Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Chacina de Cajazeiras – Capitão Wagner com a “pulga atrás da orelha” com a imprensa

Em vídeo postado no Facebook, o deputado estadual Capitão Wagner responsabiliza a imprensa que, na opinião do parlamentar, estaria omitindo o número de mortos na chacina ocorrida no bairro Cajazeiras, na madrugada deste sábado (27).

Segundo Wagner, a imprensa estaria rduzindo o número de vítimas, diante dos recursos recebidos do Estado em verbas publicitárias. O deputado acredita, ainda, que o fato teria maior repercussão se houvesse envolvimento de policiais como agressores.

O parlamentar afirma ainda que a chacina deste sábado deverá ser esquecida pela imprensa em uma semana, enquanto a chacina do Curió, com envolvimento de policiais, é tema de pautas há dois anos. “Eu posso apostar com vocês como, nesse caso específico (Cajazeiras), não vai durar mais que uma semana, porque não temos como acusar policiais militares de envolvimento com essa chacina”, concluiu Wagner.

Apesar de reconhecer o investimento do governo Camilo Santana, em segurança pública, Capitão Wagner diz que falta planejamento.

(Foto – Reprodução Facebook)

Chacina de Cajazeiras – O medo do revide

O vereador Julierme Sena(PR) manda artigo para este Blog intitulado “Esse é o modelo de segurança pública para o País?”. Ele comenta a Chacina de Cajazeiras. Confira:

Estamos assistindo diariamente a um filme de terror no Ceará. Uma matança tem ocorrido diariamente diante de nosso olhos. Mas, ninguém sabe qual é o real Plano de Segurança de Pública para termos resultados em curto, médio e longo prazo.

A chacina ocorrida nesta madrugada  de sábado (27), em Cajazeiras, pode chegar a 24 mortes. A maior de toda a história do Ceará.

As facções estão em guerra. E certamente, não vão parar por aí, porque a facção rival deve preparar um contra-ataque semelhante ou até mesmo pior do que este. E pergunto: como fica o Estado? O que a população deve esperar? Qual é o plano?

Um bom começo para se combater o crime organizado é organizar nossas polícias. Em nosso Estado, falta uma polícia investigava forte e valorizada.

Um efetivo insuficiente, baixo salário, pouca estrutura de trabalho e desvios de função deixam nossos profissionais desmotivados. Portanto, ouçam o que digo: INVISTAM NA POLÍCIA CIVIL!

Judiciário, Executivo e Legislativo devem se unir e buscar soluções nas mais diversas frentes, pois vivemos um caos muito maior do que um “simples problema de polícia”.

Chega de tentar amenizar o problema apenas com discursos. Quem tem a caneta na mão, está na hora de usar.

*Julierme Sena,

Policial Civil e Vereador de Fortaleza.

Sindiônibus propõe passagem para R$ 3,84

O Sindicato das Empresas de Ônibus de Fortaleza (Sindiônibus) cobra da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) um reajuste de 20% na passagem dos coletivos, passando de R$ 3,20 para R$ 3,84. A proposta é bem acima da inflação, que no ano passado ficou em 2,95%. Também em 2017, a passagem subiu 16,4%, passando de R$ 2,75 para os atuais R$ 3,20.

O sindicato alega que o reajuste está previsto no contrato de concessão, assindo em 2011, na então gestão Luizianne Lins, que possui uma planilha de custos que serve de referência para a revisão da tarifa.

O Sindiônibus alega ainda que o reajuste contemplaria a planilha do salário de motoristas e trocadores, o aumento no preço do
óleo diesel e a queda na demanda no número de passageiros.

A Etufor já sinalizou que não aceitará o índice, enqanto o sindicato avalia cobrar judicialmente o cumprimento do contrato.

O resultado desse debate promete chegar à mesa do gabinete do prefeito Roberto Cláudio, que terá que usar de toda a diplomacia para resolver a situação.

