Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Mundo registrou 30 casos de pólio em 2018, diz OMS

Há 30 anos, o vírus selvagem da poliomielite paralisava cerca de 350 mil crianças em mais de 125 países todos os anos. Dados divulgados hoje (4) pela Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que, em 2018, apenas 30 casos da doença foram notificados em dois países – Afeganistão e Paquistão. O mundo, segundo a entidade, está à beira de um sucesso sem precedentes na saúde pública: a erradicação global da doença.

“A OMS e seus parceiros da Iniciativa Global para Erradicação da Pólio se comprometem a apoiar integralmente os governos do Afeganistão e do Paquistão para combater a doença em seus últimos redutos e livrar-se dessa doença debilitante de uma vez por todas”, destacou a organização, por meio de comunicado.

De acordo com a nota, a erradicação da pólio exige altas coberturas vacinais em todo o planeta para que se consiga bloquear a transmissão de um vírus extremamente contagioso. Infelizmente, segundo a OMS, algumas crianças permanecem sem acesso às doses adequadas por motivos diversos, incluindo falta de infraestrutura, localidades remotas, migração, conflitos, insegurança e resistência à vacinação.

“A meta das equipes em solo no Afeganistão e no Paquistão é muito clara: localizar e vacinar todas as crianças antes que o vírus chegue até elas. Esses países alcançaram enorme progresso. Há 20 anos o poliovírus paralisava mais de 340 mil crianças em todo o Paquistão. Em 2018, apenas oito casos foram reportados em alguns distritos.”

A OMS destacou, entretanto, que o processo de erradicação da pólio deve ser um esforço no sentido “tudo ou nada” e que uma possível falha em acabar com esses últimos redutos poderia resultar no ressurgimento da doença, chegando a até 200 mil novos casos em todo o mundo num prazo de dez anos.

“Estamos no caminho certo para alcançar o sucesso. Um Paquistão e um Afeganistão livres da pólio significam um mundo livre da pólio”, concluiu a organização, citando que a erradicação da doença poderia economizar entre US$ 40 bilhões e US$ 50 bilhões, sendo a maioria em países de baixa renda. “E os benefícios humanitários serão sustentados para as gerações futuras: nenhuma criança jamais seria afetada novamente por essa terrível doença”.

(Agência Brasil)

Um protesto criativo contra a fala da ministra de Bolsonaro

145 1

A vice-governadora do Ceará, Isolda Cela, vestiu azul, e o deputado federal eleito Idilvan Alencar (PDT) foi de rosa para cerimônia de transmissão de cargo, nessa sexta-feira, da professora Eliana Estrela como titular da Secretária da Educação do Ceará. Ela substituu Rogers Mendes.

Bem, uma resposta criativa e mais do que direta a declarações de Damares Alves, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos. Ela afirmou, em questão de gênero, que menino veste azul e menina veste rosa, o que continua gerando muita polêmica.

(Foto – Sobral de Prima)

“Pátria Amada Brasil” é o slogan do Governo Bolsonaro. Confira o vídeo

149 2

O governo federal lançou pelas redes sociais do governo e do próprio presidente Jair Bolsonaro, a logomarca com o novo slogan do governo: Pátria Amada Brasil. O lançamento foi feito com um vídeo. Antes da nova marca ser revelada, um texto lembra algumas das plataformas da campanha de Bolsonaro, como o combate à corrupção e à “erotização de crianças”.

“Em 2018, não fomos às urnas apenas para escolher um novo presidente. Fomos às urnas para escolher um novo Brasil, sem corrupção, sem impunidade, sem doutrinação nas escolas e sem a erotização de nossas crianças. Fomos às urnas para resgatar o Brasil”, diz o vídeo.

Em nota, o Palácio do Planalto afirmou que, com o lançamento da nova logomarca pelas redes sociais, houve uma economia de mais de R$ 1,4 milhão para os cofres públicos. De acordo com a nota, esse seria o custo previsto caso a divulgação fosse feita pelos canais de TV.

(Com Agência Brasil)

Guimarães repudia falas de Bolsonaro e de Mourão contra Camilo

301 8

Do petista José Guimarães, este Blog recebeu a seguinte nota:

O deputado federal José Nobre Guimarães (PT) vem a público repudiar as declarações do presidente Jair Bolsonaro e do seu vice, Hamilton Mourão, diante dos graves acontecimentos dos atentados contra a paz social e a segurança pública em nosso Estado.

