Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Santa Casa sem cirurgias e atendimento ambulatorial por três dias

Médicos cirurgiões da Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza vão paralisar as atividades mais uma vez e a partir desta quarta-feira. Dessa vez, o protesto vai ser estender até sexta-feira, dando continuidade a greve escalonada que vêm acontecendo deste o inicio do mês de abril. A decisão foi tomada em assembléia geral da categoria, realizada nessaa noite de segunda-feira, na sede do Sindicato dos Médicos do Estado do Ceará.

Os cirurgiões reivindicam o pagamento de honorários não mais pela tabela do SUS, mas pela tabela de Classificação Brasileira Hierarquizada e Procedimentos Médciso CBHPM), que eleva em quased 50% por cento os valores pagos, no que já são beneficiados os anestesistas.

Atualmente, o SUS paga por uma cirurgia de tireóide, por exemplo, em torno de R$ 50,00; por uma hidrocele, R$ 16,00; por uma mastectomia radical (cirurgia de grande porte), R$ 138,00. Os cirurgiões da Santa Casa aprovaram ainda a realização de outra assembleia, na próxima segunda-feira, para decidir sobre a paralisação definitiva dos cirurgiões, isso se Prefeitura e o Estado não apresentarem nenhuma contraproposta.

De quarta até sexta-feira, não serão realizadas as cirurgias eletivas, nem os atendimentos ambulatoriais. Os médicos vão atender apenas os casos de urgência e emergência.

Maluf é condenado por compra superfaturada de frango

“O deputado Paulo Maluf (PP-SP) foi condenado pela 7.ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo na ação de improbidade administrativa em que era acusado de superfaturar a compra de frangos para a Prefeitura de São Paulo, em 1996. A decisão é uma reviravolta no processo.

Movida pelo Ministério Público Estadual, a ação havia sido julgada improcedente em 2002 pelo juiz Fernão Borba Franco, da 2.ª Vara da Fazenda Pública.

A decisão do TJ não é definitiva. Por meio de sua assessoria, o deputado informou que vai recorrer do acórdão no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Assim ficam suspensos os efeitos da decisão que condenava Maluf a ressarcir o suposto prejuízo aos cofres públicos e que o condenava à perda dos direitos políticos, o que, em tese, poderia impedi-lo de concorrer à reeleição.

A decisão do TJ foi tomada por maioria de votos. A promotoria havia recorrido da absolvição do deputado. Na época, a 2ª Vara da Fazenda Pública havia entendido que inexistia o superfaturamento, a imoralidade e a improbidade alegados pelo então promotor Alexandre de Moraes, atual secretário municipal de Transporte e de Serviços, da gestão de Gilberto Kassab (DEM). Ele afirmava que Maluf havia favorecido a empresa de sua mulher, Sylvia Lutfalla Maluf.

A compra de 1,4 tonelada de frango custou R$ 1,39 milhão ao município. Além de Maluf, o promotor pedia condenação de Francisco Nieto (ex-secretário de Abastecimento), Marcelo Daura (ex-presidente da Comissão de Preços) e das empresas Obelisco Agropecuária Empreendimentos (de Sylvia e de uma filha de Maluf) e Ad’Oro Alimentícia e Comercial, que pertencia a Fuad Lutfalla (cunhado de Maluf). A prefeitura contratou a Ad’Oro para fornecer o frango, comprado da Obelisco.

Em perícia durante o processo, o suposto superfaturamento teria sido quantificado, segundo o juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, em “meros R$ 21,7 mil”, o que para ele impossibilitava o reconhecimento da existência do superfaturamento. Não havia ainda nada na lei que proibisse a empresa vencedora de adquirir matéria-prima de outra empresa ou que impedisse a contratação de empresa de sua família.”

(Estadão)

Marina vai pedir apoio de Ciro

“A pré-candidata do PV, Marina Silva, vai pedir o apoio do deputado Ciro Gomes (PSB-CE) na corrida presidencial. Ela deve procurá-lo para uma primeira conversa nos próximos dias. Os verdes apostam numa rebelião de Ciro contra o próprio partido, que rifou sua candidatura para embarcar na campanha de Dilma Rousseff (PT).

