Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

"Pequenos partidos" não poderão se coligar

“A expectativa do “G11” (PSL, PTdoB, PV, PPS, PRTB, PMN, PRP, PTC, PSDC, PHS e PRB) de formalizar uma chapa única para deputado federal e chapinhas para estadual em Pernambuco foi por água abaixo. Após uma consulta ao ex-ministro do TSE José Delgado, as legendas ficaram sabendo que a Legislação Eleitoral impõe barreiras à coligação.

O problema é que partidos com diferentes candidatos majoritários não podem firmar aliança na proporcional. Entre as siglas citadas, o PV tem candidato próprio Sérgio Xavier, PPS e PV apoiam Jarbas, enquanto outros como o PTC tendem a ficar com o governador Eduardo Campos (PSB).

“Fica um samba do crioulo doido. É incompatível, segundo a legislação”, lamenta o presidente estadual do PMN/PE, Sílvio Barbosa, que deve restringir sua aliança com ao PPS. Hoje, na sede do PSL, o comando das agremiações partidárias terá nova reunião. Em discussão alguma engenharia de coligação viável judicialmente para reforçar suas pretensões eleitorais.”

(Portal G1)

Ministro da Integração Nacional visita o Ceará

joaoaoaO ministro da Integração Nacional, João Santana, vai cumprir agenda no Ceará, a partir desta quinta-feira. Pela manhã, Santana inspecionará obras dos açudes Taquara (Cariré) e a barragem Figueiredo (Alto Santo), projetos que fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal.

João Santana, tendo ao lado o diretor-geral do Dnocs, Elias Fernandes, sobrevoará com o governador Cid Gomes o trecho IV, do Eixão da Integração.  O ministro, ainda na quinta-feira, terá encontro com a comissão estadual de acompanhamento do PAC, na Assembleia Legislativa.

Na sexta-feira, João Santana ainda visitará o Centro de Tecnologia e Piscicultura de Pentecoste.

Pesquisa Sensus dá empate técnico entre Serra e Dilma

“Pesquisa Sensus encomendada pelo Sintrapav (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Construção Pesada de São Paulo) a ser divulgada hoje aponta empate técnico na corrida presidencial entre o tucano José Serra (32,7%) e a petista Dilma Rousseff (32,4%). É o resultado mais apertado já obtido.

De acordo com a sondagem, Ciro Gomes (PSB) teria 10,1%, e Marina Silva (PV), 8,1%. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Segundo dados apresentados ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sob o registro de número 7594/2010, o levantamento foi feito entre os dias 5 e 9 de abril em 24 Estados, com 2.000 entrevistas.

Reportagem publicada no sábado passado pela Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal) mostrou que, no registro do TSE, consta outro contratante: o Sindecrep (sindicato de trabalhadores em concessionárias de rodovias) de São Paulo –que não a encomendou. A Sensus afirmou se tratar de um erro, corrigido.”

(Portal Uol)

Alô, cinéfilos! Ana Maria Bahiana dará curso em Fortaleza

baiana

A jornalista Ana Maria Bahiana, especializada em cinema e que faz parte do júri do Globo de Ouro e sempre confere a festa do Oscar, estará em Fortaleza nesta quinta-feira.

Aqui, ela ministrará o curso “Como Ver um Filme”, que ocorrerá na Cecomil Mega Store (Avenida Dom Luis) até sábado.

As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas na loja Distrivídeo, da avenida Antonio Sales, no setor de vendas.

Projeto propõe aposentadoria de deficientes com menos tempo

“Pessoas com deficiência poderão ter redução do tempo de serviço para aposentadoria. O Projeto de Lei Complementar 277, após cinco anos tramitando na Câmara Federal, deve ser votado esta semana. A antecipação da aposentadoria será concedida de acordo com a gravidade da deficiência. Para pessoas com deficiência leve a antecipação será de três anos, deficiência moderada, seis anos e nos casos de deficiência severa, dez anos.

O projeto prevê ainda que “o segurado portador de deficiência poderá requerer, em qualquer tempo, ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) a realização de perícia e emissão de certidão que ateste o grau de sua deficiência para fins de redução da idade de aposentadoria e tempo de contribuição”.

