Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Ataques foram confirmados em pelo menos 22 municípios do Ceará

Os atentados contra veículos de transporte coletivo, viadutos, órgãos públicos, agência bancária e equipamentos de segurança que começaram nesta quarta-feira, 2, e se estendem até este sábado, 5, já ocorreram em pelo menos 22 municípios da Região Metropolitana e Interior do Estado, além da Capital.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os municípios onde houve ataques contra prédios públicos e veículos foram:

– Acaraú
– Aracoiaba
– Jaguaruana
– Jijoca de Jericoacoara
– Massapê
– Morada Nova
– Morrinhos
– Pacoti
– Pentecoste
– Piquet Carneiro
– Sobral
– Tianguá

Além disso, um indivíduo foi preso planejando crimes contra a administração pública em Baturité, a 93,2 quilômetros de Fortaleza. Ele foi capturado com coquetéis molotovs.

Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), a SSPDS informou que ocorrências foram registradas em:

– Guaiúba
– Pindoretama
– Horizonte
– Pacatuba

O POVO Online noticiou também episódios em:

– Maracanaú
– Maranguape
– Caucaia
– Canindé
– Iguatu

Confira detalhes sobre os ataques:

Jaguaruana

Na quinta-feira, 3, dois homens encapuzados atearam fogo em um ônibus da Prefeitura de de Jaguaruana, a 188,4 quilômetros de Fortaleza. Segundo informações da Delegacia da Cidade, os indivíduos chegaram em uma moto de cor escura e incendiaram o veículo.

Piquet Carneiro

Dois caminhões e um ônibus foram incendiados na madrugada desta sexta-feira, 4, próximo ao Hospital Municipal de Piquet Carneiro. As informações foram confirmadas pela delegacia de Senador Pompeu.

Iguatu e Canindé

A Enel distribuição Ceará informou que cinco veículos foram incendiados na tarde desta sexta-feira, 4, em Iguatu, Canindé e Fortaleza sem detalhar quantos ataques aconteceram em cada cidade.

Pacatuba

Por volta das 23 horas dessa quinta-feria, 3, o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) foi acionado para atender ocorrência de um incêndio no 24º distrito Policial de Pacatuba, localizado na avenida XV, bairro Jereissati II.

Ainda no Município, a Delegacia de Defesa da Mulher, no Conjunto Jereissati III, e o 24º Distrito Policial foram atacados por um grupo. Os indivíduos lançaram garrafas com líquido inflamável e atearam fogo na parte externa do local.

Maranguape

Moradores do Município de Maranguape registraram incêndio na empresa de ônibus Expresso Novo Maranguape, na noite desta quinta-feira, 3.

Caucaia

Criminosos detonaram explosivos nas colunas que sustentam viaduto próximo a posto da Polícia Rodoviária Federal em Caucaia, na BR-020. Pilastras foram danificadas na explosão, na madrugada desta quinta-feira, 3. O estrondo foi ouvido por moradores nas redondezas.

Horizonte

Incêndio destruiu seis veículos no pátio do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) de Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A assessoria de imprensa do Município informou que um dos carros era do próprio departamento enquanto os outros cinco estavam no trâmite na Justiça.

Maracanaú

Quatro ataques foram registrados em Maracanaú, na sexta-feira, 3. Entre as ocorrências estão o incêndio da Caixa Econômica Federal, o Demutran da Pajuçara e a subprefeitura no Novo Maracanaú, além de atentados contra veículos.

Na Pajuçara, criminosos atearam fogo em um carro e, em seguida, lançaram o veículo contra uma agência da Caixa Econômica.

Um ônibus foi incendiado na tarde desta sexta-feira, 4. O veículo da empresa Viametro, foi atacado na avenida Edson Queiroz, no bairro Jardim Bandeirantes.

Jijoca de Jericoacoara

Um veículo foi incendiado em uma creche na madrugada deste sábado, 5, em Jijoca de Jericoacoara, a 283,4 quilômetros de Fortaleza. A informação foi confirmada pelo 2° Batalhão do Policiamento Turístico (BPTur) do Município.

Sobral

Uma topic foi incendiada no bairro Paraíso das Flores, em Sobral, Região Norte do Ceará. O ataque ocorreu por volta das 13h30min deste sábado, 5, próximo ao campus da Universidade Estadual do Vale do Acaraú (UVA). Polícia Militar e Corpo de Bombeiros foram chamados e as chamas contidas.

