Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Em nota, Sarney defende filho sobre censura a jornal

“A assessoria do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), divulgou nota nesta segunda-feira (3) afirmando que o senador “não foi consultado” sobre a iniciativa de seu filho Fernando Sarney, que entrou na Justiça contra a publicação de reportagens da Operação Boi Barrica, da Polícia Federal, pelo jornal “O Estado de S.Paulo”. O texto defende, no entanto, que Fernando “tem sido vítima de cruel e violenta campanha infamante” por parte do jornal.

A operação Boi Barrica foi criada em 2006 para investigar suspeitas de caixa dois na campanha de Roseana Sarney ao governo do Estado. O empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, foi um dos principais alvos da operação. Nas últimas semanas, o jornal divulgou trechos de gravações feitas no âmbito da operação. O conteúdo incluía, por exemplo, conversas de Sarney discutindo com seu filho a nomeação do namorado de sua neta Maria Beatriz para um cargo no Senado.

No último dia 31, o desembargador Dácio Vieira, do TJ (Tribunal de Justiça) do Distrito Federal, proibiu o jornal de publicar qualquer informação relativa à operação. A decisão foi criticada pela ANJ (Associação Nacional de Jornais). Sarney diz, na nota divulgada nesta terça, que seu filho “é empresário, tem sua vida, sua família, sua independência” e que, “na defesa de seu direito, por seus advogados, entrou na Justiça contra ‘O Estado de S.Paulo, uma vez que ninguém é privilegiado com imunidade contra a lei. Não discuto a demanda, mas não posso condená-lo por exercer seu direito de cidadão”.

O texto termina com a afirmação de que a iniciativa de reclamar na Justiça foi “de exclusiva responsabilidade dele (Fernando) e de seus advogados, e por isso é uma distorção de má fé querer me responsabilizar pelo fato”.

“Todo o Brasil é testemunha de minha tolerância e minha posição a respeito da liberdade de imprensa, nunca tendo processado jornalista algum”, encerra. “

(Folha Online)

Sancionada nova Lei da Adoção

adocao1

“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta segunda-feira (3) uma nova Lei da Adoção. Pelas novas regras, as crianças e adolescentes não devem ficar mais do que dois anos nos abrigos de proteção, salvo alguma recomendação expressa da Justiça. Os abrigos também devem mandar relatórios semestrais para a autoridade judicial informando as condições de adoção ou de retorno à família dos menores sob sua tutela. A lei entra em vigor 90 dias após a publicação no Diário Oficial da União, que deve acontecer na terça-feira (4).

A nova lei também prevê que todas as pessoas maiores de 18 anos, independente do estado civil, podem adotar uma criança ou um adolescente. A única restrição para a adoção individual, que sempre será avaliada antes pela justiça, é que o adotante tenha pelo menos 16 anos a mais que o adotado.No caso da adoção por casais, eles precisam ser legalmente casados ou manter união civil estável reconhecida pela autoridade judicial. Não será permitida a adoção para casais do mesmo sexo. As novas regras também preveem a criação de cadastros nacional e estadual de crianças e adolescentes em condições de serem adotados e de pessoas ou casais habilitados para adoção.

A lei também prevê uma preparação prévia dos futuros pais e o acompanhamento familiar pós-acolhimento da criança ou adolescente. Para adoções internacionais, a lei exige ainda que o estágio de convivência seja cumprido dentro do território nacional por, no mínimo, 30 dias. Contudo, a adoção internacional será possível somente em última hipótese, sendo a preferência dada sempre a adotantes nacionais e, em seguida, a brasileiros residentes no exterior. A medida está de acordo com a Convenção de Haia para a adoção internacional.

A lei também inova ao permitir que o juiz considere o conceito de “família extensa” para dar preferência a adoção dentro da família, mesmo não sendo os parentes diretos da criança ou do adolescente. Nesses casos, tios, primos e parentes próximos, mas não diretos, têm preferência sobre o cadastro nacional e estadual de adoção. As crianças maiores de 12 anos poderão opinar sobre o processo de adoção e o juiz deve colher seus depoimentos e levá-los em conta na hora de decidir. A lei determina também que os irmãos devem ser adotados por uma única família, exceto em casos especiais que serão analisados pela Justiça.”

