Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Desembargador adia depoimento de Lula em ação da Operação Zelotes

O desembargador Névton Guedes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, adiou o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de uns de seus filhos, Luiz Cláudio, previsto para o próximo dia 30 de outubro em uma das ações penais da Operação Zelotes, da Polícia Federal.

O magistrado atendeu pedido feito pela defesa de Lula. No pedido, o advogado Cristiano Zanin afirmou que o interrogatório foi marcado pela primeira instância sem que todas as testemunhas arroladas pela defesa tenham sido ouvidas no processo.

O interrogatório deve ocorrer na ação penal na qual o ex-presidente e seu filho são acusados dos crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa, sob a acusação de integrarem um esquema que vendia a promessa de interferências no governo federal para beneficiar empresas.

De acordo com a denúncia, Lula, seu filho, e os consultores Mauro Marcondes e Cristina Mautoni participaram de negociações irregulares no contrato de compra dos caças suecos Gripen e na prorrogação de incentivos fiscais em uma medida provisória para prorrogação de incentivos fiscais para montadoras de veículos. Segundo o MPF, Luís Cláudio recebeu R$ 2,5 milhões da empresa dos consultores.

A defesa do ex-presidente sustenta que Lula e seu filho não participaram ou tiveram conhecimento dos atos de compra dos caças suecos. Segundo os advogados, a investigação tramitou no Ministério Público de forma oculta e sem acesso à defesa.

(Agência Brasil)

Revista homenageia Audifax Rios

A revista cultural “Para Mamíferos”, edição especial em homenagem à memória do artista plástico e escritor Audifax Rios, será lançada no próximo sábado (28), a partir das 14 horas, no Flórida Bar.

Segundo o jornalista Nerilson Moreira, um dos editores, em clima de reunião do tradicional Clube do Bode, que congrega poetas, escritores, gente da imprensa e artistas.

SERVIÇO

*Flórida Bar – Rua Dom, Joaquim, 68 – Praia de Iracema.

Bancada cearense vota na maioria contra Michel Temer

193 1

A maioria da bancada do Ceará votou na noite desta quarta-feira (25) contra o parecer do relator Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que sugere a inadmissibilidade da denúncia dos crimes de obstrução da Justiça e organização criminosa em desfavor do presidente Michel Temer (PMDB).

Assim como ocorreu na primeira denúncia, o peemedebista Vitor Valim votou contra o parecer do relator e a favor de remeter a denúncia para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Além de Valim, votaram contra Temer os deputados federais André Figueiredo (PDT), Ariosto Holanda (PDT), Cabo Sabino (PR), Chico Lopes (PCdoB), José Airton Cirilo (PT), José Guimarães (PT), Leônidas Cristino (PDT), Luizianne Lins (PT), Odorico Monteiro (PSB) e Vicente Arruda (PDT).

Votaram a favor do relatório, os deputados federais Aníbal Gomes (PMDB), Danilo Forte (PSB), Domingos Neto (PSD), Genecias Noronha (SD), Gorete Pereira (PR), Macedo (PP), Moses Rodrigues (PMDB), Raimundo Gomes de Matos (PSDB), Ronaldo Martins (PRB) e Vaidon Oliveira (Pros).

O deputado federal Adail Carneiro (PP) não compareceu ao Plenário.

DETALHE – A maior surpresa na votação da bancada do Ceará, no entanto, foi o deputado Ronaldo Martins (PRB), que passou o ano inteiro batendo em Michel Temer e hoje votou a favor do presidente.

Votos contra Temer não serão suficientes para autorizar processo; votação continua

Embora a votação continue, devido às somas possíveis dos votos restantes, não há mais possibilidade de o Plenário da Câmara dos Deputados autorizar o pedido do Supremo Tribunal Federal (STF) para abrir processo criminal contra o presidente da República, Michel Temer, e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral) por crime de organização criminosa (SIP 2/17).

Até o momento, 288 deputados votaram e os que ainda precisam dar seu voto, somados aos favoráveis ao prosseguimento da denúncia, não chegarão a 342 votos.

Desse total, são votos 155 “sim” (pela rejeição do pedido de autorização de processo) e votos 132 “não” (pelo prosseguimento da investigação). Também há registro de 1 abstenção, enquanto 15 deputados estão ausentes.

A denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) acusa Temer e os ministros de organização criminosa e obstrução de Justiça com o intuito de arrecadar propinas, estimadas em R$ 587 milhões. O Planalto nega todas as acusações.

O caso envolve ainda outras pessoas que não têm foro privilegiado, como os ex-deputados Eduardo Cunha, Geddel Vieira Lima, Henrique Eduardo Alves e Rodrigo da Rocha Loures; o empresário Joesley Batista e o executivo Ricardo Saud, ambos da J&F.

(Agência Câmara Notícias)

Aécio Neves se mantém licenciado, mas diz que não renuncia à presidência do PSDB

Em conversa nesta quarta-feira (25), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) informou ao presidente interino da sigla, senador Tasso Jereissati (CE), que não vai renunciar à presidência do partido, da qual se encontra atualmente licenciado. A ideia do tucano é continuar licenciado até a convenção do partido que ocorrerá em 9 de dezembro, quando serão eleitos o diretório nacional e a nova executiva partidária.

Aécio Neves se afastou da presidência do PSDB em 19 de maio, após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, determinar o afastamento dele do mandato parlamentar a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Em junho, o ministro Marco Aurélio Mello revogou a determinação de Fachin e Aécio reassumiu o mandato de senador.

Neves foi denunciado no mês de junho pelo Ministério Público Federal na Operação Lava Jato por corrupção passiva e obstrução de Justiça, com base nas delações premiadas da empresa J&F, sofrendo medidas cautelares de afastamento do mandato e recolhimento noturno em casa.

Na semana passada, Aécio retomou o mandato parlamentar depois de votação do plenário do Senado que decidiu por afastar as medidas imposta pelo STF.

O estatuto do PSDB prevê que, em caso de licenciamento do presidente, o partido pode escolher o novo representante entre os sete vice-presidentes da sigla. Desde a saída de Aécio Neves, Jereissati tem ocupado a presidência do PSDB.

Nessa terça-feira (24), o presidente do Conselho de Ética do Senado, senador João Alberto (PMDB-MA), determinou o arquivamento de pedido de abertura de procedimento disciplinar contra Aécio Neves. A decisão seguiu parecer da Advocacia-Geral do Senado.

(Agência Brasil)

Grupo de Trabalho fará primeira reunião sobre ações contra assédio sexual no transporte coletivo

177 1

A primeira reunião do Grupo e Trabalho (GT) que trata sobre o enfrentamento ao assédio e abuso sexual no transporte coletivo de Fortaleza ocorrerá nesta quinta-feira (26), às 15 horas, na sede do Sindiônibus .

O encontro reunirá os vereadores Acrísio Sena (PT), Larissa Gaspar (PPL) e Eliana Gomes (PCdoB), com assessores, e o Sindiônibus, além de representantes da Delegacia da Mulher, coordenações de mulheres do Estado e da Prefeitura, Guarda Municipal, Polícia Militar, Ministério Público e OAB.

“Queremos formatar medidas concretas para combater este absurdo, que faz parte do cotidiano de mulheres que usam ônibus na capital. Há propostas de campanhas ostensivas de conscientização, baseadas em situações pesquisadas em outras cidades, do Brasil e do exterior”, afirma o petista Acrísio Sena.

Tragédia de Goiânia – Aluna vítima de ataque fica paraplégica

Uma das adolescentes baleadas por um colega dentro da sala de aula, no Colégio Goyases, em Goiânia, está paraplégica. De acordo com o Hospital de Urgências de Goiânia, a paraplegia já havia sido diagnosticada no dia da entrada da jovem, mas não havia sido informada a pedido de familiares.

A menina apresenta uma lesão na medula espinhal, perto da 10ª vértebra da coluna torácica, o que acabou comprometendo os movimentos dos membros inferiores de forma definitiva. O hospital informou que a jovem, de 14 anos, está consciente e respirando sem ajuda de aparelhos, mas segue internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) humanizada do hospital sem previsão de alta.

Outra estudante atingida no ataque a tiros, também de 14 anos, segue em estado regular. De acordo com o hospital, a paciente está orientada, consciente e com respiração espontânea, mas continua internada em uma enfermaria, também sem previsão de alta.

