Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Seleção treina nesta terça-feira na Inglaterra de olho na Copa

Depois de uma segunda-feira (28) de trabalho intenso na parte da tarde, no Centro de Treinamento do Tottenham, em Londres, onde a seleção está hospedada, os jogadores participam hoje (29) de atividades em dois períodos, manhã e tarde.

Dos 20 jogadores que já estão na capital inglesa, já que Marcelo, Casemiro, Roberto Firmino, só se apresentam amanhã (30), apenas Douglas Costa e Fágner fizeram trabalhos em separado, pois se recuperam de lesões musculares. A expectativa é que Fágner treine nesta terça-feira com os demais jogadores.

Nessa segunda-feira, depois dos exames antidoping feitos pela Federação Internacional de Futebol (Fifa), Tite conduziu o chamado treino técnico-tático, realizado em campo reduzido. O destaque foi Neymar que, mesmo voltando de uma longa inatividade, por causa de uma lesão, teve intensa movimentação.

O Brasil faz dois amistosos antes de chegar à Rússia para o início da Copa do Mundo. Além da Croácia, no domingo (3), às 11h, em Liverpool, a seleção enfrenta a Áustria, em Viena, no dia 10 de junho. O time brasileiro estreia no mundial contra a Suíça no dia 17, em Rostov On Don.

(Agência Brasil)

Taxa de desemprego fica em 12,9% em abril

A taxa de desemprego no Brasil ficou em 12,9% no trimestre encerrado em abril deste ano. O dado é da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgada hoje (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Rio de Janeiro.

Segundo o IBGE, no trimestre encerrado em janeiro, a taxa havia ficado em 12,2%. Em abril de 2017, ela foi de 13,6%.

(Agência Brasil)

Eleitores de quatro municípios cearenses vão às urnas neste domingo

Quatro cidades cearenses terão novas eleições para a escolha de prefeito e vice-prefeito no próximo domingo (3 de junho). Nesse roteiro, estão Tianguá, Frecheirinha, Santana do Cariri e Umari.

Esta semana é decisiva para os candidatos que, com certeza, aproveitarão o feriadão para seus últimos comícios e corpo a corpo junto ao, eleitorado. O prazo final para isso é 2 de junho (sábado).

Servidores de posto de saúde paralisam cobrando segurança

Servidores do Posto de Saúde Paulo Marcelo (Centro) paralisaram parcialmente as atividades, nesta manhã de terça-feira (29). A ordem foi protestar contra a insegurança no local e por outras pautas específicas. Para não prejudicar a população, os funcionários estão trabalhando com 30% do efetivo do posto.

A paralisação foi articulada pelo Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos de Fortaleza (Sindifort). Na semana passada, houve paralisação nos postos de saúde Flávio Marcílio, no Mucuripe, e Casa Verde, em Messejana. No caso do posto Flávio Marcílio, após a paralisação, houve a instalação de uma base móvel da PM próxima à unidade de saúde.

(Foto – Jaqueline Lima)

Os mais ricos precisam pagar mais

Da Coluna Política, do O POVO, assinada nesta terça-feira pelo jornalista Henrique Araújo, eis um tópico interessante:

A paralisação dos caminhoneiros é uma aula prática de economia e política. É, nesse sentido, pedagógica. Depois dela, mesmo a campanha eleitoral precisará ser vista sob outra ótica.

A agenda dos motoristas impôs um debate inadiável sobre alguns temas que devem atravessar a campanha. Entre os quais, monopólio da Petrobras, preço do combustível, modelo de desenvolvimento, matriz energética, malha rodoviária, distribuição de alimentos, mecanismos de abastecimento de pontos cruciais para o funcionamento das cidades (portos e aeroportos e sistema de saúde). E, talvez o mais importante, justiça tributária. Os mais ricos precisam pagar mais.

Isso é uma demanda urgente.

Avante fecha apoio à reeleição de Camilo

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta terça-feira:

Mesmo dizendo que o Avante será “independente” na disputa pelo Palácio da Abolição, uma certeza: o seu presidente, o deputado federal Cabo Sabino, quer a reeleição de Camilo Santana.

E já avisou isso às bases. Já em termos de disputa presidencial, o partido apoia Jair Bolsonaro (PSL).

