Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Caso Bruce – Alexandre Pereira diz que Cid gasta muito e gasta mal

383 9

“O pai abraçado com o fIlho morto nos deixou a todos não só comovidos, mas revoltados e perplexos”, disse, nesta segunda-feira, em clima de campanha, o candidato ao Senado pelo PPS/PR, Alexandre Pereira. Para ele, a morte do jovem Bruce Cristian, ocorrida nesse domingo, no cruzamento da avenida Desembargador Moreira com Padre Valdevino,  expôs o “despreparo da polícia” e mostrou, mais uma vez, como o Governo Cid Gomes (PSB) gasta muito e gasta mal.

Bruce estava na garupa da motocicleta do pai, quando foi atingido por um tiro. O policial do Ronda, Yuri Silveira, disse que atirou porque os dois não pararam a motocicleta desobedcendo orientação polícial.

Segundo Alexandre Pereira, o lamentável ainda é que “o governador gastou tanto com segurança e o que vimos é o índice da violência aumentando”. Ele disse que é preciso repensar o modelo da segurança que priorizou a compra de Hilux e deixou a tropa alijada e sem preparo.

“Criou-se uma terceira polícia: a que ganha mais do que os outros da PM e  ainda desprparada”, adiantou o candidato, prometendo que, na gestão Lúcio Alcântara, o modelo será revisto.

Presidência vai gastar R$ 16,4 mil em serviço de desratização de palácios

“Parece que a Presidência da República foi invadida por ratos, insetos e até mesmo escorpiões. Isso porque na última quinta-feira o órgão empenhou (reservou em orçamento) R$ 16,4 mil para pagar serviços de “desratização, descorpinização e desinsetização”. O objetivo é higienizar e agir contra insetos e animais daninhos nas dependências dos palácios do Planalto e da Alvorada, anexos e edifícios da PR em Brasília.

Outros locais como o Pavilhão de Metas, a Secretaria de Assuntos Estratégicos e as residências oficiais, incluindo a do Torto, também sofrem com os bichos. Está declarada uma verdadeira caça aos insetos, que devem estar perturbando o sono e o trabalho de muita gente…

O esporte também está com tudo na Presidência. Não faltarão bolas, redes e nem mesmo bombas nos jogos de basquete, futebol de salão e society, vôlei de praia, tênis, peteca e medicine ball (muito útil para preparação física). A Casa reservou pouco mais de R$ 4 mil para a compra de 30 bolas variadas, 15 redes, três bombas, 25 colchonetes para ginásticas, fitas e aparelhos para condicionamento físico, além de cartões amarelos e vermelhos para os árbitros. Resta saber quem serão os atletas que irão se beneficiar com diferentes opções de lazer.

Depois das compras esportivas, a Presidência não podia deixar as lavadeiras de fora. O órgão empenhou R$ 3,8 mil para pagar curso de aperfeiçoamento e especialização profissional de lavanderia para seis pessoas. As aulas serão realizadas nas dependências da empresa contratada, terão duração de oito horas e começarão em setembro.”

(Site Contas Abertas)

Copa 2014 – Tudo atrasado

“Há uma piada correndo entre empresas responsáveis pelos investimentos necessários para a Copa do Mundo no Brasil: “Nós não faturamos a Copa de 2010, vamos superfaturar a de 2014”. Se o governo e a Fifa permitirão o sucesso desse projeto, por enquanto não se sabe ainda. Mas o fato é que, passada a euforia e consequente tristeza pela participação do Brasil na Copa do Mundo da África, as autoridades parecem se dar conta que a realização do evento no país, em 2014, está cada vez mais próxima, e que os atrasos poderão acabar criando o cenário para a falta de controle e a injeção de dinheiro público, caminhos fáceis para o superfaturamento das obras. Algumas situações que ajudam nesse caminho, como dispensas de licitação, já começaram a acontecer pelo país.

Por enquanto, vê-se um cenário marcado pelo atraso, por contestações judiciais e até indefinição se algumas cidades ainda serão sedes da maior competição do futebol mundial. A frase do governador do Distrito Federal, Rogério Rosso, na última terça-feira (20), dá o tom de como está o cronograma de obras no país. “O Distrito Federal está atrasado, é verdade. Mas não existe outra cidade mais adiantada”, afirmou Rosso.