Em que pese o envio ao Ceará das forças de segurança solicitadas pelo governador Camilo Santana, as manifestações do presidente e do vice não contribuem para a construção de um ambiente necessário ao enfrentamento dos desafios que ora se impõem.

Pelo contrário. Declarações com forte viés partidário são emitidas em detrimento dos mais relevantes interesses públicos e das responsabilidades institucionais de todos quantos podem e devem atuar para um implacável enfrentamento das forças criminosas que afrontam as autoridades e as instituições.

Atribuir a pecha de “radical” ao governador Camilo Santana é, no mínimo, desconhecer sua personalidade e sua postura de governante sempre pautado pela serenidade e pelo diálogo.

Da mesma forma, afirmar que o governo “trata mal a polícia” mostra total desconhecimento de todas as medidas de valorização e promoção da PM adotadas pelo Governo do Estado do Ceará nos últimos quatro anos, das quais todo o Ceará é por demais conhecedor.

Confiamos na autoridade e na competência do governador Camilo Santana para debelar essa situação, impondo ao crime a força do Estado como resposta a qualquer tentativa de intimidação diante das medidas de organização do sistema penitenciário cearense, sempre na observância da lei.

Ao governo federal cabe cumprir o seu papel institucional sem qualquer viés ideológico ou partidário.

O povo do Ceará merece e exige respeito.

Sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

*José Guimarães
Deputado Federal PT-CE.

Marcelo Yuka, fundador da banda O Rappa, está internado em estado grave

O músico Marcelo Yuka, fundador da banda O Rappa, está internado em estado grave, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Ele está sendo atendido no hospital Quinta D´Or, na zona norte do Rio. No meio da tarde desta sexta-feira (4), alguns portais de internet chegaram a divulgar a morte do baterista e compositor, o que foi desmentido em seguida.

Yuka é cadeirante desde 2000, quando levou nove tiros, após intervir em um assalto contra uma mulher, o que o deixou paraplégico. A limitação física nunca o impediu de participar ativamente da cena cultural e política, tornando-se uma das referências nas redes sociais.

Em 2012, ele concorreu como vice na chapa de Marcelo Freixo (PSOL) à prefeitura do Rio. Yuka havia sofrido outro AVC em agosto do ano passado. A assessoria do hospital onde ele está internado informou que, a pedido da família, não seriam passadas informações mais detalhadas sobre o seu estado de saúde.

(Agência Brasil/Foto -Reprodução do Youtube)

Carro pega fogo em estacionamento de shopping de Fortaleza

Um princípio de incêndio em um carro no estacionamento do North Shopping Fortaleza, na avenida Bezerra de Menezes, foi registrado nesta sexta-feira, 4.

O fogo foi controlado rapidamente e não houve feridos. O shopping enviou nota ao O POVO Online dizendo que ainda desconhece “as causas que provocaram o incidente”, mas que as investiga junto às autoridades. Uma onda de ataques toma conta do Ceará desde a noite dessa quarta, 2.

A empresa ainda se coloca à disposição dos clientes que tiveram seus bens afetados pelas chamas.

Nota do North Shopping Fortaleza na íntegra:

O North Shopping Fortaleza confirma o princípio de incêndio em um dos carros no seu estacionamento na noite desta sexta-feira e esclarece que, devido a agilidade da brigada de incêndio, as chamas foram controladas rapidamente e não houve feridos. O shopping informa ainda que analisa as causas que provocaram o incidente junto às autoridades locais e reitera que segue dando todo o suporte necessário aos clientes que tiveram seus bens afetados pelo ocorrido. O empreendimento reitera também que funcionará normalmente neste sábado e que reforçou a equipe de segurança para garantir o bem-estar de todos aqueles que frequentam as dependências do empreendimento.

(O POVO Online/Foto – WhatsApp) )

Força Nacional já está em Fortaleza

A Força Nacional desembarcou em Fortaleza nesta noite de sexta-feira, 4. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, autorizou o envio de tropa federal ao estado do Ceará, atendendo a um pedido do governador Camilo Santana (PT).