(Com Agências)

Aprovados em concurso do TJ do Ceará fazem mobilização

A Comissão dos Aprovados no concurso público para oficial de Justiça do Tribunal de Justiça do Estado programa reunião para os próximos dias. O objetivo é avaliar a situação e planejar ações de luta em favor da convocação por parte da presidência do Poder. Segundo dirigente da comissão, a mobilização deve envolver 250 aprovados, que se submeteram ao certame em 2008 e, até agora, aguardam a homologação do concurso.

Dentro desse objetivo, divulga site para cadatrar e mobilizar. É o oj-ce@grupos.com.br

A Reforminha de Cid Gomes

camilo2

No início do ano que vem, pelo menos cinco secretários estaduais deixarão a gestão para postular mandato. São eles: Marcos Cals (Justiça e Cidadania), Mauro Filho (Fazenda), João Ananias (Saúde), Camilo Santana (Desenvolvimento Agrário) e Ivo Gomes (Chefe de Gabinete).

Marcos Cals (PSDB), Mauro Filho (PSB) e Ivo Gomes (PSB) postularão reeleição à Assembleia Legislativa, enquanto Camilo Santana (PT) bucará vaga nessa Casa. João Ananias será mais ousado: postulará cadeira de deputado federal pelo PC do B.

Primeiro Emprego forma jovens no Cariri

A secretária estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social, Fátima Catunda, preside nesta noite de segunda-feiera, em Juazeiro do Norte, ato de formatura de 30 jovens do Programa Primeiro Passo. Esse programa capacita jovens para o primeiro emprego. Segundo a secretária, esa iniciativa vai se expandir na Região do Cariri e em todo o Estado a partir de 2010, porque o governo estadual definiu como meta capacitar a cada semestre cinco mil jovens.

A primeira-dama do Estado,Maria Célia Habib Gomes, também estará em Juazeiro do Norte, pois lançará, nesta terça-feira, por ocasião do governo itinerante de Cid Gomes, um programa voltado para pessoas portadores de deficiência física.

Cid defende Sarney e quer Ciro presidente

O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), defendeu nesta segunda-feira, 3, que seu irmão, o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE), seja candidato à Presidência da República e não ao governo do Estado de São Paulo, como tem sido defendido por setores do PT e pelo próprio presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Acho temerário ir para a eleição com apenas um candidato da base do governo, sob risco de perder já no primeiro turno. Com apenas um candidato da base, o governador José Serra poderia ganhar no primeiro turno. A presença de Ciro pode assegurar um segundo turno, com a ministra Dilma Rousseff ou com ele, Ciro como segundo colocado”, afirmou o governador.

Cid Gomes destacou que a grande popularidade do presidente Lula não significa necessariamente transferência de votos para Dilma. “É nesse campo que o Ciro pode entrar”, afirmou.

Sarney

O governador também defendeu o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), alvo de uma série de denúncias de uso do poder político para beneficiar parentes e amigos, e acusou o partido de oposição PSDB de tentar derrubá-lo do poder.

“Estive com Sarney no máximo quatro vezes na vida, mas não entendo o que justifica fazê-lo passar por esse bombardeio. Ele é o mesmo de seis meses atrás quando foi eleito presidente do Senado. Considero o Senado um absurdo, um custo absurdo, mas é dele a culpa? Me preocupa muito o interesse golpista do PSDB, que quer a Presidência do Senado”, disse.

Cid Gomes também comentou a nota da Direção Nacional do PMDB que recomendou a saída dos dissidentes do partido. Dois dos principais críticos de Sarney são os senadores peemedebistas Jarbas Vasconcelos (PE) e Pedro Simon (RS).

“Acho que os partidos precisam ser fortalecidos no País. Se a cara que PMDB quer ter exclui do partido o senador Pedro Simon, o problema é do PMDB. Se o PMDB se dá ao luxo de querer botá-lo para fora, o partido está se apequenando”. Gomes esteve no Rio para participar do I Fórum Brasileiro de Zonas de Processamento de Exportações (ZPE).

 

(Agência Estado)

TJ do Ceará lança nesta 4ª feira campanha para atualização de processos

“O Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE) agendou para a próxima quarta-feira (05/08) o lançamento do “Projeto Justiça em Movimento”. A solenidade ocorrerá às 9 horas, no auditório Dom Aloísio Lorscheider, no Palácio da Justiça. A iniciativa tem o objetivo de atualizar o número de processos em tramitação nas unidades judiciárias do Estado.

