Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Escolas estaduais de mal a pior, divulga o Ministério da Educação

195 3

“As escolas das redes estaduais de educação voltaram a apresentar o pior desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2009). O resultado, divulgado pelo Ministério da Educação, revela o tamanho do desafio que os governadores eleitos terão de enfrentar diante do ensino de péssima qualidade oferecido pelos estados.

Quase sete mil escolas de todo o país tiraram média abaixo de 500, numa escala que vai de 0 a 1.000. Dessas, nada menos que 97,8% são das redes estaduais. Entre os estabelecimentos de ensino reprovados no Enem 2009 com média abaixo de 500, há apenas quatro escolas federais.

As notas do Enem por escola estão disponíveis no site do Ministério da Educação a partir de hoje. A situação também é dramática quando se avalia quem é quem entre as mil melhores escolas do país.

Na relação, aparecem apenas 26 escolas estaduais, duas municipais e 85 federais. Há um predomínio absoluto das escolas privadas entre as melhores: 887 são particulares.

As redes estaduais de ensino médio respondem por 85,9% das matrículas no país e recebem 7,16 milhões de estudantes, do total de 8,33 milhões no país. As escolas privadas têm 973 mil alunos (11,6%).

Outra avaliação do MEC, divulgada no início do mês — o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) —, revelou o abismo que separa a rede pública da privada: o Ideb do ensino médio nas redes estaduais ficou em 3,4, na escala até 10. O da rede particular, em 5,6.”

(O Globo)

Candidata do PCB ainda está "bolando" seu plano de Governo

“O programa Coletiva, da TV O POVO (Canal 48 UHF), deu sequência ontem à noite à série de entrevistas com os candidatos ao governo do Ceará. Foi a vez de ouvir a Maria da Natividade, que representa o Partido Comunista Brasileiro (PCB) na disputa.

Nati, como gosta de ser chamada, apresentou apenas parte das propostas do partido, que, segundo diz, considera a eleição “uma oportunidade para nós mostrarmos nossas propostas à população”. “Somos um partido ideológico. Temos uma proposta para a humanidade. Temos uma alternativa a esse caos que está aí”, disse Nati.

No entanto, a candidata – que soube apontar os problemas do Estado e os diagnósticos das limitações das cidades nas áreas da saúde, segurança e educação – não apresentou propostas concretas do plano de governo que mostre como pretende combater esses males. “Estamos bolando esse plano (de governo). Temos já as linhas-mestras”, respondeu, quando inquirida sobre o diferencial de sua campanha.

Maria da Natividade apenas comentou algumas ideias, como a de usar o tele-ensino para elevar o nível da escolaridade estadual. Para a candidata, a nova ‘TV Digital’ seria diferente do modelo “pasteurizado” que foi utilizado na gestão do Governador Tasso Jereissati, no final dos anos 90, sem sucesso. Na sua nova proposta, os programas seriam feitos “por gente qualificada, em cada área”, disse, sem entrar em especificidades.

A candidata foi entrevistada pela apresentadora Alexandra Souza e pelos jornalistas Luiz Henrique Campos, repórter especial, Bruno Balacó, do núcleo de Cotidiano, e Kamila Fernandes, editora-adjunta de Conjuntura, todos do O POVO.”

(Jornal O POVO)

Vice de Serra é multado por propaganda no Twitter

“O ministro Henrique Neves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aplicou, neste domingo, multa de R$ 5 mil ao candidato a vice-presidente na chapa de José Serra (PSDB), Indio da Costa (DEM), por propaganda eleitoral antecipada pelo Twitter, na internet, no último dia 4 de julho . Os advogados do demista pretendem recorrer da sentença.

O pedido foi feito em representação ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) que solicitou a multa prevista no artigo 36 da Lei das Eleições (9504/97).

As mensagens, de acordo com a denúncia, foram as seguintes: “A responsabilidade é enorme. Mas conto com o seu apoio e com o seu voto. Serra Presidente: O Brasil pode mais” . “Vou dar tudo de mim.”

(Globo Online)

PT pode processar vice de Serra

139 1

“O presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, ameaçou em sua página no Twitter processar o vice na chapa do tucano José Serra à Presidência, Indio da Costa (DEM-RJ), após as declarações do democrata contra a presidenciável petista, Dilma Rousseff.

