Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

CCJ do Senado aprova PEC que restabelece diploma de jornalista

“Foi aprovada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 33/09, de autoria do senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), determinando que a profissão de jornalista seja privativa do portador de diploma de curso superior de jornalismo. A matéria segue para deliberação no Plenário.

A matéria foi acolhida na CCJ com emendas do relator, senador Inácio Arruda (PCdoB-CE). De acordo com o texto aprovado, a profissão de jornalista deve ser privativa de portador de diploma de curso superior de jornalismo, cujo exercício será definido em lei. A regra é facultativa ao colaborador – aquele que, sem relação de emprego, produz trabalho de natureza técnica, científica ou cultural, relacionado à sua especialização.

A exigência do diploma não é obrigatória para aquele que comprovar o efetivo exercício da profissão ou para jornalistas provisionados (os que não têm diploma em jornalismo, mas obtiveram registro por terem sido contratados por empresa jornalística em município onde não há curso específico).

(Agência Senado)

DETALHE – O senador tucano Tasso Jereissati, membro da CCJ, disse sim à aprovação da matéria.

IJF convoca mais 107 concursados

O Instituto Doutor José Frota (IJF), a maior emergência do Ceará, está convocando 25 médicos, 22 enfermeiros e 60 técnicos de enfermagem aprovados no último concurso público do órgão. São 107 novos profissionais, segundo edital de convocação divulgado nesta quarta-feira pela assessoria de imprensa do hospital.

Os técnicos de enfermagem devem comparecer ao Hospital até sexta-feira, enquanto os demais profissionais terão até o 18 deste mês para prepararem a documentação e se apresentarem ao trabalho.

SERVIÇO

A lista dos convocados e a relação dos documentos que precisam ser apresentados podem ser confirmadas na Divisão de Pessoal do IJF (Divipe), pelo telefone 3255-5156.

Orçamento da Prefeitura começa a tramitar na Câmara Municipal

orlçamento

Comissões técnicas iniciaram as discussõs.

Em tramitação nas comissões conjuntas da Câmara Municipal – Legislação, Justiça e de Cidadania e de Orçamento, Finanças, Controle e Fiscalização – a mensagem da prefeita Luizianne Lins (PT) que trata do Orçamento 2010. A estimativa de gastos e investimntos é de R$ 3,856 bilhões.

Os vereadores Walter Cavalcante (PHS) e Eliane Novais (PSB), respectivamente presidentes das comissões de Orçamento e Legislação, reuniram-se com o vereador Acrísio Sena (PT), líder da prefeita na Casa. Ficou acertado que o secretário de Planejamento do Município, Alfredo Pessoa, estará na Câmara para, nesta quinta-feira, expor detalhes da proposta de Orçamento, inclusive acerca dos projetos de emendas.

Não há definição de um prazo, mas as comissões de Legislação, Justiça e de Cidadania e de Orçamento, Finanças, Controle e Fiscalização querem ter um quadro das emendas ao orçamento até sexta-feira para discutir com o secretário Alfredo Pessoa e, em seguida, confirmar as emendas individuais e coletivas. A matéria contempla projetos estruturantes da Copa 2014, pois Fortaleza é subsede.

(Foto – Câmara Municipal)

Sem chá de arruda – Câmara Distrital é invadida por manifestantes

“Um grupo de cerca de 200 pessoas ocupa neste momento o plenário da Câmara Legislativa em protesto contra o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), e os deputados distritais envolvidos no inquérito da Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal.

Outras 200 pessoas estão do lado de fora, acompanhando discursos de sindicalistas e militantes de partidos de esquerda, que pedem a saída do governador. Um estudante, com nariz de palhaço, está dentro de um caixão, colocado em frente à mesa principal da tribuna.

O ato reúne estudantes, sindicalistas e trabalhadores que fazem parte do movimento “Fora, Arruda”. A manifestação começou por volta das 14h30, quando dirigentes do Partido dos Trabalhadores e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Distrito Federal protocolavam pedidos de impeachment do governador.

Depois de terem sua entrada barrada pelos seguranças, os manifestantes quebraram uma porta de vidro e o detector de metais localizados na entrada da Casa. Cerca de 50 estudantes subiram nas mesas, gritando palavras de ordem contra o governador e os deputados distritais. Na invasão, um segurança ficou ferido.