O ataque ocorreu na última sexta-feira (20). Dois adolescentes morreram e quatro ficaram feridos pelos tiros. O autor dos disparos, de 14 anos, está em um centro de internação provisória até o julgamento do caso pelo Juizado da Infância e Juventude, conforme previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente.

(Agência Brasil)

Mais de 50% dos alunos do 3º ano têm nível insuficiente em leitura e matemática

Dados divulgados nesta quarta-feira (25), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), apontam que a alfabetização estagnou entre 2014 e 2016. Para tentar reverter esse quadro, o Ministério da Educação apresentou medidas da Política Nacional de Alfabetização.

Mais da metade dos estudantes do 3º ano do ensino fundamental apresentaram nível insuficiente de leitura e em matemática para a idade, ou seja dificuldade em interpretar um texto e fazer contas.

De acordo com a Avaliação Nacional de Alfabetização, 54,73% dos alunos tinham nível de leitura insuficiente em 2016 e 45,27% tinham nível suficiente. Em 2014, o percentual de estudantes avaliados com nível insuficiente era um pouco maior: 56,17%.

As regiões Norte e Nordeste foram as que obtiveram os piores resultados de leitura, com 70,21% e 69,15% dos estudantes apresentando nível de insuficiência, respectivamente. Esses percentuais caem para 51,22% no Centro-Oeste; 44,92% no Sul; e 43,69% no Sudeste.

Os estudantes que participaram da ANA foram enquadrados em quatro níveis com relação à proficiência em leitura: elementar (leitura de palavras com sílabas constituídas de uma consoante e uma vogal); básico (capazes de identificar a assunto e finalidade de textos de até cinco linhas); adequado (inferir o assunto em textos simples, localizar informação no meio ou final do texto, identificar o referente de um pronome pessoal e reconhecer significado de expressão de linguagem figurada); e desejável (reconhece participantes de um diálogo, e reconhece relação de tempo e identifica o referente de pronome possessivo). Os dois primeiros são níveis considerados insuficientes.

No caso da escrita, 33,95% dos estudantes apresentaram proficiência insuficiente e 66,15% tiveram níveis adequados. As regiões Norte e Nordeste também apresentaram os menores resultados – 53,01% e 50,83%.

Com relação aos conhecimentos em matemática, 54,46% apresentaram desempenho abaixo do adequado, enquanto 45,53% com nível suficiente. Em 2014, 57,07% dos estudantes tiveram seus conhecimentos matemáticos classificados como insuficientes; e 42,93% como suficientes. Norte e Nordeste registraram 70,64% e 69,46% dos estudantes com conhecimentos em matemática insuficientes.

A presidente do Inep, Maria Inês Fini, classificou como “sofrível” os resultados da avaliação. “Precisamos dar apoio para que essas crianças tenham um mínimo de condições para recuperar e reconstruir essas estruturas e prosseguir. Do contrário, continuaremos enxugando gelo”, disse.

A pesquisa foi feita entre os dias 14 e 25 de novembro do ano passado em escolas públicas com pelo menos 10 estudantes matriculados no 3° ano do ensino fundamental em 2016. Foram mais de 2 milhões de estudantes de aproximadamente 105 mil turmas em 48 mil escolas. Quase 90% dos estudantes avaliados tinham 8 anos ou mais.

(Agência Brasil)

Deputada apresenta projeto de incentivo à literatura digital no Ceará

A deputada Aderlânia Noronha (SD) apresentou à Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (25), projeto que institui a Política Estadual de Incentivo e Fomento à Literatura Digital no Estado do Ceará.

O projeto incentivará a Literatura Digital, através da produção e ampla divulgação de obras literárias feitas especialmente para mídias digitais, com o uso de ferramentas próprias das novas tecnologias, como animações, multimídia, hipertexto, construção colaborativa, explica a parlamentar.