“Esse Indio desqualificado quer ser processado. O problema é que ele não vale o custo do papel necessário para a petição”, disse Dutra no microblog. Hoje, no entanto, a ameaça do petista ganhou força após Indio acusar o PT de ligação com o tráfico e com os guerrilheiros das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), classificou a atitude do vice de José Serra, Indio da Costa (DEM-RJ), de “molecagem” e disse que o tucano “deverá puxar a orelha dele”. O “cacique” Serra evitou comentar as declarações de seu vice.”

(Folha.com)

Cid faz balanço de gestão em Ararendá

O governador Cid Gomes (PSB), candidato à reeleição, esteve neste domingo visitando o município de Ararendá (Região da Ibiapaba). Com ele, os candidatos ao Senado, José Pimentel (PT) e Eunício Oliveira (PMDB), além do prefeito José Adriano, e do vice, Almir Saravia.

Cid discursou na praça da Matriz para os moradores fazendo um balanço de suas ações nas áreas da saúde e educação. Ele destacou a implantação de 32 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e funcionamento do SAMU em todo o Estado .

(Foto – Divulgação)

Candidato tucano visita o Centro-Sul do Estado

O candidato a governadfor pelo PSDB/DEM, deputado estadual Marcos Cals, que visitou no fim de semana oit municípios da Regiãop do Cariri, cumprirá agenda nesta segunda-feira na Região Centro-Sul do Estado.

Marcos Cals terá reuniões com lideranças em Várzea Alegre às 10 horas. Às 11h30min, fará caminhada e Saboeiro; ás 14h3omin, caminhada em Jucá e, para encerrar o dia, vai ao Chitão do Cedro às 19 horas.

O senador tucano Tasso Jereissati, postulante à reeleição, ficará em Fortaleza mantendo reuniões com lideranças políticas em seu escritório. O postulante a vice, Pedro Fiúza, também fica em Fortaleza, tratando do plano de governo do candidato Marcos Cals, segundo a assessoria de campanha.

Candidato do PV faz caminhada e visita o Horto em Juazeiro do Norte

O candidato do Partido Verde ao Governo do Ceará, Marcelo Silva, fez caminhada, neste domingo, no Mercado Pirajá, em Juazeiro do Norte (Região do Cariri). Marcelo circulou acompanhado de correligionários, cumprimentou feirantes e buscou difundir suas propostas.

Assim como o candidato do PR/PPS ao Governo, Lúcio Alcântara, Marcelo não se esqueceu de visitar o Horto do Padre Cícero.

(Foto – Divulgação)

Colisão entre dois carros deixa quatro mortos e três feridos na Região da Ibiapaba

Quatro pessoas morreram e três sairam feridas. Este foi o resultado de um aciidente registrado, nesta tarde de domingo, com dois carros na CE-087, entre os municípios de Tianguá e Ubajara (Região da Ibiapaba).

Um veículo Fox, onde seguiam marido e mulher, dois filhos e uma enteada, colidiu com uma Saveiro, na qual estava um casal. Com a violência do choque, três pessoas que viajavam no Fox e o motorista da Saveiro morreram.

Os feridos – entre eles, um bebê -, foram levados para o Hospital e Maternidade Madalena Nunes, em Tianguá. Até as 14h45min deste domingo, a Perícia realizava procedimentos no local. Os nomes das vítimas não havia sido divulgado.

(O POVO Onlin e Jangadeiro Online)

Em 2006, primeira pesquisa Datafolha dava vitória ao então candidato à reeleiação, Lúcio Alcântara

A primeira pesquisa feita pelo Datafolha nos dias 7 e 8 de agosto de 2006 mostrava o então tucano Lúcio Alcântara, candidato à reeleição, à frente da disputa com 44% das intenções de votos. O então postulante da oposição, Cid Gomes, vinha em segundo lugar com 35%.

Nessa mesma época, Renato Roseno, pelo PSOL, registrava 2%; Salete Maria (PCO); 1%, Coronel Gondim (PSDC), 1%; e o desembargador aposentado José Maria de Melo (PR) vinha com 1%.

Lúcio, ainda naquela data, registrava 52% de votos válidos, enquanto Cid trazia 41%. O ex-governador ganharia a eleição no primeiro turno.

DETALHE – Lúcio tinha esse percentual de 44% de intenções e 52% de votos válidos mesmo com oposição forte do PT e PSB e com seu PSDB dividido.

DETALHE 2 – Ao contrário de Alcântara, nos últimos quatro anos Cid não teve oposição e era detentor de uma forte base aliada.

