Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Terremoto do Chile mexe na posição geográfica de Fortaleza e Ilhas Malvinas

O terremoto que atingiu o Chile, mês passado, provocou efeitos em Fortaleza e nas Ilhas  Malvinas, na Argentina. Segundo estudos das universidade Estadual de Ohio (EUA), Hawai, Memphis e Instituto de Tecnologia da Califórnia e agências científicas sulamericanos e Nasa houve um deslocamento de posição nessas localidades.

De acordo com estudos, o deslocamento foi de 10 pés em relaão a Oeste da Capital, Santiago, e 11 polegadas em relação ao Sudeste  de Santiago. Esses dados foram resultado de observações de satélite feitas por cientistas. As placas tectônicas se mexeram, mas não houve impactos nem é algo para gerar temor, de acordo com estudiosos.

* Mais na CNN aqui.

Vem aí a III Exposição sobre Rádio no Ceará

A Associação de Ouvintes de Rádio de Fortaleza (Aouvir) promoverá, no período de 13 a 26 de abril, no Shopping Benfica, a III Exposição Temática sobre o Rádio no Ceará. Segundo o vice-presidente da entidade, Djacir de Souza, a mostra contará com documentos e equipamentos relacionados ao rádio, além de palestra de radialistas consagrados.

A Aouvir está solicitando, inclusive,  a cessão de material dessa área para reforçar a exposição.

SERVIÇO

Contato – 9979 9611 (Djair de Souza) 

Site – www.aouvir.com.br

Ciro Gomes e seus aliados paulistas

A nota abaixo foi publicada ontem, no Blog do Juca Kfouri:

“Me engana que eu gosto 

Ciro Gomes, eventual candidato do PSB à presidência da República, ou ao governo de São Paulo, acusa, com razão, as alianças que estão sendo feitas em relação às próximas eleições:

os tucanos com os dem, Serra com Arruda…;

os petistas com os emedebistas, Dilma com Sarney…

Ele não, garante, não tem parceiros incomodos, embora tenha como colega de partido o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, socialista até o último fio de cabelo…

Sim, porque Ciro, lembremos, é do PSB.

E tem andado  com o provável candidato a deputado por seu partido, o símbolo da autenticidade Marcelinho Carioca, outro socialista de carteirinha…, além de, descontado o seu evidente talento, sinônimo de encrenca em sua carreira como jogador.

Embora ídolo dos uniformizados corintianos, objetivo do político, com Marcelinho Carioca a tiracolo, Ciro periga ficar sem voto algum entre os jogadores de futebol.

Maior golmes contra…”

Suplicy repudia fala de Lula sobre presos políticos cubanos

“Em discurso feito na tribuna do Senado, Eduardo Suplicy (PT-SP) cobrou de Lula posições mais firmes e coerentes sobre a falta de demcocracia em Cuba. Para Suplicy, o “respeito” que Lula devota aos irmãos Raúl e Fidel Castro não deveria impedi-lo de lembrar aos amigos cubanos alguns valores básicos. Por exemplo: a necessidade de observar os direitos humanos e a conveniência de valorizar as liberdades democráticas, sobretudo a liberdade de expressão.

O senador petista lembrou que, em 1998, numa visita que fez a Cuba, o então papa João Paulo Segundo não se furtara a mencionar o essencial. Segundo Suplicy, o papa defendera o fim do embargo dos EUA à ilha. Mas também mencionara que Cuba deveria render-se à liberdade e ao pluralismo político. Em entrevista concedida à Associated Press, Lula comparou os presos políticos de Cuba aos criminosos comuns de São Paulo. E condenou a greve de fome.

Em seu discurso, Suplicy cuidou de recordar ao presidente que há enorme diferença entre os presos de consciência de Cuba e os bandidos paulistas. Acrescentou: “Gostaria que Lula se recordasse de algumas das pessoas da história que fizeram greve de fome para alcançar um objetivo importante na história dos povos”. Suplicy mencionou o líder indiano Mahatma Gandhi. Citou também o ícone sul-africano Nelson Mandela. 

