Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Cid, ao lado de Lula e Dilma, participará de comício no Piauí

158 1

O governador reeleito Cid Gomes (PSB) dará entrevista, nesta manhã de quarta-feira, à rádio FM Paraíso, da cidade de Sobral (Zona Norte), sua terra natal. Falará para os ouvintes do programa do radialista Isaías Nicolau, a maior audiência da região, quando agradecerá votos e adiantará planos para aquela banda do Ceará.

Cid passará parte do dia em Sobral, mas, no fim da tarde, viajará para Teresina, a Capital do Piauí, onde participará de um comício em favor do candidato a governador Wilson Martins (PSB).

Nesse comício, estarão também o presidente Lula e a candidata a presidente da República, Dilma Rousseff (PT). 

participará, às 18 horas desta quarta-feira, em Teresina (PI), de um comício em favor do candidatoa governador Wilson Martins (PSB). O comício terá a presença do presidente Lula e da candidata a presidente da República pelo PT, Dilma Rousseff.

Cid, que se encontra na Zona Norte do Estado, romisso, estará em ua terra natal, Sobral,

Escola Superior da Magistratura entre livros e palestras

O diretor da Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec), desembargador Francisco Lincoln Araújo e Silva, comandará dois eventos nesta quinta e sexta-feira, em Fortaleza. Ele nos mandou a programação:

DIA 14 – A partir das 17 horas, no auditório da Esmec, lançamento do livro “Tópicos em Direito Constitucional e Administração Judiciária”, organizado pelos professores Edilson Baltazar Barreira Júnior e Flávio José Moreira Gonçalves. A obra é composta por 14 artigos de alunos dos Cursos de Especialização em Direito Constitucional e Administração Judiciária da Esmec. Em seguida, haverá a palestra sobre o tema “Administração do Judiciário Brasileiro: Desafios,
Transformações e o seu Espaço no Meio Acadêmico”, ministrada por José Marcelo Maia Nogueira, servidor do Tribunal de Justiça do Ceará e mestre em Administração pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP).

DIA 15 – Comemoração do Dia do Professor, das 9 às 17 horas, em salas de aula e pátio da Esmec. Haverá orientações sobre saúde, exames médicos simples (pressão, glicemia, etc), atividades fonoaudiológicas, meditação, massoterapia, exercícios de respiração e oficina de uso da voz. Às 17 horas, ocorrerá o lançamento do livro “O Professor no Direito Brasileiro”, do professor e procurador do trabalho Gérson Marques Lima, que fará palestra sobre o tema, no auditório da Esmec.

Sindicato APEOC comemora Dia do Professor

194 2

O Sindicato APEOC e a Comissão de Concursados do Cadastro de Reserva da Prefeitura de Fortaleza/2009 promoverão, nesta quinta-feira, a partir as 14 horas, audiência pública no plenário da Assembleia Legislativa.

O ato comemora o Dia do Professor – transcorre neste dia 15 de outubro, ocasião em que será fortalecida a luta pelo piso salarial nacional e avanços na melhoria das condições de trabalho.

Já no dai 23, haverá nova plenária professores do Cadatro de Reserva da Prefeitura  de Fortaleza. No auditório do Sindicqwto Apeoc, a partir as 14 horas.

Estão levando agora as luminárias da Beira Mar

271 6

O calçadão da avenida Beira virou mesmo o paraíso dos vândalos. Depois da pichação que fizeram no Espigão, projeto municipal ainda por ser inaugurado, eis que surgiu mais uma: o alvo agora são as luminárias do local, que estão sendo roubadas.

Pelo visto, não adianta reformar nada ali, pois o políciamento continua inoperante.

(Foto – Tadashi Enomoto  – Amigos da Beira Mar)

Internos promovem rebelião em Centro Educacional

“Pelo menos 25 adolescentes internos do Centro Educacional Patativa do Assaré provocaram uma rebelião na unidade, por volta das 9 horas desta terça-feira, 12, após discussão iniciada no pátio da instituição. Após o conflito, 15 garotos tiveram de ser encaminhados à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

Informações repassadas ao O POVO Online dão conta de que o motim teria sido iniciado por um grupo que havia saído dos dormitórios para praticar atividades no pátio da instituição. Durante discussão entre os internos, pelo menos 25 adolescentes se rebelaram, iniciando quebra-quebra nas dependências do Centro.

De acordo com o coordenador de Proteção Social Especial da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), Carlos Alberto Carneiro Teles, durante o conflito os adolescentes atearam fogo em colchões e danificaram móveis e aparelhos eletrônicos da unidade.

A rebelião foi controlada minutos depois, com a intervenção do policiamento da própria instituição. No início da tarde, 15 adolescentes foram encaminhados à DCA e já retornaram ao Centro Educacional. Atualmente, 196 estão internados na unidade, localizada no bairro Ancuri, em Fortaleza. Do total de internos, 30% são do Interior do Estado.”