Segundo o sargento Gomes Nascimento, da Polícia Militar de Sobral, na Cidade houve um ataque ao prédio da Guarda Municipal e ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do bairro Vila União.

Pentecoste

A sede da Guarda Municipal de Pentecoste (a 95 quilômetros de Fortaleza) sofreu ataque na madrugada deste sábado, 5. Dois homens passaram em uma motocicleta pelo local e atearam fogo. Na sequência, foram em direção ao Fórum do Município para, também, atear fogo.

(O POVO Online/Foto – WhatsApp)

PSB se solidariza com Camilo Santana na luta contra o crime organizado

249 2

Odorico Monteiro preside a legenda no Estado.

O PSB do Ceará, parceiro do governador Camilo Santana (PT) nas últimas eleições, divulga nota de apoio ao Governo e repudia ação criminosa que se registra no Estado. Confira:

A situação da violência e do sistema penitenciário no Ceará e no Brasil é uma questão que envolve o pacto federativo entre governos e sociedade em geral, buscando aprimorar políticas de prevenção, políticas de inteligência e políticas de combate ao crime organizado.

Vivemos no Ceará um momento delicado e parabenizamos nosso Governador Camilo Santana pela célere decisão em solicitar o apoio do governo federal, agindo como um grande estadista. Reconhecemos que nos últimos 4 anos o governo do Ceará investiu de forma decisiva na área de segurança pública, aumentando o efetivo de profissionais, a interiorização do Raio e sistemas de monitoramento e inteligência, a melhoria dos equipamentos de suporte as operações policiais, bem como a valorização profissional dos integrantes do sistema. Como bem apontou o governador em sua posse a questão da educação e da segurança
pública deve ser uma prioridade estratégica nestes próximos anos. Entendemos que no momento não há espaço para oportunismos, disputas político-partidárias, e divergências ideológicas. O período eleitoral já passou e a vida do nosso povo está em primeiro lugar.

Por fim, enfatizamos que o Ceará Pacífico, que foi posto em prática no primeiro governo Camilo Santana, liderado pela Vice-Governadora Izolda Cela, articulou ações de forma intersetoriais no âmbito de todo governo, e certamente, neste segundo mandato, será ampliado, dinamizado e alcançará mais e melhores resultados. O PSB reafirma seu compromisso histórico com a paz, a justiça social e o respeito aos direitos humanos, que são valores inseparáveis de uma sociedade mais democrática e digna.

A firmeza e serenidade do governador, demonstradas em seu mais recente pronunciamento, sinaliza à todos nós cearenses sua capacidade de gestor público, sua seriedade com a vida das pessoas e seu
assertivo posicionamento em momentos de crises. Estamos juntos pela vida e pela paz!

*Odorico Monteiro,
Deputado Federal e
Presidente Estadual do PSB.

Eu tô voltando! – João Alfredo assume a Comissão do Meio Ambiente da OAB do Ceará

511 4

Um ex-deputado está de volta ao cenário político e ocupando a presidência da Comissão do Meio Ambiente da Ordem dos Advogados do Brasil do Ceará.

Trata-se do professor e ambientalista João Alfredo, filiado ao Psol, que já foi vereador, deputado estadual e deputado federal quando no PT de Camilo Santana.

João Alfredo promete ser vigilante nas ações do Estado e da Prefeitura de Fortaleza nessa área.

(Foto – Arquivo)

Ferrão perde na abertura do Estadual 2019

Mesmo com o time base de campeão brasileiro da Série D, o Ferroviário foi derrotado na abertura do Campeonato Estadual deste ano, na tarde deste sábado (5), no estádio Presidente Vargas, ao ser surpreendido pelo Atlético (antigo Uniclinic), por 3 a 2.

O Ferrão deixou o primeiro tempo na desvantagem do placar, por 2 a 0, mas buscou o empate ainda nos meados da segunda etapa. Quando a torcida coral esperava a virada, o Atlético voltou a marcar e segurou o placar. O Ferroviário ainda botou uma bola na trave nos acréscimos. No outro jogo da rodada: Horizonte 1 a 1 Guarany de Sobral.

Neste domingo (6), a competição segue com Barbalha x Iguatu e Floresta x Guarni de Juazeiro. Ceará e Fortaleza somente entram no campeonato a partir da segunda fase.

