Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Rogério Rosso é o novo governador do DF

“O ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal, Rogério Rosso (PMDB), foi eleito neste sábado novo governador do DF. O peemedebista conseguiu obter 13 votos dos integrantes da Câmara Legislativa, e acabou eleito em primeiro turno –já que teve o apoio de mais da metade dos 24 deputados distritais.

O candidato do PT, Antônio Ibañez, recebeu seis votos e Wilson Lima (PR), outros quatro. O deputado Raad Massouh (DEM) se absteve na votação. Luiz Filipe Coelho (PTB) não recebeu nenhum voto.

Rosso conquistou a vitória com o apoio do PMDB, do PPS, do DEM e inclusive de parte do PR –que tinha como candidato o atual governador interino do DF, Wilson Lima. Na chapa, além de Rosso, a ex-secretária Ivelise Longhi (PMDB) foi eleita vice.”

(Folha Online)

Procurador-geral do Estado deixa cargo para tentar ser desembargador

O procurador-geral do Estado, Fernando Oliveira, vai deixar o cargo até o fim deste mês. Ele decidiu entrar no páreo para a vaga de desembargador reservada para advogado e cujo processo será aberto pela Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará, no fim deste mês.

Fernando Oliveira informa que quer tentar ser desembargador, o que é um sonho de todo e qualquer advogado ou jurista. Ele disse que vai trabalhar para entrar na lista dos 12 nomes que, após o crivo do Conselho Estadual da Ordem, cai para seis. Essa lista então seguirá para o Pleno do Tribunal de Justiça do Estado que, por sua vez, define lista tríplice a ser mandada para o governador. Caberá assim ao governador a decisão de quem será desembargador.

Além de Fernando Oliveira, estão alguns outros nomes conhecidos da área jurídica cearense como o ex-presidente da OAB-CE, Francisco Otávio de Miranda Bezerra, e Flávio Jacinto, que já chegou a ser candidato a presidente da Ordem.

Dilma Rousseff diz que pesquisas refletem um "momento"

“As críticas à oposição, o destaque à própria trajetória e às conquistas sociais do governo, além do comprometimento com a geração de emprego e renda marcaram a manifestação da pré-candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, neste sábado no Colégio Rosário, em Porto Alegre, em seu último compromisso público no Rio Grande do Sul, onde ela cumpre roteiro desde a quinta-feira. Apesar da insistência dos jornalistas, Dilma não quis comentar os números da última pesquisa do Datafolha, publicada neste sábado no jornal Folha de S. Paulo, e na qual ela aparece 10 pontos atrás do pré-candidato do PSDB, José Serra. “Não vou falar sobre isso porque vocês já sabem minha opinião sobre as pesquisas. Elas refletem um momento.”

Para um auditório lotado com representantes de movimentos sociais e de centrais sindicais, a ex-ministra, que nos dois dias anteriores havia cumprido agenda com empresários em Porto Alegre e em Caxias do Sul (defendendo a reforma tributária, a desoneração fiscal e a política de crédito como incentivo aos investimentos) lembrou de sua atuação durante a ditadura militar e deu um tom emotivo ao discurso. “Vou repetir para vocês aqui: eu não fujo quando a situação fica difícil. Mas não estou me referindo à ditadura.” Em seguida, Dilma relatou seu depoimento sobre o tema ao Senado, e a ocasião na qual um senador disse que ela teria mentido. “Eu respondi: senador, diante da tortura, quem não mente e entrega os seus?” Foi ovacionada pelo auditório, que passou a entoar: “Dilma guerreira da pátria brasileira.”

A pré-candidata também não poupou críticas aos adversários na eleição. Em alusão clara ao PSDB e seus aliados e ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, afirmou que jamais vai pedir que esqueçam o que ela disse, que “não entrega” seu país e que nunca vai compactuar com a visão do Estado “omisso e diminuto.” “Vocês jamais me verão transformar o Estado em uma marionete. Também não traio os interesses do povo do nosso país. E há mais uma coisa que me distingue: eu respeito os movimentos sociais.” Dilma ainda fez questão de lembrar que adversários já denominaram o Bolsa-Família de bolsa-esmola. “Não quero polemizar, mas considero muito interessante esse novo ‘vestido’ da oposição. Se achavam nossos programas bons, por que estão há sete anos e meio na oposição?”

