Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Ciro pede ao eleitor em sua página no Facebook que não vote em deputado que salvou Temer

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) apregoa, em seu Facebook, para que os brasileiros não votem em parlamentar que salvou Temer da segunda denúncia patrocinada pela Procuradoria-Geral da República.

Temer é acusado de organização criminosa e obstrução da justiça e escapou com o placar: 251 votos pelo sim e 233 pelo Não.

“Lembre do seu. Quem protege a corrupção, é contra o povo!”, diz Ciro.

Henrique Alves é alvo de nova operação da Polícia Federal

A Polícia Federal realiza, na manhã desta quinta-feira, a Operação Lavat, desdobramento da Operação Manus, que em junho prendeu o ex-presidente da Câmara e ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Segundo nota da PF, a ação desta quinta pretende desarticular a quadrilha investigada na operação anterior, que teria continuado a cometer crimes no estado. A informação é da Veja.

São 27 mandados judiciais sendo cumpridos por 110 policiais, sendo 22 mandados de busca e apreensão, três de prisão temporária e dois de condução coercitiva. De acordo o jornal Folha de S.Paulo, uma das buscas é no próprio Ministério do Turismo e os três mandados de prisão expedidos têm como alvos Aluísio Henrique Dutra de Almeida, José Geraldo Moura Fonseca Júnior e Norton Domingues Masera, que foram assessores do ex-ministro. Masera ainda seria chefe da assessoria parlamentar do Turismo.

Além de Brasília, a PF executa decisões judiciais em cinco cidades do Rio Grande do Norte: Natal, Nísia Floresta, São José do Mipibu. Parnamirim e Angicos. Segundo os investigadores, o material recolhido na Operação Manus indicou outros nomes pertencentes à organização criminosa e fraudes em diversos contratos públicos no estado, estimadas em 5,5 milhões de reais.

O dinheiro teria sido desviado para a campanha de Alves ao governo do Rio Grande do Norte pelo PMDB em 2014. O nome da operação, informa a PF, foi inspirado no provérbio do latim “Manus Manum Fricat, Et Manus Manus Lavat”, que, em português, significa “uma mão esfrega a outra; uma mão lava a outra”.

Reforma da Previdência – Rodrigo Maia diz que projeto precisa ser enxugado para passar

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anuncia: a Casa voltará a discutir a Reforma da Previdência a partir de novembro. A pauta deve retornar ao centro do debate após os deputados rejeitarem nesta noite (25) o pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para investigar o presidente da República, Michel Temer, e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral). Foram 251 votos contrários à autorização para investigação, 233 votos favoráveis e duas abstenções.

Na avaliação de Maia, para que seja aprovada, a Reforma da Previdência precisará ser enxugada e focada em aspectos considerados essenciais para “acabar com a maior transferência de renda do mundo de pobres para ricos”. Ele destacou a fixação da idade mínima e as regras para servidores públicos.

“É óbvio que um sistema onde 7 milhões [de pessoas] representam um déficit de R$ 150 bilhões por ano e um número de quase 30 milhões de pessoas representam um valor do déficit igual, tem coisa muito errada. A gente tem que priorizar a idade mínima, precisa priorizar a reforma [da aposentadoria] do serviço público e convencer a sociedade e os parlamentares de que essa não é uma pauta contra o Brasil, contra os brasileiros”, afirmou.

O retorno do assunto à pauta de discussões no Congresso também foi mencionado pelo ministro Eliseu Padilha, ao sair de jantar promovido pelo deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG) ontem.

Segundo Maia, o processo de análise da denúncia contra Temer na Câmara intensificou o desgaste do presidente com deputados de partidos aliados ao governo. No entanto, ele avalia que Temer saberá reconstruir sua base aliada na Casa.

“O presidente é um homem experiente, que viveu, talvez, o momento mais difícil da história política dele. Certamente, agora, vai refletir e vai avaliar quais são as melhores condições para que ele possa reestabelecer uma base para aprovar projetos de interesse do governo”, disse. “A gente não pode negar que o presidente, apesar de ter tido uma perda na sua base, ele teve dois resultados que foram melhores do que a expectativa de todos nós na hora que os deputados votaram. Então, tem que se respeitar isso”, completou.

Apesar de ter afastado a investigação por 251 votos, a expectativa do Planalto era de registrar entre 260 e 270 votos. Em agosto, a Câmara afastou a primeira denúncia contra Temer por 263 votos favoráveis e 227 contrários. Embora não sinalize a garantia de votações, o placar registrado nesta noite é menor do que o necessário para aprovar uma proposta de emenda à Constituição (PEC), que requer 308 votos, o correspondente a três quintos dos deputados. Atualmente, a Reforma da Previdência é discutida na Casa por meio de PEC 287/16, de relatoria do deputado Arthur Maia (PPS-BA).

