Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

TSE diz que "Ficha limpa" não vale para as eleições deste ano

“O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), afirmou nesta segunda-feira que o entendimento do presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Ricardo Lewandowski, sobre o projeto da ficha suja é o de que a proposta não valerá para as eleições deste ano.

Segundo Vaccarezza, a conversa entre ele e o ministro ocorreu na semana passada, quando o texto-base do projeto que veda o registro da candidatura de políticos com problemas com a Justiça foi aprovado pela Câmara dos Deputados.

Os favoráveis à aplicação do ficha suja argumentam que, caso a tramitação na Câmara e no Senado seja concluída até junho, antes das convenções partidárias, o projeto poderá valer para o pleito de outubro. Para o líder do governo, o debate não pode ser “a feito a toque de caixa”. “Lei é para a vida toda, não para a eleição de 2010.”

A votação da proposta deve ser concluída nesta terça-feira, que precisa ser analisada pela Senado. Dos 9 destaques a serem votados, 2 deles podem, se aprovados, desfigurar o texto-base, que prevê a proibição da candidatura de políticos condenados por um colegiado (mais de um juiz), com a possibilidade do chamado efeito suspensivo em uma instância superior.”

(Folha Online)

TRE instalará sessões eleitorais em seis casas de privação de liberdade

“O Tribunal Regional Eleitoral vai instalar sessões eleitorais, neste ano, em seis casas de privação provisória de liberdade. Em apenas duas não haverá eleições porque a quantidade de inscritos não atingiu o mínimo determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Na Penitenciária Industrial Regional de Sobral apenas 14 presos provisórios manifestaram o desejo de votar. Na Casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL-1), localizada em Itaitinga, chegou a 18 o número de inscritos. Como a resolução do TSE nº 23.219 exige o mínimo de 20 eleitores para a instalação de uma seção eleitoral, nessas duas unidades prisionais não haverá eleições.

A unidade que terá maior número de presos provisórios aptos a votar é a Casa de Privação Provisória de Liberdade Desembargador Francisco Adalberto Barros Leal, em Caucaia, com 211 inscritos. Em Juazeiro do Norte 48 presos poderão votar e no Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa apenas 26 eleitoras estão aptas a votar.

RELAÇÃO DE UNIDADES PRISIONAIS :

UNIDADE PRISIONAL
 MUNICÍPIO
 ZONA
 QTD ELEITORES
 
CASA DE PRIVAÇÃO PROVISÓRIA DE LIBERDADE DESEMBARGADOR FRANCISCO ADALBERTO DE OLIVEIRA BARROS LEAL (CPPLDFAOBL)
 CAUCAIA –  120ª ZE 211
 
CASA DE PRIVAÇÃO PROVISÓRIA DE LIBERDADE ? CPPL I
 ITAITINGA –  57ª ZE – 18
 
CASA DE PRIVAÇÃO PROVISÓRIA DE LIBERDADE ? CPPL II
 ITAITINGA –  57ª ZE – 30
 
CASA DE PRIVAÇÃO PROVISÓRIA DE LIBERDADE ? CPPL II
 ITAITINGA –  57ª ZE – 70
 
INSTITUTO PRESÍDIO PROFESSOR OLAVO OLIVEIRA II
 ITAITINGA –  57ª ZE – 35
 
INSTITUTO PENAL FEMININO DESEMBARGADORA AURI MOURA COSTA
 AQUIRAZ –  66ª ZE –  26
 
PENITENCIÁRIA INDUSTRIAL REGIONAL DO CARIRI
 JUAZEIRO DO NORTE –  119ª ZE – 48
 
PENITENCIÁRIA INDUSTRIAL REGIONAL DE SOBRAL – ZE – 121

(Site do TRE-CE)

TRE cassa prefeito de Jardim, que terá novas eleições

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral cassou, nesta noite de segunda-feira, o mandato do prefeito de Jardim (Região do Cariri), Fernando Neves da Luz, eleito em 2008 pelo PMDB. Também foi cassado o atual vice-prefeito, Etelvino Bringel.

Com a decisão, Jardim terá novas eleições para prefeito, em data ainda será definida pelo tribunal. É a segunda decisão do Tribunal Regional Eleitoral contra Fernando da Luz, que chegou a ser cassado, mas, após embargo, conseguiu se manter no poder. Agora, a decisão é definitiva.