(Foto: Arquivo)

Cearense é o mais novo aluno de Doutorado no país

1360 2

Mais novo Mestre do Brasil, aos 21 anos e 11 meses de idade, o cearense Mayron Sampaio Do Vale também é o mais novo aluno de Doutorado no país, ao ser aprovado este mês na Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (EAESP/FGV), na linha de pesquisa Estratégia Empresarial.

Ex-aluno do Colégio da Polícia Militar e do Master, Mayron se formou em Administração e Empresas na Universidade Estadual do Ceará, com apenas 19 anos de idade.

O cearense tambem é participante da Partnership in International Management – PIM, associação que conta com 55 das mais importantes escolas de administração do mundo, propicia aos seus alunos a oportunidade de estudo em prestigiadas universidades no mundo como a Universidade de Manchester, Reino Unido; Escola de Negócios de Copenhague, Dinamarca; HEC Paris, França; Escola de Economia e Ciências Políticas de Londres, Reino Unido; Escola de Negócios de Viena, Áustria; entre outras.

(Foto: Facebook)

Chacina de Cajazeiras – Heitor Férrer diz que fato expôs a epidemia da violência no Estado

O deputado estadual Heitor Férrer (PSB), que faz oposição ao governador Camilo Santana (PT) na Assembleia Legislativa, mandou a seguinte nota para o Blog e que diz respeito ao caso da Chacina de Cajazeiras, em Fortaleza. Confira:

O estado do Ceará amanheceu, neste sábado (27), estarrecido pela violência ocorrida durante a madrugada, no bairro das Cajazeiras. A rivalidade entre facções do crime organizado levou ao assassinato de 18 pessoas, muitas das quais não tinham qualquer envolvimento com a criminalidade. A maior chacina ocorrida na história do Ceará.

Chegamos ao fundo do poço. O governador Camilo não pode continuar calado diante desse barbárie. Essa chacina tem que ser coberta por toda a imprensa nacional para que o País tome conhecimento da epidêmica violência que domina nosso estado e a sua falência na proteção ao cidadão.

O governador mantém o mesmo projeto fracassado iniciado há 12 anos pelo governador Cid Gomes, que, basicamente, reside na compra de viaturas e concurso para polícia sem qualquer planejamento, sem investir na inteligência e sem quebrar os mecanismos geradores da violência, que estão lá atrás.

O governador entra no seu último ano de governo com um certificado de total fracasso no combate à violência e se descredencia para emitir qualquer promessa aos cearenses. Nós queremos ação, atitude, solução, governador.

*Deputado Heitor Férrer (PSB).

Chacina de Cajazeiras – Conselho de Segurança Pública quer OAB discutindo intervenção federal

O presidente do Conselho Estadual de Segurança Pública, advogado criminalista Leandro Vasques, assim se manifestou em nota enviada para este Blog a respeito da Chacina de Cajazeiras:

O Estado do Ceará está sem senso de urgência. Não aceita críticas, não possui humildade de conhecer que perdeu o controle. E querem comodamente arremessar culpa ao governo federal…(quantos projetos mesmo o Estado do Ceará apresentou à União? Quais são?)

Irei pedir que a OAB debata a questão da intervenção federal (art.34, inc III da Constituição Federal).

Não podemos mais simular e fingir para nós mesmos que o Estado tem o controle da situação. Precisamos de ajuda.

*Leandro Vasques

Advogado e Presidente do Conselho Estadual de Segurança Pública

Morre o general Cândido Vargas, ex-secretário da Segurança Pública do Ceará

Vítima de infarto, morreu, neste sábado, em Florianópolis, o ex-secretário da Segurança Pública do Ceará, general da reserva Cândido Vargas Freire (82).

Por 57 meses, ele foi secretário de uma das pastas que sempre figura entre as mais problemáticas de todo governo. Foi o homem da Segurança Pública em duas das três gestões do governador Tasso Jereissati, hoje senador – de abril de 1997 a dezembro de 1998 e de novembro de 1999 a dezembro de 2002.