“O mundo digital é um ambiente que desperta um enorme interesse em crianças que nunca o utilizaram, mas que, aos poucos, está se tornando uma estratégia para que os docentes consigam atrair as crianças à leitura. Os inúmeros recursos e possibilidades de uma interação entre a criança, a leitura e o mundo digital possibilitam transformações em todos os sentidos. Reconhecer a importância da literatura digital e incentivar a criança ao hábito de leitura na idade em que todos os hábitos se formam, isto é, na infância, é o que mais nos motiva,” destaca Aderlania.

Capacitação e incentivo

O Projeto irá incentivar o setor da literatura digital, permitindo o surgimento de espaços de criatividade e liberdade criativa, fomentando a troca de experiências e o trabalho em rede, proporcionando espaços de coesão social, potencializando as iniciativas já existentes, além de auxiliar na implantação de novas experiências.

Também deverá estimular a capacitação gerencial e a formação de mão de obra qualificada, bem como a oferta de linhas de crédito e de financiamento para produção e comercialização, pesquisa, desenvolvimento tecnológico e assistência técnica ao setor da Literatura Digital.

BC reduz taxa de juros básicos para 7,5% ao ano

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou nesta quarta-feira (25) a redução da taxa básica de juros da economia brasileira de 8,25% para 7,5% ao ano, uma queda de 0,75 ponto percentual. A informação é do Portal G1.

Com a decisão, o BC diminuiu o ritmo de queda dos juros, que havia sido de 1 ponto percentual nos últimos quatro encontros do Copom. A própria autoridade monetária já havia indicado que a intensidade da redução seria menor no encontro do Copom de outubro.

Esse foi o nono corte consecutivo na Selic, o que levou a taxa ao menor patamar desde abril de 2013, ou seja, em pouco mais de quatro anos. A queda da taxa Selic para 7,5% ao ano já era amplamente esperada pelos economistas do mercado financeiro.

Nesse patamar, a taxa básica de juros também está muito próxima da mínima histórica, de 7,25% ao ano, que vigorou entre outubro de 2012 e abril de 2013. A série histórica do Banco Central para a taxa Selic começa em 1986.

A estimativa dos analistas das instituições financeiras é de que o juro continue a recuar nos próximos meses, chegando a 7% ao final deste ano, estabelecendo uma nova mínima histórica, e permanecendo neste patamar até o final de 2018.

Caixa reduz taxa de juros do crédito rural para médios produtores

A Caixa Econômica Federal anuncia redução de taxas de juros para os produtores rurais no Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (PRONAMP), que terão a taxa de juros do custeio reduzida de 7,5% para 6,7% ao ano. A redução de 0,8 ponto percentual abrange as propostas de custeio agrícola e pecuário apresentadas na CAIXA até 30 de novembro de 2017 e está de acordo com as alterações promovidas por meio da Resolução CMN 4.603, de 19/10/2017. A informação é da assessoria de imprensa da Instituição.

Para se enquadrar como beneficiário do PRONAMP, o produtor deve ter renda bruta anual de até R$ 1.760.000,00 (Um milhão, setecentos e sessenta mil reais), sendo que pelo menos 80% dessa renda deve ser proveniente de atividades agropecuárias.

O vice-presidente de Produtos de Varejo da CAIXA, Fábio Lenza, informa que a promoção tem o objetivo de apoiar o médio produtor, proporcionando redução nos seus custos de produção. “Para um custeio com prazo de 12 meses, por exemplo, o produtor que contratar uma operação no valor de R$1,5 milhão, que é o teto do programa, economizará cerca de R$12 mil”, explica Lenza.

A Caixa possui linhas de crédito para atender as principais culturas agrícolas, como soja, milho, arroz, café, algodão, trigo, feijão, cana-de-açúcar, laranja, sorgo, e para a bovinocultura de corte e leite. Para as operações de custeio agrícola de até R$500 mil, a Caixa oferece um processo simplificado, em que a análise técnica da proposta ocorre de forma online, diretamente na agência, o que garante um acesso mais ágil ao recurso pelo produtor.

Os produtores interessados devem procurar uma das 1.700 agências da Caixa habilitadas a operar com o Crédito Rural e apresentar o projeto de financiamento da produção. Para auxiliar na elaboração dos projetos, a CAIXA possui ainda convênio com mais 2.500 empresas de consultoria rural, em todas as regiões do país.