A declaração de Rosso foi dada após o governo do DF assinar contrato com o Consórcio Brasília 2014, formado pelas empreiteiras Via Engenharia e Andrade Gutierrez. No valor de R$ 696 milhões, um dos mais caros de toda a Copa de 2014 – superado apenas pela reforma do Maracanã, estimada em R$ 750 milhões –, o novo estádio Mané Garrincha terá capacidade para 70 mil espectadores, estacionamento para 25 mil veículos e cobertura retrátil. O lançamento oficial da obra será amanhã (27), segundo afirmou o gerente do projeto da Copa em Brasília, Sérgio Graça.

Apesar do reconhecimento do governador no atraso, o projeto do novo estádio de Brasília, por incrível que pareça, está à frente de boa parte das outras cidades sede. Levantamento feito pelo Congresso em Foco junto às secretarias de Esporte dos estados e dos órgãos criados exclusivamente para cuidar da Copa mostra que apenas quatro arenas estão com as obras em andamento. São elas: a Arena Pantanal (MT), o novo Vivaldão (AM), a reforma do Mineirão (MG) e a construção da nova Fonte Nova (BA).

Irregularidades

O fato de as obras desses quatro estádios já terem começado não significa que não estejam atrasadas. A Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa) deu como prazo final 3 de maio para as obras começarem. Na época, apenas os projetos de Manaus e de Cuiabá tinham iniciado. O Mineirão foi fechado pelo governo de Minas no mês passado. Já o governo da Bahia começou a reforma, com demolição da antiga estrutura, mas enfrenta questionamentos do Ministério Público e do Tribunal de Contas do Estado (TCE) por irregularidades no processo licitatório.

Se quatro já iniciaram, outras duas cidades têm a pior situação entre as 12 sedes. São Paulo vive uma incógnita. Com a recusa do Comitê Organizador Local (COL) em aceitar as garantias financeiras do estádio do Morumbi, a capital paulista ainda não sabe em que local abrigará os jogos do mundial. A construção de uma nova arena, até o momento, é descartada pelos governantes. E o novo Parque Antártica, do Palmeiras, não atende as exigências da Fifa para São Paulo receber o jogo de abertura da Copa.

Natal (RN) é outra cidade cujo projeto de novo estádio está cercado pela incerteza. Na semana passada, o governador do Estado, Iberê Ferreira de Souza, cancelou dois contratos firmados com dispensa de licitação junto às empresas Stadia Projetos Consultoria, responsável pelo estudo complementar do Estádio das Dunas, e Populous Arquitetura Ltda, responsável pelo projeto principal. O documento estava estabelecido no valor de R$ 27 milhões.

Na quinta-feira (22), o governador anunciou que o contrato com a Populous foi mantido, mas o valor orçado caiu para R$ 4 milhões. “A nossa prioridade é garantir que o Rio Grande do Norte irá cumprir o cronograma de obras para a Copa de 2014, agindo com responsabilidade e zelo pela coisa pública”, disse o governador. A obra, de acordo com o governo, está orçada em R$ 400 milhões. O estádio terá capacidade para 40 mil pessoas.

Segundo o governador, o contrato foi cancelado para evitar questionamentos judiciais que poderiam atrasar ainda mais o cronograma de Natal. “Decidimos cancelar porque vimos que teríamos disputa judicial, que poderia atrasar o projeto da Copa”, declarou Iberê. A decisão foi tomada após dois dias de reuniões entre o governador, representantes da Procuradoria Geral do Estado e os secretários de Infraestrutura e de Assuntos Extraordinários para a Copa. Tribunal de Contas e Ministério Público questionavam o valor dos contratos.

Porém, para o projeto poder começar, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte precisa aprovar um fundo garantidor avaliado em cerca de R$ 37 milhões, formado por imóveis do governo estadual. O governador tenta articular com o presidente da Assembleia Legislativa, Robinson Faria (PMN), a realização de uma sessão extraordinária nos próximos dias, já que os deputados estão em férias.

Encerramento

Se São Paulo ainda não sabe qual estádio receberá os jogos da Copa, o Rio de Janeiro também tem seus problemas. Apesar das diferentes datas fornecidas pelo governo estadual para o início das obras no Maracanã, até agora o processo continua parado. Há duas semanas foram conhecidas as empresas que querem tocar as obras. Somente uma se apresentou sozinha, a OAS. As demais estão concorrendo na licitação em consórcios. São eles: Sanisil/Ba Meio Ambiente/Zagonal Construções, Construcap/Cetenco/Convap, Queiroz Galvão/Carioca Engenharia/Cristian Nielsen Engenharia, Paulitec/Estacom/Recoma e Delta/Odebrecht/Andrade Gutierrez.