Bom lembrar que o general Freire aqui veio para enfrentar a crise na área da segurança pública provocada pela denúncia de corrupção no sistema e que se denominou na época de Caso França. Cândido, em  sua gestão, houve a contratação da consultoria do norte-americano William Bratton, ex-secretário de Segurança de Nova York, onde implantou o projeto Tolerância Zero.

Ainda em sua gestão implantou os chamados Distritos Modelos, com integração das policiais, criou o Ciopaer, a Ciops e a Corregedoria das Polícias. Também foi assessor para assuntos de Segurança Pública durante o primeiro mandato de Tasso no Senado.

(Foto – Everton Lemos)

Chove em 75 municípios do Ceará. A maior delas, Iguatu, com 102 milímetros

Choveu em 75 municípios cearenses, segundo o mais recente boletim da Funceme. A maior delas foi em Iguatu, no Centro-Sul do Ceará.

Ao longo deste domingo, haverá nebulosidade variável com chuva no Centro-Sul do Ceará e na Serra da Ibiapaba. Nas demais áreas, possibilidade de chuva.

Lavras Da Mangabeira 97.0
Várzea Alegre 96.0
Milagres 82.0
Várzea Alegre 78.0
Aurora 73.3
Várzea Alegre 73.2
Lavras Da Mangabeira 70.0
Barro 69.3
Granjeiro 67.8
Barro 56.4
Aurora 49.0
Caririaçu 47.0
Barro 46.8
Ipaumirim 46.0
Ipaumirim 42.8
Jati 42.0
Aurora 41.6
41.6
Umari 41.0
Umari 40.0
Brejo Santo 36.4
Barro 36.0
Umari 35.0
Porteiras 28.0

Temer terá semana dedicada à reforma da Previdência

De volta de sua viagem a Davos, o presidente Michel Temer terá uma semana cheia e cancelou a viagem que faria a Portugal na próxima sexta-feira (2), por ocasião da 13ª Cimeira Brasil-Portugal. Segundo um assessor, o presidente decidiu não viajar para a cúpula bilateral para dedicar-se à reforma da Previdência. O governo precisa garantir os 308 votos necessários para aprovar a matéria, prevista para ser votada em 19 de fevereiro.

A reforma será assunto recorrente nos próximos dias. Na noite deste sábado (27), será exibida uma entrevista do presidente ao Programa Amaury Jr, da Band. Dentre outros assuntos está a reforma da Previdência. Este também será o foco da conversa entre o presidente e apresentador e empresário Silvio Santos, que será exibida na noite deste domingo (28). O presidente gravou na semana passada, sua participação no programa do empresário.

Na segunda-feira (29), o presidente participará de um programa na Rádio Bandeirantes, às 8h30. Ele será entrevistado por três jornalistas e um cientista político. O presidente tem se esforçado para popularizar a reforma e garantir assim o apoio dos deputados. Dos 308 votos necessários para aprovação da reforma na Câmara, o governo estima que tem 275, nas contas do relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Maia (PPS-BA).

(Agência Brasil)

Lula pode ser candidato?

Em artigo no O POVO deste sábado (27), o procurador-chefe do Ministério Público Federal no Ceará, Rômulo Conrado, avalia que a restrição à candidatura de Lula não se dá de forma automática, mas sim depende de decisão a ser proferida pela Justiça Eleitoral. Confira:

As eleições presidenciais que se aproximam são marcadas por perguntas as mais diversas, algumas das quais apresentam interpretações jurídicas bastante controvertidas: o ex-presidente Lula poderá ser candidato? O que acontecerá caso venha a se candidatar?

Responder a essas perguntas passa pela análise das inelegibilidades previstas pela Lei Complementar nº 64/90, a qual estabelece em seu artigo 1º, I, e, 4, serem inelegíveis os que tenham sido condenados por decisão transitada em julgado ou oriunda de órgão colegiado, como o Tribunal Regional Federal da 4ª Região, por crimes contra a administração pública, pelo prazo de oito anos desde a condenação.