Para além das polêmicas sobre as comparações relativas às biografias dos candidatos e às gestões de FHC e Lula, mas também em tom de comício, a pré-candidata se comprometeu com o aumento dos níveis de emprego e com mais melhorias nas condições de vida. “Defendo que democracia é também a capacidade de incorporar 190 milhões, é casa, celular, computador e comida para todos os brasileiros.”

(Portal Terra)

Lula, o presidente mais popular

“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva continua a registrar um nível recorde de aprovação para o seu governo, apesar de ter oscilado negativamente nas últimas três semanas. Segundo o Datafolha, 73% consideram a administração federal petista ótima ou boa. No final de março, a taxa era de 76%. A informação é da edição deste sábado do jornal Folha de S. Paulo. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O levantamento foi realizado em todo o País, nos dias 15 e 16, com 2.600 entrevistas.

Para 22%, Lula faz um governo regular (em março, o percentual era de 20%). Outros 5% rejeitam o petista, dizendo que o governo é ruim ou péssimo – eram 4% na pesquisa anterior, de três semanas. Na comparação com os outros presidentes eleitos pelo voto direto depois da redemocratização do país, Lula é o mais bem avaliado já há algum tempo. Fernando Collor de Mello (1990 a 1992), segundo pesquisas Datafolha, teve como aprovação máxima uma taxa de 36%. Fernando Henrique Cardoso, que foi presidente por oito anos (1995-2001), teve seu recorde de aprovação em dezembro de 1996, com 47% de bom e ótimo no Datafolha.”

(Folha Online)

Concurso do BNB – Prova gera 3 mil recursos

“A banca examinadora do concurso do Banco do Nordeste vai ter muito trabalho pela frente. O coordenador da comissão organizadora da seleção, Marcus Vinícius Machado, revelou ao Blog Concursos do O POVO que cerca de três mil recursos de candidatos contra a prova aplicada no último domingo estão sendo analisados.

Segundo ele, os candidatos contestam o grau de dificuldade de algumas questões, gabaritos incorretos, além dos já tradicionais pedidos de anulação de questões.

Por se tratar de uma demanda de grande porte, Marcus Vinicius preferiu não estimar em que data será divulgado o gabarito final. “Não tem prazo já pronto para a gente finalizar. Quando a análise dos nossos técnicos for finalizada colocaremos, de imediato, no site oficial”, comentou, sem adiantar se alguma questão, ou mais de uma, serão anuladas.

“O candidato vai ter que esperar e acompanhar o site da Acep (Associação Cearense de Estudos e Pesquisas)”, explicou.

O coordenador disse ainda que não há uma definição sobre a data de divulgação do resultado final. “Essa decisão será tomada pela direção do BNB”, adiantou.

A SELEÇÃO

O concurso do BNB visa a formação de cadastro reserva para os cargos de analista bancário, analista técnico (funções que exigem nível médio completo) e especialista técnico (que exige ensino superior completo em várias especialidades). A remuneração pode chegar a R$ 7.029,75.

Campanhas de Serra e Dilma podem custar juntas quase R$ 1 bilhão

“As campanhas de Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB), as duas principais candidaturas presidenciais, poderão gastar juntas, quase R$ 1 bilhão até outubro. A estimativa de tesoureiros e coordenadores é de que as eleições de 2010 sejam as mais caras da história brasileira.

Os recursos destinados diretamente às campanhas de Dilma e Serra somariam cerca de R$ 500 milhões. O restante, outros R$ 500 milhões, seriam repassados aos estados e ao DF para candidaturas majoritárias que garantam palanques aos dois principais postulantes ao Planalto.

O patamar mínimo de gastos, para ter alguma chance de vitória, seria de, pelo menos, R$ 100 milhões.”

(Correio Braziliense)

Vice-presidente do PT repudia comparações do petismo com o PSDB

Em artigo enviado para este Blog, o vice-presidente regional do PT, Antõnio Carlos de Freitas rebate a tese de que PT e PSDB são da mesma origem ou tem afinidades.