(Foto: Reprodução)

Agente penitenciário diz que autoridades foram alertadas sobre crescimento das facções nos presídios

Em artigo sobre o movimento das facções nos presídios cearenses, o presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Ceará, Valdemiro Barbosa, afirma que, desde 2012, as facções se fortalecem nos presídios do Estado. Confira:

Somos favoráveis ao restabelecimento da ordem e disciplina no sistema penitenciário cearense, tanto que nossa categoria sempre alertou as autoridades sobre a falta de investimentos e a maneira equivocada no gerenciamento governamental do sistema. A ausência de políticas públicas eficazes no sistema prisional cearense permitiu que as facções se organizassem, potencializando o crime – fato que causa medo entre os cidadãos.

Recordo que, no ano de 2012, os agentes penitenciários já alertavam os gestores da pasta sobre detentos faccionados, mas as informações foram ignoradas pelas autoridades.

Também reivindicamos a criação de uma secretaria de administração penitenciária (SEAP) direcionada exclusivamente para tratar das demandas carcerárias mas, somente após décadas, a pauta saiu do papel. A nomeação do secretário Mauro Albuquerque, que tem perfil operacional, veio no momento que a equipe penitenciária mais desejava mostrar coragem e bravura. Horas após os bandidos deflagrarem ações de vandalismo e terror, o titular da pasta percebeu a disposição da categoria no combate ao crime organizado.

Estamos preparados para o enfrentamento, somos defensores do bem, todavia, vale ressaltar que é necessário investir no sistema penitenciário cearense para que o processo se torne permanente. Já comunicamos ao governo que o ideal, com base na massa carcerária, seria a contratação de mais 3000 mil agentes, problema que pode ser resolvido com o chamamento imediato do cadastro de reserva e retificando o edital do último concurso público.

Também necessitamos de armamento moderno e munição em números suficiente; viaturas; equipamentos de segurança ; acautelamento de pistolas para todos os agentes e a construção de presídios regionais. Estamos retomando o controle das prisões no Ceará, mas precisamos continuar nesse mesmo caminho, porém, o governo deve estar sensível as demandas aqui apresentadas, garantindo o bem-estar social e condições básicas de segurança para todos os agentes penitenciários.

Valdemiro Barbosa

Presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp/CE)

Caucaia intensifica fiscalização contra transporte irregular de buggys e quadriciclos

A Secretaria Municipal de Patrimônio Serviços Públicos e Transporte de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), com suporte da Autarquia Municipal de Trânsito (AMT), intensificou a fiscalização para combater o serviço clandestino de passeios de buggys e quadriciclo no litoral do município.

O objetivo, segundo a assessoria de imprensa do prefeito Naumi Amorim,  é garantir a segurança dos usuários de transporte em passeios de todo complexo turístico de Caucaia. Conforme o agente de Trânsito e de Transporte Milton Alves do Nascimento, “a iniciativa prevê, além da segurança dos veículos, dos motoristas e passageiros, a preocupação com a higiene e conforto dos passageiros”.

Na abordagem, são fiscalizadas as condições dos equipamentos obrigatórios de segurança, a documentação dos motoristas e dos veículos, além dos percursos das trilhas autorizados para cada tipo de veículo automotor (buggys e quadriciclos).

Para realizar credenciamento, os veículos são vistoriados e os motoristas participam de cursos. Os buggys que não são cadastrados no sistema da Prefeitura serão autuados quando for constatado que estão fazendo transporte irregular de passageiros.

As blitze acontecem a qualquer hora e dia da semana nas trilhas da praia do Cumbuco e do Parque das Dunas.

Placas indicativas

Na próxima semana, serão instaladas nas trilhas do Cumbuco e do Parque das Dunas placas indicando proibição de tráfego de veículos automotores não autorizados.

(Foto – Divulgação)

“Endureceremos cada vez mais contra o crime”, diz Camilo

164 2

O governador Camilo Santana (PT) voltou a endurecer o tom contra os criminosos que estão provocando a onda de violência no Ceará, atacando, desde a noite de quarta-feira, 4, ônibus, prédios públicos e privados. “Esse tem sido justamente o motivo desses atos criminosos: fazer com que o Estado recue dessas medidas fortes, o que não há nenhuma possibilidade de acontecer. Pelo contrário: endureceremos cada vez mais contra o crime”, disse.