Câmara começa processo de votação de denúncia contra Temer e ministros

O plenário da Câmara alcançou o quórum de 342 deputados e iniciou há pouco o processo de votação da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco.

Depois de horas de espera desde que foi aberta a primeira sessão do dia na Câmara, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), chegou a ameaçar encerrar a segunda sessão aberta para analisar a acusação apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR).

Para evitar o encerramento e forçar o registro da presença dos deputados em plenário, a base aliada apresentou um requerimento de adiamento da votação, que foi rejeitado pela maioria dos presentes. Para começar a votação da denúncia, era necessário ter pelo menos 342 deputados, o que equivale a dois terços do total de 513 parlamentares da Casa, conforme determina a Constituição Federal para votações de processo de investigação contra presidente da República.

A dificuldade para alcançar o quórum mínimo se deu por causa da estratégia da oposição de não registrar presença em plenário com o objetivo de postergar a votação e expor ainda mais o governo. A ausência de alguns deputados de partidos da base aliada também contribuiu para o desgaste.

Desde o fim da manhã desta quarta-feira (25), integrantes da base de apoio ao governo Temer se revezaram na tribuna para chamar os deputados que registraram presença na Câmara, mas não o fizeram no plenário. “Os deputados se escondem debaixo do tapete e nos grandes corredores deste Parlamento com medo de tomarem uma decisão. Se entendem que o melhor para o país é a continuidade da denúncia, pois que venham aqui e cumpram com sua obrigação e façam valer o seu voto. O que não pode é essa omissão”, criticou o deputado Hiran Gonçalves (PP-RR).

(Agência Brasil)

Visita de embaixador da Coréia do Sul à CPS abre debate sobre projetos sociais

A Embaixada da República da Coreia do Sul promoveu debate, nesta quarta-feira, na sede da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). O encontro contou com a presença do embaixador desse país, Jeong Gwan Lee, da vice-governadora Izolda Cela, do presidente da CSP, Eduardo Parente, e da primeira-dama de Caucaia, Erika Amorim.

Para Erika Amorim, o encontro foi fundamental, pois houve debate sobre as melhores alternativas para contribuir, de forma mais aprimorada, com a comunidade local. “Tão importante quanto a geração do emprego direto, ao produto fabricado, é a participação, o cuidado e a atenção com quem vive no entorno de onde o empreendimento está instalado”, disse ela na ocasião.

Ela aproveitou para expor projetos como o  Tecendo Vidas, desenvolvido pelo Lar Fabiano de Cristo, localizado na Jurema. “É preciso que estimulemos ações empreendedoras e é isso que a CSP vem nos ajudando a fazer, com capacitação técnica de tecer fios, inovando e transformando-os em artesanato de tecelagem manual”, comemora.

O embaixador Jeong Gwan Lee destacou que o resultado da interação entre Brasil e Coreia do Sul já rende mais de 200 empresas coreanas instaladas no Brasil, entre elas, a CSP. “Nosso único objetivo aqui é discutir de que forma podemos contribuir melhor com a comunidade que estamos inseridos”, afirmou.

Já Izolda Cela comemorou a disponibilidade da empresa. “É preciso disposição para a reverberação de ações que promovam o desenvolvimento da comunidade”, sintetizou. Eduardo Parente diz que vê claramente o desenvolvimento econômico chegando na região. Há aqui uma enorme vontade de trabalhar e nós, sempre que possível, vamos dar oportunidade a esses jovens.

(Foto – Divulgação)

Temer passa bem e deve ter alta ainda nesta quarta-feira

Após sofrer uma obstrução urológica, o presidente Michel Temer foi submetido a uma sondagem vesical na tarde de hoje (25). A sondagem vesical é a introdução de um cateter através da uretra até a bexiga, com o objetivo de drenar a urina. Segundo informou o Palácio do Planalto por meio de nota, o presidente passa bem, está repousando após o procedimento e deve ter alta ainda hoje.

Enquanto despachava na manhã de hoje (25), o presidente sentiu um desconforto e, após avaliação no departamento médico do Palácio do Planalto, foi constatada uma obstrução urológica. Temer então seguiu para o Hospital do Exército para exames e devido tratamento.

