Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Mega-Sena paga R$ 22 milhões neste sábado

O concurso 2.171 da Mega-Sena paga na noite deste sábado (20) um prêmio de R$ 22 milhões, segundo estimativa da Caixa Econômica Federal. O sorteio ocorre às 20 horas, em São Paulo, e as apostas podem ser feitas até as 19 horas, ao preço mínimo de R$ 3,50.

Já a Quina voltou a acumular e paga um prêmio de R$ 1,4 milhão, de acordo ainda com a estimativa da Caixa. A aposta mínima custa R$ 1,50.

Na noite dessa sexta-feira (19), os números sorteados da Quina foram: 04 – 38 – 48 – 56 e 68. As 88 apostas com quatro acertos receberão R$ 4,1 mil, cada.

Proposta susta Política Nacional de Alfabetização

O Projeto de Decreto Legislativo 123/19 susta a Política Nacional de Alfabetização (PNA) do governo Bolsonaro. A política foi instituída pelo Decreto 9.765/19.

Um dos princípios da política é a ênfase no ensino de seis componentes para a alfabetização: consciência fonêmica, instrução fônica sistemática, fluência em leitura oral, desenvolvimento de vocabulário, compreensão de textos e produção escrita.

A proposta do líder do Psol, deputado Ivan Valente (SP), é subscrita pelos demais nove integrantes do partido e tramita na Câmara dos Deputados.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), mais de 5,76 milhões de crianças estavam matriculadas no ciclo de alfabetização (1º e 2º anos de ensino fundamental). Desse total, 3,83 milhões (66%) em escolas públicas municipais. “A responsabilidade de alfabetizar nossas crianças não é federal, majoritariamente é municipal e parcialmente do setor privado”, disse Valente.

Segundo o parlamentar, o decreto fere a autonomia entre os entes federados. “O decreto tenta impor a todas as escolas, públicas e privadas, uma única opção metodológica.”

A proposta será analisada pelas comissões de Educação e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois, seguirá para o Plenário.

(Agência Câmara Notícias)

Ex-goleiro Bruno sai da prisão e vai para regime semiaberto

320 2

A Justiça de Minas Gerais decidiu nessa sexta-feira (19) conceder regime semiaberto domiciliar ao ex-goleiro Bruno Fernandes, condenado pelo homicídio de Elisa Samudio em 2010. A decisão foi proferida pelo juiz Tarciso Moreira de Souza, da Vara de Execuções Penais de Varginha (MG). Bruno deixou a prisão no fim da tarde.

Em 2013, Bruno foi condenado a 20 anos e nove meses pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, sequestro e ocultação de cadáver. Conforme a sentença, Bruno foi apontado como autor do assassinato de Eliza, com quem teve um relacionamento e um filho. Ela desapareceu em 2010, aos 25 anos, e foi considerada morta pela Justiça. Na época, o goleiro jogava no Flamengo.

Bruno ganhou direito ao benefício após ter cumprido o tempo necessário para progressão da pena, conforme está previsto na Lei de Execuções Penais (LEP). Ele estava preso desde 2010.

Pela decisão do juiz, o ex-goleiro deverá trabalhar durante o dia e retornar para casa à noite. Ele também está proibido de sair de casa entre as 20h e as 6h, além de frequentar bares e boates.

A decisão do juiz foi viabilizada após a segunda instância da Justiça de Minas ter retirado da ficha prisional de Bruno uma falta grave por uso de celular dentro da prisão. Com a suspensão dos efeitos da punição, o ex-goleiro passou a ter direito ao benefício.

(Agência Brasil)

Segunda Pesquisa Nacional de Saúde começa em agosto

O Ministério da Saúde realizará a segunda edição da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), de agosto a dezembro. O levantamento será feito em parceria com Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e deve alcançar mais de 108 mil residências em todo o país.

Realizada a cada cinco anos, a pesquisa vai subsidiar a pasta com informações que possibilitem a formulação e o aperfeiçoamento de políticas públicas. O trabalho envolverá cerca de 1,2 mil entrevistadores, que passarão por 3,2 mil municípios de todos os estados e regiões do país, de áreas urbanas e rurais. Eles estarão uniformizados com colete e crachá de identificação do IBGE.