O petista garantiu que as forças da Segurança Pública (SSPDS) irão continuar com as ações repressivas “pelo tempo que for necessário”. Ele ressaltou a confiança nos 29 mil profissionais que atuam no setor.

Camilo ainda explicou que criação da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) previa a atuação rigorosa em todos os presídios, “agindo com firmeza, dentro da lei e mostrando que o comando é do Estado”.

De acordo com o governador, 86 pessoas já foram presas por envolvimento nesses atos, 36 somente na última madrugada.

Confira o pronunciamento na íntegra:

Cearenses,
Neste momento em que o Estado do Ceará enfrenta atos criminosos, reafirmo que, por minha determinação, todas as forças de segurança do Ceará (Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, agentes penitenciários e Pefoce) estão em regime permanente de plantão para coibir essas ações, prender os bandidos e proteger a nossa população.

O esquema reforçado de segurança continuará, e com mais força ainda, por todo o tempo que for necessário para garantir a ordem e colocar atrás das grades todos aqueles que atentarem contra a sociedade.

Tenho absoluta confiança nos mais de 29 mil profissionais cearenses que formam as forças de segurança do nosso estado, que têm se doado noite e dia para combater o crime, especialmente neste momento em que o Estado do Ceará toma medidas duras e necessárias de combate ao crime organizado, fora e dentro de unidades prisionais.

Esse tem sido justamente o motivo desses atos criminosos: fazer com que o Estado recue dessas medidas fortes, o que não há nenhuma possibilidade de acontecer. Pelo contrário: endureceremos cada vez mais contra o crime.

Criamos uma secretaria especialmente para a atuação rigorosa em todos os presídios, agindo com firmeza, dentro da lei e mostrando que o comando é do Estado.

Reforçamos nosso sistema de segurança com a contratação de quase dez mil profissionais nos últimos quatro anos e chamei ontem outros 600 para atuarem de imediato. E já informo que convocarei mais profissionais nos próximos meses.

Adquirimos novos e modernos equipamentos, mais de 2.100 viaturas, investimos em tecnologia e inteligência, construímos novos presídios, e outros estão em construção, inclusive de segurança máxima. E com planejamento e estratégia, passamos a imprimir maior rigor nas ações de combate ao crime.

Conseguimos trazer para o Ceará o primeiro Centro Integrado de Inteligência do País, que já está em funcionamento colaborando conosco.

Desde que essas ações criminosas começaram a acontecer, há três dias, tenho me reunido com toda a cúpula da segurança pública e tomado as medidas, duras e necessárias.

Até este momento, 86 pessoas já foram presas por envolvimento nesses atos, 36 somente na última madrugada. E várias ações foram evitadas com o trabalho de inteligência e antecipação da polícia.

Também, já desde as primeiras horas dos ataques, tenho conversado de forma permanente com o Ministro da Justiça e Segurança, Sérgio Moro, que tem prestado um apoio muito importante neste momento, bem como com o Ministro da Defesa, general Fernando Azevedo.

Como sempre defendi, o combate ao crime organizado deve ser feito de forma cooperada entre estados e Governo Federal. É papel de todos proteger a população, deixando de lado vaidades e interesses pessoais ou partidários.

Homens públicos devem estar acima de tudo isso. O bem estar da população do Ceará sempre estará em primeiro lugar e lutarei com todas as minhas forças por isso.

Aproveito para dar as boas-vindas aos agentes da Força Nacional de Segurança e tropas federais que começaram a chegar ao Ceará ontem para contribuir com nossa Polícia nesse enfrentamento. O trabalho deve ser sempre de cooperação entre as forças de segurança estaduais e federais, ambas com seu papel de proteger o cidadão.

O momento é, mais do que nunca, de união de todas as forças. Governos, Poder Legislativo, Justiça, Ministério Público, OAB e de toda a sociedade civil.

Sempre estarei ao lado população cearense, que hoje sofre com esses atos criminosos, mas que terá, com a força e persistência do estado no combate ao crime, um Ceará mais seguro para suas famílias.

Este é meu compromisso como governador de todos os cearenses.

Serei duro contra o crime.

(O POVO Online / Repórter Igor Cavalcante)

Projeto susta decreto que criou força-tarefa de inteligência contra crime organizado

190 2

O Projeto de Decreto Legislativo 1055/18 suspende o decreto do presidente Michel Temer que criou a Força-Tarefa de Inteligência para combater o crime organizado no Brasil (9.527/18). O projeto foi apresentado pelo deputado Paulo Pimenta (PT-RS) e tramita na Câmara dos Deputados.