A operação será deflagrada assim que o PSB oficializar que não terá candidato próprio à sucessão do presidente Lula. “O apoio de Ciro nos interessa. Em tempo hábil, a Marina vai procurá-lo”, confirmou à Folha, de Washington, por telefone, o coordenador da campanha do PV, Alfredo Sirkis.

Aliados da senadora avaliam que Ciro demonstrou ressentimento com a cúpula do PSB, que barrou sua candidatura para negociar alianças regionais. Eles interpretaram as críticas a Dilma como um sinal de que o deputado pode boicotar a aliança do partido com o PT.

“Ciro ficou numa situação muito delicada. Apoiar a Marina seria uma boa saída para ele”, diz o ex-deputado Luciano Zica, da Executiva Nacional do PV. “Ele pode ser um parceiro, quem sabe até um colaborador da campanha.”

Marina volta hoje dos Estados Unidos. Antes de viajar, ela divulgou nota chamando a decisão do PSB de “retrocesso” e “intolerância democrática”. “A Marina gosta muito do Ciro. E o eleitorado é dele, não do PSB”, afirma Zica.

A direção do PV agora discute uma forma de iniciar o diálogo sem melindrar o deputado, que está com o orgulho ferido e se sentiu abandonado pelo próprio partido. A ideia é que Marina o procure para marcar uma conversa cara a cara.

“Temos que dar um tempo a ele para deixar a poeira baixar”, disse Sirkis. “A turma da Dilma já está urubuzando o Ciro. Não vamos fazer isso. Vamos tratá-lo com respeito e seriedade.”

Publicamente, Marina passará a se apresentar como única alternativa à polarização entre Dilma e José Serra (PSDB). Ciro pretendia desempenhar o mesmo papel, em oposição ao caráter plebiscitário que o governo quer dar à eleição.

Na última pesquisa Datafolha, divulgada no dia 19, Marina e Ciro aparecem tecnicamente empatados -ela teve 10% das intenções, e ele, 9%. Sem o deputado, Marina alcança os 12%.”

(Folha)

Ciro e o dia do "Não"

“O principal suspense sobre o cenário da disputa eleitoral deste ano ao Palácio do Planalto deve ter seu desfecho hoje. A partir das 15 horas, na sede do PSB nacional, em Brasília, os membros da executiva nacional do partido se reúnem para dar a palavra final sobre o desejo do deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) de ser candidato à Presidência da República. Ao que tudo indica, a candidatura de Ciro deve ser descartada, o que levará o PSB a apoiar a pré-candidata do PT à Presidência, a ex-ministra Dilma Rousseff.

Para eliminar a candidatura de Ciro, a cúpula nacional do PSB, liderada pelo presidente nacional do partido, Eduardo Campos (PE), deve usar como argumento uma consulta realizada aos 27 diretórios estaduais.

O presidente do PSB de São Paulo e membro da executiva nacional do partido, Márcio França, afirmou que, até a tarde de ontem, 20 diretórios já haviam manifestado opinião desfavorável à candidatura de Ciro à Presidência, entre eles, o estado de São Paulo. Outros cinco diretórios estaduais, segundo França, defenderam a candidatura própria do PSB ao Palácio do Planalto e outros dois ainda não haviam se manifestado. Informações confirmadas pelo presidente do PSB de Pernambuco e membro da executiva nacional do partido, Milton Coelho, em entrevista ao portal Terra.

Ao O POVO, o vice-presidente do PSB, Roberto Amaral & que evitou dar pistas sobre a decisão que será tomada hoje – criticou a informação e disse que “política, eu não faço com números, mas com teses“. Amaral relativizou o peso que terão os diretórios estaduais na decisão que a executiva nacional tomará.

“Quem vai decidir não são os diretórios regionais, mas os membros da executiva nacional. A gente fez a consulta aos estados para poder trabalhar com dados“, afirmou.