Todos os juízes de Direito da Capital e da Região Metropolitana de Fortaleza foram convocados para o lançamento do projeto. Os juízes das comarcas do interior do Estado participarão em um dos 12 municípios onde a solenidade será transmitida ao vivo por videoconferência (Tauá, Aracati, Beberibe, Aracoiaba, Brejo Santo, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte, Itaiçaba, Piquet Carneiro, Quixeramobim, Santa Quitéria e Sobral).

Inicialmente, o lançamento do Projeto Justiça em Movimento estava marcado para o último dia 24 de julho, mas foi cancelado em decorrência do falecimento do juiz da Comarca de Cariré, Roberto Jorge Feitosa de Carvalho, um dia antes, em acidente automobilístico.”

(Site do TJ Ceará)

Financial Times: Saída de Sarney deixará Lula com crise de governabilidade

“O jornal Financial Times afirma em reportagem publicada na sua edição online desta segunda-feira que uma possível renúncia do presidente do Senado, José Sarney (PMDB), deixaria o presidente Luiz Inácio Lula da Silva com uma “crise de governabilidade na véspera das eleições gerais de 2010”.

“O perigo para o governo é que a saída de Sarney desestabilizaria a sua maioria no Congresso. Lula – acostumado com uma maioria confortável e enorme apoio popular – lutou bastante para evitar esse tipo de eventualidade”, afirma o texto assinado pelo correspondente do Financial Times em São Paulo, Jonathan Wheatley.

Se Sarney realmente sair, o jornal argumenta que o governo de Lula “navegaria em águas incertas”.

‘Três perigos’

O artigo do jornal lista algumas das denúncias feitas contra Sarney e sua família, e cita relatos de alguns órgãos da imprensa brasileira que noticiaram a intenção do presidente do Senado de deixar o cargo.

O jornal fala que o governo Lula poderia enfrentar três perigos caso Sarney deixe o Senado: a agenda do governo no Congresso estaria ameaçada, os governistas poderiam perder o controle da CPI da Petrobras e Dilma Rousseff poderia perder apoio do PMDB nas próximas eleições.

“O PMDB é visto por muitos menos como um partido político nacional com uma ideologia clara do que uma reunião livre de interesses predominantemente regionais, e é notoriamente deficiente em unidade”, diz o Financial Times.

O jornal afirma que Sarney pode ainda decidir permanecer no cargo, e lembra que o ex-presidente do Senado, Renan Calheiros, durou mais tempo no posto antes de renunciar por causa de escândalos.”

(Com Agências)

Massa: Agradeço a Deus e a todos que rezaram por mim

“Em entrevista gravada no último domingo pela Ferrari e divulgada nesta segunda-feira pela escuderia, Felipe Massa falou pela primeira vez sobre o grave acidente que sofreu durante o treino classificatório para o GP da Hungria, há duas semanas.

– Antes de tudo agradeço a Deus. Mas também quero agradecer todos que rezaram por mim e que me mandaram mensagens, me desejando melhoras. Assim como eles rezaram por mim, eu também digo a eles que rezarei por eles também – disse Massa, que não vê a hora de retornar às pistas.

– É um sentimento estranho. Sei exatamente o que aconteceu, que uma mola do carro de Rubens (Barrichello) caiu e me acertou no capacete. Sei que algo aconteceu comigo, mas não senti nada quando aconteceu. Eles me disseram que eu perdi a consciência no momento em que a mola bateu no capacete e bati nos pneus e acordei no hospital dois dias depois. Não lembro de nada e por isso os médicos tiveram de me explicar. Quando vi Rob (Smedley, seu engenheiro), ele me perguntou se eu lembrava do Rubens, mas a última coisa que lembro é que eu estava atrás dele no fim da minha volta rápida no Q2 (segunda parte do treino) e depois mais nada. É difícil de explicar. Estou me sentindo bem melhor agora e quero me recuperar o mais rápido possível para voltar ao volante da Ferrari  – afirmou Massa.”

(Portal G1)

Uece tem mais um laboratório arrombado

“A Universidade Estadual do Ceará (Uece) virou alvo fácil para os ladrões. Mais um laboratório do Campus do Itaperi, em Fortaleza, foi arrombado durante este fim de semana. O furto só foi descoberto nesta manhã (03).