(POVO Online)

Procissão encerrará festa da Padroeira do Brasil no Montese

A Igreja de Nossa Senhora da Aparecida, situada no bairro Montese, em Fortaleza, realizará, a partir das 16h30min desta terça-feira, procissão dentro da festa da padroeira do Brasil. A procissão percorrerá as principais ruas e avenidas do bairro, em clima de orações e cantos.

Logo após a procissão, haverá missa campal encerrando a festa que movimentou e mobilizou moradores do Montese por 11 dias. À frente, o padre Gabriel Brilhante Holanda e os sacerdotes João Batista e Laércio. 

PROCISSÃO

A procissão partirá da igreja matriz, localizada na Gomes de Matos, 1.921. Seguira pelas ruas Equador, Isaie Boris, Antônio Fiúza, Livino de Carvalho e Elcias Lopes.

Fortaleza, o paraíso dos "flanelinhas"

234 3

Os flanelinhas que “pastoram” carro no entorno da casa de show “Siará Hall”, no bairro Edson Queiroz, em Fortaleza, estão cobrando R$ 10,00 da “clientela”. E dão até ”recibo”.

Segundo algumas pessoas que frequentam o local, eles ainda aceitam
o pagamento parcelado: R$ 5,00 na chegada e R$ 5,00 na saída do veículo.

Tudo isso ocorre, a cada fim de semana, sem que a Autarquia Municipal de Trânsito e Ciadania (AMC), por exemplo, imponha respeito. Acaba prevalecendo aquele velho ditado do “quem cala, consente”.

DEM emagrece nas eleições e deve perder R$ 6 milhões de Fundo Partidário

Seis milhões de reais é o tamanho da bolada que o DEM, o ex-PFL, deve deixar de receber em 2011. Os valores são do Fundo Partidário. Isso porque o partido recebeu menos votos para deputado federal nas últimas eleições em relação a 2006, mesmo com o crescimento do eleitorado. É o que revela levantamento do Congresso em Foco com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e da proposta de orçamento em tramitação no Legislativo.
 
Para o cientista político Paulo Kramer, o DEM perde votos porque não consegue fazer claramente o discurso da redução de impostos para uma parte da classe média que seria eleitora potencial do ex-PFL. O vice-presidente do partido, José Carlos Aleluia, acredita que a redução de votos e recursos não têm importância.
 
PT e PMDB devem ficar com R$ 57 milhões

O DEM foi o partido que teve a maior redução de votos para deputado entre 2006 e 2010. No último dia 3, foram 7,3 milhões de sufrágios, ou 2,8 milhões a menos do que há quatro anos. Foi uma redução de 28% apesar de o eleitorado ter crescido 8%.
 
Com isso, deve cair a participação do DEM na divisão dos cerca de R$ 200 milhões do Fundo previstos para o ano que vem. Em 2006, os candidatos do então PFL receberam 10,86% de todos os votos para deputado federal. No último dia 3, os candidatos do DEM ficaram com 7,3 milhões de votos, o equivalente a 7,57% de toda a votação para a Câmara.

O Fundo Partidário é composto de recursos do orçamento, mais multas eleitorais e doações de empresas e cidadãos. Uma fatia de 5% é dividida em partes iguais com todos os partidos. Os outros 95% são rateados de acordo com a proporção de votos obtidos na disputa para deputado federal.
 
Assim, se o DEM conseguisse manter os 10,86% de votos, teria direito no ano que vem a R$ 21,1 milhões. Como obteve apenas 7,57% dos votos, a estimativa é que o valor caia para R$ 14,8 milhões. Ou seja, são cerca de R$ 6,2 milhões a menos no caixa da quarta força do Congresso Nacional. O DEM deve ficar em quinto lugar na classificação dos partidos que mais recebem recursos do fundo partidário.”

(Congresso em Foco)

Luizianne só trata de eleição da mesa diretora da Câmara Municipal após o 2º turno

213 2

A prefeita Luizianne Lins (PT) avisa aos companheiros próximos: não conversará tão cedo sobre sucessão da futura mesa diretora da Câmara Municipal. Ela diz que a prioridade é a campanha presidencial de segundo turno que, reconhece, é das mais difíceis. O pleito da Câmara ocorre só no dia 15 de dezembro.

Luizianne deverá enfrentar, mais uma vez, o petista Salmito Filho nessa peleja, pois ele já avisou que disputará a reeleição. No pleito passado, a prefeita foi derrotada, embora da mesa diretora atual da Câmara nunca tenha sofrido uma oposição dura. Luizianne quer tentar acordo, dizem alguns aliados, pois sabe que ainda terá a caneta na mão por mais dois anos de gestão.