(Foto – Agência Câmara)

Metrofor – Sete empresas são habilitadas para concorrer à licitação dos tatuzões

Sete das dez empresas inscritas foram habilitadas para seguir na licitação das obras de conclusão dos shafts da Linha Leste do Metrô de Fortaleza, entradas por onde as máquinas tuneladoras (tatuzões) começam o trabalho de escavação dos túneis. As informações são Procuradoria Geral do Estado (PGE).

As companhias que permanecem na disputa do certame são a Construtora Cetro, Construtora Morais Vasconcelos, Construtora Platô, Edcon Comércio e Construções, Forteks Engenharia e Serviços Especiais, Lomacon Locação e Construção e Lumali Engenharia.

CG Construções, Engexata Engenharia e JBM Construções foram inabilitadas do processo por não apresentar todos os documentos exigidos no edital. Está previsto um prazo recursal de cinco dias úteis.

“As empresas obviamente devem entrar com o recurso. Até a próxima semana podemos realizar a abertura dos envelopes com os preços”, disse Lúcio Gomes, titular da Secretaria de Infraestrutura do Ceará (Seinfra). A expectativa é que a obra tenha início já em junho. A licitação está orçada em R$ 6,5 milhões.

De acordo com o edital, os serviços deverão ser executados e concluídos dentro do prazo de quatro meses, contados a partir da data de recebimento da Ordem de Serviço, após publicação no Diário Oficial do Estado (DOE). O contrato terá vigência de 16 meses.

Outras três licitações previstas englobam a parte estrutural da Linha Leste. A primeira trata das obras e sistemas, tais como sinalização, telecomunicações, controle, bilhetagem, ventilação e equipamentos de oficina. O processo de entrega das propostas comerciais para o certame, realizado no início do mês, atraiu apenas o consórcio formado pelas empresas por Ferreira Guedes e a espanhola Sacyr. O edital é orçado em R$ 1,7 bilhão.

A segunda licitação, que envolve toda a supervisão da obra, deve sair nas próximas semanas. O último certame, que trata do material rodante (trens e vagões), ainda será analisado. “Vamos esperar mais uns meses até divulgá-lo”, pontua Lúcio Gomes.

Na primeira fase do projeto da Linha Leste, será contemplada a extensão de 7,3 km que engloba quatro estações subterrâneas e uma de superfície, sendo dois de túneis paralelos (Chico da Silva e Papicu) e dois túneis sobrepostos (Colégio Militar e Nunes Valente). O prazo de conclusão é de quatro anos. Na fase dois do projeto, entrarão as estações da Catedral da Sé, Praça Luíza Távora e Leonardo Mota. Serão licitados os trechos do Hospital Geral de Fortaleza (HGF) até a estação Edson Queiroz.

Dos recursos para conclusão do trecho leste do metrô, R$ 1 bilhão virá do BNDES, em financiamento; R$ 673 milhões serão repassados pelo Governo Federal; e R$ 186 milhões será de recursos do Tesouro Estadual. Entidades que militam pelo direito à moradia realizam hoje visita às comunidades impactadas pelas remoções para a obra para elaboração de um relatório

(O POVO – Repórter Átila Varlea)

Flavio Rocha pega carona na greve dos caminhoneiros

Pré-candidato à Presidência da República pelo PRB, o empresário Flávio Rocha, dono da Riachuelo, tem usado a greve dos caminhoneiros para se promover nas redes sociais. É o que informa a Veja Online.

Desde o início da crise, torno-se constante em seu perfil a divulgação de vídeos que mais se parecem inserções eleitorais. As peças contam, inclusive, com abertura e encerramento, e Rocha sugere o que faria caso assumisse o governo.

O problema é que a campanha eleitoral antecipada é ilegal, e só poderia ser veiculada a partir do dia 16 de agosto.

TRE mantém mandato de Ivo Gomes – 6 X 0

1144 3

Por um placar a 6 X 0, o  Pleno do Tribunal Regional Eleitoral manteve, nessa noite de segunda-feira, o mandato do prefeito de Sobral, Ivo Gomes (PDT). Eleito com quase 13 mil votos de diferença, Ivo foi acusado pela oposição de compra de votos.

Os seis magistrados que compõem o pleno acompanharam o voto do relator, juiz Alcides Saldanha, que recebeu da Corregedoria do TRE provas de que o acusador de Ivo Gomes é eleitor do município do Icó e foragido da Polícia.

Ivo Gomes, aguardado nas próximas dos EUA, onde tratou de assuntos particulares.