PT e PSDB:  a história já tratou de separá-los.

Tratar, achar, desejar que PSDB e PT sejam as mesmas coisas ou semelhantes, e pior, se unam sob o argumento de que suas diferenças não existem de fato é uma das hipóteses mais sem nexo que tenho escutado nos últimos anos no mundo da política. No meu próprio partido, inclusive, felizmente já há bastante tempo e de maneira isolada, havia gente simpática a esta ilusão. E explico porque é uma ilusão.

PT e PSDB não resguardam nenhuma semelhança ou afinidade nem mesmo programática como sugeriram alguns. Em minha opinião, programa se conhece em sua aplicabilidade e é neste ponto que as diferenças só aumentam. Parece-me que querer conciliar o inconciliável – falo do cenário nacional, não apenas da conjuntura estadual – também é uma maneira de não se resolver contradições (inclusive na esquerda) que, no plano geral, vêm sendo superadas com algumas questões regionais ainda pendentes. Nossa cultura de não fortalecer partidos e sim personalidades colaboram para não se politizar esse debate. Em 2010 ganha mais força o debate de programas e isso é um salto de qualidade delineador de posições e projetos.

No vácuo de poder da “Nova República” das elites brasileiras e depois da aventura “Collor” precisando de um verniz “progressista” (não de esquerda), o neoliberalismo e o capital internacional com seus sócios menores e submissos no Brasil utilizaram-se de um partido “social democrata” desfigurado, com alguns intelectuais progressistas, sem base social ou de trabalhadores (as) para aplicar o modelo neoliberal. Privatizações, desmonte do Estado, demissão de servidores, “estado mínimo”, endividamento interno e externo, repressão aos movimentos sociais (MST, Greve dos petroleiros etc.) e aliança com a direita mais conservadora do País à época; PFL, hoje DEM.  Gostaria que alguém, em sã consciência, me dissesse o que é que isso tem a ver com o programa do Governo Lula/PT e aliados em seus oito anos de prática. Nada, nada, absolutamente nada.

Essa “direitização” da “social democracia” já vinha acontecendo no plano internacional, através de seus governos na Europa e em outras regiões do planeta que já se rendiam ao neoliberalismo ainda no final dos anos 80. A contradição é tamanha que Tasso Jereissati(mega-empresário), mesmo sem nunca ter lido qualquer linha sobre a Segunda Internacional e seu racha (a chamada Segunda e meia, de onde se originou a Social Democracia) pulou do barco do governo Sarney e estava em dúvida entre apoiar Collor (PRN/Globo/direita brasileira) ou Mário Covas e seu choque de capitalismo, optou pela “social-democracia”. Que dúvida cruel.

De onde e desde quando Tasso Jereissati teve alguma relação com ideologia progressista? O PSDB é, sim, um rebaixamento da social-democracia. Por essas e outras que PT e PSDB são duas coisas totalmente diferentes, seja no Ceará ou no restante do Brasil.

Quando se tenta, em um malabarismo intelectual ou político impossível como a união entre água e fogo, fica nítido o objetivo de se evitar o inevitável: o afloramento das contradições entre projetos que logo mais virá à tona. Se quisermos continuar  construindo um Brasil cada vez mais justo, igualitário e verdadeiramente democrático é necessário que o debate dessas contradições aconteça. O tempo da política, eleitoral ou não, deve ser o tempo da resolutividade das suas contradições.

Quem vê PSDB e PT com os mesmos olhos, como forças conciliáveis e próximas (seja de que ângulo for, dentro ou fora do PT, acadêmico, sociológico ou filosófico), ou ainda, quem resume tratar-se apenas de uma disputa política paulista, mantém a ilusão de tentar unir o que a própria história já tratou de separar. Neoliberalismo (PSDB/DEM e as elites) e o projeto Democrático e Popular (PT/PSB/PCdoB/PMDM e o povo) e demais aliados que estão ajudando a reconstruir o Brasil e o Ceará logicamente depois da avalanche neoliberal.