Segundo o Ministério da Saúde, os dados da PNS serão usados para elaborar ou aperfeiçoar ações e políticas na área de Atenção à Saúde, como o Programa Nacional de Controle do Tabagismo, a Estratégia de Saúde da Família e o programa Farmácia Popular do Brasil. A pesquisa será feita por amostragem com os moradores das residências sorteadas.

Aos entrevistados, serão feitas perguntas sobre as características do domicílio e sobre educação e rendimento, além da situação de saúde dos residentes, como estilo de vida, doenças crônicas não transmissíveis, saúde da mulher, do homem, da criança, do idoso e da pessoa com deficiência, entre outros.

Entrevista

A primeira edição da PNS foi em 2013. Na segunda edição, os entrevistadores seguirão três etapas. A entrevista levará, em média, 30 minutos para ser concluída, mas esse tempo poderá variar de acordo com o perfil do entrevistado.

Haverá perguntas sobre o domicílio (como bens e presença de animais domésticos) e seu entorno (rede de esgoto, coleta de lixo etc), sobre os moradores (aspectos gerais como educação e rendimentos, saúde dos demais residentes) e sobre um morador específico haverá questionamento detalhado, mais aprofundado, sobre estilo de vida, doenças crônicas – transmissíveis ou não, acidentes, violência, e a coleta de medidas como peso e altura.

(Agência Brasil)

Pré-candidato Carlos Matos debate ideias para Fortaleza, amanhã, no Barroso

116 1

O pré-candidato do PSDB à Prefeitura de Fortaleza, Carlos Matos, irá apresentar ideias à administração municipal, neste sábado (20), a partir das 9h30min, na Associação Comunitária Sítio Estrela de Messejana, no bairro Barroso.

O encontro faz parte do programa Roda de Conversa, do PSDB de Fortaleza, que já recebeu o pré-candidato nos bairros Conjunto Palmeiras, Granja Portugal e Montese.

“Queremos conhecer os anseios do povo, em especial, o modo como enxergam o que tem sido feito pela melhoria de vida deles nos bairros”, disse Carlos Matos. “Vamos debater ideias e experiências para transformar as demandas em propostas que possam ser incorporadas de forma efetiva por qualquer gestão bem intencionada”, completou.

(Foto: Arquivo)

Os “Paraíba” – Governadores do Nordeste cobram explicação do Planalto sobre declaração de Bolsonaro

1446 13

Em carta à imprensa, os governadores nordestinos cobram explicações do Palácio do Planalto acerca das declarações do presidente Jair Bolsonaro, que mais cedo – sem perceber que estaria sendo gravado – chamou o Nordeste de “Paraíba” e disse que “dos governadores de ‘Paraíba’, o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”. Confira:

Nós governadores do Nordeste, em respeito à Constituição e à democracia, sempre buscamos manter produtiva relação institucional com o Governo Federal. Independentemente de normais diferenças políticas, o princípio federativo exige que os governos mantenham diálogo e convergências, a fim de que metas administrativas sejam concretizadas visando sempre melhorar a vida da população.

Recebemos com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República, transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais, durante encontro com a imprensa internacional.

Aguardamos esclarecimentos por parte da presidência da República e reiteramos nossa defesa da Federação e da democracia.

(Foto: Arquivo)

Larissa Gaspar recebe as boas vindas de Haddad e Boulos

O candidato do PT ao Palácio do Planalto nas eleições do ano passado, Fernando Haddad, destacou a filiação ao PT da vereadora de Fortaleza, Larissa Gaspar. “Sempre digo que a boa filha à casa volta”, ressaltou Haddad. “Todo mundo tem defeito, nós também temos. Agora, nós estamos ao lado do povo. (…) E estar com você (Larissa), saber que você está conosco, só nos dá garra para irmos às ruas e lutarmos por direitos”, destacou Haddad.

“A nossa filiação ao Partido dos Trabalhadores representa a reafirmação do nosso compromisso de luta por uma Fortaleza com mais justiça social. Agradecemos ao companheiro Haddad pela força”, agradeceu Larissa.

Já o também candidato ao Palácio do Planalto nas últimas eleições, Guilherme Boulos (Psol), igualmente ressaltou o retorno de Larissa à esquerda.

“Quero falar do meu respeito e admiração pela Larissa Gaspar. Sempre apoiando os movimentos sociais e também contra o golpe e a prisão injusta do Lula”, apontou Boulos, ao lembrar que recebeu o título de cidadão de Fortaleza, por meio de requerimento de Larissa.