Para o deputado, o decreto é “incompatível com as missões constitucionais das Forças Armadas”. Segundo ele, a Constituição reservou aos militares a defesa da soberania do País, sem qualquer autoridade para incursionar em atividades de inteligência. Eles atuam em segurança pública apenas em casos excepcionais, como nas missões de garantia da lei e da ordem realizadas nos estados.

Além disso, conforme Pimenta, a Lei 13.675/18, que instituiu a Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, já regulamentou a atuação das forças policiais no enfrentamento ao crime organizado, incluindo a estruturação das atividades de inteligência. A lei foi sancionada por Temer em junho, e o decreto em outubro.

“Como se verifica, além de não encontrar qualquer guarida na Constituição, o decreto, diante da legislação recém aprovada, se mostra totalmente desnecessário”, disse Pimenta. O deputado afirma ainda que a norma revive “tempos sombrios”, em que as Forças Armadas desenvolviam atividades de inteligência contra seus opositores.

“Diversas conquistas, extremamente caras ao País, podem ser vulneradas com uma norma da estatura desse decreto”, disse.

Segundo o decreto presidencial, a Força-Tarefa de Inteligência poderá analisar e compartilhar dados, e produzir relatórios de inteligência com vistas a subsidiar a elaboração de políticas públicas e a ação governamental no enfrentamento a organizações criminosas.

A força-tarefa é integrada por 11 órgãos federais, incluindo o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (responsável pela coordenação), Agência Brasileira de Inteligência (Abin), centros de inteligência das Forças Armadas, Polícia Federal e Receita Federal.

O projeto será analisado inicialmente comissões de Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois, seguirá para o Plenário da Câmara.

(Agência Câmara Notícias)

Surpresa da Copinha na rodada de estreia, Horizonte encara hoje os donos da casa

Após estar vencendo o Botafogo do Rio, por 1 a 0, gol de Vinícius, até os minutos finais de partida, e permitir o empate ao time carioca, o Horizonte foi a surpresa da rodada de abertura da Copa São Paulo de Futebol Junior, quando somente o Botafogo, entre os chamados “grandes”, não venceu na estreia da competição.

Neste sábado (5), a partir das 18h45min (horário de Brasília), o Horizonte enfrenta os donos da casa, o Francana, que na estreia empatou sem gols com o Cuiabá. Duas equipes se classificam para a próxima fase.

Já neste domingo (6), a partir das 16 horas, Ceará e Fortaleza voltam a campo. As duas equipes cearenses venceram na estreia – Ceará 2×1 Ceilândia e Fortaleza 2×0 Queimadense/PB – e garantem classificação com nova vitória. O Ceará enfrenta a Ponte Preta, que na estreia empatou em 1 a 1 com os donos da casa, o Andradina. Já o Fortaleza joga contra o Sertãozinho, que na estreia foi goleado por 3 a 0 pelo Primavera.

(Foto: Reprodução)

Ônibus não circulam por duas horas nesta tarde

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) informou que, entre as 13h30min e as 15h30min, não circulam ônibus na Grande Fortaleza por causa do período de rendição da Polícia – a troca de turno entre os PMs.

A paralisação do serviço ocorre porque, desde a noite desta sexta-feira, 3, só circulam na Grande Fortaleza coletivos com policiais militares fardados embarcados. São três por veículo. E eles têm esse momento de troca de turno.

Com a operação, segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), não foram registrados ataques a coletivos entre a noite desta sexta e este sábado. Já foram presas e apreendidas 86 pessoas por participação nos ataques. (O POVO Online)

DETALHE – Leitores reclamam ao Blog que as empresas estão à frente dos horários das linhas, não a Etufor, durante este período de ataques contra ônibus. Segundo leitor, fiscais do terminal da Messejana informaram o horário da linha Antonio Bezerra Messejana, por volta das 10 horas, mas, após a chegada do veículo ao terminal, por volta das 11h15min, a empresa determinou que o ônibus aguardasse no terminal, enquanto seria providenciado almoço aos policiais e intervalo de descanso. Como não havia precisão de outro horário, alguns usuários deixaram o terminal a pé.