DETALHE 3 – A expectativa no meio político é para a divulgação nesta segunda-feira, no Blog de Fábio Campos, da primeira pesquisa Datafolha/O POVO sobre a disputa estadual.

Cem milhões de brasileiros vivem dos programas sociais do governo federal

171 3

“Cerca de cem milhões de brasileiros, ou metade da população do país, dependem hoje de recursos repassados pelo governo federal e obtidos com a arrecadação de impostos.

São servidores públicos, pensionistas e pessoas beneficiadas pelo seguro-desemprego, pela Lei Orgânica da Assistência Social e pelo Bolsa Família, entre outros programas sociais, segundo estudo do economista Raul Velloso, especialista em contas públicas.

O Cálculo inclui não só os 48,8 milhões que recebem esse dinheiro, mas suas famílias, levando-se em conta um núcleo familiar básico de duas pessoas, revela Gilberto Scofield Jr. No Orçamento de 2009, essas despesas consumiram R$ 570 bilhões, ou 77% dos gastos não financeiros do governo.

Especialistas divergem sobre o impacto dessas políticas públicas e da recomposição salarial no processo eleitoral, embora admitam que elas possam influenciar o voto.”

(Globo Online)

Brasilianistas veem Serra e Dilma parecidos

66 2

“Os pré-candidatos à Presidência José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) são mais parecidos e têm mais convergências do que admitem, assim como o governo Lula foi mais continuísta em relação ao de FHC do que gosta de assumir. A avaliação é de sete brasilianistas -acadêmicos internacionais especializados em estudos brasileiros.

A entidade que os congrega, a Brasa, fará sua 10ª conferência internacional de 22 a 24 de julho, em Brasília. Gerenciar bem a produção de petróleo, ampliar as reformas e investir na educação são sugestões ao eleito.”

(Folha)

Fortaleza antiga – Casa de João Gentil

1112 3

Hoje vemoa a casa de um dos homens ricos de Fortaleza, o senhor João da Frota Gentil; Ficava na Avenida da Universidade, 2995, em frente à Igreja dos Remédios.
A casa foi demolida pela UFC anos depois e, atualmente, no local funcionam vários departamentos da Instituição e a Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura (FCPC).
(Colaboração Marcos Almeida)

Projeto quer dar isenção de IPI na compra do ônibus escolar

“Projeto em análise na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) prevê que as prefeituras, cooperativas e motoristas autônomos poderão comprar ônibus destinados ao transporte de estudantes sem o pagamento de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e das contribuições PIS/Pasep. O IPI dos ônibus grandes chega a 25%.

Trata-se de um projeto (PLS 240/08) apresentado pelo senador Alvaro Dias (PSDB-PR) e já foi aprovado pela Comissão de Educação, Cultura e Esportes (CE). O projeto prevê que, se nos primeiros cinco anos o ônibus for usado para transportar outros passageiros que não estudantes, o proprietário terá de recolher todos os impostos “e acréscimo”. A mesma punição será aplicada se o dono retirar a pintura própria de veículos escolares.

A matéria recebeu parecer favorável do relator na CAE, senador Gim Argello (PTB-DF), o qual apresentou emenda para deixar claro que tanto o proprietário quanto o vendedor serão responsabilizados caso vendam o veículo sem autorização da Receita Federal, antes do 5º ano, ou mudem seu uso e cores características.

Ao justificar a isenção, o senador Alvaro Dias pondera que a experiência mostra que aumenta o rendimento escolar dos alunos quando o ensino é polarizado em escolas melhores, ao invés de se manter pequenas escolas em pontos isolados, especialmente na área rural. Assim, afirma, o transporte escolar é fundamental não apenas para o conforto e a segurança dos estudantes, mas também para o seu rendimento.

Este é o segundo projeto que trata da isenção de tributos para ônibus escolar em exame no Senado nos últimos dois anos. Em agosto do ano passado, os senadores aprovaram projeto (PLS 20/08) do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que foi enviado ao exame da Câmara dos Deputados. O projeto de Cristovam, no entanto, só prevê isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados, enquanto o de Alvaro Dias inclui também o PIS/Pasep. Por outro lado, a proposta que já está na Câmara estende a isenção para a compra de ônibus por governos estaduais.”

(Agência Senado)

Vice-governador inaugura comitê e ganha voto declarado de Ciro Gomes

329 27

O “Natal antecipado” de Pinheiro.