Fernando da Luz e seu vice foram denunciado por abuso do poder político e econômico nas eleições de 2008. O Ministério Público Eleitoral patrocinou a ação que envolveu o prefeito em problemas na execução de obras da Funasa.

Justiça manda bloquear bens do ex-prefeito de Missão Velha

“O Ministério Público do Estado obteve na Justiça o bloqueio dos bens do ex-prefeito de Missão Velha, José Leite Landim, réu em 14 (catorze) ações civis públicas, acusado da prática de diversos atos de improbidade administrativa, sendo a maior parte dessas ações, fruto de condenações oriundas do Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará, que atestou várias irregularidades na gestão do ex-prefeito entre os anos de 1997 a 2004.

As ações foram ajuizadas no fim de 2009, pelo promotor de Justiça Nestor Rocha Cabral, visando a concessão de medidas liminares pelo juiz de Direito Ângelo Bianco Vettorazzi, que determinou o bloqueio de bens dos ex-gestores, para assegurar o possível ressarcimento ao erário e o pagamento de eventual multa civil.

Dentre as irregularidades mais graves estão a ausência de licitações para aquisição de mercadorias e contratação de serviços; divergência de dados inseridos no Sistema de Informações Municipais (SIM); inobservância do percentual mínimo de recursos do FUNDEF a serem aplicados na remuneração do magistério; ausência de remessa ou remessa intempestiva das prestações de contas anual e mensal, além da deficiência de documentos; superestimação da receita e despesa no orçamento; remessa intempestiva do Plano Plurianual; negligência na arrecadação de tributos e rendas municipais; inscrição de restos a pagar superior à disponibilidade de caixa; repasse de duodécimo para a Câmara Municipal acima do limite constitucional; abertura irregular de créditos adicionais; inobservância do percentual mínimo de recursos a serem aplicados nas ações e serviços públicos de saúde; contratação irregular de prestadores de serviços e ofensa a vários dispositivos da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Por sua vez, o ex-presidente da Câmara Municipal de Missão Velha, Antônio Adamar Farias Ribeiro, também é réu em outras 5 (cinco) ações civis públicas por ato de improbidade administrativa. Ele é acusado de aplicação irregular e abusiva de recursos públicos, realização de despesas sem licitação, vícios nas prestações de contas, dentre outras ilicitudes.

Os réus foram recentemente notificados para apresentarem defesa e, caso sejam condenados, além do ressarcimento integral do dano e do pagamento de multa civil, poderão perder a função pública, a suspensão dos direitos políticos e a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios. O Ministério Público também estuda outras providências que possam ser adotadas na esfera criminal.”

(Site do MPE-CE)

Por causa da Copa, líder do governo quer antecipar "recesso branco"

“O líder do governo, Cândido Vaccarezza (PT-SP), quer antecipar o período chamado de “recesso branco”, em que os parlamentares não comparecem semanalmente ao Congresso e vão a Brasília apenas para votações eventuais em regime de “esforço concentrado”. Esse período geralmente acontece em anos eleitorais após o recesso oficial, que começa em 18 de julho. Vaccarezza, no entanto, quer antecipar o período para 10 de junho. A justificativa é o início da Copa do Mundo da África do Sul, que começa dia 11 de junho.

Para poder entrar no recesso oficial em 18 de julho é preciso que o Congresso aprove até lá a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). A ideia de Vaccarezza é antecipar essa votação para o mês anterior e, a partir daí, “liberar” os deputados até pelo menos o primeiro turno das eleições, no dia 3 de outubro.

 “Além do período eleitoral, neste ano tem a Copa do Mundo. Então, vou propor que façamos um acordo para votar a LDO no dia 10 de junho e, a partir de votada a LDO, nós vamos poder funcionar em esquema de esforço concentrado”, afirmou o líder do governo.

A proposta deve ser apresentada por Vaccarezza a outros líderes ainda nesta semana. Caso ele consiga o apoio dos colegas, restaria apenas um mês de trabalho até o início do recesso branco. Neste período, o líder do governo quer aprovar sete medidas provisórias e outros projetos de interesse do governo.

Vaccarezza destacou que em muitos países existem recessos formais durante o período eleitoral. Ele ressaltou ainda que o acordo pode contemplar a votação de outros projetos entre 10 de junho e 3 de outubro, quando se realiza o primeiro turno da eleição. Neste caso, no entanto, somente projetos de consenso entrariam na pauta.