O pró-reitor de administração da Uece, Luis Carlos Mendes Dodt, confirmou o furto ao Jangadeiro Online, mas não deu mais detalhes sobre o caso. A universidade ainda faz um balanço do prejuízo.

Outros roubos na Uece

No dia 9 de julho, ladrões arrombaram o laboratório do curso de Nutrição da Uece. Eles levaram notebooks, pendrives, CPU´s e objetos pessoais dos estudantes.

Já no dia 6 de julho, um professor foi assaltado dentro de uma sala de aula do Campus. O assalto aconteceu quando ele encerrava uma aula. Um homem abordou o professor, fechou a porta da sala do curso de Ciências da Computação e o mandou deitar no chão. O assaltante levou o notebook e a chave do carro do professor.”

(Jangadeiro Online)

MEC prorroga inscrições para professores

“O Ministério da Educação (MEC) prorrogou até o dia 9 de agosto as inscrições de professores das redes públicas para cursos de licenciaturas, dentro do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica.

Os professores poderão fazer a inscrição pela internet, na Plataforma Freire (freire.mec.gov.br/index/principal). Cada professor pode indicar até três opções de cursos.

No Ceará, a Universidade Federal do Ceará (UFC) é uma das instituições de ensino superior que oferecem vagas, através do Instituto UFC Virtual.

O Instituto UFC Virtual ofertará 1.035 vagas, distribuídas entre os cursos de Licenciatura em Matemática (180 vagas), Licenciatura em Química (180 vagas), Licenciatura em Letras/Português (225 vagas), Licenciatura em Letras/Espanhol (120 vagas), Licenciatura em Letras/Inglês (165 vagas) e Licenciatura em Física (165 vagas).

MUNICÍPIOS – VAGAS

Os municípios onde o Instituto UFC Virtual oferece vagas são: Aracati, Aracoiaba, Barbalha, Beberibe, Brejo Santo, Caucaia (pólos Flávio Marcílio, Jurema, Rubens Vaz e Fecet), Camocim, Campos Sales, Itapipoca, Ipueiras, Jaguaribe, Maranguape (pólos 1 e 2), Meruoca, Missão Velha, Orós, Piquet Carneiro, Quiterianópolis, Quixadá, Quixeramobim (pólos Fatec e UAB), Russas, São Gonçalo do Amarante, Tauá e Ubajara.

SERVIÇO

* Instituto UFC Virtual – (fone: (85) 3366.9509)

(Site da UFC)

As Contradições do senador Inácio Arruda

Eis artigo do professor e sociólogo André Haguette, que foi veiculado no O POVO neste fim de semana. André avalia a postura do senador Inácio Arruda (PCdB) no episódio relacionado a tantos escândalos contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Confira:

No dia 7 de julho passado, neste mesmo espaço, Inácio Arruda, senador pelo PCdoB-CE, publicou um artigo com o objetivo de demonstrar que defender o Senador Sarney – como ele faz – é ser de esquerda, enquanto que propor sua saída como fazem “o centro conservador do senado e sua mídia golpista” é tumultuar o processo político progressista em curso. Isto é, defender Sarney que apóia Lula é ser de esquerda; denunciar as ilegalidades do sempre oligarca Sarney é fazer o jogo da direita! Quer dizer ainda que, para Inácio, à esquerda pouco importa a ilegalidade, o clientelismo, o nepotismo, o fisiologismo, o uso familiar dos bens públicos, as trocas de favores, os interesses pessoais; a esquerda não tem princípios! Nos anos 80, Inácio e o PCdB podiam gritar “fora Sarney”, hoje não podem já que Sarney faz o jogo da governabilidade do governo progressista de Lula. Quando Sarney e seu clã praticavam os mesmos atos que praticam hoje, mas estavam do lado dos militares, do Collor, do FHC, eles deviam ser repudiados e condenados! Hoje, esses mesmos atos não são condenáveis já que Sarney e seu clã apóiam o processo político conduzido por Lula e o PCdoB. Que dialética perversa, utilitarista e sem ética é essa! Ser de esquerda é, portanto, para Inácio, um rótulo, não uma linha de conduta, não princípios, não uma ideologia; somente interesses pessoais e/ou partidários travestidos de interesses do povo!