“Não desistirei”
Em entrevista levada ao ar na madrugada de ontem na Rede TV, Ciro afirmou que vai lamentar muito a decisão de seu partido, caso a executiva opte por não lançá-lo candidato a presidente, mas que respeitará o que ficar decidido. “Mas nem por isso desisto de ser presidente“, afirmou o deputado. Ciro também descartou a possibilidade de disputar outro cargo nas eleições deste ano. “Não serei candidato a nada.“

O anuncio sobre a manutenção ou a retirada da candidatura de Ciro Gomes deve ser feito às 17 horas, durante entrevista coletiva com a cúpula do PSB, logo após a reunião. (com agências) 

O POVO tentou contato com Ciro Gomes, mas sua a assessoria de imprensa disse que ele só falará à imprensa sobre o assunto depois de anunciada posição do PSB sobre sua possível candidatura. ”

(O POVO)

Presidente do Ibope diz que não vai processar Ciro Gomes

“O presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, afirmou que não pretende processar o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE). Em entrevista à Rede TV nesta madrugada (26), o ex-governador e ex-ministro questionou a lisura do instituto de pesquisa e disse que Montenegro é capaz de “vender a própria mãe”.

O presidente do Ibope não se alterou com a menção feita por Ciro à sua genitora. “Eu vendo pesquisa. Não vendo resultado. Esse negócio de vender até a mãe é até um elogio, porque eu acho que sou um bom vendedor”, brincou.

Ele declarou que não pretende processar o deputado cearense, que oficialmente ainda é pré-candidato à Presidência pelo PSB. “Jamais! Isso aí é paixão das campanhas. Às vezes as pessoas falam um pouco demais. Jamais vou processar, ainda mais um grande cliente como ele. Com uma família que também é cliente”, disse Montenegro ao iG. “É normal que ele esteja ressentido com todo o mundo. Respeito esse momento dele de tristeza, de ele estar abandonando um projeto. Mas o Ciro sempre foi um dos principais clientes do Ibope. Duvido que, pelo caráter dele, pela seriedade dele, ele pactuasse com alguma coisa errada”, afirmou.

Montenegro aproveitou para dizer que outras pessoas ligadas ao ex-ministro também contratam pesquisas do Ibope. “O Ciro sempre foi um grande cliente, o senador Tasso Jereissati, amigo dele, também sempre foi um grande cliente, e o Cid Gomes (irmão e aliado de Ciro), quando prefeito de Sobral e como governador do Ceará, é um grande cliente”

O presidente do Ibope também não se incomodou com o questionamento feito pelo deputado à integridade dos números dos institutos de pesquisa. “Nenhuma empresa, principalmente um instituto de pesquisa, que vive de credibilidade, se sustenta 70 anos se não for sério. Nossa maior herança é a ética, a seriedade, é trabalhar para todos os partidos, de situação, de oposição”.

(Com IG)

Líder do PMDB: Críticas de Ciro não condizem com qualidade de homem público

“O PMDB não conseguiu ficar calado e rebateu os insultos do deputado federal Ciro Gomes (PSB) ao partido. “Tem muita gente ou pouca gente que adora falar mal do PMDB. Pois eu aconselho a essas pessoas que dirijam suas reclamações a dois endereços: a Deus e ao povo brasileiro“, afirmou ontem em Fortaleza o líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Alves (RN).

Ressentido com o apoio do PMDB à pré-candidatura da petista Dilma Rousseff e com o esvaziamento de sua pré-candidatura a presidente, Ciro definiu o PMDB como “ajuntamento de assaltantes“. As declarações foram divulgadas na madrugada de ontem, pela Rede TV.

Durante evento de posse do ex-presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Danilo Forte, na presidência da Fundação Ulysses Guimarães, Henrique Alves fez questão de enfatizar a história do PMDB e alfinetar Ciro, que já mudou quatro vezes de partido.

O presidente nacional da legenda, Michel Temer, estava previsto para comparecer a esse evento, mas desmarcou de última hora. Nos bastidores, a leitura é de que o cancelamento tenha sido provocado pelas palavras de Ciro.