Também nesta quarta (10), o deputado Raul Jungmann protocolou no Planalto a carta que Lula negara ter recebido na visita que fizera a Cuba, em 23 de fevereiro. No texto, os opositores do regime de Havana pedem a Lula que interceda junto aos irmãos castro em favor da liberação dos presos políticos de Cuba.

Lula queixara-se de que os autores da carta deram-na por entregue sem ao menos tê-la protocolado. Agora, já não pode alegar a ausência de protocolo. A exemplo de Suplicy, Jungmann também refutou os últimos comentários do presidente: “Lula e a ministra Dilma [Rousseff] foram presos políticos…”

“…Por isso mesmo o presidente não poderia nivelar prisioneiros de consciência com sequestradores, assassinos e estupradores, que são pessoas que cometeram crimes…”

“…Isso não tem o menor cabimento. Os prisioneiros de Cuba estão na cadeia porque lutam pela democracia e pela liberdade”.

Mais cedo, Jungmann tentará aprovar na comissão de Relações Exteriores da Câmara uma moção lamentando a morte de Orlando Zapata Tamayo.

Preso em Cuba, Tamayo fenecera horas antes da chegada de Lula a Cuba, depois de 85 dias de uma infrutífera greve de fome. Representantes do consórcio governistas manobraram para impedir que a moção fosse aprovada.

“É lamentável que a base do governo se recuse a enxergar o flagrante desrespeito aos direitos humanos em Cuba”, disse Jungmann.

De resto, as derradeiras declarações de Lula ecoaram também em Cuba. Mereceram comentários do jornalista e sociólogo Guillermo Fariñas, em greve de fome há 15 dias. Fariñas (na foto lá do alto) disse que Lula é “cúmplice da tirania dos Castro”. Mais: afirmou que Lula esqueceu o próprio passado.”

(Blog do Josias de Souza)

Estaleiro – Luizianne Lins define abaixo-asinado como "desrespeito"

luizianne

“A prefeita Luizianne Lins (PT) endureceu ontem suas críticas contra a mobilização de políticos e do Governo do Estado em prol da implantação de um estaleiro na praia do Titanzinho. Para ela, há “manipulação“ e “falta de respeito“ com a população do Serviluz.

“Não consigo entender esse empenho tão enlouquecido de alguns, mas o que eu posso dizer é que, no que depender da Prefeitura, não terá nada ali a não ser praia“, afirmou, em entrevista coletiva logo após o lançamento de um programa de humanização de partos no Gonzaguinha de Messejana. “Ficam manipulando a população do Serviluz em nome dos empregos, porque sabem que a população sofre muitas dificuldades. Não acho isso justo para a comunidade.“

Luizianne se referia ao abaixo-assinado com 10.400 assinaturas de moradores do Serviluz, entregue anteontem ao governador Cid Gomes (PSB) por um grupo de vereadores liderado pelo presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (PT), pedindo a instalação do estaleiro. No documento, foi possível ver, após uma rápida folheada, assinaturas repetidas numa mesma página, diferentes nomes escritos com a mesma caligrafia e assinaturas sem o número do documento de identidade ao lado.

Ao falar sobre tais questionamentos, logo após entregar o documento ao governador, Salmito alegou que muitas pessoas que se manifestaram no abaixo-assinado podem ser até mesmo analfabetas, que pediram ao responsável pela coleta das assinaturas que escrevesse seus nomes em apoio ao empreendimento.

“É um desrespeito com as pessoas. Chamando até de analfabetas, dizendo que outras pessoas assinaram pelas que não sabem escrever. Mais grave ainda, ficar usando a boa-fé das pessoas para implantar uma empresa privada que não vai trazer os benefícios que estão dizendo para a comunidade“, afirmou ainda a prefeita.”