Antonio Carlos de Freitas Souza

Vice-presidente do PT-Ceará

OAB/RJ lança campanha pela abertura dos arquivos da ditadura

 [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=9FRxpGvx7Mc&feature=related[/youtube]

Com a participação de vários artistas, a OAB do Rio de Janeiro está promovendo a “Campanha pela Memória e pela Verdade”, onde, com abaixo-assinado, quer pressionar o governo federal a abrir os arquivos da ditadura. Esse é um dos vídeos veiculados na campanha carioca e tem Fernanda Montenegro interpretando vítima do regime militar.

Eleições 2010 – PT do Ceará faz reunião 2ª feira

A Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores vai se reunir na próxima segunda-feira, a partir das 9 horas, na sede partidária, em Fortaleza.

Na pauta, informes da agenda política de 2010 e definição sobre o Encontro Estadual do partido. A prefeita Luizianne Lins, que preside a legenda, quer adiar esse encontro que foi progamado para o dia 24 próximo.

Ganhar tempo para tentar evitar racha na base aliada é sua meta.

DETALHE – No dia 27 próximo, o PSB definirá o destino de Ciro Gomes. Ao querer adiar o encontro estadual petista, Luizianne quer ter certeza do quadro nacional com ou sem Ciro. Depois disso, dá para tomar um rumo sobre a relação com Cid Gomes.

Guedes Neto assume novo mandato à frente do Clube Náutico

O engenheiro Guedes Neto do Ceará tomará posse, a partir das 20 horas deste sábado, em mais um mandato à frente do Clube Náutico Atlético Cearense. Reeleito, ele promete festa.

A dupla Italo e Reno e Luizinho e Banda animarão o ato que não contará com aqueles velhos discursos. Guedes Neto conseguiu dar nova dinâmica ao clube que, nos últimos anos, resgatou brilho de festas tradicionais como o Baile da Saudade.

Maurício de Sousa encerra Bienal Internacional do Livro de Fortaleza

Mauricio de Sousa

O cartunista Mauricio de Sousa estará presente na IX Bienal Internacional do Livro do Ceará neste domingo (e não sábado como divulgamos). O pai da Turma da Mônica ministrará palestra, a partir das 13h30min, seguida por sessão de autógrafos, no Centro de Convenções. A IX Bienal Internacional do Livro do Ceará teve início dia 9 de abril, com o tema “O Livro e a Leitura dos Sentimentos do Mundo”.

MSP 50, Bidu 50 anos, Romeu & Julieta, Mágico de OZ, Biografia MS em Quadrinhos, Tiras da Turma da Mônica, Coleção Histórica e as revistas mensais foram os títulos da Mauricio de Sousa Produções divulgados durante o evento, que reuniu alguns dos principais nomes da literatura nacional, editoras, livrarias e profissionais que compõem as cadeias do livro e da leitura.

A criançada, portanto, vai ter a chance de conversar, ouvir, ganhar autógrafo e posar em fotos com Maurício de Sousa.

Ciro falta às sessões na Câmara e não justifica ausências

Ciro Gomes

“O deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) não apareceu para trabalhar na Câmara em abril e até agora não justificou as faltas. Foram realizadas nove sessões, e não há registro da presença de Ciro.

Isolado no PSB já que insiste em disputar o Planalto, o deputado também tem evitado aparecer em eventos públicos em seu próprio Estado. Enquanto Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) estão em pré-campanha, as declarações de Ciro são frequentemente enviadas via aliados ou por artigos.

No mês passado, o quadro de presença do congressista na Câmara não foi muito diferente. Das 22 sessões realizadas, ele faltou a mais do que a metade. Na ocasião, no entanto, cinco ausências foram justificadas.

E este mês deve acontecer a mesma coisa. A assessoria de imprensa de Ciro diz que ele passou boa parte da semana passada realizando exames médicos e que outras faltas aconteceram em decorrência de problemas em aeroportos.

Ambas as justificativas são aceitas pela Câmara para que não haja desconto de salário.”

(Folha Online)

A ironia fina do ex-governador

O ex-governador Lúcio Alcântara escreve, vez em quando, com ironia fina, mas nunca deixa de lado o velho alvo político. Compilamos duas frases que ele publicou em seu Blog nesta semana e que, sinceridade, estão simples e, por conta disso, primorosas. Confira: 

1 – “Há políticos que, quando contrariados, agem como crianças de quem lhes tiram o pirulito.” 