As pessoas com Síndrome de Dow também serão beneficiadas com a aprovação. Segundo o diretor do Centro de Estudos e Pesquisas Clínicas de São Paulo e colaborador da Federação das Associações de Síndrome de Donw, o médico Zan Mustacchia, a expectativa de vida destas pessoas aumentou em função do maior acesso à imunização, alimentação adequada e amparo à saúde, mas existem outras necessidades que devem ser atendidas.

“É importante a aprovação da lei. Em 20 anos houve um grande aumento da expectativa de quem tem Síndrome de Dow, que passou de 30 anos nos anos 1980 para mais de 60 anos nos anos 2000. A antecipação da aposentadoria irá contribuir ainda mais para a melhoria da qualidade de vida destas pessoas”, afirmou.

De acordo com a psicopedagoga e fundadora do Instituto de Inclusão Social, Marina Almeida, o projeto beneficiará 100 mil pessoas em todo o país que não têm condições de trabalhar durante 35 anos por sofrerem um maior desgaste físico e psicológico.

“Como não há uma lei para estes casos as pessoas que trabalham hoje são aposentadas por invalidez. Esse benefício daria equidade de condições às pessoas com deficiência que estão no mercado de trabalho”.

Para Marina Almeida, o Brasil precisa trabalhar com a ideia de um projeto de vida para as pessoas com deficiência que englobe a infância, a adolescência, a vida adulta e a senilidade aos moldes do que é feitos nos países desenvolvidos.

“Países como a Islândia, Itália, Espanha, Alemanha e Austrália possuem aposentadorias e dispositivos legais que garantem um envelhecimento melhor. O Brasil necessita de ações desde o nascimento, passando pela educação, o acesso ao trabalho, a aposentadoria e para uma velhice tranquila”.

O deputado federal e relator do Projeto de Lei Complementar 277, Marcelo Ortiz (PV-SP) , disse que o texto será votado nesta semana. “O texto é consensual e atende às demandas das associações de pessoas com deficiência e deve ser votado até sexta-feira (16), e certamente será aprovado rapidamente também no Senado”, disse.”

(Agência Brasil)

E o PT teria peito para disputar o Governo?

O publicitário Ricardo Alcântara escreve artigo para o Blog, nesta terça-feira, com título bem sugestivo: “Candidatura do PT ao Governo: Seria forte (se fosse prá valer)” .

 De início, Tasso Jereissati e Ciro Gomes isolaram Lúcio Alcântara das outras forças políticas do Ceará. Depois, completaram o serviço: afastaram-se dele – a última liderança remanescente do período de exceção. Foi assim, justo como governador, quando as oportunidades de agregar são maiores, pois há tanto a oferecer, que Lúcio se viu politicamente isolado – logo ele, uma comprovada vocação para o consenso.

Lúcio se queixa de alguns gestos, embora ninguém possa dizer, de sã consciência, que foi, algum dia, enganado por um político, pois somos nós – e mesmo os mais experientes – que ainda nos enganamos com alguns deles.

Em 2008, Lúcio tinha potencial de votos para disputar a prefeitura de Fortaleza, como teria agora para disputar o Senado com boas chances de vencer, de acordo com pesquisas de opinião mais recentes. Mas não pode. O que lhe falta? Falta apoio no quadro partidário que lhe garanta suficiente tempo de exposição no palanque eletrônico. Sem o oxigênio da propaganda eleitoral na televisão, fica impedido de alçar voos mais altos.

Depois de ver naufragar a candidatura de Roberto Pessoa, Lúcio busca agora, manobra final, romper o isolamento numa aliança com um PT que se mostra, por sua vez, inseguro com os termos de sua aliança com Cid Gomes. Há mais obstáculos do que atalhos nessa trilha. Uma parcela amplamente majoritária no PT só sairia do governo se fosse expulsa – algo indefensável como, vá lá, uma aliança formal do governo com o PSDB de Tasso Jereissati.

Em meio a esses, tem a “sublegenda” do faz-de-conta: os que gostariam de, ainda que obrigados a lançar candidatura própria, construí-la com base em aparências, de olho em uma recomposição pós-eleitoral com o governo. Para tornar o cenário de ruptura do PT com o governo estadual ainda menos provável, há de se compreender em que condições uma candidatura petista se tornaria uma ameaça real à hegemonia dos Ferreira Gomes.
 