(O POVO)

CNBB quer reforma política com participaçao popular

“A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil divulga hoje, em Brasília, documento em que propõe reforma política alicerçada na ampliação de instrumentos de participação popular.

O secretário-geral da entidade, dom Dimas Lara Barbosa, diz que o texto pedirá prioridade à regulamentação de ferramentas da “democracia direta”, como plebiscitos e referendos.

Para dom Dimas, a igreja seguirá pregando um modelo de Estado “equilibrado”.”

(Folha)

Estaleiro – OAB entra no tema

valdet

“Novos atores entram na discussão em torno da instalação, ou não, do Estaleiro Promar Ceará, na Praia do Titanzinho, no bairro do Serviluz, em Fortaleza. Ontem, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seção Ceará (OAB-CE), Valdetário Andrade Monteiro, manifestou ao Diário do Nordeste sua posição pessoal favorável ao empreendimento no Serviluz, diante da oportunidade de geração de empregos e de transformação social e urbana, pelas quais a área poderá passar.

“Sou a favor (do estaleiro) porque vai gerar empregos e permitir mudar a feição daquela comunidade”, posicionou-se Monteiro. “Não adianta ser contra, só por ser contra”, acrescentou o presidente da OAB-CE, ao confirmar que as comissões de Política Urbana e Direito Urbanístico e de Meio Ambiente estão concluindo estudos jurídicos sobre as possibilidades de construção do empreendimento no Serviluz.

Ele ressaltou no entanto, que, somente na próxima terça-feira, a OAB-CE, enquanto entidade, se manifestará técnica e juridicamente sobre o tema, que já envolve em discussões técnicas, ambientais e políticas vários segmentos da sociedade. Condensados em um relatório de quatro páginas, os estudos serão debatidos pelo Conselho da Ordem, que deverá emitir parecer sobre a questão.

Plano Diretor

Conforme explicou o presidente da recém criada comissão de Política Urbana e Direito Urbanístico da OAB-CE, Laércio Noronha Xavier, os estudos versam sobre todos os aspectos legais, jurídicos e ambientais, que envolvem a instalação do equipamento. Entre os temas em análise, antecipou Xavier, estão o Plano Diretor de Fortaleza e os aspectos em que este pode ser alterado e quem pode fazê-lo, as questões ambientais e de domínio público sobre a área, a União, o Estado e o Município.

Sobre esse aspecto, o relatório trará ainda, uma posição sobre o decreto presidencial nº 4.333, assinado pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, em 12 de agosto de 2002, e que regulamenta a delimitação das áreas portuárias de Fortaleza, Santos e Vitória, sobre instalação de equipamentos, infraestrutura e planta geográfica.”

(DIário do Nordeste)

PF decide indiciar Fernando Sarney

“a Polícia Federal decidiu intimar para depor e depois indiciar o empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), por evasão de divisas.

Em um dos cinco inquéritos da Operação Boi Barrica, ou Faktor, o empresário é acusado de enviar US$ 1 milhão para uma empresa na China em 2008 sem declarar a remessa à Receita Federal.

Autoridades chinesas confirmaram a movimentação do empresário numa agência do HSBC, em Qingdao, na China.

Em outros dois inquéritos da mesma operação, o empresário já foi indiciado por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, entre outros crimes.”

(O Globo)

ZPE do Ceará na pauta do Ministério do Desenvolvimento

“O novo projeto de Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Ceará deve entrar em pauta no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) até o fim deste mês. Essa é a promessa do ministro Miguel Jorge, conforme informou, ontem, o presidente da Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece), Antonio Balhmann, após reunião com representantes do ministério.

“Depois de entrar no Ministério, a gente tem três meses pra criar a empresa administradora, que pode seguir dois modelos: uma empresa privada ou uma empresa mista”, explicou Balhmann. Uma equipe técnica vai estar no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) dos dias 22 e 27 deste mês para realizar uma inspeção na área da ZPE. O antigo projeto cearense estava previsto para o Distrito Industrial III, em Maracanaú, mas foi abortado.