2 – “Pelo andar da carruagem, o estaleiro foi para o estaleiro.”

Em Prefeituras do Ceará, quase analfabetos tocam licitações

“A maioria das cidades cearenses que estão sendo inspecionadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) não possui técnicos especializados para administrar as licitações municipais. “Com todo respeito, mas são pessoas praticamente analfabetas. Pessoas que não têm a menor capacidade para presidir uma comissão de licitação“, revelou ontem a procuradora de Contas Leiliane Feitosa, que se disse “muito insatisfeita“ com a situação encontrada nas administrações municipais do Estado.

Leiliane acredita que essas pessoas estão na presidência das comissões com o único intuito de “ornamentar“ o cargo.

“Eu penso que, se os municípios estão tendo essa prática, é porque tem algo por trás. Se eu não quero me ladear de pessoas competentes e coloco qualquer pessoa do meu lado é porque, de alguma forma, eu mesma estou querendo dizer como é que as coisas vão ser. E isso não está me parecendo boa coisa“, avaliou a procuradora.

O TCM está visitando, segundo Leiliane, os municípios que estão na lista da operação Província – uma parceria do Ministério Público Estadual com a Polícia Federal que investiga possíveis desvios de recursos públicos exatamente através de licitações nos municípios.

Entre as cidades já visitadas estão Trairi, Paracuru, Paraipaba, Pentecoste, São Benedito, Viçosa, Pacatuba. Leiliane não especificou em quais municípios foi verificado o problema na comissão de licitação.

O POVO tentou contato com a presidente da Associação de Prefeitos do Ceará (Aprece), Eliane Brasileiro, para que comentasse o assunto, mas seu celular estava programado para receber apenas mensagens de voz.”

(OPOVO Online)

PSB marca para dia 27 decisão sobre candidatura de Ciro Gomes

“Funcionou. Depois que Ciro Gomes (PSB-CE) pressionou publicamente seu partido em um ultimato divulgado em artigo, o PSB marcou para 27 de abril reunião da executiva em Brasília para debater a candidatura à Presidência da República liderada pelo deputado.
O debate sobre a candidatura é assunto único da reunião, em que devem comparecer os 18 integrantes da executiva.”Vamos trabalhar para que a reunião seja o mais conclusiva possível”, disse o vice-presidente da legenda, Roberto Amaral, nesta sexta-feira.
Ciro pegou pesado no artigo intitulado “A História Acabou?”. Em uma das principais farpas questionou duramente a atuação do partido. “O que é o PSB? Um ajuntamento como tantos outros, ou a expressão de um pensar audacioso e idealista sobre o Brasil? Vai se decidir isto agora”, afirmou.
O deputado adiantou que vai cumprir a determinação do PSB, apesar de até agora não “entender o que quer de mim o meu partido”. A repercussão das declarações foi negativa na legenda. “Bateu mal”, disse um integrante, para quem as acusações não fortaleceram a posição daqueles que defendem a candidatura própria.”
* Da Reuters, leia mais aqui
 
VAMOS NÓS – Enquanto Ciro Gomes briga por espaços no PSB para viabilizar sua candidatura presidencial, por aqui Cid Gomes (PSB), seu irmão, sonha em ter uma candidatrua hegemônica para o Governo. A dele, claro. 

Datafolha – Serra lidera com 38%

“Os levantamentos divulgados pelos institutos de pesquisas sobre a sucessão presidencial estão desencontrados. Enquanto Vox Populi e Sensus mostram empate entre os dois principais concorrente, o Datafolha sempre revela uma vantagem consolidada de José Serra.

Em nova rodada divulgada hoje o tucano desponta com 38% contra 28% de Dilma Rpusseff (PT). Crescimento de dois pontos para o primeiro e de um da petista. Ou seja, quadro sem alterações significativas.

Marina Silva (PV) e Ciro Gomes (PSB) oscilaram negativamente e agora alcançam  9% e 10%, respectivamente.