O presidente do diretório regional do PT, o ex-deputado Chico Vigilante, que protocolou o pedido de impeachment feito pelo partido, condenou a ocupação. “A ocupação foi um desserviço. Nós nunca quebramos nada. Isso é dar pretexto para outros dizerem que o movimento está errado”, afirmou Vigilante ao Congresso em Foco.” 

(Congresso em Foco)

Câmara retoma sessão para votar Pré-sal

“Com o encerramento da sessão do Plenário às 15 horas, não foi possível votar a Medida Provisória 470/09, que tranca a pauta de votações. Uma nova sessão começou, e as votações devem ser retomadas tão logo haja o registro de presença do quorum de 257 deputados. A MP autoriza a União a transferir à Caixa Econômica Federal R$ 6 bilhões em títulos públicos.

Com uma nova sessão, os requerimentos e votações nominais feitos pela manhã deverão ser repetidos, numa manobra de obstrução dos partidos de oposição para impedir a votação dos projetos do pré-sal.

Em relação aos projetos do pré-sal, o governo pode ceder mais royalties a estados e municípios não produtores de petróleo. Após mais uma tentativa de acordo para votar os projetos que definem o novo regime de exploração do petróleo na camada pré-sal (2502/07 e 5938/09), o relator, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), aceitou fazer novas alterações no texto que será votado pelo Plenário.

De acordo com o líder do PSB, deputado Rodrigo Rollemberg (DF), que participou das negociações ontem, o governo pode abrir mão de um percentual da participação especial – o imposto cobrado pela exploração já existente – no regime de concessão.

“Nós estamos avançando nas negociações em relação à participação especial, garantindo 10% aos estados não produtores e 5% aos municípios não produtores, que hoje não recebem nada. O líder do governo aceitou que o relator inclua a mudança no relatório e vai consultar o presidente Lula sobre o acordo. De qualquer maneira, o relator está disposto a colocar e se houver a concordância dos demais parlamentares, nós vamos aprovar a proposta dessa forma”.

O substitutivo do deputado Henrique Eduardo Alves propõe novas regras para a divisão dos royalties das áreas que serão licitadas no futuro. Pelo texto, 25% dos royalties ficarão com estados produtores e 6% com municípios produtores. Os demais municípios e estados, segundo os critérios dos fundos de participação, receberão 22% cada.

Bancadas de estados não produtores, principalmente do nordeste, queriam, no entanto, parte dos royalties das áreas já licitadas do pré-sal, o que motivou as negociações de ontem.”

(Agência Câmara)

Bancada nordestina e Conselho Federal de Contabilidade discutem reformas do País

A bancada federal do Nordeste foi convidada para uma reunião, no próximo dia 8, com a direção do Conselho Federal de Contabilidade, em Brasília. O objetivo é discutir projetos do interesse da categoria e que tramitam no Congresso Nacional. Nessa lista,questões profissionais e também reformas tribuária e trabalhista.

O encontro ocorre por sugestão dos presidentes dos Conselhos Regionais de Contabilidade de Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe e do Conselho Federal de Contabilidade, representado pela contadora Maria Clara Bugarim.

Maria Clara aproveitará para apresentar suas despedidas, pois ano que vem assumirá nova direção. Um cearense integrará o comando: Martônio Coelho,que responderá pela presidência da Fundação Nacional de Contabilidade.

Ceará atrai investidores catarinenses do ramo de confecções

ivanbezerra

Doce vida – Ivan Bezerra anuncia investimentos. 

O presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimetno Econômico (Cede), Ivan Bezerra, estará nesta quinta-feira em Florianópolis onde, segundo informa, jantará com um grupo formado pro seis empresários que quer se transferir para o Ceará. Segundo informou, são investidores do setor de confecções.

Ivanm Bezerra adiantou que vem conversando com o grupo há meses e que alguns, inclusive, já iniciaram a fase de instalação em cidades da Região Metropolitana de Fortaleza como é o caso da Malwee, em Pacatuba. Ao todo, esses industrias deverão ofereceru ao Estado 6.700 empregos diretos, quando concluirem o processo de instalação até o fim do primeiro semestre de 2010.