A cúpula do PMDB, ressaltou, a “lealdade“ ao presidente Lula (PT), ao Governo e ao PT, além do fato de a legenda ser o “maior partido do Brasil“. “Pois que guardem essa inveja e esse despeito para sofrer mais porque quando as urnas se abrirem agora em outubro, vão ter que engolir e aguentar de novo“, disparou.

No entanto, o líder peemedebista, que mais cedo disse querer ver Ciro no palanque da pré-candidata petista, ponderou que as declarações do pretenso candidato a presidente não condizem com sua “qualidade de homem público”.

Ceará
Em entrevista, o presidente regional do PMDB, deputado Eunício Oliveira, se negou a comentar as declarações de Ciro. “Estou sabendo agora que vocês estão falando. Não vi as declarações e não vou comentar“.

Eunício negou que o cancelamento da visita do presidente da legenda ao Ceará, Michel Temer, tenha sido em decorrência dos insultos de Ciro. “Tenho muito respeito ao ex-governador Ciro Gomes e tenho certeza que no final nós vamos estar todos no mesmo palanque“.

Depois, durante discurso para um auditório lotado fez questão de enfatizar que o PMDB participou de “todos os momentos importantes“ da política nacional.”

(O POVO)

Ficha Limpa – Emendas do projeto podem ser votadas na 4ª feira

“A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania pode votar nesta quarta-feira (28) as emendas de plenário ao Projeto Ficha Limpa. Foram apresentadas 28 emendas ao parecer do relator do grupo de trabalho que analisou as propostas sobre o tema, deputado Índio da Costa (DEM-RJ).

A proposta mais antiga, que altera a Lei de Inelegibilidades (Lei Complementar 64/90), é o Projeto de Lei Complementar 168/93, do Executivo. Apensados a ele, existem outras 13 propostas. O deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP) foi nomeado relator das emendas.”

(Com Agências)

TCM faz economia de papelório

“O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) resolveu devolver aos donos reais – prefeituras e câmaras – todo o papelório relativo a prestações de contas analisadas e julgadas. Já foram esvaziados dois galpões (dos quatro até então mantidos) e uma casa, alugados, retirando processos que vão de 1997 a 2007. O trabalho consumiu 35 meses.

A devolução, até agora, somou 332 toneladas de documentos. Com isso, diz o presidente do TCM, Ernesto Saboya, houve uma economia anual de R$ 213 mil em aluguéis e de R$ 5 mil na fatura de energia elétrica. Um terceiro galpão está sendo reformado para devolução imediata e o último, com cerca de nove mil caixas, será esvaziado antes do fim do ano.

Saboya não poupa elogios à Secretaria Geral, responsável pelo feito, destacando a parte operacional liderada pela gerente Gisana Vasconcelos. ”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Lula diz que depois de deixar o Governo vai continuar fazendo política

“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira (26), após assinatura de atos da cúpula Brasil-Comunidade do Caribe (Caricom), que vai continuar fazendo política depois que deixar o governo. “Podem ficar tranquilos que vou continuar fazendo política, porque eu nasci político e vou morrer político”, afirmou. A declaração foi em resposta ao discurso do presidente da Caricom, Roosevelt Skerrit, primeiro-ministro da ilha de Dominica, que lamentou o fato de Lula estar no último ano de mandato.

“Acreditamos que o fato de o Brasil ter aceitado falar em nosso nome vai fazer com que o mundo inteiro nos ouça. (…) Você [Lula] trouxe equilíbrio para as questões internacionais. A única coisa que nos faz tristes é o fato de vê-lo pela última vez, mas estamos certos que sua voz continuará sendo ouvida pelo mundo”, afirmou Skerrit.

Lula recebeu nesta segunda, em Brasília, chefes de Estado e representantes de 14 países caribenhos. Segundo o presidente, o Brasil “perdeu tempo” nas últimas décadas tentando se relacionar apenas com países desenvolvidos, em vez de ampliar as relações comerciais com nações em desenvolvimento.”