Nove carros chegaram no Centro de Formação Olímpica, onde ficarão alojados.

Cerca de 300 homens e 30 viaturas da Força Nacional atuarão por 30 dias em ações de segurança e apoio à Polícia Federal (PF), à Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e às forças policiais estaduais.

(O POVO Online)

Bolsonaro se equivocou – Governo não vai aumentar impostos, afirma ministro-chefe

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse nessa sexta-feira (4) que o governo não vai aumentar impostos. “É um princípio deste governo não haver aumento de carga tributária”, afirmou Onyx, ao explicar a sanção do projeto de incentivos fiscais para as superintendências de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) e do Nordeste (Sudene).

Segundo Onyx, o aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) era uma das possibilidades para assegurar o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), em virtude da aprovação dos incentivos fiscais para a Amazônia e o Nordeste, mas essa possibilidade foi afastada.

“O presidente [Jair Bolsonaro] ontem [quinta-feira, 3] assinou a sanção. Este poderia ter sido o caminho de hoje, assinado o decreto. A solução [de não aumentar o IOF] foi encontrada porque a equipe da Receita e da Casa Civil buscou a solução. E nós optamos, validamos com o presidente, por essa solução”, afirmou o ministro.

De acordo com Onyx, o presidente Jair Bolsonaro “se equivocou” ao dizer que havia assinado o aumento do IOF. “Ele se equivocou. Ele assinou a continuidade do projeto da Sudam e da Sudene”, disse Onyx, em entrevista coletiva no Palácio do Planalto.

(Agência Brasil)

Adepol/CE entrega ao Lar Amigos de Jesus arrecadação de leite em pó

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará (Adepol/CE) entregou, nessa quinta-feira (3), na instituição “Lar Amigos de Jesus”, o leite em pó arrecadado na confraternização da categoria que foi realizada no dia 15 de dezembro passado. À época, após fazer contato com a Irmã Conceição Albuquerque, religiosa responsável pela administração do instituto, a Adepol/CE lançou uma campanha de arrecadação pelas mídias sociais e site da entidade.

O abrigo escolhido pela diretoria executiva da Adepol/CE acolhe crianças e adolescentes que estão em tratamento de câncer, problema renal e cardíaco, entre outras enfermidades. Os pacientes vêm do interior do Ceará e de outros estados, já que Fortaleza dispõe de algumas unidades hospitalares de referência em saúde.

A delegada Jeovânia Holanda prometeu uma campanha permanente focando a solidariedade entre os delegados associados. A diretora da Adepol/CE destacou o compromisso da entidade com a solidariedade e o bem-estar social das pessoas em situação de vulnerabilidade. Informações para doação por meio dos números (85)3067-6565 ou (85) 9.9775-0084.

(Foto: Divulgação)

Toffoli pede a PGR parecer sobre pedido de liberdade de João de Deus

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, pediu hoje (4) que a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifeste sobre o pedido de liberdade feito pela defesa do médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus.

Com a decisão, a PGR terá 48 horas para apresentar um parecer sobre o pedido de prisão domiciliar feito pelos advogados. O médium está preso desde 16 de dezembro sob a acusação de violação sexual mediante fraude e dois crimes de estupro de vulnerável.

A decisão do ministro foi tomada após a juíza Marli de Fátima Naves afirmar não haver, “até a presente data”, qualquer variação no estado de saúde do médium que exija sua transferência para um hospital. A magistrada enviou nesta sexta-feira, a pedido do ministro, informações sobre o estado de saúde de João de Deus.

Na última quarta-feira (2), o médium passou mal e recebeu atendimento médico no núcleo de custódia da unidade prisional onde está detido em caráter preventivo. Na sequência, João de Deus foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Goiânia, onde foi submetido a uma série de exames clínicos.

João de Deus tem 76 anos, submeteu-se em 2015 a uma cirurgia e tratamento por causa de um câncer no estômago e, segundo a assessoria da Casa Dom Inácio de Loyola, onde o médium prestava atendimento espiritual, é cardiopata.

(Agência Brasil)

Que política de segurança é essa que não fomenta a integração entre os órgãos?