Ivan Bezerra está nesta quarta-feira na Região do Cariri onde, ontem à noite, ao lado do governador Cid Gomes e de vários outros secretários, prefeitos e convidados, circulou no Metrô do Cariri, um veículo leve sobre trilhos que ligará Juazeiro do Norte ao Crato e que, nos próximos seis meses, vai operar sem cobrar passagem.

(Foto – Paulo Moska)

Ciro acha que Serra vai desistir da disputa presidencial

O pré-candidato a presidente da República pelo PSB, deputado federal Ciro Gomes, afirmou, em Fortaleza, estar apostando agora na tese de que o governador de São Paulo e presidenciável tucano José Serra acabe desistindo de postular em 2010. Para Ciro, o tucano tem dado claras sinalizações de que quer mesmo é tentar a reeleição para o Governo, o que seria melhor negócio para seu grupo político e para o PSDB em razão do peso político e eleitoral de São Paulo.

“Eu não tô brincando, não! Acho que ele (Serra) vai desistir porque tem a chance de ser candidato a governador de São Paulo com amplo favoritismo. Enquanto isso, a expectativa de ser candidato a presidente está cada vez mais inviável pra ele”, observou Ciro, adiantando estar trabalhando com essa hipótese. 

Indagado se aposta nessa tese porque avalia que o também tucano Aécio Neves, governador mineiro, teria chances de surpreender, Ciro preferiu afirmar que a “tática dele (Serra) está revelando que, como favorito, ele deve disputar em São Paulo”.

Serra esteve no Ceará na última semana em ritmo de palestras em Fortaleza e em evento do PSDB no município de Canindé,ocasião em que fez questão de declarar seu partido é franco favorito nas eleições em SãoPaulo. Ciro concordou, mas não quis aceitar essa observação como um recado para setores do PSB que o querem disputando o Governo paulista. Ciro já transferiu seu domicílio eleitoral para a Capital paulista.

E para o seu projeto, seria bom a desistência de Serra? Indagou-se, no que o parlamentar reagiu: “Claro que é. Por tudo o quele tem dito!’ Afirmou ainda que a desistência do tucano seria boa para o Brasil principalmente, em razão do projeto implantado por Lula, que vem dando certo e tem aprovação popular.

A desistência de Serra, na análise de Ciro, seria boa também para o mineiro Aécio Neves “e ruim para mim, porque espreme minha candidatura, porque o Aécio ficaria mais viável”. Com tal observação, admitiria então abrir fazer uma cobradinha com o mineiro? Ele reagiu de imediato: “Não é provável essa união porque o PSDB de Aécio faz oposição a Lula”.    

Ciro reiterou, várias vezes, que continua pré-candidato a presidente da República e que com 20% de preferência acha-se em condições de surpreender. Ele aparece em algumas pesquisas à frente da ministra Dilma Russeff, a preferida de Lula para a disputa presidencial. O parlamentar encontra-se em Brasília, mas cumprirá agenda de palestras, no fim de semana, em Maceió (AL) e Cuiabá (MT) . 

PSOL entra com pedido de impeachment de Arruda

“O PSOL entrou com um pedido de impeachment contra o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), na Câmara Legislativa, nesta quarta-feira (2). O pedido do PSOL é o terceiro protocolado na Casa: ontem dois advogados já fizeram pedidos com teor semelhante. 

Ao menos dez deputados (dois deles suplentes), além de Arruda e três secretários do Distrito Federal são suspeitos de participar de pagamento de propinas no governo do DF, esquema investigado pela Polícia Federal.

A oposição do DF e diversos movimentos sociais capitaneados pela CUT (Central Única dos Trabalhadores) farão outro pedido de impeachment na tarde de hoje. Este último será o pedido levado ao plenário pela oposição da Câmara, formada pelo PT e PDT. O PSOL não tem representação na Câmara local.

O pedido necessita da aprovação de 16 dos 24 deputados distritais. A ideia do PT, de acordo com Cabo Patrício, o novo presidente da Câmara após o afastamento de Leonardo Prudente (DEM) – também envolvido no escândalo -, é votar o pedido já nesta quinta-feira.”