A condição para que um candidato petista entre na disputa com alto teor de combustão seria o apoio – exclusivo – do presidente Lula, cuja prioridade, como sabem os juízes do STF, é eleger Dilma Rousseff à presidência. Para isso, o presidente não sacrificaria o apoio de um governador com reeleição garantida, a menos que partisse dele próprio o gesto – o que é possível, se mantida a cada vez mais remota candidatura de Ciro Gomes.
 
Desse modo, o quadro crítico – cenário propício a um candidato petista – seria a confirmação de Ciro Gomes na disputa presidencial associada a uma aliança formal do seu irmão governador com o PSDB de Tasso Jereissati. Nesse caso, o voraz apego aos cargos e vantagens teria que recuar diante de uma necessidade de interesse coletivo: a preservação da identidade partidária, já tão abalada, sem a qual tudo isso logo mais valerá quase nada.
 
Do contrário, lançada por conta e risco do atirado que aceitasse o convite à aventura, dividido internamente e à revelia das orientações de Brasília, uma candidatura seria um caminho seguro para alcançar o fracasso. E não me venham com aquela de que “a Luizianne se elegeu contra tudo e todos” porque, ali, entre outros fatores, ela enfrentou um governo de joelhos – o ocaso da liderança de Juraci Magalhães – situação oposta à atual. Logo, para que prospere uma candidatura do PT ao governo – um remake anabolizado do José Airton cá – são necessárias apenas três condições: uma aliança formal entre Cid e os tucanos, o partido unido e o apoio de Lula.
 
Não há ambiente para a primeira. Duvido da segunda. E não creio na terceira. Porque a primeira é uma situação limite, a segunda carece de um idealismo que o petismo já perdeu e a terceira, bem…vocês conhecem o Lula. Mas como tem muito tempo de jogo pela frente e se encontra isolado, Lúcio Alcântara se vale da regra tática – “quem pede, recebe; quem se desloca tem preferência.” – e, no barato, essa movimentação lhe oferece visibilidade.

Quanto aos petistas, a manobra é produtiva. Serve, no mínimo, como fator de pressão sobre o governador aliado. Cid tem dado sinais de que pretende maior autonomia na formação de sua chapa eleitoral. A ver.

Vem aí campanha contra o sub-registro civil

Fortaleza articula uma campanha pela erradicação do sub-registro civil. A iniciativa é da Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e será lançada nesta quinta-feira, às 14 horas, no auditório da Justiça Federal.

Nessa ocasião, haverá encontro envolvendo várias entidades do Legislativo, Judiciário, Executivo e da sociedade civil para formar um comitê gestor da campanha que quer conclamar cidadãos para que oficializem sua situação perante os cartórios.

No Ceará, segundo dados do IBGE de 2007, exidtem quase 14 mil pessoas que não efetivaram o registro de nascimento.

Dilma garante apoio à reeleição de Cid Gomes

dilnacoletiva

Conversa com Cid foi “entre companheiros”.

A pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, garantiu apoio ao projeto de reeleição do governador Cid Gomes (PSB), na manhã desta terça-feira, em encontro na Residência Oficial, no bairro Meireles. Ela esteve acompanhada do presidente nacional do PT, Eduardo Dutra, e da prefeita Luizianne Lins.

O anúncio foi feito pela própria pré-candidata, no início da tarde, no Hotel Gran Marquise, na avenida Beira-Mar, durante coletiva. “Foi uma conversa agradável, entre companheiros”, observou Dilma, que destacou uma das piadas contadas pelo governador, como forma de mostrar a descontração no encontro.

A piada é sobre um velho do sertão que chegou à Capital e foi atropelado por um trem. Ao deixar o hospital, passou por uma loja e viu um Ferrorama na vitrine. Rapidamente entrou na loja e começou a quebrar o brinquedo. Os vendedores tentaram conter o velho, que alegou: “Tem que matar esse bicho quando é pequeno, porque quando ele cresce faz um estrago danado”.

VAMOS NÓS – Dilma riu ao lembrar a piada, como também deve ter ocorrido na Residência Oficial. A piada é bastante conhecida no Ceará, mas talvez não faça parte do repertório em Minas Gerais (Estado de nascimento de Dilma) ou no Rio Grande do Sul (Estado onde se firmou). Tomara que a pré-candidata também não tenha contado nenhuma piada para o governador.