Inácio Arruda faz uma análise do governo Lula. “O advento do governo Lula, a partir de 2003, decorreu de uma profunda insatisfação popular com a velha política”. Hum! Quer dizer que o governo Lula não pratica mais essa “velha política”, nem com Sarney, Renan Calheiros e os aloprados, por exemplo? Nosso senador (uma vez) comunista, hoje Sarneyista para o bem do povo, continua: “Lula colocou no centro do poder forças mais avançadas … e ampliou, tanto no executivo quanto nos parlamentos, os espaços progressistas, conseguindo com isso melhorar até mesmo o perfil das instituições conservadoras”. Ah bom, com Renan Calheiros e José Sarney como presidentes do Senado, o Lula conseguiu melhorar a velha política do Congresso!? Não sou o único a duvidar desta proeza do Lula. O senador Tião Viana (PT-AC) assim define essa nova política progressista da era lulista: “O mensalão substituiu os projetos na agenda da Casa. Daí em diante perdemos a conexão com os interesses do cidadão. O Senado está em chamas. O governo controla a Câmara atendendo aos pedidos dos deputados com emendas parlamentares e com nomeações para cargos no Executivo. Lula nada fez para evitar a desconstrução e a perda de autoridade moral do Congresso. Os partidos estão mais fracos e deteriorados do que antes de sua posse. E é papel do chefe do estado fazer com que as instituições como o Parlamente sejam vigorosas. O PMDB é a essência do fisiologismo…”.

Para Inácio, Sarney como Presidente da República era um oligarca da velha política; Sarney com Lula é o artesão de uma nova política progressista! Isto é, para Inácio, as pessoas e as coisas não têm densidade própria; tudo depende do senhor a quem elas servem. Assim não há crimes, não há imoralidade, não há perversão; só há interesses justificando meios. Tudo não passa de rótulos e os rótulos são intercambiáveis de acordo com os interesses do momento. Não há Estado de Direito; há somente governabilidade momentânea.

Penso diferentemente; penso que mesmo em política há uma responsabilidade ética embora se deva fazer alianças programáticas. Justamente por serem programáticas, essas alianças não podem transigir com o direito, a moral e a decência sem vender a alma.

ANDRÉ HAGUETTE
Sociólogo
haguette@superig.com.br

Lula promete inaugurar 214 escolas técnicas

“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira (3), durante seu programa de rádio “Café com o presidente”, que irá inaugurar 214 escolas técnicas até o final de seu governo. Ele afirmou que investimento em educação dá retorno rápido, especialmente quando esse esforço garante uma profissão aos jovens. Lula iniciou o programa falando sobre o reajuste de 10% do Bolsa Família. Para ele, era necessário dar uma resposta à população carente. “O reajuste é justiça com a parte mais carente da população brasileira. Todas as categorias profissionais tiveram reajuste esse ano, em todo o Brasil. E é justo que a gente dê um reajuste razoável para os que recebem o Bolsa Família, porque isso vai ajudar no aumento de poder de compra deles”.

Segundo o presidente, a decisão tem reflexo na economia nacional. “Foi uma atitude correta da equipe econômica do governo, do ministro Patrus (Patrus Ananias, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome). E quando eles se colocaram de acordo e levaram a proposta para mim, eu não tive dúvida de fazer a lei garantindo os 10%. Quanto mais o povo puder comprar, mais certeza nós temos de que a economia brasileira vai continuar crescendo”.

Lula disse que foi a Belo Horizonte, participar da formatura do Plano Setorial de Qualificação para Beneficiários do Bolsa Família (Planseq). “Fiquei emocionado, porque foram 457 pessoas que se formaram num convênio que o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome fez com os empresários da construção civil. Fiquei feliz, porque entreguei o diploma para algumas mulheres e duas tiveram a carteira profissional assinada. Uma mulher, que recebia apenas o Bolsa Família vai ganhar R$ 616 por mês, como meio oficial até se tornar oficial. É a melhor forma para a gente ir tirando as pessoas do Bolsa Família”.