O vice-governador Francisco pinhiro, que é candidato a uma vaga de deputado estadual pelo PT, inaugurou, no fim de semana, seu comitê eleitoral, na avenida da Universidade, em clima de Campus do Benfica. Bem pertinho do reduto de quem também é professor (licenciado) da Universidade Federal do Ceará.

A solenidade contou com a presença de vários políticos como Ciro Gomes, o deputado federal Eudes Xavier (PT), o deputado estadual e candidato a federal Artur Bruno (PT) e de lidernaças comunitárias e de entidades populares.

No ato, Ciro Gomes, representando o goernador Cid Gomes (PSB), que estava em campanha pelo Interior, assim se expressou sobre Pinheiro: “A aprovação de quase 90% do Cid é resultado da parceria com um homem da grandiosidade do Professor Pinheiro.”

Ciro ainda disse mais: “O governador me pediu para cuidar pessoalmente da campanha do Professor Pinheiro e fazê-lo o deputado mais votado do Ceará. O meu voto para deputado estadual é do Professor Pinheiro, por sua visão política e intelectual”. Ciro foi o parlamentar federal mais votado no País, proporcionalmente, na eleição passada, com mais de 600 mil sufrágios.
 
Já o vice-governador, que tem um estilo meio encabulado de ser, assim se manifestou: “Sou um homem de assumir desafios, mas sempre desafios coletivos”.

VAMOS NÓS – Muita gente que estava nessa festa estranhou o voto declarado de Ciro pró-Pinheiro. Todos pensavam que ele endossaria sua ex-mulher, a senadora Patrícia Saboya, que é candidata a deputada estadual pelo PDT.

Cearense César Asfor cotado para STF

“Ao voltar do recesso do Judiciário, em 2 de agosto, o ministro Eros Grau, do Supremo Tribunal Federal, vai limpar as gavetas de sua mesa. No dia 19 do mês que vem, Eros Grau fará 70 anos. É a idade limite para a permanência de um ministro no STF. Dá-se o que, no jargão do Judiciário, é chamado de “expulsória”. A iminência da aposentadoria levou Lula a abrir uma fase de consultas.

Reza a Constituição que cabe ao presidente da República indicar os ministros do Supremo. Ao Senado, cumpre referendar ou rejeitar o nome. Por ora, Lula tem duas opções –uma vista como técnica; outra, mais política. Chama-se Cesar Asfor Rocha a opção técnica. Cearense, preside o STJ (Superior Tribunal de Justiça). Dentro do governo, seu principal defensor é o ministro Nelson Jobim (Defesa), ex-presidente do STF, indicado por FHC.

A opção “política” é o advogado paulista Arnaldo Malheiros, que é defendido junto a Lula pelo amigo e ex-ministro da Justiça Marcio Thomaz Bastos. Um auxiliar do presidente informou à Folha que, pelo quadro atual, há “leve” favoritismo de Asfor Rocha. Disse, porém, que o presidente quer analisar outros nomes antes de decidir. Lembrou também que, em indicações anteriores, o escolhido foi pinçado de listas com até seis nomes.

PRÓS E CONTRAS

A favor de Asfor Rocha pesa o fato de conduzir um processo de modernização do STJ, a caminho de se tornar um tribunal “eletrônico”. Seu nome já havia sido considerado para substituir Menezes Direito, morto em 2009, mas Lula optou por José Antônio Dias Tóffoli, ex-advogado do PT que antes respondia pela Advocacia-Geral da União.

A polêmica que se seguiu à indicação de Tóffoli conspira contra a indicação de Malheiros, preferido de Thomaz Bastos. Nas pegadas do escândalo do mensalão, em 2005, Malheiros fora contratado pelo PT para cuidar da defesa de Delúbio Soares, ex-tesoureiro da legenda.

Hoje, já não cuida do caso. Mas Lula receia que, se o escolher, fornecerá munição à oposição em plena campanha eleitoral –algo que prefere evitar.

NONA INDICAÇÃO

Será a nona indicação de Lula para o STF. Desde a redemocratização, em 1989, ele foi o presidente que mais acomodou ministros no plenário do tribunal. Saíram da pena de Lula os nomes dos atuais presidente e vice-presidente do Supremo: Cezar Peluso e Carlos Ayres Britto, respectivamente. Indicou também: Cármen Lúcia; Ricardo Lewandowski; o próprio Eros Grau; Joaquim Barbosa; Carlos Alberto Menezes Direito; e Tóffoli.