Tucanos concordam
O líder do PSDB na Câmara, João Almeida, concorda com a proposta de se antecipar o “recesso branco”. Ele destacou que devido às convenções partidárias em junho a Casa já deverá mesmo encontrar dificuldades de quórum.

 O tucano destacou ainda que muitos dos projetos que podem entrar na pauta da Câmara são complexos para serem decididas em ano eleitoral, como aumento de gastos para determinadas carreiras de servidores.

“Não há prejuízo nenhum em deixar o que tem para depois da eleição. São projetos de interesse corporativo e não da sociedade. Não é possível ter discussão adequada em véspera de eleição. Em tempo de eleição, o Congresso perde a pouca razão que tem”, afirmou o tucano. Para Almeida, a prioridade até o dia 10 de junho deve ser a votação da LDO.

O líder do DEM, Paulo Bornhausen (SC), é mais cauteloso. Ele afirma que existe um prazo legal para a votação da LDO, que expira em julho, e que toda a discussão deve levar em conta o calendário de votação.”

(Portal G1)

Servidores do Incra do Ceará entram em greve

Os servidores da Superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Ceará decidiram, em assembléia geral realizada nesta segunda-feira, paralisar as atividades até quarta-feira. Nesse dia, será realizada nova reunião de negociação com o Ministério do Planejamento, em Brasília, enquanto na quinta-feira haverá nova assembléia para definir o rumo do movimento no Estado.

Além da isonomia entre as carreiras, a cateogira luta pela reestruturação dos planos de carreira, com a melhoria das tabelas salariais dos servidores e o fortalecimento institucional do Incra, que hoje vivencia uma grande evasão dos servidores admtidos nos últimos concursos. A mobilização também quer o cancelamento da proposta de Projeto de Lei nº 549/2009, que propõe o congelamento dos investimentos públicos da União por dez anos, com o consequente prejuízo aos trabalhos e investimentos do serviço público federal.

Luizianne evita polemizar sobre críticas de Pimentel ao PMDB de Eunício Oliveira

“Eu sou presidente estadual do PT. Eu falo em nome do PT em qualquer coisa que você me perguntar. Agora, se o fulano disse não sei o quê, o problema você vai ter que perguntar para ele. O que o PMDB disse você tem que perguntar para o PMDB”, desconversou, nesta seguinda-feira, a prefeita Luizianne Lins, ao ser indagada sobre declaração do petista José Pimentel quem, entrevistado no programa Coletiva, da TV O POVo, nesse domingo à noite, considerou “ridícula” a postura do PMDB de tentar barrar sua pré-candidatura ao Senado.

Luizianne, que inaugurou o Centro de Educação Infantil Zilda Arns no bairro Canindezinho, não queria polêmica. Sob insistência, reagiu logo: “Eu não quero me meter nessa polêmica”. Para ela, tudo é especulação. Mesmo assim, deixou claro que seu papel é o de levar a candidatura do senador do PT adiante. Ela lembrou que há uma resolução da executiva nacional apontando para a necesside de petistas ocuparem cadeiras no Senado que, nos últimos anos, tem levado o Govreno Lula a algumas derrotas.

Gabinete de Ciro Gomes é exonerado

“A Câmara dos Deputados decidiu exonerar na tarde de hoje todo o gabinete do deputado Ciro Gomes (PSB-CE). Alegando interesses particulares, o parlamentar se licenciou por um mês, desde 29 de abril.

A administração a Casa considerou que, sem o deputado para ocupar o gabinete, não há razão para o pagamento de seus funcionários. A licença de 30 dias não dá direito de convocar suplente.

O gabinete tem direito a uma verba de R$ 60 mil por mês para contratação de secretários parlamentares. O de Ciro é composto por 11 funcionários. Neste período, os recursos não serão repassados.

Como não há uma norma que regulamente a exoneração de funcionários em caso de llicença parlamentar, Ciro pode, a qualquer momento, reverter a situação.”

(Portal IG)

Dilma defende atuação do BC na crise após declarações de Serra

“A pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, defendeu nesta segunda-feira a atuação do Banco Central durante a crise global, em resposta às declarações do rival do PSDB, José Serra.

Em entrevista à rádio CBN nesta manhã, Serra criticou o BC, ao indicar que o governo não aproveitou o momento de baixa demanda para reduzir ainda mais os juros.