Em meio à greve de caminhoneiros, Bolsonaro cresce e tem empate técnico com Lula em São Paulo

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) foi o único que cresceu em pesquisa de intenção de voto realizada pelo Ibope só com eleitores do Estado de São Paulo. O levantamento foi encomendado pela TV Bandeirantes e realizado entre os dias 24 e 27 de maio, durante a greve dos caminhoneiros. Bolsonaro aparece com 19% das intenções de voto, cinco pontos a mais do que em levantamento encomendado pela emissora no mês passado e realizado pelo mesmo instituto.

Como a margem de erro é de três pontos porcentuais, para mais ou para menos, ele empata tecnicamente com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que aparece com 23%. Na pesquisa anterior, Lula tinha 20%, mas, em razão da margem de erro, não é possível afirmar que ele avançou.

Embora tenha governado São Paulo por quatro mandatos, o pré-candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, aparece apenas em terceiro lugar, com 13%, um ponto a menos que na pesquisa anterior. Na sequência estão a pré-candidata da Rede, Marina Silva, com 9%, e o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes, com 3%. Eles também estão estagnados – no levantamento anterior tiveram 9% e 4%, respectivamente. O senador paranaense Álvaro Dias, pré-candidato pelo Podemos, aparece com 2%.

O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o senador Fernando Collor de Mello (PTC-AL) e João Goulart Filho (PPL) têm 1%. Não pontuam Aldo Rebelo (Solidariedade), Flávio Rocha (PRB), Guilherme Boulos (Psol), Manuela D’Ávila (PCdoB), João Amoêdo (Novo), Levy Fidélix (PRTB) e Paulo Rabello de Castro (PSC).

Os brancos e nulos somam 20%, e aqueles que não sabem ou não quiseram responder chegam a 5%, sem variação significativa em relação aos resultados do levantamento anterior, de 18% e 4%, respectivamente.

Cenário com Lula

Em um cenário sem Lula como candidato do PT, mas com o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad no seu lugar, Bolsonaro e Alckmin empatam tecnicamente na liderança – o deputado tem 19% e o tucano tem 15%. Marina passa a ter 11% e Ciro registra 7%. Haddad e Dias têm 3% cada. Meirelles aparece com 2%.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o senador Fernando Collor de Mello (PTC-AL), João Goulart Filho (PPL), Aldo Rebelo (Solidariedade), Guilherme Boulos (Psol), a deputada estadual gaúcha Manuela D’Ávila (PCdoB), João Amoêdo (Novo), Levy Fidélix (PRTB) e Paulo Rabello de Castro (PSC) aparecem com 1%. Flávio Rocha (PRB) não pontuou.

A pesquisa foi feita entre os dias 24 e 27 de maio, com 1008 pessoas em 60 municípios paulistas. O nível de confiança utilizado é de 95%. O número de registro no TSE é BR-06360/2018.

(Agência Estado)

Contas 2017 de Camilo são aprovadas com ressalva

 

Ernesto Saboya, relator, foi nomeado pelo governador.

As contas de 2017 do governador Camilo Santana (PT) foram aprovadas com ressalvas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), ontem. Agora, a análise segue para a Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE), onde as contas serão julgadas pelos deputados. Ao todo são 57 problemas nas contas. Foram apontadas 46 recomendações no relatório apresentado pela Comissão Técnica da Secretaria de Controle Externo e mais nove no parecer do procurador-geral do Ministério Público junto ao TCE, José Aécio Vasconcelos Filho. Outras duas recomendações foram sugeridas pela conselheira Soraia Victor.

O presidente do TCE Ceará, conselheiro Edilberto Pontes, que conduziu a sessão, ressaltou a importância do documento. “O parecer prévio é uma peça extremamente relevante, elaborada pelos tribunais de contas, e que destaca pontos essenciais do orçamento público, a partir da análise feita por técnicos altamente especializados”, disse Pontes.

Na sessão também foram apresentados os resultados econômicos da gestão no último ano, que revelou uma recuperação do PIB do Estado em 1,9 ponto percentual, maior do que o resultado nacional de 1%. A balança comercial cearense obteve no último semestre de 2017 superávit de R$ 136,7 milhões, melhor desempenho desde o início da série histórica, em 2008. A receita bruta arrecadada no período chegou a R$ 28,34 bilhões, valor superior pouco mais de R$ 1 bilhão em comparação com a arrecadação de 2016.