(Agência Brasil)

Natal de Luz terá programação divulgada no próximo dia 7

O presidente eleito da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza e coordenador da Ação Novo Centro, Assis Cavalcante, confirma: dia 7, em clima de café da manhã, receberá a imprensa na sede da CDL, para divulgar a programação do Natal de Luz.

Assis Cavalcante, que se encontra em Brasília participando do Fórum Nacional do Varejo, adianta que o evento, com abertura marcada pela chegada do Papai Noel à Praça do Ferreira, ficou acertado para as 17 horas do dia 17 de novembro.

“No data, vai nevar!”, avisa o dirigente da Ação Novo Centro, que fechou com empresa do ramo para apresentar espetáculo da neve artificial aos fortalezenses.

(Foto – Paulo MOska)

TJ do Ceará inicia segunda-feira o recadastramento de servidores e magistrados ativos

119 1

O Tribunal de Justiça do Ceará vai disponibilizar, a partir da próxima segunda-feira (30), o sistema para o recadastramento de magistrados e servidores ativos. O recadastramento se estenderá até o dia 24 de novembro. Os dados, de acordo com a a assessoria de imprensa do TJCE, devem ser fornecidos por meio de sistema disponibilizado na Intranet do próprio tribunal.

Caso o magistrado ou servidor ativo esteja afastado por motivo de férias ou licença, de qualquer natureza, durante o prazo acima especificado, o recadastramento poderá ocorrer em, no máximo, três dias úteis contados da data do retorno.

Aposentados

O recadastramento para magistrados e servidores aposentados prossegue até o próximo dia 17 de novembro. Eles devem comparecer à Secretaria de Gestão de Pessoas do TJCE, do Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza, e aos fóruns das comarcas do Interior, munidos com documento legível de identificação oficial com foto que permita o reconhecimento.

TSE e Exército estudam parceria para monitorar fake news nas próximas eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Ministério da Defesa criaram um grupo de trabalho para analisar o combate a crimes cibernéticos, no qual o Exército poderá atuar no monitoramento das fake news, boatos disseminados em redes sociais com potencial de influenciar as eleições.

O assunto foi discutido nessa quarta-feira (25) numa reunião entre o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, e os ministros da Defesa, Raul Jungmann; do Gabinete de Segurança Institucional, general Sergio Etchegoyen, e da Justiça, Torquato Jardim.

“Creio que avançamos bem na questão do acompanhamento pela internet, de problemas de fake news”, disse Gilmar Mendes em entrevista após o encontro. “Precisamos realmente acompanhar essa nova realidade, que teve repercussão em várias eleições”, acrescentou o ministro, que citou como exemplo o escândalo nas últimas eleições presidenciais da França que ficou conhecido como Macron Leaks.

Gilmar Mendes informou que se reunirá em breve com juízes responsáveis por analisar questões ligadas à propaganda eleitoral para discutir as fake news. Segundo ele, a Justiça Eleitoral deve baixar resoluções que disciplinem o tema para o pleito do ano que vem.

O assunto gerou polêmica recentemente após ter sido incluído na reforma política aprovada pelo Congresso. Em um de seus artigos, o texto previa que os provedores de aplicativos e redes sociais seriam obrigados, mesmo sem ordem judicial, a suspender publicações quando estas fossem denunciadas por serem falsas ou incitarem o ódio durante o pleito.

Após ser apontado por entidades da sociedade civil como uma possível tentativa de censura, o presidente Michel Temer decidiu vetar o artigo.

PSDB de Tasso vota contra Temer e derrota grupo de Aécio

Quase três meses depois, a bancada do PSDB na Câmara Federal inverteu a votação no processo de denúncias contra o presidente Michel Temer. No início de agosto último, os tucanos haviam votado a favor do presidente, por 22 votos a 21. Na noite desta quinta-feira (25), a bancada votou pelo encaminhamento das denúncias de obstrução de Justiça e formação de quadrilha ao Supremo Tribunal Federal (STF), por 23 votos a 20.

Para os tucanos, a inversão está diretamente relacionada à disputa entre os grupos dos senadores Tasso Jereissati (CE) e Aécio Neves (MG). Presidente em exercício do PSDB, Tasso é a favor da apuração das denúncias pelo STF. Já o grupo do senador mineiro votou pelo arquivamento.