Havia especulações em torno do nome de Acrísio Sena (PT) para candidato contra Salmito, mas essa hipótese não ganhou terreno.

Mar avança agora na praia da Tabuba

Barraca Camu Camu foi atingida nesfe feriadão pelo avanço do mar.

Depois do Icaraí, o mar avança agora na praia da Tabuba, também no município de Caucaia (Região Metropolitana). Moradores e frequentadores do local alertam autoridades para o problema que fez com que o Icaraí recebesse obras de contenção. Há temor de que o problema se agrave e atinja também a praia do Cumbuco.

O mar está castigando neste feriadão o local.

(Fotos – Luciano Luque)

Carro de artista cearense é alvejado com seis disparos

121 1

O carro do artista cearense Ricardo Maia, cover do cantor Tim Maia, foi alvejado com seis tiros, na madrugada desta terça-feira, 12. A ação aconteceu quando o artista trafegava pela rua Olegário Memória, no bairro Água Fria, em Fortaleza.

Ricardo Maia voltava de um show, na companhia do filho e do genro, quando o carro que dirigia foi atingido pelos disparos. Até agora, não há informações sobre a identidade do responsável pelo atentado. Ninguém ficou ferido durante a ação.

Cristãos da Paraíba pedem afastamento de Dom Aldo Pagotto

733 13

“Em nota pública, dirigida ao Vaticano e à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), um grupo de lideranças da Igreja Católica da Paraíba e de outros movimentos sociais pediu a substituição do bispo católico de João Pessoa, Dom Aldo Pagotto. O bispo é acusado de preconceito contra os pobres e de desrespeito para com lideranças comprometidas com a causa popular. Sentindo-se “agredidos por suas palavras e atos”,  as lideranças afirmam que o bispo trata “os pobres com arrogância e desprezo, enquanto trata com privilégio os ricos e poderosos e seus respectivos interesses”. Veja a íntegra da denúncia:
 
João Pessoa, 09 de setembro de 2010.

Ao Sr. Núncio Apostólico no Brasil, Dom Lorenzo Baldisseri
Ao Sr. Presidente da CNBB, Dom Geraldo Lyrio Rocha
Ao Sr. Presidente do Regional Nordeste II da CNBB, Dom Antônio Muniz Fernandes
Aos membros das instâncias colegiadas da Arquidiocese da Paraíba

Srs. Bispos, nossos Irmãos,
 
Em carta aberta, nós, Leigos, Leigas, Religiosas, Religiosos, Diáconos e Presbíteros da Arquidiocese da Paraíba, abaixo-assinados, dirigimo-nos respeitosamente aos Srs. Responsáveis pelas diferentes instâncias eclesiais, inclusive as instâncias colegiadas da CNBB, da CNBB Nordeste II e da Arquidiocese da Paraíba, para externar-lhes nossas profundas inquietações em relação à situação comprometedora de nossa Arquidiocese, tendo em vista a já longa sequência de atos deploráveis REITERADAMENTE cometidos pelo Sr. Arcebispo da Paraíba, Dom Aldo di Cillo Pagotto, desde o primeiro ano de sua chegada a essa Arquidiocese, principalmente no tocante ao seu relacionamento sistematicamente desrespeitoso e preconceituoso em relação aos pobres, à maioria das pastorais sociais (que não apenas não têm contado com seu apoio, antes têm sido por ele hostilizadas). Atos dessa natureza se sucedem, sem qualquer sinal de mudança de atitude por parte de Dom Aldo.

Entendemos chegada a hora de apelarmos a quem tem o dever de se posicionar claramente sobre tal situação, que só tende a agravar-se, caso continue prevalecendo o silenciamento ou a omissão diante da lista considerável de atitudes de desdém ou de humilhação a tudo que diga respeito, por exemplo, às CEBs, à CPT, aos leigos, leigas, religiosas ou até a padres e outros grupos pastorais comprometidos com a causa dos pobres, com igual atitude em relação aos movimentos populares, constantemente agredidos por suas palavras e atos, tratando aos pobres com arrogância e desprezo, enquanto trata com privilégio os ricos e poderosos e seus respectivos interesses. Para tanto, não hesita em apelar, quando lhe convém, e de forma unilateral, aos rigores do Código de Direito Canônico, como o fez em relação à suspensão de ordens do Pe. Luiz Couto.

Seu mais recente ato de desrespeito e de preconceito contra os pobres e suas legítimas demandas se deu por meio da imprensa local – na qual aparece com uma freqüência pouco recomendável a um pastor de quem se espera discrição e prudência. Desta feita, numa atitude de afronta a um pleito legítimo e justo como é o Plebiscito pelo limite do tamanho da propriedade da terra, no Brasil, medida já tomada inclusive por diversos países, inclusive a Itália, bandeira amplamente consensual entre as organizações de base da sociedade brasileira (pleito assumido pela CNBB, pelo CONIC e mais de cinqüenta entidades e movimentos populares) e que tem fundamento na própria Doutrina Social da Igreja e nos Documentos da CNBB.