(Portal G1)

Presidente da Associação dos Magistrados do Ceará esclarece nota do Blog

Do presidente da Associação dos Magistrados do Ceará, Mrcelo Roseno, recebemos a seguinte nota de esclarecimento, que rebate informação do presidente do Sindicato dos Servidores do Podr Judiciário, Roberto Eudes, acerca de ameaça de corte de ponto na Comarca de Sobral. Confira: 

Caro Eliomarde Lima,

A propósito do post lançado no Blog, dando conta da revolta de servidores em greve diante de suposta ameaça de corte do ponto, esclareço que de acordo com previsão da Lei Orgânica da Magistratura e mediante deliberação unânime do Pleno do Tribunal de Justiça estou afastado das funções (e não apenas da Comarca de Sobral) desde o início de fevereiro último, quando assumi a Presidência da Associação Cearense de Magistrados, fato que é de conhecimento público, inclusive com publicação de ato do Diário da Justiça.

Assim, não determinei (e nem poderia) o corte de ponto de quem quer que seja. A sua fonte, no caso, pecou por desinformação e precipitação.  

Lamento que as providências acerca do plano de cargos dos servidores tenham desembocado em mais uma greve, a segunda em menos de um ano, situação que retarda o andamento dos processos e prejudica a população e espero que soluções sejam alcançadas com a máxima brevidade.

Cordial abraço,

Marcelo Roseno.

Missa lembrará José do Tomé em área ocupada pelo MST em Fortaleza

O líder comunitário José Maria Filho (42), o “José do Tomé”, assassinado na última semana com 19 tiros em Limoeiro do Norte (Vale Jaguaribano), será lembrado nesta quarta-feira, às 17 horas, pelos movimentos sociais ligados à luta da terra. Haverá a celebração da Missa da Ressurreição por sua alma no acampamento do MST, instalado em frente a sede do Incra, em Fortaleza.

O objetivo da celebração é denunciar a situação dos assentamentos do Estado e cobrar apoio, em forma de crédito, ao Governo do Estado. Durante a missa, haverá também cobranças por uma rigorosa apuração, segundo lideranças rurais.

José do Tomé lutava na região da Chapada do Apodi por melhores condições para trabalhadores da área e apelava sempre por regularização fundiária. Tame era contra o uso de agrotóxicos pulverizados por aeronaves no perímetro irrigado.

Em nota para este Blog, assinam o ato:

Cáritas Regioinal-CE

Diocese de Limoeiro do Norte

Núcleo Tramas – UFC

Fafidam – Uece

Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST)

Fórum Cearense pela Vida no Semiárido (FCVSA)

Fórum Cearense do Meio Ambiente (Forcema)

Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH)

Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) 

Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares (Renap).

Missa pelos dois anos sem Demócrito é marcada por uma "saudade gostosa"

Um encontro de amigos para matar a saudade. Eis o clima que prevaleceu durante a missa que, nesta noite de segunda-feria, na Igreja do Cristo Rei, em Fortaleza, lembrou o segundo aniversário de morte de Demócrito Dummar que, por cerca de 40 anos, comandou o Grupo de Comunicaçao O POVO.

Os herdeiros de Demócrito Dummar.

Quem apareceu? Velhos amigos, empresários, artistas, gente da mídia e lideranças de vários segmentos que abraçaram familiares representados, no ato, por Wânia Dummar, a viúva, e a filha, a jornalista Luciana Dummar, Presidente do O POVO, com seu marido, André Azevedo. Estes ladeadas por demais filhos e parentes  de Demócrito. Neles não mais um semblante de tristeza. “A gente vive hoje uma saudade gostosa”, disse um dos parentes.

Os padres José Sales e Haroldo Coelho presidiram o ato, tendo a participação do pastor evangélico e amigo da família, Munguba Neto. Tudo sob o ritmo de belas canções interpretadas por Aparecida Silvino e Gustavo Serpa. Edson Ventura e João Soares Neto puxaram o grupo dos empresários presentes à celebração. Entre políticos no ato,  o deputado federal José Pimentel (PT) e o ex-presidente nacional do PMDB, Paes de Andrade. Lideranças de entidades da sociedade civil e membros do Governo também conferiram a missa bem concorrida. 