Uma situação inusitada foi a do deputado federal Raimundo Gomes de Matos, que na primeira votação “sumiu” do plenário, momentos antes da votação. Nesta noite, o parlamentar cearense voltou a deixar o plenário, mas retornou para votar a favor de Temer.

DETALHE – O resultado final da votação na Câmara dos Deputados negou o prosseguimento da segunda denúncia contra Temer, com 251 votos favoráveis ao presidente e 233 contrários.

Desembargador adia depoimento de Lula em ação da Operação Zelotes

O desembargador Névton Guedes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, adiou o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de uns de seus filhos, Luiz Cláudio, previsto para o próximo dia 30 de outubro em uma das ações penais da Operação Zelotes, da Polícia Federal.

O magistrado atendeu pedido feito pela defesa de Lula. No pedido, o advogado Cristiano Zanin afirmou que o interrogatório foi marcado pela primeira instância sem que todas as testemunhas arroladas pela defesa tenham sido ouvidas no processo.

O interrogatório deve ocorrer na ação penal na qual o ex-presidente e seu filho são acusados dos crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa, sob a acusação de integrarem um esquema que vendia a promessa de interferências no governo federal para beneficiar empresas.

De acordo com a denúncia, Lula, seu filho, e os consultores Mauro Marcondes e Cristina Mautoni participaram de negociações irregulares no contrato de compra dos caças suecos Gripen e na prorrogação de incentivos fiscais em uma medida provisória para prorrogação de incentivos fiscais para montadoras de veículos. Segundo o MPF, Luís Cláudio recebeu R$ 2,5 milhões da empresa dos consultores.

A defesa do ex-presidente sustenta que Lula e seu filho não participaram ou tiveram conhecimento dos atos de compra dos caças suecos. Segundo os advogados, a investigação tramitou no Ministério Público de forma oculta e sem acesso à defesa.

(Agência Brasil)

Revista homenageia Audifax Rios

A revista cultural “Para Mamíferos”, edição especial em homenagem à memória do artista plástico e escritor Audifax Rios, será lançada no próximo sábado (28), a partir das 14 horas, no Flórida Bar.

Segundo o jornalista Nerilson Moreira, um dos editores, em clima de reunião do tradicional Clube do Bode, que congrega poetas, escritores, gente da imprensa e artistas.

SERVIÇO

*Flórida Bar – Rua Dom, Joaquim, 68 – Praia de Iracema.

Bancada cearense vota na maioria contra Michel Temer

197 1

A maioria da bancada do Ceará votou na noite desta quarta-feira (25) contra o parecer do relator Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que sugere a inadmissibilidade da denúncia dos crimes de obstrução da Justiça e organização criminosa em desfavor do presidente Michel Temer (PMDB).

Assim como ocorreu na primeira denúncia, o peemedebista Vitor Valim votou contra o parecer do relator e a favor de remeter a denúncia para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Além de Valim, votaram contra Temer os deputados federais André Figueiredo (PDT), Ariosto Holanda (PDT), Cabo Sabino (PR), Chico Lopes (PCdoB), José Airton Cirilo (PT), José Guimarães (PT), Leônidas Cristino (PDT), Luizianne Lins (PT), Odorico Monteiro (PSB) e Vicente Arruda (PDT).

Votaram a favor do relatório, os deputados federais Aníbal Gomes (PMDB), Danilo Forte (PSB), Domingos Neto (PSD), Genecias Noronha (SD), Gorete Pereira (PR), Macedo (PP), Moses Rodrigues (PMDB), Raimundo Gomes de Matos (PSDB), Ronaldo Martins (PRB) e Vaidon Oliveira (Pros).

O deputado federal Adail Carneiro (PP) não compareceu ao Plenário.

DETALHE – A maior surpresa na votação da bancada do Ceará, no entanto, foi o deputado Ronaldo Martins (PRB), que passou o ano inteiro batendo em Michel Temer e hoje votou a favor do presidente.

Votos contra Temer não serão suficientes para autorizar processo; votação continua

Embora a votação continue, devido às somas possíveis dos votos restantes, não há mais possibilidade de o Plenário da Câmara dos Deputados autorizar o pedido do Supremo Tribunal Federal (STF) para abrir processo criminal contra o presidente da República, Michel Temer, e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral) por crime de organização criminosa (SIP 2/17).

Até o momento, 288 deputados votaram e os que ainda precisam dar seu voto, somados aos favoráveis ao prosseguimento da denúncia, não chegarão a 342 votos.

Desse total, são votos 155 “sim” (pela rejeição do pedido de autorização de processo) e votos 132 “não” (pelo prosseguimento da investigação). Também há registro de 1 abstenção, enquanto 15 deputados estão ausentes.

A denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) acusa Temer e os ministros de organização criminosa e obstrução de Justiça com o intuito de arrecadar propinas, estimadas em R$ 587 milhões. O Planalto nega todas as acusações.

O caso envolve ainda outras pessoas que não têm foro privilegiado, como os ex-deputados Eduardo Cunha, Geddel Vieira Lima, Henrique Eduardo Alves e Rodrigo da Rocha Loures; o empresário Joesley Batista e o executivo Ricardo Saud, ambos da J&F.

(Agência Câmara Notícias)

Aécio Neves se mantém licenciado, mas diz que não renuncia à presidência do PSDB

Em conversa nesta quarta-feira (25), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) informou ao presidente interino da sigla, senador Tasso Jereissati (CE), que não vai renunciar à presidência do partido, da qual se encontra atualmente licenciado. A ideia do tucano é continuar licenciado até a convenção do partido que ocorrerá em 9 de dezembro, quando serão eleitos o diretório nacional e a nova executiva partidária.

Aécio Neves se afastou da presidência do PSDB em 19 de maio, após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, determinar o afastamento dele do mandato parlamentar a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Em junho, o ministro Marco Aurélio Mello revogou a determinação de Fachin e Aécio reassumiu o mandato de senador.

Neves foi denunciado no mês de junho pelo Ministério Público Federal na Operação Lava Jato por corrupção passiva e obstrução de Justiça, com base nas delações premiadas da empresa J&F, sofrendo medidas cautelares de afastamento do mandato e recolhimento noturno em casa.

Na semana passada, Aécio retomou o mandato parlamentar depois de votação do plenário do Senado que decidiu por afastar as medidas imposta pelo STF.

O estatuto do PSDB prevê que, em caso de licenciamento do presidente, o partido pode escolher o novo representante entre os sete vice-presidentes da sigla. Desde a saída de Aécio Neves, Jereissati tem ocupado a presidência do PSDB.

Nessa terça-feira (24), o presidente do Conselho de Ética do Senado, senador João Alberto (PMDB-MA), determinou o arquivamento de pedido de abertura de procedimento disciplinar contra Aécio Neves. A decisão seguiu parecer da Advocacia-Geral do Senado.

(Agência Brasil)

Grupo de Trabalho fará primeira reunião sobre ações contra assédio sexual no transporte coletivo

178 1

A primeira reunião do Grupo e Trabalho (GT) que trata sobre o enfrentamento ao assédio e abuso sexual no transporte coletivo de Fortaleza ocorrerá nesta quinta-feira (26), às 15 horas, na sede do Sindiônibus .

O encontro reunirá os vereadores Acrísio Sena (PT), Larissa Gaspar (PPL) e Eliana Gomes (PCdoB), com assessores, e o Sindiônibus, além de representantes da Delegacia da Mulher, coordenações de mulheres do Estado e da Prefeitura, Guarda Municipal, Polícia Militar, Ministério Público e OAB.

“Queremos formatar medidas concretas para combater este absurdo, que faz parte do cotidiano de mulheres que usam ônibus na capital. Há propostas de campanhas ostensivas de conscientização, baseadas em situações pesquisadas em outras cidades, do Brasil e do exterior”, afirma o petista Acrísio Sena.

Tragédia de Goiânia – Aluna vítima de ataque fica paraplégica

Uma das adolescentes baleadas por um colega dentro da sala de aula, no Colégio Goyases, em Goiânia, está paraplégica. De acordo com o Hospital de Urgências de Goiânia, a paraplegia já havia sido diagnosticada no dia da entrada da jovem, mas não havia sido informada a pedido de familiares.

A menina apresenta uma lesão na medula espinhal, perto da 10ª vértebra da coluna torácica, o que acabou comprometendo os movimentos dos membros inferiores de forma definitiva. O hospital informou que a jovem, de 14 anos, está consciente e respirando sem ajuda de aparelhos, mas segue internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) humanizada do hospital sem previsão de alta.

Outra estudante atingida no ataque a tiros, também de 14 anos, segue em estado regular. De acordo com o hospital, a paciente está orientada, consciente e com respiração espontânea, mas continua internada em uma enfermaria, também sem previsão de alta.

O ataque ocorreu na última sexta-feira (20). Dois adolescentes morreram e quatro ficaram feridos pelos tiros. O autor dos disparos, de 14 anos, está em um centro de internação provisória até o julgamento do caso pelo Juizado da Infância e Juventude, conforme previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente.