Eis que, sem tomar em conta sequer os documentos que fundamentam a iniciativa, Dom Aldo Pagotto vai ao Correio da Paraíba, em coluna assinada pelo mesmo, em artigo publicado a dois dias do início do referido Plebiscito, e trata de questionar – já a partir do título capcioso de seu artigo “Limite à propriedade produtiva?”- a validade do Plebiscito, tecendo insinuações injuriosas- inclusive de roubo – contra os pobres e contra os movimentos populares. Não contente com a desfeita, volta à sua coluna semanal de domingo, dia 5 de setembro, em pleno período de realização do referido Plebiscito, para reiterar sua posição.

Diante desses fatos graves, em que é o próprio pastor que se mantém intransigente em seu comportamento sistemático de semear o divisionismo em seu rebanho, vimos solicitar encarecidamente às diferentes instâncias eclesiais que os Srs. representam, a substituição do atual arcebispo, Dom Aldo Pagotto, convencidos que estamos, por fatos concretos de que ele não atende aos requisitos pastorais e pedagógicos de um pastor, no cuidado de seu rebanho.
Confiantes em sua prudência pastoral, e aguardando seu pronunciamento e as providências urgentes que o caso requer, expressamos-lhes nossas saudações fraternas.
 
Alder Júlio Ferreira Calado – Diácono
Elias Cândido do Nascimento – Leigo, Coordenador do MTC/NE-II
Genaro Ieno – Ex-Agente de Pastoral Leigo
Rolando Lazarte – Sociólogo, ex-professor da UFPB
Lívia Lima Pinheiro – Leiga, ex-Membro da Equipe Exec. Setor Juvent.
Romero Venâncio Júnior – Leigo, Professor Universitário
Genielly Ribeiro da Assunção – Leiga
José Brendan Macdonald – Leigo, Assessor na formação de jovens do meio popular
Eduardo Côrtes Aranha – Leigo
Antônio Alberto Pereira – Professor da UFPB
Ricardo Brindeiro – Animador das Pastorais Sociais
Arivaldo José Sezyshta – Coordenador do Serviço Pastoral dos Migrantes do Nordeste
Maria Angelina de Oliveira – Ex-Coordenadora da JOC (nacional e internacional)
José Gilson Silva Alves – Dirigente Sindical (SINTER – PB)
Luiz Lima de Almeida – Dirigente Sindical (SINTR – PB)
Renato Paulino Lanfranchi – Leigo, ativista de direitos humanos
Raimundo Nonato de Queiroz – Educador de Jovens Cristãos
Luciano Batista de Souza – Nós Também Somos Igreja
Luciano de Sousa Silva – Professor da UFPB
João da Cruz Fragoso – Leigo, membro do Grupo Nós Também Somos Igreja
José Marcos Batista de Moraes – Assessor da Past. Juventude/ C.G
Gilma Fernandes B. Madruga – Leiga, Educadora de Jovens Cristãos
Samantha Pollyanna M. Pimentel – Leiga, Educadora de Jovens Cristãos
Íris Charlene Lima de Abreu – Leiga, Educadora de Jovens Cristãos
Janaína Brasileiro Formiga – Leiga, Educadora de Jovens Cristãos
José Washington de Oliveira Castro Júnior – Leigo, Educador de Jovens Cristãos
Magdala Cavalcanti de Melo – Leiga, membro do Grupo Nós Também Somos Igreja
Valdênia Paulino Lanfranchi – Advogada de Direitos Humanos
Pedro Ferreira de Lima – Diretor do SINTRICOM
Luiz Muniz de Lima – Diretor do SINTRICOM
Maria José Moura Araújo – Projeto Sal da Terra
Erasmo França de Sousa – SINTRICOM
Josiana da S. Ferreira – SINDTESP
José Laurentino da Silva – SINTRICOM
Ednalva Costa da Silva – SINTRICOM
Rafaela Carneiro Cláudio – Leiga, Coord. Assembléia Popular
Adenilton Felinto da Silva – Leigo – Educador Popular
Rosa Lisboa – Leiga – Educadora Popular
Gleyson Ricardo A. de Melo – Leigo, Assembléia Popular
Dora Delfino – Leiga, Rede de Educadores do NE
João Batista da Silva – Leigo
José Santana – SINTRICOM
Eulina Pereira Ferreira – Projeto Sal Terra
Gilberto Paulino de Oliveira – CUT
Edmilson da Silva Souza – Leigo
Francisco D. H. dos Santos – Leigo
Eliana Alda de F. Calado – Leiga
Maria de Oliveira Ferreira Filha – Professora da UFPB
Nilza Ribeiro – Leiga

(Site Conversa Afiada)