Numa simulação de segundo turno entre Serra e Dilma ambos crescem simetricamente e a vantagem do tucano fica em 50% a 40%. A pesquisa, registrada sob o número 8.383/2010, foi realizada nos dias 15 e 16 de abril. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.”

(Folha Online)

Prefeita culpa PSDB por caos no IJF e avisa: tomaria Maracugina pra aguentar tucanos

A prefeita Luizianne Lins (PT) aconselhou, nesta quinta-feira, ao líder do PSDB, João Jaime, a começar a investigar, com a CPI do IJF que ele propôs na Assembleia Legislativa, o período das administrações tucanas. Segundo disse,  esse partido “passou 20 anos no Governo e nunca construiu um hospital de urgência e emergência”. Ela lembrou  que 50% dos pacientes atendidos no Instituto Doutor José Frota (Centro) são oriundos do interior.

“O problelma de lá (IJF) é superlotação. É por aí que o João Jaime deveria começar as investigações”, acentuou Luizianne. Ela informou que o gasto anual com o IJF está hoje na ordem dos R$ 208 milhões e que o gvoerno estadual só repassa R$ 4 milhões.  

Sobre política, a prefeita adiantou que não iria comentar nada, mas não se conteve e, indagada sobre o recado do deputado estadual Ivo Gomes (PSB), irmão do governador Cid Gomes (PSB), que mandou o PT tomar “Maracugina” –  acalma os nervos, reagiu:

“Tomar Maracugina é bom e eu tenho que tomar pra aguentar o PSDB na Assembleia. Eu nunca vi tanto problema, tanta ciumeira por causa dessa reunião que eu tive com o doutor Lúcio (Lucio Alcântara, ex-governador e adversário politico de Cid Gomes)”.

Ela explicou que, quando conversou com Lúcio Alântara, havia convidado o Partido da República, já que esse partido foi a primeira legenda nacional  apoiar a Dilma Rousseff (PT). Luizianne alertou que a campanha presidencial “vai ser muito dura, muito dificil, porque o PSDB vem com essa corda toda.”

O PT pode ter candidato a governador? Indagou um repórter durante coletiva dada pela prefeita após encontro com lojistas e com o arcebispo de Fortaleza, dom José Antõnio, no Paço Municipal. A prefeita disse que não iria se manifestar a esse respeito, mas não resistiu e voltou a criticar os tucanos: “O PSDB quer fazer inferno na nossa relação com o Cid e eu saberei agir na hora certa.”

ESTALEIRO

Luizianne Lins reiterou posição contrária à construção do estaleiro do Grupo Promar na praia do Titanzinho (Bairro Serviluz). Esse grupo ganhou concorrência nesta quinta-feira da Transpetro para construir navios em Fortaleza.

“Não haverá estaleiro sem a anuência do Município. E já é certo pra nós que não haverá estaleiro no Titanzinho. Aquela área não tem vocação industial, tem vocação turística”, avisou.

Ela também disse que não interessa uma orla marítima de 32 quilômetros de extensão com dois estaleiros (referiu-se à Inace, que ocupa uma faixa).

Campanha de Dilma terá conselho político com partidos aliados

“O comando da campanha presidencial do PT inaugura na segunda-feira um conselho político para discutir a estratégia de campanha de Dilma Rousseff para as eleições de outubro. O grupo será formado pelos presidentes dos partidos que já formalizaram apoio a Dilma: PMDB, PC do B, PR, PDT e PRB.

A ideia dos petistas, no entanto, é ampliar esse conselho até julho, quando as convenções partidárias terão terminado. “Esse conselho é para analisar e discutir os grandes temas da campanha do PT”, disse o presidente do PT, José Eduardo Dutra.

Na prática, o conselho não deve ter muitas atribuições, mas é um sinal do PT aos aliados, mostrando que estão dispostos a garantir espaço. “Vamos socializar a campanha”, disse.

Segundo o presidente do PT, os problemas estaduais para a consolidação dos palanques não serão tratados pelo conselho. “Essa questão é melhor que seja discutida bilateralmente, de partido para partido”, afirmou.”

*Da Folha Online, leia mais aqui