O BC iniciou um ciclo de cortes da taxa básica de juro em janeiro de 2009. A Selic foi reduzida em cinco reuniões, até chegar a 8,75 por cento ao ano em julho daquele ano. Desde então, o juro foi mantido nessa patamar e, em abril de 2010, começou a subir.

Após participar de evento no Rio de Janeiro, Dilma disse a jornalistas, ao ser questionada sobre as declarações de seu opositor, que o BC tem perfil “de cuidado e de cautela”.

“Não posso deixar de reconhecer a quantidade de acertos, que foram muitos, que o BC teve no enfrentamento da crise”, disse Dilma, ao citar a redução de compulsório e outras medidas para ampliar a oferta de crédito no Brasil.

“O fato é que ele (BC) acertou na política monetária e no enfrentamento da crise. Ninguém pode deixar de reconhecer o papel importante no financiamento também dos nossos exportadores junto com o Ministério da Fazenda,” acrecentou.”

(Globo Online)

Garotinho diz ter sido procurado por Dilma para conversa, mas dispensou

“A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, cumprirá agenda nesta segunda-feira no Rio de Janeiro, Estado onde a base aliada enfrenta mais um impasse de palanque duplo. Candidato à reeleição pelo PMDB, o governador Sérgio Cabral não aceita dividir o apoio da candidata com o ex-governador Anthony Garotinho (PR), que também concorrerá. Dilma já declarou que o palanque do PT no Estado é de Cabral, mas não descarta outros apoios.

Procurado pela campanha petista, no entanto, Garotinho dispensou encontro com a ex-ministra hoje. “Foi pedido um encontro com Dilma pelo pessoal da campanha dela, mas eu não achei conveniente. Se eu me encontrasse com ela, poderia parecer que eu estava indo contra a decisão do meu partido no Estado”, disse o ex-governador ao iG.

Segundo Garotinho, o PR no Estado decidiu esperar a convenção de junho para declarar apoio à candidata do PT. Pela lei, os candidatos são escolhidos nas convenções além da oficialização dos apoios partidários. Dilma almoçará com prefeitos do Estado no período da tarde. Garotinho disse que Rosinha, prefeita de Campos e sua mulher, foi convidada, mas também não irá. “Ela tem outros compromissos”, resumiu.”

* Do IG, leia mais aqui.

TCU promove reunião sobre Copa 2014. Cid vai e Luizianne faz mistério

Luizianne Lins e Cid Gomes 

O governador Cid Gomes (PSB) vai participar, nesta terça-feira, no Tribunal de Contas da União (TCU), em Brasília, de reunião convocada pelo presidente do órgão, ministro Ubiratan Aguiar, para discutir obras relacionads à Copa 2014. O encontro terá a presença dos governadores e dos prefeitos das 12 Capitais subsedes do certame e também de representantes de tribunais de contas.

Cid Gomes deve embarcar nas próximas horas. Já seguiram para Brasília o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Teodorico Menezes, e o conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Mauel Veras.

Pela Prefeitura de Fortaleza, já está certo que Geraldo Acioly, coordenador dos Programas Estratégicos do Município – entre eles os que dizem respeito à Copa 2014, marcará presença nessa reunião.

VAMOS NÒS – Muita gente da área política vem levantando a tese de que a prefeita Luizianne Lins (PT) tem evitado se encontrar com o governador Cid Gomes. Bem, até agora, a assessoria da prefeita não confirmou se ela viajará para Brasília com o objetivo de participar desse evento do TCU.

Dilma: um palanque fraco no Ceará

Virou notícia na mídia nacional a situação de Cid Gomes e a pré-candidatura de Diklma Roussef à presidência da República. O Estado de São Paulo trata o caso dessa forma:

No Ceará, a pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, subirá no palanque do governador e candidato à reeleição, Cid Gomes (PSB). Mas o apoio à petista no Estado deve ser tímido. Apesar de magoado com a forma com que o irmão, deputado Ciro Gomes, foi tirado da disputa presidencial, assessores próximos a Cid dizem que ele vai seguir a orientação do PSB nacional e pedir votos para Dilma, porém, sem empolgação.

Cid Gomes não fala sobre o assunto até o dia 17, quando o PSB deve oficializar a aliança com o PT. Por enquanto, o governador ganha tempo não apoiando ninguém e tenta costurar o mesmo arco de alianças com 21 partidos que o elegeu.