Ataques na Região Norte destroem estação do VLT e vans

181 2

Criminosos atearam fogo na madrugada deste sábado (5) na estação do VLT do Bairro Alto da Expectativa, em Sobral, e em seis vans do transporte de cooperativa de Massapê, ambos os municípios na Região Norte do Ceará.

Segundo a Polícia, houve perseguição a suspeitos e pessoas estão detidas na Delegacia Regional.

(Imagens: Leitor do Blog)

Bolsonaro elogia coordenador do Enem e critica doutrinação em escolas

331 4

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou neste sábado (5) que o novo responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o economista Murilo Resende Ferreira, vai priorizar o ensino com enfoque na medição da formação acadêmica.

Em publicação na sua conta oficial no Twitter, o presidente disse que é preciso ignorar a promoção da “lacração” e da “doutrinação” em sala de aula. O presidente também destacou a formação de Resende, que é doutor em economia pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

“Murilo Resende, o novo coordenador do Enem, é doutor em economia pela FGV, e seus estudos deixam claro a priorização do ensino ignorando a atual promoção da ‘lacração’, ou seja, enfoque na medição da formação acadêmica, e não somente o quanto ele foi doutrinado em salas de aula”, tuitou.

Resende, de 36 anos, foi escolhido pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, como diretor de Avaliação da Educação Básica do Instituto de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que é o órgão responsável pelo Enem.

(Agência Brasil)

A felicidade do Ano Novo durou só até o primeiro estrondo

Em artigo no O POVO deste sábado (5), a jornalista Letícia Alves aponta que a vinda de homens da Força Nacional alivia um pouco o medo, mas não é o suficiente para trazer de volta a esperança de um novo ano. Confira:

O clima de Ano Novo nem havia cessado quando moradores de Caucaia escutaram um estrondo e sentiram a terra tremer na madrugada do dia 3 de janeiro. O barulho era de uma explosão em viaduto na BR-020, ataque que, junto com o incêndio de dois ônibus, inaugurou nova onda de terror causada por facções criminosas no Ceará. Desde então, não escutei mais desejos de “feliz ano novo” sendo trocados entre amigos, familiares e colegas de trabalho. Foi-se embora a esperança?

Infelizmente, essa situação não é mais novidade para a população cearense. Só em 2018, foram três ciclos de ataques a ônibus e prédios públicos e particulares; em 2017, outros dois; e em 2016, absurdas cinco ondas de ações criminosas generalizadas – segundo dados de edição do O POVO de ontem. Durante o segundo semestre do ano passado, experimentamos uma paz até estranha, levando em conta esses números, mas ela mal esperou a virada do ano (ou a posse dos governantes).

O caos na segurança do Ceará repercutiu em todo o Brasil e chegou ao governo federal com maior rapidez do que das outras vezes. Ainda no dia 3, à tarde, o governador Camilo Santana (PT) anunciou conversa com Sergio Moro, ministro da Justiça e da Segurança Pública, e solicitação da Força Nacional. Em julho do ano passado, mesmo após cinco dias de terror, o Governo do Estado se negou a recorrer a essa medida.

A vinda de homens da Força Nacional alivia um pouco o medo, mas não é o suficiente para trazer de volta a esperança. Primeiro, porque até numa situação de caos como essa, a hostilidade entre os governos estadual e federal ficou evidente na fala do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que fez questão de destacar “incapacidade” de Camilo de resolver o problema. Ora, incapaz ou não, o pedido de ajuda é sempre clamado pela população, e finalmente foi ouvido. Bolsonaro tinha mais era de atender.

A média de duração dessa onda de ataques fica entre três e quatro dias. Entramos no terceiro, mas estatísticas não garantem que estamos nos aproximando do fim. Ainda mais porque todos sabem que a paz que experimentamos é ilusória e acontece enquanto a guerra continua a ser engendrada pelas facções criminosas de dentro dos presídios. É necessário ultrapassar entraves ideológicos para discutir resoluções reais. O cidadão não merece ficar à mercê dessa violência.

*Letícia Alves

Jornalista do O POVO.

(Foto – Reprodução de TV)

Mega-Sena tem prêmio de R$ 4 milhões neste sábado

A Mega-Sena deverá pagar um prêmio de R$ 4 milhões neste sábado (5), segundo estimativa da Caixa Econômica Federal, em sorteio que será realizado à noite, em Caibi/SC. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Já a Quina paga um prêmio de R$ 600 mil, após um apostador mineiro de Coronel Fabriciano acertar sozinho os números 06 – 24 – 30 – 61 e 73, no sorteio da noite dessa sexta-feira (5). Ele ganhou R$ 3,7 milhões. A aposta mínima custa R$ 1,50.