“Muito bom lutar ao lado desse grande amigo e guerreiro defensor do povo brasileiro. Nosso respeito e admiração pelo companheiro Guilherme Boulos e pelo MTST, com certeza continuaremos juntos na luta em defesa do nosso povo, contra as mentiras, preconceitos e retrocessos desse desgoverno. Agradeço as suas palavras diante da minha escolha por retornar ao Partido dos Trabalhadores, você está certo, PT, PSOL e os movimentos sociais têm um papel fundamental na reconstrução da luta democrática e popular do nosso Pais”, observou a vereadora de Fortaleza.

(Foto: Reprodução)

Sefaz inicia inscrição virtual de contribuintes a partir de agosto

Fernanda Pacobahyba está à frente da Sefaz/Ceará.

A Secretaria da Fazenda confirma para agosto a inscrição estadual online para os contribuintes. A medida virá para as empresas através do Portal de Serviços do Integrador Estadual, gerido pela Junta Comercial do Ceará.

Isso será possível por conta da integração do sistema à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Contribuintes (Redesim), o que promete agilizar processos.

Esse servio virtual deve evitar deslocamentos até uma unidade da Sefaz para quem vai iniciar o processo de cadastro na Fazenda (CGF). Ou seja, virão redução da burocracia e dos custos.

(Foto – Divulgação)

Montezano: prioridade é abrir caixa-preta do BNDES

O novo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), Gustavo Montezano, disse hoje (19) que sua prioridade é abrir a chamada caixa-preta e dar mais visibilidade à instituição. “Hoje, a credibilidade do banco, a transparência, o patriotismo e a capacidade de prover informações estão sendo questionadas”, disse, em cerimônia de apresentação pública aos funcionários, no auditório da sede do banco, no Rio. Montezano tomou posse nesta terça-fefira (16), em Brasília.

De acordo com Montezano, a estratégia do BNDES tem cinco metas, que foram alinhadas com o Ministério da Economia. A primeira delas é explicar a caixa-preta para a população brasileira. “O banco está sendo atacado. A imagem está extremante questionável. Hoje, questionam a credibilidade do banco, a transparência, o patriotismo, a capacidade do banco de prover informações. Eu diria que isso aqui não é nem a meta um, é a meta zero. A gente precisa virar esta página, então, é dar todas as informações necessárias e explicar tudo que tiver que explicar.”

A segunda meta, informou, é acelerar a venda de participações da carteira da Banespar, empresa de participações do banco, já que o banco atualmente tem cerca de R$ 110 bilhões dessas ações e não há meta ou limite estipulado para a venda.

Outra prioridade é fazer a devolução de recursos do BNDES ao Tesouro Nacional, que tem hoje cerca de R$ 330 bilhões aplicados. “Isso é quase 7% da dívida líquida pública federal. É um número substancial.”

Montezano disse ainda que até o final do ano vai montar um plano plurianual com “orçamento claro de receita e despesas”, repensando a estrutura de capital com metas objetivas de entregas até o fim do mandato do governo Bolsonaro. A última das metas é melhorar a prestação de serviços ao Estado brasileiro.

“O principal desafio da política econômica corrente é desfazer o estrago que foi feito antes”, afirmou, ao destacar o crescimento excessivo do Estado, que se tornou empresário e endividado. Para ele, governos anteriores “exageraram na dose.”

“Temos 30 milhões de pessoas sem emprego no Brasil. Não são um milhão, dois, dez milhões. São 30, vou repetir gritando, 30 milhões de pessoas no desemprego no Brasil. A gente tem que estar revoltado com isso. Não podemos nos acostumar com o absurdo, assim como não pode se acostumar que pessoas vivam com esgoto. A gente tem que voltar a se revoltar com esse cenário revoltante. Hoje o cenário do nosso país é trágico e a gente não tem outra chance”, disse, em referência à mão de obra subutilizada na economia.

“Precisamos desalavancar o Estado, reduzir a participação do Estado na economia, tornar o Brasil mais produtivo. No mundo moderno, sem barreira de competição, se não tivermos produtividade, ficaremos para trás. Isso é o que o BNDES vai fazer. O banco vai transformar o Brasil”, destacou.