O PT conta com Cid e a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), para alavancar a campanha de Dilma no Estado. Mas os dois estão com o relacionamento estremecido. Um dos motivos é a indicação para vice na sucessão estadual.

Cid quer manter a dobradinha com o atual vice-governador, Francisco Pinheiro. A prefeita prefere seu ex-secretário de governo, Waldemir Catanho, aliado dela desde os tempos de militância estudantil na Universidade Federal do Ceará.

VAMOS NÓS – Alguém duvida desse quadro?

Um debate sobre Marketing Político e Comunicação Pública

“O Ciclo de Debates em Assessoria de Comunicação da Universidade Federal do Ceará (UFC) realiza, nesta terça-feira (11), às 18h, debate sobre “Marketing Político versus Comunicação Pública”. O encontro ocorrerá no auditório da Biblioteca do Centro de Humanidades da UFC, com a presença da Coordenadora de Comunicação Institucional da Prefeitura de Fortaleza, Ana Javes, e o assessor em Direito Eleitoral e Chefe de gabinete do Deputado estadual João Jaime, Diógenes Campelo. Ambos discutirão sobre as fronteiras entre a divulgação de informaçõesa de interesse público e a propaganda política.
 
De acordo com os organizadores do evento, “o debate pretende abordar um assunto pouco discutido na sociedade, mas de extrema necessidade de esclarecimento, principalmente em ano eleitoral”. Organizado pelos estudantes da disciplina de Assessoria de Comunicação do curso de Comunicação Social da UFC, esse será o penúltimo debate do Ciclo. Para garantir o certificado de participação, é necessária a presença em, no mínimo, três encontros.”

(Site da UFC)

Dono da maior rede de farmácias do País de olho numa suplência de senador

O empresário Deusmar Queiroz, controlador do Grupo Pague Menos, a maior de rede de farmácias do País, entrou no rol dos que poderão emplacar numa suplência de senador nas próximas eleições. Filiado ao PRB, sigla alternativa do Palácio Iracema, Deusmar não afastaria a possibilidade de ocupar uma das duas vagas, o que ainda dependeria das articulações em torno da chapa a ser formada em torno da reeleição do governador Cid Gomes (PSB).

Além de Deusmar, existem mais dois empresários cogitados para suplentes de senador: Miguel Dias de Souza, controlador do grupo Cidade de comunicação, e que é filiado também ao PRB, e Honório Pinieor, presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), hoje filiado ao PSB do governador Cid Gomes.

Senado vai gastar R$ 81,7 mil na compra de pano de chão

 “Nas eleições de outubro, o Senado Federal será renovado em dois terços, o que representa 54 parlamentares novos – ou não – na Casa. Antecipando-se a uma “limpeza”, o órgão reservou R$ 81,7 mil do seu orçamento, durante a semana, para comprar 190 mil unidades de panos de limpeza na cor branca. Por outro lado, na Câmara dos Deputados não se falou em faxina, pelo menos nas notas de empenho (documentos que antecedem as aquisições) emitidas durante a semana. O órgão parecer estar interessado em confirmar seus assuntos, deixando-os às claras. Isso porque comprometeu quase R$ 4 mil com a compra de nove conjuntos de luminárias.

Já o Tribunal de Contas da União (TCU) está adquirindo dois novos cabideiros metálicos para paletós por R$ 1,3 mil. Outros cinco cabideiros com estrutura de madeira também serão comprados pelo órgão pela bagatela de R$ 395,32 cada um. A ideia é estar sempre “nos trinques”. Afinal, amassar o paletó não pode.

Para a Presidência da República, comes e bebes. A Secretaria de Administração do órgão vai gastar R$ 7,2 mil com pães diversificados. Serão 3.047 pães caseiros, 4.373 pães carecas, 445 pães franceses, 2.900 pães baguetes com gergelim, entre outras variedades. “Quase um banquete de pães” é o que diria seu Manoel, o português da padaria mais próxima.

Na linha dos “comes e bebes”, a Câmara dos Deputados continua na lista de órgãos compradores. Na última semana foram reservados R$ 4,7 mil em orçamento para a compra de 100 unidades de termostado para cafeteira, dispositivo que mantém a temperatura constante de um sistema. Afinal, ninguém merece um cafezinho frio, principalmente nossos nobres deputados!