Em artigo sobre os últimos ataques da criminalidade na Região Metropolitana de Fortaleza e municípios vizinhos, o policial civil e vereador Julierme Sena aponta que “até agora os policiais não foram sequer informados sobre qual estratégia será utilizada para conter os ataques”. Confira:

Essa grave crise que estamos passando, com essa sequência de ataques ao patrimônio público e privado, é resultado de uma política estadual de Segurança Pública desigual.

A Polícia Civil, responsável pelas investigações, tem um baixo investimento e um alto desvio de função. O Estado poderia se antecipar a ações como estas, se tivesse uma Polícia investigativa forte, bem estrutura e valorizada.

Segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2018, o Estado do Ceará ocupa o 11º lugar no ranking nacional dos investimentos em Segurança Pública. A publicação traz dados referentes aos anos de 2016 e 2017 e leva em conta o somatório das despesas com Policiamento, Defesa Civil, Inteligência e Informação e demais subfunções.

Nosso Estado precisa investir mais e melhor na Segurança Pública, para que as forças de segurança possam ter plenas condições de fazer o enfrentamento ao crime.

Fato é que os policiais civis estão apenas vigiando delegacias, esperando que as unidades não sejam alvos de ataques, pois até agora não foram sequer informados sobre qual estratégia será utilizada para conter os ataques, tendo em vista que há um baixo efetivo nas unidades, o que deixa os policiais como reféns do crime, correndo riscos. Quando na verdade, deveriam estar nas ruas, investigando e colhendo informações. Que política de segurança é essa que não existe integração entre os órgãos?

Mais um vez a Polícia Civil está sendo deixada de lado no combate ao crime organizado. Na realidade, a Polícia Civil está cumprindo somente a função cartorial, tendo em vista que a função investigativa é rechaçada pela Secretaria de Segurança Pública.

Acredito que o novo titular da Secretaria da Administração Penitenciária (Seap), Luís Mauro Albuquerque, está no caminho certo, pois precisamos enfraquecer a atuação das organizações criminosas no Ceará.

Não é hora de vaidade ou marketing. É hora de pedir toda e qualquer ajuda necessária para que possamos proteger os cidadãos cearenses.

Julierme Sena

Policial civil e vereador de Fortaleza

Dólar fecha em queda e Bovespa bate recorde nominal pelo terceiro dia

A cotação do dólar teve queda no fechamento da B3, a bolsa de valores de São Paulo. A moeda americana ficou em R$ 3,7160, uma variação negativa de 1,02%.

O índice Ibovespa, indicador de desempenho das ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo, fechou com alta de 0,30%, totalizando 91.840 pontos nesta sexta-feira, batendo novo recorde nominal, pelo terceiro consecutivo. O recorde anterior, de 91.564 pontos, foi registrado ontem.

Os papéis com melhor desempenho no pregão de hoje foram os da Cielo (alta de 7,98%), Bradespar (6,76%) e Vale (6,51%). A maior baixa ficou por conta da Embraer, com variação negativa de 5,02%.

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro disse ser favorável ao acordo entre a Embraer e a Boeing, mas afirmou que tem preocupações com o futuro da empresa. “Seria muito bom essa fusão, mas nós não podemos, como está na última proposta, que daqui a cinco anos tudo seja repassado para o outro lado. Nossa preocupação é essa, é um patrimônio nosso.”

(Agência Brasil)

General Mourão diz que culpa da crise é de Camilo, “que sempre tratou mal a PM”

295 9

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PRTB), responsabilizou o governador Camilo Santana (PT) pela violência no Estado. A declaração foi para a revista Crusoé e publicada no site O Antagonista.

“O problema é do governador, que sempre tratou mal a PM. E pelas informações que recebemos, 40% do efetivo da polícia está de férias agora. Como ele pode deixar isso?”, disse Mourão, segundo o site.

“Ele quer jogar no colo da gente. É a velha tática do PT”, acrescentou o vice-presidente.

Em nota enviada ao O POVO Online, a Polícia Militar do Ceará esclarece que é “inverídica” a informação do general Hamilto Mourão sobre o efetivo da polícia.