ESCOLA TÉCNICA
O presidente falou ainda sobre investimentos na educação. “Formar o jovem é obrigação do governo. Lamentavelmente, no passado, não se preocuparam com a formação da nossa juventude. Eu fui inaugurar o Instituto Tecnológico em Campina Grande. Vi a alegria das meninas e dos meninos que estavam lá. Até o final do meu governo nós vamos inaugurar 214 escolas técnicas. Esta semana mesmo, eu tenho que inaugurar três no Maranhão. Vou inaugurar mais duas no Piauí. E daqui para frente, todo mês, teremos muitas escolas técnicas para serem inauguradas. Nós estamos garantindo que a nossa juventude tenha uma profissão. Esse é um investimento extraordinário. A chave do sucesso desse programa foi a gente dizer que no governo ninguém falava mais em gasto quando falavam de educação. É um investimento que traz um retorno mais rápido”.

(Portal G1)

FHC: Ciro tapou um buraco no Plano Real

Ver o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso sozinho, na fila que se formava para entrar na sala de embarque do Aeroporto Internacional Pinto Martins, na última quinta-feira, depois de já tê-lo acompanhado em grandiosas visitas presidenciais pelo Ceará há quase dez anos, foi uma cena no mínimo inesperada. Pois foi assim, depois de um dia cheio de eventos com a participação dele em Fortaleza, ora com empresários, ora com tucanos, que foi possível marcar esta entrevista, que teria de ser feita por telefone, no dia seguinte. O retorno dele a São Paulo era urgente.

Na hora marcada, prontamente, o ex-presidente, agora com 78 anos, atendeu. E falou sobre seu governo, cobrou uma postura mais incisiva do PSDB nas discussões políticas nacionais e no debate presidencial, expôs um pouco de sua própria vida depois da morte da mulher, Ruth Cardoso, e fez críticas a adversários.

Entre essas críticas, FHC afirmou que Ciro Gomes (PSB), quando assumiu o Ministério da Fazenda, não contribuiu em nada para a feitura do Plano Real. “Ele tapou um buraco”, disse o ex-presidente, referindo-se à indicação de Ciro para o posto após a queda do ex-ministro Rubens Ricupero.

OP – O Ciro, que foi ministro da Fazenda, ajudou no Plano Real…
FHC – (interrompe a pergunta) Não ajudou nada no Real, isso não é verdade. Eu vou repetir claramente porque não é verdade. O Ciro só ajudou em uma coisa: quando ele era governador do Ceará, em uma única reunião, para dar apoio político. Que eu lembre foi só isso. Ele foi ministro da Fazenda mais ou menos entre 20 de setembro, por três meses, já estava a coisa feita. No Plano Real, não. Ele ajudou politicamente na sucessão.

OP – O que representava, para o senhor, o Ciro naquela época, de 1993 e 1994?
FHC – Era um… jovem governador promissor. Um tanto iconoclasta: quem está por cima eu sou contra e derrubo. Mas jovem, promissor, ele tem uma retórica forte e uma metralhadora giratória.

* Leia mais no O POVO aqui.

19º Cine Ceará – Filme sobre Bezerra de Menezes em exibição nesta 2ª feira

“Bezerra de Menezes – O Diário de um Espírito”, longa de maior sucesso da história do cinema cearense, terá exibição especial durante o 19º Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema. Isso ocorrerá nesta segunda-feira, às 15 horas, na sala 1, do Espaço Unibanco (Dragãop do Mar).

O filme é dirigido pelos cineastas Glauber Filho e Joe Pimentel. Antes, haverá a exibição do documentário “Flores de Marcela”, curta também dirigido por Glauber Filho.

Presidente da Fecomércio fora da disputa eleitoral

A quem pergunta sobre seu futuro político, o ex-presidente do PPS do Ceará, Luiz Gastão, avisa logo: vai ficar onde está. Ou seja, na área empresarial. Gastão, que chegou a disputar a Prefeitura de Fortaleza no pleito passado, mas acabou desistindo por pressão da Confederação Nacional do Comércio, também pouco fala sobre sucessão governamental 2010.

“O que eu defendo é um projeto para o bem do Ceará”, resume, ao ser indagado se toparia apoiar a reeleição de Cid Gomes (PSB).

Gastão continua filiado ao PPS, que poderá lançar seu novo presidente estadual, o também empresário Alexandre Pereira, para o Governo. Perguntado sobre essa postulação, Gastão reitera o discurso: “Defendo um projto par o Ceará”. Só.