Maior parte das despesas do Governo está concentrada no pagamento da Previdência estadual. R$ 3 bilhões foram gastos em 2017, o que representa percentualmente 28%. No geral, 44,8% dos gastos do Estado são com a folha de pagamento do funcionalismo e encargos socais. Além da citada previdência, os investimentos em Educação e Segurança Pública são as prioridades do Governo, com 18,35% e 16,46% dos gastos, respectivamente.

(Com O POVO)

Ciro confirma busca por apoio do PSB e PCdoB e lamenta pré-candidatura de Lula

2040 4

Para o pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, a crise provocada pela greve dos caminhoneiros reflete a falta de planejamento em infraestrutura da gestão do Governo Michel Temer.A declaração foi feita durante entrevista na noite dessa segunda-feira (28) aqo programa Roda Viva, na TV
Cultura.

Para Ciro, a política de preços da Petrobras, com reajustes “quase diários” no preço dos combustíveis é “desastrosa” e “estúpida”.

“Eu apoio a greve dos caminhoneiros. Eles vivem em socorro. A política de preços é lesiva ao Estado”, ressaltou Ciro.

Ao revelar que pretende insistir na aliança com o PSB e com o PCdoB, Ciro lamentou a a insistência do PT em querer manter a pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Confira a agenda de Ciro Gomes, nesta terça-feira (29):

Participação no ciclo de palestras “Eleições 2018 – Reformas e Desenvolvimento”, do Club Transatlântico e Eurocâmaras. em São Paulo, Horário: 12h30

I Congresso Nacional do Movimento Cultural Darcy Ribeiro (MCDR) do PDT, em Cibelândia (RJ), às 19h

(Foto: Reprodução)

Refis do Funrural será prorrogado, anuncia Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou ontem que o Governo prorrogará novamente o prazo de adesão ao programa de parcelamento de dívidas com o Funrural. O prazo se encerraria amanhã.

Maia não soube informar a nova data e a bancada ruralista pede que seja estendida até 30 de outubro. Inicialmente, ela iria até o fim de abril, mas o Governo anunciou na época extensão até 30 de maio, a pedido dos ruralistas, que queriam aguardar julgamento pelo STF dos embargos declaratórios sobre a decisão da Corte que considerou constitucional a cobrança da contribuição.

Na semana passada, o STF manteve a constitucionalidade do tributo. O projeto criando o Refis para o Funrural foi sancionado pelo presidente Temer em janeiro. A contribuição é paga por empregadores do agronegócio para ajudar a custear a aposentadoria dos trabalhadores do campo.

Empresas argentinas e paraguaias registram prejuízos com a paralisação

Empresas argentinas que fazem comércio com o Brasil deixaram de embarcar uma série de mercadorias em decorrência da paralisação e dos protestos dos caminhoneiros nas estradas brasileiras. Situação semelhante ocorre no Paraguai, onde 900 caminhões do Brasil aguardam para fazer as entregas.

No caso da Argentina, os produtos que aguardam o embarque para o Brasil são carregamentos de cosméticos, soro de leite e autopeças. A empresa Tito Smart Model Logistics, responsável pela logística em transporte aéreo, marítimo e rodoviário de empresas envolvidas no comércio entre Brasil e Argentina, informou que a paralisação de caminhoneiros afetou essas exportações argentinas.

O gerente comercial da empresa, Pablo Lagreca, lamentou os impactos da paralisação. “O Brasil é o principal cliente de produtos industrializados argentinos e a greve de caminhões afeta também o transporte marítimo e aéreo, porque as mercadorias precisam sair dos portos e aeroportos para serem distribuídas no mercado”, afirmou.

A Argentina é um país de sindicatos fortes, historicamente acostumada a protestos e greves. Mas o que surpreendeu foi o que ocorreu em torno da paralisação e dos protestos, com informações desencontradas e a dificuldades em negociar um acordo, mantendo durante dias de rodovias bloqueadas. “O Brasil costuma ser mais previsível”, disse Lagreca.

No Paraguai, a paralisação dos caminhoneiros causou queda na entrada de mercadorias brasileiras no país. A Direção Nacional de Alfândegas (DNA) estima prejuízo em torno de US$ 5 milhões e US$ 7 milhões na arrecadação aduaneira. Segundo a entidade, aproximadamente 900 caminhões procedentes do Brasil que transportavam mercadorias e combustível estão parados.