“Seria irresponsabilidade do Comando da Corporação liberar 40% do seu efetivo para gozar férias em um único mês. A Coordenadoria de Gestão de Pessoas da PMCE confirmou que de acordo com a Portaria 014/2018 – CAD/CCP/CGP, publicada em Boletim do Comando Geral, nº 163, de 30 de agosto de 2018, apenas 8,33% do efetivo da Corporação pode gozar de férias durante cada mês.A Polícia Militar do Ceará enfatiza ainda, que na manhã de hoje, 04, 371 novos Policiais Militares foram empregados para reforçar a segurança pública do estado, inclusive, todos os dias, estão sendo empregados policiais militares no serviço extra (Indenização de Reforço Operacional / IRSO), além do efetivo administrativo que está sendo convocado para reforçar o policiamento em todo o Estado”, disse a nota.

“A eleição já passou. E os interesses da população do meu estado sempre estarão acima de qualquer interesse pessoal ou partidário. Como homens públicos temos que ser maiores que qualquer divergência. De minha parte a relação será sempre de respeito e cooperação”, completou Camilo Santana, por meio de sua assessoria.

(O POVO Online / Foto: Arquivo)

Padilha: não há anomalia na movimentação financeira do governo Temer

O ex-ministro da Casa Civil Eliseu Padilha disse hoje (4), em nota, não haver “nenhuma anomalia” na execução orçamentária do último mês do governo do ex-presidente Michel Temer. Segundo Padilha, os pagamentos realizados em dezembro de 2018 foram aprovados pela Comissão de Orçamento do Congresso Nacional.

“No mês de dezembro de 2018 não houve e não há nenhuma anomalia nas decisões de execução orçamentária, através de empenhos e pagamentos, pois tudo está regularmente autorizado por leis orçamentárias tempestivamente aprovadas pela Comissão de Orçamento do Congresso Nacional”, afirmou. No governo passado, Padilha era o presidente da Junta de Execução Orçamentária, integrada pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento e pela Casa Civil.

Após a reunião ministerial comandada ontem (3) pelo presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, anunciou que o governo federal vai revisar as contratações, transferências e demissões de funcionários públicos comissionados, bem como a movimentação financeira dos ministérios nos últimos 30 dias. “Verificamos que houve uma movimentação incomum de exonerações e de nomeações, nos últimos 30 dias, assim como houve uma movimentação incomum de recursos destinados a ministérios, também nos últimos 30 dias”, afirmou o ministro.

(Agência Brasil)

Crise na segurança – Camilo joga a batata quente para Bolsonaro, diz psicanalista

Em comentário sobre os ataques na Região Metropolitana de Fortaleza e municípios vizinhos, o psicanalista e teólogo Paulo Maurício Gonçalves Barbosa afirma que Bolsonaro e Capitão Wagner não querem no momento resolver a crise de segurança do Ceará. Confira:

O Ceará passa por uma sequência de ataques orquestrados pelo crime organizado. Em jogo: o poder político de Camilo Santana, a relação com Bolsonaro e as próximas eleições para prefeito de Fortaleza.

Camilo Santana, reeleito fácil como governador, recebe uma afronta gigantesca do poder paralelo no segundo dia do seu novo governo. O que ele faz? Joga a batata quente para o Bolsonaro.

Bolsonaro já tem aliados políticos em Fortaleza e não é Camilo Santana, do PT, que é aliado dos Ferreiras Gomes. Mandar as tropas seria entrar numa crise em um Estado de oposição, no segundo dia de governo, e ajudar um não-aliado a se fortalecer para as eleições de 2020.

As próximas eleições para prefeito de Fortaleza possui como pauta a segurança pública. Quem será o candidato aliado do Presidente? Um militar: Capitão Wagner.

Agora me respondam: interessa para o nosso presidente e ao Capitão Wagner resolverem a crise de segurança do Ceará? Não!

Paulo Maurício Gonçalves Barbosa

Psicanalista e teólogo

Mudança climática é prioridade na agenda do Conselho da ONU

A República Dominicana, que detém a presidência do Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) no mês de janeiro, colocou a mudança climática no topo da agenda, com um debate ministerial.

O debate aberto, que também envolve os integrantes não permanentes do Conselho de Segurança, está marcado para o dia 25 de janeiro. Ele será comandado pelo presidente do país caribenho, Danilo Medina.