De acordo com o governo do RJ, todas as empresas passarão por análise qualificatória, que determina se elas terão capacidade de gerir a obra e se estão formalmente constituídas. O próximo passo será a qualificação técnica e, por último, serão abertos os envelopes com as propostas financeiras. Estas etapas ainda não têm data marcada para acontecer. Ganha quem fizer a obra pelo menor preço, cujo custo inicial é de R$ 720 milhões.

Briga jurídica no Ceará

O governo do Rio Grande do Norte desistiu de assinar contratos sem licitação para evitar uma batalha jurídica. Já o governo do Ceará, apesar de lançado todo o processo, acabou entrando numa briga jurídica. Os consórcios que disputaram a criação de uma Parceria Público Privada (PPP) para a construção do novo Castelão, em Fortaleza, entraram na Justiça questionando o cumprimento de determinadas exigências do edital, enquanto a outra parte defende-se alegando que o concorrente não quer abrir preço.

A disputa entre as empreiteiras foi motivo de várias ações na Justiça. Em uma delas, o consórcio Novo Castelão pedia a desabilitação de outro concorrente, formado pelas empresas EIT, Marquise e CVS, alegando falhas na pontuação. Outra ação é relacionada ao consórcio Novo Castelão, que entrou na Justiça para desabilitar o consórcio Arena Multiuso do processo licitatório, alegando falhas na primeira fase de habilitação na proposta do concorrente. As empresas aguardam o desenrolar das decisões para finalmente lançarem seus preços.

Dos estádios previstos, outros dois estão com os contratos assinados. O Mané Garrincha, depois de o Tribunal de Contas (TCDF) apontar problemas no valor e na disponibilidade dos recursos, o contrato com as construtoras foi assinado na semana passada. Funcionários do governo já começaram a desmontar o estádio. Porém, até agora, o Executivo ainda não sabe de onde vai tirar os quase R$ 700 milhões necessários para a reforma.

De acordo com Sérgio Graça, o governo estuda as possibilidades de financiamento do BNDES. O governo federal lançou linhas de crédito no valor de até R$ 400 milhões para cada obra. Além disso, os R$ 396 milhões restantes sairão dos cofres do GDF. “Temos a preocupação com o tempo. Mas todos estão atrasados”, resumiu o gerente da Copa no DF. A ideia do governo local é terminar a reforma até dezembro de 2012 e poder qualificar a capital do país como uma das sedes da Copa das Confederações, competição que ocorre em 2013.

Esse é o mesmo caso da Arena Pernambuco. O estádio vai ser construído, no valor de R$ 532 milhões, em São Lourenço da Mata, na região metropolitana de Recife, por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP). Além do governo estadual, estão nesta PPP as empresas Odebrecht Participações e Investimentos e a Odebrecht Serviços de Engenharia e Construção, tendo como parceiros a ISG (International Stadia Group) e a AEG Facilities. “Estamos aguardando a concessão da licença de instalação pelo órgão ambiental do Estado”, disse o secretário da Casa Civil de Pernambuco, Ricardo Leitão, ao Congresso em Foco.

Estádios privados

Inicialmente, a Copa no Brasil previa a realização de jogos em três estádios privados. O Morumbi, do São Paulo, por enquanto está fora. Restam a Arena da Baixada, do Atlético Paranaense, e o Beira Rio, do Internacional (RS). Enquanto o primeiro luta para conseguir as garantias financeiras, o segundo espera pela aprovação de projetos concedendo isenção fiscal para a compra de material de construção. A criação do Regime Especial de Tributação Para Construção, Ampliação, Reforma ou Modernização de Estádios De Futebol (Recom) tramita na Câmara e não tem previsão para ser votado.”

(Congresso em Foco)

Nem só de coca-cola vive o Tasso

253 2

Quem disse que o candidato ao Senado pelo PSDB/DEM, Tasso Jereissati, só é chegado a uma coca-cola, mentiu. Olha ele aí tomando um cafezinho feito por uma eleitora do município de Itapipoca. Foi durante caminhada, tendo ao lado o candidato a governador Marcos Cals.