A princípio, a ZPE vai operar com 50 hectares, o que já inclui a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP).”

(O POVO)

Seca verde preocupa Interior

“O céu, pela manhã, fica repleto de nuvens. Na terra, predomina o verde das aroeiras, juazeiros e oiticicas. Entretanto, tudo não passa de uma peça pregada pelo tempo e pela natureza. Os primeiros meses do ano são de seca no Ceará, e os moradores do Sertão já começam a sofrer os primeiros impactos da falta de chuva.

No último sábado, O POVO foi até a região Norte do Estado e constatou realidade preocupante: as plantações de feijão e milho estão perdidas, os açudes secando, e a fé da população quanto a uma boa quadra chuvosa começa a se esvair. O agricultor Edilberto Rodrigues, 62 – que mora em Forquilha & por exemplo, olha com desolação para o terreno já rachado e compactado.

“Aqui tá tudo se acabando. Não sei nem pra onde levar o gado. Essa água verde aqui nem os bichos querem“, afirmou Edilberto ao mostrar o tambor com o líquido que ainda é possível ser retirado do açude que, agora, mais parece uma grande poça de lama. “Chuva boa esse ano não tem mais não“.

Situação semelhante vive Rosemayre Gomes, 32, que também vive em Forquilha. Ela conta que se não fosse os R$ 40 recebidos através do programa Bolsa Família seria impossível continuar vivendo ali. “Morreu tudo aí no quintal. Agora é esperar pela boa vontade de Deus, porque tá difícil. Nem água pra beber a gente tem“, lamenta. Rosemayre conta ainda que suas esperanças de melhora no tempo vão até o dia de São José. Caso não chova até lá, é certeza a seca perdura, como conta a tradição.

Tanto Edilberto como a sua vizinha sofrem os efeitos da chamada “seca verde“. É um fenômeno que costuma acontecer quando há chuvas, mas mal distribuídas. E para agravar a situação, a Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) prevê que para os meses de março, abril e maio o Ceará tem 45% de chance de registrar precipitações abaixo da média.

Nos centros urbanos, as perdas das lavouras no campo também já são sentidas. No mercado de Sobral, por exemplo, o quilo do milho, que até pouco tempo era vendido por R$ 0,60, já está na casa dos R$ 0,80. A saca de feijão, que na época de safra chega ser vendida pelos produtores por R$ 80, pode chegar a R$ 200. Aumento que acaba pesando no bolso do consumidor.

“O jeito é fechar a boca, tem que economizar. E tem que rezar também, né?“, comenta o motorista Marciano Monte, 36, que completa garantindo já ter perdido alguns quilos – por conta da racionalização dos alimentos -, e alguns fios de cabelo, tamanha a preocupação com a seca. Apenas a fé continua intacta. “Ainda vai chover. Vejo isso acontecer há muito tempo“, afirma.”

(Jornal O POVO)

TJ e CEF fecham convênio para facilitar casa própria de servidores do Judiciário

“O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) assinou convênio com a Caixa Econômica Federal, nesta quarta-feira, visando oferecer melhores condições de financiamento para os servidores que pretendem comprar ou construir um imóvel.

De acordo com o presidente do TJCE, desembargador Ernani Barreira Porto, a iniciativa tem como objetivo assegurar aos servidores uma convivência familiar mais segura e sólida. “A proposta é contribuir positivamente com a vida ativa do funcionário. Nós somos conscientes do quanto é importante a instituição se preocupar com a realidade do funcionário e, infelizmente, a questão da casa própria ainda se mostra um anseio para muitos”, destacou.

As opções de financiamento irão variar conforme a renda e o tipo de imóvel que se deseja adquirir ou construir. Segundo o superintendente da Caixa Econômica Federal no Ceará, Gotardo Gurgel, os servidores do Poder Judiciário cearense terão taxas diferenciadas e prazos específicos de financiamento, entre outras vantagens. “Além de dar mais condições aos servidores, de todos os níveis salariais, essa iniciativa visa acabar com o mito de que não se pode ter acesso à casa própria”, ressaltou.