Basta ao reconhecimento da inelegibilidade a condenação pelo órgão colegiado, não mais sendo necessário, desde o advento da Lei da Ficha Limpa, seja essa decisão transitada em julgado, podendo ser reconhecida ainda que cabível recurso para os tribunais superiores ou dentro do próprio tribunal do qual surgiu a condenação.

Ocorre que o reconhecimento da restrição à candidatura não se dá de forma automática, mas sim depende de decisão a ser proferida pela Justiça Eleitoral nos autos do processo de registro de candidatura. Assim, uma vez registrando a pretensão de se candidatar, o que deverá fazer até o dia 15 de agosto de 2018, poderá ser proposta perante o Tribunal Superior Eleitoral, órgão ao qual compete o julgamento dos registros dos candidatos a Presidente da República, ação de impugnação de registro de candidatura pelo Ministério Público, outros candidatos, partidos ou coligações. Tal processo deverá ser julgado até o dia 17 de setembro, último dia no qual poderá se verificar sua substituição por outro candidato.

Tem-se ainda permissivo legal expresso para que sejam suspensos os efeitos de eventual decisão condenatória, assegurado pela Lei da Ficha Limpa, a qual possibilita em seu artigo 26-C que o tribunal competente para o julgamento de recurso, seja o Superior Tribunal de Justiça, seja o Supremo Tribunal Federal, poderá suspender os efeitos da inelegibilidade caso constate existir plausibilidade na pretensão recursal.

Lula vai enfrentar em março nova sentença de Sergio Moro

Moro e Lula

Lula não terá muito tempo para se refazer da derrota imposta na última quarta-feira pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Em março, o juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, julgará a segunda ação apresentada pela força-tarefa da Lava-Jato contra o petista. No processo, ele é acusado de receber vantagens ilícitas da empreiteira Odebrecht. A informação é do Portal G1.

A segunda decisão de Moro sobre o ex-presidente deve ser proferida em data próxima ao encerramento do caso tríplex no Tribunal Regional Federal da 4ª Região. O trâmite na segunda instância termina com a análise do único recurso a que Lula tem direito no TRF-4, o chamado embargo de declaração, contra a pena de 12 anos e um mês. Em média, os desermbargadores costumam analisar embargos deste tipo em 40 dias. Depois disso, a sentença do TRF-4 poderá ser cumprida, com a prisão do ex-presidente, caso ele não obtenha decisão no sentido contrário de tribunais superiores.

A ação que terá a sentença de Moro em março foi recebida no fim de 2016. A acusação trata de um prédio de R$ 12 milhões comprado pela Odebrecht na zona sul de São Paulo para abrigar a sede do Instituto Lula. Além disso, também se refere à cobertura vizinha à ocupada hoje por Lula em São Bernardo do Campo, que era alugada pelo governo federal durante o período em que ele foi presidente. Segundo o MPF, quando o petista deixou o Planalto, a Odebrecht se comprometeu a adquirir o imóvel para doá-lo e utilizou como laranja Glauco da Costa Marques, primo do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente.

Costamarques afirma que comprou o imóvel do antigo dono, que tinha morrido, a pedido do seu primo, Bumlai, e que o alugou para a ex-primeira dama Marisa Letícia. Ele disse que o advogado de Lula, Roberto Teixeira, só providenciou pagamento de aluguel no fim de 2015, quando Bumlai foi preso. Até então, apenas declarava o valor fictício ao Imposto de Renda. A defesa de Lula apresentou recibos que comprovariam o pagamento de parte dos aluguéis. O primo de Bumlai confirmou que assinou os recibos, a pedido do advogado. Para o MPF, os recibos são ideologicamente falsos.