Ali, Marcos Cals reiterou que, se for eleito, garantirá o piso nacional dos professores.

(Foto -Divulgação)

DETALHE – Tasso controla a Norsa que, no Nordeste, distribui coca-cola.

Caso Bruce – Comando do Ronda abre procedimento administrativo

O comandante do Programa Ronda do Quarteirão, coronel Werisleik Matias, anunciou, nesta segunda-feira, durante coletiva no Quartel General da Polícia Militar, em Fortaleza, a abertura de um procedimento administrativo.

Segundo adiantou, por meio desse dispositivo, o caso da morte do jovem Bruce Cristian, provocada por tiro disparado pelo policial Yuri Silveira, será apurado. Yuri da Silveira está recolhido ao Batalhão Comunitário e o procedimento administrativo, de acordo com o comandante do Ronda, deve durar 45 dias. 

A morte de Bruce se registrou nesse domingo, quando ele estava na garupa da moto do seu pai. O policial Yuri informou, ao se apresentar ao 2º DP,  que houve pedido para que a moto estacionasse e, como isso não ocorreu, atirou contrfa o pneu, mas acabou acertando o adolescente.

Campanha é sucesso de marketing

O empresário João Araújo Sobrinho, controlador de Casa dos Relojoeiros, está comemorando sucesso da campanha “Estudante só paga meia” na compra de óculos em sua rede de lojas. Iniciada no dia 1º de julho último, a campanha, segundo ele informou nesta segunda-feira,  já vendeu quatro mil óculos nos 15 primeiros dias “o que nos faz esperar um desempenho acima da média até o dia 31, último dia da promoção”, complementa Jansen Araújo, diretor de Marketing do grupo.      

Considerada um excelente case na área, a campanha está em sua sétima edição. Durante os trinta dias da campanha, qualquer estudante – do ensino básico, fundamental, ou  universitário –  que apresentar sua carteira em uma das 28 lojas da Casa dos Relojoeiros, pagará somente 50% do valor da etiqueta em óculos de grau ou esportivos de grife.

Cid promete acabar com casa de taipa

238 1

Durante visita ao município de Morrinhos (Zona Norte), no fim de semana, o governador Cid Gomes (PSB), que postula reeleição, fez ali uma promessa, tendo ao lado dele o candidato a vice-governador Domingos Filho e o postulante ao Senado, José Pimentel (PT):

“Se eu for reeleito não terá mais nenhuma casa de taipa aqui em Morrinhos. Todas serão de alvenaria”.

Cid fez a promessa tendo ao lado o prefeito Jerônimo Brandão, que aproveitou para agradecer ao governador uma série de obras instaladas nesse município.

(Foto – Divulgação)

Cláudia Raia e Celulari anunciam separação

Quem informa é o colunista Ancelmo Gois, do O Globo. Ele divulga nota do casal sobre a separação:

“Foram quase duas décadas de uma união feliz, com os altos e baixos de qualquer relação entre marido e mulher, que termina agora deixando como fruto a amizade, o respeito e a admiração mútua, além de um casal de filhos lindos e amorosos que nos ligará para sempre através de um amor profundo. Ao longo de nossas carreiras sempre contamos com o carinho e respeito da imprensa na observação dos limites que separam a nossa vida pública da privada. Esperamos continuar a merecê-los neste momento especial de recolhimento.”

Claudia e Celulari ficaram casados por 17 anos. Juntos, têm Enzo, 12 anos, e Sophia, 7. A atriz está em Ti-ti-ti, nova novela das sete da rede Globo. Em março último, ela deu uma entrevista à revista Contigo!, em que declarou: “Eu não consigo imaginar a minha vida sem o Edson. A gente tem tudo em comum. Eu gosto de estar casada. Ficar solteira não é um estado que me fascine”.

Musa da Copa é assaltada

“Larissa Riquelme, a paraguaia que acabou se tornando a Musa da Copa, é mais uma vítima da violência carioca. Segundo o jornal “O Dia”, a moça foi assaltada quando passeava pela Avenida Viera Souto, na altura da Rua Farme de Amoedo, no domingo por volta das 13h30.

Acompanhada pela irmã, o namorado e uma amiga, Larissa teria sido abordada por dois bandidos, que levaram celular, documentos, passaporte e duas câmeras digitais do grupo. Ela pediu socorro a policiais do 23º BPM (Leblon) que estavam em uma viatura próxima. Os bandidos fugiram.