O posto alfandegário de Ciudad del Este, situado na Ponte da Amizade, que conecta os dois países, é a região mais afetada, pois o fluxo de caminhões costuma ser incessante.

(Agência Brasil)

TJ do Ceará entrega nesta terça-feira a 15 famílias documentos que oficializam adoção

A 3ª Vara da Infância e Juventude de Fortaleza realiza, nesta terça-feira (29), às 15 horas, no Fórum Clóvis Beviláqua, a entrega de 15 mandados de inscrição da sentença de adoção. Com esse documento, que marca o início de uma família, o cartório poderá fornecer um novo registro de nascimento às crianças adotadas, com os dados dos pais e avós. A informação é da assessoria de imprensa do TJCE.

A desembargadora Maria Vilauba Fausto Lopes, presidente da Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional (Cejai) do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), e a juíza Alda Maria Holanda Leite, titular da unidade judiciária especializada em adoção, vão conduzir o evento no auditório Agenor Studart.

Também nesta terça-feira, das 9 às 12 horas, haverá mobilização pela adoção no térreo do Fórum. A programação contará com a participação de magistrados, servidores, promotores de Justiça, defensores públicos e integrantes de grupos de apoio à adoção.

Procedimentos para adoção

Os pretendentes devem se dirigir ao fórum de sua comarca e apresentar os seguintes documentos: cópia autenticada da Certidão de Nascimento ou Casamento, Identidade e CPF; comprovante de residência; comprovante e/ou declaração de renda mensal dos requerentes; certidão negativa de distribuição cível/criminal; atestado de sanidade física e mental e dois atestados de idoneidade moral, cada um deles preenchido e assinado por pessoas diferentes, sem grau de parentesco com a parte e com firma reconhecida.

Em seguida, será solicitada a presença no curso psicossocial e jurídico. Após isso, os candidatos passarão por entrevista. Por fim, o processo é analisado por juiz e promotor, que fazem avaliação para saber se o candidato está apto a adotar. Se estiver, passará a integrar o CNA.

SERVIÇO

*Fórum Clóvis Beviláqua – Rua Desembargador Floriano Benevides Magalhães, 220 – Edson Queiroz.

Fortaleza em Mapas – Iplanfor amplia informações

Mais 84 mapas de conteúdo urbanístico e habitacional foram incluídos no site Fortaleza em Mapas, mantido pelo Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor) A informação é da assessoria de imprensa desse Instituto comandado pelo ex-deputado Eudoro Santana.

Esse material faz parte do Plano Fortaleza 2040, que vem reunindo setores da sociedade civil em discussões sobre o futuro da Capital cearense.

SERVIÇO

*Para acessar os mapas – fortaleza.ce.gov.br

(Foto – Aurélio Alves)

BC diz que impacto da greve dos caminhoneiros na inflação é temporário

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, negou hoje (28) que a paralisação dos caminhoneiros possa apresentar impactos a longo prazo na inflação. Respondendo a perguntas de empresários no almoço promovido pelo grupo Lide, em um hotel da capital paulista, o presidente do BC acrescentou que, a paralisação também não deve influenciar na política monetária brasileira.

“Acho que o impacto é temporário. O que importa para o Banco Central é o impacto dessa inflação ao longo do ano. Esses choques do dia a dia não são algo que influenciam na política monetária”, disse ele.

O presidente do BC foi questionado também sobre o preço do diesel e respondeu que não comenta “cada item sozinho”, mas que às vezes acontecem “choques para baixo ou para cima”, mas que o Banco Central trabalha para controlar a média dos preços.

Goldfajn disse também que o Banco Central não vai reagir de forma automática aos impactos do cenário internacional na economia brasileira e que vai atuar somente quando houver “impactos secundários”.

“Pode haver impacto do cenário externo na economia brasileira. Mas é preciso entender como funciona a política monetária com relação a esse choque externo. Primeiro: a política monetária não vai reagir de forma automática. Entendemos que os choques externos devem ser combatidos apenas para o impacto secundário”, disse ele, acrescentando que, por “impacto secundário” se entende não o impacto do cenário externo “nos preços diretamente afetados”, mas “se esses preços venham a contaminar os demais preços”.

Sobre a volatilidade do câmbio, Godfajn disse apenas que “faz parte da política” do Banco Central evitar excessos e a volatilidade. “Tudo isso faz parte da nossa política e continuamos a fazê-lo”.

(Agência Brasil)