Os procuradores argumentam que os recibos apresentados pela defesa de Lula foram produzidos com o único objetivo de fingir que o aluguel foi pago. O Ministério Público sustenta que os documentos apresentam datas que não existem no calendário, como 31 de junho, e mais de um recibo foi com a mesma data.

 

Com 18 mortos, chacina no bairro Cajazeiras é a maior da história do Ceará

Dezoito pessoas foram assassinadas em uma mesma ação na madrugada deste sábado, 27, no bairro Cajazeiras. Conforme Reginauro Sousa, presidente da Associação dos Profissionais da Segurança Pública do Ceará (APS), foram 14 mortes no local, sendo oito homens e seis mulheres. Houve ainda 12 feridos. Entre os baleados, quatro morreram em unidades de saúde da Capital minutos depois da ação. Esse foi o segundo crime do tipo registrado neste ano no Ceará.

O massacre ocorreu na rua Madre Teresa de Calcutá, no bairro Cajazeiras, em Fortaleza. Um grupo armado chegou em três veículos, invadiu a festa chamada popularmente por “Forró do Gago” e começou a disparar contra as vítimas. Conforme policiais militares que pediram para não serem identificados, a chacina foi motivada por disputa entre facções.

Em imagens que circularam em redes sociais, é possível contar cerca de dez corpos. Eles ficaram espalhados no clube, em ruas do entorno e calçadas. Entre as vítimas estava um vendedor ambulantes que trabalhava no local. O filho dele, de 12 anos, foi baleado e está internado no Instituto Doutor José Frota (IJF).

Conforme a assessoria de imprensa do hospital, seis pessoas chegaram feridas, a maioria adolescente. Além da criança, dois meninos e duas menina de 16 anos e uma mulher de 19 estão sob observação médica.

(O POVO Online)

O que pode haver de novo

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (27), pelo jornalista Érico Firmo:

Dentro de seis meses, estarão ocorrendo convenções para oficializar candidaturas. Decisões terão de ser tomadas. É pouco tempo para aparecer alguém que não esteja no cenário. O tempo de campanha ficou mais curto. No passado, era de seis meses. Caiu para três e agora é de um mês e meio. Mais complicado ainda para alguém de fora do circuito se apresentar. Do que está aí, o que pode ser a novidade?

No bloco governista, Henrique Meirelles (PSD) tenta se viabilizar, sem grande entusiasmo do Palácio do Planalto. Simpatias por ele não faltam no meio empresarial. Terá estrutura e apoios importantes. Mas, de voto, por enquanto tem 1% a 2% das intenções. Para se viabilizar, depende de resultados na economia. Dificilmente terá alguma chance se a reforma da Previdência não for aprovada. Se for, ele terá o desgaste que sempre existe para quem mexe em aposentadorias.

Luciano Huck surgiu como principal nome de fora do meio político tradicional. Escreveu artigo no qual disse que não entrará na disputa, mas, em entrevista publicada pelo Valor Econômico nesta quinta-feira, 25, Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirmou que o apresentador não desistiu de verdade de concorrer. É conhecido, popular, mas a disposição do eleitorado nacional de apostar em uma celebridade para governar é duvidosa.

O próprio Bolsonaro tenta se passar por novidade. É deputado há sete mandatos. Tem 28 anos de Câmara. Tomou posse quando Fernando Collor era presidente. Passou pela era FHC, pela era Lula. No governo de Dilma Rousseff (PT), o desgaste de mais de uma década de administrações de esquerda criaram o ambiente para o surgimento de um nome forte à direita. Então, Bolsonaro radicalizou ainda mais seu discurso e atraiu uma geração de admiradores. São adeptos fiéis, mas insuficientes para elegê-lo. Tem o desafio de ampliar o eleitorado. Aproveita-se do desencanto geral da política para se vender como alguém alheio a esse meio. Porém, popularidade conquistada com discurso agressivo costuma ter teto baixo.