Em suas respectivas gestões, José Sarney indicara um. Fernando Collor de Mello, quatro. Itamar Franco, um. E FHC, três. Em privado, Eros Grau diz que, para descaracterizar a “expulsória”, planeja formalizar o pedido de aposentadoria antes de 19 de agosto, o dia do aniversário.”

(Blog do Josias de Souza)

Dobra número de motos no País

“O office-boy virou motoboy. O transporte público se rendeu ao mototáxi. O jegue deu lugar à moto. E, para escapar de engarrafamentos ou de ônibus caros, lentos e desconfortáveis, muita gente decidiu se tornar motociclista. O fenômeno notado desde os anos 90 está perto de ganhar um status de predominante: quase metade das cidades brasileiras já tem mais motocicletas do que carros.

Mapeamento da Folha a partir de dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) mostra que 46% dos municípios, onde vive um a cada quatro habitantes do país, têm uma frota onde as motos são majoritárias. O índice se limitava a 26% no começo da década. Na média, a cada três dias uma nova cidade entrou na lista.

Embora esse domínio esteja concentrado em municípios pequenos e médios, são claros os sinais de avanço em grandes centros urbanos.
Duas capitais, inclusive, já têm as motos como preponderantes em suas frotas: Boa Vista (RR) e Rio Branco (AC).

MOTIVOS
Essa expansão mostra a consolidação de um transporte típico de países asiáticos, como Índia e Vietnã, e que é motivo de preocupação por ser vulnerável e provocar mais mortes em acidentes -além de mais poluente.
Além da má qualidade dos ônibus, a principal razão do avanço das motos é seu preço e facilidade de financiamento -há prestações de R$ 100. O fenômeno foi estimulado pelos vários níveis de governo, com queda de impostos e legalização de mototáxis.

Especialistas reconhecem a importância das motos para a mobilidade das pessoas. O resultado social, entretanto, é considerado negativo.
O número de motociclistas mortos no país saltou de 725 em 1996 para estimativas acima de 8.000 no ano passado.

O engenheiro e sociólogo Eduardo Vasconcellos cita dois agravantes da expansão desse transporte no Brasil. O primeiro é que, enquanto a população da Ásia sempre conviveu com muitas bicicletas, aqui as pessoas não sabem lidar com veículos de duas rodas -seja na travessia seja para se equilibrar. O segundo é a mistura de motos com caminhões e ônibus. “Não tem volta. É preciso reprogramar o trânsito.”

Ele se refere a ações como redução de limites de velocidade, separação dos veículos grandes e fiscalização dos infratores -hoje muitos radares não flagram motos. “O problema não é do veículo em si, mas da educação dos condutores”, defende Moacyr Alberto Paes, da Abraciclo (associação dos fabricantes de motocicletas).

O aumento da frota de carros no Brasil nos últimos cinco anos foi de 40%, menos de metade do ritmo de crescimento das motos -105%.
Mesmo assim, há mais carros (35,4 milhões) do que motos (15,3 milhões) no país devido às grandes capitais.

PROPORÇÃO
Quem vive em São Paulo pode se impressionar com a quantidade de motoboys enfileirados em grandes vias. Mas a capital paulista tem 7 motos por 100 habitantes, contra mais de 26 por 100 habitantes em Ji-Paraná, segundo município mais populoso de Rondônia -onde os ônibus urbanos não chegam a 30, contra 200 mototáxis.

Em Tefé (AM), a quantidade de motos -4.464- equivale a nove vezes a de carros. Não é à toa: sem estradas, seus acessos são feitos por barco ou avião. “É uma emoção viver nesta cidade, com tantas motos”, diz a bióloga Lorena Andrade, em referência ao zigue-zague num lugar onde semáforos e faixas de pedestres são escassos.”

(Folha)

VAMOS NÓS – O que se observa de concreto nessa história é que aumentou não só o número de motocicletas circulando, mas assusta o número de acidentes com esse tipo de transporte em todo o País. O Ceará não é exceção, mas, pelo visto, fazer cumprir a lei por aqui, exigidindo-se uso de capacete, respeito à velocidade e outras regrinhas básicas, virou mote de discurso eleitoral. Claro que não se pode isentar órgãos do trânsito que se acostumaram só a cobrar taxas elevadas e multar sem investir no básico: educação no trânsito.

Casamento gay se resolve no plebiscito?