Ex-presidente do Senado quer Sarney se licenciando

gariabldi

O ex-presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), defendeu, nesta segunda-feira, em Fortaleza, o afastamento do presidente da Casa, José Sarney (PMDN-AP). Para ele, é preciso que haja algum tipo de solução nesse sentido como forma de fazer com que a Casa volte a funcionar.

“Acho que ele (Sarney) devia, pelo menos, tirar uma licença para tranquilizar, o que serviria. Nesse clima, acho que a Casa vai terminar perdendo… vai terminar paralisando de certa forma os trabalhos”, afirmou Garibaldi para o Blog.

Para o ex-presidente do Senado, é preciso alguma reação da parte de Sarney: “A Casa está paralisada, mas isso vai piorar”. Garibaldi não aprofundou avaliações do quadro. Ele esteve na Capital cearense conferindo o casamento da filha de um amigo.

No limite – Família diz que Sarney deve renunciar

“Um integrante da família de José Sarney (PMDB-AP) disse que, diante da série de denúncias, o presidente do Senado está no limite da resistência e pode renunciar ao cargo ainda esta semana.

O peemedebista e seu grupo político ainda não bateram o martelo em torno da palavra renúncia, mas entendem que o peemedebista só terá condições de permanecer na presidência da Casa se um fato extraordinário fizer parar a crescente onda de denúncias contra ele e seus familiares, informa reportagem de Jailton de Carvalho, Geralda Doca e Luiza Damé publicada nesta segunda-feira no GLOBO.

– Esta semana as coisas se resolvem, para um lado ou para o outro – declarou ao GLOBO um integrante da família Sarney.

Segundo esse parente, a pressão criada pelo conjunto de acusações contra Sarney, os filhos e até netos, muitas pessoais, ficou insuportável. E tudo que Sarney e os filhos fazem para se defender ou se explicar, avalia, se volta contra eles.

Na família, há a preocupação com a resistência física do senador para, aos 79 anos, suportar a crise.

A sustentação de Sarney é considerada dificílima, pela diminuição do apoio no próprio PMDB. Dos 18 senadores da bancada, ele teria o apoio irrestrito de 12.

Nos partidos aliados, PT e PTB estão divididos. PDT, DEM e PSDB, ainda que com dissidentes, são contra Sarney.

– É uma aritmética muito complicada, e ele poderá ter mesmo que se desligar do cargo – admitiu ao GLOBO um dos senadores peemedebistas mais próximos de Sarney.”

(Globo Online)

TRT-7ª Região faz nova audiência de conciliação sobre abertura do comércio aos domingos

O Tribunal Regional do Trabalho – 7ª Região realizará, nesta segunda-feira, mais uma audiência em busca de um acordo entre lojistas e comerciários no que diz respeito ao funcionamento do comércio aos domingos. A audiência está prevista para as 11 horas, segundo informação do presidente da Federação do Comércio do Ceará (Fecomércio), Luiz Gastão, que seguiu na madrugada para Manaus, onde trata de assuntos empresariais.

Gastão reiterou que a Fecomércio e o Sindicato dos Lojistas de Fortaleza querem acordo e estão dispostos a negociar. Disse que o segmento empresarial aceita rodízio de pessoal, o que vem vem fazendo na prática há muito tempo, mas que se faz necessário que os comerciários levem em conta especificações de alguns segmentos da área. Já os comerciários querem compensaçõees financeiras.

 O comércio vem abrindo em Fortaleza aos domingos por força de liminar.

Cid vai anunciar mais 10 produtos com alíquota de ICMS reduzida

O governador Cid Gomes (PSB) terá agenda bem movimentada nesta semana. Nesta segunda-feira, ele participará de seminário sobre Zona de Processamento de Exportações (ZPE), no Rio de Janeiro, ocasião em que vai expor o projeto cearense em seminário sobre o tema.

Na terça-feira, Cid retomará seu governo itinerante visitando Juazeiro do Norte. Já na quarta-feira, o governador acompanhará em Brasília o julgamento, por parte do Tribunal de Contas da União, de pendências relacionadas aos contratos do projeto Metrofor (metrô de superfície de Fortaleza).

Cid deve encerrar a semana na Capital cearense liberando, segundo o secretário da Fazenda do Estado, Mauro Filho, mais um pacote de 10 produtos com redução de alíqutoa de ICMS. O setor, que será beneficiado dentro de uma política de reduções que ocorre de quatro em quatro meses, não foi divulgado por Mauro Filho.