Ao final da celebração, a mensagem da família, que veio por meio das palavras emocionadas de Waldemar Menezes, o editorialista do O POVO. Ele falou da convivência diária com Demócrito, do aprendizado e da maneira humana com que ele pedia para abordar temas em seu jornal. O padre Haroldo Coelho, em rápida homilia, destacou Demócrito pelo aspecto democrático. “Ele abria seu jornal para os movimentos populares”, destacou, enquanto padre José Sales definiu Demócrito como o “bom pastor” –  aquele capaz de dar a própria vida por suas ovelhas.

(Fotos – Paulo Moska)

De Serra sobre Ciro: "Sapo de fora não chia"

“Em entrevista ao apresentador José Luis Datena, do programa “Brasil Urgente”, da TV Bandeirantes, o pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, defendeu, nesta segunda-feira, 26, o endurecimento das leis criminais e pediu a revisão da progressão de pena. Segundo ele, bandido deve ser combatido com dureza.

“Sou a favor dos direitos humanos. Mas, bandido tem que ser combatido e enfrentado com dureza. O governo tem que peitar dentro do Congresso e chamar a opinião pública para apoiar”, afirmou o tucano.

É a segunda vez em dois meses que o ex-governador de São Paulo dá uma entrevista ao apresentador. Na última semana, Datena conversou com a pré-candidata do PT, Dilma Rousseff.

Perguntado sobre a saída do deputado Ciro Gomes (PSB) da disputa presidencial, Serra preferiu não comentar. “Sapo de fora não chia. Isso aconteceu dentro da aliança deles. Claro que eu prefiro que o Ciro fale bem de mim do que o contrário. Mas eu preferi não opinar nisso, porque eu não sei os desdobramentos.”

O tucano disse que a disputa eleitoral deste ano é com Dilma e não com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O pré-candidato lembrou sua experiência de oito eleições disputadas.

Serra voltou a defender o mandato de cinco anos sem reeleição, e disse que não irá acabar com o Bolsa Família. “Eu não sou trouxa. Eu sei governar. Se você for para o governo fazer picuinha com quem foi antes, você prejudica a população”, declarou.

O ex-governador preferiu não comentar as criticar do pré-candidato petista ao governo Aloizio Mercadante sobre as enchentes em São Paulo. Segundo ele, as enchentes foram uma calamidade natural.

“Responder ao Mercadante é um atraso de vida. Eu não sou candidato a governador, e ele é. Ele vai ficar falando, falando”, disse.”

(OPOVO Online com Folha Online)

Secretário discute "greve branca" da PM

O secretário Roberto Monteiro (SSPDS) avalia, a partir das 9h30min desta terça-feira, na sede da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), no bairro São Gerardo, o que ele próprio classifica como “greve branca” da Polícia Militar. Isso ocorrerá durante reunião do Conselho Superior da Segurança Pública do Estado. 

Parte dos policiais do programa Ronda do Quarteirão paralisou as atividades nesta segunda-feira, ao alegar que a documentação das viaturas não estaria legal. Outros policiais deverão continuar nos quartéis nesta terça-feira, diante de uma provável desqualificação na condução de camionetas Hilux. Há resolução do Contran que exige habilitação especial para quem dirige carro de emergência (policia, ambulância).

Toda essa movimentação tem por objetivo pressionar o Governo do Estado a aderir à PEC 300, que melhorias salariais para os policiais militares de todo o País.

Dois PMs e três agentes penitenciários indiciados por fuga de presos em presídio de Itaitinga

A Polícia Civil indiciou dois policiais militares e três agentes penitenciários pela fuga de seis presos, no dia 21 de fevereiro último, da Casa de Custódia de Itaitinga, na Região Metropolitana. De acordo com o diretor do Departamento de Polícia Especializada, delegado Jairo Pequeno, também presidente do inquérito, houve facilitação na fuga. Um dos presos morreu no local, enquanto cinco fugiram. Atualmente, somente um se encontra foragido. O inquérito foi remetido hoje para o Ministério Público Estadual, mas sem pedido de prisão preventiva.