Ministro-chefe diz que redução do IR será possível após equilíbrio fiscal

O governo federal estuda a possibilidade de redução do Imposto de Renda (IR), mas não há prazo para o anúncio da medida. Segundo o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, a redução do IR será precedida de um equilíbrio fiscal no Brasil. “Depois de feito o equilíbrio fiscal no Brasil, vamos trabalhar [para reduzir o IR]. Só não sei prever quando, e cabe ao professor Paulo Guedes fazer essas definições”, disse o ministro.

Onyx acrescentou que algo precisa ser feito para dar um “tratamento mais equilibrado”, uma vez que a chamada “pejotização” (prática do empregador em contratar um funcionário como pessoa jurídica) faz com que muitos trabalhadores paguem alíquotas de Imposto de Renda menores em comparação com aqueles que recebem como pessoa física.

“Quantas atividades não fogem para a pejotização, que é transformar uma pessoa física em uma pessoa jurídica? A pessoa jurídica paga 15%, e uma pessoa física com um salário significativo paga 27,5%”, disse. “Trabalhamos com o conceito de dar um tratamento mais equilibrado para a sociedade brasileira.”

Reforma da Previdência

O ministro também disse que em duas semanas será apresentado ao presidente “caminhos” possíveis para a reforma da Previdência.

Onyx reforçou a intenção do governo de fazer uma mudança da idade mínima “lenta e gradual”. “Vai ser feita uma transição lenta e gradual preservando o direito das pessoas, tendo um olhar humano para a reforma, fazendo as coisas gradualmente”.

Integrantes do governo e Bolsonaro já deram declarações no sentido de aproveitar o texto criado pela equipe do governo anterior, mas a equipe econômica está formatando a reforma que será levada adiante.

O presidente manifestou a intenção de mudar a idade mínima para 57 anos, no caso de mulheres, e 62 anos, no caso de homens, com aumento gradativo, mas a proposta não foi fechada.

(Agência Brasil)

Governo Bolsonaro confunde as coisas: apoio não é favor

269 5

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (5), pelo jornalista Érico Firmo:

O governo Jair Bolsonaro (PSL) demonstra duas posturas distintas em relação à crise no Ceará. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e o secretário nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theophilo, mostraram abertura, postura de colaboração e disponibilidade. Rapidamente disponibilizaram apoio e autorizaram o envio da Força Nacional. Foi a esfera técnica e a postura foi irretocável. Já na política?

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o vice-presidente, general Hamilton Mourão (PRTB), tiveram postura inadequada, como não se dando conta de que já estão nas funções para as quais foram eleitos. O presidente disse: “Ele (Moro) foi muito hábil, rápido e eficaz para atender ao Estado, cujo governador reeleito é uma oposição radical à nossa”.

Bolsonaro prossegue: “Nós jamais faremos oposição ao povo de qualquer estado. E o povo do Ceará precisa nesse momento. As medidas já foram tomadas. Faltava por parte do governo do Ceará se enquadrar, e via ofício informar, da real necessidade da presença da força pela sua incapacidade de resolver o problema”.

Já Mourão, segundo o site O Antagonista, chutou o balde para a lua. “O problema é do governador, que sempre tratou mal a PM. E pelas informações que recebemos, 40% do efetivo da polícia está de férias agora. Como ele pode deixar isso?”. Completou: “Ele quer jogar no colo da gente. É a velha tática do PT”.

Bolsonaro confunde as coisas e Mourão erra feio. O presidente faz menção descabida ao fato de ser governo opositor. Na esfera administrativa, na relação federativa, isso não deve vir ao caso, jamais. Dizer que não fará oposição ao povo de nenhum estado não é favor, é obrigação. Nem é novidade.

Presidentes e governadores sempre trataram de tentar preservar relações federativas, sem prejuízo de divergências políticas. Fernando Henrique Cardoso (PSDB) tinha ótima relação com Zeca do PT, do Mato Grosso do Sul. Quando era governador de Minas Gerais, as pessoas esquecem, a relação de Aécio Neves (PSDB) com Luiz Inácio Lula da Silva (PT) era também muito boa.