Na porta do hospital, além de jornalistas, há cerca de 30 homens da Polícia do Exército. A primeira-dama Marcela Temer chegou por volta das 17h ao hospital.

O senador Raimundo Lira, líder do PMDB no Senado, foi o primeiro parlamentar a vir ao hospital visitar Temer. Lira disse não estar preocupado e afirmou que espera que o fato não atrapalhe a votação na Câmara.

Médico e professor de medicina, o deputado Sinval Malheiros (PTN-SP) também foi até a unidade de saúde. Embora não tenha podido visitar Temer, disse que conversou com assessores e familiares e  confirmou que o presidente está bem. Segundo Malheiros, o presidente foi submetido a uma cistoscopia, exame de retirada de urina a partir do canal da uretra. O médico detalhou que o procedimento é simples e demanda apenas sedação local. De acordo com Malheiros, o problema pode ter sido decorrente de questões emocionais.

(Agência Brasil)

Bolsonaro diz que Ciro tem “bagagem cultural extraordinária e administrativa” e revela que já votou no pedetista

590 1

Ao revelar que em 2002 foi eleitor de Ciro Gomes, pré-candidato do PDT à Presidência da República, o também pré-candidato ao Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro (PSC-RJ), disse nesta quarta-feira (25), durante entrevista ao programa Hora da Notícias, na rádio Assunção, que “Ciro Gomes tem uma bagagem cultural extraordinária e administrativa também”. “Não vou negar isso, não”, reconheceu o deputado federal do PSC.

Sabatinado pelos jornalistas André Capiberibe, Luciano Cléver e Renato Abreu, Bolsonaro desejou boa sorte a Ciro Gomes e que o político cearense possa ajudar ao Brasil, caso seja eleito.

Apesar de polêmico, o pré-candidato do PSC ao Palácio do Planalto, assegurou que, durante a campanha, não irá participar de jogo de ofensas. “Eu entendo que o que está acontecendo comigo (atual momento político favorável) é uma missão de Deus. E Ele não nos dá uma cruz a qual não possamos carregar”, disse.

Bolsonaro negou que faça uma perseguição às relações homoafetivas pelo país. “A maioria dos gays tem um comportamento exemplar. O que se faz entre quatro paredes não interessa a ninguém. Mas uma minoria tenta afrontar os valores tradicionais”, comentou.

O deputado federal lamentou que tenha recebido a quantia de R$ 200 mil da JBS – empresa denunciada pela Lava Jato -, ao entender que o valor teria origem do fundo partidário. “Quando descobri que (o dinheiro) era da JBS, devolvi (o valor) ao partido em cheque”, afirmou.

Sessão da Assembleia comemora os 20 anos do primeiro transplante de coração no Ceará

Nesta quarta-feira, às 18 horas, a Assembleia Legislativa realizará, no Plenário 13 de Maio, sessão solene em comemoração aos 20 anos do primeiro transplante cardíaco realizado no Ceará. O ato atende a requerimento do deputado Leonardo Pinheiro (PP) e subscrito pelo deputado Carlos Felipe (PCdoB).

Durante a solenidade serão homenageados o primeiro transplantado cardíaco, Antônio Pereira de Moura, e o primeiro transplantado pediátrico, Francisco Wellington Tomé de Chagas; e o diretor do Hospital de Messejana, Frederico Augusto de Lima e Silva.

Também recebem homenagem o coordenador da Unidade de Transplante, Insuficiência Cardíaca e Assistência Circulatória do Hospital de Messejana, João David de Souza Neto; o coordenador Cirúrgico de Transplante Cardiaco e coordenador da Tutoria em Transplante Cardíaco, Juan Mejia, entre outros profissionais e autoridades da área de saúde.

O procedimento ocorreu no Hospital Dr. Carlos Alberto Studart Gomes – Hospital de Messejana. De acordo com Leonardo Pinheiro, o transplante foi o primeiro dos 392 já realizados até hoje na unidade – sendo 22 transplantes somente esse ano.

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 16 milhões

A Mega-Sena promete, nesta quarta-feira (25), o prêmio de R$ 16 milhões ao apostador que acertar os seis números da sorte. O concurso 1.981 será sorteado a partir das 20 horas (horário de Brasília) no Caminhão da Sorte da Caixa que está em Carandaí (MG), estacionado no centro da cidade, em frente à Praça Policarpo Rocha.