149 3

O jornalista Waldemar Menezes, em sua coluna Concidadania deste domingo, no O POVO, volta a abordar o tema “Casamento gay”. É que o Senado argentino aprovou a medida, no que para o colunista bem que a proposta caberia um plebiscito. Confira: 

A decisão tomada pelo Senado da Argentina de aprovar o casamento gay deu-se por uma votação de 33 votos a favor e 27 contra, e algumas abstenções. Ou seja, a decisão foi apertada, indicando a divisão, quase meio a meio, da representação política. Esse resultado formal não dá legitimidade inconteste à lei, se fizermos uma avaliação isenta. Uma decisão dessa magnitude, que implica numa mudança nos valores da sociedade, exigiria um pronunciamento incontestável por parte dos cidadãos.

Só um plebiscito, precedido de um amplo debate, é o instrumento mais adequado para decidir uma questão dessa natureza, Da forma como ocorreu fica a dúvida se a maioria da sociedade argentina apoia o resultado, já que não pôde expressar sua posição diretamente através das urnas.”

Vice de Serra liga o PT às Farc e narcotráfico

“Candidato a vice-presidente na chapa de José Serra (PSDB), o deputado Indio da Costa (DEM-RJ) radicalizou o embate com o PT e acusou o partido de ligação com o narcotráfico e guerrilheiros das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). Ele fez os ataques em entrevista a usuários do portal “Mobiliza PSDB”, que integra o aparato da campanha tucana na internet.

“Todo mundo sabe que o PT é ligado às Farc, ligado ao narcotráfico, ligado ao que há de pior. Não tenho dúvida nenhuma disso”, afirmou Indio, que começou o bate-papo pedindo perguntas “picantes” aos internautas.
O vice também mirou na adversária Dilma Rousseff (PT). Disse que, se eleita, ela pode dar um “chute no Lula” para governar com petistas acusados de envolvimento no escândalo do mensalão.

“Quem nos garante que no dia seguinte à eleição ela não vai fazer o que no Brasil é comum entre criatura e criador? Dá um chute no Lula e vai governar sozinha, com as garras do PT por trás dela.”
“Em janeiro, se a Dilma é eleita, o Lula volta para casa. Mas o PT fica com todos aqueles mensaleiros. O Lula tem poder sobre eles, mas eles têm muito poder sobre a Dilma”, continuou Indio.

As declarações foram transmitidas ao vivo na noite de sexta-feira, enquanto Dilma participava de comício no Rio. Ontem, o vídeo sumiu da página tucana. Na capa do “Mobiliza PSDB”, a única referência ao vice de Serra era uma chamada publicada no último dia 2, sobre sua participação nas mídias sociais.

“COITADO DO CUBANO”
Após atacar o PT, o deputado contou que, em visita a Cuba, tentou provocar autoridades da ilha circulando com uma revista que associava o partido às Farc. “Ia para tudo que era canto com ela debaixo do braço. Até queria ser preso, para ver como é que era lá em Cuba essa história que tanto falam. Mas é um horror aquilo. Vocês não podem imaginar. Coitado do cubano”, disse.

Em março de 2005, a revista “Veja” disse ter tido acesso a dossiê da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) que relataria o envio de US$ 5 milhões das Farc para o PT na campanha de 2002. O partido negou a acusação, que nunca foi comprovada.

Depois da entrevista, Indio fez novos ataques a Dilma no Twitter, onde se referiu à candidata como “ateia” e “esfinge do pau oco”. Ele reagiu à declaração da petista de que seu vice -o deputado Michel Temer (PMDB-SP) – não foi improvisado e “não caiu do céu”. “Para uma ateia, deve ser duro ter um adversário que cai do céu”, escreveu, por volta de 0h de sábado.

Ainda na madrugada, o vice de Serra usou o microblog para acusar Dilma de “dissimular sobre religião”. “Ela nem consegue olhar nos olhos do eleitor. Esfínge [sic] do pau oco”, atacou. Os comentários foram republicados por dezenas de internautas pró e contra Dilma. Petistas acusaram o deputado de “apelar” e baixar o nível do debate eleitoral.

A candidata não quis comentar as declarações, segundo sua assessoria. Ela tem se apresentado na campanha como católica. Em sabatina na Folha em 2007, disse não ter certeza sobre a existência de Deus: “Eu me equilibro nessa questão. Será que há? Será que não há?”

(Folha)