(Folha Online)

A história de um buraco teimoso

ruaetodorr1

Alguém aí se lembra desse trecho de rua? Fica no bairro Vila União. Trata-se da rua Teodorico Barroso com a avenida Expedicionários. Há alguns meses, nestre Blog, divulgamos o surgimento de umburaco nessa esquina, que chamou a atenção porque alguém colocou como sinalizador um sofá velho.

Houve o conserto por parte da Prefeitura de Fortaleza mas, agora, como se observa, a coisa não foi feita de forma eficiente. O buraco reapareceu e novo reparo está sendo providenciado.

(Foto – Paulo Moska)

Código Florestal pode vir por MP

“O governo Lula não quer chegar em Copenhague com a discussão do Código Florestal em aberto – e tampouco quer que a discussão se estenda ao longo da campanha eleitoral.

Por isso, decidiu que vai regulamentar a questão por meio de uma medida provisória. A MP, que será editada até quinta-feira que vem, não incluirá anistia a desmatadores e nem reduzirá a reserva legal de qualquer bioma brasileiro – como querem os ruralistas. Mas, para o horror dos ambientalistas, irá permitir compensação de reserva legal em biomas adjacentes. Ou seja, quem desmatou no Cerrado, poderá compensar na Amazônia, por exemplo.”

(Coluna Radar – Veja Online)

Servidores invadem prédio da ABC Card

O clima é de confusão na porta do antigo Banfort (Centro de Fortalza), nesta manhã de quarta-feira. Ali, opera a sede da ABC Card, empresa responsável pela administraçao de consignações no Estado voltadas para servidores públicos.

Um grupo de servidores revoltado com as regras definidas pelo governo no quesito empréstimos via carrtão único, invadiu o prédio. Muitos reclamam não ter mais acesso a empréstimos.

Há informações de que a Secretaria do Planejamento e Gestão ainda não liberou convênio com empresas para que a ABC Card possa fazer as transações em favor de servidores.

Morre Lombardi, o locutor do Sílvio Santos

“Morreu nesta quarta-feira (2) Luiz Lombardi Neto, 69 anos, célebre locutor dos programas de Silvio Santos. De acordo com seu irmão, Reinaldo Lombardi, ele foi encontrado morto pela mulher, Eni, que foi acordá-lo para ir trabalhar.

Ele afirmou também que Lombardi não tinha problemas de saúde e que os médicos ainda não sabem o que pode te-lo levado à morte.

Lombardi trabalhava com Silvio Santos no SBT há mais de 40 anos. Até as 10h, o apresentador ainda não havia entrado em contato com a família. “Acho que ele nem está sabendo”, disse o irmão. De acordo com a assessoria de imprensa do SBT, a notícia pegou todos de surpresa na emissora.

A família, que vive em Santo André, ainda não definiu onde serão realizados o velório e o enterro de Lombardi.”

(Com Agências)

Pré-candidato a governador pelo PR, Roberto Pessoa conversará com Patrícia Saboya

robertopesso

O prefeiteo de Maracanaú e pré-candidato do PR ao Governo do Ceará, Roberto Pessoa, terá encontro nesta quarta-feira, em Brasília, com a senadora Patrícia Saboya (PDT). Ele informou para o Blog que será papo de políticos e, claro, sobre eleições do próximo ano.

Há especulações dando conta de que Roberto Pessoa quer atrair Patrícai para uma ampla aliança de oposição à reeleição do seu ex-cunhado, Cid Gomes (PSB), abrindo para que ela disputasse mais uma vez o Senado.

Roberto não quis confirmar, mas lembrou que Patrícia tem dito sempre que não mais admira Cid Gomes desde o dia em que ele, em detrimento de sua postulação e amizade com ela, resolveu apoiar a reeleição da prefeita Luizianne Lins (PT).

 Na condição de prefeito, ele aproveita para cobrar recursos de custeio para a saúde de Maracanaú e verbas para compra de equipamentos destinados oa futuro Hospital da Mulher da Criança, em fase de construção.

(Foto – Paulo Moska)

Obama estaria decepcionado com política externa de Lula, diz jornal

“Uma reportagem do jornal americano “The Wall Street Journal” afirma nesta quarta-feira que a política externa do Brasil “está decepcionando” o governo do presidente americano, Barack Obama.