(Agência Brasil)

Mais de 50% dos alunos do 3º ano têm nível insuficiente em leitura e matemática

Dados divulgados nesta quarta-feira (25), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), apontam que a alfabetização estagnou entre 2014 e 2016. Para tentar reverter esse quadro, o Ministério da Educação apresentou medidas da Política Nacional de Alfabetização.

Mais da metade dos estudantes do 3º ano do ensino fundamental apresentaram nível insuficiente de leitura e em matemática para a idade, ou seja dificuldade em interpretar um texto e fazer contas.

De acordo com a Avaliação Nacional de Alfabetização, 54,73% dos alunos tinham nível de leitura insuficiente em 2016 e 45,27% tinham nível suficiente. Em 2014, o percentual de estudantes avaliados com nível insuficiente era um pouco maior: 56,17%.

As regiões Norte e Nordeste foram as que obtiveram os piores resultados de leitura, com 70,21% e 69,15% dos estudantes apresentando nível de insuficiência, respectivamente. Esses percentuais caem para 51,22% no Centro-Oeste; 44,92% no Sul; e 43,69% no Sudeste.

Os estudantes que participaram da ANA foram enquadrados em quatro níveis com relação à proficiência em leitura: elementar (leitura de palavras com sílabas constituídas de uma consoante e uma vogal); básico (capazes de identificar a assunto e finalidade de textos de até cinco linhas); adequado (inferir o assunto em textos simples, localizar informação no meio ou final do texto, identificar o referente de um pronome pessoal e reconhecer significado de expressão de linguagem figurada); e desejável (reconhece participantes de um diálogo, e reconhece relação de tempo e identifica o referente de pronome possessivo). Os dois primeiros são níveis considerados insuficientes.

No caso da escrita, 33,95% dos estudantes apresentaram proficiência insuficiente e 66,15% tiveram níveis adequados. As regiões Norte e Nordeste também apresentaram os menores resultados – 53,01% e 50,83%.

Com relação aos conhecimentos em matemática, 54,46% apresentaram desempenho abaixo do adequado, enquanto 45,53% com nível suficiente. Em 2014, 57,07% dos estudantes tiveram seus conhecimentos matemáticos classificados como insuficientes; e 42,93% como suficientes. Norte e Nordeste registraram 70,64% e 69,46% dos estudantes com conhecimentos em matemática insuficientes.

A presidente do Inep, Maria Inês Fini, classificou como “sofrível” os resultados da avaliação. “Precisamos dar apoio para que essas crianças tenham um mínimo de condições para recuperar e reconstruir essas estruturas e prosseguir. Do contrário, continuaremos enxugando gelo”, disse.

A pesquisa foi feita entre os dias 14 e 25 de novembro do ano passado em escolas públicas com pelo menos 10 estudantes matriculados no 3° ano do ensino fundamental em 2016. Foram mais de 2 milhões de estudantes de aproximadamente 105 mil turmas em 48 mil escolas. Quase 90% dos estudantes avaliados tinham 8 anos ou mais.

(Agência Brasil)

Deputada apresenta projeto de incentivo à literatura digital no Ceará

A deputada Aderlânia Noronha (SD) apresentou à Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (25), projeto que institui a Política Estadual de Incentivo e Fomento à Literatura Digital no Estado do Ceará.

O projeto incentivará a Literatura Digital, através da produção e ampla divulgação de obras literárias feitas especialmente para mídias digitais, com o uso de ferramentas próprias das novas tecnologias, como animações, multimídia, hipertexto, construção colaborativa, explica a parlamentar.

“O mundo digital é um ambiente que desperta um enorme interesse em crianças que nunca o utilizaram, mas que, aos poucos, está se tornando uma estratégia para que os docentes consigam atrair as crianças à leitura. Os inúmeros recursos e possibilidades de uma interação entre a criança, a leitura e o mundo digital possibilitam transformações em todos os sentidos. Reconhecer a importância da literatura digital e incentivar a criança ao hábito de leitura na idade em que todos os hábitos se formam, isto é, na infância, é o que mais nos motiva,” destaca Aderlania.

Capacitação e incentivo

O Projeto irá incentivar o setor da literatura digital, permitindo o surgimento de espaços de criatividade e liberdade criativa, fomentando a troca de experiências e o trabalho em rede, proporcionando espaços de coesão social, potencializando as iniciativas já existentes, além de auxiliar na implantação de novas experiências.

Também deverá estimular a capacitação gerencial e a formação de mão de obra qualificada, bem como a oferta de linhas de crédito e de financiamento para produção e comercialização, pesquisa, desenvolvimento tecnológico e assistência técnica ao setor da Literatura Digital.