O fato é que há espaço para surgimento de algo diferente. Resta saber o quão disposto o eleitor estará a arriscar. Se votará no imprevisível, em alguém recém-aparecido. Isso já aconteceu em 1989 e não terminou bem.

Chuva e trovoadas na manhã deste sábado em Fortaleza

Fortaleza foi surpreendida na manhã deste sábado (27) por chuva com trovoadas, que deverá se estender durante todo o dia. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a chuva é causada pela presença de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN).

De acordo ainda com a Funceme, a máxima para este sábado deverá ser de 30°C, enquanto a mínima de 25°C. O calor é por causa da pouca força do vento, que atinge somente 13 km/h. A chuva deverá voltar na madrugada deste domingo (28), assim como também na segunda-feira (29).

Além de Fortaleza, chove neste momento em outros 57 municípios do Ceará. Das 7 horas da sexta-feira (26) às 7 horas deste sábado, choveu 97 milímetros em Lavras da Mangabeira, 96 milímetros em Várzea Alegre, 82 milímetros em Milagres, 73,3 milimetros em Aurora, 69,3 milímetros em Barro, 67,8 milímetros em Granjeiro e 47 milímetros em Caririaçu.

(Foto: Arquivo)

Secretário André Costa se pronuncia sobre chacina no bairro Cajazeiras nesta manhã

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, deverá se pronunciar na manhã deste sábado (27), sobre a chacina ocorrida na madrugada no bairro Cajazeiras em Fortaleza.

O pronunciamento será por meio de coletiva à imprensa, na sede da secretaria, no Parque Araxá. Por enquanto, no Facebook, André Costa nada disse.

A chacina ocorreu em uma festa chamada popularmente por “Forró do Gago”, quando mais de 10 pessoas foram fuziladas, a maioria mulheres.

Crimes ambientais em Guajiru

Da Coluna Eliomar de Lima, no O POVO deste sábado (27):

Na bela Ilha do Guajiru, em Itarema, no Litoral Oeste do Ceará, a 204 quilômetros de Fortaleza, é intenso comércio de imóveis e a construção de equipamentos sem licenciamentos da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace).

Um estudo dessa autarquia informa, inclusive, sobre a ocupação de Áreas de Preservação Permanente (APP) de Guajiru, como dunas, margens de rio e manguezal. Entre dezembro de 2011 e agosto de 2014, a Semace fez 10 autuações na área, seis delas referentes a pousadas construídas sem licença ambiental. As multas aplicadas,
de valores irrisórios, variaram de R$ 1 mil a R$ 5 mil, mas não foram suficientes para conter o avanço sobre os recursos naturais e a destruição da paisagem.

A esperança, agora, é que a 27ª Vara da Justiça Federal, com sede em Itapipoca (Região Norte), que tem jurisdição em Itarema, entre no circuito e passe a julgar os processos com rapidez e tolerância zero em relação aos crimes ambientais na região.

Por falar em Semace, como anda o caso de suposta corrupção investigada pelo MPCE,e que chegou a afastar servidores e o titular desse órgão, Ricardo Araújo?

Chacina em Cajazeiras – Pelo menos 10 mortos

Pelo menos 10 pessoas foram mortas na madrugada deste sábado, 27. A chacina ocorreu na rua Madre Teresa de Calcutá, no bairro Cajazeiras, em Fortaleza.

O POVO apurou que um grupo armado em pelo menos três veículos invadiu uma festa chamada popularmente por “Forró do Gago” e atirou contra as vítimas.

Ainda não há um balanço oficial de quantas pessoas foram mortas. Feridos foram encaminhados ao Frotinha da Messejana. A Polícia está no local. Ainda não há informações sobre presos.

Há corpos espalhados no clube, nas calçadas e entre as vítimas muitas mulheres. Informações também dão conta de um vendedor ambulante que estava do lado de fora do evento e morreu no local. Uma criança também saiu ferida.

(O POVO Online)