Em uma reportagem que examina o que chama de “resistência às suas políticas (dos EUA) para a região”, o diário financeiro diz que a crescente influência brasileira e de outros países na América Latina é um “desafio” para Washington.

“Ao mesmo tempo em que permanece o principal ator na América Latina, o poder dos Estados Unidos é contido por vários fatores, incluindo a ascensão do Brasil como uma potência regional, a influência de uma facção de nações antiamericanas lideradas pela Venezuela e a demonstração de força da China, que enxerga os recursos latino-americanos como chave para o seu próprio crescimento”.

Entre os episódios que, segundo o artigo, puseram o governo Obama em desafino com a região estão Cuba, o uso de bases militares na Colômbia e a crise política em Honduras.

Nesta última, diz o “WSJ”, os países latino-americanos “se ressentiram” de seus laços históricos com os EUA e demandaram inicialmente uma definição de Washington sobre a deposição do então presidente Manuel Zelaya em Honduras.

Quando definiu sua posição, entretanto, os EUA se distanciaram de grande parte da América Latina, incluindo o Brasil.

“A divisão é um dedo na ferida das relações com a região”, sustenta o “WSJ”. “Washington ficou especialmente aborrecido com a visita do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, ao Brasil como parte de um giro no qual também visitou a Venezuela e a Bolívia, e recebeu apoio para seu polêmico programa nuclear.” Para o jornal, “a ascensão do Brasil como potência hemisférica está se tornando um desafio e – em termos de política externa – uma decepção para o presidente Barack Obama, que, como George W. Bush, desenvolveu um relacionamento próximo com o carismático presidente Luiz Inácio Lula da Silva”.

A reportagem avalia que “a América Latina está profundamente dividida entre nações pró-EUA, como México, Colômbia e Peru, e um bloco de países populistas que inclui Venezuela, Bolívia, Equador e Nicarágua. Chávez às vezes também encontra aliados na Argentina e no Brasil”.

Na avaliação do “The Wall Street Journal”, outra razão para o menor peso dos EUA na região é a presença cada vez maior da China, que “está financiando a estatal brasileira de petróleo (Petrobras) em US$ 10 bilhões”.

(BBC Brasil)

Arruda diz que Roriz quer vencê-lo no tapetão

arruda

“O escândalo que desmontou o governo, devastou a credibilidade da Câmara Legislativa e expôs o Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) com a divulgação de imagens de políticos escondendo maços de dinheiro tem um maestro na visão do principal alvo da Operação Caixa de Pandora. Para o governador José Roberto Arruda (DEM), o responsável por sua derrocada é o seu principal adversário político: o ex-governador Joaquim Roriz (PSC). Arruda afirma que Durval Barbosa gravou vídeos, manipulou imagens e até pode ter corrompido empresários com objetivo de construir uma trama com força para tirá-lo do poder e ganhar as eleições de 2010 no “tapetão”.

Arruda admite que manteve em seu governo um aliado com 32 processos na Justiça por supostos desvios de recursos públicos, a quem considerava um amigo e um “excelente articulador”. Apesar dos rumores no meio político em Brasília, o governador nega que tenha passado três anos sendo chantageado por Durval. Disse que só soube da existência do vídeo em que aparece recebendo dinheiro há pouco tempo, quando, então, orientado pelos advogados teria exigido que o secretário registrasse o recebimento dos comprovantes da compra de panetones, versão que sustenta para explicar o destino dos recursos.

Sobre o conteúdo da gravação ocorrida em 21 de outubro com o monitoramento da Polícia Federal, Arruda parece confuso. Não se lembra de detalhes e apenas acredita que quando se referia a números, não falava de propina para aliados, mas tratava de pedidos de empregos em administrações regionais do governo. Na visão do governador, tudo tem explicação. O problema maior é explicar a pessoas como a mãe dele, em Itajubá (MG), a imagem da sacola de dinheiro.

Depois de tudo o que veio à tona, a operação da Polícia Federal, as acusações de corrupção e os vídeos, o senhor enxerga uma saída?