“Chamamos o Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas para encaminhá-la à Delegacia Especial de Atendimento ao Turista. Mas ela não quis ir, porque assim perderia seu voo. Ela disse que preferia dar os documentos como perdidos”, contou o soldado Márcio, do 23º BPM.

Do Paraguai, parentes de Nino Méndez, agente e namorado de Larissa, confirmaram o assalto. Por telefone, uma jovem que disse ser filha de Nino contou que o grupo está bem. Riquelme estava no Rio desde sexta-feira, quando posou para o Paparazzo.

(Portal G1)

Cândido Albuquerque é o primeiro suplente de senador de Alexandre Pereira

Cândido com sua mulher, Rebecca.

O advogado criminalista Cândido Albuquerque foi escolhido, nesta segunda-feira, para ocupar a primeira suplência do candidato a senador pelo PPS, empresário Alexandre Pereira.

Ele entra no lugar da empresário Fernanda Pessoa (PR), que resolveu se candidatar a uma vaga de deputada estadual entrando no lugar do deputado federal Leo Alcântara (PR), filho do candidato a governador, Lúcio Alcântara, que desistiu alegando questões particulares.

Já a segunda suplência de Alexandre Pereira continua com o presidente licenciado da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), regional do Ceará, Régis Medeiros.

Fortaleza e o Dia Internacional em Defesa do Manguezal

Fortaleza está comemorando o Dia Internacional em Defesa do Ecossistema Manguezal. É que esta segunda-feira marca o dia em que Hayhow Daniel Nanoto, ativista do Greenpeace originário da Micronésia, morreu enquanto participava de uma ação de protesto massiva constituída por organizações de base e Greenpeace Internacional, em 1998.

A partir de 2000, movimentos socioambientalistas, organizações sociais e pescadores/as de várias partes do mundo como Equador, Brasil, Colômbia, México, Honduras, Nigéria, Senegal, Kenya, Bangladesh, Índia, Malásia, Europa e EEUU vêm somando forças no Dia Internacional de Defesa dos Manguezais e a luta pela vida e pela preservação.

Em Fortaleza, ambientalistas reforçam a luta pela preservação do manguezal, dos rios e das dunas. Fortaleza conta com o rio Cocó, que banha dois terços da cidade, e dispõe de mangues. A ordem é denunciar que o Coaçu, principal afluente do Cocó, vive a ameaça da especulação imobiliária.

Ambientalistas querem chamar a atenção também para as intervenções urbanas programadas para a Copa do Mundo e que atingirá grandes bairros de Fortaleza como Edson Queiroz, Parque Água Fria, Praia do Futuro, Caça e Pesca, Sabiaguaba e suas inúmeras comunidades que convivem com o mar e o mangue.

Caso Bruce – Comandante da PM e do Ronda do Quarteirão darão coletiva

218 3

O Comandante da Polícia Militar do Ceará, coronel William Alves, e o coronel Werisleik Matias, que responde pelo Programa Ronda do Quarteirão, darão entrevista coletiva, a partir das 10 horas desta segunda-feira, na sede do Comando Geral da Polícia Militar.

Ele vão falar sobre o caso da morte do jovem Bruce Cristian de Oliveira registrada, na tarde de domingo, quando ele, na garupa da moto do seu pai, acabou atingido por um tiro disparado pelo policial do Ronda, Yuri Silveira.

O fato ocorreu no cruzamento da avenida Desembargador MOreira com Padre Valdevino quando, segundo a polícia, o pai foi orientado a parar a motocicleta, mas não obedeceu, vindo o disparo por parte do policial. O caso ganhou repercussão nacional.

ENTERRO – O enterro de Bruno Cristian está marcado para as 10 horas, no Cemitério do Bom Jardim. O fato mobiliza populares e entidades.

Caso Bruce repercute nacionalmente

192 5

Os grandes jornais desta segunda-feira, incluindo os noticiosos das redes de TV, repercutem o caso da morte do jovem Bruce Cristian de Oliveira. Ele foi atingido por um tiro disparado, na tarde desse domingo, no cruzamento da avenida Desembargador MOreira com Padr Valdevino.