O superintendente disse ainda que, na próxima semana, devem ser realizadas palestras no Tribunal de Justiça para dar mais informações aos servidores. “O objetivo é mostrar aos funcionários que é possível, sim, ter acesso a algum tipo de financiamento para a realização desse sonho”.

O presidente do Sindicato dos Oficiais de Justiça do Estado do Ceará (Sincojust), Mauro Xavier de Souza, também destacou a iniciativa. “A administração do presidente Ernani Barreira, com a assinatura do convênio, vem dar visibilidade a esse que é o sonho da maioria dos servidores do Tribunal de Justiça. Agora, esse sonho passa a ser um pouco mais real”, afirmou. ”

(Site do TJ-CE)

Recredenciamento da UVA é tema de debate na Assembleia Legislativa de Pernambuco

“O impasse sobre o possível recredenciamento da Universidade Estadual  Vale do Acaraú (UVA) por parte do Conselho Estadual de Educação será  assunto nesta quinta-feira, às 10h da manhã, na Assembleia Legislativa  de Pernambuco.

O deputado Augusto Coutinho estará à frente da audiência pública que discutirá a situação da Uva. Pelo entendimento do deputado, a faculdade não pode ser recredenciada, uma vez que está proibida pelo MEC de funcionar no Estado de Pernambuco.

O Conselho Estadual de Educação sinalizou a possibilidade do recredenciamento, o que contraria a decisão do Ministério da Educação (MEC). Contra o funcionamento da faculdade em Pernambuco, o Sindicato das Instituições Particulares de Ensino Superior de Pernambuco (Siespe) protocolou na última Segunda-feira, 08 de março, no Conselho Estadual de Educação, pedido contra o recredenciamento, seguindo decisão do MEC.

No ano passado, a Justiça Federal proibiu a UVA de prestar os serviços de educação de ensino superior fora do estado do Ceará, sejam através de autorização de sistema estadual de ensino diferente do seu originário ou indiretamente, por instituições privadas conveniadas.

Por meio do juiz Jorge Luis Girão Barreto, a Justiça Federal proibiu a referida universidade e as instituições de ensino e faculdades a ela conveniadas de cobrar taxas, emolumentos ou quaisquer custeios de todos os alunos regularmente matriculados em cursos de graduação ou de extensão, numa decisão que atende a pedidos formulados em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF/CE) e pelo Ministério Público do Ceará (MP/CE).”

(JC Online)

Caso Marcela – Maioridade penal volta ao debate

marcela 

“A morte da empresária Marcela Montenegro – vítima de latrocínio com envolvimento de menores, reacendeu entre segmentos jurídicos e da sociedade civil do Estado o debate em torno da redução da maioridade penal no Brasil. Essa questão chegou a ser debatida no Congresso quando o garoto João Hélio (6) morreu, ao ser arrastado por um carro guiado por menor no Rio.

No Senado, esse fato até serviu de mote para um projeto do senador Demóstenes Torres (DEM-GO), que previa reduzir de 18 para 16 anos esse grau de responsabilidade. A proposta foi repudiada. Diante desse impasse, o senador Tasso Jereissati (SDB) apresentou emenda propondo redução em casos específicos.

Pela tese dele, o juiz poderia desconsiderar a menoridade julgando o jovem como se fosse maior de idade, ao analisar seu histórico familiar, social e a prática reiterada de crimes. Esse tema, polêmico, deverá voltar à pauta no Senado.”  

(Coluna Vertical, do O POVO)

VELÓRIO E ENTERRO – A família da empresária morta informa que nesta quinta-feira ocorre o velório na Funerária Ethernus, na rua Padre Valdevino. Já o enterro foi marcado para as 17 horas, no Cemitério Parque da Paz.