Homem armado é preso ao tentar se aproximar de Obama

“Um homem comparecerá nesta segunda-feira, 26, ante uma corte dos Estados Unidos por ter sido flagrado armado em um aeroporto local, esperando ver o presidente Barack Obama deixar o Air Force One, o avião presidencial.

Agentes da polícia e do serviço secreto confrontaram o homem, identificado como Joseph McVey, de Ohio (norte do país) no domingo, depois de ele sair de um carro com sirenes e luzes ao estilo policial, informou um comunicado do aeroporto regional de Asheville.

Funcionários perguntaram a McVey o que fazia ali e ele respondeu que ficara sabendo da presença do presidente na cidade. “Disse que queria ver o presidente”, completou o comunicado.

Segundo o setor de segurança do aeroporto, as autoridades locais trabalhavam junto com funcionários federais para investigar a possibilidade de o homem ter algum vínculo terrorista. ”

(AFP)

Temer cancela visita ao Ceará

O presidente nacional do PMDB e presidente da Câmara dos Deputadoas, Michel Temer (SP), não vem mais ao Ceará como estava previsto. Agenda de última hora em São Paulo teria sido o motivo.

Aqui, Temer viria prestigiar  a posse de Danilo Forte como presidente da Fundaçao Ulysses Guimarães, regional do Ceará, no lugar de Carlos Guálter. A informação é de Danilo Forte.

Bom lembrar que,  em entrevista à Redetv, Ciro Gomes, o ainda presidenicável do PSB, bateu duro no PMDB e qualificou muitos do partido de “ajuntamento de assaltantes”. Temer seria o chefe.

Líder do PMDB evita polemizar sobre críticas de Ciro e diz que quer vê-lo no palanque de Dilma

Henrique Alves (3º) é recepciondo no aeroporto.

O líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Alves (RN), afirmou, nesta segunda-feira, em Fortaleza, o desejo de ver Ciro Gomes, virtual presidenciável do PSB, apoiando a pré-candidata a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), para “vermos um palanque de qualidade para mostrar ao Brasil o porquê essa  administração merece continuar”. Em sua avaliação, a saída de Ciro do páreo sucessório “beneficia o Governo Lula”, que terá chances de ter continuidade e de poder ser comparado à era do PSDB.

Henrique Alves não quis comentar críticas feitas por Ciro Gomes ao seu partido, durante entrevista à Redetv, nesta madrugada de segunda-feira, qundo o ainda presidenciável definiu o PMDB como “ajuntamento de assaltantes”. Ele avisou logo : “Eu não vi. Não posso falar do que não vi” e evitou polêmica. Alves veio à Capital cearense para prestigiar a posse do ex-presidente da Funasa, Danilo Forte, como presidente da Fundação Ulysses Guimarães no Ceará, o que ocorrera às 17 horas, no Hotel Oásis Atlântico. Danilo é também pré-candidato a deputado federal pelo PMDB.

Sobre Michel Temer para vice de Dilma, o líder peemedebista afirmou que essa questão está mais do que resolvida, dentro do objetivo de dar continuidade ao modelo Lula e aprimorar tudo com Dilma Rousseff, a quem definiu como “muito preparada”. Ele aproveitou para assegurar que Dilma, ao contrário dos que duvidam de sua competência, “fará melhor ainda com o aprendizado que teve com o Governo Lula, porque foi gestora dos grandes projetos e adquiriu grande experiência do que v iu pelo Brasil. Fará muto melhor”.

“Eu tenho muita esperança na Dilma, sobretudo porque ela terá ao lado dela o Michel Temer como vice-presidente”, reforçou Henriqu Alves, que foi recebido no aeroporto por Danilo Forte e pelos empresários GaudêncioLucena, da executiva estadual do PMDB, e Carlos Guálter, que passará o comando estadual da Fundação Ulysses Guimarães para Forte. Michel Temer é aguardado para o ato.

(Foto – Paulo Moska – registrando Gaudêncio Lucena, Carlos Guálter, Henrique Alves e Danilo Forte)