O autor do disparo foi o policial do Ronda do Quarteirão, Yuri Silveira, sob alegativa de que o rapaz, na garupa da moto com seu pai, não havia parado quando de aceno da polícia.

Esse caso, sem sombra de dúvidas, coloca em xeque o preparo dos policiais do Ronda e exige do governo do Estado, por meio do secretário da Segurança Pública e Defssa Social, Roberto Monteiro, um posicionamento.

Lúcio visitará O POVO nesta 2ª feira

140 1

O candidato a governador pela coligação PR/PPS, Lúcio Alcântara, visitará, nesta segunda-feira, às 15 horas, o jornal O POVO. Lúcio vem expor seu plano de governo e bater um papo com diretores e com repórteres.

Em seguida, Lúcio se deslocará para o Conjunto Ceará, onde fará caminhada. Ele se diz convicto de que haverá segundo turno na disputa pelo Governo do Estado.

MCT anuncia R$ 865 milhões para financiamento de pesquisas

“A abertura da reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) foi marcada, nesse domingo, pelo anúncio de editais no valor de R$ 865 milhões para o financiamento de pesquisas. O ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, assinou documento autorizando a abertura dos editais pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Do montante total, a maior parte, cerca de R$ 500 milhões, vai financiar pesquisas em empresas privadas. Mais R$ 30 milhões serão destinados à criação de, pelo menos, dois institutos focados nas ciências do mar – tema principal da reunião da SBPC. O lançamento dos editais deve ocorrer no prazo de 40 a 60 dias.

Rezende aposta que o Brasil está perto de integrar o grupo dos maiores produtores de conhecimento científico, o que tem despertado o interesse de multinacionais de trazer seus centros de pesquisa para o país. Em 2008, os pesquisadores brasileiros publicaram 30 mil artigos científicos. Atualmente, o país ocupa o 13º lugar na publicação de material científico – ficando na frente de países como Rússia e Holanda. “Estamos perdendo o complexo de vira-lata”, afirmou o ministro.

O presidente de SBPC, Marco Antônio Raupp, apontou como desafio a realização de pesquisas capazes de atender às demandas da sociedade e do setor industrial – a exemplo do que a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) faz para tornar o agronegócio brasileiro competitivo. “Precisamos de uma Embrapa para o mar, para a floresta amazônica e para a indústria”, disse o cientista.

Na abertura do encontro, pesquisadores, professores e cientistas prestaram uma homenagem ao paulista Aziz Ab Saber – considerado um dos geógrafos mais renomados do mundo e referência em trabalhos sobre o meio ambiente e o impacto ambiental da atividade humana.

Um dos eventos científicos mais importantes do país, a reunião da SBPC vai até sexta-feira (30) em Natal. A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) será a sede das conferências, simpósios, mesas-redondas e outras atividades programadas – a maioria relacionada ao cenário atual e a perspectivas para as pesquisas marinhas.

Haverá ainda espaço para debater as eleições de outubro. Estão previstos encontros com os presidenciáveis que lideram as pesquisas eleitorais. De acordo com os organizadores, foi confirmada a presença das candidatas à Presidência da República Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PV). Mais de 10 mil pessoas devem participar dos seis dias de reunião.”

(Agência Brasil)

Eleição da Fiec – Comissão Eleitoral vai acertar detalhes do pleito

A Comissão Eleitoral da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec) vai se reuir, nesta segunda-feira, para acertar detalhes relacionados ao pleito para renovação da diretoria da entidade. A eleição ocorrerá no dia 18 de agosto próximo.

Quem está à frente dessa comissão eleitoral é a empresária Nicole Barbosa. Neste ano, as eleições envolverão mais de mil eleitores e não mais só os dirigentes sindicais do setor industrial.

Duas chapas estão na disputa: Roberto Macedo, que postula reeleição, e Orlando Siqueira, que está pela oposição.

Agressão a radialista será discutida em audiência em Juazeiro do Norte

178 2

O caso das agressões envolvendo o radialista Gilvan Luiz será avaliado nesta segunda-feira, durante audiência pública que ocorrerá na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte (Região do Cariri).

A audiência contará com a participação de membros do Ministério Público Estadual (MPE) e dos conselhos de Direitos Humanos da Secretria de Justiça e Cidadania (Sejus) e da OAB.

Hora de cobrar punições e verificar como está a apuração do caso, segundo o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem, Fernando Férrer.

