isso. No entanto, os militares brasileiros têm um histórico nesse sentido, a última vez foi em 1964.

Série B – CSA perde para o Guarani e deixa vice-liderança para o Goiás

O CSA já não mais é o vice-líder da Série B do Campeonato Brasileiro, após ser derrotado pelo Guarani, por 1 a 0, na noite desse sábado (22), em Campinas, gol de Bruno Mendes, aos 31 minutos do primeiro tempo.

Com o resultado, o Goiás confirmou a vice-liderança da competição a 10 rodadas para o término da temporada. As duas equipes possuem os mesmos 46 pontos, mas o time goiano tem uma vitória a mais que a equipe alagoana. O Fortaleza é o líder com 50 pontos.

Com as derrotas de Vila Nova (2 a 0 para o Fortaleza) e Atlético Goianiense (0 a 1 para o Juventude), o Avaí entrou no G4, ao vencer nesse sábado o Sampaio Corrêa, por 3 a 1. O time catarinense soma agora 45 pontos.

A 29ª rodada tem início na terça-feira (25), a partir das 19h15min, com a partida Fortaleza x São Bento, no Castelão.

(Foto: Reprodução)

Multas por uso de celular ao volante crescem 33% este ano

Apenas nos primeiros sete meses deste ano, o número de multas aplicadas a quem usa o celular enquanto dirige já é 33% maior do que em todo o ano passado. Os dados são do Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf), mantido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

De janeiro a julho, segundo o órgão, esse tipo de infração resultou na aplicação de 759,7 mil multas em todo o país. Ao longo de 2017, as multas impostas pelo uso de celular ao volante somaram um total de 571,6 mil.

O alerta sobre os riscos e ameaças no uso de celular ao volante foi reforçado durante a Semana Nacional de Trânsito, que começou no último dia 18 e vai até a terça-feira (25).

Estudos internacionais indicam que manusear o celular durante a direção é tão perigoso quanto dirigir sob o efeito de álcool. Estima-se que teclar ou atender uma ligação ao volante amplia em 400 vezes a chance de provocar um acidente.

O uso de celular no trânsito também é um risco para os pedestres. É cada vez mais comum o registro de atropelamentos de pessoas que estavam distraídos com o seu smartphone no momento de atravessar uma rua ou um cruzamento.

(Agência Brasil)