As compras da Câmara dos Deputados variaram de departamentos e chegaram até a seção de roupas. O órgão reservou recursos para adquirir 100 camisas gola pólo, personalizadas. O valor mais alto deste “Carrinho de Compras”, no entanto, é do Superior Tribunal de Justiça, que vai contratar serviços de manutenção de mobiliário das suas dependências, até o final do ano, por R$ 82,1 mil.

Continuando as compras, quem sabe inspirados no personagem “cara-crachá” do humorístico televisivo Zorra Total, o Tribunal de Contas da União está se preparando para adquirir 1.800 portas-documento em couro azul para identificar os auditores federais de controle externo. Um detalhe importante: na parte da frente às carteiras precisão ter o brasão da República em metal.” 

Clique aqui para ver as notas de empenho citadas.

Uece encerra na 6ª feira inscrições para seu vestibular

As inscrições para o segundo concurso vestibular de 2010 da Universidade Estadual do Ceará (Uece) terinam na próxima sexta-feira e devem ser feitas exclusivamente pela internet. Ao todo, são 1.730 vagas, sendo 1.255 para os cursos da Capital e 475 para as unidades no interior do Estado. A taxa de inscrição custa R$ 85,00.

A primeira fase do vestibular 2010.2 da Uece será realizada no dia 27 de junho, das 9 às 13 horas, com uma prova de Conhecimentos Gerais de múltipla escolha: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, Geografia, História, Matemática, Física, Química e Biologia. As provas da segunda fase – Redação e três Específicas estão marcadas para os dias 18 e 19 de julho..

SERVIÇO

Edital e ficha de inscrição estão disponíveis no site www.uece.br.

A ameaça de um apoio protocolar de Cid Gomes a Dilma Rousseff

Dilma conversou com Cid recentemente. 

Com o título “Ceará 2010: todos com Lula, tudo pela Dilma?”, o publicitário Ricardo Alcântara escreve artigo para o Blog nesta segunda-feira.

Tudo começa pela singular popularidade do presidente Lula, que deu a ele força suficiente para indicar, por decisão quase que exclusivamente pessoal, quem disputará em nome do seu governo a sucessão presidencial. E tudo passa pelo fato de que o nome indicado por ele não tem carisma pessoal e experiência eleitoral suficientes para absorver o potencial de transferência de votos de Lula na medida necessária a uma vitória larga.
 
De tudo isso resulta grande concentração de esforços em condicionar as decisões relativas às disputas locais ao objetivo primordial de garantir a Dilma Rousseff uma base regional de apoio tão sólida quanto possível. Prioridade ainda maior no norte do país – da Bahia ao Acre – onde a capacidade de transferência direta de votos do presidente para a sua candidata prevalece sobre qualquer outro fator de decisão.
 
No Ceará, Cid Gomes tem levado ao limite sua capacidade de explorar este aspecto que tanto fragiliza a direção local do PT quando o partido negocia sua participação na chapa do governador que sai em busca da reeleição. Fontes oficiais repetem que seu “único compromisso para o senado é com Eunício Oliveira”, mas já teria assegurado “apoio informal à reeleição de Tasso Jereissati”. Isto é, não é bem vinda a candidatura de José Pimentel (PT).
 
O governador sinaliza, ainda, com um tipo de apoio quase protocolar a Dilma Rousseff e ameaça (não há outro termo) o PT com a possibilidade de seu irmão Ciro Gomes coordenar sua campanha. É muito tapa e pouco beijo. E o PT? Calado! Sabem que não será fácil contar com o apoio do comando nacional para uma candidatura de oposição ao PSB de Cid Gomes e, dessa vez, não há outra Luizianne Lins disponível para uma ousadia dissidente.
 
Enfim, se é “tudo pela Dilma”, Cid vai explorar a vantagem ao limite. Mas não deverá, ao fim, abrir mão do PT. Não tanto pelo partido, mas pelo apoio de Lula, pois o governador tem pesquisas e sabe o que elas dizem. E elas dizem coisas muito interessantes como, por exemplo, o incomparável peso da influência do presidente Lula numa indicação para governador do Ceará, muito acima de qualquer liderança local, incluindo Ciro Gomes.
 
São por essas que, mesmo sob a evidência de uma relação já tão deteriorada, tanto os petistas quanto o clã dos Ferreira Gomes ainda se mantém dispostos a continuar vivendo sob o mesmo teto por algum tempo mais.