Cid nega sumiço de blitze

285 7

”Não há blitze parada, o Estado continua fazendo aquilo que é a sua obrigação, fiscalizar”, afirmou o governador Cid Gomes (PSB), nesse domingo, em mais um ato de campanha na sua tentativa de reeleição. Durante um “adesivaço” na Praia do Futuro, Cid rebateu a denúncia de servidores do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran) que, conforme O POVO publicou na última sexta-feira, informaram que o Órgão não estaria realizando blitze em todo o Estado desde o fim do mês de junho. A denúncia provocou reações no Ministério Público Estadual (MPE) e na Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE), que investigam o caso.

”O Ceará tem 184 municípios, será foram ver em todos?”, questionou Cid, que prosseguiu: “A informação que eu tenho é que, porque esse é um mês de férias, eles (do Detran) priorizaram Fortaleza e as áreas turísticas do litoral leste ao litoral a oeste. Nós não misturamos as coisas, atividade de Governo é atividade de Governo, atividade de campanha é atividade de campanha”, concluiu.

Cobranças

Cid disse que existe muita diferença entre a atual candidatura e a anterior, de 2006. “Além da questão de tempo, tem a questão da responsabilidade. Quem é só candidato faz uma campanha de proposição, simplesmente. Achando, dizendo o que deseja fazer. Quem é governador, além de apresentar projetos para o futuro, tem que também prestar contas da responsabilidade que tem como governador.”

Nesse sentido, ele aproveitou para enaltecer os investimentos de seu governo em educação e saúde. “Me perdoe a falta de modéstia nisso, mas o Ceará, muito brevemente, terá a melhor estrutura de atendimento à saúde de todo o Brasil”, disse.

Sobre a oposição, Cid disse que enfrentará as críticas com naturalidade. “Serei (uma vidraça da campanha), mas não tenho teto de vidro. Quem é governo tem que compreender que as demandas são cobradas do Governo. Claro que um governo não pode resolver todos os problemas”, justificou.

“Eu terei também, devo ter, isso é obrigação, de pedir desculpa por aquilo que não pôde ser feito. De pedir desculpas por algum erro que a gente tenha cometido, é natural isso, e eu não tenho nenhum problema em admitir. Sou humano, tenho falha, o Governo não pode tudo, há limitações, a gente tem que compreender qualquer queixa, qualquer reclamação.”

(O POVO)

DETALHE – Na área do Litoral Oeste, mais precisamente para o lado do Icaraí, Tabuba e Cumbuco, governador, nada de blitz nesse domingo. Criculamos por essas bandas e nada.

Uso da imagem de Lula e Dilma gera disputa em Estados do Nordeste

“Em Alagoas, o eleitor ouve “É Lula apoiando Collor, é Collor apoiando Dilma” no jingle do ex-presidente, mas também “O povo contente sabe que o Lula é Lessa” no de seu opositor.

No Piauí, vê cartazes parecidos, com Lula de um lado e Dilma Rousseff do outro. Só muda a figura central: Wilson Martins (PSB) ou João Vicente Claudino (PTB). Candidatos ao governo, eles disputam o uso das imagens de Lula e Dilma no material de campanha. A situação se repete em outros Estados do Nordeste, onde Lula tem sua maior aprovação.

Em Alagoas, Ronaldo Lessa (PDT) tentou impedir o uso da dupla petista no jingle de Collor (PTB), mas seu pedido de liminar foi negado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O PTB nacional apoia José Serra (PSDB), mas a campanha de Collor afirma que não há irregularidade.

Na Paraíba, o PT cogita impedir na Justiça que Ricardo Coutinho (PSB) faça referência a Lula e Dilma no jingle. O PT apoia José Maranhão (PMDB). Para Coutinho, alianças regionais não impedem que ele cite ambos.
O argumento usado no Piauí pelo governador Wilson Martins é a aliança “histórica” com o PT. Mas o senador João Vicente diz apoiar Lula desde 2006.

No Maranhão, a briga é entre militantes do PT. Os ligados a Flávio Dino (PC do B) dizem que cartazes dele com Dilma foram tirados da sede local do PT pela ala petista ligada à governadora Roseana Sarney (PMDB).
Parte do PT estadual queria apoiar Dino, mas a direção nacional impôs aliança com Roseana, filha do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Segundo o TSE, não há especificação sobre o assunto na lei eleitoral.”

(Folha)