As apostas podem ser feitas até às 19 horas (horário de Brasília) da quarta-feira em qualquer lotérica do país. Clientes com acesso ao Internet Banking CAIXA podem fazer suas apostas na Mega-Sena pelo seu computador pessoal, tablet ou smartphone. Para isso, basta ter conta corrente no banco e ser maior de 18 anos.

 

As Entidades Sem Fins Lucrativos e o Pioneirismo da Gestão Hospitalar do ISGH

Com o título “As Entidades Sem Fins Lucrativos e o Pioneirismo da Gestão Hospitalar do ISGH”, eis artigo de José das Graças Costa da Silva, sociólogo, ex-conselheiro municipal do Conselho de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA), ex-conselheiro tutelar do município de Fortaleza e consultor para Projetos Sociais. Ele aborda os 15 anos do ISGh. Confira:

Faço parte com muita honra de uma geração genuinamente de ongueiro. Desde o movimento pela Anistia, redemocratização política, movimento pelas diretas, extinção do código do menor e a ascensão do Estatuto da Criança e do Adolescente, estive participando de forma efetiva, organizando encontros, seminários, passeatas, demarcando minha ação na tentativa de vivenciarmos contextos sociais onde a garantia de direitos fosse um processo natural da condição humana.

As ONG(s) com trajetórias marcada pela ética exerce um papel fundamental, contribuindo nas elaborações de políticas públicas, instigando o poder publico para intervir de forma consistente na melhoria das condições de vida da população. A forma como utilizam os recursos captados, a dinâmica do fazer e a proposta pedagógica são os pontos fortes das entidades não governamentais que em sua história zelaram pelo cuidado com os recursos, dimensionando ao seu público alvo as melhores condições de acolhimento.

O país abriga cerca de 350 mil entidades de assistência social, que empregam 2,5 milhões de pessoas e 15 milhões de voluntários. A grande maioria dessas entidades utilizou de forma adequada os recursos captados com impactos visíveis

Os recursos públicos chegam às entidades através de forma transparentes, aberta as instituições, onde democraticamente as propostas são contempladas, dentro de um ritual legal, com cronogramas de aplicação dos recursos distribuídos na perspectiva de cada realidade.  Quem conhece o cotidiano destes contextos sabe como se dá a complexidade da aplicação desses recursos.

Conheci o Hospital Waldemar de Alcântara cuja gestão é gerida pelo INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR – ISGH, através de um acompanhamento familiar no qual tive envolvimento afetivo forte na articulação de uma rede de apoio ao seu bem estar. Despertou minha curiosidade naquele contexto hospitalar, três aspectos que o Serviço de Saúde Pública ignora: Um olhar sensível na dor humana; A personalização no atendimento (experiência do programa SAD/PAD), executado pelo hospital em atendimento domiciliar, no qual a paciente que acompanhei foi cuidada de forma extremamente digna; Uma presença qualitativo-quantitativa na atenção ao universo do paciente, executada de forma profissional e com muita dignidade.

A paciente que acompanhei no Hospital Waldemar de Alcântara faleceu há quatro meses. Todas as condições de suavizar sua dor ela recebeu, através da equipe do SAD/PAD, em visitas domiciliares, com profissionais de diversas áreas, dentre as quais psicologia, nutrição, fisioterapia, clínica médica, enfermagem, etc.

Mergulhei no universo do ISGH, seu estatuto, proposta pedagógica, relatórios divulgados em seu Site de forma transparente e como militante da área do terceiro setor vejo a experiência da aludida entidade como inovadora e impactante, dentro de um processo de convivência de dois anos e três meses de relacionamento que convivi.

Que os 15 anos que o órgão está comemorando sirvam para revitalizar as boas iniciativas e ampliem suas ações para que mais pacientes sejam beneficiados.

*José das Graças Costa da Silva, sociólogo, ex-conselheiro municipal do Conselho de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA), ex-conselheiro tutelar do município de Fortaleza e consultor para Projetos Sociais. Ele aborda os 15 anos do ISGh.

*Jose.projetosociais@hotmail.com