“O banco não deve competir com o setor privado, que já oferece o serviço de forma eficiente. O dinheiro público tem que ser empregado onde não está sendo oferecido”, ressaltou.De acordo com Montezano, o BNDES vai assessorar o estado brasileiro em privatizações, concessões e reestruturação financeira. No crédito, vai atuar onde não há participação de capital privado, nas aéreas de saneamento, infraestrutura e, ainda, financiar fábrica de projetos. “Temos que cobrar pelos nossos serviços, porque o banco tem que ser sustentável, mas vamos cobrar o necessário para cobrir nosso custo.”

Na abertura da cerimônia, houve apresentação do coral Pequenas Vozes do Carmelo, projeto social da Província Carmelitana de Santo Elias. O grupo foi criado em 2009 para defender os direitos das crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. As crianças cantaram o Hino Nacional e tiraram fotos com o novo presidente do BNDES.

(Agência Brasil)

Guilherme Sampaio – “O Brasil velho e a máscara da cara nova”

182 1

Com o título “O Brasil velho e a máscara da cara nova”, eis artigo de Guilherme Sampaio (PT), vereador de Fortaleza. Ele bate duro no troca-troca de favores por votos pró-reforma da Previdência. Confira:

A voracidade do capital, movida pela ânsia do lucro incessante, já deu provas de sua ineficácia como propulsora da existência de um mundo justo e sustentável. Também já foi amplamente atestada sua imensa capacidade de adaptação, de encontrar e alargar caminhos que conduzam aos seus objetivos gananciosos. O Capitalismo sempre se reinventou para sobreviver.

Na política não é diferente. Os verdadeiros donos do poder (do dinheiro), salvo exceções, sempre preferiram delegar a terceiros sua condução da política, desde que esta estivesse alinhada aos seus interesses. Em raros casos de excessiva vaidade, ânsia de poder ou mesmo de vocações tardias, vão eles próprios para a linha de frente das disputas. Regra geral, não se expor mostra-se sempre mais vantajoso para os negócios.

Haja vista o desgaste do carcomido sistema político, essas duas características do capital – a ânsia infinita pelo lucro e sua imensa capacidade adaptativa – operam e se expressam, agora, através da voz, da inteligência e do talento de jovens lideranças.

Boa parte delas são selecionadas em processos similares aos de escolha de trainees e executivos de grandes corporações, em movimentos como Acredito, Agora, Renova BR e outros do gênero, todos financiados por grandes empresários.

Neste método, processos de seleção de lideranças são o pontapé inicial para uma capacitação “isenta” de futuros líderes políticos que contarão com o “generoso” patrocínio dos mecenas que anseiam pela tal “nova política”. Tem sido assim que bons garotos têm chegado às câmaras municipais, assembleias e ao Congresso, enfrentando velhas raposas que outrora representaram muito bem os interesses daqueles que agora os financiam.

Não me causa espanto, portanto, o voto majoritário destes novos representantes a favor de uma reforma da previdência que pretende retirar quase R$ 1 bilhão, em 10 anos, de pensionistas, pessoas com deficiência, agricultores, professores, autônomos de baixa renda, entre outros milhares de trabalhadores, para garantir, ao fim e ao cabo, que o Brasil continue igualzinho ao que sempre foi, mas de cara nova.

Portal da Transparência disponibiliza agora lista dos que recebem o Benefício de Prestação Continuada

O Portal da Transparência, mantido pela Controladoria-Geral da União (CGU), ampliou a oferta de serviços. Agora está disponível para consulta do público a lista de pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) em todo o país.

A lista é composta por mais de 4,7 milhões de idosos e deficientes de baixa renda. A iniciativa foi implantada em parceria com o Ministério da Cidadania. Os dados disponíveis são de janeiro até junho deste ano. Nesse período, o governo federal repassou R$ 27,7 bilhões em pagamentos.

De acordo com a CGU, a medida busca fortalecer o controle social. Essa é uma das ações realizadas nos 200 dias de governo que foram apresentadas pela CGU.

O Portal da Transparência é um site de acesso livre, no qual o cidadão pode encontrar informações sobre como o dinheiro público é utilizado e sobre outros assuntos relacionados à gestão pública do Brasil.

Os cidadãos também podem fazer pedidos personalizados. Segundo a CGU, na área de acesso à informação, foram recebidos neste ano 71.514 pedidos. Desses, 94,42% foram respondidos, num prazo médio de 11 dias. Desde 2012, já foram recebidos 768.623 pedidos, com percentual de resposta total de 99,4%. O Painel da Lei de Acesso à Informação apresenta um panorama da implementação da norma no Executivo Federal.