Sebrae-CE fecha 2009 como primeiro do NE em redução de gastos

O Sebrae do Ceará obteve uma redução de despesas operacionais da ordem de 9% em 2009, se comparado ao ano anterior. A informação ér do presidente do Conselho Deliberativo do órgão, Jorge Parente.

“Houve enxugamento e fechamos como primeiro do Nordeste”, diz ele, que confere no Rio, nesta quinta-feira, a Olímpiada do Conhecimento, evento do Senai. O Ceará participa com 14 alunos.

Investidor de termelétrica no Ceará é o oitavo mais rico do mundo

“O bilionário mexicano Carlos Slim Helú ultrapassou os norte-americanos Bill Gates, fundador da Microsoft, e Warren Buffet, megainvestidor e fundador da Berkshire Hathaway, e se tornou o homem mais rico do mundo em 2010, segundo ranking da revista “Forbes”.

O brasileiro com a maior fortuna a aparecer na lista é Eike Batista, em oitavo lugar, com US$ 27 bilhões. Segundo a “Forbes”, ele foi o integrante da lista que mais aumentou sua fortuna entre 2009 e 2010: o crescimento foi de US$ 19,5 bilhões. No ano passado, a posição de Batista na lista era 61º, com US$ 7,5 bilhões.”

(Portal G1)

EIKE BATISTA investe na implantação da termelétrica MPX no Complexo Industrial e Portuário do Pecém. Na época tassista, ficou famoso por ter vindo lançar um empreendimento do gênero, ao lado de sua ex-mulher, Luma de Oliveira.

Meirelles deve sair candidato ao Senado

henriqumeireles

“Após a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) deste mês, que será encerrada na próxima quarta-feira, dia 17, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, vai dedicar-se aos assuntos relacionados ao seu futuro político e decidir se vai ou não deixar o governo no dia 3 de abril para candidatar-se a um cargo eletivo neste pleito. “Depois do Copom, devo colocar a cabeça no travesseiro para pensar com mais profundidade sobre esta questão”, afirmou Meirelles, em conversa recente com uma fonte do governo.

Em outubro do ano passado, Meirelles declarou que eram maiores as chances de ele permanecer à frente do Banco Central até o final de 2010. Hoje, contudo, ele não trata o assunto da mesma forma.

Segundo um interlocutor com acesso ao Palácio do Planalto, Meirelles lhe confidenciou que no final do ano passado havia uma avaliação diferente sobre as perspectivas de curto prazo da economia mundial, sobretudo em relação ao Brasil. E que agora a conjuntura mudou para melhor. “Com um cenário positivo para o crescimento do País, Meirelles avalia que há menores riscos de que, caso deixe o BC, tal decisão possa atingir seu legado de estabilidade macroeconômica”, reitera a fonte.

Nos raros diálogos que mantém sobre sua eventual decisão de deixar o BC, Meirelles chega a mencionar a hipótese de concorrer ao Senado pelo PMDB de Goiás. Em conversa recente com outra autoridade do governo, ele destacou que tal candidatura pode ocorrer, inclusive porque o partido o apoia neste sentido. Já a respeito dos comentários de que poderia tentar se viabilizar como vice na chapa encabeçada pela ministra Dilma Rousseff (PT), Meirelles demonstra pragmatismo e diz que essa é uma questão que deve ser tratada pelo PMDB e não cabe a ele defini-la.”

(Agência Estado)

Cid tem encontro com Mantega

O governador Cid Gomes (PSB) regressou nesta noite de quarta-feira de Brasília, após ter sido recebido em audiência, em Brasília, pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Cid apresentou a Mantega todo o relatório financeiro do Estado, com números de 2009 e projeção de dívida e receita, tendo ao lado o secretário da Fazenda, Mauro Filho.

Com isso, obtendo aval para futuros empréstimos e outros apoios financeiros da parte da União para tocar uma série de empreendimentos neste ano, que também é eleitoral.