E nem precisam gostar uns dos outros. O Governo Federal tem atribuições nos estados. Governadores devem demandar a União, dentro dos papéis institucionais. Não me recordo de o presidente da República politizar de tal forma a relação administrativa com Estado, ressaltando como mérito o fato de não praticar preconceito ideológico.

Quanto a Mourão, errou a mão feio. Nem discuto se o diagnóstico está certo ou errado. Ele é vice-presidente da República. Não condiz com sua função comprar briga com governador de Estado em crise, no quarto dia de mandato. Que belo cartão de visitas! E politiza a questão de modo que Bolsonaro diz não fazer. “Ele quer jogar no colo da gente. É a velha tática do PT”. O PT tem tática de jogar as coisas no colo do Bolsonaro? O partido estava na Presidência até 2016 e Bolsonaro era deputado. O que jogava no colo dele? Não tem nem lógica.

O governo Camilo errou? Claro que errou. É o quatro ano de mandato, sucedendo oito de governador aliado. Se chega a tal situação não é como resultado de trabalho exemplar. É até pertinente que o novo Governo Federal aponte os problemas que vê numa questão na qual foi chamado a intervir. Mas isso precisa ser conversado. Não cabe em bravata para a plateia. No calor da crise, o momento é de resolver.

Como escrevi ontem, o segundo governo Camilo tem teste que pode definir, desde já, o sucesso ou fracasso do mandato inteiro. A depender da resposta que for capaz de dar. Mas o governo Bolsonaro também está em teste. Muita gente, inclusive no Ceará, votou nele na esperança de ter mais segurança. Também é primeira situação na qual precisará mostrar como irá se portar.

Facções criminosas promovem ataques na Zona Norte

A madrugada foi de ataques na Região Norte do Estado. Há registro de ocorrências nas cidades de Sobral e Massapê. Segundo o sargento Gomes Nascimento, da Polícia Militar de Sobral, na Cidade houve um ataque ao prédio da Guarda Municipal e ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do bairro Vila União.

Conforme o sargento, um ônibus que estava estacionado no pátio da guarda e pertencia à instituição foi incendiado com coquetel molotov e gasolina. Ninguém foi preso. Já no Cras, a Polícia conseguiu impedir o incêndio e apreender quatro pessoas que foram levadas para a delegacia.

Há ainda registro ainda de um ataque à estação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do bairro Expectativa. Ainda segundo o sargento da PM de Sobral, em Massapê quatro topiques que fazem viagens intermunicipais foram incendiadas. Ninguém foi preso.

(Vídeo – Leitor do Blog

Lei fixa data da Semana de Prevenção da Gravidez na Adolescência

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei nº 13.798, que acrescenta ao Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/1990) artigo instituindo a data de 1º de fevereiro para início da Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência. A decisão foi publicada na edição dessa sexta-feira (4) do Diário Oficial da União.

A oficialização da data, que será celebrada anualmente, foi proposta em 2010 pela então senadora Marisa Serrano (PSDB-MS).

Segundo a lei, nesse período, atividades de cunho preventivo e educativo deverão ser desenvolvidas conjuntamente pelo poder público e por organizações da sociedade civil.

O Estatuto da Criança e do Adolescente define como criança quem tem até 12 anos incompletos e como adolescente, quem tem idade entre 12 e 18 anos.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgados em fevereiro do ano passado revelam que, na América Latina e no Caribe, a taxa de gravidez entre adolescentes é a segunda mais alta do mundo, superada apenas pela média da África Subsaariana. Na América Latina e no Caribe, ocorrem anualmente, em média, 66,5 nascimentos para cada 1 mil meninas com idade entre 15 e 19 anos, enquanto o índice mundial é de 46 nascimentos entre cada 1 mil meninas.

Levantamento do Ministério da Saúde fechado em 2017 informa que, somente em 2015, foram 546.529 os nascidos vivos de mães com idade entre 10 e 19 anos. A taxa apresentou, em 11 anos, queda de 17% no Brasil, conforme a base do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (Sinasc), já que, em 2004, foram registrados 661.290 nascimentos.

Naquele ano, o número de crianças nascidas de mães adolescentes nessa faixa etária representou 18% dos 3 milhões de nascidos vivos no país. O balanço do ministério mostra que a região com maior prevalência de gravidez precoce, em 2015, foi o Nordeste (180.072 – 32%), seguida pelo Sudeste (179.213 – 32%).

(Agência Brasil)