(Com Agência Brasil)

Julho Amarelo – Hora de conscientizar sobre sintomas do sarcoma

O sarcoma, um tipo de câncer que pode acometer os tecidos moles, como músculo, gordura, tecido conjuntivo ou ósseo, normalmente é diagnosticado tardiamente por falta de conhecimento sobre o tema. Os principais sintomas, que são dores no corpo, são comuns a outras doenças e lesões, e exames iniciais, como raio-X, podem não ser suficientes para o diagnóstico.

O conhecimento é o melhor caminho para identificar a doença ainda em suas fases iniciais. Qualquer nódulo do tamanho de uma bola de golfe, aproximadamente 4,3 cm, pouco maior do que uma bolinha de ping-pong, deve ser investigado por um especialista, pois pode ser um sarcoma.

Nos Estados Unidos, a Sarcoma Foundation of America promove a campanha Julho Amarelo, para incentivar o diagnóstico precoce, facilitando o tratamento e aumentando as chances de cura. No Brasil, médicos como a oncologista clínica Veridiana Camargo, especialista em sarcomas ósseos e de partes moles da clínica OncoStar e do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP), explica a importância da campanha para os brasileiros.

“Os sarcomas são diagnosticados já em fases avançadas, porque não discutimos muito sobre o tema. Em crianças e jovens é ainda mais difícil encontrar a causa dos inchaços e dores no corpo, já que costumam ser muito ativas e se machucam brincando. Daí, um nódulo de sarcoma pode ser confundido com uma lesão simples”.

Segundo a especialista, a campanha tem como objetivo principal alertar sobre os tipos e dores e fomentar o diagnóstico precoce para aumentar as chances de cura. “O paciente que está com dor, ou o vê o aparecimento de algum nódulo, do tamanho de uma bola de golfe, que esteja crescendo ou que seja visível, o ideal é que procure um especialista. Não tem nenhum exame preventivo, como a mamografia ou a colonoscopia, então o sarcoma é olhar, ser examinado, isso é o mais importante, e a ressonância e a tomografia vão ajudar depois”.

Existem mais de 50 subtipos de sarcoma. A nomenclatura do tipo de sarcoma depende do tecido em que ele se originou. O lipossarcoma é aquele que se origina no tecido gorduroso; leiomiossarcoma se origina no músculo liso (músculo que fica ao redor das alças de intestino e na parede de vasos sanguíneos); e o rabdomiossarcoma se origina nos músculos estriados (responsáveis pela movimentação do corpo). Os exames principais para o diagnóstico são a tomografia ou a ressonância da região acometida.

Veridiana disse que “80% dos casos de sarcoma são em adultos, acima dos 40 anos, geralmente em partes moles. Já os outros 20% são diagnosticados em crianças e adolescentes, sendo os mais comuns os ósseos, como o osteossarcoma e o sarcoma de Ewing, e os rabdomiossarcomas, que ficam entre músculos e ossos”.

Adolescentes com dores e edemas persistentes na região do joelho merecem uma atenção especial e investigação do caso com raio-X ou outros exames de imagem, o que ajuda no diagnóstico diferencial de tumores ósseos benignos e malignos. “Inchaço abdominal, muitas vezes sem emagrecimento associado, podem também indicar sarcoma. Também é importante ficar atento a sangramento nas fezes associado a anemia, pois pode ser um tumor gastrointestinal”.

A médica explica que como o Brasil é um país com bastante jovens, os sarcomas ósseos tem uma certa incidência. “E os sarcomas relacionados à infância e à adolescência têm uma incidência alta, como o rabdomiossarcoma, os osteossarcoma e entre os de partes moles, nos adultos, tem os leiomiossarcoma e os lipossarcomas”.

A incidência exata desse tipo de câncer no País ainda é desconhecida. O Instituto Nacional do Câncer (INCA) não registra o total de pacientes acometidos por esse tipo de tumor. De acordo com o artigo científico que analisou a incidência de câncer nos cinco continentes, estima-se que a incidência seja de 4 a 6 mil casos ao ano no Brasil. Nos Estados Unidos, o número é ainda mais elevado, são 12 mil casos ao ano.