“Esperamos, dentro do Conselho de Segurança, oferecer contribuição para promover melhor compreensão dos novos riscos para a paz e a segurança – esses diferem dos riscos tradicionais que enfrentamos, são mais complexos e mais globais por natureza. Essa questão [da mudança climática] é de particular relevância para o nosso país, o Caribe e a América Central em geral. É também o caso de muitas ilhas do Pacífico ”, disse José Singer, enviado especial da República Dominicana às Nações Unidas.

Ele lembrou que a existência de muitas ilhas no Pacífico está ameaçada pela mudança climática. “Nós vamos ter esse debate sobre a mudança climática porque é tão crucial para nós na região”.

A República Dominicana, juntamente com a Bélgica, Alemanha, Indonésia e África do Sul, iniciou seu mandato de dois anos como membro não permanente do Conselho de Segurança em 1º de janeiro deste ano. Eles substituíram a Bolívia, Etiópia, o Cazaquistão, a Holanda e Suécia.

(Agência Brasil)

Jornalista Daniela Nogueira será mantida como ombudsman do O POVO

307 7

No aniversário de 10 anos como jornalista do O POVO, a ombudsman Daniela Nogueira será mantida na função por mais um ano. Ela terá o mandato renovado a partir desta segunda-feira (7), nos 91 anos do O POVO.

Daniela Nogueira é graduada em Comunicação Social/Jornalismo, pela Universidade Federal do Ceará (UFC), e em Letras (Português/Inglês), pela Universidade Estadual do Ceará (Uece). É especialista em Tradução, pela Uece. Mestra em Tradução, pela UFC, também pós-graduada em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais, na Estácio FIC.

Trabalhou no O POVO como editora de Opinião do jornal e editora do suplemento “The New York Times/O POVO”. Traduziu para O POVO as colunas dos norte-americanos Thomas Friedman e Paul Krugman.

(Foto: Arquivo)

Bolsonaro sanciona lei que permite faltar à aula por motivo religioso

Estudantes poderão faltar aulas e provas por motivos religiosos. É que estabelece lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro e publicada no Diário Oficial da União de hoje (4). A lei entrará em vigor em 60 dias, em março. A partir desse mês, as escolas terão ainda dois anos para tomar as providências e fazer as adaptações necessárias para colocar a medida em prática.

A nova lei estabelece que estudantes de escolas e universidades públicas e privadas poderão se ausentar de provas ou aulas, em dias que, “segundo os preceitos de sua religião, seja vedado o exercício de tais atividades”. Para isso, os estudantes terão que apresentar um requerimento com a devida antecedência.

Para repor as atividades, as instituições de ensino poderão aplicar prova ou aula de reposição, conforme o caso. Poderão ainda solicitar dos alunos um trabalho escrito ou outra modalidade de atividade de pesquisa. Os estudantes que fizerem essas atividades terão garantida a presença.

A lei não se aplica, no entanto, às escolas militares. Isso porque o ensino militar é regulado em lei específica, admitida a equivalência de estudos, de acordo com as normas fixadas pelos sistemas de ensino.

De acordo com Agência Senado, a estimativa de líderes religiosos é que cerca de 2 milhões de brasileiros guardam o sábado e, por razões de fé, não podem estudar ou trabalhar até o pôr do sol.

(Agência Brasil)

Agência de Regulação do Ceará sob nova direção

Tem novo presidente a Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce).

Trata-se de Fernando Alfredo Franco, que também está à frente da Associação Brasileira de Regulação (Abar), eleito que foi para o biênio 2018/2020. Ele foi nomeado conselheiro em maio de 2015 e agora assume a presidência da Arce cheio de planos, querendo alinhar as ações e garantir que “a regulação seja concebida conforme os preceitos da boa governança regulatória, dentro das regras e práticas que regem o processo”.

Fernando Franco é graduado em Direito pela Universidade de Fortaleza (Unifor) e Especialista em Direito Tributário pela mesma instituição (Unifor).

Já integrou diretorias e comissões da Ordem dos Advogados do Brasil – secção Ceará, em diferentes momentos. Também fez parte da executiva do Centro Industrial do Ceará (CIC) e do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

DETALHE – Franco pegará uma agência bem mais ágil, com serviços de fiscalização maior e modernizado e com atribuições a mais na área do transporte. Trabalho do ex-presidente Hélio Winston.

(Foto – Divulgação)