O problema é grave e ele tem que ser compreendido em três frentes distintas. A jurídica, a política e a mídia. Na questão jurídica, os meus advogados, Dr. Gerardo Grossi, Nabor Bulhões e (José Eduardo) Alckmin me tranquilizaram muito. Não há nos autos, ao que se conhece até agora, nada que possa me incriminar. Nenhuma ação minha que possa ser entendida como dolosa. Há duas questões fundamentais atribuídas a mim: na época do Natal de 2004 ou de 2005, aí eu não me recordo bem, houve a gravação dele (Durval) me entregando dinheiro.

Como explicar o vídeo em que o senhor aparece recebendo dinheiro do seu ex-secretário de Relações Institucionais Durval Barbosa?

Todo final de ano, eu faço programas sociais, visito creches, asilos, as periferias das cidades, levo cestas básicas, panetones, o que virou piada até, mas eu faço isso. E vários empresários doam também, o Carrefour doa, pessoas físicas e jurídicas. Ele me fez nesse dia uma doação de livre e espontânea vontade. Não fez apenas naquele ano, fez em outros anos também. Por que gravou? Não sei. Já com alguma má fé naquela época, talvez. Mais tarde fui alertado desses problemas, fiz um registro oficial ao Tribunal Regional Eleitoral não apenas com a doação dele, mas com a doação de todos aqueles que durante 10 anos de uma maneira ou de outra contribuíram nas minhas campanha sociais. Entendem os meus advogados que, embora a imagem seja forte, horrível, de qualquer maneira juridicamente eu estou coberto.

O senhor explicou a fúria de Durval para ter denunciado o senhor. Existe alguém por trás do Durval?

Tem muitas coincidências aí. O Dr. Durval faz essa denúncia à Justiça no dia 17 de setembro, um dia depois que o ex-governador Roriz saiu do PMDB. Nos dias que antecederam a ação da PF, o ex-governador falou no jornal Entrelagos, no jornal Hoje em Dia, e falou num jantar (com jornalistas) que algo muito grave iria acontecer. Ora, parece-me claro que o ex-governador estava informado da ação da Polícia Federal. Uma coisa que também me causa certa estranheza é que ele (Durval) foi oito anos gestor de uma verba milionária no governo Roriz, R$ 500 milhões por ano, durante oito anos. Se você verificar os vídeos, que são estarrecedores e que estão aparecendo na televisão, a grande maioria deles se refere a este período do governo Roriz, não do meu, onde ele efetivamente manipulava grande quantidade de dinheiro como se vê agora. Que que eu tenho com isso? Será que se eu tivesse mantido ele presidente da Codeplan e se eu não tivesse feito um corte de R$ 300 milhões na informática, será que ele teria feito tudo isso? Ou será que ele estaria feliz comigo?

O senhor identificou que várias das pessoas que estão nas gravações também são seus aliados?

Pelo que se sabe hoje, ele filmava todo mundo, então parece que nessa distribuição farta de fitas há uma seleção. De vez em quando ele coloca lá um (Júnior) Brunelli para disfarçar, mas as outras pessoas são ligadas a mim. Quer dizer, mas mesmo aquelas que hoje são ligadas a mim com fitas que foram feitas no governo Roriz. O mais interessante, ainda não apareceu nenhuma fita dos oito anos que ele foi do governo Roriz com as pessoas ligadas ao Roriz. E como o Roriz antecipou para os jornais a bomba que se abateria sobre Brasília, desculpa, mas eu não tenho como não reconhecer que eu não fiz isso sozinho. E aí é o grande problema que sempre me alertaram. Como eu herdei pessoas do governo Roriz, a maioria delas têm sido muito leal a mim e têm feito um trabalho muito correto. Infelizmente, eu herdei também coisas ruins.”

(Correio Braziliense)

Oficiais de Justiça ameaçam nova greve

O Sidicato dos Oficiais de Jutiça do Ceará marcou para sexta-feira próxima, a partir das 14 horas, uma nova assembleia geral. Revoltada, a categoria dicutirá novas ações para pressionar a presidência do Tribunal de Justiça para que tenha implantado seu novo plano de cargos, carreiras e salários.

A assembleia geral ocorrerá no auditório do Fórum Clovis Bevilaqua. Os oficiais de justiça, que já paralisaram atividades neste semestre, não descartam cruzar os braços novamente.