O tratamento principal é a cirurgia. “O que temos ressaltado nesse Julho Amarelo também é que a cirurgia tem que ser feita por especialista, ou seja, um ortopedista oncológico, ou um cirurgião oncológico, porque precisa ser removida toda a parte de musculatura normal para que esse tumor não volte nesse mesmo lugar. Quando está com mais de 5 centímetros e é considerado agressivo pelo patologista, é importante fazer a radioterapia. Já a quimioterapia a gente discute caso a caso”, explica a especialista.

Famílias com síndromes hereditárias, como Li-Fraumeni e Neurofibromatose, devem ser acompanhadas com uma maior atenção pelo alto risco de desenvolver sarcoma, porém não existe exame preventivo. “Havendo dor persistente em regiões do corpo, como coxas, joelhos e braços, é sempre importante tentar sentir se há presença de nódulo no local. Os exames indicados para um diagnóstico correto são tomografia e ressonância, mas, em alguns casos, o raio-X pode captar a presença do nódulo. Em suspeita dos sintomas, consulte um oncologista para que o tratamento seja iniciado o quanto antes”, finaliza a médica.

(Agência Brasil)

Conselho Regional de Economia promove encontro sobre Complaince Trabalhista

O Conselho Regional de Contabilidade promoverá, das 8h30min às 17 horas, no Centro de Negócios do Sebrae (Praia de Iracema), o evento Compliance Trabalhista: uma visão estratégica do Departamento Pessoal. A programação contará com a presença de nove palestrantes.

Nessa lista, os especialistas da área Rondinelly Coelho, Gilson Fernando, Ciro Mariano, Roberto César, Victor Lopes, Douglas Rabêllo, Eridan Mourão, Patrícia Capistrano e Paula Luciana. O encontro é destinado aos profissionais da contabilidade.

A estruturação de um programa de Compliance Trabalhista requer o engajamento e vontade dos dirigentes da empresa para proporcionar uma organização de acordo com a legislação nacional e eventualmente internacional, dependendo da operação desta empresa.

O evento contará com a presença dos palestrantes Rondinelly Coelho, Gilson Fernando, Ciro Mariano, Roberto César, Victor Lopes, Douglas Rabêllo, Eridan Mourão, Patrícia Capistrano e Paula Luciana. O encontro é destinado aos profissionais da contabilidade, cujo investimento será a doação de fraldas geriátricas destinadas às entidades beneficentes conveniadas com o CRC/Ceará.

SERVIÇO

*As inscrições devem ser feitas no site: www.crc-ce.org.br.

*Mais Informações – (85) 3194 6004.

*Sebrae – Avenida Monsenhor Tabosa, 777 – Praia de Iracema.

Intenção de consumo das famílias recua 1,7% em julho, diz CNC

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), medida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), recuou 1,7% na passagem de junho para julho deste ano e chegou a 89,8 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Essa foi a quinta queda consecutiva do indicador.

Os sete componentes do ICF tiveram queda, com destaque para perspectiva de consumo (3,2%) e momento considerado adequado para a compra de bens duráveis (3,8%).

“A variação de 1,7% mostra, pela quinta vez, a queda do índice, mostrando uma relativa insatisfação das famílias com relação ao momento da economia, uma certa frustração em relação ao início do ano e mostrando também que elas se apresentam bastante cautelosas em relação aos gastos”, disse o pesquisador da CNC Antonio Everton.

Na comparação com julho de 2018, no entanto, houve uma alta de 5,5% no indicador. Nesse tipo de comparação, os sete componentes tiveram alta, com destaque para o nível de consumo atual (10,8%).

(Agência Brasil)

Neste mês de julho, filmes nacionais tiram férias das telinhas

Essa turma cearense que ousa fazer cinema enfrentou problemão de agenda.

Julho já está acabando e a cota de tela para filmes brasileiros — ou seja, um número de dias mínimos em que filmes nacionais têm que ser exibidos nos cinemas, não foi ainda implantada neste ano. A informação é do jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo

A cota de tela vigora desde 2001. Entre 2002 e 2018 foi cumprida. Neste ano, morreu.

O colunista lembra que, em maio, o ministro Osmar Terra assinou um documento prevendo a cota para 2019. Até agora, nada foi publicado no Diário Oficial.

E concluiu: Terra, a propósito, não é exatamente um fã desse modelo.

VAMOS NÓS – Volney Oliveira, cineasta, já havia alertado sobre o caso e o pessoal da Estação Luz Filmes, que pretendia lançar o filme Divaldo Franco, marcou para setembro. Enquanto estiver, por exemplo, “Rei Leão” nas telas, nada de lugar nessa fauna onde produções internacionais predominam.