(Foto – Paulo Moska)

Copa e Olimpíadas vão exigir também mudança na legislação federal

“Construir estádios, adequar a infraestrutura e logística da cidades não são os únicos problemas que o Brasil terá que enfrentar para sediar a Copa do Mundo e as Olimpíadas em 2014 e 2016, respectivamente. A Federação Internacional de Futebol (Fifa) e o Comitê Olímpico Internacional (COI) fazem exigências que obrigarão o País a fazer alterações temporárias na legislação federal. O assunto foi tratado em extensa reportagem no jornal especializado Brasil Econômico, no domingo (11).

O texto do repórter Fábio Suzuki mostra algumas das mudanças que devem ser realizadas para ambos os eventos:

– Entrada de materiais: isenção de taxas, impostos e tributos concedida aos estrangeiros envolvidos nas atividades relacionadas às competições, como atletas, delegações e empresas. Entidades e parceiros terão isenção de impostos como PIS e Cofins, que incidem sobre faturamento; Imposto de Renda; contribuição previdenciária, IOF e imposto de importação;

– Visto: facilidade na obtenção do visto de entrada no País. Pessoas envolvidas nos eventos terão o direito de entrar no País apenas com a apresentação do passaporte válido para o período e da credencial do evento. O Ministério das Relações Exteriores e os comitês organizadores montarão operações especiais nos aeroportos para a alfândega e liberação de bagagem;

– Publicidade e comércio: em um raio de dois quilômetros (limite que pode ser alterado de acordo com as particularidades de cada local) ao redor dos locais das competições, apenas os patrocinadores e empresas envolvidas poderão expor suas marcas e comercializar seus produtos. Estabelecimento poderá ser fechado caso desrespeite a exigência. Durante os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, toda a mídia exterior (outdoors, painéis, totens etc) da cidade será ocupada por anúncios do COI e de patrocinadores do evento;

– Penas aos infratores: para a ocorrência de infrações e delitos envolvendo público ou qualquer participante dos eventos, os julgamentos serão realizados no próprio local dos jogos com sentenças diferentes à da Justiça brasileira. Para a Copa do Mundo, deverão ser criados Tribunais de Justiça, delegacias e juizados dentro dos estádios para que os casos sejam resolvidos na mesma hora;

– Cadeira cativa: os proprietários de cadeiras cativas nos estádios privados perderão o seu direito de uso exclusivo dos assentos durante os eventos. Para a Copa do Mundo de 2014, dois estádios privados estão incluídos para receber jogos: Morumbi (São Paulo), do São Paulo Futebol Clube, e o Beira-Rio (Porto Alegre), do Sport Clube Internacional;

– Vias urbanas: faixas exclusivas nas cidades-sedes para o translado dos envolvidos nos eventos, como dirigentes e delegações. A exigência é uma forma de evitar que o trânsito das grandes cidades atrase o início das competições;

– Proteção às marcas: criação de uma comissão para fiscalizar a confecção e venda de produtos piratas utilizando símbolos e logomarcas alusivas aos eventos. As entidades afirmam que a legislação brasileira protegerá bem as propriedades intelectuais dos eventos e que os três níveis de Governo se comprometem a sancionar uma lei adicional caso haja necessidade para combater uma nova tecnologia. ”

(Com JC Online)

Dilma diz que possui amizade, respeito e admiração por Ciro

dilnacoletiva

A petista foi só elogios a Ciro Gomes.

Em entrevista coletiva no Hotel Gran Marquise, em Fortaleza no início da tarde desta terça-feira (13), a pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, disse que tem “admiração, respeito e amizade” por Ciro Gomes, pré-candidato pelo PSB.

“Já convivemos em épocas difíceis e sei que ele reúne todas as credenciais para pleitear o que quiser no País”, comentou a pré-candidata do PT, que assegurou não se incluir “naqueles que querem barrar os seus objetivos”. Assim ela reagiu ao ser indagada se sua visita não constrangiria o presidenciável socialista, pois em sua base política.

Dilma afirmou ainda que não acredita que Ciro esteja a serviço do PSDB. “Ele está a serviço do PSB e do Brasil”, ressaltou, durante coletiva na qual com ela estavam o presidente nacional petista, José Eduardo Dutra, a prefeita Luizianne Lins, o ex-ministro José Pimentel (Previdência) e membros do PCdoB.