(Foto – Divulgação)

Sarto abre curso de formação de agentes públicos em atenção às famílias vítimas de homicídios

Sarto, ao lado de Roseno, fala para o grupo de profissionais

Nesta sexta-feira, o presidente da Assembleia Legislativa, José Sarto (PDT), abriu o curso de formação para agentes públicos da saúde e assistência social de Fortaleza, com práticas de atenção às famílias vítimas de homicídios. Com ele, o deputado Renato Roseno.

A iniciativa é do Comitê Cearense de Prevenção de Homicídios na Adolescência (CCPHA), vinculado à Assembleia, e deverá beneficiar 1.000 servidores que atuam nas áreas de saúde e assistência social no município de Fortaleza.

“A ideia é facilitar, preparar, diagnosticar e evoluir nesse trabalho que tem sido feito pelo Comitê, em parceira com as Secretarias de Direitos Humanos e de Saúde de Fortaleza. Esses são os profissionais de ponta dos territórios com maior índice de violência. São técnicos das unidades básicas de saúde e socioassistenciais. O comitê quer, com essa formação, permitir a sensibilização e compreensão para prevenção e atendimento às vítimas de violência”, expõs o deputado.

Prevenção

A formação tem por objetivo engajar profissionais pela prevenção de assassinatos praticados contra a adolescência. “O comitê é um trabalho liderado pelo deputado Renato Roseno, que há algum tempo vem desempenhando, em parceria com universidades e outras instituições, um trabalho reconhecido internacionalmente”, observa o presidente Sarto.

Além de fornecer um guia de orientações para os participantes, como estratégia de prevenção terciária aos homicídios, o curso vai pôr em prática a recomendação do relatório “Cada Vida Importa”, de 2016, feito a partir de pesquisa do CCPHA. Serão 20 horas/aula, sendo 16 presenciais, divididas em 20 turmas que serão capacitadas até o próximo dia 9 de setembro.

(Foto – Divulgação)

Revalida terá duas edições por ano

O Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida) passará a ter, pelo menos, duas edições por ano. E os profissionais terão a oportunidade de fazer a segunda fase do processo mais de uma vez. Os anúncios foram feitos hoje (19) pelo Ministério da Educação (MEC).

Segundo a pasta, as provas continuarão sendo realizadas como antes, em duas etapas. A primeira com uma prova objetiva e a segunda com prova prática, em uma estação clínica. A diferença, agora, é que o aluno que reprovar a segunda fase pode refazê-la por mais duas vezes em edições consecutivas. Até agora, o candidato precisava realizar todo o processo desde o início.

A previsão do MEC é que publicação da portaria para instituir o Novo Revalida e do edital ocorram ainda este ano.

Diploma

O Revalida reconhece os diplomas de médicos que se formaram no exterior e querem trabalhar no Brasil. O exame é feito tanto por estrangeiros formados em medicina fora do Brasil, quanto por brasileiros que se graduaram em outro país e querem exercer a profissão em sua terra natal.

O conteúdo das duas provas abrange as cinco grandes áreas da medicina: clínica médica, cirurgia, ginecologia e obstetrícia, pediatria, medicina da família e comunitária. Na parte prática, uma banca examinadora avalia habilidade de comunicação, raciocínio clínico e tomada de decisões.

Universidade

Após passar nas duas etapas, o candidato precisará revalidar o diploma em uma universidade pública brasileira. A pasta explica que a revalidação pode precisar de uma complementação de grade curricular. Um profissional que se formou em Harvard, nos Estados Unidos, por exemplo, não estudou sobre dengue e demais doenças tropicais e, por isso, precisará complementar a formação.

A universidade é quem vai definir se há ou não a necessidade de complementação. Só depois desse processo o candidato pode ir a um conselho de medicina para requisitar o registro.

Outra mudança anunciada pelo MEC é a organizadora do processo. O Revalida, que estava sob a competência do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), passa a ser de responsabilidade da Secretaria de Educação Superior do MEC, com colaboração do Conselho Federal de Medicina (CFM).

O Revalida é considerado uma prova difícil. Ao todo, foram sete edições desde 2011, quando o exame foi criado, até 2017, com um total de 24.327 inscrições e aprovação de 6.544 candidatos para a segunda etapa do exame.

(Agência Brasil)