Sobre declarações de Tasso afirmando que essa visita de Dilma teria sido uma “afronta” a Ciro Gomes, Dilma foi diplomática e disse que Tasso é senador da oposição e, como tal, age como oposição. Não quis polemizar. A petista visita Fortaleza atendendo a um convite da cúpula estadual do seu partido.

ANTES DA COLETIVA 

dilmacruz

Um mimo em forma de crucifixo.

A petista chegou ao Hotel Grn Marquise, após dar entrevistas a outras emissoras, e foi recepcionada por admirador – o radialista Wolker Gomes (Cidade AM), que lhe presenteou com um broche em forma de crucifixo. Dilma gostou e não dispensou aquele abraço.  

dilmaporteiros

Olha a pose com recepcionistas do hotel.

Entre compromissos, ainda nesta terça-feira, almoço com lideranças da sociedade civil, no Gran Marquise, dentro de ciclo de debates que o Grupo O POVO de Comunicação abre  com os presidenciáveis.

(Fotos – Paulo Moska)

Bienal 2010 – Filósofo Emir Sader encerra seminário sobre Cultura e Socialismo

emir

O cientista político e sociólogo Emir Sader encerrará, nesta terça-feira, às 16 horas, o Seminário Cultura, Democracia e Socialismo na América Latina e Caribe, que faz parte da programação oficial da IX Bienal Internacional do Livro do Estado do Ceará, no Centro de Convenções.

Ele abordará o tema “O Futuro do Socialismo na América Latina e Caribe”, e dividirá mesa com Justo Pareda Rodriguez (Cuba), tendo ainda a mediação da coordenadora do seminário, a professora e jornalista Beatriz Furtado.

Emir Sader é filósofo, mestre em filosofia política e doutor em ciências políticas pela Universidade de São Paulo. Na mesma universidade, trabalhou como professor, primeiro de filosofia, depois de ciência política. Foi, ainda, pesquisador do Centro de Estudos Sócio Econômicos da Universidade do Chile, professor de Política na UNICAMP e coordenador do Curso de Especialização em Políticas Sociais na Faculdade de Serviço Social da UERJ. Atualmente dirige o Laboratório de Políticas Públicas na UERJ, onde é professor de sociologia.

SERVIÇO

O Seminário Cultura, Democracia e Socialismo na América Latina e Caribe ocorre desde sábado sempre das 16 às 20 horas, na sala Caminho de Pedras (auditório B2) com entrada gratuita.

CRO/CE comemora 46 anos premiando municípios

O Conselho Regional de Odontologia do Ceará vai comemorar, a partir das 19 horas desta quarta-feria, em sua sede (Rua Gonçalves Ledo, 1655 – Aldeota), seus 46 anos da criação. Na ocasião, a entidade homenageará os municípios ganhadores da etapa estadual do Programa Brasil Sorridente, prêmio idealizado pelo Conselho Federal de Odontologia para incentivar as Prefeituras a empenharem-se na qualidade do atendimento odontológico.

No Ceará, os ganhadores foram as prefeituras de Fortaleza, Horizonte e São Gonçalo do Amarante, respectivamente nas categorias população acima de 300 mil habitantes, entre 50 mil e 300 mil habitantes e até 50 mil habitantes.

Projeto da UFC na tela da Globo

A Seara da Ciência, equipamento de divulgação científica da Universidade Federal do Ceará, vai ganhar espaços no programa “Globo Universidade”, da Fundação Roberto Marinho, que será exibido no próximo sábado, às 7h15min, pela TV Globo.

No programa, serão apresentados os laboratórios e o salão de exposição da Seara, cujo lema é “Proibido não mexer”. O salão é preparado para incentivar o visitante a interagir com os experimentos nas áreas de Química e Física. Há ainda o setor de Biologia, onde a grande atracao é uma instalação que reproduz o cenário da vegetação típica do Nordeste, a caatinga, no período de seca e na estação chuvosa.

Na Seara também está exposta a réplica do pterossauro Anahanguera santanae, que viveu no Nordeste há aproximadamente 110 milhões de anos. O trabalho foi feito pelo artista plástico Ferreira.

SERVIÇO

O “Globo Universidade”, que apresentará ainda entrevistas com monitores da Seara da Ciência, será reprisado no mesmo sábado (17), às 13h05min, na Globo News e, na quarta-feira (21), às 16h30min, no Canal Futura. As edições do programa também são disponibilizadas em: www.globouniversidade.globo.com.

(Site da UFC)

Tucano reafirma apoio à reeleição de Cid Gomes

raimundog

O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB) reafirmou, nesta terça-feira, que seu partido vai apoiar a reeleição do governador Cid Gomes (PSB). “Essa é a nossa tendência e é o que querem as bases”, disse o parlamentar, que não vê problemas no apoio dos tucanos ao presidenciável José Serra.

“Como o próprio Tasso disse, nós e o Cid fomos paridos do mesmo ventre”, ou seja, essa relação leva em conta o interesse do povo cearense e mostrou, na prática, que é boa para o Estado. Gomes de Matos destacou que Cid começou a concretizar projetos em Fortaleza e no Interior e que exigirão mais quatro anos de mandato.

O parlamentar disse também que além do apoio a Cid Gomes e ao senador Tasso Jereissati, há grande disposiçao dos tucanos de endossarem o deputado federal Eunício Oliveira (PMDB).

MPF de Sobral divulga balanço 2009

A Procuradoria da República no Município de Sobral divulgou balanço das atividades realizadas em 2009. Durante todo o ano, foram propostas 106 denúncias e 56 ações por improbidade administrativa. Essa unidade do Ministério Público Federal (MPF) atua em 62 municípios da região Norte do Ceará.

O trabalho desenvolvido pela PRM de Sobral no ano passado pode significar uma economia de aproximadamente R$ 9,6 milhões aos cofres públicos. O valor corresponde ao total de restituições pleiteadas em ações contra pessoas que causaram dano ao poder público. Exemplo foi a ação movida em função do desvio de recursos públicos federais destinados à construção de um sistema de abastecimento de água e melhorias sanitárias domiciliares para população de baixa renda no município de Ipu.

Extra-judicialmente também há exemplo do trabalho da PRM de Sobral. A unidade expediu em 2009 uma recomendação para que o município de Jijoca de Jericoacoara vetasse o Plano Diretor Participativo de Jericoacoara, no ponto em que trata das taxas de ocupação das unidades habitacionais, multifamiliar, comerciais, de hospedagem, industriais e institucionais, compreendidos na zona de baixa densidade; e para até 60% das situadas na zona de média densidade, até a conclusão do Plano de Manejo do Parque Nacional de Jericoacoara. 

(Site do MPF-CE)

Serra iniciará pré-campanha na carona de Aécio

serraecio

Aécio e Serra, essa chapa sai?

“O PSDB vai dar a largada na pré-campanha do ex-governador José Serra à Presidência da República em Minas Gerais, apostando no prestígio do ex-governador Aécio Neves (PSDB) para alavancar o nome do tucano no Estado. O partido marcou para o dia 19 um evento político que pretende reunir mais de 300 prefeitos, deputados e senadores tucanos na capital mineira.

A agenda em Minas tem o efeito simbólico de mostrar unidade do partido depois que Aécio abriu mão de disputar o Palácio do Planalto –o que resultou na consolidação do nome de Serra. Os tucanos e aliados de Serra adotam o mesmo discurso de que o partido vive um momento de “unidade” depois do impasse em torno do nome que disputará a Presidência pelo partido.

“O Aécio cancelou viagem para participar da campanha por aqui. Foi uma iniciativa dele propor esse encontro. O Serra vai começar a caminhada dele pelas montanhas de Minas Gerais”, disse o deputado Nárcio Rodrigues (PSDB), presidente estadual do PSDB.

Além do evento político, Serra vai aproveitar a visita a Minas para se reunir com universitários, sindicalistas e líderes empresariais na Fiemg (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais).

“Agora vamos administrar a unidade. Até na questão do ‘time’ do lançamento da pré-candidatura o Serra estava certo”, disse o senador Álvaro Dias (PSDB-PR). Para o presidente do PPS, Roberto Freire (PE), existe hoje um “nível de unidade” em torno de Serra capaz de superar eventuais fissuras abertas antes de definição do nome tucano.

Os partidos de oposição vão definir esta semana a estratégia de campanha de Serra. A ideia é mobilizar líderes aliados para rebater ataques da pré-candidata do PT, Dilma Rousseff, assim como definir a agenda de viagens do tucano.”

(Com Agências)